Bandidos do Mensalão já somam penas de 105 anos. E vem mais a caminho.

* Clipping www.g1.com.br

Com as definições desta quinta-feira (8), os cinco condenados que integram o chamado núcleo publicitário no processo do mensalão, em julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF), terão que pagar pelo menos R$ 8,4 milhões aos cofres públicos em multas como punição.

. Segundo o Supremo, o dinheiro foi utilizado para a compra de apoio político no Congresso nos primeiros anos do governo Lula.

. Se as penas pudessem ser somadas, os cinco réus pegariam mais de 105 anos de prisão.
Assim como as multas, as penas de prisão também poderão ser ajustadas, anunciou o presidente da corte, ministro Carlos Ayres Britto.

. A definição relativa a esses três crimes não foi concluída porque três ministros deixaram a sessão em razão de julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A conclusão deve ocorrer nesta segunda (12).
Veja abaixo a quanto tempo de prisão cada um dos cinco réus do núcleo financeiro foi condenado e qual é a multa que terão de pagar. Dos que pertenciam ao grupo, apenas Geiza Dias foi absolvida.

Marcos Valério - Pena soma 40 anos, 2 meses e 10 dias de prisão. Além disso, a multa chega a 1.063 dias-multa, que equivalem a R$ 2,72 milhões. Leia mais
Ramon Hollerbach - A pena aplicada totalizou 29 anos, 7 meses e 20 dias de prisão, além de 1.096 dias-multa, que totalizam R$ 2,793 milhões. Leia mais
Cristiano Paz - A punição somou 25 anos, 11 meses e 20 dias de prisão, mais 996 dias-multa no valor de R$ 2,533 milhões. Leia mais
Rogério Tolentino - A pena parcial soma 5 anos e 3 meses de prisão, além de 110 dias-multa no valor de R$ 286 mil (FALTA PENA DE LAVAGEM DE DINHEIRO).
Simone Vasconcelos - A pena parcial, com a análise de dois crimes pelos quais ela foi condenada, soma 4 anos e 2 meses de prisão, além de 110 dias-multa no valor de R$ 143 mil (FALTAM AS PENAS DE LAVAGEM DE DINHEIRO E EVASÃO DE DIVISAS).

Confira abaixo a lista de condenados e absolvidos.
RÉUS CONDENADOS
- Bispo Rodrigues (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Breno Fishberg (lavagem de dinheiro)
- Cristiano Paz (corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha)
- Delúbio Soares (corrupção ativa e formação de quadrilha)
- Emerson Palmieri (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Enivaldo Quadrado (formação de quadrilha e lavagem de dinheiro)
- Henrique Pizzolatto (corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro)
- Jacinto Lamas (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- João Cláudio Genu (formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- João Paulo Cunha (corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro)
- José Borba (corrupção passiva)
- José Dirceu(corrupção ativa e formação de quadrilha)
- José Genoino (corrupção ativa e formação de quadrilha)
- José Roberto Salgado (gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, formação de quadrilha)
- Kátia Rabello (gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, formação de quadrilha)
- Marcos Valério (Corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha)
- Pedro Corrêa (formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Pedro Henry (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Ramon Hollerbach (corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha)
- Roberto Jefferson (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Rogério Tolentino (lavagem de dinheiro, corrupção ativa, formação de quadrilha)
- Romeu Queiroz (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Simone Vasconcelos (lavagem de dinheiro, corrupção ativa, evasão de divisas, formação de quadrilha)
- Valdemar Costa Neto (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Vinícius Samarane (gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro)

Stela Farias omite-se e greve inédita no Detran prejudica milhares de gaúchos

- Secretária da Administração, Stela Farias, a quem se subordina o Detran, não aparece nem para dar bom dia aos jornalistas, seguindo a tática lulista de só aparecer quando existe bônus para anunciar.Ela é omissa no caso. 

