Gaúcho mostra entusiasmo zero com a Copa

Ainda é zero o entusiasmo dos gaúchos com a Copa. Neste domingo, nada embandeirou janelas, sacadas, carros e gente que se atreveu a sair às ruas.  

O PDT não gostou dessa foto dos candidatos do PT inaugurando obra do prefeito do PDT em Porto Alegre

Em nota que postou na edição deste domingo do jornal O Sul, o colunista político Armando Burd informou que a direção e os candidatos do PDT estão amuados com o seu prefeito de Porto Alegre, José Fortunati.

. As razões estão todas na foto aí ao lado, extraída na manhã deste sábado.

. É que ao lado de Dilma, todos bem à frente do próprio anfitrião e dono do evento, fazem a festa os três candidatos do PT, Dilma, Tarso e Olívio, nenhum dos quais gastará um só tostão dos seus governos para pagar os R$ 28,7 milhões do custo do viaduto, portanto meros caroneiros políticos do palanque montado por José Fortunati, cujos candidatos ao governo e ao Senado ficaram de fora e nem foram chamados.

. Não é a primeira vez que o prefeito de Porto Alegre faz a festa para o PT, de cujos quadros já chamou pelo menos dois membros do seu primeiro escalão, os presidentes da EPTC e da Procempa.


. Com cabo eleitoral assim, Vieira da Cunha e Lasier Martins nem precisam adversário. 

Adriana Irion ouve o pai do menino Bernardo na Pasc: "Eu vivo um pesadelo acordado".

O pai de Bernardo falou a ZH na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc), numa entrevista consistente e sem lacunas da experiente repórter Adrianas Irion. A Polícia, o MPE e o juz do caso prosseguem sem apresentar provas materiais ou sequer indícios críveis para manter Boldrini preso. O que fica no ar são suposições, quase todas baseadas no modo de ser do médico. Leia tudo:

"Eu vivo um pesadelo acordado", diz Leandro Boldrini em entrevista Adriana Irion/Agencia RBS
Preso em cela isolada, cirurgião diz ter insônia no cárcere
Foto: Adriana Irion / Agencia RBS

. O cirugião Leandro Boldrini, 39 anos, nega ser o mentor da morte do filho, Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos. Com o olhar parado, quase sem expressão, 10 quilos mais magro do que quando foi preso, em 14 de abril, diz estar vivendo um pesadelo acordado.

. Mesmo com doses de Rivotril, sofre de insônia na cela que ocupa no setor de triagem da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). À noite, ocupa o tempo lendo romances, suspense, psicologia e auto-ajuda. Quatro dias por semana, as mãos de pele clara que nos últimos 10 anos conduziram o bisturi em cirurgias no Hospital de Três Passos empunham pincel: ele trabalha pintando as paredes de uma sala da prisão.


— É bom para ocupar o tempo — diz.

CLIQUE AQUI para ler tudo e compreender melhor por que razão a Justiça não terá como manter preso o médico. Por enquanto, a prisão e o assassinato de reputação de Boldrini são concessões ao clamor público, o pior dos juízes. 

Equipe do socialista Eduardo Campos usa Instagram para insinuar que Aécio cheira cocaína

Pessoal ligado a Aécio e ao PSDB avisou que não reagirá às difamações feitas pelos petistas e agora por assessor socialista, evitando falar sobre as preferências sexuais da presidente Dilma e sobre as práticas de nepotismo direto ou cruzado de Eduardo Campos, mas nas redes sociais as respostas já são visíveis. 

A reação contra o socialista tem a ver com a atitude da equipe de comunicação social de Eduardo Campos, que vem se especializando em trapalhadas, enquanto a candidatura do ex-governador segue patinando na casa dos 7% das intenções de voto.

. É o que informa Lauro Jardim na sua coluna Radar de hoje, www.veja.com.br Leia tudo:

Depois de publicar no Instagram uma foto de Campos rindo dentro de um jatinho no dia em que a greve da polícia convulsionava o Recife, hoje a turma desceu ao último nível da baixaria.

