O PMDB nem apoiou Dilma até agora e já ajudou Tarso e o PT na Assembléia

Álvaro Boessio, Adolfo Brito, Heitor Schuch e Márcio Biolchi.

É até bom que o governador Tarso Genro volte rapidamente da sua viagem à China, porque caso contrário a oposição a ele acabará concedendo quorum às sessões da Assembléia Legislativa do RS e aprovando todos os seus projetos.

. Nesta quarta-feira a tarde a base aliada violou de novo as juras de comparecimento que fez na semana passada, fugiu dos registros de presença, buscou aliados inesperados na oposição e impediu a votação dos projetos protocolados em regime de urgência pelo governo dela mesma.

. Anote os nomes dos que colaboraram com o governo Tarso nas sessões de terça e quarta-feiras, virando as costas aos seus companheiros de Partido:
Terça-feira – Adolfo Britto, PP, e Heitor Schuch, PSB
Quarta-feira – Márcio Biolchi e Álvaro Boesio

. O caso desta quarta-feira foi mais escandaloso, porque se Biolchi e Boesio não tivessem escapado do plenário, haveria quorum e a oposição imporia as primeiras grandes derrotas deste ano a Tarso.

. Veja como ficou a oposição, que precisava de 27 presenças para garantir o quorum (o presidente era a 28ª. presença necessária) e derrotar o governo do PT no voto, estimulando toda a oposição no Estado. 

PMDB – 6 (a bancada é de 8, mas Biolchi e Boesio sumiram)
PP – 7
PSDB – 6
PPS, DEM e Solidariedade – 3
PSB – 2 (o PSB tinha fechado acordo com Shuch para dar presença, mas ele traiu a bancada mais uma vez).
PTB - Sérgio Moraes, dissidente

. O governo e o PT conseguiram introduzir cunhas importantes dentro do PP, PMDB e principalmente dentro do independente PSB, onde o deputado Heitor Schuck faz tudo o que manda o Piratini.

. Nesta quinta-feira haverá sessão, mas não sairão votações. Isto só acontecerá na terça-feira, mas na terça-feira estará de volta a Expedição Marco Polo e os três deputados governistas que viajaram com Tarso até a China. Com eles e mais os amigos íntimos que mostraram a cara esta semana, o deputado Raul Pont não precisará continuar fugindo do plenário e poderá patrolar a oposição, aprovando todas 9 dezenas de projetos que foram incluídos na pauta de votação. 

- O deputado Márcio Biolchi alegou viagem a Brasília para conversar com o vice Michel Temer, vice do governo federal do PT. Boesio nem deu explicações. 

E-mails para usar
ADOLFO BRITO - ajbrito@al.rs.gov.br  
ALVARO BOESSIO - alvaro.boessio@al.rs.gov.br
HEITOR SCHUCH – heitor.schuch@al.rs.gov.br
MÁRCIO BIOLCHI - marcio.biolchi@al.rs.gov.br

Tony Blair conta em Porto Alegre qual é o segredo para ser líder no mundo globalizado

A globalização está mudando o mundo. A afirmação foi uma das primeiras lições que passou  em Porto Alegre, o ex-primeiro ministro do Reino Unido e patrono da Africa Governance Initiative, Tony Blair. O evento ocorreu hoje, durante palestra especial na UniRitter, instituição integrante da rede internacional de universidades Laureate. Ele falou diante de um auditório lotado, no campus Porto Alegre, onde estavam estudantes e convidados, professores e autoridades. Os mais de 10 mil alunos da UniRitter tiveram acesso também em transmissão exclusiva via internet.

