Dois hotéis gaúchos são os únicos brasileiros entre os melhores do mundo

Dois hotéis de Gramado, na Serra gaúcha, foram qualificados entre os 25 melhores do mundo em 2016, de acordo com o site TripAdvisor.

Em 10º, aparece o Ritta Höppner (foto), e em 14º, a Estalagem St. Hubertus. Nenhum outro hotel brasileiro conseguiu pontuação suficiente para figurar no ranking.

A primeira colocação ficou com o hotel Umaid Bhawan Palace, em Jodhpur, na Índia.

CLIQUE AQUI para conhecer a lista completa.

Azul anuncia nova rota de vôo para Lisboa

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras anunciou nesta quinta-feira seu primeiro voo regular para a Europa que  terá três frequências semanais entre Campinas (São Paulo) e Lisboa, Portugal, a partir de 4 de maio.

A operação será realizada com jatos A330, da Airbus, com novos interiores.

Segundo a empresa, o acordo de compartilhamento de voos com a portuguesa TAP vai permitir ligações de Lisboa para mais de 80 destinos em 35 países.

Viroses são causadas por queijo coalho e não por poluição, afirma dirigente catarinense

O presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Florianópolis, Tarcísio Schmidt, disse hoje que a maior parte das viroses que têm sido contraídas por turistas no litoral catarinense é causada pelo queijo coalho vendido por ambulantes vindos do Nordeste do país.

- Vem nordestino para cá e eles trazem queijo coalho, que a maioria come. Aí acontecem os problemas e culpam a poluição. A poluição aqui é pontual, três ou quatro pontos na ilha.

No detalhe, reprodução de manchete da semana passada do jornal argentino Clarín, que contraria o dirigente florianopolitano.

ACI encaminha documento propondo rejeição a projeto de Paulo Paim

A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha encaminhou, hoje, documento ao senador Douglas Cintra (PTB-PE), relator do Projeto de Lei nº 404, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), na Comissão de Assuntos Econômicos. A entidade se diz contrariada e preocupada com o texto.

A proposta apresenta nova norma de obrigatoriedade para que as empresas com mais de 100 funcionários ofereçam, no mínimo, 15% das vagas de seus quadros de pessoal a trabalhadores com idade igual ou superior a 45 anos. O PL dispõe ainda que o Poder Executivo deve regulamentar a lei em 90 dias, a partir da aprovação.

“Num Brasil que se pretende moderno, mas que tem avançado bem mais no campo da burocracia estatal e no cultivo de um imenso cipoal tributário, tais medidas somam-se ao rol das agruras, ao cenário de desestímulo, ao intervencionismo desvairado de um Estado que engessa e desestimula o investimento. A legislação trabalhista é por demais rígida, burocrática, inflexível e há muito ultrapassada pela realidade desse País. A mesma legislação tornou-se desproporcional de uma maneira que passou a afugentar o próprio estímulo a criação do emprego formal”, reforça a entidade.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do documento.

Itaú Unibanco diz que imobilismo atual levará o Brasil a desastre igual ao da Grécia

O vice-presidente do Itaú Unibanco, Ricardo Marino, afirmou em Davos, na Suíça, que a reforma no País "precisa ser mais drástica agora, porque se você não faz nada agora, em alguns anos o Brasil se tornará a Grécia da América Latina, e não queremos que isso aconteça".

Filho de Milú Villela, o herdeiro mostrou uma visão bastante pessimista ao destacar também que o segmento de crédito corporativo está se deteriorando:

- A oferta de crédito está diminuindo porque os bancos estão mais avessos ao risco.

Ele concluiu:

- Começamos a ver deterioração do crédito no segmento corporativo, no middle market e, como o desemprego segue crescendo, também deve afetar o varejo ao longo deste ano.

Na ânsia de fazer caixa, governo volta a cobrar IR de valores baixos enviados ao exterior

Na calada da noite, sem qualquer alarde ou anúncio oficial, o governo federal decidiu não renovar a isenção de imposto de renda para envio de pequenas quantias de dinheiro ao exterior.

Desde há cinco anos, remessas para fins pessoais, no valor de até R$ 20 mil, estavam isentas de impostos.

