PMDB fecha com PSB e espera pelo PSD de Cairolli

Reunidos por cerca de três horas na tarde desta quinta-feira, 15, o PMDB e o PSB consolidaram a coligação para as eleições de 2014.

. Com o objetivo de fortalecer à aliança no seu eixo principal – o apoio dos socialistas à pré-candidatura de José Ivo Sartori ao Palácio Piratini e, dos peemedebistas a Eduardo Campos na disputa à presidência da República – o PMDB optou por ceder à vaga. O candidato ao Senado será Beto Albuquerque.

. Segundo o porta-voz do PMDB, Ibsen Pinheiro, essa decisão foi construída com líderes expressivos da legenda que entenderam ser esse o caminho para consolidar a parceria com o PSB e garantir importante potencial de vitória no próximo pleito.


. Ibsen informou ainda que até a próxima semana deverá ser anunciado o candidato a vice-governador na futura chapa majoritária. A expectativa é solidificar a parceria com PSD, tendo José Paulo Dornelles Cairoli como vice. Esta tarde, Cairolli disse ao editor que nada decidiu até agora sobre a sucessão. 

Tribunal de Justiça reafirma ilegalidade do Imposto da Fronteira, o Difa

A CDL Porto Alegre e as entidades que compõem o movimento Chega de Mordida comemoram a decisão da desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, Denise de Oliveira Cezar, de que, a contar da entrada em vigor da Lei Estadual nº 14.436/14, os micro e pequenos lojistas gaúchos não estão mais obrigados a recolher a diferença de alíquota (Difa) incidente sobre as entradas de mercadorias em operações interestaduais. A desembargadora, em sua decisão, rejeitou a alegação do Estado de que a Lei apenas garantia um prazo adicional para o pagamento do diferencial de alíquotas.

. Em razão disso, diante do caráter provisório da decisão, a obrigação de preencher a GIA – Guia de Informação e Apuração do ICMS – se mantém, mas o fisco não poderá realizar qualquer sanção e inscrição em dívida ativa a partir das informações prestadas.

. É válido reiterar que a Assembleia Legislativa promulgou, no dia 13 de janeiro deste ano, a Lei 14.436, que impede a reedição por decreto do Imposto de Fronteira. A proposta, idealizada pelo deputado Frederico Antunes e assumida pela Mesa Diretora da Casa, tendo à frente o presidente Pedro Westphalen, incluiu na Lei do ICMS o fim da cobrança do Diferencial de Alíquota (Difa) de 5% sobre a compra de produtos de outros Estados para os micro e pequenos integrantes do Simples Nacional.

Aécio e Campos reagem a campanha publicitária terrorista do PT

CLIQUE AQUI para ver o comercial da campanha do medo.

Sobre a campanha publicitária de conteúdo terrorista que o PT resolveu apresentar na TV, assustando os eleitores com uma volta trágica ao passado, eis o que disseram os dois principais candidatos a presidente:

Eduardo Campos (PSB):
 “Vejo um certo tipo de desespero. Acho que aquilo vai ser um grande tiro no pé. Com esse tipo de campanha, os que acham que vão colocar medo vão encorajar o povo a tirar a presidente Dilma, inclusive do segundo turno”.

Aécio emitiu uma nota em que afirmou:

“É triste ver um partido que não se envergonha de assustar e ameaçar a população para tentar se manter no poder. Esse comercial é o retrato do que o PT se transformou e o espelho do fracasso de um governo que, após 12 anos de mandato, só tem a oferecer medo e insegurança porque perdeu a capacidade de gerar confiança e esperança. Os brasileiros não merecem isso. É um ato de um governo que vive seus estertores”.

Municipários de Porto Alegre marcaram greve geral para 2 de junho

Os cerca de 1.500 municipários de Porto Alegre, reunidos na assembleia geral da categoria, na tarde dessa quinta-feira (15), definiram pela realização de greve a partir do dia 2 de junho, com a convocação de nova assembleia para o dia 29 de maio.


. Durante todo o dia, os municipários paralisaram as atividades em protesto contra a proposta de reajuste feita pelo governo municipal.

Entre mortos e feridos, ninguém morrerá ou sairá ferido durante a Copa

A foto ao lado, tomada pelo iPhone do editor, 17h11min desta quinta, flagrante do tamanho do desastre da manifestação anti-Copa programada para Porto Alegre. 