. Tony Blair revelou cinco lições para ser um líder no mundo globalizado. Primeiro, é preciso cuidar da qualidade do governo. “O século XXI é muito menos baseado em ideologias e mais sobre fazer as coisas acontecerem”, declarou. Em segundo lugar, é preciso pensar no mundo como um organismo único. A terceira lição é que a educação é a coisa mais importante, sendo a reforma educacional a mais difícil a ser realizada. “Para uma nação ter sucesso os líderes precisam estar atentos a isso”, destacou. O lugar de cada nação no mundo e o papel a ser representado no futuro é a lição número quatro. Neste momento, Tony Blair demonstrou como o país deve atuar para assumir o seu lugar como líder local e mundial. “O Brasil será um dos líderes no mundo, mas terá que se posicionar e decidir sobre as suas alianças. O mesmo já foi feito inúmeras vezes pelo Reino Unido desde o período renascentista”, observou.

. Por fim, a última lição está na conectividade. E isto não significa apenas a tecnologia, viagens ou geografia, como indicou Blair. Mas também a questão de manter a mente aberta ou fechada. “Mesmo com o mundo mudando tão rápido, as lições estão disponibilizadas para todos que quiserem ver. Quanto mais você se conectar, melhor você será”, finalizou.

Masal inaugura fábrica de guindaste em Farroupilha

Nesta sexta-feira, o Grupo Masal, liderado pelo empresário e presidente do SIMERS, Claudio Bier, vai inaugurar uma nova fábrica, desta vez no polo de Caxias do Sul. Este novo empreendimento está localizado na cidade de Farroupilha e tem foco na produção de guindastes veiculares hidráulicos, que são equipamentos que atendem todos os segmentos de movimentação de carga, como elétrico, construção civil, telefonia, indústria naval, transporte, prestação de serviços, locação entre outros. A Masal não falou em valores.

. O investimento gerará imediatamente 50 empregos diretos. Atualmente, a Masal tem uma sede em Caxias do Sul, com 1000 m², 30 funcionários e uma produção mensal de 20 guindastes. A nova unidade de Farroupilha tem 3000 m² e a previsão é que se produza 50 equipamentos por mês, ou seja, um aumento de 150% na fabricação de máquinas. A pretensão é desativar a unidade de Caxias já que a área de Farroupilha é maior e oferece mais condições de trabalho. 

- O evento de inauguração é nesta sexta, dia 6 de dezembro,às 10h30,  na rua Travessão Feijó, nº 300, Linha Julieta, 1º Distrito- Farroupilha/RS.

Povo põe placa na estrada, arrecada dinheiro e faz obras que o governo do PT não faz no RS

Enquanto o governador promove a sua Expedição Marco Polo, seus conterrãneos tentam governar o governo, já que ele não o faz. A placa ao lado de Jaime Rex explica-se por si mesma. O caso nem de longe é uma exceção. 



O repórter Fernando Goettems, Zero Hora, disponibiliza no site do jornal, hoje, a informação de que sem perspectivas de melhorias em uma rodovia em estado crítico, entre os municípios de Crissiumal a Humaitá (ERS-207), no noroeste do Estado, moradores das duas cidades decidiram fazer o que seria a função do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). Organizados em torno da campanha de "Adote um metro cúbico de asfalto", eles iniciaram a arrecadação de fundos para consertar por conta própria a via. Em várias regiões do Estado a situação de calamidade é a mesma. Leia tudo:

De acordo com um dos líderes do movimento, o empresário Jaime Rex, a intenção é arrecadar cerca de R$ 27 mil e arrumar cem metros cúbicos de asfalto. Desde que a campanha iniciou, na última semana, já foram arrecadados mais de R$ 10 mil. Os moradores temem que no fim de ano, com o aumento do fluxo de veículos no Natal e na virada do ano, o número de acidentes aumente. Além da arrecadação do dinheiro, a mobilização ocorre também pelas redes sociais, com o compartilhamento de fotos e discussões sobre a estrada.

Colocamos placas informando que a rodovia foi abandonada pelo Estado, mobilizamos o pessoal. Especialmente depois que por duas vezes essa rodovia ficou de fora dos planos de ação de emergência do governo — afirma Rex.
(...)
Em nota o Daer afirmou que a licitação para o contrato de conserva das rodovias da região de Santa Rosa já foi concluída e a Superintendência da autarquia na região está elaborando um cronograma de prioridades. A promessa é que, em torno de 15 dias, possa ser realizada uma recuperação neste trecho da ERS-207. A próxima operação tapa buracos está prevista para iniciar na segunda-feira, dia 9.

