Fortunati admite que apenas duas obras de mobilidade ficarão prontas até a Copa em Porto Alegre

O prefeito afirmou em entrevista desta manhã ao programa Gaúcha Atualidade, da Rádio Gaúcha, que projeto do entorno do Beira-Rio e de viaduto da Júlio de Castilhos devem ser únicos concluídos a tempo. Leia todo o material, que é de www.zerohora.com.br:

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, confirmou que apenas duas das obras de mobilidade urbana previstas inicialmente para Copa do Mundo de 2014 na cidade ficarão prontas a tempo do Mundial. Os dois projetos que serão concluídos são o entorno do Estádio Beira-Rio (duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, corredor de ônibus da Avenida Padre Cacique e viaduto da Rua Pinheiro Borda) e o viaduto da Avenida Júlio de Castilhos, no entorno da Estação Rodoviária.

. São obras que poderiam ficar prontas para a Copa do Mundo. As demais são obras que tiveram problemas e acabaram fugindo do nosso controle.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Federasul ensina que piso regional descolado dos fundamentos da economia gera desordem econômica no RS

A Federasul  avaliou como “preocupante” o reajuste do mínimo regional em 12,7%, aprovado pela Assembleia Legislativa, bem acima da proposta das entidades, de 5,8%. Eis o que disse Ricardo Russowsky, o presidente, analisando o cenário que se abre:

- Este aumento substancial pode em um primeiro momento gerar euforia e aumento de poder de consumo, mas a médio e longo prazos terá dois efeitos: mais  inflação e perda de produtividade das empresas que também ficam inibidas em sua capacidade de novos investimentos. Os deputados não compreenderam a preocupação das entidades de classe, especialmente a Federasul, que defende a extinção do mínimo regional porque ele já cumpriu com sua finalidade e só ajuda a ampliar as diferenças regionais. 

Vilson Noer, AGV, quer agilidade de e-commerce para comércio varejista do RS

A tendência para o comércio em 2014 é usar muita criatividade para manter níveis de vendas similares a este ano, que já fecha com números inferiores aos registrados em 2012 sobre 2011. Os dados são de Vilson NBoer, presidente da Associação Gaúcha do Varejo:

- As vendas anuais estão calculadas em R$ 56 bilhões, 7% de crescimento nominal sobre igual período do ano passado e dois pontos percentuais abaixo do projetado.

. O presidente da AGV informou ao editor que com as taxas de juros mais elevadas, haverá represamento das vendas a prazo:

- O endividamento das famílias tem travado as compras em função do comprometimento da renda com prestações, principalmente de imóveis e veículos.

Para Vilson Noer, os resultados pouco animadores projetado pelo setor também devem levar em consideração outras variáveis, tais como a eliminação da desoneração do IPI na linha branca e nos veículos. Essas questões deverão refletir diretamente no preço destes produtos. "A renda tem crescido em níveis bem inferiores aos anos anteriores e a expectativa de inflação elevada compromete a renda e reduz as compras dos consumidores", explica o dirigente.

- A AGV vai iniciar o ano sugerindo que as empresas afiliadas estimulem as compras de produtos – em especial eletrônicos e produtos esportivos – antes da Copa do Mundo. Já a liberação de recursos públicos para o segundo semestre, em função das eleições, deve criar empregos e negócios que geram renda e empregos. As lojas terão que ser cada vez mais similares à velocidade das concorrentes virtuais, que proporcionam muitas informações e agilidade aos consumidores. "O varejo físico precisa aplicar designs inovadores e um visual de merchandising tão bonito e diferente como os sites de produtos em todos os segmentos do varejo. O segmento de serviços será o grande beneficiado com o evento ", ressalta Noer.

Tuma Júnior denuncia que Tarso Genro, em pessoa, comandou a elaboração do dossiê contra Ruth Cardoso, a mulher de FHC

É na página 179 do seu livro "Assassinato de Reputação" que o delegado Romeu Tuma Júnior trata do Dossiê Ruth Cardoso:

- O ministro Tarso Genro, da Justiça, tinha conversado com o ministro Jorge Hage, da CGU. Eles todos queriam trabalhar no laboratório anti-lavagem de dinheiro, os dados do escândalo de cartões corporativos do governo. Hage, Genro e Stopanovski desejavam minha autorização para fazer esse uso específico do laboratório. Eu disse que tudo bem, mas avisei que não toparia vazar nada para a imprensa, como queriam Genro e Hage para desmoralizar FHC e dona Ruth. O laboratório é cientificamente preciso. Se eu programar os computadores para verificar depósitos de R$ 1 feitos por mulheres, em São Paulo, às cinco da tarde, chega nos autores. Foi assim que descobrimos as mulheres que lavaram o dinheiro do PCC.

.Tuma Júnior, secretário nacional da Justiça do então ministro Tarso Gentro, disse que demorou para descobrir que Tarso Genro usava o seu laboratório para fazer um dossiê contra a finada Ruth Cardoso, mulher do presidente FHC. Queriam fazer e fizeram, usando para isto gente da Controladoria Geral da União.

. No livro, o delegado conta que ouviu do próprio Tarso Genro a assertiva de que fazer dossiê não era crime, e que a Polícia Federal não iria investigar a autoria daquele dossiê contra dona Ruth.