. O coordenador de mídias sociais da campanha de Campos, Marco Bahé, publicou há pouco no Facebook uma frase insinuando que Aécio Neves é usuário de cocaína.

. Diz Bahé no desastroso post:


- “Vai ter Coca”, Aécio Neves.

Com apoio da Justiça, Alckmin reabrirá à força o metrô. Quem não voltar ao trabalho será demitido. PM fará a segurança com força total.

Alckmin vai mostrar para o governo Dilma, para o PT e para a CUT, quem é que manda em SP.



Com o amplo apoio da maioria do eleitorado paulista, segundo pesquisa Datafolha desta semana, e neste domingo amparado pela decisão doTRT  que decretou abusiva a greve dos metroviários de São Paulo; paralisada há quatro dias, o governador Geraldo Alckmin resolveu botar num brete os grevistas do metrô e seus aliados da CUT, portanto do PT, que empreendem uma paralisação abusiva e política.

. Alckmin vai demitir grevistas, contratar temporários, reabrir à força as estações fechadas pelos grevistas e usar a segurança da PM.

. Como o País está às portas da Copa e o jogo inaugural será em SP, o governador Alckmin aposta num recuo espetacular dos grevistas e da CUT, porque é do interesse político dos seus aliados, o governo federal do PT, que nada aconteça de dramático.

 A derrota da greve selvagem implicará em perdas políticas e eleitorais tremendas para a esquerda, fortalecendo de outro lado as candidaturas de Alckmin e Aécio. 

Nasceram os gêmeos Júlia e Bernardo, filhos de Aécio e Letícia

Aécio e a mulher, a gaúchaLetícia Weber,.há poucos minutos. 



Nasceram nesta madrugada os gêmeos do senador e pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves. O anúncio foi feito por Aécio, em sua página oficial do Facebook, na manhã deste domingo.

De acordo com o senador, os filhos, que se chamam Julia e Bernardo, nasceram "antes da hora esperada" e permanecerão "por algum tempo" na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). "Temos fé que eles vão crescer fortes e saudáveis", disse Aécio. 

. Inicialmente, o nascimento dos filhos do político estava previsto para o mês de agosto.

. "À equipe médica que acompanhou Letícia e trouxe nossos filhos ao mundo com segurança, minha eterna gratidão. Agradecemos a Deus por essa bênção e a cada um de vocês pelas orações", finalizou o senador.

Um de cada cinco beneficiários mais pobres do Minha Casa está com prestação atrasada

O jornalista Murilo Rodrigues Alves informa no jornal "O Estado de S. Paulo" deste domingo qwue auase um em cada cinco beneficiários mais pobres do Minha Casa, Minha Vida está com pelo menos uma prestação vencida há mais de três meses do imóvel que recebeu a custo praticamente zero. A inadimplência entre as famílias que ganham até R$ 1,6 mil está em 17,5%, segundo dados obtidos pelo ''Estado''. O porcentual é muito superior ao registrado nos financiamentos imobiliários de forma geral, nos quais os atrasos acima de 90 dias não superam 2%. Leia a reportagem: 

