Governo cancela a licitação: RBS diz que governo quer comprar lençóis de cetim e toalhas de algodão egípcio para a família Sartori usar no Palácio das Hortênsias

O jornalista Juliano Rodrigues revelou ainda há pouco no site ClicRBS que o governo estadual comprará na próxima segunda-feira uma lista de materiais para uso do governador José Ivo Sartori e de sua família, que inclui lençóis de cetim, toalhas de algodão egípcio, guardanapos de algodão, travesseiros de plumas e roupões de micro-fibra, entre outros itens.No caso dos roupões, há especificações sobre as cores: são quatro da cor branca, quatro da cor rosa e outros quatro de cor bege. O gasto total estimado com a lista é de cerca de R$ 8 mil. Irá tudo para o Palácio das Hortênsias. CLIQUE AQUI para examinar a lista de compras.

Nota oficial do governo do estado:

NOTA OFICIAL

Sobre a LICITAÇÃO Nº 02/CM/2015, que trata de aquisições de materiais para o Palácio das Hortênsias, o Governo do Estado informa:

- O governador José Ivo Sartori não requereu e nem autorizou o processo de compra em questão. E, assim que soube do fato, determinou o imediato cancelamento do mesmo;

- A Chefia da Casa Militar, igualmente, não requereu e nem autorizou o processo, abrindo nesta data uma apuração administrativa a respeito;

- O governador determinou, até que seja concluída a apuração, o afastamento do responsável pela abertura do processo de compra.


COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO

Nestor Cerveró passa mal e é tratado na carceragem. Ele está deprimido.

O ex-diretor da área internacional da Petrobrás, Nestor Cerveró, foi medicado hoje na carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Ele está com depressão. Os advogados do ex-diretor querem que ele seja tratado numa clínica psiquiátrica.

Térmica a gás AES Uruguaiana (639 MW) volta a gerar energia na próxima semana

O deputado estadual Frederico Antunes (PP) reuniu-se nesta quarta-feira com o secretário de Minas e Energia, Lucas Redecker, com o presidente da Sulgás, Claudemir Bragagnolo e técnicos da secretaria. Durante o encontro, o deputado recebeu a informação de que na próxima semana a planta da Termo AES Uruguaiana deve voltar a gerar energia para o sistema elétrico nacional, após quase um ano de paralisação. “A se confirmar o retorno da nossa Termo AES no próximo dia 10, esta é uma ótima notícia para a região, especialmente neste período do ano em que o consumo de energia chega próximo do pico. Só vamos parar com essa luta quando a nossa usina voltar a funcionar os 365 dias do ano.”, afirmou o deputado progressista.
A térmica de Uruguaiana irá gerar, por pelo menos dois meses para o sistema elétrico nacional, 250 MW de energia que serão distribuídos distribuídos através das plantas da CEEE Uruguaiana 5 e Alegrete 1 e através da subestação de Maçambará que pertence à CTEE. A expectativa é de que em abril a geração da usina tenha sua geração aumentada e que devido a crise energética nacional siga em funcionamento mesmo após os dois meses iniciais previstos.

A AES Uruguaiana foi a primeira usina termelétrica a operar com gás natural no Brasil. A geradora iniciou suas atividades em 2000, em Uruguaiana, com capacidade instalada de 639 MW. A empresa integra o Grupo AES Brasil, composto ainda pelas distribuidoras AES Eletropaulo e AES Sul e pela geradora AES Tietê. Em agosto de 2008 a empresa argentina responsável pelo fornecimento de gás natural à AES Uruguaiana, suspendeu o envio do insumo à empresa. Em consequência disso a AES determinou, em abril de 2009, a hibernação da usina, o que implicou na paralisação de suas atividades de operação. A planta operou ainda em caráter precário nos anos de 2013 e 2014 gerando energia durante o período do verão.

Dólar sobe a R$ 2,742 e atinge maior valor em quase 10 anos

O dólar comercial fechou em alta de 1,78% nesta quarta-feira (4), negociado a R$ 2,742 na venda. É o maior valor de fechamento desde 23 de março de 2005, quando a moeda valia R$ 2,749.