. Esta posição de Tarso Genro fica bem clara também no livro "Cabo de Guerra", do editor, porque nele são descritas cenas escabrosas do uso da Polícia Política do governo Lula contra o governo Yeda Crusius.

No capítulo da página 179, Tuma Júnior conta toda a história:

- Quero contar como o governo ia usar o meu sobrenome Tuma e a minha experiência de 35 anos para fazer dossiês contra Fernando Henrique e Ruth Cardoso. Tentaram me usar para lavar um vazamento.

. Ele conta que o dossiê contra dona Ruth foi pedido em 2008 por Erenice Guerra, sucessora de Dilma Roussef na Casa Civil. O arquivo foi montado para municiar congressistas aliados do governo na CPI dos Cartões Corporativos, destinada a investigar gastos perdulários do governo Lula.

. Em julho de 2012, a Justiça Federal inocentou Erenice por falta de provas, mas Tuma Júnior jura que foi ela a responsável pelo crime e assume a acusação.

- Na página 180 do livro, Tuma Júnior divulga extenso relatório, inédito, do que foi contrabandeado do laboratório Lab-LD.

* Para comprar o livro "Cabo de Guerra", do editor, que conta as escabrosas maquinações de Tarso Genro contra o governo Yeda Crusius, agora confirmadas no livero de Tuma Júnior, faça isto agora, adquirindo a versão em e-book e baixando download: www.abulka.com.br


COMPRE E LEVE PARA CASA. DESFRUTE NAS FESTAS DE NATAL
HOJE, DIA 26: aberto até as 20h
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Zé Dirceu deseja felicidade ao povo brasileiro, que está feliz por vê-lo na cadeia

Do Complexo Penitenciário da Papuda, ex-ministro José Dirceu mandou mensagem de agradecimento às felicitações que recebeu por conta do Natal e voltou a falar da sua prisão e desmentiu informações de que ele e os demais réus estariam tendo regalias. É o que informa o site governista www.brasil247.com.br, de quem é também a montagem ao lado. Leia tudo:

. O petista fala ainda da "campanha" contra seu direito de trabalhar e deseja "bom ano novo" e pede força à militância; "Nada disso nos abate, já que o apoio, a solidariedade, a justeza de nossa luta e a presença amiga de vocês e da nossa militância nos fortalece. O símbolo dessa luta é o acampamento e sua alma a juventude petista"; Dirceu também divulgou cartão de boas festas; "Ninguém pode prender meus sonhos. O sonho de um Brasil livre da ditadura me levou à luta, à prisão e anos e anos longe de minha família e meu país"; leia íntegra das mensagens.

Assassinato de Reputação some das livfrarias de Porto Alegre em menos de 24 horas

Sumiram das livrarias os exemplares do livro "Assassinato de Reputação". Eles chegaram esta semana a Porto Alegre e mesmo com os festejos de Natal, nada sobrou nas prateleiras.

. A Livraria Cameron, que recebeu 40 exemplares, vendeu todos eles num só dia.


. Não há previsão sobre reposição de estoques. 

CEEE impõe sucessivos apagões em Pelotas e Rio Grande

Temperatura neste momento 
em Porto Alegre (avenida Carlos Gomes): 42 graus.

Desde as 13h30min, Pelotas e Rio Grande enfrentam sucessivos apagões. A área é servida pela CEEE, que hoje foi tungada em R$ 1,3 bilhão, decisão do governo Tarso Genro, aprovada por 25 x 21 pela Assembléia (leia nota a seguir).

. Sem investir em transmissão e distribuição, os sistemas enfrentam fadiga evidente e imporão apagões em todas as áreas de atuação da estatal, inclusive Grande Porto Alegre.

. O dinheiro tungado pelo governo, R$ 1,3 bilhão, que irá tapar rombos do caixa único, estava reservado para investimentos, que agora não serão mais realizados. 

O voto de Boesio, PMDB, e as 9 ausências na oposição, deram vitória aos governistas de Tarso

- A votação do requerimento de inversão de pauta, apresentado pelo deputado Frederico Antunes, PP, logo na abertura da sessão, indicou o que aconteceria a seguir. O requerimento foi rejeitado por 24 x 21. A oposição pediu inversão de pauta para testar os governistas e avaliar melhor cada voto para a votação seguinte. 

O governo do PT contou com um voto do PMDB, o do deputado Álvaro Boesio, e da ausência de nove deputados, sendo 3 do PP, 4 do PMDB, 1 do PPS e 1 do Solidariedade, o que lhe permitiu aprovar por 25 x 21 o projeto 350/2013, que tunga R$ 1,3 bilhão da CEEE para os cofres do governo estadual.

. A vitória pode ter sido de Pirro, porque o plenário aprovou emenda do deputado Lucas Redecker, PSDB, que vinculou o valor a uma conta específica no Banrisul, de onde os recursos só poderão sair para pagar as despesas previdenciárias dos ex-autárquicos da CEEE, agora integrantes da Folha de Pessoal do governo estadual e nãomais da CEEE.Houve empate na votação, que ficou em 23 x 23 votos. A emenda acabou sendo aprovada pelo voto de desempate do presidente da AL, Pedro Westphalwen. Pelo projeto de lei do governo, os recursos seriam transferidos para o tesouro do Estado com livre movimentação por parte do Executivo.“O governador não pode vetar a emenda, pois será a confissão de que o dinheiro será utilizado para outra finalidade”, afirmou o deputado Lucas Redecker.

