Hoje foi dia de pesquisas para tudo que é gosto. Denúncia contra Dilma poderá mudar os rumos da eleição na última semana.

Dilma e Paulinho: ligações perigosas. Quinta, na Bahia, Dilma não despencou do palanque porque se segurou no corrimão; ontem, faltou ao comício na Ceilândia, alegando cansaço; amanhã, não virá a Porto Alegre porque estaria afônica. O bicho pegou no Planalto. O governo e o PT estão á beira de um ataque de nervos. 


Se o leitor se dispuser a rodar o mouse por esta página, vai acabar encontrando pesquisas de intenções de votos para presidente que atenderão todos os gostos.

. Datafolha, a penúltima de hoje, foi uma ducha de água fria nos tucanos e marineiros, mas os desesperados poderão encontrar consolo nas pesquisas Ibope, Methodus e Sensus, todas também abaixo.

. O jogo não está todo jogado.

. Esta última semana promete muito.

 . Haja coração.

. Esta eleição não é para chorão.

. Tudo vai depender do tipo de repercussão que obterá o material de capa da revista Veja de hoje, que revela as delações do ex-diretor Paulo Costa, envolvendo diretamente a presidente Dilma Roussef. Paulinho, como costumava chamá-lo Lula, foi companheiro de diretoria de Dilma na Petrobrás. Ele revela detalhes sobre o dinheiro da corrupção que saiu dos cofres da estatal para a campanha eleitoral de Dilma.

. São detalhes.

. O caso é de julgamento político da presidente por parte do Congresso Nacional, na eventuialidade dos congressistas cumprirem com o seu dever.

. Nem Lula foi envolvido de maneira tão direta no escândalo do Mensalão.

. Paulo Costa demonstrou aos policiais federais e aos procuradores que possui as digitais de Dilma no escândalo.

Pesquisa Istoé com Sensus dá 35% para Dilma. Marina e Aécio estão tecnicamente empatados.

Pesquisa ISTOÉ/Sensus mostra que a sucessão presidencial será decidida no segundo turno e que Aécio e Marina chegam embolados na última semana de campanha.

Dilma Roussef, 35%
Marina Silva, 25%
Aécio Neves, 20,7%


. Como a margem de erro da pesquisa é de 2,2% para mais ou para menos, Marina e Aécio estão empatados tecnicamente na briga por um lugar no segundo turno. 

. A revista diz que a  pesquisa mostra que tanto Dilma como Aécio acertaram nas estratégias adotadas nas últimas semanas. A presidenta reforçou os ataques contra Marina, exagerou na defesa de seu governo e intensificou as agendas públicas. Com isso, cresceu 5,3% durante o mês de setembro. O senador mineiro procurou demonstrar as semelhanças entre Dilma e Marina, questionou a veracidade do que ambas mostravam em seus discursos e colocou-se como a alternativa mais segura para mudar os rumos do País. A estratégia lhe valeu um crescimento de 5,5 pontos percentuais nos últimos 30 dias. Já Marina apostou em se colocar como vítima de uma campanha que chama de “difamatória” e adotou um tom emocional tanto em entrevistas como nos palanques. Não conseguiu explicar as contradições de seus discursos e perdeu 4,5 pontos percentuais em menos de um mês. “Pela primeira vez se constata a situação de empate técnico entre Marina e Aécio. O senador mineiro chega na reta final com tendência de crescimento e a ex-senadora com tendência de queda”, diz Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus.

Bomba-relógio prestes a explodir espalha tensão na campanha PT

Chamada de capa envolve Dilma diretamente com a corrupção do Petrolão. Congresso terá que iniciar julgamento político. 


O site da revista Veja começou a lançar teasers sobre sua reportagem de capa, anunciando que trará denúncias estarrecedoras contra atos de corrupção praticados diretamente pela presidente Dilma Roussef.

. O caso envolve delações premiadas sobre uso de dinheiro da Petrobrás em campanha eleitoral da presidente. 

CLIQUE AQUI para ver e ouvir repórter de Veja falando sobre o assunto.

Datafolha diz que Dilma ultrapassa Marina no 1o e 2o turnos

1º Turno
Entre parênteses, pesquisa anterior

Dilma Roussef, 40% (37%)
Marina Silva, 27% (30%)
Aécio Neves, (18%)


2º Turno

Dilma, 47%
Marina, 43%

Olívio vai a 31% contra 29% de Lasier. Simon cai para 13%. Simone mantém 5%.

Olívio Dutra inverteu o jogo e agora é o líder na disputa pelo Senado, mas os números revelam empate técnico. A seguir, os dados das últimas 5 pesquisas Datafolha, em percentagem:

Olívio Dutra, PT – 22, 29, 27, 26, 31.
Lasier Martins, PDT – 29, 29, 26, 28, 29.


