Cpers ocupa sala da bancada do PT para pressionar o governo Tarso

* Clipping zerohora.com

Para pressionar o governo Tarso Genro  e comprometer os deputados do PT com o pagamento do piso nacional do magistério, cerca de 50 dirigentes do Cpers iniciaram uma ocupação da sala da bancada petista na Assembleia na tarde desta terça-feira.Os sindicalistas pretendem ficar no local enquanto aguardam resposta do governo para o pedido de reunião com a Casa Civil, intermediada pelos parlamentares, para negociar o pagamento de reajuste de 28,98% em parcela única.

A partir desta quarta, passa a trancar a pauta da Assembleia o projeto de lei do Piratini que prevê o aumento de 28,98% ao magistério estadual em três parcelas - em novembro de 2013 e maio e novembro de 2014. Uma reunião está marcada, às 8h desta quarta, na sede da Procergs, entre Cpers, Casa Civil e Secretaria da Educação. No entanto, a direção do sindicato resolveu procurar a bancada do PT para comprometer os deputados com o pagamento de 28,98% em parcela única.

- Fazemos isso porque não acreditamos na audiência com o governo. São encontros pro forma que não resultam em nada. Nunca cumprem os acordos - afirmou a presidente do Cpers, Rejane de Oliveira.
Nesta quarta, em conjunto com uma paralisação estadual dos professores, o Cpers promove, às 10h, ato político em frente ao Palácio Piratini.

É a conta de Lula ? Podcast do Diogo Mainardi: O número da conta é 97257313

Além da coluna (CLIQUE AQUI para ler), Diogo Mainardi contou num podcast o que sabia. No dia 24 de março de 2003, um cheque de R$ 150 mil foi depositado na conta da empresa Acaso Sistemas de Segurança, que pertence ao faz-tudo de Lula. Pretexto: serviços prestados.

O número da conta: 97257313
Banco – Caixa Econômica Federal de São Bernardo

Clique aqui para ouvir o podcast.

Oposição quer denúncias de Valério contra Lula no Congresso

* Clipping  Marcela Mattos, na VEJA.com

Diante da revelação, feita por Marcos Valério à Procuradoria-Geral da União, de que dinheiro do mensalão foi usado para pagar despesas pessoais do ex-presidente Lula, a oposição quer ouvir no Congresso o empresário, condenado a mais de 40 anos de prisão pelo Supremo Tribunal Federal por ter operado o esquema de corrupção petista.O PPS pediu, na manhã desta terça-feira, a abertura imediata de inquérito para investigar o ex-presidente. Já o líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias, afirmou que, ainda nesta tarde, deve protocolar um convite para que Valério fale ao Senado. Na semana passada os tucanos já haviam protocolado representação pedindo a abertura de investigação sobre a atuação de Lula no esquema do mensalão.
“Diante das declarações dadas ao Ministério Público não resta outro caminho. É abertura imediata de inquérito”, defendeu Roberto Freire, presidente nacional do PPS. Já o líder do partido na Câmara, Rubens Bueno, criticou o silêncio de Lula sobre o caso. “Agora vem à tona a confirmação do que já sabíamos: ele era o verdadeiro chefe do mensalão. O lamentável é que, em vez de se explicar à nação, Lula se esconde no exterior”, afirmou. O ex-presidente está em viagem a Paris, ao lado da presidente Dilma Rousseff.
Para Alvaro Dias, uma audiência com Valério serviria para, além de esclarecer as informações prestadas pelo operador do mensalão ao Ministério Público, proteger o publicitário, já que o próprio Valério afirma temer pela sua vida. Dias acrescentou que “este é um capítulo do mensalão ainda não escrito”.

O caso de Lula é de prisão

Não há mais dúvida: Lula foi parte ativa do mensalão. Leia análise do @[219575978106598:274:Instituto Teotônio Vilela] http://migre.me/ckHSnHá dois meses, quando a revista Veja publicou reportagem de capa para transmitir confidências que teriam sido feitas pelo publicitário Marcos Valério sobre o Mensalão, Lula, o PT e o governo Dilma Rousseff fecharam-se em copa, mas vazaram notícias de que tudo não passou de delírio dos rapazes da Abril.

. Mas ninguém se atreveu a pedir provas.