. Como o governo queria o dinheiro para tapar rombos do caixa único, é certo que Tarso vetará a emenda.

. O governo levou para o plenário toda a sua base, que não falhou: 14 do PT, 4 do PTB (Marcelo Moraes, o quinto, votou de novo com a oposição), 1 do PCdoB e 1 do PRB, portanto 20 votos. Os outros cinco votos favoráveis a Tarso vieram do PMDB (1) e do PDT (4 dos seis votos, porque Juliana Brizola e Gilmar Sossela votaram com a oposição).

. Mesmo desfalcado de nove deputados, 3 do PP e dois do PMDB, um do PPS e outro do Solidaridade, a oposição conseguiu emplacar 21 votos.

COMPRE E LEVE PARA CASA. DESFRUTE NAS FESTAS DE NATAL
HOJE, DIA 26: aberto até as 20h
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Vendas fracas de Natal confirmam previsões de ano mais modesto para o comércio deste ano - o pior da década.

Dados da Boa Vista Serviços, que em Porto Alegre tem como um dos sócios brasileiros o CDL, indicaram perda de ritmo nas vendas co comércio neste Natal. O crescimento foi de 2,5%, ante os 4,1% registrados em 2012, segundo a empresa. Não há dados históricos para o indicador.

. CEO do shopping TOTAL, Porto Alegre, Eduardo Oltramari concorda com redução do ritmo em relação ao ano passado, mas disse ao editor que as vendas superaram suas projeções.

. Crédito restrito, confiança em baixa, juros em alta e dólar mais caro levaram os brasileiros a reduzir o ritmo de consumo neste Natal, a principal data do ano para o comércio. Balanços preliminares indicam o pior desempenho em 11 anos. Os fatores, somados ao ainda alto endividamento das famílias, provocaram, em 2013, uma desaceleração do comércio depois do forte ritmo registrado nos últimos anos. Até então, o consumo vinha se mantendo como o principal vetor de crescimento da economia brasileira.


. O fraco desempenho do Natal confirma as previsões de economistas de que o comércio deva fechar o ano com o menor crescimento em uma década.

Líder do PMDB afronta Dilma ao pedir demissão da Caixa pelo twitter

Geddel Vieira Lima, líder nacional do PMDB, candidatíssimo contra o afilhado do governador Jacques Wagner na Bahia, postou há pouco no Twitter pedido de exoneração do cargo de vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa diretamente à presidente Dilma Rousseff

- Cara Presidenta Dilma, por gentileza, determine publicação de minha exoneração da função que ocupo e cujo pedido já se encontra nas mãos de Vossa Excelência. 

. Mais cedo, ele fez "apelo dramático" ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e ao senador Roberto Requião (PMDB –PR) para que eles intercedam no sentido de fazer acontecer sua saída.

Saiba quantos ex-autárquicos da CEEEpoderão ir para a Folha do Estado

O número de funcionários ex-autárquicos que o governo estadual quer transferir para a Folha do Estado é da ordem de 1.400, todos já aposentados. Existem ainda cerca de 50 ações tramitando na Justiça, todas de ex-funcionários que pleiteiam a condição de ex-autárquicos.

. As pensionistas são pagas através da Fundação CEEE, para os ex-autárquicos que contribuiram para este benefício (a CEEE também partipou (a) com o Fundo de pensão). 


. Do total de ex-autárquicos,  800 contribuiram  para deixar benefício para a cônjuge. Portanto, como regra geral, não há pensionistas de ex-autárquicos na folha de pagamento das empresas do Grupo CEEE.

. O governo quer levar os 1.400 ex-autárquicos para a Folha, em troca de R$ 1,3 bilhão, porque fez os cálculos em cima de projeções que indicam que todos eles estarão mortos num prazo de 10 anos. 

Oposição vai desfalcada de nove deputados para o embate com os governistas de Tarso

As 14h30min os deputados estaduais gaúchos começarão o período de sessões extraordinárias a que foram convocados pelo governo, visando discutir e votar oito projetos, todos enviados em regime de urgência pelo Piratini.

. O presidente Pedro Westphalen abrirá a sessão com o exame da proposta de inversão de pauta assinada pelos Partidos de oposição, o que jogaria para o final o projeto mais polêmico, o da tunga de R$ 1,3 bilhão dos cofres da CEEE para o arrombado caixa único do Estado.

. Esta votação inicial será um teste para medir forças.

. O governo, com seus 20 deputados, já garantiu o apoio dos 7 independentes do PDT.

. O Piratini agiu com força para garantir quórum máximo em plenário.

. O problema é que a oposição, somada aos três deputados do PSB, um do Solidariedade e um dissidente do PTB, não terá força para colocar todas as suas forças no plenário, porque 9 deputados seus viajaram e não estão na Assembléia.


