Medicina de Cuba é cheia de exemplos a não ser seguidos

Eles desembarcaram de jaleco (no Brasil, médico só usa jaleco em serviço, até por cuidado sanitário) e bandeirinhas. É o tipo do marketing atrasado dos comunistas da ditadura dinástica e familiar dos Castro, típica de "voluntários" que não passam de trabalhadores-escravos. 



A revista Veja desta semana conta que o escorpião-azul (em espanhol, alacrán) é um animal peçonhento só encontrado em Cuba. Desde 1995, cientistas da ilha estudam o seu veneno e garantem que é eficaz no tratamento de vários tipos de câncer. Este é apenas um dos exemplos das "avançada" medicina cubana, que se aproxima do curandeirismo. Leia toda a reportagem de veja:

A partir dele, fabricam e comercializam os remédios Escozul e Vidatox. Outra espécie endêmica na ilha é a medicina avessa às evidências. Submeter os estudos a uma publicação científica é considerado traição à pátria comunista, submissão ao imperialismo americano. Não há nenhuma comprovação de que o veneno funciona. No Pubmed, a maior base de dados científica sobre saúde no mundo, não há um registro sequer sobre o tal remédio. Sua suposta eficácia é um dos muitos mitos sobre a medicina cubana criados e perpetuados pelos irmãos ditadores Fidel e Raúl Castro para enganar governos incautos como o do Brasil, que pretende contratar 4 000 médicos cubanos até o fim do ano (os primeiros 400 chegaram há duas semanas).

A mentira – e não apenas na medicina – é a principal política de estado na ilha dos irmãos Castro. A atual epidemia de cólera, por exemplo, que as autoridades não conseguem mais esconder, é controlada com um remédio homeopático. “Dar cinco gotas via oral de uma droga homeopática sem eficácia comprovada em um país onde não há tratamento adequado da água e onde a falta de higiene é regra parece uma piada de mau gosto”, diz o médico cubano Eloy González, exilado nos Estados Unidos. Para se ter uma ideia de como Cuba está atrasada, a cólera foi erradicada no século XIX em vários países com o saneamento básico.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Conheça quem são e como trabalham os advogados da equipe milionária de Rose, a ex-amante de Lula

Nas redes sociais, Lula e sua ex-amante são desenhados com ironia. No caso real, o vento não levou nenhum dos dois. 



- Nas estimativas mais conservadoras de especialistas, revela Veja, uma estrutura semelhante não assinaria uma única petição por menos de US$ 1 milhão.

A ex-amante de Lula, que tratava o ex-presidente apenas como "Luiz Inácio" ou "chefe", foi indiciada por formação de quadrilha, tráfico de influência, corrupção passiva e advogacia administrativa, além de enriquecimento ilícito.  

A revista Veja que já está nas bancas, conta como funciona a milionária defesa de Rosemary Noronha, ex-chefe do escritório da Presidência em São Paulo e ex-amante de Lula, demitida depois de denúncias sobre crimes cometidos no cargo, sempre com a complacência do seu chefe, o ex-presidente. Leia tudo:

A reportagem mostra que Rose, mesmo desempregada, tem quase quarenta advogados a sua disposição para driblar os processos a que responde. Desde que a polícia fez uma busca em seu escritório e colheu provas contundentes de que a ex-secretária levava uma vida de majestade, ela cercou-se de um batalhão de quase quarenta advogados para defendê-la. 

. São profissionais que, de tão requisitados, calculam seus honorários em dólares americanos, mas que, nesse caso, não informam quanto estão cobrando pela causa, muito menos quem está pagando a conta:

- Luiz Bueno de Aguiar, o estrategista da defesa, que tem como clientes o PT, Zé Dirceu e Gilberto Carvalho. Foi ele quem selecionou as bancas dos três advogados a seguir. No total, somando-se os quatro profissionais e suas equipes, 100 advogados estão à disposição de Rose. É ele quem mantém a cúpula petista informada de tudo, porque a ordem é não estrassar Rosemary para que ela não abra a boca. Ele disse para Veja que trabalha de graça, mas é o único dos quatro que faz isto. 
- O criminalista Celso Vilardi defende Rosemary na esfera penal. Entre seus clientes está Eike Batista, Abilio Diniz, Camago Correia e Delúbio Soares. 
- Sérgio Renault, no processo disciplinar em andamento na Controladoria-Geral da União (CGU), que assumiu depois da defesa inicial de Medina Osório. Entre seus clientes está a Vale, Ecovias, Delúbio Soardes, Erenice Guerra e banqueiros de enorme peso.
- Especialista em direito público, o advogado gaúcho Fábio Medina Osório agora atende apenas a empresa da família, a construtora New Talent. Sua lta de clientes inclui Febraban e o Banco Santander. 

