Dilma já está em Porto Alegre para a virada do ano

A presidente Dilma Roussef chegou as 17h na Base Aérea de Canoas e de lá foi de helicóptero até o bairro da Tristeza, onde tem apartamento.

Ela veio passar a virada do ano com a família da filha Paula, que espera o segundo neto de Dilma.

Vem aí "Assassinato de Reputações II"

O ex-secretário Nacional da Justiça e ex-deputado Romeu Tuma Júnior, quer lançar em março o seu Assassinato de Reputações II.

O editor falou há pouco com ele.

Campanha pró-impeachment de Dilma terá sobrevôos nas praias de SP, Rio e SC

Movimento liderado por Kim Kataguiri contratou aviões que sobrevoarão praias de São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina convocando a população para protestos no País em defesa do impeachment no dia 13 de março. 

A prática não é novidade: em 1º de janeiro de 2015, oito aviões e um balão voaram por diversas praias de quatro estados exibindo faixas com os dizeres "Petrolão: ela sabia"; a ação também foi encomendada pelo MBL.

Além do MBL, outras ONGs pró-impeachment de Dilma estão muito ativas na virada do ano.

No Facebook, os cidadãos brasileiros destilam lava e fel contra o governo do PT e o PT.

ICMS maior produzirá aumentos de preços nos cigarros, gasolina, energia, telefones e até bebidas no RS. Reajustes valerão a partir de amanhã.

A partir de amanhã, uma série de preços de produtos e serviços custarão mais caro para os consumidores gaúchos, tudo em função do aumento do ICMS aprovado pela Assembléia do RS.

Os reajustes:

25% para 30% do ICMS
7,1% reais de aumento
Energia elétrica
Telefones
Gasoina

18% para 20% do ICMS
Refrigerantes, aumento real de 2,5%

12% para 14%
TV a cabo, aumento real de 2,33%

17% para 18%
Roupas
Aumento real de 1,22%

25% para 27%
Cigarros
aumento real de 2,74%

Perfumarias e cosméticos
255% para 27%
Aumento real de 2,74%

Bebidas alcoólicas
25% para 27%
Aumento real de 2,74%

441 lotações de Porto Alegre são obrigadas a circular com ar condicionado ligado neste verão

As 441 lotações que conduzem passageiros sentados em Porto Alegre não podem circular sem ar condicionado ligado.

Caso a lei seja desobedecida neste verão, fiscais da EPTC abordarão o veículo na mesma hora e tirarão o veículo de circulação.

Lei garante cirurgia reparadora a mulher vítima de violência

O governo federal anunciou nesta quinta-feira que a presidência acaba de sancionar uma nova Lei que estabelece a oferta e a realização de cirurgia plástica reparadora de sequelas de lesões causadas por atos de violência contra a mulher pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

As regras estão presentes na Lei 13.239, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (31). A partir de agora, os hospitais e os centros de saúde pública, ao receberem vítimas de violência, deverão informar as mulheres sobre a possibilidade de acesso gratuito à cirurgia plástica para reparação das lesões ou sequelas de agressão comprovada. A mulher vítima de violência grave que necessitar de cirurgia deverá procurar uma unidade que realize esse procedimento, portando o registro oficial de ocorrência da agressão.

CLIQUE AQUI para saber mais.

Dilma aprova reajuste salarial médio de 27,9% para os militares

O Palácio do Planalto informou ainda há pouco ao editor que o governo encaminhou ontem ao Congresso Nacional o Projeto de Lei que trata do reajuste salarial dos militares das Forças Armadas. 

A mensagem da Presidência da República foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. 

O Ministério da Defesa, desde o início do ano, estabeleceu uma série de diálogos com a equipe econômica do governo. Nos últimos dias, conseguiu elevar o índice de reajuste do soldo dos militares, que anteriormente estava em torno de 25,5%, para uma média de 27,9%.

Revista Piauí explica por que razão Temer e Eduardo Cunha beijam-se na boca

A capa da edição 112 da revista Piauí traz uma ilustração satírica com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o vice-presidente, Michel Temer. 

A ilustração faz referência a uma foto histórica de 1979 em que o líder soviético Leonid Brejnev e o ministro das relações exteriores dos EUA, Henry Kissinger, trocam beijos nas faces, como manda a tradição russa, mas parecem se beijar na boca.

No desenho aí ao lado, os líderes do PMDB e figuras de peso no processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff aparecem se beijando na boca. 

Na charge, Eduardo Cunha aproveita o abraço de Temer para colocar nas costas dele um adesivo com os dizeres "Fora Dilma". 

O título de maior peso na capa é "Gente Barata", sobre um perfil de Nathaniel Leff, economista americano que interpretou as desigualdades no Brasil.

Artigo, Rogério Mendelsky, Correio do Povo - A vitória de sartori

Ao lado, o jornalista e âncora do principal programa da Rádio Guaíba, também colunista do Correio do Povo. 


Se o Natal do governador José Ivo Sartori não foi dos melhores pela angústia da espera pela aprovação do seu pacote legal de medidas, o seu reveillon de hoje à noite será diferente. Aliviado pelo sucesso de ver o seu projeto de governo dar os primeiros passos com o apoio decisivo da maioria da Assembléia Legislativa, Sartori poderá brindar a chegada de 2016, mesmo que o ano iniciante ainda tenha muita dificuldade pela frente.

O ano que termina hoje, provavelmente, tenha sido o pior já enfrentado por todos os governadores que passaram pelo Palácio Piratini e Sartori com um estoicismo surpreendente (acredito que seus anos de seminário tenha lhe forjado um temperamento adequado para todas as crises) suportou críticas contundentes (inclusive deste comentarista), traições políticas e manifestações corporativas que chegaram no limite da irracionalidade.

No entanto, Sartori atravessou esse pântano perigoso, quebrou as pernas de 2015 e só não conseguiu pagar em dia o décimo terceiro salário do funcionalismo do Poder Executivo, mas encontrou uma operação financeira que “quebrou o galho” de quem contava com esse recurso para suas necessidades neste mês de dezembro sempre com mais despesas extras.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Supermercado Nacional, Gramado, pode estar na lista de expurgo do grupo Walmart

O jornalista Miron Neto conta no seu blog, hoje, que o supermercado Nacional da cidade de Gramado, pode estar na lista de desativações do grupo Walmart.

Ele é o supermercado mais central da cidade.

Estrada para Gramado será interrompida durante quatro meses a partir de segunda-feira

A partir de segunda-feira, dia 4 de janeiro, o trânsito na RS-115, entre Gramado e Três Coroas, será interrompido totalmente durante quatro meses.

O trecho interrompe o acesso a Gramado, para quem sai de Porto Alegre. 

As outras alternativas são a BR-116, que sobe para Caxias por Nova Petrópolis, e a rodovia estadual que liga a São Francisco de Paula por Taquara.

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) justifica a interrupção alegando que já havia postergado a obra de estabilização e recomposição nos quilômetros 27 e 29, em função das festas natalinas na Região das Hortênsias. 

O investimento irá a R$ 11,3 milhões. 

2016 só será melhor se Dilma e o PT forem mandados para casa.

Opinião do editor - Sartori dá folga ao funcionalismo no último dia do ano. E nós trabalharemos para pagar a conta.

O governador José Ivo Sartori anunciou que resolveu conceder ponto facultativo para o funcionalismo estadual, porque queria prestar-lhes uma homenagem.

Ponto facultativo é eufemismo para feriado.

Os trabalhadores, profissionais liberais e empresários que trabalham neste dia 31, um dia normal, suarão a camiseta para pagar os salários dos homenageados.

Renan, Aécio e até o psólico Randolfe pegaram dinheiro sujo de Youssef

Aécio tirou nota para negar tudo. Ele disse que o próprio Youssef negou em juízo a denúncia de Souza Rocha. 

CLIQUE AQUI para ler reportagem de ontem a noite do Jornal Nacional sobre o caso. O JN reproduz diálogos corrosivos entre Youssef e seu entregador de propinas. Vale a pena ler as conversas corrosivas que ambos e até um diretor da UTC sustentam sobre a política e os políticos. É alguma coisa devastadora. 

Leia este trecho:

De acordo com o depoimento, o delator questionou o diretor da UTC, Miranda: "E o Aécio Neves não é da oposição?" O diretor da UTC teria dito: "Aqui a gente dá dinheiro pra todo mundo: situação, oposição, pessoal de cima do muro, pessoal do meio de campo, todo mundo".

Apontado como entregador de dinheiro de Alberto Youssef, o delator Carlos Alexandre de Souza Rocha, que apontou propina de R$ 300 mil para o senador Aécio Neves (PSDB-MG), também citou supostos valores repassados ao senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, e Randolfe Rodrigues, que é da Rede e até há pouco foi do Psol. 