. O caso parecia ter ficado por ali mesmo.

. Acontece que nesta terça-feira, o jornal O Estado de S. Paulo lancetou o tumor, publicando numa série de reportagens aquilo que os jornalistas costumam chamar de publicações devastadoras. O jornal teve acesso ao inteiro teor do depoimento prestado ao Ministério Público Federal, em setembro, por Marcos Valério. Até esta terça-feira, havia até mesmo quem duvidasse da existência do depoimento.

. Acontece que Marcos Valério disse claramente na Procuradoria Geral da República que Lula é o verdadeiro chefe do Mensalão. “Ele combinava tudo comigo e ordenava o que fazer”, denunciou o publicitário de Minas, que resolveu avisar o seguinte:
- O Okamoto (CEO do Instituto Lula e ex-presidente do Sebrae) me procurou em nome de Lula e me ameaçou de morte.


. O depoimento fornece nomes e sobrenomes dos principais dignitários da nomenklatura petista, indica o papel de cada um na trama, revela datas, horários e fatos, como a combinação ocorrida entre Lula e o BMG para criar o crédito consignado, privilegiar o banco, tudo em troca de dinheiro para o Mensalão.

. É um mar de lama sem precedentes.

. O presidente do STF, Joaquim Barbosa, no mesmo dia, avisou que a PGR não terá outra alternativa senão investigar Lula.

. O caso de Lula é de prisão e o do PT é o de extinção. Nenhum dos dois tem mais lugar nas quadras de um sistema democrático como o do Brasil.

LEIA todas as reportagens do Estadão logo abaixo. 

Luciano Azevedo já costurou maioria na Câmara de Passo Fundo

O deputado Luciano Azevedo, PPS, disse ao editor que  já costurou maioria na Câmara de Vereadores de Passo Fundo, 196 mil habitantes, a capital do Norte do RS. Sua coligação elegeu 5 dos 21 vereadores: PPS, 2; DEM, 1; PCdoB, 2. Com ele resolveram ficar: PP, 2; PMDB, 3; PTB, 2.

. A oposição ficará assim: PDT, do atual prefeito Airton Gipp, 3; PSB, 2; PT, do candidato derrotado, Renê Ceconello, 4.

- O prefeito Airton Dipp, PDT, é cotado para integrar o primeiro escalão do governo Tarso Genro na mini-reforma que ele pretende implementar em janeiro. Por enquanto, o que se sabe é que seu chefe de gabinete, Vinicius Wu, será o novo secretário Geral, cargo que até há pouco foi ocupado pela deputada Miriam Marroni.

Nardes assumirá no TCU com ares de Joaquim Barbosa

Será nesta quarta, 16h30min, a posse do ex-deputado gaúcho Augusto Nardes na presidência do TCU.

. Nardes poderá ser uma espécie de Joaquim Barbosa do TCU.

PMDB do RS baterá chapa no dia 15. Conciliação está mais distante.

O PMDB baterá chapas nas eleições do dia 15 para o diretório do RS. Não houve consenso antes do registro e não haverá consenso no dia da eleição.

. As negociações somente acontecerão na escolha do novo presidente.

BIER MARKT
Bier Markt Vom Fass - na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Bier Markt  - também na Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). O melhor lugar para seu Happy Hour.

PT gaúcho promove ato para defender os mensaleiros e atacar o STF

Ainda não caiu a ficha para o PT do RS, que programou para esta quarta-feira, 19h30m, um ato “Em defesa do PT e dos direitos democráticos”.

. O ato não ousa enunciar que seu objetivo é defender os ladrões do mensalão e atacar o STF.

Entrevista - Apagão é imprevidência. Só agora saem novas linhas de transmissão.

Frederico Antunes, deputado do PP do RS

O senhor tem batalhado para que a AES Sul volte a produzir 600 MW de energia limpa, à base de gás, em Uruguaiana. Isto resolveria o problema dos sucessivos apagões no RS?
O problema gaúcho é de transmissão, basicamente, embora a distribuição seja um fator permanente de risco. Geração, tem, porque o sistema interligado garante.

Mas o RS só produzi 1/3 da energia que consome.
É verdade. Precisamos garantir o futuro. Tenho promessa de que a usina de Uruguaiana voltará a operar no final de janeiro.

