PT fica ouriçado com vídeo no qual Eduardo Bolsonaro fala em fechar o STF

O filho mais velho de Bolsonaro, Eduardo, que é deputado federal por São Paulo, está mergulhado num turbilhão de novas acusações contra o candidato, tudo por conta de um vídeo que ele gravou logo antes do primeiro turno, no qual falou sobre o fechamento do STF:

- Se fraudarem as urnas, tem que fechar o STF. Basta um soldado e um cabo para completar a tarefa.

A presidente do STF desconsiderou a fala e disse que juiz algum se intimidou com o que disse Eduardo.

Os adversários aproveitaram a deixa para criticar Bolsonaro, que afirmou sobre o caso.

A mídia tradicional arma outra tempestade contra o candidato.

-  Isso não existe, falar em fechar o STF. Se alguém falou em fechar o STF precisa consultar um psiquiatra [...] Desconheço esse vídeo. Duvido. Alguém tirou de contexto.

O candidato falou em coletiva de imprensa na casa do empresário Paulo Marinho, onde grava vídeos para seu programa eleitoral.

Sartori foi o principal orador da manifestação dos 60 mil em favor de Bolsonaro

O editor foi de amarelo e verde ao ato do Parcão. O selfie é da família. Ao fundo, parte do público.

A partir das 15h deste domingo e até as 18h, hora de encerramento, pelo menos 60 mil pessoas foram ao Parcão, Porto Alegre, tudo para uma tarde de manifestações contra o PT e a favor de Bolsonaro. O número de manifestantes foi anunciado pelos organizadores da Banda Loka Liberal, MBL e VPR, que usaram telão, dois carros de som, banda e até drones.

Em meio a bandeiras do Brasil e de Bolsonaro, chamaram atenção as bandeiras do candidato ao governo do RS, José Ivo Sartori. O próprio Sartori, em pessoa, foi o último orador da tarde e acabou aplaudido ao reafirmar seu apoio a Bolsonaro. 

Manifestações a favor candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foram registradas em diversas cidades do país neste domingo. Os atos foram convocados pelas redes sociais por várias entidades.

Na cidade de São Paulo, a manifestação começou na Avenida Paulista. Grupos como o Movimento Brasil Livre (MBL) e Vem pra Rua atravessaram caminhões de som próximo ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). Foram feitos discursos contra Lula, o presidenciável Fernando Haddad (PT) e Dilma Roussef.

Eros Grau acha que Bolsonaro vencerá. Será vitória do movimento social anti-corrupção. Foi o povo quem decidiu assim.

Ao lado, manifestação de hoje no Rio.
Em todo o País, centenas de cidades voltaram às ruas.
É a ante-véspera da esmagadora vitória do povo contra a corrupção - pelo restabelecimento da autoridade e da moralidade. 

O ex-ministro do STF, Eros Grau, que é conhecido por seu temperamento explosivo, embora também pela cultura geral que demonstra, concede neste final de semana uma entrevista esclarecedora sobre as eleições e a respeito do que poderá acontecer depois da vitória de Jair Bolsonaro.

Ouviu-a a jornalista Maria Cristina Fernandes, que a todo momento tentou arrancar declarçaões do ex-ministro contra o candidato Bolsonaro, mas sem conseguir êxito algum.

Eros Grau acha que o STF faz gato e sapato de Temer e acha que isto poderá prosseguir com Bolsonaro, caso Bolsonaro não imponha ordem no campinho.

O ex-ministro não teme pelo que vem.

Ele acha que era inevitável o movimento anti-corrupção vencer o movimento pró-corrupção.

CLIQUE AQUI para ler tudo. Vá até o final. É uma longa entrevista, mas vale a pena. Não se contrarie com as primeiras linhas e releve o lulopetismo explícito da repórter.

General Mourão virá amanhã ao RS para abrir apoio ao governador Sartori

O general Hamilton Mourão desembarcará amanhã a noite em Porto Alegre para uma programação de dois dias de campanha eleitoral no RS.

A agenda do general inclui 8 municípios, metade dos quais governados por prefeitos do PSDB.

Mourão fará campanha aberta por Sartori e por Bolsonaro.

Ele será acompanhado pelo vice-governador José Cairoli e por deputados do MDB e PSL.

Está previsto um encontro entre o candidato a vice-presidente e o Sartori.

Artigo, Guilherme Fiúza, Gazeta do Povo - "WhatsApp é gópi

Nas redes sociais, o bom humor mostra grupos de eleitoras de Bolsonaro em ação, todas mandando mensagens por WhatsApp, usando "recursos do Caixa 2".