Sobre Randolfe, Souza Rocha disse ter estabelecido este diálogo com Youssef, quando soube que ele pegaria dinheiro:

- Aquele do oclinhos ?
- Sim, aquele mesmo. Todos pegam. 

Segundo o delator, Renan teria sido o destinatário de R$ 1 milhão, entregue entre janeiro e fevereiro de 2014, enquanto o senador do Amapá teria recebido R$ 200 mil; os dois senadores negam terem recebido propina; Randolfe classificou a acusação como "incabível"  

Artigo, José Nêumane Pinto, Estadão - O enterro dos ossos

Espere mais um pouco. Este ano da (des)graça de 2015 não acabará amanhã nem talvez em mais 12 meses: ele tem tudo para se arrastar pelo menos até o réveillon de 2019, quando só então a esperança poderá ressurgir.

Militantes ocultos, embalados pelos eflúvios da ceia natalina, apostam que as facas voltaram às bainhas e o pó da rua assentou desde que a dissidência liderada por Barroso, o copioso, deu vitória parcial (que pode se tornar de Pirro) ao desgoverno Dilma há duas semanas. Ledo e ivo engano! A maioria governista flutuante (de 5 a 8, mais o voto de Minerva de Lewandowski sempre a favor) decretou a intervenção do Judiciário, de início, sobre o Legislativo e, em seguida, sobre nossa língua materna, que está ficando menos culta e mais feia.

Pois o artigo 51, parágrafo 1.º, da Constituição vigente, pelo menos até segunda ordem na próxima sessão plenária do Supremo Tribunal Federal (STF), reza: “Compete privativamente à Câmara dos Deputados: I – autorizar, por dois terços de seus membros, a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República e os Ministros de Estado”. Ao transferir para o Senado o poder de abrir o processo, avalizado por maioria de dois terços dos deputados, o STF deu ao verbo um sentido que o dicionário do mestre Houaiss não reconhece entre uma miríade de significados: o de apenas encaminhar. Autorizar quer dizer: tornar lícito, permitir, dar permissão a, consentir, dar direito a, dar motivo a, possibilitar, tornar válido, abonar, justificar e validar.

Mais subversivo ainda foi dar ao advérbio de modo privativamente, que significa exclusivamente, singularmente, especificamente, o sentido de subsidiariamente, cuja palavra latina, de que decorre no vernáculo, representa algo “na reserva, na retaguarda”. Com a troca semântica, o STF dispôs-se a atuar como Poder não autônomo (para Houaiss, “dotado da faculdade de determinar as próprias normas de conduta, sem imposições de outrem”), mas submisso (“disposto à obediência”, idem).

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Saiba o que funcionará hoje e amanhã em Porto Alegre

Amanhã, dia 1o, praticamente nenhum serviço estará disponível em Porto Alegre, sequer supermercados e lojas de shopping centers.

Hoje, o horário será reduzido.

CLIQUE AQUI para saber o que abre hoje e abrirá amanhã, como também horários.

Dilma passará o Ano Novo em Porto Alegre

A presidente Dilma Roussef é esperada hoje em Porto Alegre. Ela vai passar a virada do ano com a família da filha, Paula, que aguarda para qualquer momento o nascimento do seu segundo bebê.

Dilma voltará amanhã a Brasília..

Procon mantém fechados dois supermercados do Nacional em Porto Alegre

Seguem fechados os supermercados Nacional, Porto Alegre, localizados na Carazinho e Aureliano de Figueiredo Pinto. A ordem é do Procon e vale por sete dias. Foi constatada a presença de produtos com prazo de validade vencidos nas prateleiras.

Ontem, o Procon visitou vários supermercados e encontrou ovos estragados, carnes descongeladas, iogurte, pães, leite e margarina vencidos

O grupo americano Walmart vem administrando de modo desastroso o fechamento de seis dos seus supermercados no RS, a maioria em Porto Alegre.

Os americanos, que controlam no Estado as redes BIG, Extra e Nacional, fecharão 30 supermercados no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Alagoas, São Paulo e Mato Grosso do Sul

Tráfego já é intenso para as praias do Litoral Norte do RS

133 mil veículos passarão pela freeway nestas quinta e sexta-feiras.

O tráfego é intenso na saída de Porto Alegre para o Litoral Norte, via freeway, mas não há sinal algum de congestionamento.

A região é o principal destino dos gaúchos que saem das suas cidades.

CLIQUE AQUI para acompanhar as notícias on line da Concepa, a administradora da Concepa. Tem que fazer login e senha.

Manhã abriu com chuvas em Porto Alegre, mas virada do ano será de tempo bom no RS

O dia amanheceu com chuvas intermitintes em Porto Alegre e seguirá com nuvens e chuvas isoladas não apenas na Capital, mas em todas as cidades das regiões Norte, Centro e Leste do Estado. Durante o dia ocorrerão momentos de tempo bom. No oeste, o sol predominará. 

Os institutos de meteorologia estão prevendo tempo firme à meia noite, na virada do ano, em todo o RS. 

O primeiro dia de 2016 terá sol e nuvens no Estado com chuva de verão localizada. 

As mínimas serão altas, com 18°C em São José dos Ausentes. As máximas, por sua vez, podem chegar a 32°C em Uruguaiana. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 22°C e 31°C.

Corrupção na Petrobras é forte candidata ao título de maior escândalo do mundo

A Petrobras vai fechar o ano como o maior caso de corrupção do mundo, segundo uma votação aberta ao público mundial que está sendo coordenada pela ONG Transparência Internacional.

A ONG selecionou 15 episódios emblemáticos ainda em curso, que inclui também o escândalo da Fifa, o ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovich e o filho do ditador da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang.

Até esta quarta-feira, a corrupção na maior empresa brasileira lidera o ranking, com mais de 8 mil votos.

A votação começou no dia 9 e se estenderá até o início de fevereiro.

Para votar, clique aqui.

Tucanos mudam de estratégia e vão recorrer contra apenas uma das decisões do STF

O PSDB decidiu mudar de estratégia após a decisão do Supremo Tribunal Federal de disciplinar o processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Ao invés de recorrer contra vários pontos do voto do ministro Luís Roberto Barroso, que prevaleceu, o partido vai questionar apenas a proibição de candidaturas avulsas na comissão que analisará o impeachment no Parlamento.

Os tucanos acreditam que a decisão do STF legitima o impeachment e acaba com o argumento do governo de que haveria um golpe em curso para tirar Dilma do cargo.

Delegados da Polícia Federal fazem cobranças ao ministro da Justiça

A Associação dos Delegados da Polícia Federal enviou hoje ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, uma carta na qual pede mais apoio financeiro ao trabalho da PF. Os delegados se queixam do corte de R$ 133 milhões no orçamento da instituição, de acordo com previsão da Lei Orçamentária Anual.

A entidade aponta ainda que alguns projetos estratégicos, como o do Veículo Aéreo Não Tripulado, estão “em franco processo de descontinuidade, por absoluta falta de recursos”. Os delegados acusam o ministro de não atuar “no sentido de denunciar e enfrentar esse claro desmonte do órgão”.

Ações da Braskem valorizam 70% em 2015, apesar da Lava Jato

Tendo seus dois principais acionistas, a Odebrecht e a Petrobras, severamente envolvidos na Operação Lava Jato, a Braskem conseguiu ver suas ações valorizadas em mais de 70% no Ibovespa, este ano.

A petroquímica também manteve o grau de investimento concedido pelas agências de rating, algo que parecia impossível desde o rebaixamento do Brasil.

A internacionalização da companhia, que tem 50% de suas receitas vindas de fora, contribuiu para o bom desempenho.

Artigo, Marcelo Aiquel - A hipocrisia dos imbecis

Nem todo imbecil é hipócrita. Mas todo hipócrita é um imbecil.

Hoje, 30/12, último dia do ano em que a Lava Jato estraçalhou o âmago do PT – o partido da ética e da moral – me deparei com muita gente (sem noção, naturalmente) exultante com uma notícia publicada no site da Folha de SP. Conta esta notícia que o senador Aécio Neves teria sido acusado de receber propina. O acusador é um dos que fez a delação premiada na PF e na Justiça Federal.
      
A petralhada ensandecida fez festa, jogou foguetes, e correu para as redes sociais para detonar seu revanchismo gritando: “E agora, os “coxinhas” vão falar o quê”?
      
Mesmo não me considerando um “coxinha” (adjetivo pejorativo que os filhotes de ladrões colocaram naqueles que querem justiça para quem roubou – e rouba – o país), não posso permitir  que tamanha hipocrisia passe batida.
      
E começo perguntando a estes pobres coitados fanáticos pelo Lulismo: Ué, agora delação é valida?
      
