Artigo - A Dilma da discurseira do segundo turno diz o que Lula ordena

Artigo de Augusto Nunes - Site da Veja - 10 de outubro de 2014Na carta a FHC, Dilma saúda ‘o presidente que contribuiu decisivamente para a consolidação da estabilidade econômica’

Em junho de 2011, às vésperas do 80° aniversário de Fernando Henrique Cardoso, Dilma Rousseff enviou ao ex-presidente a mensagem abaixo reproduzida:
“Em seus 80 anos há muitas características do senhor Fernando Henrique Cardoso a homenagear. O acadêmico inovador, o político habilidoso, o ministro-arquiteto de um plano duradouro de saída da hiperinflação e o presidente que contribuiu decisivamente para a consolidação da estabilidade econômica. Mas quero aqui destacar também o democrata. O espírito do jovem que lutou pelos seus ideais, que perduram até os dias de hoje. Esse espírito, no homem público, traduziu-se na crença do diálogo como força motriz da política e foi essencial para a consolidação da democracia brasileira em seus oito anos de mandato. Fernando Henrique foi o primeiro presidente eleito desde Juscelino Kubitschek a dar posse a um sucessor oposicionista igualmente eleito. Não escondo que nos últimos anos tivemos e mantemos opiniões diferentes, mas, justamente por isso, maior é minha admiração por sua abertura ao confronto franco e respeitoso de ideias. Querido presidente, meus parabéns e um afetuoso abraço!”
Desesperada com as nuvens negras no horizonte do segundo turno, a candidata a mais um mandato agora enxerga um Grande Satã que quebrou o país três vezes onde há apenas três anos havia “o ministro-arquiteto de um plano duradouro de saída da hiperinflação e o presidente que contribuiu decisivamente para a consolidação da estabilidade econômica”. Também acusa de inimigo dos eleitores nordestinos “o homem público que foi essencial para a consolidação da democracia brasileira em seus oito anos de mandato”.
A Dilma da carta de 2011 traduziu o que pensam todos os brasileiros que veem as coisas como as coisas são. A Dilma da discurseira do segundo turno diz o que Lula ordena. É o abraço dos afogados.

Juiz Federal autoriza nova devassa na Petrobrás

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, autorizou hoje (10) a Polícia Federal, a Petrobras e a CGU (Controladoria-Geral da União) a investigarem as declarações prestadas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef.


. Em depoimento nessa quarta-feira (8), Costa disse que PP, PT e PMDB recebiam dinheiro de contratos superfaturados na Petrobras. O doleiro afirmou que ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi pressionado por partidos aliados a aceitar a indicação de Costa para a Diretoria de Abastecimento da estatal.

Juiz Federal confirma fala de Paulo Costa. E diz que divulgação é de interesse público.

Este juiz sem medo, tal como Joaquim Barbosa, é o coveiro do PT, de Dilma e de Lula. 

CLIQUE AQUI para ler este artigo devastador de Josias de Souza, UOL: "E o conteúdo, Dilma ?"



O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, autorizou hoje (10) a Polícia Federal, a Petrobras e a CGU (Controladoria-Geral da União) a investigarem as declarações prestadas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef. As informações são do site UOL desta noite. Leia tudo:
Os interrogatórios fazem parte da fase de instrução das ações penais oriundas da Operação Lava Jato. 
Sérgio Moro criticou insinuações de que houve vazamento do conteúdo do depoimento com objetivos eleitorais. O juiz explicou que as ações penais da Operação Lava Jato não estão sob segredo de Justiça e o conteúdo dos depoimentos desta semana não está relacionado com a delação premiada de Costa e Youssef.

"Os depoimentos prestados na última audiência na ação penal pública não foram 'vazados' por esta corte de Justiça ou por quem quer que seja. A sua divulgação, ainda que pela imprensa, é um consectário normal do interesse público e do princípio da publicidade dos atos processuais em uma ação penal na qual não foi imposto segredo de justiça", explicou Moro. 

Tarso presta-se de novo ao papel de defensor dos corruptos do PT

CLIQUE AQUI para ler o livreto de 24 páginas
com as acusações do delegado Romeu Tuma Júnior, secretário Nacional de Justiça
ao templo de Tarso Genro, denunciando-o pela organização
da Usina de Assassinatos de reputações. 

O governador Tarso Genro retoma a sua condição de fabricante de dossiês falsos e verdadeiros à época em que comandava a Usina de Maldades do ministério da Justiça. Agoras acusa aquilo que ele chama de “grande mídia” por uma deliberada maquinação destinada a golpear a presidente Dilma Roussef.

