Delinquentes pró-Dilma incendeiam a sede do PMDB de Porto Alegre

Grupos de ativistas contrários ao impeachment da agora ex-presidente Dilma Rousseff depredaram esta noite a sede do PMDB de Porto Alegre.  

O protesto na capital gaúcha começou por volta das 18 horas com uma concentração da Esquina Democrática, tradicional palco de mobilizações populares, no centro de cidade. 

Depoisde um velório improvisado, algumas pessoas se dirigiram ao prédio do PMDB, na Avenida João Pessoa, e com chutes e empurrões forçaram a entrada no local. Na sequência, atearam fogo e empurraram um contêiner que estava rua para dentro do local. Quase todos cobriam o rosto com camisetas e lenços.

Nota do PMDB
Nunca, desde o fim do regime militar, as instalações de um Partido político haviam sido violadas sob pretexto político. E nem mesmo durante a ditadura, o arbítrio foi capaz de atear fogo numa sede partidária.
 O PMDB de Porto Alegre fará todos os esforços para que esse ato de barbárie seja apurado e seus responsáveis sejam punidos com o rigor da lei. Porque no regime democrático a disputa política não pode tolerar a violência e o crime.
 Antenor Ferrari

Presidente do Diretório Municipal do PMDB de Porto Alegre

Kátia Abreu disse no Senado que Dilma precisa emprego público porque teria aposentadoria de apenas R$ 5 mil

Foi pungente o discurso de hoje da senadora Kátia Abreu, PMDB, que anunciou para um plenário perplexo do Senado, que a ex-presidente Dilma Roussef viveria com uma aposentadoria miserável, caso tivesse seus direitos políticos suspensos por oito anos, o que a privaria de ocupar qualquer função pública.

Calculando o que a ex-presidente recebia como empregada da FEE, RS, a milionária política mato-grossense, que é fazendeira, disse que a ex-presidente receberá apenas R$ 5 mil por mês como aposentada. O editor checou a informação e soube que Dilma suspendeu seu contrato de trabalho com a FEE quando foi para o ministério de Lula, preservando seus direitos para uma aposentadoria futura, o que parece ser o caso revelado pela senadora, que disse ter recebido a informação da própria ex-presidente.

Foi um dos argumentos que a senadora usou para pedir a manutenção dos direitos políticos de Dilma.

Kátia Abreu não fez referência aos R$ 30 mil mensais que sua amiga receberá como ex-presidente e também não levou em consideração que não existem apenas empregos públicos no Brasil.

Mínimo subirá 7,3%, subindo para R$ 945,80

O governo anunciou ainda há pouco que o novo salário mínimo será de R$ 945,80, com aumento de 7,3%.

O aumento cobrirá apenas a inflação do período, portanto sem aumento real.

Caiado saiu da base. Ele protestou contra acordão que preservou direitos políticos de Dilma.

Do mesmo modo que Caiado, os senadores do PSDB revoltaram-se e num primeiro momento ameaçaram recorrer ao STF, peitando o PMDB e Temer, mas depois de consultas ao presidente, que lhes disse que foi traído (Temer repetiu isto na reunião do ministério, logo depois, embora de modo oblíquo), resolveram recuar. O recuo ocorreu pela explicação pública do presidente e porque este prometeu que não toleraria novas traições de Renan Calheiros. 

O senador Ronaldo Caiado protestou contra os 19 senadores da base do governo que traíram o voto que deram pelo impeachment, mas ficaram com o PT e o PCdoB no apoio à preservação dos direitos políticos de Dilma.

Em consequência, anunciou que está fora da base do governo de Michel Temer.

O líder do DEM avisou que terá atuação independente no Senado.

Ronaldo Caiado está convencido de que o benefício concedido a Dilma foi costurado entre o PMDB e o PT, inclusive com a participação direta de Lula e Temer, tendo como intermediário o senador Re nan Calheiros e contando com a conivência de Ricardo Lewandowski. 

Dilma voltará neste final de semana, a tempo de participar da campanha de Raul Pont

Dilma Roussef anunciou esta tarde que neste final de semana começa a mudança para Porto Alegre. Ela poderá incorporar-se imediatamente à campanha de Raul Pont, que disputa a sucessão de José Fortunati, conforme desejo do ex-vice-governador Miguel Rosseto.

O PT gaúcho ainda não decidiu se fará recepção festiva para a presidente cassada por crimes de improbidade administrativa.

Tribunal Federal de Porto Alegre nega recurso de Lula que levantou suspeita sobre amizade entre Moro e desembargador do TRF4

Lula perde outra para Moro. O ex-presidente fote de Moro como o diabo foge da cruz.


O TRF4, Porto Alegre, negou esta tarde, por unanimidade, recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa havia impetrado agravo regimental contra decisão que não conheceu pedido de esclarecimento acerca de eventual relacionamento pessoal entre o juiz federal Sérgio Moro e o desembargador federal João Pedro Gebran Neto, responsável pelos processos da Operação Lava Jato no tribunal. Segundo o TRF-4, o agravo regimental não é o recurso correto para este tipo de questionamento, mas sim a exceção de suspeição criminal.

No início de julho, a defesa de Lula anexou petição na qual pedia informações acerca de uma possível relação pessoal próxima entre os julgadores de primeiro e segundo graus. Gebran não conheceu o pedido, entendendo que o meio processual usado não era o adequado. A defesa ingressou com agravo regimental requerendo a reconsideração da decisão.

Segundo a turma, a arguição da suspeição ou do impedimento do julgador deve ser feita pela via da exceção, ou seja, pelo recurso que leva o nome de Exceção de Suspeição Criminal, meio não utilizado pela defesa. 

Sartori decreta situação de emergência no sistema prisional do RS

O que disse Sartori: "Estamos decretando situação de emergência no sistema prisional.Medida agiliza a construção e reforma de presídios e a compra de equipamentos — José Ivo Sartori (@JoseIvoSartori) 31 de agosto de 2016"

O governador José Ivo Sartori decretetou situação de emergência no sistema prisional no Rio Grande do Sul. O governador fez o anúncio através da sua conta no Twitter no final da tarde desta quarta-feira. Entre as medidas previstas como emergenciais, portanto de execução imediata, está a construção e reforma de presídios e a compra de equipamentos para reforçar a Segurança Pública. 

Um dos atos principais será a permuta de imóveis em desuso ou mal utilizados, visando levantar recursos para abrir vagas em presídios. O primeiro ato deste programa será outro projeto de lei que altera a legislação existente. Permitirá, por exemplo, a permuta do imóvel onde hoje funciona a Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH) por área construída. A transação poderá gerar mil novas vagas no sistema prisional.De acordo com o Sartori, o projeto irá permitir ao governo permutar, ceder e vender imóveis em desuso, sem a demora e a burocracia de aprovar cada caso individualmente.

A intenção do governo é criar mais de 6 mil novas vagas prisionais, das quais cerca de 3 mil já estão em construção pelo Estado. O que disse o governador:

- Estamos enviando à Assembleia Legislativa, em regime de urgência, projeto de lei que cria o programa de Aproveitamento e Gestão dos Imóveis do Estado.


Eis a lista dos 19 traidores do povo brasileiro

Estes senadores traíram o povo brasileiro, porque depois de votarem, pelo impeachment, recuaram e votaram pela preservação dos direitos políticos da presidente condenada por crime (dos 19 traidores, 10 são do PMDB):

- Acir Gurgacz
- Antonio Carlos Valadares
- Cidinho Santos
- Cristovam Buarque
- Edison Lobão
- Eduardo Braga
- Hélio José
- Jader Barbalho
- João Alberto Souza
- Raimundo Lira
- Renan Calheiros
- Roberto Rocha
- Rose de Freitas
- Telmário Mota
- Vicentinho Alves
- Wellington Fagundes

As três abstenções, que favoreceram Dilma:
- Eunício Oliveira
- Maria do Carmo Alves

- Valdir Raupp

Polícia Civil decreta greve branca para quinta-feira no RS

O Sindicato dos Policiais do RS, Sinpol, tirou nota para avisar que a partir desta quinta-feira os policiais gaúchos só atenderão casos graves.

A greve branca durará até que o governo complete os pagamentos dos salários dos servidores.


Lamacchia aplaude o impeachment. E avisa: "Os grandes problemas ainda precisam ser resolvidos".