Veja o comentário do editor: Tarso lidera Expedição Marco Polo em vez de governar o governo

Governo Dilma privatizou mais três rodovias. Bolo total já é de 5. RS está fora do programa.

O governo Dilma Roussef já conseguiu privatizar 5 rodovias federais neste segundo semestre. O programa prosseguirá, mas nenhuma estrada do RS será contemplada, uma vez que o PT, que controla o governo local, é contra privatizações e cobranças de pedágios por empresas particulares, portanto também contra os investimentos que elas possam fazer. 

A Triunfo Participações e Investimentos (TPI), que no RS administra a freeway,  venceu nesta quarta-feira o leilão do lote das rodovias BR-060, BR-153 e BR-262, nas regiões de Brasília, Triângulo Mineiro e Belo Horizonte.

. A tarifa oferecida pela Triunfo foi de R$ 0,02851 por quilômetro, o que representa um deságio de 52% em relação ao teto fixado pelo governo.

. A segunda colocada foi a Invepar, com lance de R$ 0,03437, com deságio de 42,14% em relação ao teto.
. Em seguida, ficaram o consórcio da EcoRodovias (deságio de 41,19%), a Queiroz Galvão (37,99%) e, por último, a CCR (21,41%).
. Segundo o governo, a concessão vai gerar em 30 anos investimentos na ordem de R$ 7, 15 bilhões.

Servidores do Detran RS poderão entrar em greve nesta quinta-feira

Apesar das novas negociações de hoje, os servidores do Detran poderão decretar greve geral na assembleia convocada para esta quinta-feira em Porto Alegre. 

Preços dos imóveis, Porto Alegre, subiram 14,4% em um ano, mas ainda estão muito abaixo da média nacional

Preço do m2 em Porto Alegre (R$ 4,8 mil) é muito inferior à média nacional (R$ 7,3 mil) o que significa que ele pode avançar muito na Capital do RS e ainda assim não fugirá do padrão. 

O preço do metro quadrado dos imóveis em Porto Alegre é o sexto mais barato entre as 16 cidades pesquisadas pelo Índice FipeZap Ampliado, divulgado nesta quarta-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

. O editor recebeu material da Imovel Bild, unidade de negócios do Grupo SuperBird (www.superbid.net) que o preço do metro quadrado de imóveis prontos no Brasil subiu 13,8% nos últimos 12 meses. Os valores foram pesquisados em 16 cidades, baseados em anúncios na internet.

. Se descontada a inflação esperada de 5,9% para o ano, o aumento real no preço dometro quadrado nos últimos 12 meses foi de 7,9%.

. A média nacional do preço do metro quadrado foi de R$ 7.231,00, mas em cidades como Porto Alegre ele é bem menor.

. Na capital gaúcha, o preço médio anunciado pelo metro quadrado é de R$ 4,8 mil, mais alto que os preços em Santo André (R$ 4.532), Vitória (R$ 4.424), Salvador (R$ 4.383), São Bernardo do Campo (R$ 4.276) e Vila Velha (R$ 3.797), mas bem abaixo da média nacional, de R$ 7.231. O primeiro lugar na pesquisa é o Rio de Janeiro, com média de R$ 9.812.

. O valor apurado em Porto Alegre aponta um crescimento de 14,4% em relação a novembro do ano passado. A taxa de crescimento é bastante superior aos índices de inflação – o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) previsto pelo mercado para 2013, por exemplo, é de 5,81%. A taxa é também superior à de crescimento dos preços no Brasil, que é de 13,8%. Em relação ao mês passado, houve crescimento de 1,3% na Capital.