Juiz acolhe denúncia apresentada por promotor morto contra Kirchner

O juiz Daniel Rafecas, especialista em direitos humanos e no Holocausto, acolherá a denúncia de suspeita de acobertamento contra a presidente Cristina Kirchner a favor de ex-governantes iranianos, supostamente envolvidos em um atentado antissemita em 1994, em Buenos Aires.

A denúncia tinha sido apresentada pelo promotor Alberto Nisman, morto em circunstância misteriosas em 18 de janeiro. Quatro dias antes de aparecer morto em seu apartamento com um tiro na cabeça, em circunstâncias obscuras, Nisman acusou a presidente de proteger os iranianos.

A decisão foi tomada pela Câmara Federal para liquidar o debate jurídico, entre Rafecas e outros dois juízes, sobre qual deles deveria se ocupar do caso, informou o Centro de Informação Judicial (CIJ), uma instituição federal.

CLIQUE aqui para saber mais sobre o caso no jornal Clarín.

Tractebel confirma início das obras de implantação da usina térmica de R$ 1,8 bilhão para Candiota

Tractebel Energia, sediada em Florianópolis (SC) confirmou nesta quarta-feira que iniciará ainda no primeiro semestre deste ano as obras para a construção de usina térmica a carvão em Candiota, na região da Campanha.  De acordo com o diretor-presidente da Tractebel Energia, Manoel Zaroni Torres, a nova unidade, batizada de Pampa Sul, terá investimentos na ordem de R$ 1,8 bilhão e produção de 360 megawatts – suficiente para abastecer duas cidades do porte de Caxias do Sul, por exemplo. A usina deve entrar em operação em janeiro de 2019. Na fase de obras, serão gerados cerca de 2 mil postos de trabalho diretos e outros 8 mil indiretos. A partir da operação, serão oferecidos 2 mil postos de trabalho de forma indireta e 300 diretos.

Kotscho, o homem de imprensa de Lula e do PT, diz que FHC trama impedimento imediato de Dilma Roussef

"Sem a participação de militares, em junho de 2012, um processo jurídico-midiático-parlamentar relâmpago derrubou o presidente Fernando Lugo, democraticamente eleito, como Dilma", relembra Ricardo Kotscho, que foi secretário de Imprensa do governo Lula e nunca abjurou da sua condição de petista de carteirinha, embora prossiga muito respeitado dentro e fora da imprensa. O jornalista diz que ex-presidente tucano, FHC,  "resolveu colocar o bloco na rua e convocou a tropa, sem medo de dar bandeira". Kotscho refere-se ao parecer que Fernando Henrique encomendou ao jurista Ives Gandra Martins, no qual é defendida a legalidade do impedimento imediato de Dilma Roussef. CLIQUE AQUI para ler "A hipótese de culpa para o impeachment", de Ives Gandra Martins, Folha de S. Paulo. 

Saiba quem foram os 8 únicos deputados gaúchos que assinaram o pedido de CPI da Petrobrás. O link inclui também os outros 174 deputados de todo o País.

Apenas 8 dos 33 deputados federais do RS assinaram o pedido de CPI da Petrobrás, conforme apurou o editor, que conseguiu a lista completa de 182 nomes. São eles: Jerônimo Gorge e Luiz Carlos Heinze, PP; Darcisio Perondi, PMDB; José Stédile e Heitor Schuch, PSB: Pompeo de Matos, PDT; Onyx Lorenzoni, DEM; Marchezan Júnior, PSDB.  CLIQUE AQUI para examinar as razões do pedido já protocolado e a lista dos deputados que assinaram. A lista inclui os nomes dos deputados de todos os Estados.


Entrevista, Décio Itiberê - Se Dilma for cassada, novas eleições sairão num prazo de dois meses

ENTREVISTA – Décio Itiberê, advogado, especialista em Direito Eleitoral – Se a presidente Dilma Roussef for cassada ainda este ano, assumirá o vice, Michel Temer, PMDB ? Não assumirá, a não ser por dois meses./Por que razão ? A Constituição é clara: se o presidente perder o mandato antes de dois anos, em dois meses terão que ocorrer novas eleições./ O senhor acha que a presidente corre este risco ? É o que se fala, mas o povo também precisa falar. / Os aliados do governo nas presidências da Câmara e do Senado, não impedirão o impeachment ? A eleição de ambos foi uma tentativa de empurrar a crise de governabilidade com a barriga, mas isto não tem futuro. 