E este apagão?
Isto vai acontecer a todo momento, até 2014.

Por que 2014?
Só agora um conjunto enorme de linhas de transmissão dotará o Estado do que ele precisa. O centro nervoso de tudo será em Nova Santa Rita. Só agora saiu a anuência do município para que as obras comecem.

O que houve?
Imprevidência. Faltou planejamento e falta estratégia. Em tudo que é área da infraestrutura é a mesma coisa. Está ocorrendo apagão em tudo. 

Novo Apagão do Tarso imobiliza o RS

Novo apagão elétrico continuou infernizando a vida de milhões de gaúchos e tumultuou a vida das pessoas em todo o Estado, sobretudo na Capital, desde que ocorreu severo corte de energia elétrica na madrugada de terça-feira.Até mesmo o Pólo Petroquímico de Triunfo foi obrigado a parar. Nas principais cidades as empresas e residências ficaram sem energia, as sinaleiras não funcionaram e até mesmo a Internet ficou sem sinal. Os celulares trabalharam de modo intermitente e caótico. O presidente da CEEE, Sérgio Dias, mandou os clientes consumirem menos energia, o que equivale a um pedido de racionamento. Sua cabeça começou a ser pedida até dentro do governo, mas o caos atual não tem outra solução a curto prazo.

. O Apagão do Tarso expõe a fragilidade dos sucateados sistemas de transmissão e de distribuição do RS, porque energia existe no sistema interligado e o problema não ocorre nos outros Estados.

. O editor não conseguiu trabalhar durante o dia todo nos seus escritórios da rua Eça de Queiroz, em Porto Alegre, justamente por falta de contato com a Web.

. A CEEE avisou que apagão poderá durar até esta quarta.

. Os apagões têm ocorrido com repetição intolerável em Porto Alegre, sem que o governo estadual, dono da CEEE (geração, transmissão e distribuição) e agente político da secretaria da área, a de Logística e Infraestrutura, diga alguma coisa de concreto. O secretário fala sem consistência e o governador continua em nova viagem “oficial” em Paris.

. Pelo menos meio milhão de  clientes das três distribuidoras gaúchas - CEEE, RGE e AES - continuam sem energia elétrica em todas as regiões do Rio Grande do Sul. O apagão decorre de temporal ocorrido na madrugada.

. Em Porto Alegre, enormes regiões da capital ficaram sem energia elétrica desde as 4h da manhã.

- O  diretor de distribuição da CEEE,  Rubem Cima, afirmou, em entrevista ao Jornal do Almoço, da RBS TV, nesta terça-feira, que a "grande maioria" dos consumidores terão o serviço restabelecido ainda nesta terça. No entanto, admite que em casos pontuais o fornecimento pode atrasar.

Revista Amanhã apresenta o Top of Mind de Porto Alegre

Saiu a lista das marcas mais lembradas de Porto Alegre, o Top of Mind 2012 que a revista Amanhã revelou na manhã desta terça-feira e que premiará em ato previsto para quarta a noite no Theatro São Pedro.

De acordo com cada segmento, os principais Top of Minds: Panvel, Cacau Show, Tumelero, Digimer, Iesa, Grêmio, Dado Bier, Clínicas e Laboratórios Weinmann.

Marriot vem aí com hotel em Porto Alegre

Sairá em Porto Alegre o próximo hotel gaúcho da rede americana Marriot. Ele será entregue no ano que vem e atenderá pelo nome de Fairfiels Inn.

. Em Bento, o grupo Marriot administra o Hotel Spa do Vinho.

Trabalhadores gaúchos de TI prosseguem com greve geral

Prossegue a greve dos trabalhadores das empresas de TI (Tecnologia da Informação) de Porto Alegre. Eles querem jornada semanal de 40 horas e  aumento salarial real, mas as empresas só admitem reajuste pela inflação (5,99%).

Boa Vista registra alta de atrasos nos pagamentos, mas avisa que números caem

A Boa Vista Serviços, que tem como um dos controladores o CDL Porto Alegre, informou que o índice de inadimplência de novembro caiu 0,6% em novembro.

. No acumulado de 12 meses, o número foi bem maior, alcançando 5,3%

. O editor compara os dados sobre os mesmos períodos anteriores.