- O editor vai disponibilizar os nomes de todos os deputados da oposição e independentes que votarão com o governo ou que se ausentaram, o que dará no mesmo, já que falta é voto para Tarso. 

FGV: Cai inflação semanal de Porto Alegre

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal de Porto Alegre (IPC-S) registrou variação de 0,72%, na apuração realizada na terceira semana de dezembro, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado foi 0,31 ponto percentual (p.p.) inferior ao divulgado na segunda prévia do mês, que foi de 1,03%.

. Nesta edição, sete das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram desaceleração em suas taxas de variação, entre elas se destacam os grupos Educação, Leitura e Recreação e Vestuário, cujas taxas passaram de 1,51% para 0,44%, e de 1,17% para 0,20%, respectivamente.

Oi Araújo Vianna: parceria público-privada que deu certo em 2013

Alguns dos principais espaços culturais de Porto Alegre encontram-se em processo de revitalização há anos – Caixa Cultural, Cinemateca Capitólio, Sala Sinfônica da Ospa, Multipalco do Theatro São Pedro. Somam-se a isso os exemplos de reformas paralisadas na Casa de Cultura Mario Quintana, de degradação e insegurança na Usina do Gasômetro, de infraestrutura no Margs e de inconsistência de programação em tantos outros. 
 
. Os atrasos se dão na maioria das vezes por falta de recursos e investimentos dos governos municipal, estadual e federal, que tentam focar esses mesmos recursos em outras áreas como saúde, transporte e educação. Por isso que quase todos os espaços citados preveem cogestão ou parceria de investimentos. Mas não são todas empresas dispostas a investir nessa atividade, até porque o retorno nem sempre é tangível.
 
. Em Porto Alegre, um dos melhores exemplos de parceria publico-privada é o do novo “Oi Araújo Vianna”, naming rights do auditório Araújo Vianna, inaugurado em 1964, espaço de manifestações políticas, assembleias ou de palestras de personalidades renomadas como o Nobel de Literatura José Saramago, o auditório faz parte da história cultural de Porto Alegre. 
 
. Orçado em mais de R$ 18 milhões, o projeto de reforma do Araújo Vianna tem patrocínio Master da Oi, projeto arquitetônico de Mooma e coordenação institucional da Prefeitura de Porto Alegre. Desde a reinauguração no dia 20 de setembro de 2012, data que marca a Revolução Farroupilha, o “Oi Araújo Vianna” contribuiu fortemente para a agenda cultural da capital gaúcha no ano de 2013, recebendo 64 shows e eventos, totalizando mais de 130 mil espectadores. A diversidade dos espetáculos contemplou todos os estilos musicais. Artistas como o Yes, Charles Aznavour, Alejandro Sanz, Skank, Martinho da Vila, Renato Borgheti, Maria Rita, Caetano Veloso, Alicia Keys e IL Volo trouxeram novamente os porto-alegrenses de volta para um dos espaços culturais mais importantes da capital.
 
. Para a Oi, além do valor institucional, a parceria traz benefícios para seus clientes na compra de ingressos para shows e espetáculos (www.oiaraujovianna.com.br), com desconto especial (35% em média variando de acordo com o espetáculo).

A Fepagro assemelha-se ao Central da pesquisa agropecuária do RS.

Embora a grande mídia gaúcha e brasileira continue engavetando todas as denúncias que são feitas diariamente sobre o descalabro na Fepagro, a Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária do RS, seus servidores prosseguem enviando material para deputados e jornalistas investigativos, fazendo apelos diários para que seja investigado o que acontece no mais importante instituto de desenvolvimento de conhecimento tecnológico e de inovações voltadas para o meio rural.

. Várias moções já foram enviadas para o próprio goernador Tarso Genro, que foi quem nomeou os atuais dirigentes da Fepagro.

. O cenário na instituição é de descalabro.

. Ao lado, você poderá examinar uma das fotografias extraídas pelos funcionários.

. No link, vai toda a denúncia, o dossiê completo, inclusive mais fotos.

. É tudo muito assustador.

. O silêncio sobre o caos na Fepagro é mais assustador ainda.

CLIQUE AQUI para ler e ver tudo.

"Cabo de Guerra", do editor, já está á venda na versão em e-book. Saiba, aqui, como comprar muito mais barato.

Já está na web a versão e-book de “Cabo de Guerra”, 499 páginas, R$ 75,00 nas livrarias, que conta com detalhes inéditos o enfrentamento do governo Yeda Crusius com o Eixo do Mal.

. O livro assinado pelo editor depois de três anos de entrevistas e pesquisas em Porto Alegre, Santa Maria, São Paulo, Brasília e Itumbiara, teve sua primeira edição de 2 mil exemplares completamente vendida.

. A atualidade do que é descrito em “Cabo de Guerra”, tem tudo a ver com aquilo que o delegado Romeu Tuma Júnior conta no seu recém lançado “Assassinato de Reputação”. Tuma Júnior confirma em seu livro todas as revelações feitas por “Cabo de Guerra”, sobretudo a usina de dossiês montada pelo governo Lula, nos mandatos de Thomaz Bastos e Tarso Genro no ministério da Justiça, que transformaram a Polícia Federal na sua Polícia Política, uma espécie de Stasi do PT.