Quando eram os petistas denunciados, os delatores seriam mentirosos a serviço de um golpe. E agora? Continua sendo golpe?
      
O que esta gente fanática não imagina é que a esmagadora maioria que pede justiça, exige que ela seja imposta a todos. Independente de cor, raça, credo, ideologia ou partido.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Um quarto dos servidores estaduais ainda não retirou o 13º via Banrisul

Pelo menos 25% dos servidores estaduais ainda não sacaram o 13º salário através de empréstimo junto ao Banrisul. O banco informou esta tarde que até agora liberou crédito a 254 mil matrículas, num montante de R$ 850 milhões.

Diversos sindicatos que representam os trabalhadores têm relatado dificuldades de saque por quem possui restrição de crédito ou alguma disputa judicial junto ao Banrisul.

O valor estará disponível até maio de 2016.

Defesa de Jardel não deixará barato eventual cassação de mandato do parlamentar

O advogado Amadeu Weinmann, talvez pressentindo que está cada vez mais difícil livrar o deputado Mário Jardel (PSD) da perda do mandato, avisa que, se a situação de seu cliente chegar ao extremo, casos de crimes semelhantes aos de que é acusado o ex-jogador, cometidos por outros deputados, podem vir à tona. Com riqueza de detalhes.

Ao que parece, a defesa do parlamentar está tentando intimidar os deputados a quem caberá decidir o futuro político de Jardel, ameaçando jogar muita lama no ventilador.

Sartori confirmou 100% do pagamento em dia da Folha

O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, confirmou nesta quarta-feira que a folha salarial de servidores do Executivo será quitada hoje. O Estado já havia pago na noite dessa terça 75% do quadro de funcionários e o restante, que corresponde a quatro faixas de servidores, será contemplado com os depósitos.

Nova Petrópolis ganhará empreendimento residencial e comercial de R$ 60 milhões

A Sul Empreendimentos Imobiliários, empresa com sede em Erechim, planeja investir R$ 60 milhões em um projeto na cidade serrana de Nova Petrópolis. Chamado de Garten Platz Residence, terá 370 apartamentos, em cinco torres, sendo que 30 serão destinados à hotelaria e o restante, a unidades residenciais.

Contará com spa, pistas de caminhada, tirolesa, piscina e loja de conveniências. As primeiras 60 unidades serão entregues no início de 2017 e todo o empreendimento estará concluindo em 2018.

STF nega habeas corpus a ex-advogado de Nestor Cerveró, preso pela Lava Jato

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, negou pedido de habeas corpus apresentado pela defesa do advogado Edson Ribeiro, acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. Ribeiro defendia o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

O advogado foi preso em novembro, após ter participado de uma reunião com o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e com o filho do ex-diretor. Bernardo Cerveró entregou o áudio da reunião à Procuradoria-Geral da República, o que levou à prisão também de Delcídio e do banqueiro André Esteves.

Dilma paga R$ 72,4 bilhões de pedaladas fiscais e justifica o impeachment

Ao pagar R$ 72,4 bilhões ao BB, Caixa Federal e FGTS, o governo Dilma reconheceu que promoveu pedaladas fiscais este ano.

Com isto, reforçou um dos dois argumentos principais do pedido de impeachment em andamento na Câmara dos Deputados.

Dólar subiu 2,08% e fechou o ano cotado a R$ 3,95

O dólar subiu 2,08% no pregão de hoje, o último do ano, e concluiu 2015 com um aumento de 48,75%. A cotação final foi de 3,95.

O dólar sobiu em todos 5 anos de Dilma e saltou 137% no período, de R$ 1,666 a R$ 3,948  104

Este ano, só o peso argentino desvalorizou mais do que o real.

Pimenta e Damous reclamam ao CNJ contra postagem do STJ a respeito do seu herói preso como corrupto, o "herói do povo brasileiro " Zé Dirceu

No final da tarde, o STJ atendeu ao pedido dos dois deputados e mandou tirar o texto do Twitter.

Os deputados petistas Paulo Pimenta e Wadih Damous, ficaram furiosos com a informação postada pelo STJ no seu Twitter, tudo porque a edição referiu-se "deselegantemente" a José Dirceu, que segundo ambos é um dos tantos "heróis do povo brasileiro".

Pimenta e Damous não comentaram as bandalheiras de corrupção pelas quais seu líder está preso no âmbito de duas operações, Mensalão e Lava Jato.

O que irritou os petistas foi esta informação:

- Como o recesso do Judiciário só termina em fevereiro, José Dirceu vai passar o ano novo atrás das grades, após decisão de que a liberdade do ex-ministro só será julgada no ano que vem.

Paulo Pimenta e Wadih Damous "denunciaram esta gritante impropriedade ao Conselho Nacional de Justiça e protestaram junto ao próprio STJ", anuncia a colunista do 247 Tereza Cruvinel. "Isso é inadmissível", protestou Damous. "Para um tribunal, o uso de tal linguagem, mais própria de policiais do que juristas, chega a ser delituoso", acrescentou Pimenta.

O anticomunista Eduardo Cunha vai passar a virada de ano... Em Cuba!

Apesar de ser anticomunista declarado, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), escolheu Cuba para passar a virada de ano com a família.

Para falar mal dos irmãos Castro, não lhe faltam argumentos. Resta saber se voltará da ilha de Fidel tecendo elogios à hospedagem ou se estará arrependido de haver escolhido como local de descanso aquele paraíso tropical.

Luciano Azevedo, prefeito de Passo Fundo, o "Político do Ano", trabalha por metas e montou secretariado técnico

Escolhido pelos leitores do blog como o Politico do Ano, o prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo (PSB), tem um governo com altíssima aprovação popular, que trabalha por metas e é composto por um secretariado técnico. 

Luciano lançou 25 programas de governo em diferentes áreas e, apesar do cenário de crise em nível nacional, inaugurou 12 novas escolas, 9 unidades básicas de saúde, asfaltou mais de 800 quadras e recuperou importantes espaços públicos da cidade. 

Uma das ações de maior repercussão foi a decisão, logo no inicio do mandato, de transferir para a educação o dinheiro que historicamente vinha sendo investido nas escolas de samba. Com a verba, foram adquiridos equipamentos de ar condicionado para todas as salas de aula das escolas municipais.

O prefeito terminou o ano com os salários em dia, inclusive 13o, além de contas equilibradas. 

Procon acha alimentos estragados no supermercado Nacional (Walmart)

Em função do conflito entre clientes e funcionários da unidade do Nacional, na zona Norte, o Procon de Porto Alegre foi chamado para acompanhar a situação.

Ao chegarem, eles verificaram que não havia nenhuma publicidade que fizesse menção aos descontos de 50% em todos os produtos da loja. Ao mesmo tempo, os agentes identificaram outros problemas, como alimentos estragados, fora do prazo de validade e sem o acondicionamento adequado.

Três agentes do Procon fizeram uma espécie de pente-fino nos produtos, verificando as condições. Foi identificado, entre outros, frutas estragadas, e pães de sanduíche fora do prazo de validade e visivelmente com mofo. Também havia muitos itens sem refrigeração adequada ou com vencimento no mesmo dia.

Concepa estima que 133 mil veículos peguem a estrada em direção ao Litoral Norte

A saída para o feriado de Ano-Novo nas estradas gaúchas deve ter movimento intenso sobretudo em direção ao litoral do Rio Grande do Sul.

Entre hoje e amanhã, cerca de 133 mil veículos devem passar pela freeway, trecho da BR-290 que liga Porto Alegre às praias do Litoral Norte.

Na Freeway, às 14h50 passavam 54 veículos por minuto no trecho de Gravataí, o que corresponde à metade da capacidade da rodovia.

Dilma troca pronunciamento em rede nacional por artigo na Folha

A presidente Dilma Rousseff não fará o tradicional pronunciamento de final de ano na TV. Ao invés disso, ela assina um artigo na Folha de São Paulo, jornal que vem se notabilizando, nos últimos meses, como uma espécie de “diário oficial” do governo federal.

Os assessores da petista concluíram que não haveria feitos positivos para apresentar à população, em um ano marcado fortemente pela Operação Lava Jato, que queimou em muito a imagem do Planalto.

Por escrito, o único êxito do governo foi contra o impeachment, que pode ser repetido ad nauseam, sem parecer prolixismo, como ficaria em vídeo. E também evita que haja outro estrondoso panelaço, que costuma repercutir mais na mídia e nas redes sociais que suas palavras.

O texto foi assinado pelo marqueteiro João Santana.

Brasileiros pagam R$ 2 trilhões de impostos em 2015

O Impostômetro, mecanismo criado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) para medir o valor dos tributos [impostos, taxas e contribuições] pagos pelo cidadão brasileiro durante o ano, chegou a R$ 2 trilhões por volta das 11 horas desta quarta-feira.