Entrevista, Darcy F.C. dos Santos - Com base nos números de janeiro, saiba o que acontecerá com a receita pública do RS em 2015.

ENTREVISTA – Darcy Francisco Carvalho dos Santos, economista -  Embora não totalmente fechado o mês de janeiro/2105, já dá fazer algumas inferências sobre a receita do governo do RS ? No mês de janeiro de 2015, comparado com igual mês do ano anterior, as receitas correntes cresceram nominalmente somente 2,4%. As receitas próprias cresceram 8,5%, próximo a 2% reais. Onde está a diferença ? O problema está com as transferências federais  e as perdas do Fundeb. Este teve suas  transferências aumentadas em  R$ 37,8 milhões ou  9,2%. E as chamadas transferências constitucionais da União ? Bom, estas cresceram 9,7%, em torno de 3% reais, um bom desempenho, quando o PIB do País deve ter crescimento nulo. Mas existem mais transferências, as facultativas, não é ? Sim, as demais transferências decresceram R$ 144,9 milhões ou 52% nominais. Já dá para falar em tendência ? Antes de qualquer juízo apressado sobre isso,  é bom destacar que um mês isoladamente não revela uma tendência, e  esse percentual está incidindo sobre uma base  muito alta, que decorre do seguinte: no final de 2013, o então secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, visando melhorar o superávit primário, “pedalou” receitas de dezembro/2013 para janeiro de 2014, inflando o valor das transferência relativa a esse mês. Só para destacar a dimensão desta “pedalada”, o valor das transferências correntes de janeiro de 2014 é 57% maior que o dezembro/2014. Bom, temos mais 11 meses, mas neles o governo terá que buscar a diferença. Ou não ? De qualquer maneira,  é um mês a menos para conseguir alcançar a média de 12,6% prevista no orçamento que deve suportar uma despesa de igual valor. Como escapar do brete ? Minha esperança é de que o Rio Grande unido deve saber sair dessa! 

Ao se negar a homologar o balanço da Petrobrás, PwC coloca em risco o próprio Brasil

Os jornalistas Irany Tereza e Ricardo Grinbaum, do jornal "O Estado de S. Paulo", informam em reportagem especial que a publicação de balanço com aval de auditoria é considerada vital para a saúde financeira da empresa e para a economia brasileira. Leia tudo a seguir - 
 O impasse contábil da Petrobrás, que divulgou na semana passada o balanço do
terceiro trimestre de 2014 - não auditado pela PricewatherhouseCoopers (PwC)
- mobiliza uma força-tarefa do governo na busca de uma solução. Há a
percepção clara, segundo o 'Estado' apurou, de que o não fechamento do
balanço coloca em risco todo o País.  

A auditoria evita assinar o balanço enquanto a estatal não deixar claras as
perdas com as fraudes que estão sendo investigadas na Operação Lava Jato.
Sem as baixas contábeis, a PwC também fica vulnerável a eventuais processos
pelas autoridades que vigiam o mercado financeiro no Brasil (CVM, Comissão
de Valores Mobiliários) e Estados Unidos (SEC, Securities and Exchange
Commission).

CLIQUE AQUI para ler tudo.


Aurora triplica vendas para o exterior e lidera ranking de exportação de vinhos do Brasil