Pimentel e Marco Aurélio em Buenos Aires para desatar nó das exportações de calçados do Brasil

A jornalista Marcia Carmo, Clarin, Buenos Aires, informa nesta quarta-feira que as autoridades debaterão as barreiras comerciais que afetam as exportações brasileiras para o mercado argentino. Este deve ser o principal assunto na reunião desta quarta-feira em Buenos Aires, entre o ministro brasileiro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, e o assessor especial da Presidência, Marco Aurélio Garcia, com as novas autoridades argentinas – o chefe de Gabinete, Jorge Capitanich, e o ministro da Economia, Axel Kicillof. O encontro será realizado um dia depois da notícia sobre a desaceleração da economia brasileira – encolhimento de 0,5% no terceiro trimestre. Dado que gerou preocupação no setor empresarial argentino. Leia tudo:

 Para as autoridades brasileiras, a saída do secretário de Comércio Interior, Guillermo Moreno, e a chegada, principalmente, do governador licenciado da província do Chaco, Jorge Capitanich, no cargo de Chefe de Gabinete (Casa Civil) “abrem caminho” para a retomada das discussões sobre os entraves comerciais que marcaram a relação bilateral nos últimos tempos. 
(...)
. A reunião desta quarta será realizada em meio a críticas de setores brasileiros como o dos calçados. Na quinta-feira passada, 28 de novembro, a Associação Brasileira da Indústria de Calçados (Abicalçados), que fica no Rio Grande do Sul, criticou as barreiras comerciais argentinas. No comunicado “Impasse com a Argentina gera problema social grave”, a associação afirma que está “inconformada com a passividade do governo federal (brasileiro) diante do crescente protecionismo argentino”.

. O presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Kein, disse que a Argentina importava vinte milhões de pares de calçados no início dos anos 2000 e que agora “importa menos que dez milhões de pares”.

Uma das principais queixas dos fabricantes, exportadores e autoridades do governo brasileiro é em relação à exigência das Declarações Juramentadas Antecipadas de Importação (DJAIs) – para cada dólar importado pela Argentina um deve ser investido no país. Segundo a Abicalçados, cerca de 700 mil pares de sapatos, com “prejuízos de US$ 13 milhões”, estão “impedidos de entrar” no mercado argentino devido à não liberação destas licenças – as DJAIs (quase sempre pronunciadas com cara feia pelo lado brasileiro).

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa do jornal argentino de hoje.

Governo Tarso Genro manda prender soldado que "falou demais" contra o Piratini

O soldado João Domingues, presidente da Associação de Cabos e Soldados Policiais Militares, foi preso nesta quarta-feira, dia 04, na Polícia Militar da Cidade de Pelotas/RS.

. O crime cometido pelo militar foi ter falado na Rádio Pelotense do Rio Grande do Sul, sobre as condições de trabalho dos policiais e bombeiros militares, do não atendimento dos PMS e BMs reformados e da falta de viaturas para melhor atender a população.

. Segundo informações obtidas, foi determinada a prisão imediata do soldado Domingues, em virtude do mesmo fazer parte do grupo que negocia salário e plano de carreira e ser contrário à proposta que foi apresentada pelo Governo Gaúcho.

CLIQUE AQUI para conhecer todos os detalhes. A informação é da Abamf, associação dos militares da Brigada.

Programa "Cenários" ouvirá Heitor Klein falar sobre mercado de calçados, hoje, 18h30min, aqui

O RS e o Brasil foram obrigados a mudar o perfil da sua indústria de calçados, produzem melhor e com valor agregado maior, abastecem todas as necessidades do povo brasileiro e ainda fabricam excedentes que disputam mercados externos.

. Foi uma reengenharia para não morrer.

. Os obstáculos não foram todos removidos.

. No front externo, barreiras não alfandegárias como as impostas atualmente pelos argentinos, estrangulam os exportadores brasileiros de calçados e são de difícil solução a curto prazo.

. Há muito mais barreiras, sobretudo internas, a do Custo Brasil.