. “Disseminem este vídeo”, diz o ex-ministro da Justiça, que se vangloria de abater dezenas de personalidades políticas da oposição e da própria base aliada (os que ele desprezava) quando dirigiu a Usina de Dossiês Falsos que implantou no Ministério da Justiça. 

. Tarso Genro não se atreve a listar nomes, porque seria obrigado a incluir no rol o juiz federal Sérgio Moro, o procurador Geral da República, Rodrigo Janot, e até o ministro Teori Zavascki, que são os responsáveis pelo andamento do processo em que o delator do Petrolão, Paulo Costa, faz sua delação premiada.

. Ele não tem coragem de atacar de frente as instituições republicanas e democráticas. 

. Como no caso do Mensalão, o PT não faz mea culpa, não pune seus corruptos líderes e continua remunerando e homenageando os bandidos recolhidos na Papuda.

. A fala do candidato do PT faz parte de uma articulação nacional do PT, destinada a desviar o núcleo da discussão, que é o envolvimento de Dilma, Lula e dezenas de deputados, líderes petistas e aliados, como também diretores que transformaram a Petrobrás num covil de ladrões. O núcleo que ele evita é o esclarecimento da enorme onda de corrupção que o PT implantou no Brasil. 

. É melancólico que o ex-xerife de Lula preste-se ao papel abominável de encobrir a corrupção e defender os corruptos.

A Usina de Tarso:
Sob a administração do ministro Márcio Thomaz Bastos
2003-2004 - 292 operações, 153 políticos investigados.

A partir de Tarso Genro no ministério da Justiça
2007 - 188 operações, 54 políticos investigados.
2008 - 235 operações, 101 políticos
2009-2010 - 288 operações, 69 políticos


. Clique em cima da imagem a seguir e preste atenção a esta ardilosa e golpista fala do governador do RS.

TSE validará os votos de Claudio Janta. Votos darão vaga a José Otávio, PP.

O deputado José Otávio Germano, PP, pode ir preparando a farda para novo mandato, porque os 45.500 votos obtidos por Claudio Janta, SDD, serão validados pelo TSE.

. Sairá Fernando Marroni, PT.

. Yeda Crusius, PSDB, irá para a primeira suplência da coligação PP-PSDB-SDD-PRB,

Marcel poderá entrar na legenda do PP, caso votos de Sossela, PDT, sejam anulados

Caso sejam anulados os votos recebidos pelo deputado Gilmar Sossela (leia nota, abaixo, explicando o caso), pelos cálculos de quocientes eleitorais por Partido, poderá assumir o primeiro suplente do PP, Marcel Van Hatten.

Nós todos estamos de saco cheio com Lula, o PT e Dilma.

Lula engana-se muito quando diz que “está de saco cheio com essas denúncias”, porque na verdade quem está de saco cheio com ele é o Brasil. O editor comenta exatamente esta fala escapista de Lula, que da mesma forma que o PT e Dilma, tentam discutir formas e fogem como o diabo foge da cruz de qualquer debate sobre o conteúdo das confissões e denúncias feitas em Curitiba pelo doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa.

. Ambos forneceram nomes, locais, datas, fatos, valores, sem vacilar um só momento, como demonstrou o áudio com o interrogatório de Paulo Costa.

. Foi uma fala cortante como o fio de uma navalha.

. Ainda que Dilma, Lula e o PT desqualifiquem o que aconteceu em Curitiba, restarão os fatos.

. Provas ? Ora, se provas não existissem, a própria delação premiada e Costa e Youssef não teriam sido aceitas pelo juiz federal Sérgio Moro e pelo ministro Teori Zavascki.

CLIQUE na imagem a seguir para ouvir o comentário, intitulado Nós todos estamos de saco cheio com Lula, o PT e Dilma.

Examine a tabela e veja como o crescimento do Brasil é muito menor do que o restante do mundo

A economia brasileira cresce como o rabo do cavalo. Vai na contramão do mundo.

A tabela ao lado demonstra que o Bfrasil cfresce a metade do mundo e cresce menos do que os emergentes.

. As previsões são de que o ano terminará perto da recessão.

. E ainda assim a inflação aumenta, caracterizando um quadro de estagflação.

. Não existe qualquer projeto do atual governo que garanta inverter as curvas.

. O FMI, esta semana, mudou suas previsões para o PIB deste ano, que deve ser de apenas 0,3%, mas poderá ser ainda menor.

Lasier, esquivo, diz que não vota em Tarso, mas não garante voto em Sartori

O que diz o senador eleito Lasier Martins, que não está em Porto Alegre, conforme seu comunicado desta tarde:

- Aceito a decisão do PDT em liberar os trabalhistas para decidir seu apoio ao segundo turno,  também não concordo com negociação de cargos. Já me pronunciei e vou manter a decisão: eu não voto no PT!