. O site de vendas Abulka, onde você pode adquirir o livro do editor por apenas R$ 39,00, baixando para download na mesma hora, foi criado para ser um site de venda on line de livros, cursos, aúdios e produtos digitais. Ele resulta  da união do jornalista Polibio Braga com a agência de webdesigner 3DGARAGE, do jornalista gaúcho Sérgio Albuquerque Júnior, cuja base é São Paulo.

. O Albuka.com.br contemplará seus clientes com material vasto de produção diversa.

CLIQUE AQUI para entrar no site e comprar “Cabo de Guerra” agora mesmo.

COMPRE E LEVE PARA CASA. DESFRUTE NAS FESTAS DE NATAL
HOJE, DIA 26: aberto até as 17h
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Fepam sai de cima e libera investimentos da KMW no RS

Depois de amargar penosa demora e quase transferir o investimento para Santa Catarina, a KMW, indústria alemã de blindados, recebeu às vésperas do Natal a licença de instalação concedida pela Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental) para iniciar as obras da sua sede em Santa Maria. Agora, a direção da empresa comunicou que pretende recuperar o tempo perdido e concluir sua sede até metade de 2014.

Em fim de governo, Tarso lança Plano Estadual de Logística de Transportes, o Pelt

O Plano Estadual de Logística de Transportes, que já tem sigla, bem ao gosto do governo incompetente do PT, o Pelt, da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seinfra), que será lançado hoje, prevê um cronograma de trabalho de 16 meses contratado pela Seinfra, que contará com diagnóstico dos modais, estudos socioeconômicos, aproveitamento de sugestões já existentes que vão permitir a elaboração de cenários e zoneamentos do tráfego e do transporte de cargas. O prazo de 16 meses significa que os trabalhos só serão concluídos no próximo governo, mas é estimulante que mesmo no final do seu mandato, o governo do PT deixe de pensar apenas em voluntarismo e economica de subsistência para trabalhar com cenários mais contemporâneos. O material a seguir é do Jornal do Comércio de hoje.

. 0 projeto prevê a constituição de um escritório do Pelt que reunirá órgãos de governo, universidades e entidades da sociedade civil. 0 Plano vai utilizar ferramentas adequadas à implementação de um sistema de planejamento dinâmico e perene, com diagnóstico de demandas e redirecionamento constante de ações sobre o conjunto do sistema logístico estadual. 0 lançamento do plano acontece às 15h, no Centro Administrativo Fernando Ferrari.

C LIQUE AQUI para saber mais detalhes.

Justiça manda PT catarinense pagar R$ 6 milhões para produtora da campanha de Ideli Salvati

PT-SC terá que pagar R$ 6 milhões a produtora de campanha de Ideli SalvattiPT de Santa Catarina é condenado pela Justiça a pagar dívida da campanha de Ideli Salvatti ao governo estadual em 2010. Candidatura da ministra de Relações Institucionais que era dada como certa está ameaçada no ano que vem

A reportagem é do jornalista João Valadares, Correio Braziliense de hoje.

Com a imagem desgastada por ter utilizado o helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) conveniado com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Santa Catarina para visitar as bases eleitorais, a ministra de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, enfrenta outra turbulência. O motivo é um calote milionário aplicado na Tvídeo, produtora responsável pela campanha eleitoral derrotada de Ideli ao governo estadual, em 2010. Até hoje, a dívida não foi paga. Diante dos episódios, interlocutores petistas de Santa Catarina afirmaram que uma eventual candidatura da ministra em 2014 está ameaçada. A Justiça de Santa Catarina condenou o Partido dos Trabalhadores a pagar R$ 6,3 milhões à empresa. O valor total original dos dois contratos assinados por Claudinei Nascimento, atual número 2 da Secretaria de Relações Institucionais, firmados entre o PT e a Tvídeo, é de R$ 5,2 milhões.

. O PT declarou à Justiça Eleitoral que pagou apenas R$ 2,74 milhões durante a campanha. A empresa confirma o pagamento desta quantia e alega que a dívida em valores atualizados já chega a R$ 8,48 milhões. Ideli Salvatti está numa sinuca de bico porque, se afirmar que pagou todos os serviços conforme os dois contratos previam, acaba assumindo a prática de caixa dois. Em sua decisão, a juíza Rosane Portela Wolff alega que “não há dúvidas acerca do direito da autora (Tvídeo) em ser restituída dos valores não pagos pelos requeridos”.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Entrevista de Carlos Sperotto para "Cenários" - Com regras estáveis, podemos até triplicar a produção de trigo.

A produção de trigo, safra de inverno, foi recorde em 2013?
Sim. No RS, contrariando todas as projeções, chegamos a 3 milhões de toneladas, um número recorde.

Este ano ultrapassamos o Paraná, que colheu pouco mais de 2 milhões de toneladas.
Ainda assim, o Brasil produz metade do que consome.Até menos do que isto, porque o consumo é de 12 milhões de toneladas por ano.

A produção brasileira e gaúcha vai aos trancos e barrancos no caso do trigo?
Sim. Agora mesmo, quando registramos excelente safra, bem na hora que os produtores poderiam ter faturado bem, o governo afrouxou as importações, jogando os preços para baixo. Assim não dá para produzir.