No comentário que disponibilizará neste espaço, em vídeo e áudio, o editor avisará que não acredita em manifestações de rua estrondosas e nem em tranqueiras monumentais no período que vai de 1º a 15 de junho, todo ele dedicado aos jogos da Copa do Mundo.

. Não há ambiente político para eventos de massa nas ruas, o que não quer dizer que grupos extremistas não tentem buscar exposição pública através de marchas e depredações.

. Do mesmo modo, nenhuma catástrofe ocorrerá por conta de dificuldades para a movimentação de milhares de turistas e de espectadores que irão até os estádios, exatamente porque a experiência de eventos esportivos de grande afluência garantem tranquilidade. 

Cidades históricas e culturais, inclusive do RS, passam a ser promovidas no exterior

As cidades históricas e culturais brasileiras terão, pela primeira vez, o apoio do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) na promoção de suas atrações no exterior. A estreia está marcada para setembro, em Paris, na Top Resa, a principal feira de turismo da França. Serão beneficiados 12 municípios que detém o título de Patrimônio Cultural da Humanidade da Unesco: São Miguel das Missões (RS), Salvador (BA), Brasília (DF), Cidade de Goiás (GO), Olinda (PE), São Luís (MA), Diamantina (MG), Ouro Preto (MG), Congonhas (MG), São Raimundo Nonato (PI), São Cristóvão (SE) e Rio de Janeiro (RJ). 

. O anúncio foi comemorado pelo superintendente Técnico e de Relações Institucionais da Famurs, Mário Ribas do Nascimento, que também é coordenador da área de Turismo da CNM. “É a primeira vez na história que as cidades históricas e culturais estão na lista de prioridades da Embratur e do Ministério do Turismo”, destacou. Dalma Andrade informou que as 12 cidades ganharam a produção de um material específico de divulgação, que inclui vídeo institucional, livro e imagens para divulgação no exterior.

. A França foi escolhida para a estreia do projeto de divulgação das cidades históricas brasileiras por ser um capital de repercussão mundial e por ocupar o 8º lugar no ranking de países que mais enviam turistas ao Brasil. 

Ações aprovadas

Os participantes do evento também aprovaram os primeiros projetos que serão desenvolvidos a partir de agora para incentivar o turismo em outras 180 cidades históricas e culturais do país. O primeiro deles é a produção de um livro em vários idiomas sobre as 12 cidades que são Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco e uma exposição desses municípios nos países onde a Embratur têm escritório, como Itália, França, Espanha e Inglaterra. Na segunda fase deste projeto, que agora entra na fase de captação de recursos, será feito um livro nos mesmos moldes com as 180 cidades que são Patrimônio Nacional. Ainda foi deferido a realização de um aplicativo para smartphone chamado de “Museu sem Paredes”, que cria uma interação dos turistas com os sítios históricos brasileiros. Por fim, foi aprovada a realização do Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Cultura no Rio Grande do Sul, com promoção da Famurs e da CNM, com apoio da Associação Brasileira das Cidades Históricas Turísticas e a Organização Brasileira das Cidades Patrimônio Mundial.

Mais de 380 mil pares de calçados brasileiros impedidos de entrar na Argentina

O impasse quanto à liberação das cargas de calçados brasileiros para entrada na Argentina segue trazendo dor de cabeça aos exportadores. Conforme mais recente levantamento da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), 381 mil pedidos seguem sem liberação para entrar no país vizinho. O prejuízo imediato é de US$ 6 milhões. A boa notícia é que desde fevereiro, quando foram cancelados mais de 400 mil pedidos, a velocidade das concessões das licenças vem aumentando. De acordo com o levantamento, em 2014 foi liberado um total de 310 mil pedidos.

. Segundo avisou ao editor nesta quinta, o presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, diz que existe uma base de entendimento firmada entre o governo brasileiro e argentino, porém com resultados ainda insuficientes. No final de abril, os governos assinaram protocolo de intenções para garantir maior fluidez do comércio bilateral. 