. Os índices revelam que vai caindo o nível de inadimplência, embora ainda sejas positivo. No varejo, no mês de novembro, a variação foi de apenas 2%.

- Para o ano todo, a Boa Vista Serviços projeta expansão de 4,4% sobre 2011.

BIER MARKT
Bier Markt Vom Fass - na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Bier Markt  - também na Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). O melhor lugar para seu Happy Hour.

Outback anunciará novo restaurante para o BarraShoppingSul

No dia em que vai completar sete anos em Porto Alegre, 15 no Brasil, quinta-feira ao meio dia, a rede de restaurantes Outback anunciará sua segunda casa na cidade. Será no BarraShoppingSul.

Piratini continua rolando o lero no caso da Rodovia do Progresso

O governo estadual gaúcho está visivelmente enrolando o lero no caso das discussões que faz sobre a retomada do projeto de PPP da Rodovia do Progresso.

. Não fossem as pressões que recebe de todos os lados, o Piratini não tentaria sequer manter as aparências
– a sua especialidade.

. Não se trata de dinheiro, mas de preconceito ideológico. 

Espanhóis que controlam o Projeto Cais Mauá venderam 39% do negócio

Os espanhóis da GSS Holding confirmaram nesta terça-feira que venderam 39% das ações no projeto Cais Mauá para um fundo de investimentos do Rio. A GSS ficará com 51%.

. O grupo Bertin, que é o braço brasileiro no negócio, manteve seus 10%.

. O Projeto Cais Mauá anunciará a qualquer momento os nomes dos empreendedores que operarão as atividades do complexo, inclusive hotéis e shopping.

Dilma corta liberação de emendas para pressionar deputados do PDT na escolha do novo líder do Partido

A presidente Dilma Rousseff e seu ex-marido, o ex-deputado Carlos Araújo, embora não sejam do PDT (ambos foram do PDT e ensaiam voltar ao Partido) resolveram interferir diretamente na eleição do novo líder, programada para esta quarta-feira.

. Dilma e Araújo, aliados aos Brizola, não querem que fique no cargo o jovem deputado André Figueiredo. Por isto bancam o paulista João Dado.

. Nesta véspera da disputa interna, Dilma Rousseff mandou trancar a liberação dos valores das emendas parlamentares dos deputados do PDT. São R$ 80 milhões. Ela mandou recado claro:

- Negociem a liberação com o deputado João Dado, depois que ele for eleito o novo líder.

No RS, só Cherini apóia Dilma na tentativa de cabrestear o PDT

Só o deputado Giovani Cherini alinhou-se a Dilma, Araújo e os Brizola na luta interna pela remoção do deputado André Figueiredo da liderança do PDT.

. Os deputados Enio Bacci e Vieira da Cunha estão com André.

Valério inclui ex-presidente da CUT na negociata sobre consignados que Lula traficou com o BMG

* Clipping site 247

Mais uma vez sobrou para o banco BMG de Ricardo Guimarães. Além de acusar o ex-presidente Lula, Marcos Valério aponta o ex-presidente da CUT e atual prefeito Luiz Marinho como peça para intermediar a medida provisória do crédito consignado -- fundamental para o enorme crescimento do banco. Em seu depoimento à Procuradoria Geral da República, em setembro passado, Marcos Valério Fernandes de Souza também citou o BMG. Novamente, o banco mineiro dirigido por Ricardo Guimarães foi acusado de contar com favorecimento na exploração do crédito consignado no início do governo Lula.

. Segundo Valério, o intermediário desse favorecimento teria sido o prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Luiz Marinho, na época ministro de Lula. Ele teria trabalhado pela exploração exclusiva do consignado. Graças a isso, o BMG cresceu a níveis nunca antes alcançados. O banco, porém, continua negando qualquer benefício.

. Valério diz que Marinho negociou a MP quando era presidente da CUT, em 2003. Durante 90 dias, o BMG pôde explorar com exclusividade o mercado de crédito consignado. Conforme o Ministério Público, o banco concedeu 1,4 milhão de empréstimos com desconto em folha de pagamento, num montante de R$ 3 bilhões.