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamacchia, tirou nota neste final de tarde, na qual afirma que a condenação de Dilma Rousseff no julgamento realizado no Senado Federal, sob o comando do presidente do Supremo Tribunal Federal, inaugura um novo momento na política nacional.

De que forma ? 

Eis o que explicou o presidente da OAB na sua nota, ao avisar que os problemas brasileiros prosseguirão desafiando os brasileiros e precisam ser resolvidos:


- O impeachment é legal, mas não resolve todos os problemas do Brasil. O impeachment encerra mais um capítulo doloroso da história política brasileira. É uma página a ser virada, mas não esquecida. Dela, é preciso extrair lições para o futuro, para que o país não reincida nos mesmos descaminhos que levaram ao descrédito grande parte da classe política.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

18h, Parcão, Porto Alegre, tem festa do Chopp sem Dilma

CLIQUE AQUI para ler "O circo do julgamento", artigo de Marcelo Aiquel.

As 18h, no Pacão, Porto Alegre, a Banda Loka Liberal, que se notabilizou durante a campanha pelo impeachment, vai reunir maniestantes para um evento chamado Chopp sem Dilma.

É para festejar o bota-fora de Dilma e manter a mobilização para as prisões dos políticos e empresários corruptos que saquearam os cofres públicos.


Começa nesta quinta-feira a liquidação do shopping Total, o "Loucura Total"

Começa nesta quinta-feira a liquidação do shopping Total, Porto Alegre, intitulad  "Loucura Total". Todo o Shopping estará com ofertas.  O Shopping Total espera um público de 350 mil pessoas durante os seis dias de campanha.

O evento é considerado a maior ação de varejo de shopping centers do Rio Grande do Sul e ocorrerá entre os dias 1 e 6. A abertura será feita a partir das 12h desta quinta-feira dia 1º. Sexta, sábado, segunda e terça as lojas funcionam das 10h às 22h e no domingo as lojas do TOTAL abrem das 11h às 20h.

Todas as promoções e novidades da 27ª Loucura TOTAL estão disponíveis no site (www.shoppingtotal.com.br), na página do Facebook (www.facebook.com/ShoppingTOTAL),  Twitter (@Shopping_TOTAL ) e Instagran (Totalshopping).

PIB mostrou queda de 0,6% no segundo trimestre deste ano

O Produto Interno Bruto registrou queda de 0,6% no segundo trimestre na comparação com os três primeiros meses deste ano, descontada a sazonalidade, conforme divulgado hoje pelo IBGE. O resultado ficou abaixo das projeções do mercado, que apontavam contrações de 0,3% e 0,5%, respectivamente, de acordo com coleta da Bloomberg. 

Na comparação interanual, o PIB recuou 3,8%, acumulando retração de 4,9% nos últimos doze meses. 

Em termos nominais, o PIB chegou a R$ 1,53 trilhão no período.

Pela ótica da oferta:
Serviços, menos 0,8%
Comércio, menos 0,8%
Agro, -2%
Indústria, 0,3% 

Diante do resultado conhecido hoje e levando em consideração os indicadores antecedentes e coincidentes referentes ao trimestre vigente já divulgados, o mercado espera contração de 0,3% do PIB no terceiro trimestre. O Bradesco fala em estabilidade e projeta recessão de 3% para este ano.

No último minuto, eles traíram o povo brasileiro.

Entrevista, Pedro Lagomarcino, advogado - Lewandowski cunhou páginas negras neste processo de impeachment.

Como você analisa a forma que o Ministro Lewandowski conduz o processo do "impeachment"?

Penso que páginas negras acabaram de serem escritas no Direito Constitucional brasileiro.

E quem teria sido o autor desta página?

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski.

Por quê?

Pelo que analisei, além de manifesto, é notório o desconhecimento do referido ministro, sobre o processo de "impeachment". No momento que Lewandowski afirmou na sessão ocorrida sexta-feira (19-08-2016) que o processo de "impeachment" seria algo assemelhado ao processo penal e ao Tribunal do Júri, o notório desconhecimento deste instituto passou a ser cartesiano. Tal declaração foi uma excrescência, uma verdadeira aporia, algo estapafúrdio. Lewandowski demonstrou que sequer leu e, se assim o fez, "rasgou" a obra mais consistente que trata sobre este instituto jurídico, de autoria do saudoso ministro Paulo Brossard (O Impeachment). Aliás, não posso deixar de citar (conforme a dedicatória da imagem registra) que o ministro Paulo Brossard, foi meu orientador, fora da Universidade, do trabalho de conclusão de curso de minha autoria e muito me ensinou sobre este instituto em particular.

Você estudou a fundo este instituto?

Sim. com certeza.

CLIQUE AQUI para ler a entrevista completa.

Após impeachment, Bovespa e dólar operam em queda

O dólar comercial e a Bovespa operavam em queda nesta quarta-feira. Por volta das 16h, a moeda norte-americana tinha baixa de 0,15%, a R$ 3,235 na venda.

Já o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, perdia 1,73%, a 57.563,12 pontos.

Oposição quer "tomar Caracas", Maduro diz que é a nova Dilma

A oposição venezuelana promete “Tomar Caracas” nesta quinta-feira, com uma grande manifestação que o  tiranete venezuelano Nicolás Maduro classifica como um golpe de Estado promovido pelos Estados Unidos. Em antecipação do protesto, convocado a nível nacional, foram detidas várias figuras da oposição, e teme-se uma repressão violenta.

O protesto "Tomar Caracas" foi convocado pela coligação opositora Mesa de Unidade Democrática (MUD), que quer que seja a “maior mobilização da História” da Venezuela, para mostrar ao mundo “o tamanho do descontentamento no país” e assinalar o “início da derrota do regime”, segundo o secretário-geral da MUD, Jesús Torrealba.

Para Maduro, é apenas mais um “ataque imperialista” dos EUA no plano mais largo para desestabilizar os governos de esquerda da América Latina – tal como a destituição de Dilma Rousseff no Brasil.

CLIQUE aqui para ver as razões dos venezuelanos para tomar as ruas de Caracas (jornal El Nacional).

Temer presta juramento como novo presidente da República

Michel Temer participa da sessão solene agendada para marcar sua posse como presidente da República.

Os chefes dos três Poderes estão presentes ao ato, que promete ser curto, algo como 30 minutos, porque o presidente ainda quer gravar um pronunciamento à Nação, 5 a 6 minutos, que será veiculado à noite pela TV, e além disto quer reunir seu ministério e depois embarcar para a China.

Além dos senadores e deputados, o plenário do Senado está repleto de jornalistas, ministros e convidados. A oposição está ausente.

Chegou a hora de pegar "o chefe" Lula

Qual dos dois irá primeiro pra a cadeia.


Depois do impeachment de Dilma, chegou a hora e a vez de pegar o chefe, todas as forças devem ser dirigidas contra Lula.

O Jornal O Estado de São Paulo definiu bem a questão em seu editorial desta quarta-feira:

“A partir de agora, será preciso entender como foi possível que tantos tenham se deixado enganar por um político que jamais se preocupou senão consigo mesmo, com sua imagem e com seu projeto de poder; por um demagogo que explorou de forma inescrupulosa a imensa pobreza nacional para se colocar moralmente acima das instituições republicanas; por um líder cuja aversão à democracia implodiu seu próprio partido, transformando-o em sinônimo de corrupção e de inépcia. De alguém, enfim, cuja arrogância chegou a ponto de humilhar os brasileiros honestos, elegendo o que ele mesmo chamava de 'postes' – nulidades políticas e administrativas que ele alçava aos mais altos cargos eletivos apenas para demonstrar o tamanho, e a estupidez, de seu carisma”.

Veja como votaram os senadores para o impeachment e para a inegibilidade

Traiçoeiro, trabalhando em causa própria, Renan liderou a quinta-coluna que preservou os direitos políticos de Dilma.


Dilma Rousseff teve o impeachment aprovado nesta quarta-feira com o voto de 61 senadores – sete a mais que o necessário. Vinte parlamentares se posicionaram contra a cassação da petista. 

Já na votação da perda de seus diretor políticos, apenas 42 senadores votaram a favor e 36 contra. Foi uma diferença (queda) de 19 votos da primeira para a segunda votação. Na votação para o impeachment apenas dois peemedebistas foram contra, na segunda, foram nove, incluindo aí Renan Calheiros.