Entenda o caso
Desde 2012 o governo de Cristina Kirchner, como uma tentativa de controlar o déficit da balança comercial com o Brasil, busca, através da exigência das Declarações Juramentadas Antecipadas de Importações (DJAIs), travar as importações de produtos brasileiros. O documento, que não é previsto no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC), faz com que a entrada dos produtos brasileiros atrase, em alguns casos, mais de 200 dias. Uma pesquisa realizada pela Abicalçados apontou que quase 40% dos associados que exportavam para o país vizinho desistiram dos negócios por conta da imprevisibilidade. “É uma perda muito relevante, levando em consideração que a Argentina era, até o ano passado, o segundo principal destino dos calçados brasileiros”, lamenta Klein. Entre janeiro e abril deste ano, as exportações de calçados brasileiros para lá já caíram 45%, em dólares, no comparativo com mesmo período do ano passado (de US$ 36,3 milhões para US$ 20 milhões). O resultado fez com que a Argentina caísse do segundo para o quarto posto entre os destinos do calçado verde-amarelo. Outra queixa corrente dos calçadistas é que, ao passo que as importações argentinas de calçados brasileiros caem, aumenta a entrada de produtos chineses no País. No quadrimestre as importações argentinas de calçados do restante do mundo, notadamente da China, aumentaram 16% (de US$ 44,6 milhões para US$ 52 milhões). Conforme a entidade calçadista, de 2010 para 2013 a participação das importações de calçados brasileiros caiu de 60% para 29% na Argentina. “O nosso espaço foi tomado pela China”, conclui Klein.

Situação é de pânico no Recife. Greve da PM transformou a capital em cidade aberta.

Este é o povo roubando tudo o que pode carregar no Recife. Não se trata de ladrão comum, mas de povo mesmo. A roubalheira é geral na cidade. O governo perdeu controle da situação. Exército e Força Nacional intervieram esta tarde para conter os saques e a violência. 



É de pânico neste momento a situação no centro do Recife, tudo em função da greve selvagem da Polícia Militar, considerada ilegal pela Justiça de Pernambuco.

. O governo já pediu reforço da Força Nacional.

. A greve prejudica de frente a candidatura do ex-governador Eduardo Campos, PSB.

A foto ao lado não é da Siria, 
mas do centro do Recife, esta tarde.

 - Estou me sentindo na guerra. Pode parecer exagero, mas comprei bastante comida e água no mercado , com medo de ter que voltar lá — contou para o jornal Zero Hora a fotojornalista gaúcha, Lidiane Mallmann, 33 anos. O site www.zerohora.com.br conta assim o que acontece:

Acuada dentro do apartamento que está dividindo, durante as férias, com o namorado, no bairro de Boa Viagem, em Recife, Lidiane conta que nunca viveu nada parecido:

 Saí na rua pra comer e o porteiro do prédio disse que tinham assaltado duas pessoas, no mercado saí correndo porque teria arrastão, no restaurante que eu queria ir, colocaram fogo num carro. Ou seja, estamos acuados dentro de casa. 

Mesmo com os equipamentos de fotografia consigo no Recife, a jornalista diz que não teve coragem de retirá-los do apartamento, com medo de ser roubada.


CLIQUE AQUI para examinar o que contam os repórteres da Folha de S. Paulo.

Prefeitura anuncia presença virtual consistente para movimentação em Porto Alegre durante a Copa

Numa carga publicitária bastante colorida e nutrida, a prefeitura abriu nesta quinta-feira uma campanha destinada a melhorar o clima gaúcho para a Copa e também informar uma dúzia de ações que facilitarão a movimentação da população e dos 100 mil turistas que virão a Porto Alegre entre 1º e 15 de junho.

. A peça preparada pela agência Centro informa que as principais atrações extra-campos serão o caminho do Gol, o Acampamento Farroupilha da Copa, a Fan Fest, a Fan Zone, o Centro Aberto de Mídia na Usina do Gasômetro e o próprio Beira-Rio.

. Um aplicativo, o POA App ujá está disponível para iOS e Androd, que pode ser baixado no datapoa.com.br

. Nestes endereços virtuais, mais dados e informações on line também já estão na Internet:
www.copa2014.portoalegre.rs.gov.br
pottoalegre2014, no Face

@poa2014oficial, Twitter

Entrevista, Antonio Sartori - Grãos, 2014/2015: o céu ou o inferno

ENTREVISTA
Antonio Sartori, diretor da Brasoja Agro

O que se pode esperar da safra de grãos 2014/2015 ?
O céu ou o inferno.

Explique-se
Vou explicar isto no sábado, 10h, em Tapes, na Festa do Arroz, atendendo convite do Irga e do Sindicato Rural de Tapes.