* Clipping www.zerohora.com.br

A greve dos servidores do Detran-RS, decretada na manhã desta quinta-feira, pode interromper a aplicação dos cerca de 3 mil exames práticos de direção que são realizados diariamente no Rio Grande do Sul por candidatos a obter a sua primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Mas não deve afetar os demais serviços da autarquia, como o registro e a transferência de veículos, a emissão das carteiras de motorista e as provas teóricas para condutores que estão apenas renovando o documento. Os Centros de Formação de Condutores (CVC) também vão atender normalmente, realizando aulas práticas e teóricas e exames médicos.

- Esses serviços são terceirizados e continuarão funcionando. As provas teóricas, que serão feitas pelo Detran, também podem ser aplicadas normalmente, já que é um sistema informatizado que não exige maior envolvimento dos servidores. O único serviço que será realmente afetado é o das provas práticas de direção, que precisam ser aplicadas por pessoal qualificado - diz o diretor-presidente do Detran-RS, Alessandro Barcellos.

Prazos rejeitados
Barcellos afirmou que os exames de direção serão reagendados e garantiu que o Detran-RS vai adotar medidas de contingência para reduzir o impacto da paralisação.

- Ainda estamos avaliando o nível de adesão à greve, já que ela não é total, e redistribuir o pessoal para reduzir ao mínimo o prejuízo à população - afirmou.

Os servidores do Detran-RS decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira em Porto Alegre, quando foi rejeitada a proposta que previa um aumento de 28% divididos em cinco parcelas entre novembro deste ano e novembro de 2014. A assembleia aprovou uma contraproposta para que o reajuste seja pago em duas vezes - 15% em novembro de 2012 e 13,6% em maio de 2013.

Também pediu o pagamento de um adicional de R$ 1,5 mil para os examinadores que saem de férias.

ENTREVISTA - Saiba por que a família quer reabrir o caso do assassinato de Marcelo Cavalcante

Marcos Cavalcante, irmão do ex-secretário do governo Yeda em Brasília, Marcelo Cavalcante

Muitos leitores alegam que na época da morte de Marcelo em Brasília, o governador era do PSDB e não investigou direito o que houve.
José Roberto Arruda e seu vice, Paulo Octávio, eram do DEM, Partido do vice de Yeda, Paulo Feijó, que fez de tudo para assumir o lugar da governadora. Isto ajuda a explicar por que a Polícia deles fez pouco caso sobre as denúncias de assassinato.

Como é que o PT entra nessa história?
Um impeachment de Yeda interessava não apenas ao DEM, que assumiria o Piratini, mas também a Tarso, o sucessor.

O governador Arruda foi inocente útil?
O DEM não percebeu, mas a Caixa de Pandora que atingiu em cheio o governador Arruda em 2009, custando-lhe inclusive o seu mandato e do seu vice, teve enorme colaboração e participação da Polícia Federal, sob o comando do ministro Tarso Genro, que, assim, abria o caminho também para os petistas rumo ao Palácio do Buriti, aqui no DF.

Por que a mídia não dá ouvidos às denúncias da família de Marcelo Cavalcante, mas na época da morte dele resolveu levantar suspeitas sobre Yeda?
Como a verdadeira família do Marcelo não endossou a tese de participação de pessoas ligadas ao governo Yeda, a grande mídia preferiu não publicar o que a minha família sempre pensou e acreditou, devido aos rastros deixados no assassinato e na “investigação”, preferindo publicar e dar credibilidade ao que dizia a intitulada “viúva”, mesmo tendo sido pega diversas vezes em contradições e mentiras, mas tinha a seu favor o discurso alinhado ao que a mídia queria e ao da oposição.

BIER MARKT
Bier Markt Vom Fass - na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Bier Markt  - também na Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). O melhor lugar para seu Happy Hour!