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem. 

Henrique Fontana volta a atacar compra de votos no PT: "Isto é voto de cabresto"

Fontana denuncia compra de votos de filiados para manter a atual direção do PT. 



Esta é a denúncia mais grave desde o Mensalão. No Mensalão, o PT comprou votos de eleitores e parlamentares com dinheiro público desviado por larápios do tipo Zé Dirceu e Delúbio, mas agora a denúncia é de compra de votos dos próprios filiados do PT. 

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) acusa que há compra de votos na eleição para presidente do PT.

- Uma pessoa pagou para um grupo e isso é voto de cabresto.

. Ele exemplifica:

Número de filiados com mensalidades pagas e aptos a votar
20 de agosto - 184.893
6 de setembro - 780 mil

. A denúncia é oblíqua, mas o alvo é o deputado Rui Falcão, atual presidente e candidato à reeleição. Dentro do PT, ninguém se dispôs a investigar a denúncia. 

Entrevista Megainvestidor aposta US$ 1 bi que a Herbalife é uma pirâmide

Gestor de um fundo de 12 bilhões de dólares em Wall Street, Bill Ackman fez uma aposta alta contra as ações da empresa no mercado financeiro; poderá perder muito dinheiro caso os órgãos reguladores não concordem com sua teoria

O material a seguir é de Ana Clara Costa, publicado em www.veja.com.br

O gestor Bill Ackman é figura célebre em Wall Street. Junto com Carl Ichan e Daniel Loeb, ele forma a tríade de investidores ativistas que não só compram ações de empresas, mas também interferem na sua gestão e, em muitos casos, criam brigas inflamadas com outros acionistas e controladores. Ackman controla a Pershing Square, uma gestora que tem uma carteira de investimentos de mais de 12 bilhões de dólares. Em dezembro do ano passado, fez uma operação arriscada: apostou 1 bilhão de dólares na certeza de que as ações da Herbalife na Bolsa de Nova York vão despencar. Para ele, a empresa foi criada com base em um esquema de pirâmide que será, em breve, comprovado pelos órgãos reguladores americanos. Ackman, no entanto, nega ter informações privilegiadas sobre uma possível intervenção judicial na Herbalife.
A operação feita pelo investidor nos Estados Unidos é chamada de 'venda a descoberto' (oushortselling, em inglês) e é proibida no Brasil. Para executá-la, o investidor aluga as ações de uma determinada empresa por um preço alto com o compromisso de comprá-las depois de um certo prazo. Se o preço subir, o investidor perde dinheiro, pois se vê forçado a adquirir os papéis por um valor superior ao total de sua aposta. Ao alugar 20 milhões de ações da empresa que vende shakes de emagrecimento, Ackman apostou que o preço cairia mais de 20% no prazo de um ano. Ele fez uma apresentação de PowerPoint de 342 páginas para embasar sua decisão. Com isso, conseguiu derrubar as ações da Herbalife de 40 para 26 dólares em poucas semanas.

. Contudo, o sucesso da operação de Ackman durou pouco.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Esta modelo da foto, mais recente conquista de Zé Dirceu, é a nova Musa do Mensalão

Depois de levar suas três ex-esposas para assistir com ele e mais 50 amigos a última sessão do Mensalão, Zé Dirceu volta ao noticiário neste final de semana, demonstrando que a vida anda mesmo folgada para ele, que não tem preocupação alguma com dinheiro, que continua leve, farto e fácil. Tanto é que a jornalista Juliana Linhares, www.veja.com.br, pergunta neste domingo o que uma jovem com este nome, este perfil e este decote está fazendo na acidentada história do Mensalão?   A foto é de Laura Karasczuk. Leia todo o texto:

Não faltam beldades como LAURA KARASCZUK, 30, nos bastidores do caso, mas ela quer um lugar no front. E do lado do principal implicado. “Nós tivemos um relacionamento amoroso durante cerca de quatro anos e, agora, que somos só amigos, vou muito à casa dele para dar apoio moral”, diz a modelo paranaense, descendente de ucranianos e poloneses, sobre José Dirceu. “Ele é aquele cara que te abre a porta do carro, que te leva aos melhores restaurantes e serve vinhos caros.” Os empecilhos conjugais à época não existem mais, mas agora Laura é casada. Como vai o estado de espírito do amigo? “Preparado. Arrumando os livros que vai levar para ler lá.”