HSBC paga US$ 2 bi de multa por suposta permissividade na lavagem de dinheiro do narcotráfico

* Clipping El País

O banco HSBC aceitou pagar uma multa de 1,9 bilhão de dólares como parte de um acordo com o governo dos EUA, encerrando uma investigação aberta no início do ano por suposta permissividade com criminosos em vários lugares do mundo, que empregaram seus serviços para lavar dinheiro do narcotráfico e destinado a financiar operações terroristas.
       
. O Senado dos EUA acusou o HSBC, em um informe difundido em julho, de não adotar medidas, apesar de que tinha indícios razoáveis de que usavam suas contas cartéis narcotraficantes mexicanos para transladar fundos aos EUA, assim como bancos sauditas relacionados com grupos terroristas. O governo, através do Departamento de Justiça realizou, simultaneamente, sua própria investigação.

Ex-marido de Dilma interfere em disputa por controle do PDT

* Clipping Folha, Andreza Matais e Erich Decat

Ex-marido de Dilma Rousseff, Carlos Araújo decidiu voltar ao PDT para ajudar o ministro Brizola Neto (Trabalho) a tentar tomar o comando do partido do presidente nacional da sigla, o ex-ministro Carlos Lupi.Ele confirmou à Folha que vai se filiar em janeiro ou fevereiro do próximo ano, quando espera se recuperar de uma doença, "para se unir ao grupo do Brizola", que disputa espaço com Lupi e é, na sua avaliação, "discriminado" no PDT.

"O partido precisa ser oxigenado. Está imobilizado pela atual direção. Eu me identifico com as posturas deles [os Brizolas], oxigena mais o partido." O ministro é neto de Leonel Brizola, líder histórico do PDT morto em 2004.. Araújo afirmou: "Quero ajudar os netos de Brizola, para que eles ocupem os lugares que merecem no comando do PDT".

Uma das pessoas mais próximas da presidente Dilma, Araújo negou que tenha escolhido voltar ao PDT, onde ambos já militaram, para preparar um plano B a ela."Não entraria no PT porque sempre acreditei no movimento trabalhista."E continuou: "Não discuti nada a respeito com ela [Dilma]. Não vejo razão para ela sair do PT. Ela está no PT, foi eleita pelo PT."

Recentemente, foi atribuída a Araújo a decisão de Dilma de tirar Mauro Hauschild da presidência do INSS. Ele apoiava candidatos adversários dos de Hauschild no Rio Grande do Sul.Oficialmente, o governo disse que a demissão foi por ineficiência.O atual comando do PDT ameaça vetar a entrada de Araújo. "Imagina se você vai querer na sua casa alguém que antes de entrar já esteja falando mal de você", afirmou o vice-presidente e líder do partido na Câmara, André Figueiredo (CE).Lupi afirmou que é "candidatíssimo" a continuar na presidência do partido e negou discriminação. "Hoje o Brizola Neto é vice-presidente, e a irmã dele é secretária. O que pude fazer para ajudá-los eu fiz."

- Na semana passada, a disputa entre os grupos de Lupi e Brizola evidenciou-se em reunião do partido. Segundo parlamentares e assessores ouvidos pela Folha, o ponto de maior exaltação foi quando Brizola Neto chegou ao auditório e não foi anunciado pelo secretário-geral do partido, Manoel Dias, que estava com a palavra. Dias é aliado de Lupi. Diante da falta do anúncio, a irmã de Neto, Juliana Brizola (RS), que é deputada estadual, interrompeu o dirigente e foi prontamente repreendida por Dias: "Tenha um pouco de educação". A intervenção gerou um bate-boca entre os dois.

BIER MARKT
Bier Markt Vom Fass - na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Bier Markt  - também na Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012). O melhor lugar para seu Happy Hour.

Apagão deixa às escuras 600 mil residências. Pólo Petroquímico interrompe funcionamento.

- Apagão elétrico continua vigorando em várias regiões do Estado. Em Porto Alegre, luz faltou na madrugada e não voltou mais em muitos bairros.