A foto foi recebida pelo WhatsApp do editor, enviado por alguém pago com "recursos do Caixa 2".

Se você pensa que viver fantasiado de herói progressista é moleza, está enganado. A vida é dura. Pensa que é só inventar uma mentira charmosa, dessas que funcionam maravilhosamente no Facebook, no Baixo Gávea e na Vila Madalena, e viver disso para sempre? Negativo.

Você terá que ser mais e mais criativo, se superar a cada dia – até chegar às raias da genialidade ao propagar que o WhatsApp ameaça a democracia. Sim, você pode! Mas não pense que é fácil.

Tudo começou quando deu errado o truque de reabilitar os bandidos gente boa do PT lutando contra a ditadura do século passado. Até chegou-se ao milagre de levar ao segundo turno o partido que depenou o Brasil, mas aí o Ibope e o Datafolha – que vinham sendo super legais e parceiros – tiveram que desmontar aquele cenário da vitória final inevitável contra a caricatura da direita, tão bem alimentada por mais de um ano.

Deu ruim, e o jeito foi mostrar a real: Haddad morrendo na praia de novo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Banco já se prepara para ser alvo de auditorias no próximo governo

Nesta reportagem do jornal Valor Econômico, fica claro que os empregados do BNDES vem se preparando, internamente, para a transição de governo em um cenário em que a instituição deverá ser alvo, novamente, de investigações e de auditorias. A promessa de devassa no BNDES em um eventual governo de Jair Bolsonaro, conforme publicado nesta semana pelo Valor, aparentemente não inquieta os técnicos do banco, que, desde 2015, vêm sendo submetidos a um escrutínio público permanente, mas sempre com panos quentes.

A revista Istoé chegou a publicar reportagem sobre os dados ocultos do Bndes. CLIQUE AQUI para ler.

Leia a reportagem do Valor:

Na coordenação de campanha de Bolsonaro, porém, há o entendimento de que a sociedade brasileira ainda não está satisfeita com as apurações realizadas envolvendo o banco.

Técnicos da instituição dizem que há reconhecimento, por parte de órgãos de controle externo e da área econômica do governo, de que o banco evoluiu em termos de transparência e foco de atuação. O BNDES argumenta que tem níveis de transparência elevados na comparação com outras instituições de fomento, casos do Nafin (México), BDC (Canadá), KfW (Alemanha), ICO (Espanha) e JFC (Japão).

O BNDES afirma que disponibiliza relatórios anuais na internet, tem Portal de Transparência com requisição de informação e possui estatísticas detalhadas on-line com identificação do cliente.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Está chegando a hora de passar o País a limpo

Líderes lulopetistas de Rio Grande fazem a apologia da violência. Oradora diz em ato do PT: "Espanque o seu fascista".

Em ato público que fez ontem em Rio Grande, o lulopetismo fez apologia explícita do uso de violência contra os adversários.

Está tudo no vídeo que o leitor poderá examinar no link a seguir.

"Espanque o seu fascista", concita a oradora do ato, conforme soa forte e claro no seu discurso.

Foi ontem a tarde, no mesmo horário em que o lulopetismo promoveu manifestações em outras cidades brasileiras.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir.

300 advogados e juristas tiram manifesto de apoio a Bolsonaro

A equipe de advogados do presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL, divulgou um manifesto assinado por 300 nomes da área jurídica em apoio à candidatura do capitão reformado. Entre os nomes, estão o de Janaína Paschoal, eleita deputada estadual pelo PSL, em São Paulo, e o da ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça Eliana Calmon.

A manifestação aparece um dia após outro grupo de advogados declarar apoio ao candidato do PT, Fernando Haddad, em um evento em São Paulo.

No texto, os juristas defendem, entre outras questões, o desaparelhamento da máquina estatal, o resgate da meritocracia e o fim dos “patrulhamentos ideológicos”, além da recuperação da moralidade na política. O grupo afirma que o caminho ideal para o País é aquele que “melhor assegure que estes valores e princípios sejam preservados, o que se apresenta com a candidatura de Jair Bolsonaro.

Ao vivo - O Brasil está nas ruas

Opinião do editor - Os neoludistas querem suprimir o WhatsApp porque não conseguem suprimir os eleitores do Brasil

Os reacionários ludistas tentaram impedir a revolução industrial.

Esta é a eleição do WhatsApp.

A tentativa de proibir ou conter o WhatsApp, terá tanto êxito quanto teve o movimento sindical ludista que tentou impedir a revolução industrial.

Ou seja, não terá êxito algum.

O que os neo-ludistas comuno-fascistas brasileiros não entendem, é que para garrotear o meio com o objetivo de impedir a mensagem, o único instrumento passível de êxito seria guilhotinar o eleitorado.