. Laura não é a única do gênero que frequentou e frequenta o noticiário de escândalos da Nova Classe. Antes dela, Jeanne Mary Corner (foto ao lado) fez sucesso como a cafetina das festas da nomenklatura do PT em Brasília, logo no início do governo Lula. Ela e suas mulheres eram festejadas ativamente por gente como Palocci, Rogério Buratti e Silvio Land Rover Pereira. Ela foi considerada a Musa do Mensalão. Hoje Jeanne Mary é apenas a Velha Musa do Mensalão.
. Há mais.
. Muito mais.

CLIQUE AQUI para conhecer um pouco mais da ex-esposa de Zé Dirceu (ela também é paranaense, como a primeira mulher). 

Merval Pereira denuncia que Zavascki abriu caminho para tornar interminável o julgamento do Mensalão, livrando a cara dos bandidos do PT

Colunista de O Globo acha que Teori terá coragem de afrontar o modo civilizado, republicano e democrático de fazer justiça, livrando da cadeia os líderes da mais tenebrosa organização criminosa que corrompeu eleitores e parlamentares para manter um Partido, o PT, indefinidamente no Poder. 



Colunista do Globo aponta riscos na atitude inusitada do ministro na quarta-feira, “que saiu de uma posição rígida de não admitir mudanças nessa fase de embargos de declaração para passar a aceitá-las indiscriminadamente, a fim de reparar o que considerava injustiças do processo”. “A opinião pública terá confirmada a suspeita de que a Justiça brasileira não funciona para aqueles criminosos do colarinho branco que têm bons advogados e conexões políticas?”, ironiza. O texto de abertura é do site www.brasil247.com.br Leia a coluna:

A hora da verdade
Embora a parte de embargos de declaração do processo do mensalão tenha se encerrado sem alterações substanciais nas decisões tomadas durante o julgamento, as duas últimas sessões do Supremo Tribunal Federal deixaram no ar uma possibilidade de que os votos minoritários e até mesmo os dos ministros que não participaram da dosimetria viessem a definir as penas dos condenados, numa distorção do resultado do julgamento realmente absurda, como chamou a atenção o Ministro Luiz Fux.
Se prevalecesse a posição do Ministro Teori Zavascki, estaria aberta a porteira para a revisão de todas as demais penas pelo princípio da isonomia que certamente seria reivindicado pelos advogados de defesa dos condenados.

Mais ainda, se os embargos infringentes vierem a ser aceitos como recursos válidos num processo de ação originária do Supremo Tribunal Federal, já temos mais um tema para o debate do novo corpo de juízes: a redução das penas de todos os condenados por formação de quadrilha, proposta na sessão de quinta-feira pelo Ministro Teori Zavascki e apoiada pelos de sempre Ricardo Lewandowski e Dias Toffolli e pelo impenetrável Ministro Marco Aurélio Mello, que se orgulha de votos contra majoritários.

Como foram quatro os votos, mesmo derrotados, eles poderão trazer o assunto novamente à baila nos embargos infringentes.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

O bairro Santa Teresa virou a Bagdá de Porto Alegre

Como o governo Tarso Genro implantou o regime da insegurança pública em Porto Alegre, bairros como Santa Teresa já se parecem com bairros de Bagdá (foto ao lado).



No seu blog deste domingo, o jornalista Vitor Vieira (www.videversus.com.br) conta que no começo da semana, um jovem já tinha sido executado no bairro Santa Teresa, em Porto Alegre e na noite de quinta-feira, dois jovens de 18 anos foram executados com tiros nas costas em um beco no mesmo bairro. E na tarde desta sexta-feira, às 15h30, Ricardo do Santos Brasil, de 29 anos, foi executado, com oito tiros disparados no rosto. 

