Sem apoio popular, Mujica aceita referendo para decisão sobre liberação da maconha no Uruguai

Com a popularidade em queda, o presidente uruguaio José Mujica afirmou que considera a possibilidade de realização de um referendo sobre o projeto de lei que legaliza a maconha. O texto proposto pelo governo foi aprovado na última semana na Câmara dos Deputados e deve ser endossado tranquilamente pela maioria governista no Senado, podendo ser transformado em lei ainda este ano. Mas falta o apoio mais importante: o da população, já que 63% dos uruguaios rejeitam a proposta.

. Ao jornal uruguaio La República, o presidente disse que “há muito a ser trabalhado no tema e lamentavelmente a maioria das pessoas não tem informação”. Disse ainda que não vai se opor a uma proposta de realização de referendo com a qual a oposição trabalha

Câmara acabará com promiscuidade presidente x deputados no caso das emendas parlamentares

- Este caso das emendas parlamentares é deprimente para os parlamentares, porque os obriga a curvar a espinha para que o presidente de plantão libere o dinheiro votado pelo Congresso. No RS, até o governo Collares, algo parecido ocorria com os repasses dos 25% do ICMS para os municípios, porque eles só ocorriam da mesma forma que acontece hoje com as emendas parlamentares. Foi preciso uma nova lei para que a divisão passasse a acontecer diretamente no momento do recolhimento do imposto, automaticamente, sem a interveniência do governador.

Determinado a dar um fim nas brigas veladas entre Legislativo e Executivo, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou que a proposta de emenda à Constituição (PEC) que cria o orçamento impositivo será votado nesta quarta-feira no plenário da Casa. O texto determina que a peça orçamentária aprovada pelo Congresso deixe de ser meramente autorizativa (autorizando gastos) e passe a ser impositiva (obrigando o Executivo a desembolsar o que estiver previsto no documento).

A ideia é fazer com que a liberação de dinheiro para execução de emendas parlamentares deixe de ser uma moeda de troca entre o Executivo e o Legislativo, já que é o Palácio do Planalto que decide abrir o cofre e destinar os recursos para o fim determinado pelo parlamentar. Se passar no Congresso, o orçamento impositivo pode ser considerado uma derrota para o governo - num momento em que a tensão entre os parlamentares e a presidente atinge seu pior momento. Dilma Rousseff sequer poderá vetar a matéria, já que a PEC é promulgada em sessão conjunta do Congresso (sem interferência do Palácio do Planalto). "No que depender de mim, do meu trabalho, esse 'toma lá dá cá' de muitos anos, de muitos governos em relação às emendas tem dia e hora para acabar: na quarta-feira à noite espero que a Câmara aprove o orçamento impositivo e acabe com essa história que constrange o governo democrático e humilha um parlamento, que tem que ter altivez e dignidade", afirmou Alves.

Deputado Dutra, um dos fundadores do PT, sai do Partido e denuncia: "Meu Partido, o PT, é dominado por Sarney"

Emocionado,chorando, há apenas seis horas o deputado anunciou sua saída do PT.



Um dos fundadores do PT, o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA), anunciou durante  edição do movimento Diálogos pelo Maranhão no município de Milagres do Maranhão, que deixará o partido.
Ao relembrar sua trajetória de lutas ao lado de Manoel da Conceição, o deputado se emocionou ao constatar que não pode permanecer na legenda que já há algum tempo apoia o grupo Sarney.

. “Eu estou saindo do PT daqui a dois meses. Me emociono muito com isso porque vou romper uma história de 33 anos, mas não posso ficar num partido dominado pelo Sarney. Por honestidade e identidade não posso ficar no partido que ajudei a construir vendendo camiseta, vendendo feijoada e andando a pé”, relembra.

. Emocionado com a impossibilidade de permanecer no partido , Dutra relatou também a trajetória quer trilhou ao lado de Manoel da Conceição. “A luta de Manoel da Conceição também não foi diferente. O único dos 03 fundadores do PT vivo, perdeu uma perna quando Sarney foi governador, foi exilado e com toda essa bagagem foi humilhado na reunião do diretório nacional”, relembrou. E concluiu, “sairei do PT para permanecer na luta por um Maranhão mais justo”.“Com 57 anos de vida, vejo a necessidade de recomeçar do zero. É muito doloroso, mas não tenho condições de permanecer num partido que reza na cartilha do Sarney. Minha consciência não permite, já alcancei o meu limite”, finalizou.