Pedro Simon caiu para 13% e Simone Leite está com 5%

Datafolha constata rigoroso empate entre Ana Amélia e Tarso (31%). Sartori avança forte por fora.

A pesquisa Datafolha registrou crescimento de Tarso Genro, que agora empata rigorosamente com Ana Amélia no primeiro turno, mas o dado mais importante é o crescimento de José Sartori, que passou de 13% na última pesquisa para 17%.

1o Turno

Ana Amélia, 31% (37%)
Tarso Genro, 31% (27%)
José Ivo Saretori, 17% (13%)
Vieira da Cunha, 12% (3%)

2o Turno

Ana Amélia, 44%

Tarso genro, 40%

Methodus diz que Aécio e Marina já estão em empate técnico no RS. Tucano venceria até Dilma no segundo turno.

Persquisa do Instituto Methodus divulgada nesta sexta-feira, indica que o senador Aécio Neves venceria as eleições no RS, caso enfrentasse a presidente Dilma Roussef no seguindo turno, mas por pequeníssima margem, o que caracteriza empate técnico

Aécio, 45.5%
Dilma, 45,1%

Marina também venceria Dilma:

Marina, 44,3%
Dilma, 43,3%

No primeiro turno, a vitória de Dilma é folgada sobre seus oponentes, mas Marina e Aécio já surgem empatados tecnicamente no RS:

Dilma, 35,5%
Marina, 24,1%

Aécio, 20,0%

Governo empurra com a barriga crise entre IPE Saúde x Hospitais. Um milhão de servidores públicos poderão ficar sem assistência a partir do dia 1o.

A direção do Ipergs, e o chamado Núcleo Central do Governo, apresentaram na tarde desta quinta-feira, dia 25, as respostas,consideradas inaceitáveis, às demandas dos hospitais e entidades médicas. Os hospitais ameaçam parar o atendimento para 1 milhão de associados e familiares inscritos no IPE. A crise assola o Ipe-Saúde. Diante dos protestos, o IPE agendou para o dia 29 nova reunião, basicamente de três pontos: Reajuste Emergencial, Remuneração de Medicamentos e Tabela CBHPM. 

. O governo tenta empurrar a crise com a barriga para evitar desastre eleitoral para o governador Tarso Genro.

. Estiveram presentes a Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde (FEHOSUL), a Associação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do Rio Grande do Sul e as demais entidades médicas e hospitalares que compõem o Grupo Paritário. 

. O Ipergs e o Núcleo Central do Governo, representados pela Secretaria da Fazenda e pela Secretaria da Saúde, afirmaram, mais uma vez, que é impossível conceder reajustes em 2014

. A FEHOSUL mostra-se inconformada com tal conduta já que dados oficiais indicam um superávit orçamentário de 691 milhões de reais desde a criação do FAS (Fundo de Assistência a Saúde) e a disponibilidade financeira atual do mesmo fundo gira em torno de 300 milhões de reais, 

. As demandas

- Tabelas de remuneração - Não são reajustadas desde agosto de 2011. Neste período os insumos da cadeia de custos dos hospitais, a chamada inflação médica, subiu cerca de 25%. Estudos técnicos da FEHOSUL, realizados no ano passado, apontam defasagens, no Ipe-Saúde como nas diárias hospitalares (17%), taxas de serviços (32%) e para os atendimentos de urgência (46%).
- Valores relativos ao congelamento da remuneração dos medicamentos - Isto remonta a 5 de novembro de 2010, calculado em 30 milhões de reais. A Fehosul reclama que estes valores sejam quitados até 10 de dezembro
. O Ipergs manifestou na reunião seu propósito em antecipar a quitação do débito de 25 de janeiro para 10 de janeiro do próximo ano, o que foi rechaçado pela Fehosul.
- Implantação de novos procedimentos e reajuste dos valores remuneratórios para médicos, a adoção da tabela CBHPM - A proposta conseguiu desagradar a todas as entidades médicas e hospitalares presentes no encontro. Pela proposta, apresentada pelo representante da Secretaria da Fazenda, a autarquia concluiria o atual processo denominado até o final do corrente ano, implantaria a nova nomenclatura até 31 de março do ano vindouro, acompanharia a implantação nos 6 meses subsequentes e somente discutiria a partir de setembro a valoração pecuniária dos procedimentos, estimando-se sua efetiva implantação para 2016. 