Com isso, Dilma pode ser candidata além de não perder seus direitos pode ser candidata nas próximas eleições.

CLIQUE aqui e confira os votos de cada Senador.

Temer grava pronunciamento para hoje à noite

O presidente Michel Temer gravou nesta quarta-feira o pronunciamento que fará em cadeia nacional de rádio e televisão nesta quarta-feira, às 20h.

A gravação foi feita no Palácio do Jaburu. Apesar de o peemedebista esperar o resultado do julgamento do impeachment para gravar, a mensagem já estava sendo elaborada havia algumas semanas.

Na mensagem, Temer tentará mostrar disposição de tirar o Brasil da crise econômica e política e colocá-lo "nos trilhos". No vídeo, que deverá durar entre 5 e 10 minutos, Temer fará um aceno ao mercado financeiro, destacará as necessidades de reformas e pedirá pacificação nacional.

Como estará se dirigindo à Nação pela primeira vez como presidente efetivo, Temer falará também do que fez no período de interinidade, como o aumento do Bolsa Família. Assim que assumiu, Temer gravou um vídeo para suas redes sociais em que se "apresentou" aos beneficiários do programa.

De acordo com o marqueteiro do PMDB, Elsinho Mouco, Temer não usará a faixa presidencial na gravação.

Taxa de desemprego registra alta na Região Metropolitana de Porto Alegre

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de Porto Alegre registrou novo aumento, ainda que de forma menos intensa, em julho. No mês passado, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), a parcela da população desocupada na região passou de 10,3% para 10,4% em relação ao mês de junho.

Em números absolutos, são 197 mil os desempregados na Grande Porto Alegre. A taxa, apesar disso, é a menor entre as cinco capitais pesquisadas – o pior resultado é o de Salvador, onde o desemprego já passa de 25,7%.

O número de pessoas ocupadas na Região Metropolitana de Porto Alegre diminuiu mais do que a taxa: foram fechadas 0,4% das vagas, diminuindo de 1,708 milhão para 1,701 milhão os trabalhadores empregados formal ou informalmente.

Impeachment de Dilma repercute na imprensa internacional

A decisão do Senado de destituir Dilma Rousseff (PT) da Presidência da República teve grande repercussão entre os principais veículos de comunicação internacional. Citando um longo processo de crise política e econômica, os jornais The Guardian, Wall Street Journal, Le Monde e The Washington Post avaliam que o cenário político e econômico brasileiro deve permanecer turbulento durante a gestão de Michel Temer (PMDB).

O norte-americano The New York Times destacou o intenso debate que tomou conta do país sobre o fato de Dilma ter cometido ou não crimes contra a Constituição. “Para muitos críticos, o impedimento foi uma queda justa para uma líder arrogante e representante de um partido que se perdeu no poder. Já os críticos ao processo chamam o processo de golpe de Estado, que atacou a jovem democracia brasileira”, avaliou o jornal.

Alguns veículos europeus apontaram a presença de parlamentares corruptos no julgamento de Dilma. “A primeira presidente mulher do Brasil foi destituída do cargo por um Senado manchado por corrupção depois de um duro julgamento que põe fim ao período de 13 anos de governo do Partido dos Trabalhadores”, diz a matéria do periódico britânico The Guardian.

DEM e PSDB vão ao STF recorrer contra direitos políticos de Dilma

Os senadores Ronaldo Caiado e Aécio Neves avisam que seus partidos irão recorrer ao STF da decisão de manter os direitos políticos de Dilma Rousseff.

Dilma poderá ser candidata a prefeito ou vereador em Porto Alegre nas atuais eleições

Michel Temer tomará posse no Congresso as 16h. Dilma já foi comunicada sobre o impeachment, mas foi comunicada sobre a manutenção dos seus direitos políticos. Se quiser disputar vaga de vereador ou de prefeito em Porto Alegre, poderá fazê-lo. Basta que um candidato do PT renuncie.

Senado aprova impeachment de Dilma por 61 votos

Por 61 votos a favor e 20 contra, o Senado federal acaba de aprovar o impeachment de Dilma Vana Roussef.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, votou sim.

O ministro Eliseu Padilha acertou o resultado.

Quem são os canalhas agora Lindenbergh?

Tchau querida.

Lewandowsky começa etapa final de cassação de Dilma

O presidente do STF, Ricardo Lewandowsky já está no plenário do Senado. Ele quer concluir o processo de cassação de Dilma até as 13h30min.

Depois da cassação, Michel Temer irá ao Congresso para tomar posse. O ato sairá no plenário da Câmara.

Thiago Lacerda denuncia o que há por trás do lulopetismo dos artistas alinhados com Dilma e Lula

Este recado de Thiago Lacerda deve ser lido pelos lulopetistas e dilmistas que não percebem a natureza do apoio que concedem a ladrões dos cofres públicos.

De uma certa forma, o ator explica o que está por trás de tanta "fidelidade ideológica".

A referência às boquinhas da Lei Rouanet é mortal e verdadeira.

E é.

Detran começa a filmar aulas práticas de direção no RS

A partir desta quinta-feir, as aulas práticas de direção começam a ser filmadas em 29 municípios da Região Metropolitana e Vale dos Sinos. 

O calendário de implantação, que inclui também o registro eletrônico das aulas, será gradual no estado, para permitir ajustes técnicos. A filmagem das provas práticas está prevista para iniciar em 1º de novembro.


Estância Velha, Esteio, Feliz, Gravataí, Guaíba, Igrejinha, Ivoti, Montenegro, Nova Hartz, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Parobé, Portão, São Jerônimo, São Leopoldo, São Sebastião do Caí, Sapiranga.

Blairo Maggi vai na frente para a China. Ele visitará oito Países da Ásia. O governo quer mais da região.

O presidente Michel Temer aguarda a decisão do Senado sobre o impeachment para embarcar para a China, o que poderá acontecer esta noite, depois da sua posse solene no Congresso.

Temer participará da reunião de chefes de Estado do G20.

É certo que três ministros também irão ao G20, no caso os ministros da Agricultura, Blairo Maggi; Fazenda, Henrique Meirelles; e José Serra, Exterior.

O ministro Blairo Maggi irá sozinho, esta noite. Ele cumprirá agenda de 20 dias pela Ásia, visitando oito Países, tentando ampliar negociações para mais negócios para o agro brasileiro. A idéia é elevar a curtíssimo prazo a fatia atual de produtos exportados para a Ásia, atualmente de 7%. Blairo Maggi e o governo Temer querem 10%.

Artigo, Gustavo Ioshpe, Veja - Nossas escolas ajudam na formação de patifes

A análise a seguir é do economista Gustavo Ioschpe. Ela foi publicada na Veja sob o título "O que há de errado conosco ?" O texto a seguir é a edição da parte final do artigo de duas páginas, justamente o que trata da educação atualmente ministrada nas nossas escolas. 

A pergunta que se coloca urgentemente, antes que passemos por mais um impeachment, Lava-Jato ou mensalão, é o que devemos fazer para mudar. A resposta mais óbvia-precisamos que os pais deem melhores ensinamentos e exemplos para seus filhos – é inexequível. Não podemos nos imiscuir na maneira como pais se comportam em casa. As duas instituições-chave do Estado (portanto, sob nosso controle) que precisam ser acionadas nesta luta são a escola e o Judiciário.
Apesar de todo o blá-blá-blá sobre formar cidadãos conscientes, nossas escolas ajudam na formação de patifes. Porque são, elas mesmas, instituições profundamente antiéticas. Alunos colam em quase todas as provas e os professores fazem vista grossa. Também, pudera: a maioria dos mestres também é aética. Falta às aulas, chega atrasada, não cumpre com suas obrigações profissionais.
O professor médio brasileiro não está em condições morais de cobrar comportamento virtuoso de seus pupilos.
A própria incompetência da nossa escola conspira contra a honestidade: o livro de Almeida mostra que, quanto mais instruída a pessoa, mais séria ela tende a ser.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Vendas dos supermercados tiveram crescimento real em julho

Segundo a Abras, as vendas reais dos supermercados apresentaram nova alta em julho, apontando para algum crescimento da atividade varejista no período

As vendas reais dos supermercados subiram 0,6% na passagem de junho para julho, de acordo com os dados dessazonalizados pelo Depec-Bradesco e divulgados ontem pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), sucedendo elevação de 0,7% no mês anterior. Na comparação interanual, houve crescimento de 4,2%. E, em termos nominais, as vendas dos supermercados subiram 13,3%, na mesma métrica. Esse resultado, juntamente com indicadores coincidentes divulgados anteriormente, sugere avanço da atividade varejista restrita (que exclui os segmentos de veículos e materiais de construção) no período. Mesmo assim, a retomada do consumo das famílias acontecerá gradualmente nos próximos meses, tendo em vista o ajuste ainda em curso no mercado de trabalho.