Segundo a associação, esta foi a primeira vez que a ferramenta atingiu essa marca. No ano passado, o Brasil arrecadou R$ 1,95 trilhão.

Com esse valor arrecadado pela União, estados e municípios, daria para se fornecer mais de 14 bilhões de bolsas famílias, adquirir mais de 1,66 bilhões de notebooks, contratar mais de 149,9 milhões de  professores do ensino fundamental por ano, construir mais de 21,7 milhões de quilômetros de redes de esgoto ou construir mais de 57,1 milhões de casas populares de 40 metros quadrados, por exemplo.

"Brazil´s fall, against", avisa, previdente, a revista The Economist. A foto de Dilma diz tudo.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem no original, portanto em inglês. 

Com o título "Queda do Brasil", a revista britânica "The Economist", conhecida pelo realismo sobre a economia brasileira, publicou sua primeira capa de 2016 apostando que, em vez do clima de euforia que seria de se esperar no início de 2016 por causa da realização das Olimpíadas, o Brasil enfrenta "um desastre político e econômico".

A revista  cita a perda do grau de investimento pela agência de classificação de risco Fitch Ratings e a saída do governo do ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Segundo a publicação, o País enfrenta "turbulência política e, talvez, um retorno à inflação galopante"

Bacci manda recado a Sartori: “Não vamos continuar até o fim do mandato”

Ainda que não fale em nome do PDT, mas apenas de si, o deputado estadual Enio Bacci deu um recado claro para o governador José Ivo Sartori, ao fim da última votação da convocação extraordinária da Assembleia Legislativa solicitada pelo Palácio Piratini: “Uma coisa é certa: não vamos continuar até o fim do mandato; cedo ou tarde vamos sair”.

O PDT foi o último partido a aderir ao governo, com Sartori já eleito, exigindo, para isto, centenas de cargos no Executivo. Mas, uma vez atendidos todos os seus pleitos, ao longo do ano se comportou mais como oposição que como situação, com Bacci, sempre muito indignado, votando contra projetos de interesse do governo e influenciando seus colegas de sigla a fazerem o mesmo.

Bacci contou a jornalistas, ontem, que foi chamado ao gabinete do presidente da Assembléia, Edson Brum, que exigiu fidelidade, avisando que seria melhor enquadrar-se ou largar os cargos que possui e ir para a oposição. 

Caso os trabalhistas efetivamente deixem a base aliada, Sartori perderá a maioria na Assembleia, já que a bancada trabalhista possuía oito deputados, perdeu Regina Becker para a Rede, e Bacci com Juliana Brizola costumam votar com a oposição.

Micro e pequenas empresas têm até hoje para agendar pagamento de imposto menor

Encerra hoje o prazo para as micro e pequenas empresas, que faturaram até R$ 3,6 milhões em 2015 para agendar sua adesão ao Simples Nacional (ou Supersimples) em 2016.  O agendamento deve ser feito no site da Receita Federal, clicando aqui.

O Simples Nacional abrange oito tributos: IRPJ (Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica), IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços), ISS (Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza) e as contribuições Cofins (para o Financiamento da Seguridade Social), PIS/Pasep (para o programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público), CSLL (Social sobre o Lucro Líquido) e CPP (Patronal Previdenciária para a Seguridade Social).

Para quem perder o prazo desse dia 30, o agendamento poderá ser feito entre os dias 4 e 29 de janeiro de 2016. O recolhimento é feito por um documento único de arrecadação que deve ser pago até o dia 20 de cada mês.

Governo não previu novo Salário Mínimo e terá rombo de R$ 2,9 bilhões

O reajuste de 11,67%, fixado pelo Governo Federal para o Salário Mínimo do ano que vem, trará um rombo de R$ 2,9 bilhões aos cofres públicos, conforme cálculos realizados pelo Ministério do Planejamento. Já estes recursos oriundos deste reajuste devem injetar R$ 51 bilhões na economia

Segundo o ministro Miguel Rossetto, o Ministério do Planejamento esclareceu que destes R$ 30,2 bilhões a mais de despesa com o aumento, R$ 27,3 bilhões já no Orçamento de 2016, os R$ 2,9 bilhões do aumento nos salários não estão na peça orçamentária.

O ministério informou ainda que a diferença entre o que o governo propôs de aumento e o que foi concretizado, vai ampliar o impacto nas contas públicas em R$ 4,77 bilhões. Inicialmente, o Projeto de Lei Orçamentária Anual 2016 propunha um valor de R$ 865,46. O valor estabelecido no decreto ficou em R$ 880.

Bandidos do Mensalão pedem indulto de Dilma ao STF

Beneficiários do chamado indulto natalino assinado pela presidente Dilma Roussef, os condenados no mensalão Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT, João Paulo Cunha, ex-deputado petista, Romeu Queiroz, ex-deputado do PTB, e Rogério Tolentino, ex-advogado de Marcos Valério, ingressaram no Supremo Tribunal Federal (STF) com pedidos de perdão de suas penas.

Eles serão soltos. 

O valor máximo para aposentadoria no setor privado é de R$ 5.203,00

O novo teto para aposentadoria pelo INSS é de R$ 5.203,00.

Veja as imagens de pelêgos sindicais agredindo jovens militantes do PP e do PMDB do RS

O presidente da Assembléia, deputado Edson Brum, mandou abrir sindicância para investigar os casos de agressões físicas ocorridas dentro da Casa por ocasião do primeiro dia da convocação extraordinária, segunda-feira.

O video ao lado mostra um feroz ataque de sindicalistas contra jovens militantes do PP e do PMDB.

Os sindicalistas são todos vinculados à oposição - PSOL, PCdoB, PT e PSTU.

O incidente é totalmente incomum e criminoso.

A Juventude do PP tirou há pouco uma nota, exigindo a identificação e punição dos agressores.

A nota queixa-se igualmente das atitudes agressivas usadas pelos sindicalistas do setor público no enfrentamento com o deputado Marcel Van Hatten, que teve dificuldade até mesmo para pronunciar seus discursos na Assembléia.


Falta de legitimidade abre espaço para impeachment de Dilma, diz Roberto Romano

A legitimidade de um governante não se sustenta apenas no ambiente institucional. Uma série de “irresponsabilidades” na governança do país, cujo resultado é uma grave crise econômica, corroeu a autoridade e a capacidade de governar da presidente Dilma Rousseff, avalia o filósofo Roberto Romano, professor de ética política da Unicamp. Para Romano, embora carregue a legitimidade do voto popular, já que foi reeleita, Dilma carece do que chama de “legitimidade do exercício” – e isso abre espaço para a destituição da presidente por um processo de impeachment.

(...)

Valor - A presidente Dilma não ecupera um pouco de força se vencer a batalha do impeachment ?
Romano - Não. Na verdade, não lhe sobra nada. O que lhe sobra é ficar reclusa no palácio, sem ter interlocução com a sociedade com empresários, com o mercado, quase sem apoio no Congresso. Como é possível alguém querer governar nessa situação ?

CLIQUE AQUI para ler toda a entrevista. No site do jornal Valor, você pode cadastrar-se gratuitamente para ler toda a matéria. 

Walmart abusa da paciência do consumidor gaúcho

O grupo Walmart faz tudo o que não se deve fazer quando um grupo empresarial decide demitir em massa e fechar unidades em funcionamento.

E sequer respeita o mercado que  lhe custou tão caro para abrir espaço.

Os americanos movimentam-se como elefantes em loja de louças.

Clientes revoltam-se no super Nacional da Francisco Trein, Porto Alegre. Walmart fecha a loja e teme saques.

Pelo menos50 clientes protestaram na manhã desta quarta-feira em frente ao supermercado Nacional da Avenida Francisco Trein, Zona Norte de Porto Alegre, alegando que foi anunciada uma promoção para queimar os estoques da loja, que está entre as unidades da rede Walmart que serão fechadas na Capital. Segundo os clientes, haveria desconto de 50% em todos os produtos do supermercado.

Os clientes começaram a chegar por volta das 5h desta quarta. No entanto, quando o supermercado foi aberto, às 7h30, não havia promoção. Como os clientes começaram a protestar, as portas da loja foram fechadas. 

Algumas lojas estavam autorizadas a dar descontos apenas para produtos perecíveis. 

Representantes do Procon de Porto Alegre estão no local, que não será mais aberto ao público, porque a rede Walmart teme saques. .

Bolsa Família, R$ 2,3 bilhões, começou a ser pago para 14 milhões de famílias nesta quarta-feira

CLIQUE em cima da tabela para ver melhor.

Começaram hoje os pagamentos do Bolsa Família, benefício que complementa a renda de 14 milhões de famílias no mês de dezembro. Como em todo ano, o calendário do pagamento no mês de dezembro é antecipado, para que termine antes do Natal. 