Dilma cancela vinda para comício de encerramento da campanha de Tarso

- No discurso que fez em Feira de Santana (BA), na tarde de quinta, Dilma se apoiava frequentemente em uma barra de ferro que servia como parapeito do palanque. O discurso, curto, foi muito menor do que a média da presidente. Ao contrário do que têm dito alguns petistas, entretanto, a falta de voz não parece ser problema: em Feira de Santana, Dilma não estava rouca e nem amenizou o volume de sua voz ao usar a palavra

A presidente Dilma Rousseff cancelou sua vinda ao Rio Grande do Sul, onde participaria, neste sábado do comício de encerramento da campanha no bairro Rubem Berta, na zona norte da Capital. 

. Segundo o comitê de Dilma no Estado, a petista está afônica e queixou-se de cansaço. Ontem, em Brasília, na Ceilândia, pelas mesmas razões, Dilma não saiu de casa.

. Sem Dilma e sem Lula, Tarso fará sozinhos eu comício.

. Sábado será dia de chuva, segundo as previsões dos institutos de meteorologia. 

Mercado financeiro é eletrizado por boataria sobre nova bomba de Veja

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em alta de 2,23%, a 57.212,38 pontos nesta sexta-feira (26). É a maior variação positiva desde o dia 25 de agosto, quando a Bovespa tinha subido 2,27%. O resultado foi puxado, principalmente, pelas ações da Petrobras (PETR4), que tiveram a maior alta do dia, de 5,54%, e fecharam a R$ 20,94.

A revista Veja eletrizou o mercado financeiro nesta sexta-feira, levando investidores a comprarem ações da Petrobras, que subiu quase 6%, com a especulação de que vem aí uma bomba capaz de abalar os alicerces da República: a revelação das primeiras falas da delação premiada de Alberto Youssef.

. O outro delator do Petrolão, Paulo Roberto Costa, já falou tudo que sabia, parte do que disse acabou vazando e neste final de semana ele poderá ser posto em prisão domiciliar no Rio, com direito a tornozeleira eletrônica, benefício que conseguiu por ter contado detalhes da corrupão que ocorre na Petrobrás. 

27 generais, inclusive ex-ministros militares, lançam Manifesto de duras críticas ao governo do PT

O general Leônidas, ao lado, é dos signatários do manifesto. 



O manifesto é assinado pelos ex-ministros Leonidas Pires Gonçalves (do Exército, no governo Sarney) , Zenildo Zoroastro de Lucena (do Exército, no governo Itamar e Fernando Henrique) e Rubens Bayma Denys (da Casa Militar, no governo Sarney), quatro ministros do Superior Tribunal Militar e outros 20 quatro-estrelas da reserva, os militares ressaltam que existe uma lei da Anistia em vigor que a Comissão da Verdade insiste em desconsiderá-la.
  
. Vinte e sete generais de Exército da reserva assinaram um manifesto com críticas ao ministro da Defesa, o petista Celso Amorim. No documento, os generais, que atingiram o mais alto posto da hierarquia militar, afirmam abominar "peremptoriamente" a declaração dada pelo ministro, na semana passada, à Comissão Nacional da Verdade (CNV), de que as Forças Armadas aprovaram e praticaram atos que violaram direitos humanos no período militar. Depois de ressaltar que, "sempre que pode", a Comissão "açula" as Forças Armadas, provocando-as, e exigindo que elas peçam desculpas, o grupo, do qual fazem parte três ex-ministros do Exército, declaram que "se houver pedido de desculpas será por parte do ministro". E avisam: "Do Exército de Caxias não virão (desculpas)! Nós sempre externaremos a nossa convicção de que salvamos o Brasil!" Os generais, ex-integrantes do Alto Comando do Exército e antigos comandantes de importantes unidades militares de todo o Brasil, justificam a necessidade do manifesto, lembrando que militares da ativa não podem dar declarações políticas, mas que os da reserva, que podem falar.

. O governo não reagiu ao manifesto, publicado hoje pelo jornal O Estado de S.Paulo.

. Nesta sexta-feira a tarde, são fortes as especulações sobre prontidão no Exército.

CLIQUE AQUI para ler o Manifesto.
CLIQUE AQUI para ler toda a informação do jornal de São Paulo. 

Pesquisa Ibope mostra eleição indefinida entre Marina e Aécio.

A coordenação da campanha de Aécio deixou vazar, hoje, a informação de que seu tracking diário apontou 24% para Aécio e 24% para Marina. A análise a seguir, feita antes disto, é do candidato ao senado pelo DEM do Rio, Cesar Maia.

1. O último Ibope quis saber do eleitor a certeza dele em relação à sua intenção de voto. 67% dos eleitores potenciais de Dilma afirmaram que a decisão sobre Dilma é definitiva. 57% afirmaram o mesmo sobre Marina. E 61% afirmaram o mesmo sobre Aécio.            