Em discurso emocionado, Dutra anuncia saída do PT.

Saiba por que o ministro Gilberto Carvalho deve levar cartão vermelho de Dilma.

A sucessão de eventos nos quais o ministro Gilberto Carvalho está medido é intolerável em qualquer governo que respeite o estado democrático de direito. Ele foi flagrado diversas vezes em incidentes políticos de caráter subversivo. Tudo começou com a revelação dos nomes dos seis delinquentes políticos presos pela Polícia de Brasília, denunciados por pagar em dinheiro para que terceirizados pobres participassem de atos de sabotagem – todos trabalhando no Palácio do Planalto.

. Os casos mais recentes do envolvimento do ministro são os dos protestos defronte a casa do governador Sérgio Cabral, seu aliado, e no vazamento de informações sobre a Siemens, visando comprometer o governador Alckmin, seu adversário.

. O ministro Gilberto Carvalho já merece levar um cartão vermelho de Dilma, caso ele não passe cartão vermelho para Dilma.

. De qualquer modo, pode o Congresso fazer o que a presidente do governo do PT certamente não fará.

. Ouça e veja meu comentário sobre isto, a seguir.

Dólar vai a R$ 2,3035 as 16h59min

Em alta dólar e euro. As cotações as 16h59min, para venda:

Dólar – R$ 2,3035
Euro – R$ 3,055

O dólar fechou em alta de 0,66%. Seu valor é o maior em quatro anos. A nova cotação vem se sustentando.

Entrevista, Gilmar Sossela - Federalizar a BR/RS-470 é ajudar de verdade o Rio Grande

Gilmar Sossela, deputado estadual do RS, PDT, presidente da Frente Parlamentar em Defesa da BR/RST-470

Deu certo a luta pela federalização da BR/RST-470.
Foi federalizada nesta sexta-feira. Quero ser justo e repartir a batalha com meus colegas deputados estaduais e federais. Todos ajudaram muito. E de todos os Partidos.

O que significa isto?
Como o caixa do governo estadual exauriu, só o dinheiro do governo federal pode resolver históricos impasses que impedem o asfaltamento de enormes trechos da rodovia.

Ela liga que cidades?
Nasce em Navegantes, SC, e entra através do Barracão, RS, indo até lagoa Vermelha, saindo de lá para Arroio dos Ratos até Camaquã.

Que trechos estão sem asfalto?
No total, a rodovia tem 440 kms. 160 kms estão sem asfalto. Parte da rodovia é federal (BR) e parte é estadual (RST) e a nossa parte é a pior.

As obras sairão mesmo?
Vamos lutar. O mês de agosto já começou com uma das melhores notícias para o RS nos últimos tempos.

Dona do BarraShoppingSul quer pagar em medidas mitigatórias apenas 5,5% dos R$ 900 milhões das 18 torres do Jockey

A movimentação do dono da Multiplan, José Isaac Peres, e do seu diretor Paulo Bastos, desde o início das negociações com a prefeitura de Porto Alegre sobre as 18 torres das baias do Jockey Club, visaram reduzir o valor das medidas mitigatórias. A Polícia Federal investiga as pressões da Multiplan sobre a prefeitura, baseada em grampos e testemunhas, e constatou até agora que ao contrário do Iguatemi, que gastará 10% do valor do investimento em contrapartidas, a Multilan não quer desembolsar mais do que 5,5% do investimento total de R$ 900 milhões.

. A Operação Concutare, da Polícia Federal, parou com todas as conversações, mas a Multiplan já voltou á carga.  

O olho da Polícia Federal atravanca expansão do Iguatemi e novas torres da Multiplan

Peres foi um dos maiores doadores da campanha eleitoral de Porto Alegre em 2010. A Polícia Federal está de olho nele e na sua empresa, Multiplan, dona do BarraShoppingSul, desde o início da Operação Concutare. 

Ainda não foram desatados os nós que impedem a liberação das obras de ampliação do shopping Iguatemi, Porto Alegre, investimento calculado em R$ 150 milhões. O caso se arrasta sem solução da prefeitura de Porto Alegre, que exige contrapartidas repelidas pelos controladores do shopping.