Agora, brasileiros ou empresas que precisarem enviar dinheiro para fins turísticos, educacionais ou de quaisquer serviços para fora do país, naquele limite, terão de pagar 25% de IR.

Opinião do editor - A verdadeira cara da CEEE sob o comando de Paulo de Tarso

Quando meias verdades são lançadas ao público com a roupagem de transparência da seriedade as pessoas de boa fé ficam naturalmente indignadas.

Foi essa a sensação que o editor recolheu de diversos profissionais da CEEE em face de matéria auto elogiosa efetuada pelo Presidente da CEEE no jornal Zero Hora de hoje. Acreditam que Zero Hora está voltando a dar generosos espaços ao sr. Paulo de Tarso, em função do interesse da Maiojama no terreno da CEEE, ao lado dos prédios da Rossi. Estão convictos de que a matéria do editor sustou o negócio. O terreno poderia ser adquirido por pouco mais de R$ 250 milhões (valor de avaliação encomendada) sendo que na Assembléia Legislativ, deputados afirmam que o imóvel valeria em torno de R$ 1 bilhão.

Agora, com o foco em demissões de funcionários, o tema do terreno poderá retornar sem maiores problemas.

Em 2015, a CEEE obteve o pior desempenho na qualidade dos serviços no indicador IASC (Índíce  Aneel de qualidade dos Serviços), ficando abaixo de 53 pontos. Causa muita estranheza que o sr. Paulo de Tarso fale em melhoria da qualidade dos serviços, quando os consumidores sentem que os serviços pioraram muito. Nunca - desde que começou a medição em 1999 - o IASC foi inferior a 60 pontos.

Os técnicos acham uma piada falar de transparência. Garantem que as obras da TESB (onde a CEEE detem 90,4% do capital) e de POVO NOVO são verdadeiras caixas pretas, até mesmo para os funcionários mais chegados ao presidente da CEEE. No caso de POVO NOVO (CEEE detêm 99,9 % do capital) cada diretor recebia R$ 3.000,00 no governo anterior e o gestor Paulo de Tarso aumentou esse salário para R$ 13.000,00 (400% de aumento).

Além disso, nada foi feito para buscar os R$ 8 bilhões da segunda etapa da CRC (na primeira etapa da CRC a CEEE ganhou R$ 3 bilhões da União).

Os profissionais que procuram o editor desde meados do ano passado, denunciam que nunca ocorreu tamanho terrorismo, desrespeito, incompetência, arrogância e desinformação - via meias verdades - no trato com a população. Tanto isto é verdade, que a ANEEL indiretamente estimula PDVs para reduzir as folhas das distribuidoras, via colocação de cláusula de expurgo de despesas com PDV, que não é levado em conta na análise de desempenho econômico-financeiro. O presidente da CEEE só fala em demissões. Tudo indica que o presidente Paulo de Tarso gerará um cavalar passivo trabalhista, plenamente evitável.

Caos faz OAB exigir imediata federalização da segurança pública

CLIQUE AQUI para examinar toda a carta, em fac simile.

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coelho acaba de tornar público o ofício que mandou para a presidente Dilma Roussef, reclamando a imediata federalização da área da segurança pública, promessa de campanha da petista.

A OAB reclama de clamor popular contra o caos na área.

No ofício, é proposta a criação do ministério da Segurança Pública.

Na cópia do ofício que mandou para o editor, o presidente da OAB quer que Dilma mande PEC para o Congresso, tornando a questão da segurança pública um tema comum aos governos federal, estadual e municipal.

Ele também quer que sejam unificadas as polícias civis e militares estaduais, submetidas a um só comando.

Dólar fecha o dia com maior valor de toda a história do Plano Real

Em alta pelo terceiro dia seguido, a moeda norte-americana fechou no maior nível desde a criação do real, em 1994.

O dólar comercial encerrou hoje vendido a R$ 4,16, com alta de R$ 0,06 (1,47%). O recorde anterior tinha sido registrado em 23 de setembro (R$ 4,14).

Arrecadação federal cai 5,6% em 2015, diz Receita

A arrecadação federal teve queda real de 5,6% em 2015, em relação ao ano anterior, informou hoje a Receita Federal. Em 2014, os tributos federais recolhidos somaram R$ 1,274 trilhão, menor valor desde 2010, considerando valores atualizados pela inflação. O resultado é reflexo da retração econômica em 2015, analisou a Receita.