Neste mês o pagamento inicia nesta quarta-feira e segue até o dia 23.

 Ao todo, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) está transferindo R$ 2,3 bilhões, com valor médio do benefício por família de R$ 169,03.

No Sul, o RS é o que leva mais dinheiro do Bolsa família. São 434 mil famílias e R$ 67,7 milhões por mês, seguido de perto pelo Paraná.

A Bahia lidera o ranking, com 1,8 milhão de habitantes e R$ R$ 306,7 milhões mensais. 

O Nordeste é o campeão do Bolsa Família, com 7 milhões de famílias e R$ 1,2 bilhão por mês, quase a metade de todo o dinheiro despejado pelo benefício no Brasil. 

Quem é o Empresário do Ano no RS: José Galló, Clóvis Tramontina, Família Melnick ou Valter Lídio (Celulose) ?

Na nova enquete disponibilizada aí ao lado, à direita, o editor pergunta aos leitores qual o nome do empresário ou empresa que mais se destacou no RS em 2015, um ano muito ruim para as economias do Brasil e do Estado.

Estão listados os nomes de José Galló (Lojas Renner), Clóvis Tramontina (Tramontina),  Melnick e Valter Lídio (Celulose).

Vá lá e vote.

Leitores acham que o Político do Ano foi o prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo

Sem constar da lista, o goernador Sartori foi muito indicado por leitores que enviaram seu nome por e-mail ou postaram a peferência nas opiniões dos leitores. 

A escolha do Político Gaúcho do Ano recaiu sobre o nome do prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, PSB.

Era também a escolha do editor.

1.558 leitores preferiram o prefeito, que capturou 47% dos votos da enquete disponibilizada aí ao lado.

O segundo mais votado foi o deputado Onyx Lorenzoni, DEM, que marcou presença ativa nas diversas CPIs instauradas na Câmara. Ele fez 1.190 votos, ou 36% do total.

Novato na Assembléia, Marcel Van Hattem ficou 13% das preferências.

O socialista Beto Albuquerque não foi votado por ninguém.

Novo indexador afetará mais de 200 contratos dos Estados, Distrito Federal e municípios

O Ministério da Fazenda destacou hoje que a regulamentação do novo indexador da dívida dos Estados, Distrito Federal e municípios com a União vão impactar mais de 200 contratos de refinanciamento, proporcionando a redução em seus pagamentos futuros para a União.  Segundo o MF, a ação não trará  impactos para a dívida pública e não afetará o resultado primário da União e dos entes federativos.

A nova legislação concede desconto sobre os saldos devedores dos contratos de refinanciamento de dívidas dos Estados e dos municípios e substitui o indexador de correção dos débitos.

A Lei Complementar 151/2015 concede um prazo para celebração dos aditivos contratuais e aplicação dos novos encargos até 31 de janeiro de 2016. Após, os devedores que não fizerem o acerto com a União, continuarão pagando suas dívidas com a União nas condições vigentes até que a alteração contratual seja feita.

Cunha quer votar impeachment de Dilma até março

Não serão o recesso parlamentar de janeiro nem as dúvidas que ainda pairam sobre o rito do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff imposto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que farão o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), dar descanso ao Palácio do Planalto. Ele espera que até o fim de março a Casa já tenha enviado ao Senado a decisão sobre o afastamento da presidente. 

Para isso, antes mesmo da publicação do acórdão (decisão) pelo STF, vai apresentar embargos de declaração para esclarecer dúvidas em relação ao rito do procedimento. Argumentou haver jurisprudência suficiente para sustentar a apresentação de recursos antes da publicação. “Vamos embargar, apesar da ressalva feita pelo presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, de que não há uma pacificação”, afirmou.

Mas a certeza de que Dilma não teria chances de escapar de um impedimento está balançada. Ele já considera que o governo possa garantir os votos de um terço dos 513 deputados para encerrar o processo ainda na Câmara: “O Palácio consegue um terço (do plenário) para barrar o impeachment? Pode ser que sim. Mas não será com um terço da Casa que manterá a governabilidade até o fim do mandato”.

PF inclui foto e dados pessoais de Lula em inquérito da Lava-Jato

A Polícia Federal anexou aos autos do inquérito da Operação Lava-Jato que investiga a Odebrecht, maior empreiteira do País, fotos e planilhas com dados pessoais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do sócio dele na LILS Palestras, Eventos e Publicações, Paulo Okamotto. A LILS foi criada para administrar a rotina de contratos de Lula com empresas. A PF juntou ao documento cópia do Pedido de Compra 5318, datado de 4 de julho de 2013, emitido pela Odebrecht e tendo como "fornecedora" a LILS, no valor de R$ 400 mil, para "apresentação de palestras".

Os investigadores incluíram esse documento aos autos para reforçar a linha de investigação sobre as relações do ex-presidente com a Odebrecht, que está sob suspeita de ter integrado cartel para fraudar licitações bilionárias da Petrobras no período entre 2004 e 2014 (governos Lula e Dilma).

Sobre os R$ 400 mil recebidos, a LILS recolheu a título de impostos R$ 8 mil aos cofres municipais de São Bernardo do Campo, onde fica a sede da LILS e a residência de Lula. Em um trecho do relatório, a PF faz alusão a dado atribuído pela revista Veja, em agosto, ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras - órgão de inteligência do Ministério da Fazenda - sobre movimentação de R$ 27 milhões da LILS entre abril de 2011 e maio de 2015. Desse total, R$ 10 milhões teriam como depositantes empreiteiras envolvidas na Lava-Jato.

Testemunhas atestam ligação de Lula com tríplex reformado pela OAS

Uma a uma, as explicações do ex-presidente sobre sua relação com empreiteiras do petrolão vão ruindo, contam hoje os repórteres Robson Bonin e Pieter Zalis no site da revista Veja, www.veja.com.br

Leia tudo:

O ex-presidente Lula é conhecido pela capacidade retórica de vergar a realidade ao sabor de seus interesses. Quando ainda estava no Planalto, essa habilidade fez dele um líder popular. Hoje, a capacidade do petista de retorcer os fatos parece cada vez mais reduzida. Com frequência, Lula tem sido cabalmente desmentido por eles. Recentemente, para ficar em um exemplo, o ex-presidente ensaiou dizer que não era tão amigo assim do pecuarista José Carlos Bumlai, preso na Operação Lava-Jato por intermediar tenebrosas transações com personagens do petrolão em nome do próprio Lula e do PT. Bastaram algumas fotos encontradas entre os arquivos apreendidos com Bumlai para que a tentativa do petista de se descolar do amigo ruísse: as imagens mostravam que o pecuarista, homem de livre acesso ao gabinete mais importante da República durante o governo Lula, desfrutava a intimidade da família do ex-presidente. Esse modo de dar de ombros a cada nova revelação desabonadora ligando Lula ao maior escândalo da história do país virou hábito. Na semana passada, houve um novíssimo desmentido, também embalado por evidências incontornáveis.

Lula passou o ano de 2015 negando ser o dono de um apartamento tríplex de 297 metros quadrados em um prédio de frente para o mar do Guarujá, em São Paulo, construído e reformado sob medida pela OAS, uma das principais empreiteiras do petrolão. Atraído pelo preço convidativo, o ex-presidente decidiu investir no imóvel logo depois de seu lançamento, há pouco mais de dez anos. O edifício, àquela altura, era uma obra da Bancoop, a cooperativa ligada ao PT que, sob o comando do notório João Vaccari Neto, tesoureiro do partido, foi à bancarrota depois de se transformar em uma sucursal dos malfeitos petistas. Com a falência da Bancoop, mais de 3 000 famílias ficaram sem receber os imóveis negociados com a cooperativa. O mais ilustre dos petistas, porém, não ficaria no prejuízo. Como VEJA revelou em abril, após um pedido feito pelo próprio Lula a Léo Pinheiro, seu amigo e o principal executivo da OAS, a empreiteira não apenas assumiu a construção do prédio como ofereceu uma atenção especial, repleta de mimos, à unidade reservada para o ex-presidente.

O agrado da empreiteira a Lula custou caro. A OAS gastou 700 000 reais para deixar o apartamento ao gosto da família do ex. O tríplex, avaliado em 2,5 milhões de reais, passou por uma repaginação completa.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Colapso da saúde no Rio é bode na sala para justificar a volta da CPMF

O colapso da saúde no Rio, que a mídia, sobretudo TV, canta e toca em tons sombrios, é o bode na sala que o governo Dilma Roussef introduziu para justificar a defesa oportunista da reintriodução da CPMF.

Esta manhã, na Rádio Gaúcha, o governador do Rio, Luiz Pezão, defendeu a volta do imposto do cheque.