. O debate se arrasta desde 2008.

. Este ano o caso encrespou de vez diante das investigações feitas pela Polícia Federal no âmbito da Operação Concutare.

. No total, as contrapartidas somam R$ 16 milhões, mais do que 10% do valor total da obra.

. Além da extensão da rua Anita Garibaldi, o Iguatemi terá de arcar com o alargamento de um trecho da rua João Wallig, a construção de 2,5 kms de ciclovias e passarelas de pedestres sobre a avenida Túlio de Rose, ligando Iguatemi ao Bourbon Country.

. As exigências da prefeitura não obedecem critérios técnicos contemplados em lei.

. A Polícia Federal trata do caso do Iguatemi no âmbito das investigações que faz para o projeto de novos investimentos dos controladores do BarraShoppingSul na área do Jockey Club (18 novas torres residenciais e comerciais). Neste caso a prefeitura também exige medidas mitigatórias, mas a Multiplan, dona do negócio, não quer pagar. Nos grampos feitos pela Operação Concutare, o próprio dono da Multiplan, Jopsé Isaac Peres, é flagrado em conversas com diretores seus e servidores municipais, reclamando da contrapartida. O diretor Paulo Bastos Cezar foi flagrado em dezenas de intervenções com funcionários e executivos municipais, interferindo diretamente sobre as ações da prefeitura. Numa das conversas com um secretário de José Fortunati, Paulo Bastos Cezar foi direto ao ponto:

A contrapartida custa dez por cento do valor e do empreendimento. Aí é muito. Enfim, olha só: nós temos uma audiência marcada com o prefeito, o Peres vai visitar o prefeito. Ia ser agora no dia sete, então passou para o dia 14, as 4 da tarde, e no dia 13 vamos fazer uma reunião preparatória, tá bem ?

. A Multiplan tem promessas de que uma audiência pública marcada para o primeiro semestre, poderá sair em setembro. 

. A Multiplan deu muito dinheiro para as campanhas de prefeitos e de vereadores em Porto Alegre. Ela foi uma das maiores doadoras do RS em 2012.

. O que acontece é que na prefeitura ninguém mais quer saber de tocar adiante mais nada e nem assinar coisa nenhuma sobre os casos do Iguatemi e da Multiplan, nem com ações mitigatórias e muito menos sem ações mitigatórias.

. O inquérito da Operação Com cutare ainda não terminou.

. Muito mais gente foi ouvida depois que terminou a primeira fase do inquérito. 

Lafergs: saiba como Tarso Genro continua alimentando outro elefante branco do seu governo

A foto é de Adriana Franciosi, da própria Zero Hora. O ambiente é asséptico e bem cuidado, mas não serve para nada há nove anos. É desta forma que o governo Tarso Genro cuida do dinheiro público. 

- Depois de quase três anos no Piratini, produzindo entrevistas de repercussão, palestras entusiasmadas em tertúlios culturais inúteis de Lisboa e muitos roteiros de interiorização, o governador Tarso Genro prossegue sem governar o seu governo, como comprova a persistente existência do jurássico Laboratório Farmacêutico do Estado, um monumento à ineficiência, descaso e omissão do Piratini, que demonstra com este exemplo a sua inapetência para administrar os bens públicos.

Mesmo tendo consumido R$ 25 milhões dos cofres públicos, o Laboratório Farmacêutico do Estado do RS, Lafergs, só poderá voltar a operar se receber investimentos de mais R$ 25 milhões. Trata-se de um elefante branco – em bom estado, é certo, mas paralisado desde 2004, quando o governador Germano Rigotto fechou as portas da empresa, sob o argumento de que investiria ali para melhorar tudo.

. O Lafergs não funciona há 9 anos.

. As obras de modernização e ampliação foram concluídas pela governadora Yeda Crusius em 2010, mas o governo seguinte, o de Tarso Genro, PT, a partir de 2011, nada mais levou adiante.

. Café e Truibunal de Contas produziram relatórios corrosivos sobre o descaso do governo estadual com o patrimônio público. Os relatórios ap0ntam furtos continuados de equipamentos caros dos laboratórios, sem identificação de culpados, como também revelam desperdícios de insumos, calculados em R$ 2 milhões, sem contar falsificações contábeis grosseiras.