Pode adiantar algo ?
Bom, digo que é céu ou inferno porque em cultivos como a soja, nosso principal grão, condicionantes importantes precisam ser considerados. Virá ou não El Niño ? Fora isto, os produtores argentinos e brasileiros, dos maiores do mundo, estão retendo o produto, ambos de olho numa valorização aguardada e sustentados num ativo que muda de preço em dólar. Espera-se uma supersafra de 100 milhões de toneladas ou mais nos EUA.

E os preços ?
No RS, a soja foi vendida em março, na Expodireto, a R$ 72 a saca, para pagamento em maio, mas hoje o preço é de R$ 62,00. Os gaúchos estão retendo mais da metade da safra 2013/2014.

O futuro a Deus pertence ?
A Bolsa de Chicago negocia o bushel da soja a US$ 14,72, hoje, mas o preço para o mesmo mês do ano que vem é de US$ 12,25.

É melhor negócio vender logo

Eu não disse isto e nem direi. Só faço o alerta. Cada produtor decide o que é melhor para ele. 

Dilma conversa com dono da revista Veja

A presidente Dilma Roussef reuniu-se nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, com Giancarlo Civita, presidente do Conselho de Administração da Abril Comunicações.

.  As revistas da Abril - Veja e Exame - mantêm uma posição de críticas ferozes ao PT e ao governo Dilma.

. Os inimigos da Agril afirmam que o grupo enfrenta dificuldades na área editorial e reestrutura seus negócios

Entrevista, Gustavo Schiffino - Copa renderá R$ 303 milhões a mais para comércio e serviços de Porto Alegre

ENTREVISTA
Gustavo Schiffino, presidente da CDL de Porto Alegre

Muita gente garante que o comércio varejista não ganhará com a movimentação dos 15 dias da Copa.
Nós tínhamos esta preocupação e fizemos um estudo para estimar o impacto da Copa 2014 em Porto Alegre. O estudo demonstrou que a economia de Porto Alegre receberá um adicional de faturamento das empresas comerciais e de serviço.

De quanto ?
Estimamos em R$ 313 mil, dos quais R$ 101 mil irão para o comércio varejista.

São novas pessoas a comprar ?
Em Porto Alegre, jogarão França, Holanda, Austrália, Coréia, Argentina, Nigéria e Honduras. Nas oitavas de final, uma ou duas entre EUA, Alemanha, Bélgica, Portugal, Rússia ou Gana, poderá jogar na cidade. Para ver ou acompanhar a movimentação dos jogos, receberemos 25 mil turistas estrangeiros por jogo e algo como 782 mil turistas locais,também por jogo.

Esses dados todos são baseados em que fontes ?
Fifa, ministério do Turismo, FGV, CDL, sobretudo pesquisa realizada pela FGV para o Ministério do Turismo durante a Copa da África do Sul, 2010.

As manifestações previstas contra a Copa poderão mudar esse cenário
Com certeza. A gente espera que elas não ocorram ou ocorram com pouca adesão, porque senão perderemos ganhos que já foram bem medidos.

Vacilação do PTB deixa o PT à beira de um ataque de nervos

A vacilação do PTB no apoio a Tarso é um termômetro das dificuldades que o PT enfrentará nestas eleições no RS.

. O PT já está à beira de um ataque de nervos.

Cozinha italiana nos antigos túneis da Brahma,
shopping TOTAL, Porto Alegre.
Almoço expresso a R$ 27,50 de segunda a sexta.
À la carte no almoço e janta.
Fone 3018.8383. www.famigliafacin.com.br

PTB e PP começaram a conversar

O PTB está conversando com o PP no RS.

Saiba quanto vale um nanico no RS

No mercado das almas eleitorais um nanico de 30 segundos pode valer até R$ 1,5 milhão no RS.

Direção gaúcha do PROS não consegue mais filiar novos militantes

A direção nacional do PROS bloqueou a senha que permitia ao presidente regional, Bernarnardino Vendrúsculo, livre inscrição de novos filiados. Antes, tinha feito o mesmo com os irmãos Gomes, Cid e Ciro, no Ceará.


. Os manda-chuvas de Brasília não estão gostando da posição recalcitrante da direção gaúcha, que resiste ao acerto entre eles e o governador Tarso Genro no RS. 

Fogaça poderá disputar cadeira de deputado em outubro

Sem chance sequer de disputar internamente a condição de candidato ao Senado, já que o Partido cedeu a vaga ao deputado socialista Beto Albuquerque, o ex-prefeito José Fogaça poderá atender aos apelos do PMDB e disputar uma cadeira de deputado.