O número de calotes entre os beneficiários com renda mais baixa também é destoante em relação às outras duas faixas de renda de mutuários, cujo porcentual de inadimplência fechou abril em 1,9%. Das 3,39 milhões de unidades contratadas no programa, 1 milhão são direcionadas às famílias classificadas como faixa 1, cuja renda mensal não ultrapassa R$ 1,6 mil. Sob esse critério, a prestação de cada casa não deve ultrapassar 5% da renda do beneficiário, com valor mínimo de R$ 25 pelo período de dez anos. Se o mutuário pagar R$ 25 por dez anos, terá pago R$ 3 mil em prestações, em valores atuais, por um imóvel com valor que pode chegar a R$ 76 mil. Ou seja, o subsídio pode chegar a 95% do imóvel, bancado com recursos do Orçamento Geral da União (OGU). De 2009 a 2013, o governo federal desembolsou R$ 73,2 bilhões apenas em subsídios na faixa 1. As famílias inadimplentes também não perdem as casas. O calote é arcado pelo Tesouro Nacional, sem impacto para os bancos públicos do programa - Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Flávio Brandão, vice-presidente de Habitação Econômica do Secovi-SP, o sindicato de empresas do setor em São Paulo, afirmou que o nível alto da inadimplência entre os mais pobres do programa é um dos pontos que o setor da construção civil deseja aprimorar na terceira fase do Minha Casa. Ele considera que as condições são "exageradamente favoráveis" para o calote e que falta uma qualificação mais precisa das condições financeiras das famílias. Depois de anunciar a terceira etapa do programa habitacional, vitrine de sua campanha à reeleição, a presidente Dilma Rousseff recuou da promessa de contratar 3 milhões de casas nos próximos quatro anos e admite aumentar a meta para 4 milhões de imóveis, uma contraproposta à promessa feita ao setor de construção civil pelo presidente do PSD e pré-candidato à Presidência, Eduardo Campos.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem, que contém
informações e dados importantes. 

Artigo, Fernando Gabeiras - Dilma e as uvas

O artigo foi publicado originalmente
no Estadão.

Num de seus recentes discursos, Dilma Rousseff afirmou que as obras para a Copa terão padrão brasileiro, não padrão Fifa. Com essa frase queria dizer também que nossos padrões são mais democráticos, naturalmente referindo-se aos altos preços dos ingressos. Dilma fez tal declaração no fim de um período em que a Copa do Mundo foi perdida fora do campo e todos esperamos, ela com ansiedade singular, que seja ganha dentro do campo.

Essa frase de Dilma marca uma inflexão do governo nas suas relações com a Fifa, cujos dirigentes afirmam que o Brasil propunha a Copa em 17, e não 12 cidades. Foi preciso conter a megalomania de Lula e a própria Fifa foi otimista quando considerou 12 um bom número, levando em conta o tamanho do País, não suas reais possibilidades.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Seleção do Camarões entra em greve e não embarca para o Brasil

A Coppa da Dilma começa a enfrentar problemas maiores.


Time do craque Samuel Eto'o, que enfrenta o Brasil na primeira fase, não embarcou no voo que traria a seleção ao País; protesto foi uma ação grevista sobre seus pagamentos pela participação na Copa do Mundo, segundo relatos da mídia local.

. Os jogadores de Camarões ameaçaram uma greve na semana passada até que recebessem pagamentos prometidos pela participação na Copa do Mundo.

Dica de Leo Iolovich - Ouça e leia "Cine Rio Branco"

DICA DE LEO IOLOVICH

Quem nunca curtiu uma sessão de cinema no domingo à tarde? Volte no tempo ouvindo e lendo CINE RIO BRANCO, basta clicar no link abaixo:

CLIQUE AQUI para ler e ouvir. 

Top of Mind: Comunicação social.

Na categoria de comunicação social dos Top of Mind, conforme publicação da respeitadíssima publicação da revista "Amanhã" desta semana, a RBS vence de ponta a ponta no RS.

. A lista a seguir registra números percentuais alcançados por cada um, conforme a pesquisa feita junto aos consumidores do RS:

Comunicador local de TV
Cristina Ranzolin, 25,8
Lasier Martins, 17,2
Alexandre Motta, 8,4
Paulo Britto, 6,2
Elói Zorzetto, 4,5

Colunista de jornal
Paulo Santana, 30,7
David Coimbras, 3,9
Martha Medeiros, 2,5

Comunicador de Rádio
Zambiasi, 9,6
Alexandre Petter,  3,8
Gugu, 3,6
João Carlos Maciel, 2,5
JG, 2,3
Lauro Quadros, 2,2

Jornal
Zero Hora, 32
Diário Gaúcho 16,1
Correio do Povo, 5,2
Pioneiro, 52

Rádio AM
Gaúcha,28,9
Fasrroupilha, 8
Guaíba, 5,4

Portal de Internert
Google, 21,3
Terra, 12,8
Facebook, 0,7

* Google e Facebook não são portais, mas foram indicados pelos consumidores. 