. Isto tudo consta de reportagem competente de três páginas, publicadas pelo jornal zero Hora de hoje, sob assinatura da repórter Cleidi Pereira.

CLIQUE AQUI para ler tudo. Vale a pena.

Dilma poderá inaugurar aeromóvel movido a joystick nesta sexta em Porto Alegre

Além de visitar Osório nesta sexta, onde inaugurará as obras de ampliação do Instituto Federal de Educação e participar da solenidade de formatura de 500 trabalhadores em cursos financiados pelo Pronatec, a presidente Dilma Roussef tenta agendar a inauguração do Aeromóvel em Porto Alegre. De 23/12/2010 à 01/02/2011, foram abertos berto pela Trensurb processos licitatórios públicos para o fornecimento de dois veículos, incluindo serviços de engenharia, suprimentos, montagem, instalações, fabricação e transporte. Em abril de 2011, a  empresa T’Trans Sistema de Transporte S/A, vencedora e única participante da licitação para contratação da fabricação dos veículos, assinou o contrato. A proposta foi no valor de R$ 2.819.234,19. O prazo para conclusão dos serviços seria de seis meses, prazo jamais cumprido.

. O  aeromóvel será inaugurado por Dilma, mas o piloto terá que usar joystick para funcionar.

- Em agosto de 2010, a Trensurb adquiriu o pacote tecnológico do aeromóvel. Em setembro foi assinado na sede da Trensurb, com a presença do ministro das Cidades, Márcio Fortes, o contrato para construção do aeromóvel que ligaria Trensurb e Aeroporto Salgado Filho. Previsto para entrar em operação no segundo semestre de 2011, o aeromóvel deveria ter seus primeiros testes em oito meses. A instalação estava orçada em R$ 29,8 milhões.  A obra e os equipamentos saíram 30% mais caros em apenas dois anos.

Ricardo Guimarães, um dos papas globais de branding, falará dia 27 na ADVB do RS

Ricardo Guimarães, um dos cinco maiores especialistas em gestão de branding do mundo, responsável por cases de grandes players como Natura, Rede Globo e Latam, estará em Porto Alegre, no dia 27 agosto, para ministrar seminário na ADVB/RS.

Mendes Filho reassume funções na Câmara, mas ele será mesmo nomeado para o TCU por Dilma

O deputado Mendes Ribeiro Filho, PMDB, reassumiu suas funções na Câmara dos Deputados, depois de longo período convalescendo. Ele resolveu antecipar o regresso, depois de rumores insistentes sobre sua iminente nomeação para o Tribunal de Contas da União. Embora desminta tudo, o fato é que Dilma Roussef aguarda apenas a nomeação do ministro Campelo para indicar o gaúcho. 

72% dos leitores não querem saber de liberação da maconha no Brasil

72% dos leitores acham que a maconha não deve ser liberada de jeito nenhum, segundo resultado de enquete disponibilizada nesta página. Apesar do resultado amplamente contrário à liberação, 9% dos leitores consideram que em casos pontuais isto é factível de acontecer.

. Apenas 18% dos leitores manifestaram-se a favor da liberação.

. O assunto voltou a centro dos debates, porque o Uruguai já aprovou na Câmara uma lei que autoriza a produção, comercialização e consumo livre no País.

. O governo uruguaio é de esquerda, presidido pelo ex-guerrilheiro tupamaro José Mujica.

. Examine como foi a enquete disponibilizada nesta página:

Você acha que a maconha também deve ser liberada no Brasil?
 Sim, sou a favor. 23 (18%)
 Não, de jeito nenhum. 91 (72%)
 Só em casos pontuais. 12 (9%)

Ministro de Dilma mente ao negar participação nos atos de vandalismo contra o governador Sérgio Cabral, PMDB

E como ele explica este sorriso de satisfação ?

CLIQUE AQUI para ver e ouvir Dilma Roussef cantando "Vem pra rua". Trata-se de uma peça bem humorada (uma montagem), que ajuda a explicar essa compulsão do seu governo por armações como esta protagonizada pelo ministro Gilberto Carvalho.