Análise - Velocidade do desempego começa a diminuir

Esta análise é de hoje e leva a assinatura da equipe econômica do Bradesco.

Acreditamos que o ajuste do mercado de trabalho começará a perder força ao longo deste semestre, mesmo com a taxa de desemprego ainda em elevação, os salários arrefecendo e os empregos informais ganhando participação em relação aos formais. Assim, mantendo a tendência de alta dos últimos meses, no trimestre findo em julho, a taxa de desemprego nacional chegou a 11,6%, de acordo com a Pnad Contínua, divulgada ontem pelo IBGE. Descontada a sazonalidade, a desocupação subiu de 11,0% para 11,4%, de junho para o mês passado. Na comparação com o mesmo período de 2015, houve elevação de 3,0 pontos percentuais. Assim como verificado no mês anterior, a população ocupada apresentou contração interanual de 1,8%, ante recuo de 1,5% em junho. Já a população economicamente ativa cresceu 1,5%, ante 1,8% no mês anterior, atingindo sua menor alta dos últimos catorze meses. Após ter apresentado desaceleração importante em junho, o rendimento médio nominal acelerou levemente em julho, na comparação interanual, ao passar de uma alta de 4,8% para outra, de 5,5%.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Artigo, Astor Wartchow, Zero Hora - Propaganda e história

Lastimo que a presidente Dilma não tenha aproveitado a oportunidade – no seu discurso aos senadores - para pedir desculpas ao povo brasileiro.

Especialmente aos seus eleitores, iludidos e enganados por um conjunto de promessas irreais e informações sócio-econômicas omitidas e falsificadas durante o processo eleitoral de 2014.
“Quando acaba a propaganda, vem a história”, disse um personagem de um filme que vi, faz alguns dias. Evidentemente, não poderia ser diferente. Quem entende um mínimo de economia já previa tudo isto.

Descontados os fanáticos governistas e crentes na sua “igrejinha ideológica”, sabia-se de antemão que “o conjunto da obra” era insustentável.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Editorial, Valor de hoje - Colapso político e econômico facilita o impeachment

Desde pelo menos 2013 o governo de Dilma Rousseff deu chances ao azar, ao realizar operações heterodoxas com a contabilidade pública, depois batizadas de pedaladas fiscais. Ao assumir a Presidência, a dívida bruta federal era de 54,2% do PIB. Ao ser afastada do cargo para enfrentar um processo de impeachment, a dívida havia saltado para 68,6% do PIB - e deverá crescer até o fim da década. Sua administração arruinou as contas públicas e produziu em 2015 um rombo de quase US$ 100 bilhões, o maior desde 1996.

Pode-se produzir um resultado desastroso desses sem ferir leis. O equilíbrio fiscal não era prioridade do governo Dilma, mas em vez de assumir as contas no vermelho, prometeu superávits (cada vez menores) e enfeitou as contas, adiando a progressiva ruína do Estado. Com isso, abriu um flanco vulnerável legal, que foi aproveitado politicamente por seus adversários. Quando isso ocorreu, a presidente já havia perdido totalmente as condições de influenciar o Congresso e, com isso, de governar.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Voto e cassetete podem ensinar bons modos democráticos aos desordeiros políticos

A liberdade não pode ser usada para acabar com a liberdade.

As TVs mostraram ontem algumas cenas de milicianos arrebanhados pelo PT e pela CUT para perturbar o andamento dos trabalhos.

Eles ocuparam alguns metros da Esplanada dos Ministérios e da Avenida Paulista.

Em São Paulo, queimaram pneus retirados aos magotes de vans, como também enfrentaram a PM com paus e pedras.

Os mais violentos apanharam, foram derrubados, algemados e presos.

É hora de enquadrar os perturbadores da ordem aos limites da lei, mesmo que a custa de cassetetes, algemas e cadeia para os bandidos, porque os desordeiros políticos não podem usar a violência para vencer jogo perdido no campo democrático.

Padilha faz sua última previsão: "Dilma será cassada por 60/61 senadores"

No seu Twitter, hoje, o ministro Eliseu Padilha dá como certa a cassação de Dilma Roussef.

Ele só não sabe se o impeachment será aprovado por 60 ou 61 senadores (61, caso Renan vote).

O editor aposta uma votação entre 58 a 61.

Padilha não costuma errar.

O editor costuma errar.

Artigo, Reinaldo Azevedo, Veja - 15 anos depois, os pettisas estão no olho da rua

A resistência venceu. Ao longo dos anos de contínua depredação da verdade e da lógica, soubemos manter as nossas instituições e reagimos com a devida presteza todas as vezes em que eles tentaram mudar os códigos do regime democrático. Não estão mortos. Não estão acabados

Quinze anos depois de eu ter criado a palavra “petralha” para designar as práticas dos petistas em Santo André, lá se vão eles. Morrem com retrato e com bilhete, mas sem luar, sem violão. Sei muito bem o peso de enfrentá-los ao longo dos anos. Hoje é fácil. Felizmente, os grupos de oposição ao petralhismo se multiplicaram. E ninguém corre o risco de morrer de solidão por enfrentar a turma. Alguns o fazem até por oportunismo. Outros ainda porque farejam uma oportunidade de negócios. O tempo que depure as sinceridades, as vocações, as convicções. Não serei eu o juiz.

Sinto-me intelectualmente recompensado. 

CLIQUE AQUI para ler mais.

Cairolli foi pedir ajuda ao Exército

É inadmissível que passada uma semana da demissão do secretário Wantuir Jacini, continue vaga a chefia da pasta da Segurança Pública, área justamente de maiores problemas do governo Sartori. A lentidão do governo é irritantemente inaceitável.

O vice-governador José Paulo Cairoli visitou, nesta terça-feira, o Comando Militar do Sul, em busca de auxílio para a crise de segurança que o Rio Grande do Sul. O Comando é responsável pelo contingente do Exército em toda a região Sul do Brasil (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná). O comandante militar do Sul, general de Exército Edson Leal Pujol, não participou da reunião por estar em viagem pela Argentina.

Ele fez isto como coordenador do Gabinete de Crise.

Também nesta condição, ele reuniu ontem os membros do Gabinete. Uma das ações discutidas na reunião tem como foco a liberação dos módulos 2,3 e 4 do complexo prisional de Canoas, totalizando mais 2 mil vagas. A estimativa do governo, considerando a realização de licitação e as obras de esgoto e saneamento, é a de que seja possível disponibilizar as vagas em março do ano que vem. O primeiro módulo foi inaugurado em março deste ano. O déficit de vagas prisionais no Estado atualmente é superior a 6,3 mil. Também estão nos planos do Piratini a busca de recursos do governo federal para a área penitenciária.

O caso de Canoas vai com lentidão inaceitável para a emergência da crise. O presídio é o que está mais próximo de possibilitar ampliação de proporção e a lentidão do governo em buscar recursos, mesmo com alianças, chega a ser insuportável.

As verbas já estariam disponíveis, mas a liberação, segundo o próprio governo, enfrenta problemas burocráticos e de elaboração de projetos. 

O vice Cairoli mantém o comando interino da Secretaria da Segurança Pública até que se defina o nome do sucessor de Wantuir Jacini. 

Sartori anuncia nono parcelamento de salários da sua gestão de 19 meses

Sartori continua sem dizer de que modo pretende voltar à normalidade e nem quando isto acontecerá, agindo sempre de modo voluntarista na condução das finanças públicas, sem plano de vôo.

O governo José Ivo Sartori (PMDB) anunciou nesta terça-feira, por meio de nota oficial publicada no site do Palácio Piratini, que deverá parcelar os salários do funcionalismo estadual mais uma vez e depositará, nesta quarta nas contas dos servidores públicos estaduais, apenas R$ 800,00. Este é o sétimo parcelamento consecutivo de salários em 2016 e o nono desde o início da gestão do peemedebista à frente do executivo estadual.