CLIQUE AQUI para entender o que foi o reacionário movimento ludista contra a revolução industrial.

Esta tarde, TSE anunciará medidas contra fake news

Será esta tarde a entrevista coletiva da presidente do TSE, Rosa Weber, durante a qual ela anunciará medidas concretas para impedir a disseminação de fake news pelas redes sociais.

Além da presidente do TSE, ministra Rosa Weber, deverão participar da entrevista os ministros Raul Jungmann, da Segurança Pública, e Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, e o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro.

Já começaram os atos públicos de eleitores de Bolsonaro

Começaram esta manhã as gigantescas manifestações promovidas em 269 cidades brasileiras por eleitores de Bolsonaro.

O editor já recebeu vídeos e fotos de Limeira, Poços de Calçadas,Salvador, Campinas, Brasília, Belo Horizonte e Rio.

Em Porto Alegre, a concentração está agendada para as 15h no Parcão, com direito a carro de som e telão. Os atos são iniciativa da Banda Loka Liberal, MBL e VPR.

Polícia Federal já investiga se houve conspiração no atentado de Juiz de Fora contra Bolsonaro

O primeiro inquérito visou saber se Adelio Bispo agiu sozinho no ato em si, mas não examinou as circunstâncias ligadas ao caso.

A Polícia Federal já começou a segunda fase da investigação do atentado praticado em Juiz de Fora contra Jair Bolsonaro.

A PF pediu prorrogação do prazo para conclusão do segundo inquérito que investiga o ataque ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). De acordo com o documento, enviado à Justiça na quinta-feira, o inquérito busca investigar a “participação de terceiros ou grupos criminosos” no atentado ao político.

No documento, não há referência apenas a grupos criminosos, como o PCC, mas também a terceiros, ou seja, até mesmo a grupos políticos.

Tiroteio de Juiz de Fora pode ter conotação política

O caso dos R$ 15 milhões apreendidos depois de um tiroteio entre policiais mineiros e paulistas, ontem, em Juiz de Fora, pode ter conotação política.

Juiz de Fora foi onde o lulopetista Adelio Petista tentou assassinar Bolsonaro e onde recebeu o primeiro apoio de caríssimos advogados mineiros, que nunca quiseram identificar suas fontes pagadoras.

Empresário que levou R$ 15 milhões apreendidos em tiroteio de Juiz de Fora é eleitor de Haddad

O empresário que levou R$ 15 milhões, apreendidos depois de um tiroteio entre policiais mineiros e paulistas em Juiz de Fora (leia nota abaixo) é Flávio Guimarães.

Guimarães é CEO na empresa AJC Group.

No seu perfil do Facebook o CEO emoldura a sua foto com propaganda de Haddad e Manuela, PT e PCdoB.

O empresário Flávio de Souza Guimarães saiu de Juiz de Fora em um táxi aéreo no fim da tarde de sexta-feira. Além dele estavam na aeronave outros dois passageiros e dois pilotos. O avião seguiu para o aeroporto Campo de Marte, que fica em São Paulo.

As polícias de Minas e São Paulo também vão investigar a origem dos dólares apreendidos com os R$ 15 milhões apanhados na operação. 

O empresário mineiro, Antônio Vilela, que estava com os policiais paulistas que custodiavam o dinheiro, foi ferido e está internado.

Artigo, Fernando Gabeira, O Globo - Novos tempos, nova tática

Esquerda atrelou o destino ao de um homem na cadeia, supondo que estava repetindo a história de Mandela.

Não pensem que não tenho consciência do enorme trabalho que teremos. Desde o princípio, afirmei que a tática da esquerda estava errada. Além de não reconhecer seus erros, atrelou o destino ao de um homem na cadeia, supondo que estava repetindo a história de Mandela.

Ao atrelar o destino a Lula, o PT escolheu o caminho mais difícil. E a esquerda saiu dividida. Ciro talvez fosse um pouco mais competitivo. Ainda assim, a onda era muito forte.

Isso tudo é passado. As grandes escolhas foram feitas.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Tiroteio em Juiz de Fora envolve policiais de SP e MG. Policiais de SP custodiavam R$ 15 milhões levados até Minas.


Segundo a ocorrência, o dinheiro, que pode ser falso, estava em seis malas e era protegido por nove policiais de SP. O dono do dinheiro fugiu de jatinho. Um policial civil de Juiz de Fora morreu. Dois feridos permanecem internados. A Polícia mineira prendeu dois delegados e nove investigadores de SP. Estes, estavam hospedados num hotel da cidade desde quarta-feira.