Aonde Dilma vai, a vaia vai atrás

Nesta análise do jornalista baiano Vitor Hugo Soares, replicada no blog do Noblat deste domingo, intitulada " Dilma-Merkel: o encontro cancelado", vai a informação de que foi cancelada pelo Palácio do Planalto, no começo da semana, a visita que a presidente da República, Dilma Rousseff faria a Salvador, no começo da segunda quinzena deste mês, para recepcionar a colega Ângela Merkel e assistir junto com a chanceler alemã o jogo Alemanha x Portugal, na Fonte Nova, na primeira fase da disputa da Copa do Mundo no Brasil.

. Saiba as razões.

. Prossiga lendo:

O convite especial para a vinda de Merkel à Bahia fora feito, pessoalmente, pela presidente brasileira, e aceito de pronto pela primeira-ministra alemã. O cancelamento da vinda de Dilma para o evento esportivo, sem maiores explicações, foi confirmado pelo governador Jaques Wagner, indicado pelo Planalto para “cicerone” de Merkel (a expressão é da coluna política Raio Laser, da Tribuna da Bahia) em sua estada baiana.

. Foi confirmada, porém, a presença da presidente da República em Salvador, uma semana antes do encontro cancelado para o jogo na Fonte Nova. Ela vem para o “comício eleitoral com vestimentas de ato administrativo”, que marcará o primeiro teste de “operação assistida” do Metrô de Salvador.

. Obra que se arrasta há 12 anos, consumiu mais de R$ 1 bilhão, atravessou várias campanhas eleitorais e agora, com a Copa e outra campanha nas ruas, terá teste festivo dos primeiros sete quilômetros de trilhos.


. Amaldiçoado seja quem pensar mal dessas coisas, diriam os franceses.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

LEIA OS LIVROS - versão e-book
Polibio Braga
Cabo de Guerra, a saga de Yeda contra o Eixo do Mal
Herança Maldita, os 16 anos do PT em Porto Alegre
A Casa Civil, o desastroso governo de Alceu Collares no RS
WWW.ALBUKA.COM.BR
Metade do preço das livrarias. Pague com cartão agora mesmo. 

80% do PMDB do RS votará em Brasília contra coligação com o PT. Apoio a Dilma corre risco no Partido.

Corre risco a proposta de nova aliança com Dilma na convenção destas terça-feira do PMDB. O líder na Câmara, Eduardo Cunha, acha que o resultado marcará 55% x 45%.

. 80% dos votos da representação gaúcha irão para a rejeição da proposta.

. O PMDB do RS enviará 29 delegados, mas como alguns deles têm voto duplo e até triplo, serão 43 votos.

. Os opositores da coligação com o PT estão reunidos neste domingo no seu QG em Brasília. O editor falou com o deputado Osmar Terra, que disse o seguinte:

- Ninguém aguenta mais a Dilma. Todos apóiam Michel, mas não se trata dele, que tem nossa consideração e prestígio.

. Até este domingo, os diretórios com 100% de apoio a Dilma são três:

Alagoas, de Rebnan Calheiros
Maranhão, de José Sarney
Pará, de Jader Barbalho


. Calheiros, Sarney e Jader são os maiores aliados nacionais do PT e os verdadeiros fiadores da aliança com o PMDB. 

PV poderá anunciar apoio a Vieira nesta segunda-feira

O PV poderá anunciar nesta segunda-feira seu apoio ao deputado Vieira da Cunha, PDT. 