Dilma adocica as bocas de governadores e prefeitos com uma CPMF compartilhada entre os três entes federativos.

Porto Alegre terá ações contra bloqueios de trânsito na cidade

Um protocolo construído com a participação de BM, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, representantes do Tribunal de Justiça do Estado e Ministério Público, definiu ações rápidas para os casos de bloqueios no trânsito da Capital.

A regra a ser adotada, diante de bloqueios em vias urbanas e estradas, prevê ações imediatas das prefeituras nas cidades, Comando Rodoviário da BM nas rodovias estaduais e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas estradas federais. Em Porto Alegre a responsável é a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

O protocolo cita um rol de crimes pelos quais os manifestantes podem ser presos e enquadrados, incluindo contravenções e pequenos delitos como ameaça, incitação ao crime e arremesso de objetos contra veículos em movimento.

STF livra Eduardo Cunha

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, extinguiu a ação popular movida contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pelo advogado cearense Antônio Carlos Fernandes.

A acusação contra Cunha era de que o parlamentar usava seu cargo com “excessiva promoção pessoal, de forma precipitada e inconsequente chegando às raias da aventura pessoal”. Na ação, também era pedida a anulação do ato que acatou o pedido de impeachment da presidenta Dilma Roussef.

Com a decisão de julgar extinto o processo, não há possibilidade de recurso.

Lewandowski alegou que existe um artigo da Constituição que estabelece a competência privativa do Supremo para processar e julgar somente infrações penais comuns dos presidentes de outros poderes, assim como do vice-presidente da República, membros do Poder Legislativo, ministros do STF e do procurador-geral da República.

Além disso, ele afirmou que “inexiste nos autos comprovação de que o titular da assinatura eletrônica da petição inicial, Paulo Napoleão Gonçalves Quezado, seja advogado devidamente inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, o que também impede o conhecimento do pedido”.

Governadores pedirão moratória de três meses para prestações mensais da dívida da União

Os dez governadores que se reuniram em Brasília decidiram pedir moratória de três meses no pagamento da dívida com a União.

A decisão não foi tornada pública.

Ainda.

Com a renegociação, o governo Sartori poderia apartar R$ 1 bilhão para cobrir despesas correntes, inclusive Folha de Pessoal.

Dilma passará as festas de final de ano em Porto Alegre

A presidente Dilma Roussef passará as festas de final de ano com a filha Paula, o neto Gabriel, o genro e talvez o novo neto que está por nascer a qualquer momento.

Dilma poderá desembarcar em Porto Alegre ainda hoje.

Governo do Estado não consegue pagar os salários integralmente

O governo do Estado não conseguiu pagar integralmente os salários de dezembro dos servidores estaduais.  Apenas 75% dos servidores do Executivo tiveram valores depositados em suas contas na noite de ontem, 29. O total depositado foi de R$ 3,7, mil creditados nas contas de trabalhadores de cinco das nove faixas do quadro de funcionários.

Ainda faltam 200 milhões para quitar completamente a folha salarial.

A secretaria da Fazenda espera recursos da arrecadação do IPVA para conseguir quitar o débito com o funcionalismo. Caso contrário, os salários deverão ser quitados somente na segunda-feira.


Governo Federal muda indexador da dívida de Estados, municípios e Distrito Federal

Publicado hoje no Diário Oficial da União, o Decreto 8.616  regulamenta a aplicação de novo indexador das dívidas de Estados, Distrito Federal e municípios com a União, a partir de 1º de janeiro de 2016.  Com o novo indexador, o governo irá corrigir estas dívidas pela taxa Selic ou pelo IPCA, optando pelo menor índice e mais 4% ao ano.

O Decreto define critérios de indexação dos contratos de financiamento e de refinanciamento das dívidas; procedimentos para a formalização dos termos aditivos; Programas de Acompanhamento Fiscal celebrados entre a União e os municípios das capitais ou os Estados; e Programas de Reestruturação e de Ajuste Fiscal celebrados entre a União e os Estados ou o Distrito Federal

Anteriormente, os valores eram calculados pelo IGP-DI mais 6% a 9% ao ano.

Fruki projeta lançamento de marca própria de cerveja

A empresa gaúcha de Bebidas Fruki S/A, com matriz em Lajeado, projeta lançar sua marca de cerveja, que terá investimento orçado em R$ 200 milhões, até 2025. Mais de 60 municípios gaúchos manifestaram interesse de sediar a nova fábrica. A ação integra o projeto de expansão da produção da empresa.

A Fruki detém 12% do mercado de refrigerantes e 15% de água mineral no RS.

CNM diz que mínimo 11,67% maior custará mais R$ 2,6 bilhões às prefeituras do Brasil

A menos de dois dias para a virada do ano, a presidência da República anuncia o valor do salário mínimo de R$ 880 para 2016, informou esta noite a Confederação Nacional dos Municípios, que resolveu analisar o impacto do aumento de 11,67% sobre as contas das prefeituras brasileiras.

Leia tudo:

O decreto do novo piso nacional já foi assinado e começa a vigorar a partir de 1.º janeiro. De acordo com levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), a medida causa impacto de R$ 2,6 bilhões às Prefeituras – valor calculado só para cobrir esse reajuste de R$ 92,00.

Em relação ao valor atual de R$ 788, o aumento será de 11,67%. A cifra teve valor maior do que o previsto no Orçamento aprovada pelo Congresso Nacional, de R$ 871, e vai beneficiar 40 milhões de trabalhadores e aposentados, que atualmente recebem o piso nacional, segundo nota divulgada pelo Palácio do Planalto. A presidência confirmou que o novo valor virá publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 30 de dezembro.


De acordo com a Confederação, do valor total, R$ 362,7 milhões serão gastos com encargos trabalhistas. Mas, ainda assim, o valor está subestimado uma vez que não estão incluídos no cálculo os servidores municipais aposentados e as contratações ocorridas a partir de 2013. A entidade explica que a atualização do mínimo é baseada na correção da inflação acrescida da variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores. A inflação é medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado nos 12 meses anteriores ao mês do reajuste.

Dilma aumenta em 11,1% o salário mínimo, que irá para R$ 880,00 a partir desta sexta-feira

Apesar da crise econômica, presidente Dilma Rousseff mantém a política de reajustes reais do salário mínimo. Com aumento de 11,1%, piso salarial no País irá de R$ 788,00 para R$ 880,00 a partir da próxima sexta-feira, 1º de janeiro de 2016. O decreto será publicado na edição desta quarta-feira 30 do Diário Oficial da União. O número também é superior às previsões iniciais do Palácio do Planalto, que trabalhou com um valor de R$ 871; mais de 40 milhões de trabalhadores recebem o piso nacional

A vanguarda do atraso do RS tomou uma chapuletada na cabeça.

Embriagado, Eduardo Cunha é preso em flagrante após atropelar ciclista.

Esta notícia da manchete acima é do portal IG desta tarde (clique na imagem ao lado para ampliar). Trata-se de uma informação canalha, típica da pior imprensa marrom que já se conheceu no Brasil.

O título da notícia foi disponibilizado exatamente sob outra informação, esta relacionada com o presidente da Câmara, como se vê ao lado.

A informação sobre a embriaguês de Eduardo Cunha, tem a ver com um vereador do PRB de Lagoa Santa, região metropolitana de Belo Horizonte, Minas, que possui o mesmo nome do presidente da Câmara (parte interna da notícia reproduzida abaixo).

A idéia do IG, como de outros sites, portais e blogs chapas-brancas colocados a serviço do governo Dilma e do PT, é confundir o leitor desavisado e encorpar a campanha de calúnias, injúrias e difamações desfechados contra o presidente da Câmara, tudo com o objetivo de retirar-lhe as condições políticas e morais capazes de empurrar adiante o processo de impeachment movido contra a presidente da República.

Trata-se de crime comum e nunca crime de opinião ou de imprensa.

Manuela protagoniza cenas de desvêlo materno na convocação extra da Assembléia

A editora de Política do jornal Zero Hora, Rosane Oliveira, enternecida com a cena do desvelo materno da deputada comunista Manuela D'Ávila com sua pequena Laura, apenas quatro meses, fotografou mãe e filha no plenário da Assembléia, onde ocorreram as sessões da convocação extraordinária de ontem.

Os deputados ficaram extasiados com a cena.

A jornalista descreveu a atávica preocupação da mãe na amamentação do bebê. Cuidada pelo pai, o músico Duca Leindeker, Laura era amamentada a cada duas horas. Como se sabe, a mãe que dá para mamar melhora seus vínculos com o bebê. Rosane fez uma revelação invulgar sobre os extraordinários cuidados de Manuela com a criança:

- Até o final de fevereiro, o bebê será alimentado exclusivamente com leite materno. 