2. Aplicando sobre as intenções de voto estas porcentagens, o resultado da mesma pesquisa Ibope seria: 26,2% já decidiram votar em Dilma; 16,5% já decidiram votar em Marina e 11,6% já decidiram votar em Aécio. Ou seja, 45,7% dos eleitores podem mudar seu voto até a eleição. Se é assim para presidente, algo parecido e mais acentuado deve ocorrer para governador. E muito mais para senador e deputados estaduais e deputados federais.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Lasier descola de Olívio Dutra para o Senado

Da mesma forma que o Ibope de quaqrta-feira, também o Instituto Methodus constatou que o jornalista Lasier Martins descolou de Olívio Dutra e livra agora folgada vantagem na disputa para o Senado.

. Acompanhe:

- Lasier Martins, PDT: 33,6%
- Olívio Dutra, PT: 26,8%
- Pedro Simon, PMDB: 17,5%
- Simone Leite, PP: 4,5%
- Os demais candidatos pontuaram muito pouco abaixo do 1%

. Na capital, Olívio (33,5%) vence Lasier (33,5%), mas ele é também o campeão de rejeição, com 24,1%, quase o dobro do que registram Lasier e Simon. 

Ana Amélia amplia vantagem sobre Tarso e está na iminência de garantir vitória no primeiro turno

A senadora Ana Amélia ampliou mais ainda sua vantagem sobre o segundo colocado, Tarso Genro, e está agora com 40,5% dos votos dos eleitores gaúchos, segundo pesquisa do Instituto Methodus e divulgada hoje pela Associaçãop dos Diários do Interior. Tarso está com 27,1%. O candidato Sartori, PMDB, registrou crescimento espantoso entre a última pesquisa, fim de agosto, e a atual, poruqe saltou de 5.,9% para 17,1%. 

. Ana Amélia está muito próxima de vitória no primeiro turno.

. Tarso perde até mesmo na capital, onde o PT costuma ser mais forte: 30,8% contra 29%.

. No segundo turno, a vitória de Ana Amélia é esmagadora, livrando mais de 20 pontos de vantagem: 56,1% x 34,8%. Ela vence por larga margem na capital.

. O índice de rejeição de Tarso é o mais alto de todos: 32,1%, contra 18% de Ana Amélia

1o Turno

Ana Amélia: 40,5%
Tarso Genro: 27,1%
José Ivo Sartori: 17,9%
Viera da Cunha: 2,4%
Roberto Robaina: 0,5%:
Humberto Carvalho, PCB: 0,2%
Estivalet, PRTB: 0,1%
Brancos e nulos: 5,2%

Não sabe: 5,8%

2o Turno

Ana Amélia: 56,1%
Tarso: 34,8%
Não sabe: 5,8%
Indecisos: 3,3%

Aécio lançará programa de governo na segunda-feira

"A construção do nosso programa de governo, que será divulgado na segunda-feira, deixará claro qual o caminho que nós percorremos para, a partir do resgate das agências reguladoras, do respeito aos contratos, permitirmos um aumento da taxa de investimentos no Brasil, fundamental à geração de empregos", disse o tucano a jornalistas antes de caminhada em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

. Dos três candidatos mais competitivos, só Marina Silva lançou seu programa de governo.

Entenda melhor o caso do empréstimo-jumbo de US$ 1 bi que Tarso quer tomar para pagar o 13o

Sobre a informação passada pelo editor sobre o risco de calote no pagamento do 13o salário para o funcionalismo estadual, vale a pena colocar duas evidências atuais:

1) O governo Tarso Genro não fez provisão alguma para o 13o.Provisão para o 13° salário contábil foi feita, mas não foi feita reserva financeira, caixa. Não em dinheiro.

2) O ano fechará com déficit de R$ 4 bilhões.

. Não é por outra razão que o governador revelou na Federasul e depois confirmou na TVCom, que quer tirar um empréstimo-jumbo de US$ 1 bilhão, contando com o alargamento da margem de endividamento, o que só será possível se o Congresso aprovar a proposta de renegociação da dívida e Dilma sancionar tudo sem vetos, o que é muito improvável.

. Mesmo com a aprovação, a Assembléia terá que aprovar o empréstimo, mas desde a Constituição de 1988 é proibido tomar dinheiro dos bancos para custeio.]

. O editor sabe de fonte segura que esse empréstimo é para pagar o 13° salário e  fechar as contas. Se o governador Tarso Genro perder a eleição, talvez ele use a sobra para fazer politicagem, pagando precatórios. Deputados da oposição sabem da manobra, mas eles tem medo de serem acusados de impedir o pagamento do 13°. 