. O governador Tarso Genro não esperava outra declaração do novo senador, um "embalsamado da mídia" e "defensor de patrões", segundo ele, mas deve ter ficado radiante com o fato de Lasier Martins não ter aberto o voto por José Ivo Sartori.

Ibope e Datafolha mostram discrepâncias monumentais nos votos de Dilma e de Aécio no Sul e no Sudeste

Ninguém consegue entender a enorme diferença entre os pontosde Dilma e os do candidato do PSDB, Aécio Neves no Sul e no Sudeste, quando comparados os resultados das pesquisas Ibope e Datafolha, divulgadas nesta quinta-feira 9.

Sul - No quadro ao lado, é possível ver que, no Sul, Dilma tem 41% de acordo com o Datafolha e 33% segundo o Ibope. Já os pontos de Aécio são 50% segundo o Datafolha e 61% conforme apuração do Ibope. A comparação dá, entre os sulistas, uma diferença pró Aécio de 28 pontos pelo Ibope e de 9 pontos pelo Datafolha.

Sudeste - No Sudeste, a candidata à reeleição pelo PT registra 34% da preferência do eleitorado, com base nos dados do Datafolha, quatro pontos a menos do que os 38% contabilizados pelo Ibope. Seu adversário no segundo turno aparece com 55% no Datafolha e 48% no Ibope. A diferença pró Aécio, nesse caso, é de 10 pontos pelo Ibope e de 21 pontos de acordo com o Datafolha.

. As diferenças nas regiões Sul e Sudeste chegam a ser superiores a 200% entre Dilma e Aécio quando se trata do instituto de Carlos Augusto Montenegro. 

Nordeste - No Nordeste, não é notada discrepância e, nas regiões Norte e Centro-Oeste, a comparação não pode ser feita da mesma forma, uma vez que o Ibope aglutina os dados das duas regiões.

-  Os levantamentos apontaram ontem empate técnico entre Aécio, que registrou 46%, e Dilma, que teve 44% .  Institutos de pesquisa foram alvo de fortes críticas no primeiro turno das eleições, devido a erros alarmantes em diversos estados. 


Nesta sexta-feira vá com seus amigos, colegas, parentes.
"O melhor no gênero", segundo Veja.
Cardápio, Carta de Cervejas e Chopes Artesanais (mais de 100 rótulos):
www.biermarkt.com.br

Polícia Federal indicia presidente da Assembleia por formação de quadrilha. Caso é sem precedentes e compromete Assembléia.

Em setembro, o superintendente-geral, o cargo administrativo mais alto da Assembléia, havia sido afastado do cargo pelo TRE, por contsuspeitas, porém o tribunal o reconduziu ao cargo no início desta semana. O escândalo é sem precedentes no RS. A posição do presidente no cargo é insustentável. Sossela já deveria ter se afastado para preservar a instituição.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gilmar Sossella (PDT), e outras sete pessoas foram indiciadas por formação de quadrilha, concussão (exigir para si em razão da função vantagem indevida) e por outros três crimes tipificados no Código Eleitoral, entre eles, coação. O deputado foi reeleito no último domingo com 57.490 votos para o terceiro mandato consecutivo no parlamento gaúcho.Segundo a Rádio Gaúcha, o gabinete da presidência da Assembleia pressionava servidores a dar parte dos salários para a campanha de Sossela. Diretores e coordenadores, servidores concursados da Casa, detentores de funções gratificadas, teriam sido coagidos a comprar convites no valor de R$ 2,5 mil cada para um churrasco de arrecadação de campanha.

Além disso, o gabinete da presidência teria recrutado estagiários para atuar como cabos eleitorais para a reeleição do parlamentar: eles teriam de apresentar listas com os nomes dos eleitores.

Os indiciamentos são resultado de inquérito aberto em agosto pela Polícia Federal, concluído nesta quinta-feira e remetido ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

. O deputado poderá ter o mandato cassado ou não ser diplomado.

Além de Sossela, foram indiciados a esposa dele, Melânia Sossella, o superintendente geral, Artur Souto, o superintendente administrativo da Assembleia, Ricieri Dalla Valentina Júnior, o diretor do Departamento de Comissões Parlamentares, Ivan Ferreira Leite, a Superintendente Legislativa, Fernanda Paglioli, o chefe de gabinete da Presidência, major da Brigada Militar Jair Luiz Müller, e a secretária do gabinete do superintendente-geral, Andreza Macedo Teixeira.

CLIQUE AQUI para acompanhar toda a notícia. É material exclusivo da Rádio Gaúcha, RBS.