O ministro Gilberto Carvalho tirou nota em que desmente sua participação nos protestos diante da casa do governador Sérgio Cabral, Rio, durante a Jornada Mundial da Juventude. A nota é mentirosa. O vídeo do link que está no pé desta nota mostra claramente o ministro em ação, à vontade entre sua gente. Ele aparece em momentos diferentes. Numa das cenas, sorridente, vê o circo pegar fogo. Desde o ano passado, Gilberto Carvalho anuncia que "o bicho vai pegar". No início das primeiras investidas dos delinquentes políticos, em Brasília, cinco servidores do Palácio do Planalto, foram apanhados pela Polícia em flagrante delito, todos eles participando de quebradeiras e pagando para gente pobre participar dos eventos de rua. O governo conseguiu sufocar a denúncia circunstanciada com testemunhas, fotos e BOs da Polícia. O PMDB não engolirá facilmente a conversa fiada do ministro. Leia a nota:

08.2013 - Nota à Imprensa do Ministro Gilberto Carvalho

5 de agosto de 2013

Estive na Jornada Mundial da Juventude, na cidade do Rio de Janeiro, de 22 a 28 de julho, com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, coordenando o apoio do governo federal à logística e à segurança do evento. Mantive, nesse período,  permanente contato com o governador Sérgio Cabral e com o prefeito Eduardo Paes, e nossa sintonia foi fundamental para o sucesso da visita do papa Francisco ao Brasil, que reuniu mais de 3,5 milhões de pessoas na capital carioca, sem que nenhum incidente grave tenha sido registrado. No final da tarde da sexta-feira, dia 26, alertado pelo Centro de Comando e Controle, acompanhei pessoalmente, durante cerca de 15 minutos, uma manifestação que se dirigia ao palco da JMJ na praia de Copacabana, aonde se encontrava o papa Francisco, com o objetivo de orientar as ações das forças de segurança e evitar confrontos entre manifestantes e peregrinos. As principais palavras de ordem da manifestação eram pelo Estado laico e contra os gastos públicos realizados para dar suporte à JMJ. Minha presença foi acompanhada e noticiada por jornalistas da Folha de S.Paulo e da Agência Brasil. Neste final de semana, aproveitando-se de um vídeo desse episódio divulgado no Youtube, alguns sites divulgaram a versão fantasiosa de que eu teria articulado e apoiado a manifestação contra o governador do Rio de Janeiro ou, ainda, de que estaria incentivando manifestações contra o presidente do Senado, Renan Calheiros. Repudio enfaticamente essas tentativas de me indispor com alguns dos maiores líderes do PMDB, o principal aliado do PT na sustentação do governo da presidenta Dilma Rousseff, com quem mantenho sistemática e construtiva relação. Obviamente, nenhum desses exemplos de mau jornalismo tem qualquer proximidade ou compromisso com os fatos, nem me ouviu para me assegurar o democrático direito de esclarecer minha presença no vídeo mencionado.

Brasília, 5 de agosto de 2013

Gilberto Carvalho
Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República

CLIQUE AQUI para ver a desenvoltura com que o ministro circula entre os manifestantes que protestavam contra o governador do Rio.

Os preços dos restaurantes estão muito caros, sim, excessivamente caros

A inflação atingiu a classe média que come fora. A ilustração ao lado está disponibilizada no Google.

Paola Carosella é dona do Arturito, restaurante muito bem frequentado de São Paulo. Ela admite neste artigo para a Folha de sábado que os preços dos restaurantes estão bem caros, sim, e explica o que fez para reduzi-los na sua casa. O título do artigo: "Um ato de amor". A grita contra os altos preços dos restaurantes é igual em todas as Capitais, inclusive Porto Alegre, onde um almoço simples, domingueiro, classe média, num restaurante como o festejado Bah, BarraShoppingSul, não sai por menos de R$ 294,50 para apenas dois casais, sem taça de vinho ou cerveja, mas apenas com refrigerante. Leia tudo:

O Brasil está caríssimo. Uma ida rápida ao supermercado na semana retrasada me custou R$ 90,00 e rendeu: três saquinhos de manga desidratada, uma barra de chocolate meio amargo, um litro de leite, quatro pacotinhos de gelatina e 200 gramas de queijo parmesão nacional. Saí do super, olhei a conta, peguei a levíssima sacolinha e me dei conta de que o almoço executivo do meu restaurante, e de outros bons restaurantes de São Paulo, custa menos da metade disso. Mas nós somos os vilões da vez.