Melo pede ajuda de Onyx e Beto Albuquerque

Ao meio dia, o candidato almoçará no Tá na Mesa, Federasul.

Temendo não se mover nas pesquisas e permanecer num complicada quarto lugar, carregando o fardo da impopularidade de José Fortunati (63% de reprovação no Ibope) Sebastião Melo, candidato do PMDB/PDT vai pedir uma ajuda aos coligados do DEM, Ony Lorenzoni, e do PSB, Beto Albuquerque. 

Quer gravar apoio dos dois para veicular no horário gratuito de rádio e televisão. 

E mais: sua equipe de campanha recebeu o reforço do jornalista Giuliano Thaddeu, assessor de Fortunati.  

Opinião do editor - Eu já sabia que isto iria acontecer com Dilma Roussef

Na campanha eleitoral de 2010, o editor gravou o depoimento a seguir, no qual fez projeções sombrias sobre o que aconteceria no caso da vitória de Dilma Roussef sobre José Serra, PSDB.

O editor nunca foi do PSDB, mas apoiou Serra.

As previsões revelaram-se certeiras, como o leitor poderá verificar ao examinar o video, que foi exibido várias vezes durante a campanha do candidato tucano.

O editor substituiu Dilma na secretaria da Fazenda durante o governo Collares em Porto Alegre. Mais tarde, foram companheiros na administração estadual, ela na secretaria de Minas e Energia e o editor na Casa Civil. Também foram contemporâneos na direção estadual do PDT.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir.

Saiba como será a agenda de hoje no processo de cassação de Dilma Roussef

Dilma Roussef será cassada hoje por crime de improbidade. Ela também perderá seus direitos políticos por oito anos. Depois, terá 30 dias para ir embora para casa, Porto Alegre.

Concluído o último dos 63 discursos de senadores quase na madrugada desta quarta-feira, o presidente do STF, Ricardo Lewandowsky, suspendeu a sessão de julgamento do impeachment de Dilma, que será retomada esta manhã, 11h, com um resumo que ele fará das peças de acusação e de defesa.

Em seguida falarão dois senadores de cada lado.

Só então começará a votação.

São necessários 54 votos para cassar Dilma. Isto já está assegurado. O governo acha que poderá reunir 60 votos, mas o melhor placar fica entre 59 e 51 votos.

Michel Temer será empossado solenemente pelo Congresso logo em seguida.

O presidente pretende embarcar para a China ainda hoje. Lá, quer participar da reunião do G20. O deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara, assumirá seu lugar.

Magno Malta: "Dilma, deu pra ti, baixo astral, vai pra Porto Alegre, tchau"

Magno Malta, ainda há pouco, encerrando seu discurso no Senado, dirigindo-se a Dilma:

"Deu pra ti/ baixo astral/Vai pra Porto Alegre/Tchau!"

Força Nacional de Segurança abriu o dia protegendo escolas e montando barreiras

O primeiro turno de trabalho da Operação Avante com apoio da Força Nacional de Segurança, agiu hoje nas escolas e no ataque aos roubos de carros. Neste caso, foram erguidas 12 carreiras instaladas pela cidade das 7h as 11h.

O segundo turno da Operação Avante começou as 17h e irá até as 21h.

São usados 31 viaturas e os agentes vão equipados com pistolas calibre .40 e fuzis 5.,56.

Os 136 homens da FSN atuam ao lado de 160 brigadianos em Porto Alegre e região metropolitana.

Se recorrer ao STF, Dilma já tem votos contrários de Fachin, Barroso, Teori e Gilmar Mendes

O blog do Jota, UOL, esta tarde, revela que a indicação da presidente afastada Dilma Rousseff de que pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) caso o Senado aprove o impeachment deve enfrentar resistências no tribunal.

Quatro dos 11 ministros da Corte já declararam, em entrevistas ou em decisões, que não há espaço para discutir o mérito do processo de afastamento da petista, portanto, se ela cometeu ou não crime de responsabilidade.


As declarações foram dadas pelos ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki e Gilmar Mendes.

Comércio de Caxias dá mostras de recuperação em julho

A CDL de Caxias do Sul apurou um número promissor sobre as vendas de julho do comércio varejista local:

- As vendas de julho aumentaram 0,18% sobre junho.

É certo que sobre o mesmo mês do ano passado o número foi devastadoramente baixo (16,11%), mas os dados de julho parecem indicar que o viés poderá mudar para melhor.

Vice-procuradora da República cai depois de manifestação de rua por Dilma

A procuradora Ela Wiecko, vice de Rodrigo Janot na PGR, acaba de deixar o cargo. Ela foi flagrada em manifestações públicas contra o presidente Michel Temer. Ela estava no comando das investigações do governador petista mineiro Fernando Pimentel.

Wiecko foi flagrada em Portugal.

Ela foi filmada e o filme parou na internet como parte do plano para desmoralizar o Brasil no exterior.

A procuradora é mulher do desembargador aposentado, o gaúcho Manoel Volmer de Castilhos, exonerado há pouco do gabinete de Teori Zavascjki, depois que foi descoberto firmando manifesto em defesa de Lula.

54 votos já garantem cassação de Dilma

O editor aposta em 58 a 60 votos.

Ao contabilizar os votos já declarados e mais os que foram enunciados da tribuna do Senado, esta tarde, o site UOL informou há pouco que os 54 votos para cassar Dilma Roussef já estão dados.

Dilma está impichada.

Terá que sair dentro de 30 dias do Palácio Alvorada, sem direitos políticos, cassados por oito anos.

Amanhã, Michel Temer será empossado em solenidade no Congresso.

Governo prevê concentração de mercado de telecom em 2017

O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) divulgou nota nesta segunda-feira em que comenta a visita do presidente da Oi, Marco Schroeder, ao ministro Gilberto Kassab. A nota é importante porque pontua uma série de posições do ministério sobre questões que estão em curso, e que em alguns casos inclusive transcendem as dificuldades da operadora.

Pela primeira vez, o MCTIC coloca um cenário de três operadoras no mercado brasileiro (hoje há três grupos atuantes em todos os mercados, mais TIM e Nextel atuando preponderantemente em mobilidade). A preocupação manifestada pelo MCTIC é apenas para que não haja uma consolidação levando a duas empresas.

Outro aspecto importante é a manifestação expressa de apoio ao PL 3.453/2015. A nota pede ainda que a Anatel introduza simplificações regulatórias. Em relação à situação da operadora, o MCTIC diz que "acompanha com atenção especial a evolução do plano de recuperação da empresa", e considera que o "escoamento de tráfego de telecomunicações de quase metade dos municípios do Brasil se dá exclusivamente sobre a rede da Oi".

Finalmente os corruptos do PT foram postos para fora do governo. E agora ?

Operação combate tráfico de drogas no Centro de Porto Alegre

Na manhã desta terça-feira, a Polícia Civil deflagrou a Operação Papirus, na área central de Porto Alegre. A finalidade é o combate ao tráfico de drogas na região e a localização de armas e objetos de origem ilícita.

Cerca de 100 policiais cumpriram 27 mandados de busca e apreensão na localidade conhecida como Vila dos Papeleiros e no bairro Humaitá.

Durante a ação, dois homens foram presos e três adolescentes apreendidos.

Entrevista, Antonio Risério: "Foi uma espécie de autoimpeachment"

Ao lado, o escritor Antonio Risério, em Paraty, na Flip de 2015.  Segundo ele, no marketing, “instarou-se um  quadro patológico, com o dinheiro reinando absoluto” (Foto: Folhapress)

Ex-parceiro de Duda Mendonça e João Santana no marketing do PT, o escritor Antonio Risério diz que Dilma cometeu estelionato eleitoral em 2014 – e, com isso, cavou sua sepultura. A reportagem é Guilherme Evelin, revista Época. Leia tudo:

O antropólogo e escritor baiano Antonio Risério trabalhou como redator das campanhas presidenciais do PT de 2002 a 2010, sob a batuta de seus conterrâneos Duda Mendonça e João Santana. Ele rompeu com o marketing. Com a mesma verve tropicalista com que escreveu o discurso de posse de Gilberto Gil no Ministério da Cultura em 2003, célebre pela pregação a favor de um “do-in antropológico” como a melhor política cultural para o Brasil, passou a definir os marqueteiros como uma mistura de “Goebbels, Pavlov e Odorico Paraguaçu”. É uma alusão impagável ao ministro da Propaganda do regime nazista, ao médico russo que descobriu os reflexos condicionados e ao político corrupto de O bem-amado, de Dias Gomes. No recém-lançado Que você é esse? (Editora Record, 432 páginas, R$ 47,90), Risério transforma sua crítica ao marketing num romance. Um instigante amálgama de biografia geracional da juventude que cresceu nos anos 1960 com histórias ficcionais da formação do povo brasileiro, Que você é esse?, antes de ser lançado pela Record, foi recusado pela 34. Risério acusou sua antiga editora de censura política. De Cabo Verde, na África, onde finaliza pesquisas para novos livros, ele deu esta entrevista.