. É sobre tudo isto que Heitor Klein, presidente executivo da Abicalçados, falará neste final de tarde, on line, no programa semanal "Cenários", que terá a condução do editor e participação do analista financeiro Leandro Rushel.

CLIQUE AQUI para ler a pauta da entrevista.

. Veja nos sites www.polibiobraga.com.br e www.leandrostormer.com.br


Faça sua compra nesta quarta-feira
200 RÓTULOS GLOBAIS DE CERVEJAS ARTESANAIS 
PARA PRONTA ENTREGA  EM PORTO ALEGRE
Aberto entre 10h e 20h, sem intervalo
200 rótulos para comprar e levar na hora, No Bier Markt Shop, Porto Alegre. Você também pode beber no local, que conta com 4 torneiras de chopes. 
No local também operam 4 torneiras de chopes artesanais, que podem ser apreciados ali mesmo.
www.biermarkt.com.br

Governo comemora: produção industrial cresceu 0,6% em outubro

O crescimento em relação ao mês anterior ficou acima do que foi registrado nos meses de setembro (0,5%) e agosto (0,2%). Na comparação com o mesmo mês do ano passado, avanço do setor foi maior, de 0,9%

Presidente da Câmara desabafa: "Genoíno é página virada da história".

Incomodado com as críticas da bancada petista na Câmara dos Deputados, o presidente Henrique Eduardo Alves voltou a falar na manhã desta quarta-feira sobre a decretação da morte política de José Genoino, que renunciou ontem ao cargo de deputado. 

. O PT acredita que Henrique Alves (PMDB-RN) influenciou para que fosse aberto processo de cassação contra o agora ex-parlamentar. Nesta manhã, porém, ele reafirmou ter cumprido seu papel:

- Não é agradável uma decisão dessa, mas cumpri meu dever. Essa é uma página virada.

. Zé Genoíno, ex-presidente do PT, condenado e preso como corrupto, é página virada da história, onde figurará como um dos prisioneiros mais emasculados que jamais passou pela Papuda.

Faça sua compra nesta quarta-feira
200 RÓTULOS GLOBAIS DE CERVEJAS ARTESANAIS 
PARA PRONTA ENTREGA  EM PORTO ALEGRE
Aberto entre 10h e 20h, sem intervalo
200 rótulos para comprar e levar na hora, No Bier Markt Shop, Porto Alegre. Você também pode beber no local, que conta com 4 torneiras de chopes. 
No local também operam 4 torneiras de chopes artesanais, que podem ser apreciados ali mesmo.
www.biermarkt.com.br

Será em Bento, dia 12, nova audiência pública sobre o trem regional

Será dia 12, 8h, a Audiência Pública de apresentação do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica, Financeira, Social e Ambiental do sistema de transporte ferroviário de passageiros (Trem
Regional), em Bento Gonçalves, RS, na Casa das Artes. 

Assembléia sentou em cima do Projeto da Boate Kiss

A Assembléia Legislativa do RS encontra tempo para votar 80 projetos enviados pelo governador Tarso Genro, mas até agora não conseguiu sair de cima do projeto de lei complementar 155/2013, apresentado pelo deputado Adão Villaverde, PT, que estabelece normas sobre Segurança, Prevenção e Proteção contra Incêndios nas edificações e áreas de risco de incêndio no Estado do Rio Grande do Sul.

. É o Projeto da Boate Kiss.

. Alguém sentou em cima.

. Até que novo incêndio mate mais algumas dezenas de jovens gaúchos.

CLIQUE AQUI para ler o projeto e examinar onde ele está trancado.

Faça sua compra nesta quarta-feira
200 RÓTULOS GLOBAIS DE CERVEJAS ARTESANAIS 
PARA PRONTA ENTREGA  EM PORTO ALEGRE
Aberto entre 10h e 20h, sem intervalo
200 rótulos para comprar e levar na hora, No Bier Markt Shop, Porto Alegre. Você também pode beber no local, que conta com 4 torneiras de chopes. 
No local também operam 4 torneiras de chopes artesanais, que podem ser apreciados ali mesmo.
www.biermarkt.com.br

Economista diz sobre PIB ruim: "O governo tem feito escolhas erradas".

