Dica de video - Video promocional do Mundial de Futebol 2018 na Rússia

DICA DE VIDEO

Assista ao vídeo promocional do Mundial de Futebol 2018 na Rússia. Veja os estádios e quando ficarão prontos! E os meios de transportes.

CLIQUE AQUI para ver. Guilherme Silva Vidal, Porto Alegre, RS.

Cinegrafista da Band morre baleado em novo tiroteio em favela do Rio

O cinegrafista Gelson Domingos da Silva morreu após ser baleado, na manhã deste domingo,  no Rio de Janeiro, durante uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) contra o tráfico de drogas na Favela de Antares, em Santa Cruz, na Zona Oeste, segundo informações do G1.

. A assessoria da Polícia Militar informou que a vítima foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com o Bope, a operação conta com o apoio dos agentes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq). Há intenso tiroteio na região. Ainda não há informações sobre presos ou material apreendido.

Vanguardo do atraso, PSOL à frente, é varrida do Diretório Acadêmico do Jornalismo da UFRGS

Caiu na quinta-feira outro bastião da Vanguarda do Atraso na Universidade Federal do RS. Desta vez foi no  Diretório Acadêmico dos Estudantes de Comunicação - DACOM da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, que representa os estudantes de Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda.

. É mais uma importante entidade estudantil que a extrema esquerda perde. O DACOM era um dos principais DAs da esquerda na UFRGS.

. Havia duas chapas concorrendo:

- Chapa 1 (de oposição), cujo nome era DACOM para Todos, e chapa 2 (de situação), chamada Todo Carnaval Tem Seu Fim.

. Chegou ao fim o carnaval do PSOL no DACOM.

. A chapa vitoriosa é formada por estudantes que não queriam mas ver o DACOM aparelhado por partidos políticos (no caso, o PSOL).

- Rodolfo Mohr, assessor da bancada do PSOL na Câmara de Vereadores de Porto Alegre e estudante de Jornalismo da UFRGS, ao ver que sua chapa estava sofrendo uma forte derrota, criou confusão para tentar impedir a votação e até a polícia teve de ser chamada. Mas não teve jeito, a oposição (chapa 1) venceu por 188 votos a 84. E a derrota só não foi maior devido à confusão criada pela chapa de situação, que fez muitos alunos passarem pela urna e não participar da votação.

Romildinho faz acordo no PDT e se reelege presidente. Juliana Brizola é a nova secretária Geral.

Acordo selado nas últimas semanas, resultou numa chapa de consenso para o diretório e a executiva do PDT do RS.

. Neste sábado, a nova Executiva, que passou para 16 membros (10 da situação e seis da oposição) e não mais os 10 anteriores, ficou composta desta forma para os principais cargos:

Presidente - Romildo Bolzan Júnior, reeleito.
Secretária Geral - Deputada Juliana Brizola, oposição
Tesoureiro - Márcio Bins Ely, secretário municipal de Porto Alegre, situação. O secretário Nereu D'Ávila preferiu deixar o cargo que ocupou durante dois mandatos, visando facilitar o acordo final.

. A oposição ficou também com as 2a. e 3a. vice-presidências (não existia terceira vice-presidência) com Afonso Mota e Giovani Cherini. O primeiro vice é o ex-deputado Pompeo de Matos, da situação.

Bolinha de papel: saiba quanto custou a reportagem do SBT contra o candidato José Serra

Agora se sabe como saiu caro o material editado pelo SBT de Silvio Santos para favorecer Dilma Roussef contra José Serra, no episódio de Campo Grande, 20 de outubro do ano passado. Naquela noite, o SBT editou reportagem que tentou demonstrar que uma bolinha de papel e não um objeto contundente atingiu a cabeça do candidato tucano - portanto, o episódio seria uma farsa. Logo abaixo, o leitor conhecerá a notícia de que o Banco Panamericano, de Silvio Santos, contribuiu ilegalmente com R$ 200 mil para a campanha de Lula em 2006, mas isto não explica sozinho os favores que fez o governo para salvar o banco da falência no ano passado, depois das eleições. É que foi a contribuição decisiva do SBT quem ajudou Silvio Santos a se livrar do pesadelo do Panamericano, cujo rombo foi calculado em R$ 4 bilhões quando passou o controle para a Caixa Federal.