Nesta sexta-feira vá com seus amigos, colegas, parentes.
"O melhor no gênero", segundo Veja.
Cardápio, Carta de Cervejas e Chopes Artesanais (mais de 100 rótulos):
www.biermarkt.com.br

Entrevista, Antonio Longo - O consumidor não quer pagar novo preço pelo que ele costuma comprar

ENTREVISTA
Antonio Longo, presidente da Associação Gaúcha dos Supermercados

A inflação foi para além do limite máximo da meta e por isto a questão dos preços começa a preocupar os consumidores. Como está a pressão nos supermercados ?
Nossos fornecedores, as indústrias, mostram que querem reajustar seus preços, mas o problema é que o consumidor não quer pagá-los.

E como é que o consumidor segura essa barra ?
O fato é que ele está conseguindo administrar seu orçamento.

Comprando menos, escolhendo ofertas, diversificando ?
Tudo um pouco.

Quando o senhor diz que ele consegue administrar seu orçamento e garantir as compras, isto significa que ele compra quantidade igual e qualidade igual ?

Os preços médios por ítem adquirido há um ano subiram 3%, enquanto que a quantidade média da cesta total caiu 3%.

Dilma fará caminhada as 16h no Guajuviras. Prefeito dispensa CCs e FGs para engrossar ato de apoio.

O prefeito Jairo Jorge, PT, fechou a secretaria da Habitação e dispensou CCs e FGs para engrossar comício de Dilma e Tarso. 

A candidata à reeleição Dilma Rousseff, do PT, participa daqui a pouco, as 16h, de uma caminhada, em Canoas, no bairro Guajuviras. Tarso Genro, que tenta a reeleição ao Palácio Piratini, vai estar presente. O ato ocorre após uma série de encontros de Tarso com prefeitos, inclusive da região Metropolitana. Umas das estratégias do PT é focar nos votos de eleitores de cidades próximas à Capital.  A previsão inicial era de um roteiro no sábado, quando a petista segue para Belo Horizonte.

. Algumas secretarias da prefeitura de Canoas, que é do PT, fecharam as portas ao meio dia. Seu pessoal foi instado a participar do comício e da caminhada. É o caso da secretaria municipal da Habitação. Nas demais secretarias, CCs e FGs do prefeito Jairo Jorge foram dispensados do trabalho e já estão no bairro Guajuviras.

Olívio assume a a coordenação de campanha à Presidência no Estado.

O candidato derrotado ao Senado pelo PT, Olívio Dutra, também participa da agenda de Dilma em Canoas. Hoje, ele foi confirmado na coordenação de campanha à Presidência no Rio Grande do Sul. Olívio.

O que fazem os acionistas, que ainda não demitiram Graça Foster e Sérgio Machado ?

O que fazem os acionistas, que ainda não demitiram Graça Foster e Sérgio Machado ?

O boletim de hoje da Empiricus pergunta claramente o que Graça Foster 3e Sérgio Machado ainda fazem nas presidências da Petrobrás e da Transpetro. Leia tudo:

A Petrobras está sob os holofotes do mercado, é a ação que melhor representa o cenário binário entre Aécio (alta substancial das ações) e Dilma (queda substancial das ações).

Há o lado político da coisa, da acusação de partidos estarem drenando o caixa da estatal para benefício próprio, ou mesmo da posição da atual presidente e do atual Ministro da Fazenda na nomeação dos executivos e por ocuparem a presidência do Conselho de Administração da empresa durante o episódio...

Mas não podemos esquecer que há também o outro lado da história, que diante do embate político foi deixado em segundo plano.

E o operacional da empresa, o seu corpo executivo?

Qual a credibilidade dos quadros operacionais da Petrobras para serem mantido à frente da empresa? Por exemplo Sério Machado, citado no esquema de propina na delação premiada, e ainda presidente da Transpetro (ainda precisamos de provas, claro), ou mesmo a presidente Graça Foster, em meio a tantas acusações consistentes (por gente de dentro da empresa sob os termos de delação impostos pela Polícia Federal) de tudo estar acontecendo às suas barbas, e, ainda assim, manter cargos como o de Machado?

Algo não precisaria ser feito ali também para recuperar a credibilidade da empresa, ou ao menos tentar estancar o que configura uma clara ruptura de governança? Não custa lembrar: o principal stakeholder de Petrobras é o Estado e não o governo

Artigo Carlos Eduardo Soares Gonçalves - Era uma vez o Brasil

CLIQUE AQUI para ler, também, "A real taxa de desemprego no Brasil". Vale a pena.

- O artigo a seguir, de Antonio Carlos Eduardo Soares Gonçalves,  foi publicado no jornal Valor de hoje. 