Comparado com outros Países, o crescimento médio do PIB brasileiro nos últimos sete anos até que não foi tão ruim.


Os dados do PIB do terceiro trimestre reafirmam que a experiência heterodoxa não deu certo, afirma Carlos Eduardo Gonçalves, professor da Faculdade de Economia da USP. Ele falou para o jornal Valor de hoje. Leia tudo:

Na avaliação do professor, os números sinalizam que as escolhas que o governo vem fazendo em termos de estímulos à atividade têm dado errado e compõem um quadro típico de insuficiência de oferta, formado por núcleos de inflação pressionados e piora do déficit externo.

. Nesse cenário, nem mesmo as concessões - na direção correta, segundo ele - têm poder para recompor a credibilidade do governo e reverter o pessimismo do empresariado. A seguir, os principais trechos da entrevista:

Valor: Como o sr. avalia o PIB do terceiro trimestre?
Carlos Eduardo Gonçalves: Os dados do trimestre sinalizam que as escolhas que o governo vem fazendo têm sido erradas em termos de estímulos à atividade. A estratégia começou a se montar no pós-crise. Lá, a presidente Dilma pisou no acelerador acreditando que o crescimento viria com impulso de demanda. O BC baixou o juro mais do que deveria e o governo forçou uma depreciação do câmbio em 2012. Ambos trouxeram mais inflação, mas não mais crescimento.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Entrevista, Alceu Moreira - Necessidade de melhorar o superavit primário obstaculiza aprovação do projeto que repactua dívida dos Estados

Alceu Moreira, coordenador da bancada federal do RS

Não passou na Comissão de Constituição e Justiça do Senado o projeto de lei complementar que muda o indexador da dívida dos Estados e municípios com a União?
Fizemos de tudo, mas ontem (terça-feira) não deu. As bancadas de deputados e senadores do RS estiveram há pouco (12h30min) com o presidente do Senado, Renan Calheiros, pedindo que mande a CCJ aprovar o relatório do senador Vital do Rego e remeta para votação no plenário a proposta. Esta mudança de indexador reduzirá o tamanho atual da dívida do governo do RS com a União, calculado em R$ 40 bilhões.

E?
Ele avisou que o governo pressiona para que não saia a votação este ano.

Por que razão?
A alegação é de que isto mexeria no estoque da dívida pública total, empurrando para baixo o superávit primário.

O que acontecerá?
Pedimos que a CCJ aprecie e o plenário vote até o dia 20, quando começará o recesso parlamentar. Nossa proposta é que a presidente sancione a nova lei em janeiro, porque ela terá prazo para isto. Deste modo, os efeitos sobre o estoque da dívida só aconteceriam no ano que vem. Durante o ano ela terá tempo para implementar outras medidas capazes de melhorar as condições do superávit primário exigido para 2014. 

Deputados do PT são obrigados a engolir tudo o que disseram há apenas uma semana na Assembleia

Raul Pont, Edegar Pretto e Valdeci, PT, agora são os deputados fantasma da Assembleia do RS. 


Na terça-feira da semana passada, quando a oposição negou quórum para votar os projetos enviados em regime de urgência para a Assembléia, os deputados do PT ainda não sabiam que uma semana depois fariam o mesmo, temendo derrotas em plenário e sendo obrigados a engolir cada uma das palavras ofensivas que dirigiram aos seus colegas. Acompanhe o que disseram os deputados do PT:

Terça-feira, 26 de novembro
Pronunciamento de Valdeci Oliveira (PT)
Dizer que a culpa de não votar é da base do governo é uma enorme irresponsabilidade, porque todos nós somos deputados, todos nós recebemos para vir votar nesta Casa.