Governo gaúcho saca forte no caixa único e acumula déficit anual que irá a R$ 1,3 bilhão

Nesta quinta-feira de manhã o secretário da Fazenda do RS, Odir Tonnollier, mandou lançar los valores reais da retirada do caixa único de outubro, que foi de R$ 205 milhões, elevando os saques do ano para R$ 821 milhões, o que confirma tudo o que o editor vem postando desde o início de 2012.

. Os saques totais a descoberto irão para R$ 5,641 bilhões. 

. Através de outras fontes, mas sobretudo trabalhando em cima dos dados diários administrados pelo economista Darcy Carvalho dos Santos, é possível manter a previsão de que o déficit deste ano deverá ser R$ 1,3 bilhão e até mais do que isto.

. O governo estadual é do PT, que no RS não gosta de conjugar verbos como “poupar”, “economizar” ou “cortar”, mas apenas “gastar” (leia nota a seguir sobre a segunda estatal que o governador Tarso Genro quer criar), como se o governo gerasse riqueza e não tivesse limitações graves de ingressos de recursos.
. O Déficit Zero conquistado em 2008 pela governadora Yeda Crusius acabou transformado neste déficit descomunal de R$ 1,3 bilhões deste ano.

. Trabalhar com déficit sobre o total do que entra e do que sai no dia a dia do Tesouro, significa menos obras no Estado, que vive um apagão delas desde o início do atual governo – sem perspectivas de melhora.

-  Enquanto tudo isto ocorre, o governador  afasta-se temerariamente pela terceira vez do Estado desde o início do ano, desta feita por 15 dias, promovendo viagens geralmente pouco úteis, como esta sua segunda ida a Cuba em apenas oito meses. Factóides sobre negociações para a atração de uma fábrica de automóveis movidos a energia elétrica enchem as páginas dos jornais, mas não melhoram o cenário conjuntural desfavorável da economia gaúcha, que este ano registra sua pior recessão em uma década. 

Obras das grandes barragens de Jaguari e Taquarembó estão paradas no RS

As obras das mega-barragens de Jaguari e Taquarembó, vitais para combater a seca e irrigar a agricultura gaúcha,estão paradas.

. O grosso do dinheiro é federal, mas ele só sai quando o governo estadual libera sua contrapartida (25%), o que não é feito.

- A denúncia é do deputado Giovani Feltes, do PMDB, mas há mais tempo o editor reproduz neste espaço os protestos dos produtores e moradores das regiões das barragens. 

Ministério da Cultura corta incentivos de R$ 4,9 milhões para 27º Natal Luz de Gramado

Nem bem começou o 27º Natal Luz, desta vez totalmente estatizado, e novos problemas ameaçam o evento da prefeitura de Gramado, RS.

. É que o ministério da Cultura suspendeu de forma cautelar a aprovação da captação de dinheiro privado sob a forma de incentivos fiscais – até o valor total de R$ 4,9 milhões. Isto significa que quem patrocina o evento não pode mais descontar do seu Imposto de Renda.

. O problema começou quando o Fundo Nacional da Cultura verificou que a prefeitura não respeitou os valores que estabeleceu para os ingressos (R$ 50,00) e resolveu cobrar preços de até R$ 246,91.

. O Natal Luz já começou. Ele é o evento principal do ano em Gramado, que recebe um milhão de turistas por ano.

- Apesar de CPI e de denúncias renovadas, a administração judicial do evento anterior ainda não conseguiu esclarecer os gordos prejuízos do 26º Natal Luz.

Piratini cala-se assustadoramente sobre benefícios da redistribuição dos royalties do petróleo

É assustador e entreguista o silêncio do governo gaúcho sobre a aprovação do projeto que redistribui a partilha atual dos royalties do petróleo, embora ele seja beneficiado de maneira inédita.

. O silêncio dá a entender que o governo alinha-se com a posição da presidente Dilma Rousseff, que quer vetar o projeto e manter os privilégios únicos que entregam a parte do leão para Rio e Espírito Santo, prejudicando Estados como o RS.

