Lula tentou adiar exames para 2012 mas câncer já estava avançado

O ex-presidente Lula ainda enfrentará, nas próximas semanas, alguns dos efeitos mais duros da quimioterapia. Com a combinação de medicamentos, cabelo, barba e bigode devem cair em até 15 dias. O ex-presidente pode também perder o paladar devido ao tratamento do câncer de laringe. São efeitos transitórios e comuns a quem tem esse tipo de doença, que acabam impressionando mais os que acompanham o caso que os próprios pacientes.

. Quando contou a seu médico particular, Roberto Kalil, na semana retrasada, que estava com problemas na garganta, Lula recusou-se a fazer exames. Temia que o diagnóstico fosse o mesmo de seu irmão mais velho, o metalúrgico aposentado Jaime Inácio da Silva, diagnosticado com câncer na garganta cinco anos atrás. Jaime está curado, mas a família acompanhou seu sofrimento durante quatro sessões de quimio e 36 de radioterapia.

Um comentário:

Anônimo disse...

Então o maninho também era chegado na marvada? E depois quiseram expulsar o jornalista americano que disse a verdade sobre Nove Dedos. Se este tivesse ouvido o americano, hoje estaria lépido e faceiro, agora pagará o preço de seus maus hábitos. O Brasil de hoje está na fase de Nove Dedos 8 anos atrás, daqui a 8 anos o Brasil é que fará quimioterapia , pois os crassos erros do passado acabam estourando logo ali adiante, isto é tal qual conserto de carro feito com peças não originais e não adianta papinho ufanista e do mito que saiu da pobreza, na verdade ele continua tão ou mais pobre que no passado, apenas que embolsou o dinheiro que seria para os mais pobres, isto nenhum corruPTo nunca dirá, pois está no DNA deles!