A Vinícola Aurora foi a maior exportadora de vinhos do Brasil em 2014, faturando US$ 2,8 milhões, de acordo com o resultado anual do Wines Of Brasil, programa de exportações do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) com apoio da Apex-Brasil (Agência Nacional de Promoção de Exportação e Investimento).  Este valor – que representa um terço da receita total registrada pelo Ibravin, de US$ 8,49 milhões – mostra que a vinícola triplicou suas exportações em relação a 2013, ano em que o resultado chegou a US$ 934 mil.
O total das exportações de vinhos do Brasil subiu para US$ 9,52 milhões, somando os números do Wines of Brasil e as vendas externas realizadas por vinícolas do país fora desse programa, segundo levantamento do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Neste caso, a Vinícola Aurora também é líder, com 29% de participação.
A Aurora também é a campeã de vendas para os três principais mercados importadores de vinhos brasileiros: Reino Unido, Bélgica e Alemanha. 
A Aurora também liderou as exportações para o Japão, com 60% de participação (US$ 304,54 mil de receita), Estados Unidos (42%, com US$ 170,86 mil) e França (40%, com US$ 83,30 mil), países que estão em 6º, 7º e 12º lugares no ranking de compradores de vinhos do Brasil em receita, respectivamente.
Nos países nórdicos, a Aurora está presente na Suécia (total exportado US$ 32.659) com vendas exclusivas pelo monopólio estatal e na linha de cruzeiros pelo Mar Báltico Viking Line, e na Dinamarca (total exportado pela Aurora de US$ 32.736), país sede da empresa de comércio internacional Peter Justesen, cujo catálogo oficial circula para 168 países (entre embaixadas, consulados e demais órgãos governamentais) e nele a Aurora figura, há dois anos, com vinhos, espumantes e brandy./
Novas fronteiras - 
2014 foi um ano de conquistas do mercado externo para a Aurora. A vinícola apostou também na Ásia, 42% das exportações dos vinhos do Brasil para este continente foram da Vinícola Aurora. Além do Japão (país comprador da Aurora há mais de 20 anos), a Aurora também exportou para Hong Kong e Coréia do Sul no ano passado, soberana nas vendas de vinhos para esses países que sinalizam novos horizontes para o vinho brasileiro.

: www.vinicolaaurora.com.br  

Zilá assume na Assembléia do RS

A deputada Zilá Breitenbach, 73 anos (PSDB) tomou posse para seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa no início da sessão plenária desta quarta-feira. Ela é a primeira suplente da bancada e entrou no lugar de Lucas Redecker, que se lincenciou para ocupar a secretaria de Minas e Energia. 

Bovespa volta a cair em dia de oscilação das ações da Petrobras

Após abrir em alta nesta quarta-feira, a Bovespa passou a operar em baixa com a virada das ações da Petrobras. Logo após o anúncio da renúncia de Graça Foster e mais cinco diretores da Petrobras, as ações da petroleira chegaram a subir mais de 7%, mas perderam força e passaram a oscilar, alternando altas e baixas.

Às 13h33 o principal indicador da bolsa paulista tinha queda de 0,171%, aos 48.879 pontos. Perto do mesmo horário, as ações ordinárias subiam 0,61% e as preferenciais, 0,20%.

"Escândalo deixa futuro da Petrobras em risco", diz FT.

O jornal britânico Financial Times  publicou nesta quarta-feira uma lista com perguntas e respostas com um o panorama geral sobre a crise da maior empresa brasileira. O artigo relembra o que levou ao escândalo e quais são as perspectivas. "Investidores na Petrobras podem ser perdoados por se perguntarem o que diabos está acontecendo na estatal brasileira e o que pode acontecer a seguir.

Qual é o tamanho do impacto para o Brasil e a empresa?
Depois de meses no centro da maior investigação de corrupção na história brasileira, o futuro da empresa está em jogo. Ela sangrou dois terços de sua capitalização de mercado desde que Dilma Rousseff — uma ex-presidente de seu conselho de administração — tornou-se presidente do Brasil há quatro anos, uma perda que foi acelerada desde que as investigações sobre as acusações se tornaram públicas no final do ano passado. Talvez mais de US$ 20 bilhões foram desviados da empresa há uma década e teriam supostamente sido desviados para o Partido dos Trabalhadores, de Dilma Rousseff.
CLIQUE na imagem acima para ler um guia do escândalo elaborado pelo FT.

Governo Dilma espera que reajuste de energia fique abaixo de "40%"

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, reafirmou nesta quarta-feira a perspectiva de que o reajuste de tarifa de energia fique abaixo de 40%. Questionado ao chegar para cerimônia de posse do novo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rego, Braga afirmou que, "ao longo dos 12 meses", continua acreditando que o impacto "seria aquele que temos dito".