#Estuda Luciana, O Video, já faz sucesso na Internet

Depois de ter enfrentado dois comunicadores sabidamente brincalhões - mas inteligentíssimos - no caso Danilo Gentili e Rafinha Bastos, a candidata psólica Luciana Genro conseguiu amealhar seus três segundos de glória na Internet.

. E acabou levando o troco pelas incontinências verbais.

. O resultado está no vídeo que circula na web, fazendo blague com o conselho que a filha de Tarso Genro passou ao jornalista Danilo Gentili:

- Vai estudar, Gentili !

. O vídeo do link a seguir é "Vai estudar, Luciana"

CLIQUE AQUI para ver e ouvir.

Dora Krammer diz que Dilma enxovalhou a honra do Brasil na ONU

Neste artigo intitulado "Zero noção de Estado", a colunista Dora Krammer diz que o governo brasileiro não dá a mínima para o Brasil.

. Leia tudo.

.  Interessa-lhe única e exclusivamente a plataforma de poder, a máquina para fazer política, assegurar empregos e outros que tais cujos detalhes o fim da fase do segredo de Justiça poderão esclarecer. Tivessem algum apreço pelo país, a presidente Dilma Rousseff e os que a cercam teriam pensado duas vezes (ou quantas fossem necessárias) antes de levar um discurso de cunho partidário à abertura da Assembleia-Geral da ONU, evitando também no campo internacional a proposição de “diálogo” com gente que não conversa, degola. À presidente da República não parece ter ocorrido nem por um minuto que estaria ali na representação de um país e seu posicionamento no mundo. Foi à Organização das Nações Unidas com o mesmo espírito com que se dirige a um encontro do PT, à biblioteca do Palácio da Alvorada, ao canteiro de obras do Rio São Francisco ou onde grave sua participação no horário eleitoral da televisão ou recite a cantilena sobre a história do partido que salvou o Brasil. Ainda que fosse tudo verdade, que tudo caminhasse àquelas maravilhas por ela contadas, que o dito combate à corrupção não se expressasse em repetidas operações “abafa”, que o país tivesse sido inventado há 12 anos, não caberia à presidente aproveitar-se da tribuna da ONU para produzir cenas às câmeras de João Santana.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Dica de livro - "A revolta de Atlas" ompre hoje mesmo e entenda o que quer o PT no Brasil.

DICA DE LIVRO
"A revolta de Atlas" 3 volumes

Eis o BRASIL do PT ,descrito magistralmente por AYN RAND, no seu livro " A nascente", parte da trilogia, escrito em 1936. Livro este em que Rand , visionária, já antevia a estratégia socialista de nivelação por baixo da sociedade e vitória dos imbecis. 

" Um exemplo típico do poder das massas - A arrogância aberta daqueles que são inferiores e que não tentam mais imitar seus superiores, mas exibem ousadamente sua inferoridade, suas qualidades comuns, seu "apelo popular". Uma situação em que a qualidade não tém mais importância alguma e na qual está começando a ser evitada, malvista, até mesmo desprezada. OELEITORES" paradoxo da escória da humanidade sentindo, de fato, desprezo pelos que são melhores que eles, justamente porque são melhores. A quantidade considerada, por si só, importante- a qualidade nem mais sequer considerada. As massas triunfantes. " 
Rand, Ayan- " A Nascente"- ed Arqueiro- vol II- pag 356 

Compre também,:

REVOLTA DE ATLAS, A, 3 VOLUMES
Formato: Livro
Autor: RAND, AYN
Editora: ARQUEIRO
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - ROMANCES

Nas redes sociais começa a ganhar corpo a chapa Dilmélia

Na viagem que fará neste sábado ao RS, a presidente Dilma Roussef poderá suirpreender-se com inscrições de propaganda eleitoral inéditas, promovendo a chapa Dilmélia.

Saiba quem são os nove governadores que devem ser eleitos no primeiro turno

Além do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e do candidato petista em Minas Gerais, Fernando Pimentel, disputas em Alagoas, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Piauí, Santa Catarina e Tocantins devem ser decididas já no dia 5 de outubro. Nesses estados, candidatos em terceiro lugar não chegam a 13% nas pesquisas.

Greve geral paralisará bancos de Porto Alegre a partir de terça-feira

A partir de terça-feira os bancários entrarão em greve em Porto Alegre. A paralisação é por tempo indeterminado, e atingirá instituições públicas e privadas. A decisão foi aprovada por unanimidade em uma assembleia realizada pelo Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários) na noite desta quinta-feira. O encontro foi realizado no Clube do Comércio, no Centro da Capital. A categoria rejeitou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste salarial de 7% e no piso de 7,5%.

Campanhas sórdidas de ativistas petistas inundam as redes sociais com acusações falsas contra Ana Amélia.

