Editorial, O Estado de S. Paulo - Dois anos de fiasco econômico

* Editorial O Estado de S.Paulo, 30/12/2012

A presidente Dilma Rousseff completa meio mandato com um balanço econô­mico assustador - dois anos de produ­ção estagnada, in­vestimento em que­da, inflação longe da meta, exporta­ção emperrada e contas públicas em deterioração. Desemprego baixo e um consumo ainda vigoroso são os dados positivos, mas insuficientes pa­ra garantir a reativação de uma indús­tria sem músculos para disputar espa­ço nos mercados. Sobram palavras: um discurso triunfal sobre um "novo modelo macroeconômico", baseado em juros mais baixos e câmbio me­nos valorizado, promessas de gran­des obras de infraestrutura e de refor­mas de amplo alcance. De concreto, houve a redução dos juros, o que cer­tamente contribuiu para o aumento da popularidade de Dilma. Um balan­ço provisório basta para mostrar o al­to custo dos erros cometidos em dois anos pelos condutores da política eco­nômica, liderados, é bom lembrar, por uma presidente voluntariosa.
O crescimento econômico deste ano está estimado em torno de um por cento por economistas do Banco Central (BC), do mercado financeiro e das consultorias mais importantes. Esse resultado seria mim em qual­quer circunstância, mas no caso brasileiro há uma circunstância especial.

. No ano anterior o Produto Interno Bruto (PIB) havia aumentado apenas 2,7%. O País perdeu o passo entre os emergentes de todo o mundo.

CLIQUE AQUI para ler o texto integral.


Governos federais petistas gastaram meio bilhão em cartões corporativos

Nos últimos 10 anos, o governo federal gastou quase meio bilhão de reais com compras feitas por meio de cartões corporativos. Foram R$ 462.560.739,31 despendidos de 2002 a 2012. O ápice ocorreu no último ano do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, 2010, quando R$ 80 milhões foram gastos, valor 42,32% maior que o despendido em 2012. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência, do governo federal.

Entre os ministérios e secretarias, o campeão de gastos nestes 10 anos foi a Presidência da República, que acumulou R$ 135,6 milhões em compras. Em segundo lugar aparece o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, que somou R$ 80,4 milhões, seguido pelo Ministério da Justiça, com pouco mais de R$ 60 milhões, Ministério da Educação, com R$ 36,4 milhões e Ministério do Desenvolvimento Agrário, com R$ 27 milhões.

Esse sistema de pagamento, criado ainda no governo tucano de Fernando Henrique Cardoso, ganhou as manchetes na gestão petista, em 2008, quando veio à tona um escândalo de uso de indevido dos cartões

CLIQUEAQUI para ler mais. 

Chavez já estaria morto ou em condições críticas

- A postagem a seguir é de Lucio Quincio, pseudônimo de alguma personalidade ligada aos mais altos escalões do governo da Venezuela, conforme o editor já explicou abaixo. Ele acabou de postar no seu Twitter a nota a seguir:

Lucio Quincio C (@LucioQuincioC)0/12/12 17:10
Mis fuentes me aseguran que Chavez esta muerto o esta en condiciones criticas. La primera hipotesis (cont)

OFERTA PARA OS LEITORES
Cabo de Guerra + Herança Maldita – Os 16 anos do PT em Porto Alegre
Os dois livros, cujo conjunto é vendido nas livrarias por R$ 125,00, podem ser adquiridos exclusivamente pelos leitores por apenas R$ 70,00, com entrega grátis. Faça seu pedido pelo e-mail Polibio.braga@uol.com.br Caso a encomenda seja superior a um pacote, destinandos-se a presente de final de ano e leitura de verão, o preço cai para R$ 50,00 cada conjunto. Esta promoção vale apenas para leitores. No e-mail, faça referência a esta oferta.

Inflação (7,5%) atinge em cheio os mais pobres

* Clipping Diário do Grande ABC

A inflação anualizada da média dos três meses encerrados em novembro, na Grande São Paulo, atingiu 7,5%. E para as famílias com menor renda, das classes D e E, a variação média dos preços dos produtos e serviços foi positiva em cerca de 10%. O resultado desperta atenção, tendo em vista que a meta de inflação do governo federal é de 4,5% ao ano com margem de dois pontos para cima ou para baixo.

Os dados são do índice CVCS (Custo de Vida por Classe Social) da Fecomercio-SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo). Ontem, a entidade publicou o indicador de novembro, que subiu 0,55% na média e de 0,73% para a classe D e 0,75% para a classe E.
Esses resultados apontam que o poder de comprar dos mais pobres está diminuindo com mais velocidade do que para os mais abastados.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa.