O impacto do fim do subsídio oferecido pelo Tesouro Nacional, somado ao aumento do preço da energia de Itaipu e aos reajustes ordinários, pode gerar alta de tarifa superior a 60% para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

PT elege Sibá Machado como novo líder do partido na Câmara

A bancada do PT escolheu na manhã desta quarta-feira, por aclamação, o deputado Sibá Machado (AC) como novo líder da bancada na Casa. Fragilizada pela derrota de Arlindo Chinaglia (PT-SP) e pela vitória em turno único de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na eleição para a presidência da Câmara, a bancada petista ameaçou a "rachar" ontem e transformar a eleição do líder em uma "guerra" entre as diferentes alas do partido.

A corrente "Democracia Socialista" chegou a colocar o nome de Afonso Florence (BA) na disputa pela liderança e o "Movimento PT" indicou que lançaria a deputada Maria do Rosário (RS). Ontem, deputados do PT realizaram uma série de reuniões para tentar evitar que a sucessão na liderança fosse feita no voto, o que evidenciaria uma divisão interna.

Produção industrial recua e tem o pior resultado em 5 anos

A produção da indústria brasileira em 2014 decepcionou. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a atividade do setor despencou 3,2% no acumulado do ano, depois de ter recuado 2,8% em dezembro. O resultado anual é o pior desde 2009, quando o indicador recuou 7,1%.

Economistas ouvidos pelo Banco Central para o relatório Focus apostavam que a indústria registraria queda de 2,49% em sua produção em 2014. Para 2015, as estimativas do Focus já caíram por quatro semanas seguidas, passando de crescimento de 1,04% há um mês para 0,5% agora.

Na passagem de novembro para dezembro, a indústria eliminou 140.000 vagas, o equivalente a uma redução de 3,9% no total de ocupados no setor, informou o IBGE no fim de janeiro. Na comparação com dezembro de 2013, a atividade cortou 105.000 postos de trabalho, uma queda de 3% no número de empregados.

Entrega da declaração do IR 2015 começa em 2 de março

A Receita Federal começará a receber as declarações do Imposto de Renda de 2015, referente ao ano passado, a partir de 2 de março. Conforme publicado em instrução normativa no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira, o prazo para a entrega do documento vai até 30 de abril e será feita pela internet.

Dólar avança e vai a R$ 2,70; Bovespa opera em alta com Petrobras

O Ibovespa operava em alta de 0,61%, a 49.263,53 pontos, por volta das 11h desta quarta-feira. No mesmo momento, o dólar comercial subia 0,24%, a R$ 2,701 na venda.

Já as ações da Petrobras voltavam a disparar um dia após as preferenciais registrarem a maior alta percentual em 16 anos. Os papéis reagiam à renúncia da presidente da estatal, Maria das Graças Foster, e de cinco diretores. Por volta das 11h15, as ações ordinárias (PETR3), com direito a voto, ganhavam 6,54%, a R$ 10,43. Os papéis preferenciais (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, saltavam 6,1%, a R$ 10,61.

Graça Foster e mais cinco diretores da Petrobras renunciam

Além da presidente da Petrobras, Graça Foster, outros cinco diretores apresentaram pedido de renúncia nesta quarta-feira. A informação consta de resposta da estatal  a ofício da BM&FBovespa pedindo esclarecimentos sobre notícias veiculadas na mídia em relação a substituição na presidência, que geraram forte alta das ações no pregão de terça-feira. A nova diretoria será eleita em reunião do conselho de administração na próxima sexta-feira.

O comunicado foi feito na manhã desta quarta-feira por meio de nota da assessoria de comunicação da Petrobras. Graça deixa a presidência da estatal, juntamente com toda a diretoria, um dia depois de se reunir, em Brasília, com a presidente Dilma. Na saída, ela não quis conversar com a imprensa. No Aeroporto Juscelino Kubitscheck, em Brasília, onde embarcou no final da tarde dessa terça-feira, de volta ao Rio de Janeiro, Graça apenas sorriu quando perguntada se deixaria o comando da maior empresa pública do país.

Nos bastidores do Palácio do Planalto, a informação que circulava era que Graça e toda a diretoria deixaria a Petrobras em março. Na manhã desta quarta-feira, as ações da estatal, após valorização de 15% nessa terça-feira, voltaram a disparar e estão sendo negociadas com alta de 6%.