Nunca vi tanto espaço em jornais e revistas dedicado aos preços dos restaurantes. De um dia para o outro, a única coisa cara desta cidade passou a ser os restaurantes. O resto vai bem, obrigado.
A lista de despesas que temos num restaurante que paga o que tem de pagar e faz o que tem de fazer "comme il faut" é interminável.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Jânio Freitas abre alguns véus sobre o assassinato do "companheiro" Toninho do PT, Campinas

Jânio de Freitas, colunista da Folha de S. Paulo, quase sempre reverberando as posições do PT ou de qualquer outro Partido e grupo de esquerda, escreveu no domingo o artigo “Corrupção, que alívio...”, onde narra denúncias que fez durante o governo Quércia a respeito da tentativa de implementar um metrô em Campinas. O caso foi muito parecido com este da Siemens em São Paulo.

. O que mais chama a atenção no artigo de Jânio nem foi a narração das suas batalhas judiciais contra Quércia, mas o que ele conta sobre as razões da morte do ex-prefeito do PT de Campinas, Toninho, assassinado em plena luz do dia.

. Da mesma forma que Celso Daniel, muita gente aposta que Toninho foi assassinado por companheiros.

. Leia o trecho final da coluna de Jânio de Freitas. Jacob Bittar, citado a seguir, era prefeito de Campinas e integrou o grupo de corruptos. Ele era prefeito do PT. Leia:
(...)
Lula disse à Folha, dias depois, em defesa de Jacob Bittar, que a publicação da fraude "foi feita para prejudicar eleitoralmente o PT". Jacob Bittar não tardou muito a dar as costas a Lula e ao PT, e aderir integral e explicitamente a Quércia, bandeando-se para o PDT. Fui processado por Orestes Quércia, que perdeu em quantas instâncias judiciais desejou.

Toninho Costa Santos, então vice-prefeito petista, foi dado por muitos dos envolvidos, e por muitos outros, como origem da revelação de fraude. Mais tarde eleito prefeito, foi assassinado, sem que a polícia paulista fosse capaz, ou por algum outro motivo, de dizer algo convincente sobre autor ou mandante do crime. Às vezes me ocorre a suspeita de que o íntegro Toninho começou a morrer na época daquela fraude, quando muitos passaram a vê-lo como incorruptível, e portanto perigoso, na sua carreira de ético entre interesses e interessados de todos os tipos.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Projeção de crescimento da economia brasileira cai para 2,24%

A projeção de instituições financeiras para o crescimento da economia, este ano, foi ajustada para baixo. De acordo com a pesquisa semanal do Banco Central (BC) ao mercado financeiro, a estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, caiu de 2,28% para 2,24%, este ano. Para 2014, a projeção foi mantida em 2,60%.

. A estimativa para a expansão da produção industrial foi ajustada de 2,10% para 2%, este ano, e mantida em 3%, em 2014. A projeção das instituições financeiras para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB segue em 35%, este ano, e foi ajustada de 35% para 34,90%, no próximo ano.

. A expectativa para a cotação do dólar foi mantida em R$ 2,25, ao final deste ano, e em R$ 2,30, ao fim de 2014.

CLIQUE AQUI para ler reportagem do Estadão deste domingo, intitulada "Mesmo com alta, indústria ainda vai ficar abaixo de 2012".

Em mais um dia de neblina, voos são novamente cancelados no Salgado Filho

O Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, foi novamente afetado pela neblina que atinge a cidade na manhã desta segunda-feira. Conforme a Infraero, às 8h40min, duas chegadas haviam sido canceladas. Uma vinha de Maceió e outra de Maringá.

. Já das partidas, não havia nenhum registro de cancelamento naquele horário. Os motoristas também tiveram dificuldades para a visibilidade no trânsito. Foi preciso se deslocar com os faróis acesos.

Greve pode deixar sem ônibus moradores da Zona Leste e Restinga

Moradores da Zona Leste de Porto Alegre – em áreas dos bairros Partenon e Lomba do Pinheiro – e da Restinga na zona Sul, podem ficar sem ônibus devido à greve dos funcionários da empresa Sudeste Transportes Coletivos, integrante do consórcio Unibus.

. A paralisação poderá começar entre esta segunda e quarta-feira. Ao todo a empresa tem 850 funcionários e uma frota de 259 veículos.