PMDB detalha, hoje, anúncio do apoio a Eduardo Campos no RS

Ao meio dia o deputado Beto Albuquerque almoçará na casa do ex-deputado Luiz Roberto Ponte com dirigentes do PMDB do RS. O cardápio incluirá a programação para a vinda de Eduardo Campos e Marina Silva na semana que vem, para fechar a aliança com os socialistas.

. O PMDB dá como certa a seguinte chapa:

Governador, Sartori
Vice, José Cairolli, PSD

Senador, Beto Albuquerque, PSB

Cozinha italiana nos antigos túneis da Brahma,
shopping TOTAL, Porto Alegre.
Almoço expresso a R$ 27,50 de segunda a sexta.
À la carte no almoço e janta.
Fone 3018.8383. www.famigliafacin.com.br

Duas operadoras da Unimed-RS não podem mais vender planos de saúde

No RS, duas operadoras de planos de saúde ligadas à Unimed-RS, Nacional Beta Prata e Unimódulo, não podem mais vender nada no Estado.

. É ordem da ANS.

. No País, foram suspensos 161 planos.

TCU decide auditar compra de parte da BSBios pela Petrobrás. "É uma Mini-Pasadena", diz o ministro do TCU, José Jorge.

Desde o ano passado o editor vem reverberando denúncias feitas pelo deputado Luiz Carlos Heinze, segundo as quais nunca foram explicadas devidamente as aquisições de participações acionárias na BSBios por parte da Petrobrás Biocombustíveis, presidida na época pelo gaúcho Miguel Rosseto.

. O deputado pediu e agora o Tribunal de Contas da União abriu auditoria para apurar os negócios.

. Os jornais falam em superfaturamento, mas não é disto que se trata.

. As suspeitas são de que os valores transacionais excedem em muito aquilo que o mercado acredita como aceitável.

. Seria algo como uma Pasadena na BSBios.

. Os dois casos investigados são os das usinas de Passo Fundo e Marialva, esta no Paraná.

. Em 2009,50% de Marialva foi vendida por R$ 55 milhões. Dois meses antes, a BSBios tinha comprado 100% da usina por R$ 37 milhões.


. O ministro José Jorge, TCU, acha que tem nas mãos um caso que ele mesmo intitula de Mini-Pasadena.

. Em contato com o editor, tanto Rosseto quanto a BSBios, consideraram adequados os dois negócios. 

57% dos leitores acompanharão os jogos da Copa, mas 39% querem distância dela.

57% dos leitores desta página irão aos jogos ou assistirão tudo pela TV, conforme enquete que foi disponibilizada durante dois dias.

. Um número muito grande, 39%, no entanto, avisou que quer distância da Copa.

. Outros 2% não quiseram responder.

. Nova enquete já está disponibilizada aí ao lado, acima, e pergunta a que finalidade respondem os protestos de rua atuais contra a Copa, já que estamos a 20 dias do início dos jogos.

Extremistas chamam para esta quinta-feira protestos contra a Copa

CLIQUE sobre a imagem ao lado para ampliar. A lista é da Folha de hoje. Ela mostra de que modo as organizações extremistas contarão com greves e paralisações programadas para todo o País, inclusive em Porto Alegre, onde o Simpa (servidores municipais) farão greve geral. A escolha da data por parte do Simpa não foi aleatória. Embora todas as pesquisas de opinião pública, inclusive enquete desta página, indiquem que os protestos contra a Copa já perderam o sentido, os grupos de extrema esquerda tentam forçar a barra e criar tensão política com objetivos claramente eleitorais.

. Brandindo consignas do tipo  "Copa sem povo: tô na rua de novo", mais de 12 mil pessoas confirmaram presença, pelas redes sociais, nas manifestações que ocorrerão em pelo menos sete cidades-sede da Copa do Mundo.

. São eventos programados pela extrema esquerda.

. Ninguém acredita no sucesso das convocatórias. 

Acórdão do STJ sentencia como contaminadas provas apuradas com quebra ilegal de sigilo fiscal. Operação Rodin rodou na ilegalidade.

Acaba de ser publicado o Acórdão do STJ pelo qual a unanimidade da 5ª. Turma, sob a liderança da relatora, ministra Laurita Vaz (foto ao lado), pode ter colocado a pá de cal que faltava para sepultar sem honras todos os processos judiciais decorrentes da Operação Rodin, que se encontra às vésperas de sentenças na Justiça Federal de Santa Maria.