 Diversos municípios gaúchos amanheceram com falta de energia elétrica devido ao temporal que caiu durante a madrugada. 600 mil residências de gaúchos ficaram sem energia elétrica, de acordo com as distribuidoras CEEE, AES e RGE. .
. Em Porto Alegre, a falta de energia elétrica atingiu todas as regiões do município. Desde a madrugada há relatos de problemas com a energia elétrica nas avenidas Assis Brasil e Sertório, na Zona Norte, ao longo das avenidas Protásio Alves e Osvaldo Aranha, nas zonas Central e Leste, e também na Zona Sul. Semáforos em vários cruzamentos da Capital também estão desligados.
Pólo interrompe funcionamento
A nota é da Braskem, desta manhã:
Um forte temporal ocorrido por volta das cinco da madrugada de hoje (11/1) provocou a queda de energia no Polo Petroquímico de Triunfo, causando a parada de operação da unidade de Petroquímicos Básicos da Braskem, do seu sistema de geração de vapor e das plantas de 2ª geração do Polo.O sistema de vapor já está sendo recuperado e a previsão é de que esteja normalizado até o final do dia. As atividades de operação normal das plantas só ocorrerão ao longo do dia. Preventivamente, estamos liberando as atividades do administrativo no dia de hoje.

PT do RS chama ato público para defender a organização criminosa do Mensalão

Será nesta quarta-feira, 19h30m, o ato do PT do RS “Em defesa do PT e dos direitos democráticos”.

. O ato foi chamado para defender os chefe e subchefe do Mensalão, Lula e Zé Dirceu, mas também para confrontar o Supremo Tribunal Federal, que julga a organização criminosa montada para roubar dinheiro público com a finalidade de corromper eleitores e parlamentares, visando perpetuar o PT no Poder.

Marco Maia faz bravata, usa linguagem covarde e ameaça com crise institucional que não existe. O caso dos deputados julgados é apenas de cadeia pura e simples.

- O deputado petista gaúcho Marco Maia está blefando e fazendo bravata quando ameaça com uma crise institucional. Ele usa linguagem covarde, porque é oblíqua e nada ataca diretamente. Maia sabe que não terá o apoio dos deputados para a aventura. Ele quer fazer marola num momento em que o PT e seu chefe, Lula, estão sob severo fogo cruzado, desmoralizados a olho nu em função das novas denúncias do Mensalão e do enquadramento da amante de Lula como quadrilheira vulgar da politicagem barata que se instalou no governo federal. Leia:

Presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), disse nesta segunda-feira em São Paulo que o país pode ter uma crise institucional caso o Supremo Tribunal Federal (STF) decida cassar os três deputados condenados no processo do mensalão (João Paulo Cunha, Valdemar Costa Neto e Pedro Henry). Maia afirmou ainda que “pode não cumprir” a medida tomada pelo STF.

- Não estamos numa ditadura onde a Constituição não é respeitada. Se o STF cassar os parlamentares, isso será inconstitucional. Quem cassa mandato de deputado é o parlamento - disse Marco Maia, em entrevista concedida nesta segunda-feira no saguão das autoridades no Aeroporto de Congonhas.

- Pode não se cumprir a medida tomada pelo STF. E fazendo com que o processo (de cassação) tramite na Câmara dos Deputados, normalmente, como prevê a Constituição. Isso não é desobedecer ao STF. É obedecer à Constituição - disse ele.

Valério diz que Lula pediu R$ 6 milhões para calar chantagens no caso do assassinato de Celso Daniel

* Clipping Estadão de hoje

 O PT teria pedido ao operador do mensalão, Marcos Valério, R$ 6 milhões para que o empresário Ronan Maria Pinto, de Santo André (SP), parasse de chantagear o ex-presidente Lula, o então secretário da Presidência Gilberto Carvalho e o ex-ministro José Dirceu. Por trás das ameaças estaria a morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel (PT), executado em janeiro de 2002.

A polícia concluiu que o petista foi vítima de "criminosos comuns", mas o Ministério Público sustenta que ele foi eliminado a mando do empresário Sérgio Gomes da Silva, o Sombra, porque decidiu dar um basta em amplo esquema de corrupção em sua administração depois que constatou que o dinheiro desviado não abastecia exclusivamente o caixa 2 do PT, mas estava sendo usado para enriquecimento de algumas pessoas.

. As informações de Valério foram dadas em depoimento ao Ministério Público Federal. Ele afirmou que se recusou a interferir neste caso. Mas contou que Lula foi ajudado por José Carlos Bumlai, que tinha livre acesso no Palácio do Planalto no governo Lula. Amigo pessoal do ex-presidente, de quem é anfitrião frequentemente em sua fazenda em Mato Grosso do Sul, Bumlai é um dos maiores pecuaristas do País. O dinheiro teria vindo de um empréstimo firmado por Bumlai no Banco Schahin, grafado erroneamente como Chain no depoimento prestado por Valério.