(...)

ÉPOCA – O senhor trabalhou com João Santana. O que achou da prisão dele?
Risério – O que posso dizer é que finalmente uma coisa como a Operação Lava Jato aconteceu no Brasil. A Constituição de 1988 trouxe uma prefiguração disso, ao promover um Judiciário independente. No mensalão, a ofensiva foi frustrada. Eu mesmo fiquei em dúvida sobre muitas coisas ali. E topei seguir apoiando Lula e o PT. Com a Lava Jato, as máscaras estão todas caindo. E isso tem de ser levado até o fim. Ao naufrágio de todo um sistema político apodrecido, do qual o marketing faz parte, que nos agride e nos humilha com sua simples sobrevivência. E não sou pessimista. A sociedade brasileira vai sair disso melhor do que entrou.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Clientes do Bradesco tem dificuldades para acessar serviços

Os clientes do Bradesco não estão conseguindo utilizar os serviços do banco desde o começo da manhã desta terça-feira.

Ficaram instáveis os serviços de internet e mobile banking, caixas eletrônicos e o sistema de cartões, segundo relatos nas redes sociais.

Dólar fecha o dia em alta, a R$ 3,24

O dólar comercial fechou esta terça-feira em alta de 0,24%, cotado a R$ 3,24 na venda, após cair 1,21% na véspera, em um dia de poucos negócios.

Com o resultado de hoje, o dólar passa a acumular leve baixa de 0,08% no mês. No ano, a moeda tem desvalorização acumulada de 17,93%.

Eis a elite que acompanha Dilma à sepultura

Os ex-presidentes das duas mais importantes entidades empresariais do Brasil, CNI (indústria) e CNA (agricultura) resolveram ser sepultados junto com Dilma Roussef e o PT.

É que Armando Monteiro e Kátia Abreu, ex-ministros de Dilma, votarão contra o impeachment.

No RS, faz o mesmo o presidente da Fiergs, Heitor Muller.

BMW de Araquari começa a produzir o crowwover X4

A partir de amanhã, a BMW começará a produzir o crossover X4 na sua fábrica de Araquari, Santa Catarina.

Será o sexto modelo da unidade catarinense.

ACI pede derrubada de projeto apoiado por Paim no Senado

Nesta terça-feira a ACI (Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha) encaminhou carta aos senadores se posicionando contrária ao Projeto de Lei de autoria da senadora petista Regina Sousa, que altera a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, dispondo sobre o percentual mínimo de empregadas mulheres, nas atividades-fim das empresas com mais de dez empregados.

O texto proposto dispõe que as empresas com mais de dez empregados deverão observar a proporção mínima de 30% de mulheres em suas atividades-fim.

O projeto já recebeu voto favorável do senador Paulo Paim (PT) na Comissão de Assuntos Sociais.

Mais de 55 mil gaúchos ainda não sacaram abono salarial

Mais de 55 mil trabalhadores do Rio Grande do Sul ainda não sacaram o abono salarial PIS/Pasep ano-base 2014. Só em Porto Alegre, são mais de 10 mil pessoas que não pegaram o dinheiro. Os demais beneficiários estão principalmente nas seguintes cidades: Caxias do Sul, Passo Fundo e Pelotas.

O prazo termina nesta quarta-feira, dia 31. Já foi prorrogado. O valor de R$ 880 está disponível para saque nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil.


Para saber se tem direito, o trabalhador pode consultar a lista de nomes disponível no Portal do Ministério do Trabalho. É só acessar o Estado e procurar pela letra do município.

Boulevard Laçador ganha restaurante japonês e "container" do Madero

O Boulevard Laçador amplia as suas opções de gastronomia e acaba de fechar com o Mokai Sushi Lounge Bar. Destaque da culinária japonesa em Novo Hamburgo, o restaurante será inaugurado em setembro e funcionará em sistema de buffet e à la carte.

Outro restaurante que também abre em setembro uma unidade no Bloulevard é o restaurante Madero. Com investimento de R$ 1,5 milhão, a rede de restaurantes inaugura sua primeira operação Container no Rio Grande do Sul.


O cardápio é mais enxuto que o tradicional dos Steak Houses. Além da unidade no Boulevard, o Madero deve inaugurar mais dois containers no estado até o final de 2016, totalizando um investimento de mais R$ 4,5 milhões.

Localizado na entrada de Porto Alegre e ao lado do Aeroporto Internacional Salgado Filho, o Boulevard Laçador, já possui em seu mix os restaurantes Casa Di Paolo, Mc Donald’s e Bistrô 111.

Júlio Ribeiro lança sua mais nova edição de Press/Advertising

O jornalista Júlio Ribeiro já está com sua nova Press/Advertising nas bancas. As entrevistas de capa são com o publisher Fernando di Primio e com Simone Leite, primeira mulher a presidir a Federasul.

Nos próximos dias a revista poderá ser lida no sites www.revistapress.com.br e www.adonline.com.br

Operação conjunta da PM e BM desarticula quadrilha na Região Metropolitana

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Canoas (DFRV), da Polícia Civil, deflagrou, na manhã desta terça-feira, a Operação Setor 1, visando à desarticulação de um grupo criminoso especializado no roubo de veículos.

Três pessoas foram presas, além de carro, arma, munição e drogas apreendidas. Objetos de procedência suspeita também foram localizados. Um dos indivíduos que já tinha mandado de prisão, também foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Cerca de 70 policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (DPRM/Canoas) e da 3ª DPRM participaram do cumprimento de 16 mandados judiciais, dos quais 11 de busca e apreensão e cinco de prisão, em Canoas, Nova Santa Rita e zona sul de Porto Alegre.

A ação também contou com apoio de policiais da Brigada Militar. Os presos foram conduzidos à Central de Polícia em Canoas e após os procedimentos serão encaminhados ao sistema prisional.

Mercado acha que Braskem está à venda

A Braskem está à venda. É o que se especula no mercado.

Placar do Estadão sobre impeachment: a favor, 51; contra, 20; indecisos, 10

A mais recente contabilidade sobre os votos dos senadores é do Estadão e indica este resultado checado e rechecado:

A favor, 51
Contra, 20
Não responderam, 10

Advogados não poderão mais falar no julgamento de Dilma

O presidente do STF, Ricardo Lewandowsky, fez um breve comunicado, ainda há pouco, antes do pronunciamento do senador Antonio Anastasia.

Ele avisou que os advogados da acusação e da defesa não poderão mais falar na sessão de julgamento de Dilma Roussef.

E listou os artigos da lei e da Constituição.

Os advogados da acusação continuam divertindo-se muito com um ato falho cometido pelo advogado José Eduardo Cardozo na sua fala em defesa de Dilma. Referindo-se à ré, ele lembrou sua trajetória da seguinte forma:

- Desde menina, a presidenta sempre lutou contra a democracia.

JEC não percebeu o ato falho.

A acusação acha que o advogado falou a verdade.

Miguel Reali fustiga Gleisi e Dilma: "Este Senado tem estatura mais do que moral para condenar Dilma"

O advogado de acusação contra Dilma, Miguel Reale Júnior, falou depois de Janaína Paschoal, na manhã desta terça-feira, no plenário do Senado. Ele citou a crise política e também a “gravíssima” crise econômica que o país vive. Segundo ele, esses motivos justificam a aplicação da pena: o impeachment de Dilma Rousseff.

Sobre os crimes praticados pela ré, Reale disse o seguinte:

- Há cadáver e mau cheiro desse cadáver.

Sobre a sessão de ontem, na qual Dilma participou e respondeu às perguntas dos senadores, o advogado afirmou que a petista “deu sempre as mesmas resposta", E avisou:

- Havia um script, ela decorou e repetiu isto o tempo todo.