. Sobre o que acontece no Morro Sabnta Teresa, que fica a 10 minutos da zona mais central, denuncia o jornalista:

- Ou seja, o bairro Santa Teresa, em Porto Alegre, é como se fosse Bagdá. A capital gaúcha está transformada em um verdadeiro Iraque, com o desgoverno do peremptório petista Tarso Genro, que produz diariamente insegurança para a população.

Artigo, Mara Montezuma Assaf - Só os vândalos foram para as ruas. O povo, intimidado, ficou em casa. Quem nos defenderá ?

Os aliados do governo Dilma e do PT impediram a manifestação do jovem ao lado, que queria protestar contra a corrupção. A foto é de Zero Hora.



CLIQUE AQUI para examinar nota do jornal Zero Hora (o jornal foi novamente
atacado neste 7 de Setembro) e sobretudo o video no qual elementos
ligados à CUT, aparelho do PT, impedem manifestantes que
queriam protestar contra a corrupção. O pessoal da CUT só queria levantar palavras
de ordem alinhados com as consignas do PT e do governo Dilma - e falar sozinho.

Agora é definitivo: os agora "muy" pacatos e ordeiros sindicalistas, o grupo social da Igreja do Grito dos Excluídos pela "paz" ( qual paz e para quem?), os comunistas radicais bem articulados do Movimento Passe Livre, os mascarados e violentos dito anarquistas do Black Blocs e os participantes mascarados do Anonymous retomaram a posse das ruas. Graças à violência sempre manifesta, o povo ordeiro foi intimidado  e convencido a não comparecer às manifestações do 7 de setembro. Ponto para o governo lulopetista de Dilma Rousseff, para os intelectuais e artistas , e principalmente para Caetano Veloso, o "muso" dos Black Blocs. As ruas do país são deles e o Brasil é do PT e ponto final, pois nem as urnas nos garantem , visto não comprovarem o voto mediante simples impressão do mesmo. Tal como Chapolin Colorado, eu pergunto: quem poderá nos defender?

Mara Montezuma Assaf, São Paulo. 

Fortunati manda seu vice acampar na Câmara para monitorar CPI da Procempa

Por ordem do prefeito José Fortunasti,PDT, seu vice, Sebastião Melo, PMDB, acampará na Câmara de Vereadores de Porto Alegre a partir de quarta-feira, quando será instalada a CPI que investigará desvios estimados em R$ 50 milhões na Procempa, a estatal municipal de TI, de onde foram demitidos todos os seus diretores. Melo quer monitorar de perto a sua maioria. Seu objetivo é manter os trabalhos da CPI no âmbito do que já foi discutido nas sindicâncias e investigações do Ministério Público Estadual, impedindo, inclusive, que a bancada do PT procure malfeitorias no governo anterior e no processo eleitoral de 2012.

. O presidente da CPI, Mauro Pinheiro, PT, quer chegar ao gabinete de Fortunati. Ele já deixou claro que investigará se dinheiro da Procempa foi usado na campanha do prefeito. O PT acha que existem fortes indícios de que isso aconteceu, mas o prefeito nega. 


. O relator da CPI, posto chave na Comissão, será o experiente vereador do PDT, Nereu D'Ávila. 

Assembléias querem restabelecer aposentadoria para os deputados

Depois de muitos protestos e reclamações de eleitores e lideranças da sociedade civil organizada, todas as Assembléias do Brasil eliminaram o instituto da aposentadoria para deputados das Assembléias dos Estados.

. No RS isto também aconteceu.

. No Senado e na Câmara o privilégio prossegue sem alteração.

. Neste momento, as Assembléias voltaram a discutir a aposentadoria para deputados. O caso é discutido no âmbito da União Nacional dos Legislativos Estaduais, Unale.

. A proposta, agora, não é mais usar dinheiro público, mas exclusivamente dinheiro dos próprios parlamentares, que criariam uma espécie de previdência complementar.


. No RS, a proplosta tem ampla adesão. Os deputados gaúchos, no primeiro semestre, chegaram a iniciar um movimento para restabelecer o instituto da aposentadoria, mas bancado pelos cofres públicos e por parte dos ganhos parlamentares. A proposta chegou a ter 37 assinaturas(são 55 deputados) mas não foi adiante.