Os adversários do governador Tarso Genro poderiam facilmente usar o mesmo expediente baixo utilizado pelos companheiros do petista, plugando sua imagem e ações a bandidos como Delúbio Soares, Rosemary Noronha, Erenice Guerras ou José Dirceu, porque afinal de contas são todos do mesmo  Partido, o PT.

. Mas não fazem isto.

. No entanto, ativistas empenhados na eleição de Tarso resolveram jogar sujo com a candidata Ana 
Amélia Lemos, promovendo campanha sórdida e anônima contra ela nas redes sociais.

. É hora da ação do Ministério Público Estadual.

. Existem provas.

. Os remetentes de e-mails apócrifos esquecem que seus IPs são facilmente identificáveis.

. É sobre isto que o editor comenta a seguir, sob o título Campanhas sórdidas de ativistas petistas inundam as redes sociais com acusações falsas contra Ana Amélia.

FIP da Ivo Rizzo capta R$ 100 milhões para investir em imóveis

Já está quase completa a subscrição de R$ 100 milhões que a gaúcha Ivo Rizzo faz no FIP, Fundo de Investimentos e Participações, um dos modelos de fundos imobiliários atualmente mais em voga no Brasil.

. Os recursos serão investidos em empreendimentos imobiliários que a empresa tocará no RS. A Ivo Rizzo opera há 63 anos no mercado gaúcho. 

. Os subscritores serão remunerados pelo investimento e contarão também com ganhos proporcionais pela valorização dos imóveis que integram o fundo. A Ivo Rizzo disse ao editor que a remuneração dos quotistas será seguramente maior do que a que proporcionam aplicações na poupança ou em CDIs.


. A gestão do FIP da Ivo Rizzo será independente das operações diárias da empresa. 

Trópico abrirá cinco novas lojas até o final do ano. Elas sairão no RS e SC.

A rede gaúcha Trópico decidiu abrir 5 novas lojas, sendo três no RS e duas em SC. Quase todas são franquias.

. Pelo menos três das lojas serão de franqueados que já possuem unidade na rede.

. Gustavo Schiffino, da Trópico, disse ao editor que a quinta loja será instalada em março no novo shopping de Rio Grande.

. A rede possui 21 lojas. 

Radan abre, hoje, sua 13a. loja, desta vez em Guaíba

A rede de lojas Radan abre nesta sexta sua primeira unidade em Guaíba. A rede possui 13 lojas no RS.

Financial Times diz que dificuldades da economia do Brasil foram provocadas pelo governo Dilma

Tabela de avanço do PIB, conforme Austing Rating, 2o trimestre, últimos dados disponíveis. O PIB está em penúltimo lugar na lista dos 37 Países elencados. 


O jornal inglês Financial Times parece ter descoberto as manobras de "contabilidade criativa" da dupla Arno Augustin-Dilma, que aprendeu com o governo petista estadual Olívio Dutra  a "espremer tudo que é fruto que existem à mão, mesmo sem perspectiva de se colher um pouco mais. O fato é que a situação fiscal federal causa apreensão, até porque a recessão econômica e a inflação em alta não ajudam. Leia este material da Agência Globo:

O termo "estagflação" é usado por economistas para definir um cenário indesejado por qualquer país, a combinação entre crescimento baixo e inflação alta. Enquanto economistas divergem ao debater se o Brasil já se encontra nesta situação, o jornal britânico "Financial Times" criou uma nova expressão para caracterizar a economia do país: o estagno-aperto ou estagno-espremida, traduções livres para "stagno-squeeze", uma referência à decisão do governo de sacar R$ 3,5 bilhões do Fundo Soberano para fechar a meta fiscal do ano. O termo surgiu na página de comentários do blog Beyond Brics, dedicado à cobertura de economias emergentes, e acabou virando tema de um artigo publicado nesta quinta-feira no site. Para o leitor, identificado apenas como @ofter in a state of utter shock, o Brasil vive "um tipo de estagno-aperto", quando se "espreme o máximo possível dos poucos frutos que se tem e não há perspectivas de se colher um pouco mais".Expandindo o comentário do internauta, o FT defende que o governo não conseguiu "extrair os frutos" da arrecadação de impostos, efeito do crescimento econômico modesto deste ano. Para compensar, acabou tendo que "espremer" o que tinha disponível: justamente o Fundo Soberano, criado em 2008 com R$ 14,2 bilhões e que, agora, terá apenas R$ 300 milhões disponíveis.