O que vocês querem?
Regras estáveis, estímulos estáveis, garantias estáveis. Queremos que o governo diga se quer ou não quer ser autossuficiente na produção de trigo, grão que tem o RS como primeiro no ranking brasileiro. Podemos triplicar a produção de inverno de uma safra para outra.

CLIQUE no vídeo a seguir para ver e ouvir toda a entrevista. Ela é dividida em 5 blocos de 12 minutos cada. Participaram da mesa o editor e mais os analistas financeiros Leandro Rushel e Stormer. 

Entrevista, Osmar Terra - É descontrolado o tráfico de cocaína vindo da Bolívia e da Colômbia.

O editor ouviu nesta segunda-feira o deputado e ex-secretário da Saúde, Osmar Terra, que falou para o programa semanal “Cenários”, abordando durante uma hora os riscos que corre o Brasil diante da intensificação do tráfico de cocaína e crack produzidos na Bolívia e na Colômbia, mas sobretudo as ameaças que decorrerão a liberação da maconha no Uruguai.

. O deputado do PMDB é o autor da nova Lei Anti-Drogas, já aprovada na Câmara e em exame no Senado. A nova legislação endurece o combate às drogas, aumentando as penas de prisão para os traficantes e endurecendo as restrições ao usuário, inclusive o estabelecimento das chamadas internações involuntárias.

O que significa internação involuntária?
Hoje, o usuário só pode ser internado se ele mesmo manifestar o desejo. Com a nova lei, um familiar ou o médico podem mandar internar administrativamente, sem necessidade de apelar ao judiciário.

A repressão ficará maior?
Sem dúvida. E precisamos estar alertas, porque as coisas ficarão piores no Brasil.

A que o senhor se refere?
Há uma epidemia de drogas no País, assolado por contrabandos descontrolados de cocaína que é produzida na Bolívia e na Colômbia. A partir de abril, o Uruguai será uma plataforma de envio ilegal de maconha.

E o controle das fronteiras?
Nada é eficaz. A Polícia Federal possui apenas 900 homens para 12 mil quilômetros de fronteira. 


CLIQUE no vídeo a seguir para examinar o inteiro teor da entrevista que o deputado Osmar Terra concedeu nesta segunda-feira ao meio dia sobre o estado atual das drogas em todo o mundo, com ênfase para o caso do RS. É entrevista do programa Cenários. 

Jornal da família Sirotsky quer o Brasil nas ruas em 2014

Este editorial da RBS foi publicado neste Natal:

Quem nos representa no Brasil, sejamos nós jovens ou nem tanto, crianças ou idosos? Desde junho último, quando brasileiros começaram a ocupar as ruas, contagiados pela força da juventude, ficou claro que não são mais os políticos tradicionais, ou pelo menos não apenas eles, nem outros clássicos porta-vozes. Mobilizados basicamente pelas redes sociais, com hashtags como #VemPraRua, #OGiganteAcordou e #MudaBrasil, os manifestantes recorreram a contrastantes pedaços de cartolina, rabiscados à mão, para alardear essas mensagens relevantes. “Tem tanta coisa errada que não cabe em um cartaz”, resumia um dos pôsteres. Por trás da máscara do personagem Guy Fawkes, de V de Vingança, porém, entre as boas intenções dos manifestantes de maneira geral e excessos de grupos como os black blocs, o recado foi dado. O país pode não ter despertado de vez, nem ter se transformado como sonhavam os ativistas, mas já não é o mesmo.


. Motivados inicialmente pelo alto custo e a baixa qualidade do transporte público, os protestos deixaram grafados desde o início: “Não é por 20 centavos, é pelo meu futuro”. Em seguida, miraram os investimentos da Copa, com a ressalva: “Não é contra a Seleção, é contra a corrupção”. Em outras mensagens escritas, os manifestantes passaram a exigir “Saúde padrão Fifa”, a ironizar que “Ia ixcrever augu legau mais faltô edukssão”, a pedir segurança com frases do tipo “Por favor, não me bata! Proteja-me”, a alertar a classe política de que “Ou para a roubalheira, ou paramos o Brasil”.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

PSDB denuncia Dilma à PGR por carta enviada via e-mail para servidores federais

A montagem das fotos ao lado é do site www.brasil247.com.br A notícia é da Agência Brasil, que pertence ao governo.



O líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP),anunciou nesta quinta-feira que vai acionar a Justiça Eleitoral e a Procuradoria-Geral da República contra a mensagem de fim de ano enviada pela presidente Dilma Rousseff a servidores públicos federais por e-mail. Para Sampaio, a “carta” de Dilma aos funcionários públicos se caracteriza como "abuso de poder": "Nenhum outro candidato teria acesso aos endereços de todos os funcionários públicos federais para poder enviar correspondências natalinas similares – competindo assim, ainda que também de forma ilegal e extemporânea, em igualdade de condições por sua promoção pessoal". Diz a carta:

- É com carinho e reconhecimento que me dirijo aos servidores federais depois de um ano de trabalho árduo, e também de muitas conquistas. As vozes dos que foram às ruas querem melhores serviços públicos, mais médicos, mais educação, mais transporte de qualidade, mais segurança. Cabe a todos nós, servidores públicos, responder essas vozes.