. Como ficou demonstrado durante o governo tucano de Yeda Crusius no RS, atacado sistematicamente pelo governo federal, sempre sob o comando do então chefão da Polícia Federal, o ministro da Justiça, GTarso Genro, e pelo PT e seus aliados no RS, o Eixo do Mal não tem escrúpulos quando se trata de derrotar adversários, sempre transformados em inimigos.

CLIQUE AQUI para ver de novo a farsa que foi a reportagem mentirosa e submissa do SBT

Artigo - A degradação da UNE

Quase um ano depois de ter recebido R$ 30 milhões do governo Lula para construir sua sede na Praia do Flamengo, no Rio de Janeiro, a União Nacional dos Estudantes (UNE) até agora não conseguiu ir além da pedra fundamental, que foi lançada pelo presidente Lula da Silva em dezembro do ano passado. A concessão desse valor foi justificada por Lula como pagamento de indenização devida pelo Estado brasileiro pelos danos patrimoniais à entidade durante o regime militar.

Como a UNE não é uma entidade pública, o governo não podia transferir dinheiro dos contribuintes para custear as obras. A indenização por danos patrimoniais foi o expediente encontrado pelo governo Lula para contornar essa proibição legal. Primeiro, o governo reconheceu a responsabilidade da União na destruição do prédio da entidade, que foi incendiado em 1.º de abril de 1964. Em seguida, Lula autorizou a União a promover uma "reparação" no montante equivalente a seis vezes o valor de mercado do terreno.

É muito dinheiro, mas nada garante que os dirigentes da UNE terão a competência necessária para a obra sem precisar pedir mais dinheiro público, em troca de apoio político aos governantes de plantão.

Ao contrário do que ocorreu no passado, quando lutou efetivamente, tanto contra a ditadura Vargas quanto contra a dos militares, a UNE é hoje uma força auxiliar do governo e um reduto do PC do B. Desde a ascensão de Lula ao poder, em 2003, a UNE age como um órgão chapa-branca, apoiando todas as iniciativas administrativas e políticas do Palácio do Planalto.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo de fundo do Estadão deste domingo, página A3.

Banco PanAmericano disfarçou doações para Lula em 2006

O banco PanAmericano doou R$ 500 mil para a campanha da reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2006, e usou empresas de dirigentes da instituição financeira para disfarçar a origem das contribuições. As doações foram feitas em dezembro de 2006, quase um mês depois do encerramento da campanha.

. Segundo matéria da Folha de S.Paulo, Lula já estava reeleito, mas o PT saíra da eleição com dívidas de quase R$ 10 milhões. As contribuições foram contabilizadas regularmente pelo partido, mas só quem conhecesse a identidade dos proprietários das empresas que fizeram essas doações teria condições de associá-las ao PanAmericano na época.

Segundo um relatório feito por auditores que examinaram os livros do banco no início deste ano, sete empresas foram usadas para repassar recursos da administradora de cartões de crédito do PanAmericano para o PT.

Inclusão digital do governo federal tropeça na falta de infraestrutura

Mais de R$80 milhões depois, o programa Um Computador por Aluno (UCA) acumula problemas. Projeto federal que distribui laptops a alunos dos ensinos fundamental e médio, o UCA, criado em 2007, tropeça quando o assunto é treinamento de professores e infraestrutura.

. Por conta disso, quatro anos depois do lançamento, ainda é possível encontrar professores que não foram treinados e, portanto, não fazem o uso correto das máquinas, escolas sem tomadas suficientes ou armários para guardar os laptops.

. Mas não é só. Nem sempre as escolas contam mesmo com um computador por aluno, o que faz com que os estudantes tenham que se revezar nos equipamentos.