. Críticas como a do jornal britânico à ação do governo foram rebatidas pela presidente Dilma Rousseff na quarta-feira. Em Nova York para a Assembleia Geral das ONU, Dilma disse que o questionamento ao saque é "estarrecedor", uma vez que o mecanismo foi criado justamente para ser usado em momentos de dificuldades. A manobra foi feita para tentar alcançar o superávit primário (economia para o pagamento de juros da dívida) de 1,9% do PIB, conforme prometido pelo governo. Segundo o jornal, não há nada de errado em usar o Fundo Soberano, mas fazer o uso da reserva pode abrir um "precedente perigoso".

. "Atacar o fundo agora poderia abrir um perigoso precedente. Rousseff e Guido Mantega, seu ministro da Fazenda, podem culpar a economia global pela desaceleração do Brasil, mas quase todo mundo sabe que os problemas do Brasil são em maior parte causados pelo próprio país. Em vez de usar o recente boom da demanda chinesa e o dinheiro barato para aumentar o investimento, o governo encorajou os gastos dos consumidores", opina o editor do FT Jonathan Wheatley, que assina o texto.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

Campanha de Aécio ganha blog com linguagem gaúcha

A campanha de Aécio Neves ganhou novo blog na Web, desta vez com linguagem gaúcho. Trata-se do RSAecio.

. Está no endereço http://www.rsaecio.blogspot.com

Ana Amélia, Tarso, Sartori e Vieira irão a novo debate esta noite, desta vez na Record TV

Os sete candidatos ao governo estadual irão a novo debate esta noite, desta vez na Rede Record, 22h40min.Serão duas horas de programa. A Rádio Guaíba transmitirá tudo. 

Ex-secretária denuncia que governo Tarso aprova mais e ensina menos nas escolas do RS

Neste artigo de Mariza Abreu (foto ao lado), ex-secretária estadual da educação, intitulado "Mais aprovação e menos aprendizagem", a educadora gaúcha dispara críticas oblíquas a práticas que já foram denunciadas ao editor várias vezes por leitores atentos. O próprio título do artigo publicado no jornal Zero Hora de hoje, "Mais aprovação e menos aprendizagem", remete ao nada investigado caso denunciado, ou seja, de que o atual governo aprova mais e ensina menos, entre outras razões para atender conceitos ideológicos reducionistas e também conseguir melhores resultados no Ideb. 

. Leia: 

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é calculado com um indicador de rendimento, resultado da taxa de aprovação, e a nota média padronizada em Português e Matemática, obtida no Saeb para o ensino fundamental privado e médio público e privado e na Prova Brasil para o ensino fundamental público. Ao criar o Ideb em 2007, o MEC fixou metas para a educação brasileira alcançar a qualidade educacional dos países da OCDE em 2021. Fixou também metas intermediárias e diferenciadas para o Brasil, Estados, Municípios, redes de ensino e escolas.
Alcançadas em 2007, 2009 e 2011, em 2013 as metas nacionais não foram atingidas nos anos finais do ensino fundamental e no médio. Nos anos iniciais, o Brasil e a rede estadual do RS ultrapassaram as metas de 2013, com melhora constante da aprovação e aprendizagem. Porém, ao contrário do esperado, melhores resultados no início da escolarização não têm se refletido nos demais anos letivos.
Atingidas em 2007 e 2009, as metas do MEC para os anos finais do ensino fundamental da rede estadual do RS não foram atingidas em 2011 e 2013, pois a aprendizagem dos alunos piorou nas duas últimas edições da Prova Brasil.
No Brasil o Ideb do ensino médio não atingiu a meta de 2013. No RS a rede estadual só alcançou a meta do MEC em 2009. A aprendizagem, que crescera de 2007 (4,83) para 2009 (5,16), caiu em 2011 (4,80) e 2013 (4,72). Mas a aprovação, que antes crescera um ou dois pontos (0,68 em 2005, 0,70 em 2007, 0,71 em 2009, 0,72 em 2011), cresceu seis pontos em 2013 (0,78).
Portanto, nos anos finais e no ensino médio, o Ideb da rede estadual aumentou, mas não atingiu a meta do MEC e os alunos aprenderam menos. É preciso aumentar a taxa de alunos aprovados no ensino gaúcho, mas não por uma ação deliberada a qualquer custo. O Ideb do RS cresceu com mais aprovação e menos aprendizagem.
No RS, o melhor aprendizado em 2009 pode ter decorrido do uso dos resultados da avaliação estadual realizada de 2007 a 2010, com a mesma metodologia do Saeb e Prova Brasil. Já em 2008, 50% dos professores declararam ter usado os resultados de 2007. O Saers e as Lições do Rio Grande, implementadas como apoio às escolas, foram substituídos pelo Ensino Médio Politécnico, decidido de cima para baixo.