Segue em andamento na Polícia Civil a apuração sobre o tiroteio entre policiais civis de Minas Gerais e São Paulo. A Polícia Civil de Juiz de Fora informou que foram apreendidos cerca de R$ 15 milhões nos carros do grupo de São Paulo. A princípio, a maioria das notas seria falsificada. Um policial civil de 39 anos de Juiz de Fora morreu durante a ação. Um idoso de 66 anos e um homem de 42 ficaram feridos. Outros envolvidos, entre 30 e 50 anos, foram conduzidos à Delegacia de Plantão no Bairro Santa Terezinha.

 Segundo o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), as malas estavam em dois carros localizados apanhados no subsolo do prédio anexo do Hospital Monte Sinai por volta de 16h

A Polícia Civil apurou que os policiais paulistas afirmaram ter sido contratados para fazer a escolta de um empresário de São Paulo sem saber de fato o que ele veio fazer na cidade.

Lígia Miranda de Oliveira Badauy, Gazeta do Povo - Por que a família é essencial para a sustentabilidade de todo o sistema social?

A família é o primeiro lugar onde a pessoa aprende a ser pessoa e a se relacionar com os demais.

Famílias comprometidas e estáveis são essenciais para a sustentação de uma sociedade sadia.

A família é o primeiro lugar onde a pessoa aprende a ser pessoa e a se relacionar com os demais. Famílias comprometidas e estáveis têm vínculos mais fortes: cria-se um ambiente propício para que haja a confiança necessária para um desenvolvimento mais humano de cada um dos seus membros e o respeito devido a dignidade inerente de cada pessoa. Nesse tipo de ambiente, as pessoas aprendem a se relacionar de forma saudável, o que as ajudará a desenvolver as habilidades necessárias para manter relações saudáveis em outros ambientes de convivência.

Também é no interior das famílias que se transmite a cultura de um povo. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

269 cidades promovem atos contra o PT. Em Porto Alegre, ato será no Parcão, 15h.


Assim como aconteceu dia 30 de setembro, grupos contrários ao PT e de apoio a Jair Bolsonaro (PSL) vão sair às ruas neste domingo. O movimento Vem Pra Rua é um dos responsáveis pelas convocações que estão sendo feitas em todo o país. As manifestações foram batizadas como “PT Não”.

Em Porto Alegre, Banda Loka Liberal, MBL eVPR organizam os atos para o Parcão, 15h.

Uma página foi criada dentro do site do Vem Pra Rua para centralizar informações de horário e local em que vão ocorrer todos os atos programados para várias cidades do país. Com um contador de pessoas convidadas que já supera 1,8 milhões de pessoas, o site lista 269 municípios do Brasil e outras cidades do mundo que têm manifestações confirmadas. Também foi criado um evento nacional no Facebook com 92 mil pessoas interessadas em participar.

FHC descarta Haddad. Na prática, fica com Bolsonaro.


Cobrado por intelectuais de Oxford e Harvard a se posicionar contra Jair Bolsonaro, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso decidiu lavar as mãos e, na prática, fechou com o bolsonarismo. 

O que disse FHC:

- Há em circulação um manifesto de democratas progressistas. Bem-vindo. Com a provável eleição de Bolsonaro precisaremos mais ainda de defensores da democracia, para impedir que ele (ou quem vier a vencer) tente sair do rumo constitucional.

FHC disse que não vai assinar o manifesto, que não é de democratas progressistas, mas de lulopetistas inconformados.


Frei Beto tenta armar nova guerra religiosa para apoiar Haddad

Frei Beto, religioso católico lulopetista, fez uma denúncia que considera séria:

- Os evangélicos planejaram a campanha de Bolsonaro.

Frei Beto não se contém. Ele tenta armar uma guerra religiosa para ajudar Haddad.

O editor conhece o religioso desde que militaram juntos no movimento estudantil secundarista e sabe que ele não aprendeu nada, como também não esqueceu nada.

Nem Lula aguentou-o no seu primeiro governo, defenestrando-o sem dó e nem piedade do fracasso programa inicial do Bolsa Família, que só demarrou depois que o frei foi mandado embora.

Artigo, J.R. Guzzo, Veja - Alta ansiedade nas eleições deste ano

Vivemos momentos de "nervosia", palavra antiga, mas muito precisa, para descrever essa atmosfera de irritabilidade, impaciência e hostilidade nas eleições.