. É que a Corte, por 5 votos a zero, decidiu que são completamente ilegais os atos de quebra de sigilo fiscal promovidos sem autorização judicial pelo Ministério Público Federal, o primeiro dos quais envolveu o procurador Rafael Miron e o fiscal federal Getúlio Brum Marques.

. A partir da ilegalidade, o MPF de Santa Maria e depois o MPF em Porto Alegre, junto com a Polícia Federal de Ildo Gasparetto e Tarso Genro, montaram em conjunto com o procurador junto ao TCE, Geraldo Da Camino, todo o espetáculo policial e midiático, inclusive com prisões espetaculosas, tudo no âmbito da Operação Rodin.

. O editor, no seu livro Cabo de Guerra, lista muitas outras situações de ilegalidade, como foram os casos de prisões espetaculosas por parte da PF e o cálculo feito no âmbito do do MPE junto ao TCE para apurar valores "desviados" do Detran, até hoje não submetidos a perícia judicial, justamente porque não querem que isto aconteça o próprio MP e nem a Justiça Federal. 

. O acórdão foi pronunciado em cima de um agravo regimental interposto pelo MPF, que pedia a revogação do habeas corpus ajuizado pela advogada Denise Nachtigall Luz, uma das atingidas pela Rodin, no qual ela alegou justamente a quebra ilegal do seu sigilo fiscal. O habeas foi concedido monocraticamente (sozinho) pela ministra Laurita Vaz, agora coonestado pelos 5 ministros da 5ª. Turma do STJ.

. A decisão do STJ deixa claro que ao autenticar como podres as raízes (o sigilo fiscal quebrado criminosamente) toda a árvore (o inquérito da PF e os processos do MPF) está contaminada.

. A Rodin rodou.

. O MPF poderá bater às portas do STF, mas lá os casos de quebras ilegais de sigilos fiscais já foram fulminados de forma avassaladora, conforme citações diversas contidas no acórdão de 15 laudas do STJ.

. O caso da filha do ex-senador José Serra, Verônica, é recente, escandaloso, e resultou em decisões históricas do STF.

. O juiz federal de Santa Maria, que não quis apartar Denise Machtigall do processo, mesmo depois da decisão monocrática da ministra Laurita Vaz, alegando que decidiria sobre isto na sentença, não tem mais alternativa além de obedecer o que mandou o STJ.

Cozinha italiana nos antigos túneis da Brahma,
shopping TOTAL, Porto Alegre.
Almoço expresso a R$ 27,50 de segunda a sexta.
À la carte no almoço e janta.
Fone 3018.8383. www.famigliafacin.com.br

MPF alegou indevida Lei da Transparência para quebrar ilegalmente sigilos fiscais dos réus da Operação Rodin

Os cinco ministros do STJ que homologaram a decisão da ministra Laurita Vaz na rejeição ao agravo regimental protocolado pelo MPF contra habeas concedido a Denise Nachtigall, mostraram-se indignados com a argumentação dos procuradores para justificar a quebra do sigilo fiscal dos réus envolvidos na chamada Operação Rodin.

. “Trata-se de grave incursão estatal em direitos individuais protegidos pela Constituição da República no art. 5º, incisos X e XII”, fustigou a ministra no acórdão.

. A alegação para a quebra unilateral do sigilo fiscal é escandalosa, porque alega o MPF que ele “possui a prerrogativa de conduzir diligências investigatórias, podendo requisitar diretamente documentos e informações que julgar necessários ao exercício de suas atribuições de dominus litis. 

. Mais adiante, no texto do agravo, os procuradores federais vão ainda mais longe, ao tentar justificar a clara violação constitucional, pela qual acabarão responsabilizados pelos réus prejudicados:

- (...) hoje vigora no direito positivo a chamada Lei da Transparência, possibilitando a qualquer cidadão ter acesso às informações pessoais dos servidores públicos.

. Nem a ditadura militar atreveu-se a tanto.

. Amplificar para o infinito o alcance da Lei da Transparência é permitir que qualquer um do povo faça devassa que bem entender na vida pessoal dos próprios procuradores do MPF, de um ministro do STF e até do presidente da República, quebrando-lhe não só seus sigilo fiscal, mas também qualquer outro dado mantido sob restrição legal nas repartições públicas.