Era uma vez um país que finalmente dava continuidade a certo conjunto de políticas macroeconômicas de qualidade e ensaiava os primeiros passos numa agenda mais profunda de incremento da produtividade dos setores privado e público. Esse país, terra da deleitável jabuticaba, 20 anos atrás: controlou a grande inflação com um sistema de taxas fixas de câmbio que tem lá seus problemas, mas é implacável caçador de inflações altas e resistentes; abriu-se para o comércio exterior numa velocidade estonteante (o que não é ideal, mas tenta fazer essas coisas aos poucos para ver se você consegue); privatizou suas ineficientes empresas públicas sugadoras de escassos recursos orçamentários. Começava a normalização do ambiente econômico.

Esse mesmo país, depois de uma crise internacional de amplas proporções nos fins dos anos 1990, que foi sofrida mas forçou mudanças necessárias e para melhor, sofisticou ainda mais seu arcabouço econômico: passou a permitir a livre flutuação da moeda e adotou rigor nas contas públicas e na condução da política monetária, respectivamente, criando a Lei de Responsabilidade Fiscal e copiando o bem-sucedido sistema de metas de inflação, que já havia sido implementado algures.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

OAB e MP querem limites aos atendimentos da Defensoria Pública do RS

A OAB/RS e o MP emitiram uma recomendação à Defensoria Pública do Estado para que atenda somente cidadãos sem recursos financeiros, no valor de até três salários mínimos, como diz a Constituição Federal. 

. Acontece que a Defensora no RS resolveu atender qualquer pessoa.

PRB fechou com Sartori esta manhã

Outro Partido que acompanhou a senadora Ana Amélia no primeiro turno, o PRB, anunciou apoio ao candidato José Ivo Sartori. 100 dirigentes e militantes do Partido estiveram em ato público, sob o comando do mais novo deputado Federal do RS, Carlos Gomes, do PRB.

DEM convoca reunião para anunciar apoio a Sartori

O deputado Onyx Lorenzoni reunirá o DEM do RS na segunda-feira para anunciar o apoio do Partido à candidatura de José Ivo Sartori a governador. A reunião do diretório foi agendada para as 10h.

. O DEM apoiou Vieira da Cunha no primeiro turno.

Ladrões roubam até cabo telefônico em frente a delegacia de Polícia de Porto Alegre

Nesta segunda-feira até cabos telefônicos foram furtados em plena luz do dia na avenida Cristóvão Colombo, na cara da 4ª. Delegacia de Polícia. A região está sem falar há quase uma semana.

. Ontem, quinta-feira, ladrões calçaram um automóvel estacionado no bairro Petrópolis, Porto Alegre, e furtaram todos os pneus.


. A segurança pública em Porto Alegre está em pandarecos.

Dilma critica corrupção... ao lado de Collor e filho de Renan

A candidata Dilma Rousseff (PT) voltou a usar seu discurso de combate "sem tréguas" à corrupção nesta quinta-feira em Maceió (AL), seguindo a estratégia de seus marqueteiros de campanha para se blindar do escândalo na Petrobras. "O meu governo não varre a corrupção para debaixo do tapete", disse Dilma enquanto dividia o palanque com o senador reeleito Fernando Collor de Mello (PTB-AL), único presidente brasileiro a ter sofrido impeachment por causa de uma serie de escândalos em seu governo. Collor não discursou.

. Acusado de receber propina para direcionar licitações na Presidência e de usar dinheiro desviado para bancar despesas pessoais, Collor foi absolvido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em abril dos crimes de peculato, corrupção passiva e falsidade ideológica.

. Dilma subiu no palanque com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que também já foi denunciado por corrupção, e de Renan Filho (PMDB), governador eleito em Alagoas.

Dr. Jorge não sabia de nada ?

Homem da copa e da cozinha dos governos Lula e Dilma, membro do Conselho de Administração da Petrobrás, presidido por Dilma e depois por Guido Mantega, o dr. Jorge Gerdau parece nunca ter sabido das roubalheiras feitas sob as suas barbas, como também não pareciam saber nada outros empresários conhecidos, como Arthur Sendas, Roger Agnelli e Fábio Barbosa (Fábio é o atual presidente da Abril).

. Durante todo o tempo em que esteve na estatal, Jorge Gerdau participou de reuniões que examinaram obras como a Refinaria Abreu Lima e compras como as da Refinaria Pasadena. Em ambos os casos houve bandalheira grossa.

. O presidente do Conselho de Administração da Gerdau nada fala, mas poderia contribuir para a elucidação do caso, mesmo não sabendo nada sobre a roubalheira em si.