Oi TV lidera crescimento no Rio Grande do Sul

A Oi TV foi a operadora que conquistou o maior número de clientes no mês de novembro, no Rio Grande do Sul, conforme relatório divulgado pela Anatel. Foram 9.022 adições líquidas, o que representa 64% do share de net adds de todo o mercado no período. A Oi TV possui 111 mil clientes no estado e 1,2 milhão no Brasil.

Recentemente, a Oi TV anunciou o lançamento de dois novos serviços: o Oi Filmes e o DVR (gravador digital). O Oi Filmes é o mais completo pay per view entre as operadoras de TV por assinatura. São 12 canais com diversos títulos, entre eles os de destaque de bilheteria, que são atualizados frequentemente, com uma estreia a cada sexta-feira.  Disponíveis desde o pacote de entrada Oi TV Start HD, os filmes custam R$ 10,00 cada e podem ser assistidos por até 24h.

Nos nove primeiros meses de 2014, a Oi investiu mais de R$ 200 milhões no estado do Rio Grande do Sul. Saiba mais em www.oitv.com.br

Entrevista, Lasier Martins: "Votei contra a corrupção e o continuísmo, portanto votei contra Renan e a favor de Luiz Henrique"

ENTREVISTA, senador Lasier Martins, PDT - O jornalista Claudio Humberto disse que o senhor votou no candidato oficial, Renan Calheiros ? Claudio Humberto é um pouco maldoso. isto não é verdade. Fiz campanha aberta por Luiz Henrique./ O que houve ? Claro que houve voto infiel, mas eu fiz campanha aberta por Luiz Henrique./ Por que razão ? Na quinta-feira, no Hotel Naoun, em reunião presidida pelo presidente do PT, Carlos Lupi, defendi abertamente a posição de que a bancada precisava dar um basta à corrupção e ao continuísmo, e que portanto deveríamos ficar com Luiz Henrique. A votação estava 3 a 3. Depois, fechamos em 6 x 0./ Mas Renan venceu? Não com o meu voto. Ele nunca terá meu voto. Temos que mudar este estado de coisas que existe no País. Foi minha posição na campanha e é agora. Não sou homem de duas caras. O Rio Grande, mas tu, principalmente, sabe bem disto.

ICMS do primeiro mês de Sartori cresceu espetaculares 8,9% nominais em janeiro. Valor foi a R$ 2,4 bilhões. Receita total do mês foi a R$ 3,5 bilhões.

O governo Sartori, tal como o de Tarso, não informou nada sobre os totais das receitas e das despesas do mês, sequer o secretário Feltes cumpriu a promessa de transparência sobre as contas de janeiro. O editor pesquisou nos computadores da secretaria da Fazenda e constatou esta manhã que foi espetacular o crescimento do ICMS no mês de janeiro, considerando-se que as economias brasileira e gaúcha estão virtualmente em recessão desde o ano passado. No seu primeiro mês de governo, Sartori conseguiu arrecadar R$ 2,4 bilhões, crescimento nominal de 8,9% sobre o mesmo mês do ano anterior, portanto avanço real de 1,9% quando ajustado pela inflação do IPCA. O ICMS costuma representar algo c omo 65% do total da receita do mês. Janeiro entrou muito dinheiro do IPVA, que precisa ser adicionado ao total arrecadado de ICMS. O editor estima que Sartori faturou algo como R$ 3,5 bilhões em janeiro.  De acordo com o orçamento aprovado para este ano, a previsão de arrecadação projeta crescimento nominal de 12,6% e avanço de 12,5% nas despesas, sem considerar o que fico pendurado do ano passado. Isto significa que os próximos meses teriam que compensar a diferença de janeiro, o que é mais do que improvável. Faltou dinheiro em janeiro e faltará mais ainda nos próximos meses. A estimativa do déficit de R$ 5,2 bi para o ano, dá conta de que faltará uma média mensal superior a R$ 400 milhões por mês.


Lasier amarelou na hora decisiva e votou em Renan Calheiros ? Claudio Humberto diz que foi isto que aconteceu.