Edegar Pretto (PT) 
Na minha opinião, isso está ficando ruim para o nosso parlamento. Temos que discutir, dialogar.

Raul Pont, (PT)
Os deputados que negaram quórum, são deputados fantasmas. 

Governo poderá usar de novo o PSB para negar quorum na Assembléia. Caso saia votação, oposição tem votos para derrotar o Piratini.

Assembléia do RS - 55 deputados
Base aliada para votações de hoje – PT, 11 (o Partido possui 14 deputados, mas 3 viajaram na Expedição Marco Polo); PTB, 4 (o outro deputado, Marcelo Moraes, tem votado contra o governo); PDT, 7 (os deputados Juliana Brizola, Dr. Bassegio e Marlon Santos ausentaram-se ontem, mas é possível que hoje não falhem); PRB, 1. Total: 23 deputados.

Oposição: PP, 6 (o outro deputado, Pedro Westphalne, presidente da Casa, só vota em caso de empate); PMDB, 8; PSDB, 6; DEM, 1; PPS, 1; Solidariedade, 1. Total: 24 deputados.
Independente: PSB, 3.

A grande dúvida para as votações previstas para a tarde de hoje na Assembléia do RS é a bancada do PSB, porque no caso do deputado Heitor Schuch repetir a manobra pedida a ele, ontem, pelos governistas, que foi a de negar quórum, novamente os deputados ficarão sem sessão.

. A oposição recebeu a promessa formal do PSB que na sessão de hoje nenhum dos seus três deputados fará novamente o jogo do governo. O próprio Heitor Schuch, falando ontem para os jornalistas, disse que “Papai Noel só aparece uma vez por ano”, uma linguagem cifrada para avisar o PT sobre sua disposição de não repetir o que fez.

. Assegurado o quórum de 28 deputados (24 da oposição, mais Marcelo Moraes, PTB, e mais os 3 do PSB), 9 projetos que tramitam em regime de urgência poderão ser votados.

. Caso não haja nenhuma defecção (ontem o deputado Adolfo Brito votou com o governo, desrespeitando seu próprio Partido, o PP, criando dificuldades para o discurso de Ana Amélia nas eleições do ano que vem), o governo será derrotado em votações de projetos já listados pela oposição,  mas algumas das propostas, como o da corretora de seguros do Banrisul, poderão obter votos fora da base aliada.

. No link a seguir, você poderá examinar toda a lista de projetos, com ênfase para os que foram enviados com pedido de urgência.

. Na lista de hoje estão temas polêmicos:
- Criação da Banrisul Corretora de Seguros
- Criação da Banrisul Administradora de Cartões
- Programa de Desenvolvimento da cadeia produtiva do Leite, Prodeleite
- Projeto que cria o Fundoleite
- Projeto que cria o Conselho Estadual de Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Assemelhados.

CLIQUE AQUI para examinar a lista de projetos. 

“Cenários” abre tudo sobre a crise das indústrias de máquinas e equipamentos no Brasil e no RS

O programa “Cenários” disponibiliza uma consistente entrevista com Hernane Cauduro, vice-presidente regional da Abimaq (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos). Nos Estados, a Abimaq não possui presidentes, mas vice-presidentes regionais. O programa tem uma hora e dele participou também o analista financeiro Stormer. Leia duas perguntas iniciais que constam do programa:

O atual processo de desindustrialização e de má performance da indústria brasileira tem tudo a ver com o ramo de máquinas e equipamentos. Como estão as vendas de vocês?
Somos 4.500 empresas no Brasil e reunimos 255 mil trabalhadores, o dobro do que emprega toda a indústria automobilística. Apesar disto, ao contrário do que ocorre no caso das montadoras, não temos uma política industrial para o nosso ramo industrial. Entre janeiro e setembro deste ano, comparado com o ano passado, faturamos 5,3% menos. As quedas sucedem-se há 5 anos.