Conselho de Administração da Petrobras na época das roubalheira:

Presidente: Dilma Vana Rousseff
Conselheiros
1) Silas Rondeau Cavalcanti Silva
2) Guido Mantega
3) José Sergio Gabrielli de Azevedo
4) Gleuber Vieira
5) Arthur Antonio Sendas
6) Roger Agnelli
7) Fábio Colletti Barbosa
8) Jorge Gerdau Johannpeter
9) esta faltando um nome (não tenho esse nome no documento que tenho comigo).

Corrupção na Petrobrás era uma espécie de metástase. Saiba quais as diretorias mais envolvidas.

LO delator do Petrolão não envolveu diretamente os presidentes da Petrobrás, mas nominou Lula como sabedor da bandalheira, já que ele mesmo resultou nomeado para a diretoria de Abastecimento por pressão da base aliada. Lula sabia que ele iria roubar para distribuir propinas aos seus aliados e com isto manter unida sua sustentação. Dilma manteve tudo.

. Ainda não foi tudo revelado por Paulo Costa e pelo doleiro 

. Ainda não se sabe de que modo tudo isto foi escondido durante sete anos do operoso Conselho de Administração da Petrobrás, porque não é aceitável que conselheiros com a perspicácia de homens como Jorge Gerdau não tenham visto nada e nem tenham tomado conhecimento de nada.

. Por enquanto, a lista de Paulo Costa inclui estas diretorias da Petrobrás:

Diretoria de Abastecimento
Diretoria de Serviços
Diretoria Internacional
Diretoria de Exploração e Produção de Gás e Energia

Saiba quem são os políticos que não apareceram no depoimento de Paulo Costa

Ao lado, como funcionava a roubalheira e alguns dos políticos envolvidos e citados por Paulo Costa. Na cabeça de tudo, Lula e Dilma nomearam e mantiveram o delator. 
CLIQUE AQUI para examinar comercial que Duda Mendonça fez a pedido do PT, para combater a corrupção. Onde se lê PT,leia-se Sérgio Moro ou Joaquim Barbosa. 



O colunistas Josias de Souza, Folha de S. Paulo, conta hoje que os desvios na Petrobras aumentaram após desmontagem do esquema do mensalão. Ele também apresenta os políticos que receberam propina do dinheiro sujo das empreiteiras, valores que foram amealhados de contratos superfaturados contra a Petrobrás.

. O político de maior peso na negociata é João Vaccari Neto, tesoureiro nacional do PT, que trabalhou na campanha de Dilma em 2010.

. Leia: 

. No depoimento que prestou à Justiça Federal do Paraná na quarta-feira (8), o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa expôs uma cronologia reveladora. Segundo o delator, o balcão de negócios instalado na maior estatal brasileira passou a operar mais intensamente a partir de 2006. Pouco depois, portanto, do fechamento dos guichês do mensalão, em 2005.

CLIQUE AQUI para ler. 

Aécio vai sábado a Pernambuco para receber apoio da família Campos, do governador e do Prefeito, todos do PSB

O candidato Aécio Neves (PSDB) vai a Recife nesse sábado para selar o apoio da ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos, viúva do ex-presidenciável Eduardo Campos.A cúpula da campanha do candidato do PSDB a presidente acredita na “transferência massiva” de votos de Marina para ele em Pernambuco (ela venceu no Estado).

. Aécio cumprirá na capital pernambucana uma extensa agenda ao lado do governador eleito, Paulo Câmara (PSB), e do prefeito Geraldo Júlio (PSB). Câmara e Júlio já assumiram a coordenação da campanha dele no Estado e transferiram para o candidato a estrutura do comitê estadual do PSB.


. Na sexta-feira, Aécio tem compromissos em Salvador ao lado do prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), o ACM Neto. 

Eleições em Pernambuco - 1o turno

Marina Silva, 48%
Dilma Roussef, 44%
Aécio Neves, 6%

Instituto Paraná Pesquisas reage a fofocas de "despeitados" e "ciumentos"

O Instituto Paraná Pesquisas foi o primeiro e mostrou diferença de 9 pontos entre Aécio e Dilma. Ibope e Datafolha pareceram combinados, ontem, ao divulgar números exatamente iguais - 46% a 44%. As urnas, no primeiro turno, desmoralizaram Ibope e Datafolha, porque a vantagem que atribuíram Dilma mostrou-se apenas fantasia dos institutos.

O diretor do Instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, disse ontem ao editor que não ficou impressionado com a tentativa de desconstrução de imagem que são feitas depois que divulgou em primeira mão os dados sobre a corrida presidencial.

. Um blog do Paraná informou que ele integraria o próximo governo Richa, no qual dirigiria a Celepar, principal empresa de TI do Estado.

. O blog nem fonte cita.

. O que disse Murilo Hidalgo ao editor:

- É tudo despeito e ciúme.