O jornalista Claudio Humberto, Diário do Poder, passou hoje a surpreendente informação de que o senador gaúcho Lasier Martins votou em Renan. Se isto ocorreu, dos três senadores do RS, apenas Ana Amélia confirmou voto em Luiz Henrique, porque Paulo Paim também ficou com Renan. Leia a nota de Claudio Humberto: "A turma de Luiz Henrique (PMDB-SC) continua chorando as pitangas pela derrota, suspeitando que só no PDT Renan Calheiros reverteu três votos: Acir Gurgacz (RR), Zezé Perrela (MG) e Lasier Martins (RS)". Lasier fez discursos ferozes contra o PT e o governo Dilma no RS, mas a notícia sobre o voto justamente no candidato chapa branca não foi desmentido asté as 9h59min de hoje. O editor procurou Lasier pelo celular e não foi atendido. Como os votos foram secretos, ninguém sabe o que aconteceu de verdade. Quem também ficou com Renan, apesar da posição oficial do Partido, o PSB, foi o senador e jogador Romário. 

Governo não decidiu se fecha a TVE

O governo ainda não decidiu se vai fechar a TVE. Aliás, não decidiu fechar nada.

Postal é o novo presidente da União Nacional dos Legislativos Estaduais

O deputado Alexandre Postal, líder do governo Sartori na Assembléia, é o novo presidente da União Nacional dos Legislativos Estaduais.

Governo promete regulamentar em março lei do novo indexador da dívida gaúcha com a União. Com isto, Sartori poderá tomar novos empréstimos.

Ainda como deputados federais, cargos que assumiram no fim de semana, os secretários da Fazenda e da Casa Civil de Sartori estiveram ontem com o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Barbosa, que prometeu divulgar em março a regulamentação do novo indexador da dívida do Estado. No final do ano passado, Dilma sancionou o projeto de lei complementar 238/2013, que alterou o indexador da dívida, a contar de 1o de janeiro do ano passado, pelo IPCA mais 4% ao ano ou pela taxa Selic, o que for menor, em substituição ao IGP-DI mais 6% ao ano. Em tese, o projeto aprovado nasceu com a perspectiva de equacionar o problema do estoque da dívida, surtindo seus efeitos no término do contrato, 2028, tanto melhor quanto menor for a inflação medida pelo IPCA ou quanto menor for a taxa Selic. No curto prazo, depois da regulamentação, a regulamentação abrirá pequena margem para que o governo tome novos empréstimos, já que o governo Tarso estourou todos os limites de endividamento.

Hardware e software para o mercado
corporativo de Porto Alegre. 

Mangabeira Unger volta ao ministério de Assuntos Estratégicos

Ninguém conseguiu entender até agora a nomeação de Mangabeira Unger no ministério de Assuntos Estratégicos,no lugar do desconhecido Marcelo Neri. Ele assumirá amanhã. Mangabeira Unger foi crítico feroz do PT e de Lula, a quem tratava como "reles ladrão", mas foi para o governo do ex-prsidente em 2007.

Preços de imóveis subiram 0,39% em janeiro, abaixo da inflação. Em Porto Alegre houve queda de 0,68%. Preço médio do m2 no País é de R$ 7.492,00.

O preço médio do metro quadrado dos imóveis anunciados em 20 cidades brasileiras teve alta de 0,39 por cento em janeiro em relação a dezembro, de acordo com o índice FipeZap Ampliado divulgado nesta quarta-feira. Em relação a janeiro de 2014, o aumento foi de 6,29 por cento.
Em ambos os casos, os aumentos registrados foram menores do que a inflação verificada pelo IPCA-15, a prévia da inflação oficial do país, que acelerou a alta a 0,89 por cento em janeiro, acumulando 6,69 por cento em 12 meses.  Porto Alegre (RS) teve a maior queda de preços em janeiro, de 0,68 por cento. Segundo o levantamento, somente Fortaleza (CE) teve aumento de preços acima da inflação em janeiro, de 1,43 por cento na comparação mensal.
Em São Paulo, houve aumento mensal de 0,46 por cento em janeiro, enquanto no Rio de Janeiro o acréscimo foi de 0,33 por cento.
O preço médio do metro quadrado nas 20 cidades pesquisadas foi de 7.492 reais. No Rio de Janeiro, o valor continua sendo o mais alto do país, de 10.617 reais, seguida por São Paulo (8.446 reais). Contagem (3.380 reais) e Goiânia (4.022 reais) registraram os valores mais baixos.