Para o jurista, a repetição de Dilma foi uma falta de respeito à Casa e aos questionadores.

Quem acompanhou o discurso, como o editor, ouviu em claro e bom som esta resposta do jurista aos insultos disparados na semana passada pela senadora Gleisi Hoffmann:

- O Senado tem, sim, “estatura moral” para condenar Dilma pelo crime de responsabilidade cometido por ela.

Nem Lewandowski aguentou as diatribes de Gleise Hoffmann

A senadora petista Gleise Hoffmannn (PR) criticou os discursos dos advogados de acusação por não terem sido técnicos, mas políticos. A senadora não gostou particularmente de duas referências feitas pela advogada Janaína Paschoal:

- Quando ela invocou Deus.
- Quando disse que queria um mundo melhor para os netos de Dilma.

A senadora nada disse em relação ás denúncias de Janaína Paschoal sobre as atividades de corrupção dos governos Lula e Dilma. 

Logo depois de Gleise, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pediu a palavra e disse que a senadora não tem o direito de ofender os advogados de acusação. "Amanhã o Brasil se dará uma nova chance. E o respeito entre nós é fundamental”.

Lewandowski não gostou do tom das criticas de Gleise e garantiu que está atento a todas as manifestações. Ele avisou:

- As manifestações dos advogados são invioláveis. É o que assegura a Constituição.

Janaína Paschoal ataca Dilma: "Ser mulher não dá o direito de cometer crimes"

Sem citar Dilma Rousseff, a advogada de acusação, Janaína Paschoal, rebateu nesta terça-feira, o discurso feito na segunda-feira, pela presidente, enquanto se defendia no processo de impeachment em julgamento no Senado.

- Ontem, eu fiquei surpresa com a acusação de que existe um complô. Chegou-se ao absurdo de dizer que o presidente da Câmara teria redigido a denúncia.

A advogada negou veementemente que o ex-presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), teria ajudado na elaboração do pedido de afastamento.

Como argumento, Janaína afirmou que a denúncia apresentada foi "desfigurada", já que não consta nos autos as referências ao Petrolão, esquema de corrupção envolvendo a Petrobras.

No início da sua fala, a primeira desta terça, a advogada de acusação rebateu ainda as falas da presidente afastada, segundo as quais ela está sofrendo impeachment porque é mulher:

-  Muito refleti e conclui que ninguém pode ser perseguido por se mulher, mas ninguém pode ser protegido por ser mulher. Fosse a presidente da República um homem, eu pediria o impedimento do mesmo jeito.

Dólar avança e chega a R$ 3,25; Bovespa opera estável

O dólar comercial subia e a Bovespa operava quase estável nesta terça-feira. Por volta das 11h20, a moeda norte-americana avançava 0,69%, a R$ 3,254 na venda.

Já o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava leve queda de 0,01%, a 58.603,81 pontos.

Investidores acompanhavam o julgamento final do processo de impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff.

Brasil: Desemprego sobe 11,6% e atinge 11,8 milhões de trabalhadores

O desemprego no país atingiu, em média, 11,6% no trimestre de maio a julho. Essa é a maior taxa já registrada pela pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que começou a ser feita em 2012.

No período, o número de desempregados no Brasil subiu para 11,8 milhões de pessoas, que também é o maior já registrado pela pesquisa.

São 436 mil desempregados a mais do que no trimestre anterior (de fevereiro a abril), crescimento de 3,8%. Em um ano, são 3,2 milhões de pessoas a mais sem emprego, um aumento de 37,4%.

Confira alguns resultados:

 -   No trimestre de maio a julho de 2016, a taxa de desemprego foi de 11,6%;
 -   No trimestre de fevereiro a abril, havia sido de 11,2%;
 -  No trimestre de abril a junho, havia sido de 11,3%;
 -  Um ano antes (maio a julho de 2015), havia sido de 8,6%;
 -  O número de pessoas com trabalho ficou em 90,5 milhões no trimestre até julho, resultado considerado estável pelo IBGE em comparação com o trimestre anterior (90,6 milhões);
 -  Em um ano, o total de trabalhadores caiu 1,8%, o que equivale a 1,7 milhão de pessoas;
 -  O número de empregados com carteira assinada ficou em 34,3 milhões, enquanto no trimestre de fevereiro a abril havia sido de 34,5 milhões;
 -  Em um ano, a queda foi de 3,9%, o que representa uma perda de cerca de 1,4 milhão de carteiras.

Opinião do editor - A história não absolverá Dilma Roussef

Ela não foi absolvida, ontem, e não será absolvida, hoje.


São poucos os jornalistas que ainda consideram que a presidente afastada Dilma Roussef passará para a história com biografia altamente favorável.
Ela foi cassada pela ditadura militar, porque trabalhou duramente pela implantação de outra ditadura, a comunista, como demonstram os autos do processo que a Justiça Militar negou ao editor e como quem a conhece sabe muito bem.
Agor, ela será cassada em plena vigência do estado democrático de direito, porque além de não ter renunciado aos equivocados ideais da juventude, fez parte de dois governos corruptos, com seus principais líderes cumprindo penas de prisão ou colocados sob investigação, indiciamento ou julgamento.
Dilma Roussef não fez autocrítica antes e continua sem fazê-la.
O discurso de ontem da presidente afastada, não irá para as edificantes páginas da história, como faz crer a editora de Política do jornal Zero Hora de hoje, Rosane Oliveira, porque ele irá para a lata de lixo da história.
A história não absolverá Dilma Roussef, como não absolveu Collor de Melo. Ambos constarão dos livros de história como os dois únicos presidentes impichados por crimes cometidos contra o estado democrático de direito.

IBGE: Brasil chega a 206 milhões de habitantes; RS é o estado que menos cresce na Região Sul

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou nesta terça-feira, no "Diário Oficial da União", a estimativa da população brasileira, na qual aponta que o Brasil tem 206,081 milhões de habitantes. Em agosto de 2015, o mesmo levantamento estimou a população, à época, em 204,450 milhões.

O estado de São Paulo é o mais populoso, com 44,749 milhões. O estado com a menor população é Roraima, que tem 514,2 mil habitantes.

Veja a tabela de crescimento da população na Região Sul do país em 2016:

Santa Catarina: 6,910 (6,810) + 100 mil
Paraná: 11,242 (11,160) + 82 mil
Rio Grande do Sul: 11,286 milhões (11,240/2015) + 46 mil

Acusação de Janaína Paschoal é devastadoramente competente

É devastadoramente competente e consistente a acusação que faz neste momento a advogada Janaína Paschoal, que ao contrário de quase todos os senadores, ontem, faz questão de demonstrar o completo envolvimento do governo Dilma com a monstruosa corrupção endêmica e sistêmica revelada na Lava Jato.

Junto com a recessão, a corrupção são a mistura do bolo do impeachment, do qual as pedaladas e os decretos de suplementação são apenas as cerejas.

Homens da FNS já protegem escolares em Porto Alegre.

Foto enviada por WhatsApp.

Os 120 homens da Força Nacional de Segurança já patrulham as ruas e principais pontos de tráfego em Porto Alegre.

Eles somam-se aos 160 brigadianos da Operação Avante.

A foto ao lado é dos policiais fortemente armados e bem equipados, que desde o início da manhã fazem a ronda de Colégios como Província de São Pedro, Monteiro Lobato, Anchieta, Pastor Dohms e Farroupilha, todos localizados no mesmo perímetro de Porto Alegre.

As patrulhas não permanecerão num só lugar, porque farão ronda completa pela cidade.

Mais 30 homens da FNS devem desembarcar a qualquer momento na capital.

Acompanhe a sessão final do julgamento da ré Dilma Roussef.

O presidente do STF, Ricardo Lewandowsky, chegou as 10h06min ao plenário do Senado para aquela que poderá ser a última etapa da longa sessão de julgamento da presidente afastada Dilma Roussef. 

Nas jornadas desta manhã, tarde e noite, falarão os advogados da acusação e da defesa, cada um por uma hora e meia, mas no total os debates entre eles durará pelo menos 5 horas. Mais tarde, todos os senadores poderão falar por 10 minutos cada um.

Só depois de tudo é que a votação começará. Ela será nominal e pública.

Para cassar Dilma, acusada de crimes praticados no governo, serão necessários 54 votos.
O editor imagina que a votação estará concluída na madrugada ou durante a manhã de quarta.