Lula tentou adiar exames para 2012 mas câncer já estava avançado

O ex-presidente Lula ainda enfrentará, nas próximas semanas, alguns dos efeitos mais duros da quimioterapia. Com a combinação de medicamentos, cabelo, barba e bigode devem cair em até 15 dias. O ex-presidente pode também perder o paladar devido ao tratamento do câncer de laringe. São efeitos transitórios e comuns a quem tem esse tipo de doença, que acabam impressionando mais os que acompanham o caso que os próprios pacientes.

. Quando contou a seu médico particular, Roberto Kalil, na semana retrasada, que estava com problemas na garganta, Lula recusou-se a fazer exames. Temia que o diagnóstico fosse o mesmo de seu irmão mais velho, o metalúrgico aposentado Jaime Inácio da Silva, diagnosticado com câncer na garganta cinco anos atrás. Jaime está curado, mas a família acompanhou seu sofrimento durante quatro sessões de quimio e 36 de radioterapia.

Ministro Carlos Lupi afasta opeador do esquema de achaque a ONGs no ministério do Trabalho

- O governo Dilma Rousseff, do PT, está novamente envolvido em grossas denúncias de corrupção, desta vez envolvendo o Ministro do Trabalho, Carlos Lupi. Como no caso do ministério dos Esportes, também ONGs estão no meio das patifarias. O governo Dilma Rousseff está mergulhado num lodaçal de corrupção do qual não parece capaz de sair. Os Ministros que até agora foram demitidos ou saíram depois das denúncias, são todos herança de Lula.

O Ministro do Trabalho, Carlos Lupi, determinou neste sábado o afastamento do assessor especial Anderson Alexandre dos Santos, coordenador-geral de Qualificação, e operador do esquema de achaque a ONGs que tinham contrato com a pasta, conforme mostra reportagem de VEJA desta semana. Santos era o reponsável por recolher o dinheiro das entidades, após a extorsão. Por meio de nota, Lupi disse que "não compactua com nenhum tipo de desvio de recursos públicos" e mandou abrir sindicância para apurar as irregularidades.
Caciques do PDT, comandados por Lupi, transformaram os órgãos de controle da pasta em instrumento de extorsão. Relatos de dirigentes das ONGs Instituto Êpa, do Rio Grande do Norte e Oxigênio, do Rio de Janeiro, revelam que as entidades contratadas pelo ministério para treinamento passavam a enfrentar problemas com a fiscalização da pasta e tinham os repasses de recursos bloqueados.

Para voltar a receber os recursos, as ONGs eram orientadas por assessores próximos a Lupi. Eles alertavam que o caso seria enviado à Controladoria Geral da União (CGU) para investigação, mas ofereciam uma "alternativa": o pagamento de propina, em valores que variavam entre 5% e 15% do valor do contrato. Assim, para "normalizar pendências", as ONGs tinham que recorrer às mesmas pessoas responsáveis por "criar as pendências".

Na nota, divulgada pela assessoria, o Ministro informa que o afastamento de Santos valerá pelo tempo que durar as investigações. Mas ressalta que será respeitado princípio da ampla defesa tanto dele como de outros servidores envolvidos nas denúncias.

Lupi está na mira da presidente Dilma Rousseff, que deve reformar sua equipe no início de 2012. Dilma tem acompanhado há tempos as denúncias de cobrança de propina na pasta comandada por Lupi e, em agosto, mandou que ele demitisse seu chefe de gabinete, Marcelo Panella - também envolvido com o esquema de extorsão, como mostra VEJA.

Na avaliação de auxiliares de Dilma - que perdeu cinco ministros por corrupção em seu primeiro ano de governo - é preciso, por enquanto, apenas "monitorar" o caso, uma vez que a Presidente já tomou providências para coibir fraudes em convênios com ONGs. Por ordem de Dilma, todos os convênios com ONGs passam por uma operação pente-fino por um período de 30 dias.

* Clipping http://www.veja.com.br/