Análise, senadora Ana Amélia Lemos, Jornal do Comércio - Emplacamento: carga pesada na agricultura

A exigência de emplacamento de tratores e máquinas agrícolas, mantida por força de novo veto da presidente Dilma Rousseff (PT), significa penalização para o setor agrícola, pelo injustificado aumento de custos aos produtores. Ainda que a resolução 513, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada em dezembro, suspenda até o final de 2016 a obrigatoriedade das placas e do licenciamento para tais equipamentos, sobram desconfiança e dúvida no campo. As indefinições sobre essas normas e legislações se arrastam desde 2008. Os agricultores, sobretudo os familiares, temem novos custos operacionais, com reflexos negativos nos preços dos alimentos. Sem um marco legal definitivo, como sugeriu o Congresso Nacional, a área rural é desestimulada.

No ano passado, o deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS) apresentou emenda à Medida Provisória 656 para substituir o emplacamento por registro, sem custo ao produtor. A proposta, aprovada pelo Legislativo, porém, foi vetada pela presidente Dilma Rousseff. Antes, outro veto derrubou, integralmente, o projeto do deputado federal Alceu Moreira (PMDB-RS), e do qual fui relatora, no Senado, proibindo o emplacamento. Essa medida onera e desestimula o produtor agrícola, responsável pelos enormes ganhos econômicos e sociais que a agricultura tem trazido ao País.Sugeri, por isso, que a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado se reúna em março, em Não-Me-Toque, para debater a obrigatoriedade do licenciamento de tratores e máquinas agrícolas. O objetivo é aproveitar o espaço da prestigiada Expodireto Cotrijal 2015, feira conhecida internacionalmente, para quantificar e analisar os impactos do emplacamento das máquinas agrícolas na atividade rural. Produtores, que usam os equipamentos, sabem que os tratores, diferentemente dos automóveis, motos, ônibus ou outros veículos automotores, mal saem das propriedades e, portanto, não precisam de licença para circular. Afinal, o que pretende o Contran: mais segurança no trânsito ou aumento de impostos?

Hardware e software para o mercado
corporativo.

Furtos e fraudes evaporam 18% de toda energia distribuída pela CEEE

São assustadores os números apurados na CEEE sobre perdas de energia, tudo decorrente de furtos e fraudes. O total chega a 18% de toda a energia produzida. RGE e AES, as duas outras grandes distribuidoras do Estado, reduziram as perdas para 9,7% e 11%.

Makro muda presidente no Brasil

O francês David Poussier é o novo presidente do Makro no Brasil. A rede holandesa de atacado tem unidade em Porto Alegre. No ano passado, cravou resultados muito ruins, o que determinou a mudança.

Setor imobiliário e dívidas ameaçam expansão da China

A reportragem a seguir é do repórter Jamil Anderlini, Financial Times, publicada em versão portuguesa pelo jornal Valor de ontem. O material sai aqui pela relevância e interesse dos leitores gaúchos, porque a China transformou-se no principal parceiro comercial do RS no exterior. Leia tudo - 
A última vez em que a China foi a maior economia mundial, Pequim era uma cidade de cerca de 700 mil habitantes e seu bairro de Wangjing nada mais era do que um amontoado de áridas colinas artificiais construídas a fim de proteger o norte da capital de invasores bárbaros. Corria o ano de 1890. Atualmente, a população de Pequim é de mais de 21 milhões de habitantes, e Wangjing é uma extensão de escritórios e torres residenciais meio vazias ou meio acabadas incrustrada no quinto anel viário da cidade.

A China reconquistou seu título de maior economia do mundo, suplantando os Estados Unidos em termos de poder de compra pela primeira vez em 125 anos, mas esse bairro periférico em crescimento constitui o exemplo por excelência dos crescentes problemas com que o país se defronta.
CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Morreu o fotógrafo e repórter Assis Hoffmann

Morreu ontem em Porto Alegre o repórter e fotógrafo Assis Hoffmann, 73 anos. Ele é de Santiago, iniciou a carreira no jornal Última Hora e marcou sua vida profissional como jornalista de primeira linha em coberturas nacionais e internacionais, sobretudo no Correio do Povo e nas revistas da Abril.