É surpreendente.

Apesar do enorme desvêlo, a comunista arranjou tempo para votar 26 projetos enviados pelo governo, mas nesta madrugada, 1h, reclamou da jornada estafante do seu primeiro dia de trabalho, depois de voltar da licença-maternidade:

- A sessão aqui segue... Deve ir até o amanhecer. Laura já veio mamar e voltou apra casa pra dormir. Espero estar lá para amamentar ela na madrugada. Tirar ela de casa na madrugada pra vir até a Assembléia é demais pra minha cabeça. !!! que dia para voltar !!!

Manuela voltou ao trabalho ontem, depois de prolongada licença-maternidade bem remunerada. Depois deste único dia de função em muitos meses, ela só voltará ao batente no dia 2 de fevereiro, depois do recesso.

Ufa.

Publicidade - Vá esta noite ao Bier Markt, Porto Alegre. O melhor, segundo Veja. Faça ali seu happy hour.

CLIQUE AQUI para ler esta reportagem do Jornal do Comércio sobre o Biermarkt. Ao lado, 36 torneiras de chopes de marcas diferentes um do outro. Não há nada igual no RS.

Reserve confraternização de fim de ano com seus colegas, funcionários e amigos. Vá conhecer, hoje, segunda-feira.  Primeiros lugares de Veja em várias edições, com melhores cartas de cervejas ou de chopes artesanais. São mais de cem rótulos de diversos Países. Também petiscos inspirados na gastronomia alemã. Mais de 100 rótulos de várias partes do mundo.

Biermarkt
Rua Castro Alves, 442
Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS

Biermarkt Vom Fass
Rua Barão de Santo Ângelo, 497
Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS

Localização, dicas, serviços: www.biermarkt.com.br

Lojas Luigi Bertolli encerra operações em Caxias do Sul

A Luigi Bertolli fechará domingo a loja que tem no San Pelegrino Shopping, Caxias do Sul. A loja de moda urbana e casual, feminina e masculina manterá suas  outras duas filiais da rede no Rio Grande do Sul, que  ficam em Porto Alegre, no BarraShoppingSul e no Praia de Belas. O empreendimento chegou ao San Pelegrino no embalo da abertura do shopping, em novembro de 2010, como uma das âncoras. Tem 10 funcionários, sendo que um será transferido.

A Luigi Bertolli não revela os motivos da saída do mercado caxiense, diz apenas que trata-se de uma decisão estratégica do grupo. 

A rede paulista tem 42 lojas no País.

Editorial, Zero Hora - O Rio Grande inadimplente

Charge disponibilizada no Google.

Estavam erradas as previsões de que a situação financeira do setor público gaúcho teria chegado ao limite do suportável para que o Estado continuasse funcionando. O governo não conseguiu evitar a deterioração das contas em 2015 e perdeu até mesmo a capacidade de pagar salários em dia. É assim que o limite do esgotamento financeiro vem sendo projetado sempre para o próximo mês, numa situação que antecipa um cenário ainda mais assustador para 2016.

Um governo que estima fechar o ano com déficit próximo de R$ 2,6 bilhões, que teve de induzir o funcionalismo a recorrer a empréstimos para receber o 13º salário, que promoveu aumento de impostos e antecipou receitas, sem conseguir os efeitos desejados, é literalmente um governo quebrado. 

(...)

É preciso tirar o Estado da falência, para que não se decrete a destruição de serviços básicos, com prejuízos que já são sentidos principalmente pelas camadas mais pobres da população. Mas não bastará reduzir o déficit ou, quem sabe, alcançar o milagre do superávit financeiro. Trata-se de alicerçar as bases de uma mudança que mexa com a cultura da acomodação e dê novo ânimo a um setor público também moralmente abalado.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do material. 

Medina Osório questiona MP das Empreiteiras assinada por Dilma em pleno recesso do Congresso

CLIQUE AQUI para ler todo o artigo de Merval Pereira.

A Odebrecht anunciou esta manhã que pensa seriamente em aderir aos termos da MP das Empreiteiras. 

O jurista gaúcho Fábio Medina Osório, especialista em questões de combate à corrupção e improbidade administrativa, apresenta longa fundamentação para o artigo que o jornalista Merval Pereira publicou na edição de hoje do jornal O Globo, intitulado "O natal das empreiteiras".

O assunto é a alteração da Lei de Corrupção de 2013, notadamente no âmbito dos acordos de leniência e nas ações de improbidade, tema que tramita no Congresso e pendente de discussões e aprovação. Acontece que Dilma editou uma Medida Provisória 703, 18 de dezembro, para beneficiar as empreiteiras. É a chamada MP da Odebrecht. Ela foi publicada no Diário Oficial da União, dia 21.

CLIQUE AQUI para examinar a íntegra da MP 703.

Avisa Merval pereira no seu artigo:

Esse pacote de Natal oferecido pela Presidente Dilma às empresas envolvidas na operação Lava Jato suscita controvérsias, salienta o jurista, ao não incluir o Ministério Público como ator obrigatório nos acordos de leniência, e sim meramente facultativo, e ao deixar de fora do jogo o Tribunal de Contas da União (TCU).

“Não se imagina em que medida autoridades administrativas conseguirão avaliar a magnitude e a relevância de informações para as investigações, quando se sabe que o titular das investigações criminais e nas ações de improbidade é, majoritariamente, o Ministério Público, peça que não poderia ser facultativa nesses instrumentos”, explica Medina Osório.

A ausência dos Tribunais de Contas, especialmente do TCU, é outro fator que inspira desconfiança. A falta de obrigatoriedade de regulamentação nos Municípios, tal como sugerido na Medida Provisória, é outro fator digno de nota, diz ele, argumentando que “não se pode simplesmente delegar ao Ministério Público dos Estados a tarefa de tocar processos administrativos com os chefes dos Poderes Executivos dos Estados e Municípios”.

Os aparentes vícios de inconstitucionalidades que marcam a medida provisória deixam exposta a fragilidade jurídica da Presidente Dilma Rousseff, comenta o jurista, afirmando que “é certo que paira, atualmente, enorme temor relativamente à independência e autonomia das autoridades administrativas ligadas ao Poder Executivo, o qual está impregnado por corrupção sistêmica. Qualquer iniciativa do Governo Federal, marcado por suspeitas e negociatas, inspira cuidados, pois sua legitimidade está posta à prova na sociedade brasileira”.

(...)

Como se vê, a questão é bem mais complexa do que sugere a presidente Dilma, que vive repetindo que “deve-se punir o CPF, não o CNPJ”, indicando que as empresas devem ser preservadas por gerarem empregos e estimular a economia, e os executivos envolvidos devem ser punidos. Como se as empresas, de maneira geral, não tivessem culpa no cartório.  

Saiba como Dilma e Cardozo colocaram sob seu controle antecipado as operações sigilosas da Polícia Federal

Brasília, via WhatsApp, mais o editor.

O decreto 7.689, assinado por Dilma Roussef, lido nas entrelinhas, permite constatar que o governo passou a saber antecipadamente o que fará a Polícia Federal, mesmo quando a operação for a pedido do MPF e via autorização judicial. Basta consultar o artigo 7o.  Pelo texto, apenas o ministro da Justiça deve autorizar os custos com deslocamentos em operações com mais de dez agentes.

CLIQUE AQUI para ler o decreto. 

Investigadores experientes disseram hoje ao editor que é discurso vazio a explicação do governo federal e do próprio ministro da Justiça quando repetem que ele não sabem antecipadamente das operações da Polícia Federal prestes a ocorrer. Tem ciência sim, bem previamente, pelo menos de quando serão e onde serão. Só os alvos são avisados na hora para o chefe, em contato do diretor-geral da corporação. O ministro respalda-se na lei para ter acesso a tudo. O que não diz o ministro é que o decreto foi assinado por Dilma.

A conversa toda é que o decreto saiu depois que o próprio governo plantou na mídia que havia uma "farra das diárias" na PF. Para coibir isto, o Planalto editou o decreto.

É bem conveniente ao governo implementar formas indiretas de controle sobre a PF que investiga.

Brasil: contas públicas tem o maior rombo histórico para novembro

O setor público brasileiro registrou um deficit primário de R$ 19,567 bilhões em novembro, o pior para o mês na série histórica do Banco Central iniciada em 2001.

No acumulado do ano, o deficit ficou em R$ 39,520 bilhões, o dobro do registrado no mesmo período do ano passado, que teve saldo negativo de R$ 19,642 bilhões.

O deficit acumulado em 12 meses é o maior rombo para as contas públicas já registrado como proporção do Produto Interno Bruto (PIB).

O resultado ressalta a forte deterioração fiscal, afetada pela arrecadação em queda num ano de recessão, e com medidas de ajuste atenuadas ou emperradas no Legislativo em meio à intensa crise política.