Se Dilma for cassada, como se espera, Michel Temer será empossado presidente em sessão do Congresso, amanhã mesmo.

CLIQUE a seguir para acompanhar a sessão.

Contribuintes do ICMS e do IPVA ganham ampliação de prazo para pagar dívidas atrasadas.

Via WhatsApp, o governo informou ontem a noite ao editor que os contribuintes que não pagaram o ICMS podem conseguir parcelamento de 60 meses. Isto vale para todos, inclusive os 250 mil devedores que possuem débitos inscritos como dívida ativa (R$ 1,3 bilhão), mais quem deve IPVA.

São cinco anos. O prazo foi ampliado.

A medida passa a vigorar a partir de hoje.

Este ano, a inadimplência do ICMS declarado chegou a 7,4% em julho, acima dos 4,01% do mesmo período do ano passado.

Mais informações: www.sefaz.rs.gov.br

Dilma passa o tempo todo sob efeito de Rivotril e Olanzapina. Ela nega.

Antes de ser afastada, Dilma encrencou com muita gente. Ela chegou a mandar Maria do Rosário calar a boca.


A presidente afastada Dilma Roussef disse ontem a interlocutores próximos que não tomou remédio algum para a sessão do Senado, mas o que se imagina que o caso da líder petista não é de remédio, mas de tratamento psiquiátrico. Senadores como Ronaldo Caiado, acham que o discurso repetitivo de Dilma foi apenas coisa de adeptos da receita nazista da repetição. 

Em reportagem de capa, a revista Istoé conta que Dilma encharca-se com Rivotril e Olanzapina, este último usado para esquizofrenia, mas com efeito calmante. Não se sabe se Dilma faz algum tratamento típico para psicopatas. 

Diz a revista:

Não bastassem as crises moral, política e econômica, Dilma Rousseff perdeu também as condições emocionais para conduzir o governo. (...) Num de seus acessos recentes, Dilma reclamou dos que classificou de “traidores” e prometeu “vingança”. Numa conversa com um assessor, na semana passada, a presidente investiu pesado contra o juiz Sérgio Moro, da Lava Jato. “Quem esse menino pensa que é? Um dia ele ainda vai pagar pelo quem vem fazendo”, disse. Há duas semanas, ao receber a informação da chamada “delação definitiva” em negociação por executivos da Odebrecht, Dilma teria, segundo o testemunho de um integrante do primeiro escalão do governo, avariado um móvel de seu gabinete, depois de emitir uma série de xingamentos. 

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem da revista.

Ana Amélia não esquece da Lava Jato ao interrogar Dilma Roussef

A senadora Ana Amélia, RS, foi uma das poucas parlamentares que não suprimiu a Lava Jato no discurso que fez para interrogar Dilma Roussef.

O que ela disse:

- Depois que pessoas importantes foram presas na Operação lava Jato, os brasileiros acreditam, sim, que ninguém está acima da lei, nem mesmo a presidente da República. Sua presença no Senado é a prova de que não há golpe.

Boa parte dos senadores é investigada ou poderá ser investigada, inclusive o presidente do Senado, Renan Calheiros.

Dilma Roussef não falou na Lava Jato uma só vez durante as 14 horas de interrogatório.

Severa recessão do governo Dilma paralisa produção da Comil, RS

Nos últimos três anos, a desastrosa política econômica de Dilma produziu severa recessão, desempregou 12 milhões de trabalhadores e reduziu em 60% a produção brasileira de ônibus.

A montadora Comil paralisou a produção de ônibus em Erechim. Isto ocorreu ontem. Os 1.800 trabalhadores ficarão em casa até amanhã, quando a empresa dirá quantos irá demitir.

Em agosto, a Comil já tinha encerrado o turno da noite e cortado o turno do dia pela metade.

Em fevereiro, a empresa já havia encerrado sua produção de Lorena, SP. Este investimento foi considerado um erro estratégico pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Erechim.

Inflação do IGP-M de agosto caiu em relação a julho. O índice ficou em 0,15%.

Ligeira desaceleração do IGP-M de agosto em relação ao mês passado refletiu continuidade da deflação do IPA agropecuário


O IGP-M apresentou alta de 0,15% em agosto, de acordo com sua leitura final divulgada há pouco pela FGV. O resultado ficou acima das projeções do mercado e abaixo da mediana das expectativas d, de 0,09% e 0,24%, respectivamente. Apesar da ligeira desaceleração em relação ao mês anterior, quando o índice tinha subido 0,18%, o IPA agropecuário apresentou menor deflação, ao cair 0,11% (ante deflação de 0,25% registrada na leitura anterior). Já o IPA industrial manteve praticamente o ritmo de elevação do mês passado, ao passar de uma alta de 0,09% para outra de 0,10%. Já o IPC acelerou de uma elevação de 0,29% para outra de 0,40% no período, refletindo as maiores altas em seis de seus oito componentes, com destaque para a variação positiva de 0,66% dos preços de alimentação, sucedendo avanço de 0,44% em julho. Por fim, o INCC apresentou desaceleração importante, ao passar de 1,09% para 0,26%, refletindo a dissipação do reajuste de mão de obra. Para as próximas leituras, esperamos que o IPA agropecuário continue apresentando menor deflação, mas sem constituir um fator de pressão para o índice cheio. O IPA industrial, por sua vez, deverá registrar variações próximas às observadas no dado divulgado hoje.

Receita Federal pegou o Instituto Lula na Malha Fina

O mais recente tropeço de Lula é a punição do Instituto Lula, cuja isenção tributária foi suspensa pela Receita Federal.  E tomou multa de R$ 20 milhões.

Lula usa seu instituto para o que faz de melhor.

Uma das impugnações da receita foi o pagamento de R$ 1,3 milhão para o filho Fábio Luís, dono da G4. A Receita Federal constatou que Lula e Fábio simularam serviços para mascarar o pagamento.

O instituto chegou a pagar aluguéis por imóveis que nem existem.

Ex-presidente da Queiroz Galvão, com câncer, vai para prisão domiciliar

O ex-presidente da Queiroz Galvão, que estava preso em Curitiba, foi posto em prisão domiciliar por Sérgio Moro. É que Collares Filho, 61 anos, está com câncer no fígado, teve recidiva e precisa fazer cirurgia no Sírio nesta quinta-feira.

A notícia só saiu hoje.

Ebulição política eleva para 74.822 a frequência diária de leitores a esta página

A ebulição da cena política mais uma vez expandiu muito a frequência dos leitores neste site. Foram 74.822 visualizações durante a jornada de ontem, até as 21h.

Neste momento, 8h35min, já são 19.822.

Este site é disponibilizado em computadores pessoais, iPad ou iPhone. Também o Facebook do editor bate recordes de leitura e participação.

Examine o resumo de hoje, ontem, mês passado e total da história recente:

Visualizações de página de hoje
19.882
Visualizações de página de ontem
74.822
Visualizações de página do mês passado
1.221.553
Histórico de todas as visualizações de página


32.203.160

Hoje os debates serão acirrados no Senado

A partir das 10h, no Senado, a expectativa geral é de que os debates serão acirrados no decorrer das 5 horas das falas de defesa e acusação.

Padilha faz as contas: "Dilma será cassada por 61 senadores, mais de 2/3"

Ontem a tarde, Temer estava em despachos internos em seu gabinete e também recebeu em cerimônia os atletas medalhistas da Olimpíada. O presidente em exercício tenta dar uma demonstração de que está “tocando o governo”, como se estivesse alheio à sessão do Congresso.


O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, evitou fazer comentários sobre o discurso de defesa da presidente afastada Dilma Rousseff, no plenário do Senado, mas reiterou o placar que havia defendido antes, de 61 votos a favor do impeachment. “Eu sempre disse que eu era pessimista no placar de 61 (votos pelo afastamento definitivo de Dilma)”, disse o ministro Padilha, ao sair de uma reunião de preparação das Paralimpíadas, no Palácio do Planalto. 

Em outra ocasião, Padilha falou que, de forma otimista, o governo poderia conseguir até 63 votos.

A declaração do ministro demonstra a avaliação do Planalto de que a defesa de Dilma não trouxe nenhum impacto político sobre os senadores e que não foi capaz de virar nenhum voto. ]

Questionado se o Planalto não ia responder às críticas de Dilma ao governo, Padilha respondeu: “o que o governo vai responder?”