Indulto de Natal ? Diálogo com bandido ? Saiba por que é necessário tolerância zero no Brasil.

- Aí vão duas notas policiais deste domingo. A primeira delas é do Facebook do repórter Lucas Cidade, Rádio Planalto, Passo Fundo, que demonstra mais uma vez a inutilidade e o extremo perigo que representam os indultos de Natal, que devem ser proibidos, porque no caso dos presos condenados é tudo uma questão de tolerância zero: cumprir pena completa e trabalhar. A outra reportagem é sobre novos heróis da Brigada.

Lucas Cidade, Rádio Planalto, Passo Fundo
Voltando agora para a redação da Planalto...
Há pouco estive acompanhando in loco mais um fato no setor policial, onde dois homens abordaram a vítima, e roubaram o carro e também a sua arma, pois é policial militar. Durante as buscas ocorreu um tiroteio e um dos delinquentes foi preso em flagrante. Para a surpresa, ele é mais um dos beneficiados no tal INDULTO!!!!
Isso é BRASIL!!!

Confronto e morte de bandidos em Cotiporã
Quero recomendar a vocês a reportagem de Humberto Trezzi no site www.zerohora.com.br desta manhã de domingo, contando como foi o enfrentamento a bala de quatro heróicos brigadianos contra o dobro de bandidos fortemente armados que tinham assaltado uma fábrica de jóias em Cotiporã. É coisa de cinema. Até trégua negociaram os dois lados. Dois brigadianos foram feridos e eles mataram 3 bandidos. Esses heróis da Brigada precisam ser condecorados, homenageados, porque toda vez que um agente policial é congfrontado pelas armas, tem que fazer o que eles fizeram: matar todos os bandidos que encontrarem pela frente. Este é o dever da polícia, ao defender e proteger a sociedade.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem do site WWW.zerohora.com.br deste domingo.


Escândalo na AGU: Dilma descansa na praia e seu governo mergulha na corrupção

 - Os grampos não envolvem diretamente Luiz Adams, o xodó de Dilma na AGU, mas sua situação fica cada dia mais insustentável diante das revelações do que acontecia sob o seu nariz desatento. Leia as reportagens de Veja e do Estadão deste final de semana. 

Escutas da Operação Porto Seguro da Polícia Federal revelam que o grupo acusado de comprar pareceres de órgãos públicos encomendou e teve acesso privilegiado a um documento da Advocacia-Geral da União (AGU) três dias antes de sua publicação. A elaboração do texto, que atendia a interesses do empresário e ex-senador Gilberto Miranda, teve a influência do então número 2 do órgão, José Weber Holanda.

. Uma série de telefonemas e e-mails interceptados pela PF entre 14 e 16 de novembro flagra o momento em que Weber diz ter "convencido" o consultor-geral da União a redigir parecer que beneficiaria o grupo. Em outros diálogos, ele passa dados internos sobre a elaboração do documento a Paulo Vieira, ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), integrante da organização desmontada pela Porto Seguro.

CLIQUE AQUI para ler reportagem de Veja deste final de semana sobre o assunto.
CLIQUE AQUI para ler reportagem mais completa do jornal O Estado de S. Paulo deste sábado.

Brasil247: Livro denuncia conspiração de Tarso Genro contra Yeda Crusius

- O site Brasil247, editado em São Paulo pelo jornalista Leonardo Attuch, publicou esta reportagem sobre o livro do editor. Brasil247 tem abrangência nacional (www.brasil247.com.br)

Em "Cabo de Guerra", jornalista Políbio Braga descreve maquinações do que chama de "Eixo do Mal" por parte do ex-ministro da Justiça e atual governador do Rio Grande do Sul contra a ex-governadora do Estado Yeda Crusius

247 - A ex-governadora tucana Yeda Crusius já visitou oito municípios do Rio Grande do Sul divulgando livro que atribui a uma "conspiração política e de mídia" os escândalos que marcaram sua gestão no Estado. "Cabo de Guerra" (Multimidia Luzes), do jornalista Políbio Braga, cita bastidores do governo Yeda (2007-2010) e acusa a oposição de tentar derrubá-la com armações e uso político da Polícia Federal.O autor agrupou no que chama de "Eixo do Mal" as ações de agentes do Ministério Público Federal, Polícia Federal, governo Lula e Ministério Público de Contas, do PT, PSOL, sindicatos dominados pelo PT e a mídia. A primeira edição já vendeu 1.600 dos dois mil exemplares.