. O relato que Valério faz é detalhado.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Valério denuncia na PGR: "Okamoto me procurou em nome de Lula e me ameaçou de morte"

- Okamoto é líder sindical. Foi presidente nacional do Sebrae. Atualmente, é CEO do riquíssimo Instituto Lula, SP. Ele notabilizou-se por afirmar que as contas de Lula eram pagas por ele, com seu próprio dinheiro. Em episódio narrado também por Valério, Okamoto foi acusado de ter empurrado e ameaçado sua esposa. Marcos Valério também registrou denúncias sobre o assassinato do prefeito Celso Daniel. 

* Clipping Estadão


Visto como um potencial homem-bomba pelo PT por saber como foi montado passo a passo o mensalão, Marcos Valério Fernandes de Souza disse ter sido ameaçado de morte por Paulo Okamotto, atual diretor do Instituto Lula e amigo do ex-presidente. Se abrisse a boca, morreria, disse o empresário no depoimento à Procuradoria-Geral da República.

. "Tem gente no PT que acha que a gente devia matar você", teria dito Okamotto a Valério, conforme as duas últimas das 13 páginas do depoimento prestado no dia 24 de setembro pelo operador do mensalão ao Ministério Público Federal. "Ou você se comporta, ou você morre", teria completado Okamotto. Valério disse à subprocuradora da República Cláudia Sampaio e à procuradora Raquel Branquinho que foi "literalmente ameaçado por Okamotto". Procurado, o diretor do Instituto Lula não comentou o caso ontem.

. Valério relatou que Okamotto o procurou pela primeira vez em 2005, dias depois da entrevista concedida pelo então presidente do PTB, Roberto Jefferson, em que o escândalo do mensalão era revelado. Okamotto disse, segundo Valério, que o procurava por ordem do então presidente Lula.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Valério abre o jogo na Procuradoria Geral da República: "Lula era o chefe e usava o dinheiro do Mensalão. Eu tenho as provas".

*Clipping Estadão de hoje - Felipe Recondo, Alana Rizzo e Fausto Macedo, de O Estado de S.Paulo

O empresário Marcos Valério Fernandes de Souza disse no depoimento prestado em setembro à Procuradoria-Geral da República que o esquema do mensalão ajudou a bancar "despesas pessoais" de Luiz Inácio Lula da Silva. Em meio a uma série de acusações, também afirmou que o ex-presidente deu "ok", em reunião dentro do Palácio do Planalto, para os empréstimos bancários que viriam a irrigar os pagamentos de deputados da base aliada. Valério ainda afirmou que Lula atuou a fim de obter dinheiro da Portugal Telecom para o PT. Disse que seus advogados são pagos pelo partido. Também deu detalhes de uma suposta ameaça de morte que teria recebido de Paulo Okamotto, ex-integrante do governo que hoje dirige o instituto do ex-presidente, além de ter relatado a montagem de uma suposta "blindagem" de petistas contra denúncias de corrupção em Santo André na gestão Celso Daniel. Por fim, acusou outros políticos de terem sido beneficiados pelo chamado valerioduto, entre eles o senador Humberto Costa (PT-PE).

. A existência do depoimento com novas acusações do empresário mineiro foi revelada pelo Estadoem 1.º de novembro. Após ser condenado pelo Supremo como o "operador" do mensalão, Valério procurou voluntariamente a Procuradoria-Geral da República. Queria, em troca do novo depoimento e de mais informações de que ainda afirma dispor , obter proteção e redução de sua pena. A oitiva ocorreu no dia 24 de setembro em Brasília - começou às 9h30min e terminou três horas e meia depois; 13 páginas foram preenchidas com as declarações do empresário, cujos detalhes eram mantidos em segredo até agora.

. O Estado teve acesso à íntegra do depoimento, assinado pelo advogado do empresário, o criminalista Marcelo Leonardo, pela subprocuradora da República Cláudia Sampaio e pela procuradora da República Raquel Branquinho.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Foto de Beto Barata, Agência Estadão.