. O motivo do movimento é a demissão na última quinta-feira de um motorista definido por seus colegas como exemplar. No fundo desse cenário se destaca uma guerra entre dois grupos opostos: a comissão dos rodoviários e o Sindicato dos Rodoviários. O motorista dispensado se candidatou à Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da empresa com o apoio da comissão dos rodoviários e não se elegeu.

Anistia a países africanos: Oposição quer barrar perdão da dívida

A oposição tentará impedir em votação no Senado o perdão da dívida de mais quatro países africanos: Congo, Zâmbia, Costa do Marfim e Tanzânia. Três nações já foram perdoadas, num total de US$ 787 milhões.


. A medida beneficiou ditadores investigados por corrupção e até genocídio.

Ofensas, drogas, álcool, sexo e rock and roll contra os símbolos capitalistas da Câmara de Vereadores de Porto Alegre

São devastadores os depoimentos de seis guardas municipais ao presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, dr. Thiago Duarte, PDT, nos quais narram em detalhes o uso indiscriminado da violência física, intimidações, coação, humilhações e abusos de toda ordem, contra vereadores e servidores que não aderiram espontaneamente às ações de invasão e ocupação do prédio do Legislativo durante 10 longos dias de julho.

. Os ativistas do Bloco de Luta pelo Transporte Público fazem uso da violência como estratégia política nas manifestações de rua, e promovem ataques a símbolos capitalistas e às "forças repressoras" do estado.

. O objetivo final dos desordeiros políticos, é substituir o estado democrático de direito pela ditadura classista e trocar a propriedade privada pela propriedade estatal ou pública, eliminando qualquer forma de liberdade pessoal ou pública, na forma em que a conhecemos no Brasil.

. Você poderá ouvir novamente os seis depoimentos, que somente não serão usados pela direção da Câmara para responsabilizar civil e criminalmente os delinquentes, caso o Ministério Público Estadual não acate as denúncias e resolva não agir.

. Antes disto, a própria Câmara de Vereadores tem muito o que fazer internamente, porque servidores seus participaram ativamente dos desmandos, inclusive com atos explícitos de vandalismo, violência e desregramento social. Os seis guardas municipais, flagraram uso intenso de maconha, circulação desregrada de bebidas, vandalismo contra símbolos religiosos e republicanos, pichações até mesmo contra gabinetes de vereadores incluídos no index da violência, uso de crianças como escudos e espancamento de servidores e do próprio presidente da Câmara.

. Está tudo documentado. Os delinquentes não conseguiram invadir os locais de gravação do sistema de monitoramente eletrônico pra desativar as gravações.

. Os 10 dias que abalaram Porto Alegre, estão registrados em vídeo, fotos, testemunhos, áudios.

. Ao lado, você pode examinar as placas indicativas dos gabinetes de alguns vereadores, todas elas conspurcadas por pichações de baixíssimo nível político, ofensivas;  mas as placas dos gabinetes dos vereadores amigos, como a da vereadora Fernanda Melchionna, PSOL, aparecem imaculadamente limpas.

. A vereadora do PSOL não foi a única que ofereceu cobertura logística e política aos bandoleiros do Bloco dos Pelados, porque com ela somaram-se os vereadores Pedro Ruras, também do PSOL, mais os vereadores do PT, Alberto Kopittke, Marcelo Sgarbossa e Sofia Cavedon.

. Os vereadores foram citados pelos seis guardas em seus depoimentos. Eles ofereceram cobertura logística e política, portanto ajudaram a impedir que seus colegas vereadores dos demais Partidos pudessem exercer seus mandatos durante dez dias, até porque o próprio plenário foi ocupado e vandalizado. Eles ajudaram a cassar os mandatos dos seus colegas, tal como fizeram os generais durante a ditadura militar. É o fascismo, desta vez de esquerda, em plena operação. 

. É irrenunciável o dever dos demais vereadores de cumprir o que manda a lei, portanto enviando todos eles à Comissão de Ética, e denunciando-os também ao Ministério Público para as devidas ações cíveis e penais.  Abrir mão do dever legal é manter a porta aberta para novas invasões e ocupações.

CLIQUE AQUI para ouvir novamente o áudio dos seis depoimentos. Para ouvir, é preciso fazer download.

Polícia Federal investiga Duda de novo. E novamente por receber dinheiro sujo em Paraísos Fiscais. Ele nega tudo.