"O Eixo do Mal esteve o tempo todo sob o comando firme do então ministro da Justiça, Tarso Genro, que pavimentou assim sua eleição para o Piratini.

CLIQUE AQUI para ler toda a reporgagem. 

Artigo, Eliane Cantanhêde - Lula e Dilma contam os minutos para terminar um ano de péssimas notícias para eles

* Clipping Eliane Cantanhêde

O ex-presidente Lula e sua pupila e sucessora Dilma não veem a hora de 2012 terminar. Foi, ou está sendo, um ano difícil. O mito Lula foi reforçado com a vitória de Haddad em São Paulo, mas sacudido por meses de julgamento do mensalão e pelas condenações de Dirceu e de figuras chaves da sua campanha em 2002 e do seu governo.No fim, enfrentou três ameaças ambulantes a ele e ao PT: o pivô do mensalão, Marcos Valério, a ex-chefe do escritório da Presidência em São Paulo, Rosemary Noronha, e até o nefasto Carlinhos Cachoeira. Valério e Cachoeira, sobretudo, não são flores que se cheirem e o que dizem não tem lá credibilidade. Mas também é fato que estavam perigosamente próximos do poder e, contem mentiras ou não, sabem de muitas verdades. Se não derrubam o mito, deixam interrogações. Bem não fazem e podem fazer muito mal à aura, à imagem.

Quanto a Dilma: ela peitou bancos e telefônicas, reduziu IPI, recheou prateleiras de remédios gratuitos, privilegiou professores nas negociações salariais, estimulou decisivamente a ida de estudantes brasileiros para o exterior e garantiu um nível de emprego invejável no mapa internacional. Não é pouco, mas não é tudo.

Em duas áreas fundamentais, a presidente chegou ao final do ano sob fortes críticas e crescentes pressões: gestão (logo ela, com toda a marca e pinta de gestora?) e política econômica (pibinho de 1%? Faça-me o favor). Derrapando em portos, aeroportos e apagões, ela bateu na incapacidade de fazer o país crescer. São muitas medidas no varejo e poucos resultados no atacado.A marca social do governo Lula e os acertos populares de Dilma mantêm a altíssima aprovação de ambos e a expectativa de vitória em 2014. Mas não é à toa que Aécio se mexe, o aliado Eduardo Campos se assanha, Marina Silva sai da toca e eleitores sonham com Joaquim. No mínimo, veem espaço para alternativas.

Saiba como nossos governantes curtirão o fim de ano

Dilma Roussef - Ela resolveu passar o final de ano na Base Naval de Aratu, Bahia, em companhia da filha Paula, do neto Gabriel e do labrador negro que lhe presenteou o subchefe do Mensalão, o ex-ministro José Dirceu. FHC e Lula também costumavam passar ali o Ano Novo.

Tarso Genro - O governador passará o final de ano em Porto Alegre, porque no dia 1o irá à posse dos prefeitos José Fortunati, Porto Alegre, e Alexandre Lindenmeyer, Rio Grande. Os dois são Partidos da sua base aliada, PDT e PT. Tarso, no entanto, já avisou que no dia 3 ficará dez dias fora do Estado, em férias. Desta vez ele não irá com a família até a paradisíaca Varadero, em Cuba, mas ficará por perto, segundo disse neste domingo ao jornal Zero Hora.

José Fortunati - Iniciando seu próprio mandato, não faria sentido o prefeito dar uma escapada. Por isto, ficará trabalhando no seu gabinete.

CLIQUE AQUI para ver fotos da praia de Aratu, a preferida de Dilma n este final de ano.

Piora muito o estado de saúde de Chavez

Lucio Quincio, como já informou o editor anteriormente, é pseudônimo de alguma personalidade ligada aos altos escalões do governo da Venezuela - e que domina bem os assuntos da área da saúde. Ele possui informações privilegiadas, como o próprio editor constatou em ocorrências anteriores em Cuba.

Lucio Quincio C (@LucioQuincioC)
29/12/12 22:26
Ahora los médicos cubanos no saben que hacer,ya la familia comienza a hacer comentarios nada halagadores...quien los manda ....

Lucio Quincio C (@LucioQuincioC)
30/12/12 01:39
Urgente: Falla cardíaca derecha fue consecuencia del trombolismo en los pulmones.

Lucio Quincio C (@LucioQuincioC)
30/12/12 01:38
Urgente: el embolismo pulmonar en ambos fue masivo.