CLIQUE AQUI para examinar esta reportagem da RBS TV desta quinta-feira, na qual há ampla explicação sobre os benefícios que ocorrerão em favor de 491 municípios do Estado.

Governo cria segunda estatal em apenas dois anos

O atual governo gaúcho decidiu criar sua segunda estatal em menos de dois anos de administração. É mais despesas para os contribuintes e mais inchaço da máquina pública (empreguismo).

. Depois da EGR, chegou a vez da Assis Brasil – Parques e Eventos S.A.

CLIQUE AQUI para examinar o portentoso projeto de remodelagem do Parque Assis Brasil, Esteio, RS, onde ocorrem as edições da Expointer, maior feira de agronegócios do Brasil.

Apagão de mão-de-obra especializada prossegue em Rio Grande


O editor constatou em Rio Grande, onde esteve na terça-feira, que existe apagão de mão-de-obra especializada. Os estaleiros não conseguem todos os trabalhadores de que precisam. 

Apagão deixa 2.500 vagas sem ocupantes na área de TI da Grande Porto Alegre

É também muito grande o apagão de mão-de-obra na área de Tecnologia da Informação no RS, segundo denunciou nesta quinta-feira em Santa Maria o presidente do Sindicato das Empresas de Informática, Edgar Serrano. Ele falou sobre isto no pavilhão da Inovação, dentro da programação do II Seminário Internacional de Inovação e Desenvolvimento Regional Sustentável.

. Há tempos o Seprorgs vem denunciando o apagão de mão-de-obra.

. No ano passado, o setor de serviço da informação cresceu 5%. Só no setor de tecnologia da informação, sobram 115 mil vagas no Brasil e 2500 apenas na região metropolitana de Porto Alegre.

BIER MARKT
Bier Markt Vom Fass - na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Bier Markt  - também na Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). O melhor lugar para seu Happy Hour!

Juliana e Araújo são pontas de lança de Dilma para dominar o PDT do RS

No RS, Dilma Rousseff conta com a irmã de Brizola Neto, a deputada Juliana Brizola, além de aliados que integram o governo do PT, para minar o atual comando do PDT no Estado.

. A ponta de lança do grupo é o ex-deputado Carlos Araújo, ex-marido e oráculo de Dilma, que nem é do PDT, mas que apesar disto manobra com desenvoltura para obter mudanças no Partido.

- A deputada Juliana Brizola e seus aliados, inclusive Araújo, são amplamente minoritários no Partido. 

Padilha avisa que não disputará mais nada no RS

O deputado Eliseu Padilha, que vem a ser presidente nacional da Fundação Ulysses Guimarães, disse esta semana ao jornalista Vitor Vieira que não é mais candidato a nada, o que não significa que abandonará a política partidária. Ele prosseguirá dirigente do PMDB. O deputado irá dedicar-se aos seus negócios e à banca de advogado.

. Na segunda-feira, Eliseu Padilha almoçou com o vice-presidente Michel Temer, o ministro Mendes Filho e o senador Pedro Simon, em Gramado, RS.

Conheça a estratégia de Fogaça para disputar o Piratini

Apostando no desgaste do atual governo estadual do PT e convencido de que o PP terá um candidato muito forte, o ex-prefeito José Fogaça acha que poderá vencer as eleições de 2014 para o Piratini, unindo as oposições no segundo turno. A disputa interna ocorrerá com Mendes Filho.

. Rigotto e Sartori, outros possíveis adversários internos, parecem mais dispostos a buscar uma cadeira na Câmara.

- José Fogaça saiu muito prestigiado das eleições de Porto Alegre. Ele apostou todas as fichas em José Fortunati. 

Olívio ciceroneou Villa, mas mostrou que não tem mais prestígio eleitoral no RS

Nas grandes cidades onde jogou todo o seu peso político e prestígio eleitoral, o ex-governador Olívio Dutra revelou-se pé frio.