. É o mundo da total insegurança jurídica. 

O PT desmoraliza a CPI com método. Ou: Só bola levantada na rede!

O presidente do Congresso, Renan Calheiros, PMDB, faz qualquer serviço sujo para defender o governo do PT. 


Neste seu comentário de hoje no blog que mantém no site da revista Veja, o jornalista Reinaldo Azevedo conta que aCPI da Petrobras do Senado foi instalada e já fez as suas primeiras convocações.A CPI começou com 10 representantes do governo e apenas um da oposição, que na primeira reunião pediu a convocação de Lula e não levou. 

. Trata-se de uma análise crítica.Leia tudo:

 À primeira vista, seria uma coisa pra valer. Aprovou-se a convocação de 35 nomes. Entre eles, estão Graça Foster, José Sérgio Gabrielli e Nestor Cerveró, o tal então diretor que fez o resumo executivo e omitiu as cláusulas Marlim e Put Option na operação de compra dos primeiros 50% da refinaria de Pasadena.

. Ocorre que é tudo de mentirinha. Os governistas já escreveram o roteiro. Eles decidiram que vão fazer inveja a Marcelinho, o levantador do vôlei, nos seus momentos mais gloriosos: tome bola na rede, rendondíssima, para a turma cortar. Das 13 cadeiras, apenas 3 cabem à oposição. Como o PSDB e o DEM se negaram a fazer a indicação porque querem a CPI Mista, Renan escolheu os três oposicionistas. Lúcia Vânia (PSDB-GO) e Wilder Morais (DEM-GO) recusaram o lugar. Cyro Miranda (PSDB-GO) decidiu participar, o que me parece um erro flagrante. Ele propôs, por exemplo, a convocação de Lula, que foi, claro!, rejeitada.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Artigo, Rodrigo Constantino - O linchamento institucional

Nunca antes na história deste país se viu um partido no poder que cuspiu tanto, e de forma tão escancarada, nas regras do jogo

. O Brasil ficou horrorizado com as cenas de barbárie ocorridas em Guarujá semana passada, quando uma dona de casa foi linchada até a morte após boatos disseminados pelas redes sociais. Mas há outro linchamento que vem ocorrendo há anos e também merece nossa atenção, pois tem profundo impacto em nossas vidas: o das nossas instituições.


. É claro que não há causalidade direta entre um e o outro, mas é inegável que a completa perda de credibilidade do povo em nossas instituições tem produzido um clima de anomia propício aos “justiceiros” que se julgam acima das leis. 

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Advogado de técnicos radiológistas quer perícia na P-55. Ela pode conter falhas estruturais.

O advogado Newton Ferreira dos Santos pedirá perícia no plataforma P-55, já em operação pela Petrobrás, porque seus clientes que ajuizaram ação trabalhista na 2ª. Vara do Trabalho de Rio Grande acusam a Quip de fraudar laudos sobre serviços de soldagem, além de precipitar cronogramas para entregar a encomenda no prazo exigido pela Petrobrás.

. A idéia é verificar se ocorreram falhas estruturais.

. Trata-se da ação trabalhista 000.1250-40-2012.

. A Quip é resultado de um consórcio do qual faz parte da própria Petrobrás, mais Queiroz Galvão, UTC e IESA.

. Na construção da P-55, o consórcio chegou a quarteirizar serviços para apressar o serviço.

. Os clientes do advogado alegam que seus direitos trabalhistas foram fraudados. São todos técnicos de radiologia industrial.

. Na petição inicial, fica claro que todos temem por um desastre sem precedentes com a P-55, de dimensões mais desastrosas do que aquele registrado pela Chevron.

. Depois de examinar toda a documentação acostada por seus clientes, escreveu o advogado na reclamatória, calculada em R$ 25 milhões:

- Eu não subiria nessa plataforma.

. O temor é de que algo semelhante ocorra com outras plataformas construídas no Brasil. 

MaxiMidia sairá em Porto Alegre no dia 26

Será dia 26 de maio o MaxMídia POA, evento que tratará da comunicação mercadológica no Brasil. É evento para agências de publicidade, veículos de comunicação, anunciantes e fornecedores.

. Durante o dia todo serão discutidos os caminhos do sucesso e o futuro para o mercado de marketing e mídia.

. É realização do grupo RBS e Meio&Mensagem.