. O Instituto Paraná Pesquisas trabalha há muitos anos para grandes empresas do Paraná e de SP, mas eventualmente faz pesquisas de intenções de votos, qualitativas e trackings para Partidos.

- Ao contrário de Ibope e Datafolha, cujos controladores possuem outras empresas que prestam serviços para governos, o Paraná Pesquisas nada disto tem. 

Análise mostra que divisão de votos entre Aécio e Dilma é mais por classe social do que por região

Nesta análise que a Folha de S. Paulo fez na sua edição de hoje, o candidato Aécio Neves vai a 74% dos votos válidos entre os que pertencem à classe alta e a 67% entre os da média alta. As duas juntas, que representam aproximadamente 31% do eleitorado, contribuem com 21 pontos do apoio ao senador e com 10 pontos para a reeleição da petista.Na outra ponta, Dilma tem 64% entre os excluídos (baixa escolaridade e renda) e 53% entre os da classe média baixa, que são 38% do eleitorado. Com tal peso, essas classes contribuem juntas com 23 pontos dos votos válidos da petista e com 15 dos do tucano. Entre os da classe média intermediária, estrato que mais cresceu nos 12 anos de governo petista, a contribuição com os dois candidatos é a mesma em pontos percentuais –ambos aparecem empatados no segmento: 15 pontos para Aécio e 16 para Dilma.

. Leia toda a análise (o gráfico ao lado é da Folha):

. Logo, o que determina a ligeira vantagem numérica de Aécio é conseguir mais pontos nos estratos carentes do que a petista nos mais ricos.

. A vantagem pode se intensificar caso a estratégia de comunicação do tucano aumente sua participação entre os que têm menor renda e escolaridade. Se por um lado sua rejeição não é tão expressiva, por outro as classes baixas são justamente onde a presidente obtém sua maior parcela de eleitores convictos. Com essa cristalização do voto nos extremos da classificação socioeconômica, a decisão caberá ao segmento que vem equilibrando a disputa, a classe média intermediária.

. Mais feminino, jovem, escolarizado e nordestino, porém com menor renda em comparação com o total da população, esse contingente numeroso e economicamente ativo parece não encontrar satisfação no emprego, e, em condições financeiras desfavoráveis, se mostra insatisfeito com a qualidade dos serviços públicos que utiliza. Votaram mais em Marina do que a média dos brasileiros e se dividem agora na busca por um representante.

. Ao invés da desconstrução de um ou outro candidato, esses eleitores esperam propostas para seus dilemas. Entre o medo de perder o que foi conquistado e a revolta pela estagnação econômica, ao menos nas próximas semanas são os que receberão especial atenção dos presidenciáveis.

Jornais expandem escândalo da Petrobrás. No RS, só ZH e Correio do Povo mancheteiam.

Sites mais alinhados com o PT e com Dilma, como o www.brasil247.com.br, destacam as manchetes, mas dizem que é blitzkrieg contra a candidata. O governo e o PT tentam discutir a forma,  evitando explicar a liderança de ambos na roubalheira.

Os principais jornais brasileiros abriram manchetes sobre o áudio do ex-diretor da Petrobrás, Paulo Costa. A fala do delator do Petrolão é algo histórico e irá para os anais dos crimes políticos brasileiros mais impressionantes de toda a história deste País. No RS, os jornais Correio do Povo e Zero Hora abriram manchete para dar relevância ao enorme impacto provocado ontem nas redes sociais, TVs e rádio, tudo pela revelação de detalhes do escândalo de corrupção na Petrobrás, narrado com requintes de frieza criminosa pelo ex-diretor Paulo Costa, o Paulinho, como o tratava Lula, que o nomeou para o cargo.

. O Sul ignorou o drama na sua capa, enquanto que o Jornal do Comércio preferiu tratar o assunto com uma chamada de duas colunas no pé da página, junto com outros títulos.

. A fala de Paulo Costa (o juiz só permitiu a gravação do áudio, o que já foi uma exceção fantástica) tem enorme poder de destruição política e eleitoral, envolvendo Lula e Dilma, esta em plena campanha. Lula nomeou Paulinho, enquanto Dilma esteve com ele como presidente do Conselho de Administração da Petrobrás e depois manteve-o no cargo como presidente da República. Paulinho disse que dinheiro sujo foi para sua campanha de 2010. 

Greve selvagem no Banrisul deixa banco à deriva pelo 11o dia

O Banrisul é o único banco brasileiro que continua fechado. Os bancários entraram no 11º dia de greve. Todas as propostas de acordo deram foram repelidas.

. O banco está à deriva.