. Ainda de acordo com a nota do PSDB, Sampaio vai protocolar nesta sexta-feira representação ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que verifique se houve ato de improbidade administrativa. O deputado também pretende propor na Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral uma ação judicial de investigação eleitoral.

COMPRE E LEVE PARA CASA. DESFRUTE NAS FESTAS DE NATAL
HOJE, DIA 26: aberto até as 17h
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Prefeitura aparta R$ 60 milhões, hoje, para novo Centro de Feiras e Convenções de Poerto Alegre

Nesta quinta-feira, 26, a prefeitura da Capital e a Caixa Econômica Federal (CEF) assinam o Termo de Compromisso que autoriza o município a utilizar os R$ 60 milhões captados pela Secretaria Municipal de Turismo junto ao Ministério do Turismo, via PAC Turismo, para a construção de um novo centro de feiras e convenções na Capital. A assinatura ocorrerá às 17h, no Paço Municipal, pelo prefeito José Fortunati e o superintendente da Caixa, Ruben Danilo de Albuquerque Pickrodt, com a presença do secretário municipal de Turismo, Luiz Fernando Moraes.

Fortunati não quer saber de namoro de Vieira com Aécio ou Campos

Antes de embarcar para as festas de final de ano em Nova Iorque, o prefeito José Fortunati mandou este recado curto e grosso para o candidato do seu Partido, o PDT, ao governo estadual:

- Não subirei em palanque algum, em 2014, que não for o da presidente Dilma.

. O prefeito não está gostando das conversações de Vieira da Cunha com Aécio Cunha e Eduardo Campos.


- Do jeito que anda a carruagem, em 2014 o prefeito terá que subir no palanque de Tarso, PT, caso mantenha sua promessa, porque o governador garante que só será candidato se Dilma tiver um único palanque no Estado, o seu. José Fortunati tenta engessar a candidatura de Vieira da Cunha, exigindo dele o que ele mesmo não fez no ano passado, quando acertou o apoio de Partidos de oposição a Dilma, como o Dem. Aliás, do seu governo fazem parte, também, o PSDB e o PSB. É do PSB de Eduardo Campos o próprio líder do governo Fortunati na Câmara, Airton Ferronato. 

Comércio gaúcho protesta contra fim do IPI barato para a indústria

Em Porto Alegre, a Federação de CDLs protesta hoje contra a decisão do governo federal de não prorrogar os incentivos de estímulo à economia, pela preocupação com a arrecadação dos próximos anos. A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para eletrodomésticos de linha branca (geladeiras, tanquinhos e máquinas de lavar) já está decidida. A redução deve acabar no dia 31 de dezembro. 

- Com o final do convênio é provável que a comercialização de tais produtos inicie uma rota de queda por causa da natural alta de preços que ocorrerá em função de alíquotas mais elevadas do imposto federal. No setor automotivo isso já vem acontecendo desde novembro - explica o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

. Outro problema é o aumento de impostos indiretos, que é inimigo natural do combate à inflação. Segundo o presidente da entidade varejista, a alta de impostos será naturalmente agregada ao preço dos produtos.

- Além disso, tais medidas podem comprometer o único fundamento sólido da economia brasileira atual, que é a manutenção de baixas taxas de desemprego. A provável queda das vendas tenderá a gerar demissões nas indústrias e estabelecimentos comerciais, o que impactará diretamente no aumento da taxa nacional de desemprego - completa.

- A estagnação dos setores da indústria, comércio e serviços preocupa o varejo gaúcho. No terceiro semestre de 2013, o Produto Interno Bruto (PIB) apresentou baixa de 0,5%. 

COMPRE E LEVE PARA CASA. DESFRUTE NAS FESTAS DE NATAL
HOJE, DIA 26: aberto até as 21H
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Sindicato dos Engenheiros quer retirada do projeto que tunga R$ 1,3 bi da CEEE

Nesta manhã de quarta-feira os deputados estaduais gaúchos receberão a visita de dirigentes do Sindicato dos Engenheiros, Senge, e da AECEEE, Associação dos Engenheiros da CEEE, que desfilarão argumentos contra a aprovação do projeto 350/2013, que transfere R$ 1,3 bilhão do caixa da estatal para o caixa único do Estado. A AECEE representa 500 engenheiros da companhia, 220 dos quais estão em atividade. Em resumo, a aprovação do PL 350, na forma proposta, ao retirar cerca de R$ 1,3 bilhões do caixa das empresas do Grupo CEEE, abre caminho para a não execução de inúmeras obras de infraestrutura da CEEE-D e CEEE-GT, além de expor à CEEE-D ao risco de intervenção pela ANEEL - o que talvez seja o desejo do governo atual do PT.

. Os engenheiros alegam que a transferência do pagamento dos funcionários ex-autárquicos é interessante às empresas do Grupo CEEE, visto que este encargo deveria ter sempre ficado a cargo do Estado e não da CEEE,  porém, da forma que está posto, em que os recursos necessários a seu pagamento também são integralmente repassados, não ajuda em nada ao reequílibrio das empresas CEEE-D e CEEE-GT:

1)  Porque eventuais demandas judiciais serão de responsabilidade da CEEE, assim como eventuais reajustes de salário superiores ao INPC também terão de ser ressarcidos pela CEEE; 
2) Por que vão descapitalizar as empresas em um momento extremamente crítico.