É hora de rever a política educacional, com mais uso dos resultados das avaliações externas, definição da base nacional comum curricular e ENEM com avaliações diferenciadas por áreas do currículo.

Dilma virá amanhã ao RS para comício de encerramento da campanha de Tarso

A presidente Dilma Roussef virá neste sábado a Porto Alegre para o comício de encerramento da campanha de Tarso Genro ao governo do RS.

. O comício foi marcado para a Praça México, bairro Rubem Berta, 15h.

. Ontem, Dilma cancelou comício em Brasília porque estava cansada e afônica. 

Jogo sujo contra Ana Amélia inunda as redes sociais

O jogo sujo contra a senadora Ana Amélia desembarcou nas redes sociais. É que e-mails aparentemente apócrifos passaram a rodar na web. Eles são "aparentemente apócrifos",  porque não há como impedir investigações e apontamentos de IPs (Protocolos de Internet).

. Como todo o material é bem produzido (texto e desenho), fica fácil perceber qual a fonte injuriosa e difamante que não assume o nome. Os panfletos eletrônicos elencam "dez razões para não votar em Ana Amélia", nenhuma das quais revela casamento com o mundo real. 

. A prática de inundar caixas postais dos internautas com propaganda eleitoral é considerada criminosa. 

O Globo diz que Dilma soube em 2009 das falcatruas na refinaria Abreu Lima

Na sua delação, o ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa,denunciou que dinheiro sujo da Abreu Lima irrigava corruptos da base aliada, visando mantê-los no redil. 

O TCU viu indícios de superfaturamento na refinaria. O sobrepreço apurado seria de R$ 367,8 milhões. As empreiteiras foram citadas por Paulo Costa como corruptoras de gente da Petrobrás, atravessadores e base aliada do governo: OAS, Camargo Corrêa e Odebrecht. O TCU mandou suspender o pagamento de R$ 125 milhões.
Em 2009, a presidente Dilma Rousseff teria sido informada sobre irregularidades nas obras da refinaria Abreu e Lima. Na época, Dilma era ministra da Casa Civil e solicitou à Controladoria Geral da União (CGU) uma investigação. O processo acabou arquivado sem punições. As informações são do jornal O Globo. O processo foi arquivado em janeiro de 2014 depois da CGU apenas requerer informações da Petrobras sobre indícios de superfaturamento apontados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Conforme O Globo, os primeiros apontamentos feitos pelo TCU foram ainda na fase de terraplanagem, quando teria ocorrido um superfaturamento de R$ 59 milhões.

. Um dos argumentos para o arquivamento do processo foi a falta de pessoal na CGU, que, em nota, afirma que possui apenas três servidores para as demandas e que auditorias em obras como a da refinaria Abreu e Lima não recebem prioridade. Outra justificativa para o arquivamento foi "o avanço físico das obras em Pernambuco, com 80% da refinaria construída até o dia do arquivamento", conforme O Globo.

. Em resposta ao jornal, a presidente Dilma disse que precisa ter acesso às denúncias de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, para adotar medidas administrativas. Segundo o Globo, o esquema de Costa passava por contratos de Abreu e Lima. A suspeita de irregularidades graves informada à então ministra se referiam a um dos primeiros apontamentos feitos pelo TCU, ainda na fase de terraplanagem. O consórcio de empreiteiras responsável teria se beneficiado de um superfaturamento de R$ 59 milhões, segundo auditoria.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem de O Globo.
CLIQUE AQUI para examinar, também, material completo sobre o superfaturamento, conforme O Estado de S. Paulo. 

O tamanho do rombo diminuiu, mas continua monstruoso nas contas externas do Brasil

Nesta análise, intitulada "Cobertor mais curto", o jornalista Celso Ming comenta no seu blog do jornal O Estado de S. Paulo que a primeira impressão de quem examina as contas externas (Balanço de Pagamentos) do Brasil é a de que pararam de piorar.

. O déficit acumulado  já é de  US$ 78,4 bilhões no acumulado de 12 meses.

. Leia tudo:

. Essa não deixa de ser uma boa notícia, porque uma forte deterioração dessas contas tenderia a paralisar o País, como está acontecendo com a Argentina, hoje asfixiada pela falta de moeda estrangeira com que pagar seus compromissos no exterior.

. O déficit em Conta Corrente (que aponta todo o entra-sai de dólares, com exceção do que acontece no segmento de capitais) melhorou nos primeiros oito meses do ano quando comparado com igual período de 2013: caiu de US$ 57,6 bilhões para US$ 54,8 bilhões. Tomando como medida o tamanho do PIB, caiu de 3,57% para 3,47%. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.
CLIQUE AQUI para ler, também, "Receita vai apertar o cerco nos aeroportos".