Embora absolvido no julgamento do Mensalão, mas ainda com seus bens indisponíveis, o publicitário Duda Mendonça foi novamente acusado de se mover em denso ambiente cinzento, segundo informou a jornalista Vera Magalhães, Folha de S. Paulo, na sua coluna Painel. Leia o texto completo:

A Mkpol Marketing Político, empresa que Duda Mendonça diz desconhecer, prestou serviços para campanhas em que o publicitário atuou em 2010. A lista inclui as de Hélio Costa (PMDB) e Paulo Skaf (ex-PSB) ao governo de MG e SP, e Fernando Pimentel (PT-MG), Lindbergh Farias (PT-RJ), Marta Suplicy (PT-SP) e Delcídio Amaral (PT-MS) ao Senado. A PF investiga se o comitê do governador Ricardo Coutinho (PSB-PB) repassou verba desviada à Mkpol, que diz pertencer a Duda. O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro reiterou que Duda nunca trabalhou ou se associou à Mkpol, conforme disse à PF. Ele diz que, se a empresa trabalhou em campanhas nas quais Duda atuou, ele não tem conhecimento.

O publicitário afirma que foi indiciado em 15 de julho sem ter sido ouvido pela PF. Seu depoimento, no dia 29, só foi tomado após queixa da defesa.

Presidente da OAB do RS critica TCE por aprovar contas irregulares do governo do Estado

O presidente da OAB/RS criticou nesta segunda-feira o  baixo investimento do governo do Estado do Rio Grande do Sul em saúde e no pagamento de precatórios. 

. Ao criticar a aprovação, pelo TCE, das contas do Estado no exercício de 2012, mesmo com as ressalvas apontadas pelo Ministério Público de Contas, Bertoluci declarou que não é aceitável que o Estado continue aplicando apenas de 6% a 9% do orçamento em saúde, bem como que tenha feito o saque de R$ 4,2 bilhões dos depósitos judiciais para o caixa único, sem informar sua destinação, enquanto milhares de cidadãos-credores aguardam anos a fio pelo pagamento de precatórios.

Cenários ouve, durante uma hora, o Presidente da AGAS, Antônio Longo

André Franco Montoro Filho mostra o tamanho do custo da falta de mobilidade urbana

O economista paulista diz que  uma das mais importantes razões dos protestos que mobilizaram a população é a morosidade dos deslocamentos urbanos na região metropolitana de São Paulo. E pergunta:

- Mas, afinal, qual é o custo dessa lentidão? Não é muito difícil fazer um cálculo aproximado.

. No artigo a seguir, ele explica o que ocorre:

De início, estima-se quanto tempo, em média, é perdido por causa dos congestionamentos. Esse é um tempo produtivo perdido, pois o trabalhador já saiu de sua residência, mas não começou a trabalhar. Algumas pesquisas indicam que, na região metropolitana de São Paulo, o tempo médio gasto na locomoção da residência ao emprego e retorno é superior a duas horas. Para muitas pessoas, chega ao absurdo de três horas ou mais.

Podemos aceitar como tempo normal, com muita boa vontade, uma hora diária.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Assembléia do RS examina projetos de aumentos salariais de 7% para servidores do PJ e do TCE

Na reabertura para valer dos trabalhos, a Assembléia do RS terá que examinar dois novos projetos para aumentos de salários de servidores públicos:

Poder Judiciário – 7%
Tribunal de Contas – Também 7%¨


. Ambos propõem pagamentos em três vezes, todos neste ano.

PDT do RS defende candidatura própria lá e cá. Vieira da Cunha poderá ser o nome trabalhista no Estado.

O PDT do RS decidiu defender candidatura própria para presidente, desembarcando do governo Dilma Rousseff. O presidente Romildo Bolzan, quinta-feira, na reunião da executiva nacional,apresentará os nomes de Cristóvam Buarque ou Pedro Taques.

. Neste sábado, depois de retornar de Soledade, o presidente do PDT avisou que as bases do Partido também querem candidatura própria no RS. O nome mais forte é o de Vieira da Cunha. Romildo Bolzan disse que na reunião de Soledade, os trabalhistas demonstraram grande interesse nas manifestações do prefeito de Porto Alegre, José Fortunasti, que quer distância do PT.