. Em Porto Alegre, onde ciceroneou Adão Villaverde pelos bairros e vilas, a derrota do candidato mede-se pelo único dígito que faturou nas urnas.

Yeda vai disputar cadeira na Câmara dos Deputados

Ex-governadora, Yeda Crusius é candidatíssima a uma vaga na Câmara dos Deputados pelo PSDB.

Petrônio Correa conta suas conversações com o Poder

Será dia 20 na Livraria Cultura, Porto Alegre, o lançamento do livro “No Centro do Poder”, de Regina Augusto, que conta as histórias do fundador da MPM, Petrônio Correa.

BIER MARKT
Bier Markt Vom Fass - na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Bier Markt  - também na Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). O melhor lugar para seu Happy Hour!

Peccin duela com Natal Luz e apresenta Korvatunturi em Gramado

Afastado manu militari do evento que criou em Gramado, o Natal Luz, agora estatizado, o empreendedor Luciano Peccin resolveu duelar com sua criatura.

. É que a partir desta quinta-feira, abrirá no Centro de Cultura da Faurgs o espetáculo Korvatunturi – A Origem do Natal, ingressos a R$ 45 e R$ 75.

CLIQUE AQUI para saber tudo sobre o espetáculo, que é uma novidade no Natal Luz de Gramado.

Entenda de que forma Dilma conspira para tomar o controle do PDT

A presidente Dilma resolveu jogar pesado e cumprir sua velha manobra de  cabrestear a bancada do PDT na Câmara e o próprio Partido. Aproveitando a ida do Líder do PDT, deputado André Figueiredo (PDT-CE), junto com uma comitiva trabalhista, à China, Dilma resolveu designar o seu ministro do Trabalho, Brizola Neto, para fazer o trabalho sujo. Aproveitando a ausência de André Figueiredo – uma jovem liderança trabalhista que está revolucionando a bancada do PDT na Câmara Federal e tornando o Partido cada vez mais independente dos interesses do governo – a presidente mandou Brizola Neto visitar a bancada na terça-feira, coisa que ele não havia feito desde a posse. A visita serviu para o ministro convidar os deputados do PDT para um beija-mão ao seu gabinete no no dia seguinte, qurta-feira, onde sem qualquer pudor, fez as seguintes colocações:

1) O gerenciamento das demandas da bancada do PDT – leia-se emendas – em todos os ministérios está, por delegação de Dilma, sob a condução do ministro do Trabalho.

2) A liberação de emendas ou qualquer demanda da bancada trabalhista junto ao governo está condicionada à lealdade incondicional para com os projetos do governistas e – o mais vergonhoso – à saída de André Figueiredo da liderança do Partido. Dilma quer que o líder da bancada do PDT na Câmara seja um deputado de primeiro mandato, dócil aos interesses do governo.

. A reação foi imediata. Nesta quarta a noite, aliados do líder pedetista, unidos no que já está sendo chamado de “resistência trabalhista” reuniu-se por vídeo-conferência com André Figueiredo e os demais integrantes da comitiva que está em Pequim para organizar a reação.

. O retorno de André Figueiredo promete dores de cabeça para o governo, pois a bancada do PDT  considera-se afrontada pela abordagem de Brizola Neto – que não representa o PDT no governo,  e vai partir para a briga para garantir a própria sobrevivência do Partido.

Pontas de lança no PDT do RS são Juliana Brizola e Araújo

No RS, Dilma Rousseff conta com a irmã de Brizola Neto, a deputada Juliana Brizola, além de aliados que integram o governo do PT, para minar o atual comando do PDT no Estado.

. A ponta de lança do grupo é o ex-deputado Carlos Araújo, ex-marido e oráculo de Dilma, que nem é do PDT, mas que apesar disto manobra com desenvoltura para obter mudanças no Partido.

- A deputada Juliana Brizola e seus aliados, inclusive Araújo, são amplamente minoritários no Partido.