Walmart também fecha as portas no Paraná

A rede de supermercados Walmart confirmou que irá fechar algumas unidades em Curitiba e no interior do estado. A empresa não confirmou quais serão essas unidades, mas afirmou que serão lojas com baixo desempenho.

A rede está presente no Paraná com um total de 40 unidades entre as bandeiras Big, Mercadorama, Sam’s Club, TodoDia e Walmart . Somente em Curitiba e região são cerca de 7 mil funcionários.

A justificativa para o fechamento, segundo a empresa, seria o atual ambiente econômico no Brasil. Em todo o país, devem ser fechadas 30 lojas, o que equivale a 5% dos 544 pontos da rede Walmart.

Conversas de celular mostram Zé Dirceu discutindo ministérios de Dilma em 2014

Quinze dias após a presidente Dilma Rousseff ser reeleita no segundo turno da disputa presidencial em 2014, o ex-ministro da Casa Civil condenado no mensalão José Dirceu discutia com interlocutores petistas as indicações dos ministérios do segundo mandato da presidente e previa dificuldades para Dilma.

As revelações foram encontradas em mensagens de whatsapp no celular do ex-ministro apreendido pela Polícia Federal na Operação Lava-Jato.

"Tem que ser nomes com visibilidade e aceitação na sociedade em amplos setores de cada área, senão não acabará bem esse mandato", avaliou Dirceu em diálogo com a historiadora e militante petista Maria Alice Vieiras em 10 de novembro de 2014. Na época o ex-ministro ainda cumpria em regime domiciliar sua pena de sete meses e 11 anos de prisão por corrupção no mensalão e a ex-ministra e senadora Marta Suplicy estava prestes a deixar o Ministério da Cultura e, posteriormente, o próprio PT.

Opinião do editor - Desde ontem, a vanguarda do atraso ficou menor do que já era no RS

As derrotas parlamentares de ontem, reafirmam a derrota que a vanguarda do atraso sofreu em 2014 nas urnas do RS. 

O editor foi pesquisar os resultados das votações dos 26 projetos aprovados ontem pelo governo Sartori (veja resultado na nota a seguir) e concentrou a atenção no caso da nova Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual, uma ferramenta inédita entre os Estados - a única existente - e que vai conter o ímpeto gastador irresponsável de governos como os do PT, favorecendo o equilíbrio sustentado das contas públicas e com isto permitindo que o Estado cumpra suas funções na quantidade e qualidade necessárias, sobretudo nas áreas de saúde, educação e segurança, mas punindo com a cadeia os governadores relapsos.
Foram 29 votos a favor e 22 não.

Muita gente não acreditava que a Assembléia tivesse coragem de enfrentar a vanguarda do atraso - corporações públicas e políticos fisiológicos. O próprio editor não apostava nisto. Mas aconteceu o milagre.

Os gaúchos que acham que o Rio Grande tem saída, possuem agora mais razão para apostar nas mudanças lentas, graduais e seguras que o governo Sartori promove com valentia, contando com o apoio da maioria da Assembléia. O governador é favorecido pelo tamanho da herança maldita deixada por Tarso e também pelo destrambelhamento da gigantesca onda de corrupção, recessão e crise social na qual a vanguarda do atraso nos conduziu.

É preciso que Sartori persista, ouse mais, mas também comece a desenhar com clareza de que modo quer intervir na economia estadual, contando ou não com a participação privada, do governo federal e das prefeituras. A lei de concessões, cujo projeto foi adiado para votação em fevereiro, é um bom começo do que deve ser feito.

Os dias do predomínio das corporações públicas e do fisiologismo político desbragado, parecem com seus dias contados, voltando a ocupar seu papel minoritário dentro da sociedade para a qual juraram servir, mas da qual só se serviram até agora.

Acima, reprodução da capa do livro "Vanguarda do Atraso", organizado pelo jornalista Diego Casagrande. O editor é um dos autores. O livro conta a perseguição atroz sofrida por um grupo de jornalistas gaúchos durante o governo Olívio Dutra, do PT. Exemplares podem ser conseguidos ao preço de R$ 50,00, via polibioadolfobraga@gmail.com É edição antiga. Entrega grátis.

Saiba quem votou pelo atraso e quem votou pelo progresso do RS

Estes deputados votaram a favor da irresponsabilidade fiscal, portanto votaram pelo atraso político, social e econômico do RS:
PT - Adão Villaverde, Altemir Tortelli, Edegar pretto, Jeferson Fernandes, Luiz Mainardi, Miriam Marroni, Nelsinho Metalúrgico, Stela Farias, Tarcisio Zimmermann, Valdeci Oliveira e Zé Nunes.
PDT - Enio Bacci e Juliana Brizola.
PTB - Aloísio Classmann, Luís Augusto Lara, Maurício Dziedricki, Ronaldo Santini
PCdoB - Juliano Roso, Manuela d'Ávila.
PSOL - Pedro Ruas
PPL - Bombeiro Biachini
Rede - Regina Becker Fortunati

Estes bravos deputados honraram seus mandatos e ficaram do lado do progresso político, social e econômico do RS
PMDB - Alexandre Postal, Álvaro Boessio, Gabriel Souza, Gilberto Capoani, Ibsen Pinheiro, Tiago Simon, Vilmar Zanchin.
PP - Frederico Antunes, Gerson Borba, João Fischer, Marcel van Hattem, Sérgio Turra, Silvana Covatti.
PDT - Ciro Simoni, Eduardo Loureiro, Gilmar Sossela, Marlon Santos, Vinicius Ribeiro.
PTB - Sérgio Moraes
PSDB - Jorge Pozzobom, Pedro Pereira, Zilá Breitenbach, Adilson Troca.
PSB - Catarina Paladini, Elton Weber, Liziane Bayer.
PV - João Reinelli
PR - Missionário Volnei
PPS - Any Ortiz

Schirmer poderá ir para a Casa Civil de Sartori

Caso o deputado Márcio Biolchi não volte para a Casa Civil depois das suas férias de 12 dias, poderá ir para o seu lugar o prefeito de Santa Maria, Cesar Schirmer, compadre de Sartori e uma das raposas mais felpudas do PMDB, por cujo Partido já foi deputado, presidente da Assembléia e secretário da Fazenda.

Na Assembléia, a atuação de Biolchi como articulador político do governo é tida como desastrosa.

Biolchi, esperto, pega férias com salário de deputado federal

O chefe da Casa Civil do governo gaúcho, Márcio Biolchi, fará uma manobra esperta para receber salário de deputado federal enquanto sai de férias.

É que ele sairá do Piratini amanhã, reassumirá seu mandato, e como a Câmara está em recesso, poderá gozar suas férias de 12 dias com salário de deputado, valor que já recebe, porque secretário de Estado pode optar entre o baixo salário deste cargo e o melhor salário de deputado federal.

Caso saísse sem fazer a manobra, teria que optar pelo que ganha como secretário, portanto 1/3 a menos.

Ele viajará para os EUA com a família.

No retorno, voltará para a Casa Civil.

Até que volte, Mauro Pereira deixa de ser deputado e volta para a suplência.

Raul Pont poderá conseguir menos de um dígito nas eleições de Porto Alegre

Ao confirmar o lançamento do nome do ex-deputado Raul Pont para a prefeitura de Porto Alegre, o PT corre o risco de não emplacar sequer o único dígito que o deputado Adão Villaverde conseguiu na última eleição.

Piratini anunciará pagamento em dia do funcionalismo estadual

O governo passou sinais claros de que esta tarde anunciará o pagamento em dia dos servidores do Executivo do RS.

Esgotam passagens de ônibus para Santa Catarina

Não há mais passagens de ônibus à venda para Santa Catarina, saindo de Porto Alegre.

Delegados da PF protestam contra cortes no orçamento. Eles exigem "menos discurso e mais ação" do governo.

CLIQUE AQUI para ler a carta dos delegados da Polícia Federal ao governo. No texto, eles exigem que o ministro Cardozo faça menos discurso e aja mais. 

São Paulo, via WhatsApp

O orçamento da Polícia Federal sofrerá um corte de R$ 133 milhões em 2016, como já informou o editor. Com isso, ficam comprometidas todas as operações da PF, em especial aquelas que combatem crimes cometidos contra o Tesouro.


Ontem, 37 delegados da PF enviaram uma carta a José Eduardo Cardozo, exigindo que "menos discursos e mais ações efetivas do Ministério da Justiça em defesa da Polícia Federal", a fim de "impedir que a Polícia Federal seja alvo de um processo de sucateamento em razão do cumprimento da sua competência constitucional: combater o crime organizado, os crimes decorrentes dos desmandos políticos e econômicos e a corrupção".