. Este último ponto é muito importante porque a CEEE-D está bastante fragilizada e a retirada dos recursos da última parcela da CRC implicará em atraso aos fornecedores, o que resultará em atrasos de diversas obras imprescindíveis à Sociedade Gaúcha, algumas sob à égide de obras da COPA 2014- FIFA.
Quanto à CEEE-GT, segmento Geração e Transmissão, a retirada dos recursos previstas no PL 350 tende a inviabilizar, ou no mínimo postergar, outros tantos empreendimentos necessários à sobrevivência da empresa. Neste caso específico, os prejuízos à sociedade tendem a ser minimizados, porque se a empresa gaúcha não fizer, outros empreendedores poderão realizar os investimentos, conforme o modelo do setor elétrico vigente.

. Alega o Senge que um projeto desta relevância não pode ser aprovado em regime de urgência, tendo que ser construída uma solução razoável para todos os segmentos: Sociedade, Empresas do Grupo CEEE e funcionários ex-autárquicos.

CLIQUE AQUI para ler a carta do Sindicato dos Engenheiros.

CLIQUE AQUI para ler a carta da Associação dos Engenheiros da CEEE.

Fortunati demite 70 servidores, CCs, por e-mail, na véspera do Natal

O prefeito José Fortunati aproveitou a véspera de Natal para dar um presente de grego para 70 funcionários municipais, todos CCs dos Partidos da base aliada.

. Ele demitiu todo mundo sem aviso prévio, segunda-feira, por e-mail.

. As demissões mascaram evidente má gestão financeira da prefeitura, que fechará o ano em novo déficit, os primeiros desde que José Fogaça derrotou o PT há dez anos e equilibrou as contas públicas.

- Como sabe qualquer gestor público ou privado, demissões devem ser evitadas em vésperas de Natal e Ano Novo, épocas de boas e não de más notícias. 

Assembléia reúne-se esta tarde para discutir se rapa o tacho da CEEE para cobrir rombos do governo

O piso regional sob o governo Tarso Genro descolou completamente do salário mínimo nacional e é muito maior do que ele. Os empresários reclamam da diferença, que reduz a competitividade local em relação aos seus concorrentes de outros Estados, impondo-lhes, portanto, maiores custos, o que resulta em preços maiores e lucros menores - à quebra de empresas e desemprego, portanto. 


O deputado Frederico Antunes, PP, tentará emplacar se requerimento de inversão de pauta para votar em primeiro lugar, esta tarde, na Assembléia do RS, o projeto que estabelece os novos níveis de piso salarial estadual. Com isto, ele quer esvaziar o plenário para as votações seguintes das demais sete propostas enviadas pelo governo para votação no período de sessões extraordinárias que começa esta tarde.

. As principais bancadas de oposição já deixaram claro que o objetivo dos deputados é impedir a votação ou derrubar o projeto que transfere R$ 1,3 bilhão do caixa da CEEE para o saco sem fundos do caixa único. No período de sessões ordinárias, o governo foi obrigado a retirar o projeto, porque corria o risco de derrota.

. O deputado Jorge Pozzobom, PSDB, disse ao editor que conforme a Constituição Federal, convocações extraordinárias não podem sair sem aval do plenário. Por isto ele tentará colocar em votação seu pedido para que o ato do governador vá a voto.

- O governo joga com a possibilidade de defecções entre os deputados da oposição e independentes. Seus deputados do PT, PCdoB, PRB e PTB prometem presença completa.

Se aprovar a derrama da CEEE, governo meterá a mão em R$ 1,3 bilhão

A oposição na Assembléia do RS está alarmada com os gastos perdulários do governador Tarso Genro e por isto não quer aprovar a entrega de R$ 1,3 bilhão da CEEE para o caixa único do governo, mesmo que isto ocorra para garantir o pagamento dos ex-autárquicos da companhia, que serão transferidos para a Folha do Estado. Neste final de ano, o governo já conseguiu emplacar a emissão de R$ 600 milhões em debêntures e por pouco deixou de aprovar os projetos que criam duas novas estatais na área do Banrisul, que lhe garantiria pelo menos mais R$ 2 bilhões, decorrentes da estruturação dos negócios por parte da empresa privada Brasil Plural.

. A CEEE não precisa transferir seus ex-autárquicos, porque poderá continuar pagando seus salários pelos próximos 10 anos, desembolsando valores mensais e não numa só tacada, como quer o governo. A estatal é um dinossauro que não consegue investir para melhorar seus serviços de transmissão e energia, como há 20 anos não emplaca uma só usina de geração. Este dinheiro, R$ 1,3 bilhão, poderá servir para fazer os investimentos que não faz. 

. Em apenas três anos, o governo petista aumentou o endividamento do Estado em R$ 14 bilhões. O valor total chega a R$ 53,1 bilhões. Veja como se dividem os valores adicionais:

Caixa Único
R$ 2,7 bilhões
Depósitos judiciais
R$ 5 bilhões
Operações de crédito

R$ 6,6 bilhões