Merval diz que Congresso porá freio ao OP Ampliado de Dilma e do PT

Reportagem de Veja desta semana espinafra mais outra maluquice voluntarista de Dilma e do PT.


No artigo deste domingo em "O Globo", intitulado "Desconstruindo a representação", o jornalista Merval Pereira fala sobre o plano bolivariano de Dilma e do PT, que querem tentam implasntar por decreto a mudança do regime político republicano brasileiro, modificando numa penada o que fizeram os constituintes de 1988. Dilma e o PT, na undécima hora do governo, buscam introduzir o OP (Orçamento Popular) criado por Olívio em Porto Alegre, mas, desta vez, ampliado, no estilo do que já ocorre na Venezuela e em Cuba. Leia tudo:

Numa democracia representativa como a que (ainda) temos, esse papel caberia aos parlamentares eleitos pelo voto direto do cidadão, e não a movimentos “institucionais” e mesmo “não institucionalizados”, como previsto no decreto presidencial que está sendo contestado no Congresso.

Em troca de não colocar em votação um decreto legislativo que anularia o decreto presidencial, o presidente da Câmara, Henrique Alves, está pedindo que o governo cancele o decreto e submeta a proposta ao Congresso através de um projeto de lei.

Esta parece ser a única maneira viável de aprovar a criação desses conselhos, que ficariam, porém, circunscritos a certas instâncias definidas pelo Congresso, o que retiraria de sua criação o aspecto de “democracia direta”, que é o centro da proposta do governo.

Para o filósofo Roberto Romano, o aspecto institucional mais desastroso é justamente o predomínio do Executivo sobre os demais poderes. “Pela enésima vez a Presidência tenta legislar, atropelando o Congresso e as instâncias jurídicas apropriadas”, ressalta Romano.


Diante da leniência do Congresso, que troca seu poder por favores pessoais aos congressistas, “já temos uma ditadura do Executivo, se bolivariana, o futuro próximo (muito ligado à eleição ou à reeleição do cargo presidencial) dirá”.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Sem-teto poderão ir para o program "Minha Casa, Minha Vida"

Neste domingo vazaram nformações nos principais jornais do Rio e SP, segundo as quais o governo incluirá os sem=teto no programa "Minha Casa, Minha Vida".


. O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, sobretudo em SP, estão cada vez mais fortes, influenciando os rumos do debate eleitoral. 

Goldsztein fará dia de leilão de imóveis

De olho no sucesso dos eventos de vendas com enormes descontos que ofereceram Melnick Even e depois a Rossi, a Goldsztein resolveu inovar e ir ainda mais adiante.

. Ela promoverá um dia inteiro de leilões dos seus imóveis.

Artigo, Henrique Meirelles - O humor da inflação

Cotadíssimo para ser vice de Aécio Neves, o ex-presidente do Banco Central, agora no PSD de Kassab, que por enquanto apóia Dilma, faz críticas ao combate que o governo move contra a inflação e escreve na Folha deste domingo que Ooinstituto de pesquisas Pew, com experiência consolidada na sondagem da opinião pública em mais de 80 países, divulgou dados sobre o nível de satisfação da população brasileira com duas revelações importantes:

1) A piora da avaliação da situação econômica aqui só se compara a ocorrida em países com guerra civil ou conflito agudo, como o Egito.
2) 85% da população considera a inflação um dos maiores problemas do Brasil.

Leia tudo:

A segunda constatação tem significado histórico. Por muito tempo, a maior dificuldade no trabalho de combate à inflação foi a postura de setores do pensamento econômico e da política de que um pouco de inflação é bom para o crescimento e que os custos de enfrentá-la com rigor para mantê-la na meta não compensam e são impopulares.


Dizíamos que, na medida em que a população sentisse os efeitos da manutenção do seu poder de compra com a inflação mais baixa, ela não aceitaria a volta de índices mais elevados. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.