Os clientes reduziram as compras ou os exportadores tomaram o lugar de vocês?
As duas coisas. Em 2010, pela primeira vez os estrangeiros venderam mais do que nós aqui dentro. Atualmente, perdemos por 66% a 34%. Estamos sumindo. A indústria brasileira que precisa de máquinas e equipamentos, ficará refém das importações.

Quais são os problemas?
Há baixa capacidade de investimentos no Brasil e temos baixa competitividade, decorrente do chamado Custo Brasil. Já começamos produzindo com custos 37% superiores aos de colegas da Europa e EUA. Uma fábrica alemã, só para dar uma ideia, consome aço com preço 35% menor.

O que falta?
Uma política industrial para nós, claro. Isto poderia acontecer com o Inovamaq, em gestação, programa semelhante ao que beneficia a indústria automobilística.

E o RS?
O RS é o segundo no ranking dos que mais produzem máquinas e equipamentos, com 16% do bolo nacional. Veja que isto é mais do que o dobro do índice de participação do Estado no bolo do PIB, já que nossa fatia é de apenas 6,3%.

O e-mail de Hernane Cauturo é o seguinte:  srrs@abimaq.org.br  

CLIQUE A SEGUIR para ver e ouvir todo o programa.

Inglesa Pearson compra dona da Wizard e Yázigi.

A companhia britânica de educação e mídia investirá quase R$ 2 bilhões na aquisição do Grupo Multi. Em comunicado oficial, o grupo europeu informou ter adquirido por R 1,7 bilhão os 78% da rede brasileira que pertenciam à família Martins e as demais ações em mãos do fundo de investimento Kinea.

Tony Blair, as 10h, na UniRitter, Porto Alegre

O ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair fará conferência às 10h desta quarta-feira para cerca de 10 mil alunos, professores e convidados da UniRitter, em Porto Alegre. Convidado da instituição, Blair terá a conferência como único compromisso na Capital.

Tribunal Federal exclui Carlos Crusius do processo da Rodin. Ele vai agora na busca dos seus detratores.

A Quarta Turma do Tribunal Federal de Recursos, por unanimidade (3 x 0), confirmou a sentença da juíza Simone Barbizan,  que excluiu, por "manifesta falta de provas"o professor Carlos Crusius,  da ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal no âmbito da chamada Operação Rodin. Os procuradores que ajuizaram a ação na Justiça Federal de Santa Maria, anunciaram a inclusão do professor num espetáculo midiático sem precedentes na história do RS. Junto com Crusius, foram excluídos Valna Menezes e Rubens Bordini, incluídos no processo de maneira perversa.

. Ex-presidente do Instituto Theotônio Villela e um dos coordenadores do Programa de Governo de Yeda Crusius, Carlos Crusius foi incluído no processo por pura vendetta. A Operação Rodin foi desfechada em 2007 sob o comando do chefe da Polícia Federal, Tarso Genro, contra seus adversários do PSDB, PP e PMDB.

.  O MPF havia recorrido da decisão da juíza. O Presidente da Turma e Relator, desembargador federal Luiz Alberto Alvalle, confirmou a sentença,  e foi acompanhado pelos desembargadores. Vivian Pantaleao Caminha e Des Fed Candido Alfredo Silva Leal Jr. 

- Não há mais ação alguma contra o professor Carlos Crusius, decorrentes da Operação Rodin. Por outro lado, ele foi vitorioso em ação criminal movida contra o dirigente do PSOL, Pedro Ruas, cujo resultado já transitou em julgado. Ruas foi condenado por injúria e difamação - e não tem mais recurso. Crusius poderá mover ações cíveis contra seus detratores, demonstrando abalo moral e prejuízos materiais. Além de prejuízos políticos dentro do seu Partido, o PSDB, que jamais o desagravou, ele também registrou perdas em sua atividade profissional. Carlos Crusius foi quem implantou o curso de mestrado em Economia na Faculdade de Ciências Econômicas da Ufrgs. Ele estava na Universidade de Vanderbild, Estados Unidos, quando atendeu o convite para vir a Porto Alegre.