Muita coisa pode ser dita sobre as eleições presidenciais que chegam daqui a pouco ao seu turno decisivo, mas um dos pouquíssimos pontos em que todos estariam de acordo, talvez o único, é que nunca se viu na história deste país uma disputa política que deixasse tanta gente à beira de um ataque de nervos. Um ou outro dinossauro que estava vivo nas eleições de Getúlio Vargas em 1950, Juscelino Kubstichek em 1955 ou de Jânio Quadros em 1960, certamente dirá: “Não, não me lembro de ninguém, na época, que tenha tido algum surto de neurastenia tão desesperado por causa de eleição como esses que a gente vê hoje todo o santo dia”. Nem Dilma foi capaz de gerar a ira radioativa que explode agora do Oiapoque ao Chuí por causa de Jair Bolsonaro e Fernando Haddad ─ e olhem que Dilma não é fácil, em matéria de despertar os instintos mais primitivos do eleitorado, como poderia dizer o ex-deputado Roberto Jefferson.

(...)

Uma senhora foi notada no facebook fazendo um anúncio aflito: “Hoje, eu tive de dar um block na minha tia de 78 anos!”. Uma jornalista-celebridade de São Paulo denunciou em seu jornal, com a gravidade reservada às notícias de grande impacto, que tinham sido feitas pichações racistas no banheiro de um colégio chique ─ isso mesmo, rabiscaram a parece do toalete da moçada. Quem jamais ouviu falar de uma coisa dessas? 

CLIQUE AQUI para ler mais.

Caixa 2: TRE apreende jornais com propaganda irregular e falsa contra Bolsonaro

Tribunal Regional Eleitoral do Rio, cumpriu, neste sábado um mandado de busca e apreensão na sede do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), no Centro de Macaé. No local foram apreendidos milhares de jornais com conteúdos tendenciosos e propaganda irregular do candidato a presidente Fernando Haddad (PT). O mandado foi expedido pelo juiz eleitoral do município, Sandro de Araújo Lontra. No documento, Lontra destacou que o impresso continha matérias pejorativas em relação ao adversário de Haddad, o candidato Jair Bolsonaro (PSL).
  
Segundo a decisão do magistrado, o material, que faz propaganda para PT não teve a origem do dinheiro declarada nas prestações de conta do candidato petista. E, portanto, por ser pago com dinheiro de fonte desconhecida a prática pode ser caracterizada Caixa 2.

Como o Sindipetro é uma instituição bancada com dinheiro público via imposto sindical obrigatório, há também configurado o crime de abuso de poder econômico e improbidade administrativa.

O material apreendido seria distribuído na cidade de Macaé, bem como aos visitantes do sindicato. O órgão foi autuado e irá pagar uma multa que poderá e variar entre R$ 2 a R$ 8 mil.

Bolsonaro confirma intenção de nomear Sérgio Moro para o STF

O presuntivo ministro da Justiça de Bolsonaro, Gustavo Bebbiano, presidente do PSL, confirmou, ontem, que o novo governo poderá nomear o juiz Sérgio Moro para ministro do STF.

É nome certo, disse Bebbiano.

Outro nome da lista de possíveis ministros é o desembargador Gebran Neto, TRF4, Porto Alegre.

Gays, lésbicas, CUT, PT e Psol fazem ato de apoio a Haddad no Parque da Redenção

Manifestações iguais ocorreram em várias cidades. A foto ao lado é do ato realizado em Brasília. Alguns manifestantes recomendam que no dia 28 os lulopetistas votem nus.

Foi no Parque da Redenção, em Porto Alegre, ontem a tarde, a manifestação de gays e lésbicas, mais CUT, PT e Psol, todos reunidos em apoio ao candidato do PT, Fernando Haddad.

Os gays, lésbicas e lulopetistas aproveitaram para protestar contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL).

O ato, que reuniu ativistas de grupos LGBTQ+ e feministas, além de representantes de entidades de trabalhadores e políticos de partidos de esquerda, recebeu o nome de "Mulheres Contra Bolsonaro", em eco ao movimento #EleNão, que havia promovido evento no mesmo local há um mês.

Reuniram-se duas mil pessoas diante do Monumento ao Expedicionário.

Celulares adiantam outra vez seus relógios digitais

Pela segunda vez neste mês, celulares e sistemas operacionais adiantaram automaticamente o relógio em uma hora, no início da madrugada deste domingo, em referência a chegada do horário de verão

Domingo será dia de sol, céu azul e temperatura amena

Porto Alegre, 8h30min, 17 graus


Este domingo, dia de manifestações pró-Bolsonaro em todo o País, o dia será de temperatura agradável e sol brilhante no Rio Grande do Sul. 

Pode chover em algumas regiões, mas de modo pontual.

O tempo seco predominará por todo o Rio Grande do Sul. 

O dia será de temperatura amena em todo o Estado.