Famurs pode ir à Justiça contra transferência de PMs do interior para a Capital

A Famurs, que representas os municípios gaúchos, quer bater às portas da Justiça para impedir que o governo estadual mantenha PMs do interior na Capital.

. E que devolva os que vieram.

. A Famurs ficou animada com a decisão judicial tomada em Pelotas, que proíbe novas transferências, e quer pegar carona.

. – A decisão judicial de Pelotas levou em conta que os crimes aumentaram muito na cidade. N o primeiro semestre os homicídios tiveram alta de 76%, os roubos aumentaram 14%.

Queiroz Galvão monta às pressas canteiro de obras da nova ponte do Guaíba. Cenário irá para a TV de Dilma e Tarso.

O canteiro de obras para a fabricação das peças pré-moldadas da nova ponte do Guaíba poderá ser montada na semana que vem pela empreiteira Queiroz Galvão, a tempo da presidente Dilma e do governador Tarso Genro conseguirem imagens para suas campanhas eleitorais.

. Ambos pretendem visitar e serem filmados na área.

. A Fepam, governo estadual, concedeu em tempo recorde as autorizações para o início das obras.

. As 800 famílias que moram  na área não foram removidas, mas o Dnit promete fazer isto, ocupando quatro áreas lindeiras.

- A nova ponte terá 2,9 kms e custará R$ 649 milhões.

Eduardo Jorge dá apoio a Aécio sem pedir nada em troca, já Marina faz a velha política

O candidato do PV Eduardo Jorge afirmou na última quarta-feira, em ato público do PSDB, que seu partido decidiu apoiar o candidato Aécio Neves no segundo turno porque a presidente Dilma Rousseff não tem programa de governo e pela falta de dedicação com o desenvolvimento sustentável.

. Ex-petista, Jorge defendeu propostas que não são apoiadas pelo PSDB, como o financiamento público de campanha, mas defendeu o voto em Aécio, sem, segundo ele, pedir nada em troca. “Não estamos pedindo nada ao candidato, queremos apenas que ele ganhe a eleição e ponha o Brasil no rumo do desenvolvimento sustentável”, completou.

. Já a candidata derrotada Marina Silva cobra um preço por seu apoio a Aécio: De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, a pessebista definiu que o compromisso com os índios e com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) é prioridade para que a aliança com Aécio seja consolidada. Marina afirmou a interlocutores que precisa ser “convencida” de que Neves não abandonará as demandas de seus eleitores. Para isso, aguarda o contato do ex-governador de Minas Gerais. “Marina não vai ao encontro de Aécio. Ele é que precisa ir ao encontro dela”, declarou à Folha um de seus principais assessores.

Aécio vai a Recife para receber apoio de Renata Campos

Enquanto negocia a entrada da ex-senadora Marina Silva (PSB-AC) no palanque no segundo turno da eleição presidencial, o candidato Aécio Neves (PSDB) vai a Recife nesse sábado, para selar o apoio da ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos, viúva do ex-presidenciável Eduardo Campos, que morreu em agosto, num acidente aéreo em Santos, no litoral de São Paulo.

. Aécio cumprirá na capital pernambucana uma extensa agenda ao lado do governador eleito, Paulo Câmara (PSB), e do prefeito Geraldo Júlio (PSB). Câmara e Júlio já assumiram a coordenação da campanha dele no Estado e transferiram para o candidato a estrutura do comitê estadual do PSB.

. Na sexta-feira, Aécio tem compromissos em Salvador ao lado do prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), o ACM Neto. A cúpula da campanha do candidato do PSDB a presidente acredita na "transferência massiva" de votos de Marina para ele em Pernambuco (ela venceu no Estado).

Paraná notifica caso suspeito de ebola e isola paciente

Autoridades sanitárias brasileiras investigam o primeiro caso suspeito de ebola no país. O caso foi comunicado na noite desta quinta-feira pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná ao Ministério da Saúde. Informações preliminares indicam que o paciente, de 47 anos, veio de Conacre, capital da Guiné, com escala em Marrocos. 
. O paciente foi encaminhado para um hospital de referência de Cascavel, no Oeste do Paraná, e material foi coletado para exames. A expectativa é a de que na sexta as amostras sejam enviadas para o Instituto Evandro Chagas, onde será feita a análise para confirmar se o paciente é ou não portador da doença.
. Por meio de nota oficial, a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa) informou que o homem chegou ao Brasil em 19 de setembro. Segundo a pasta, o paciente relatou que teve febre na quarta-feira e na manhã desta quinta-feira. A última informação, porém, foi de que “[...] até o início da noite, estava subfebril e não apresentava hemorragia, vômitos ou quaisquer outros sintomas. Está em bom estado geral e, mantido em isolamento total”, segundo a nota.