OAS tentou influenciar em decisão do TCU, diz a Polícia Federal

A OAS procurou o advogado Tiago Cedraz, filho do presidente do Tribunal de Contas da União, Aroldo Cedraz, para tentar influenciar a posição do pai em julgamento no tribunal sobre as concessões dos aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, e de Confins, em Minas Gerais.

Mensagens de celular encontradas em dois aparelhos do ex-presidente da empreiteira Léo Pinheiro e reproduzidas em relatório da Polícia Federal obtido pelo jornal O Globo, mostram a ofensiva sobre o advogado. Tiago Cedraz nega ter trabalhado para a empresa.

As mensagens referentes aos executivos da OAS mostram que reuniões chegaram a ser feitas com o filho do presidente do TCU; que houve indicativos de que o processo das concessões de aeroportos poderia “cair com Aroldo”, como afirmou um executivo; e que informações foram trocadas na véspera de um julgamento acompanhado com lupa pelos representantes da empreiteira.

A votação ocorrida em 2 de outubro de 2013, no entanto, não foi favorável à OAS.

Artigo, Geraldo Samor, revista Veja - Como enterrar (viva) uma economia em coma

Se ainda restasse alguma dúvida, algum fiapo de esperança pueril, ficou dolorosamente claro nas últimas 48 horas que a crise de confiança da economia brasileira ainda tem espaço para se agravar.

As manifestações públicas do presidente do Banco Central, do ministro da Fazenda e do ex-presidente Lula mostram que, na cabeça do Governo, a solução para nossos problemas é adotar justamente algumas das medidas que nos enfiaram no buraco atual.

As três falas — proferidas em lugares e contextos diferentes — convergem para a ideia de que, para tirar a economia do coma, é preciso que o governo patrocine uma infusão de grana na veia.

Não só não vai funcionar, como vai piorar as coisas ainda mais.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Helicópteros comprados pelo petista Tarso Genro há quase três anos criam poeira em hangar

Nenhum dos dois helicópteros Koala AW 119 comprados em 2014 pelo governo Tarso Genro para serem usados pelo Samu saiu do chão até agora. Foram investidos (ou desperdiçados) R$ 26 milhões nas aeronaves, que ainda não mostraram qualquer necessidade de serem utilizadas.

Um dos Koala foi cedido pela Secretaria da Saúde à pasta da Segurança Pública e está em condições de voo há pelo menos 60 dias, mas segue obsoleto.

Este editor não entende porque o governador José Ivo Sartori já não vendeu os helicópteros, se está comprovado que são menos importantes ao Estado que a necessidade de o governo fazer caixa.

Joal Teitelbaum promove 3º evento da Estação Verão Atlântida Green Square

O Escritório de Engenharia Joal Teitelbaum promove o terceiro evento da Estação Verão Atlântida Green Square. Será neste sábado, das 20h às 23h30, o evento “Chefs Station”, com os renomados Floriano Spiess e Carlos Kristensen.

Os 100 primeiros a se cadastrarem na central de atendimento do Atlântida Green Square, na praia de Atlântida (Av. Central, 1891) ganham especiarias elaborados  pelos chefs como cortesia.

TRT declara inconstitucional lei de cotas raciais para concursos públicos

A aplicação da lei de cotas raciais em concursos públicos, que reserva 20% das vagas a candidatos que se definem pretos ou pardos, foi declarada inconstitucional pelo Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba, no julgamento de um caso de nomeação postergada pelo Banco do Brasil.

Em sua sentença, o juiz Adriano Mesquita Dantas observou que a legislação viola três artigos da Constituição Federal (3º, IV; 5º, caput; e 37, caput e II), além de contrariar os princípios da razoabilidade e proporcionalidade.

Conforme a sentença, a cota no serviço público envolve valores e aspectos que não foram debatidos pelo Supremo Tribunal Federal, quando tratou da constitucionalidade da reserva de vagas nas universidades públicas. Segundo Dantas, naquele caso estava em jogo o direito humano e fundamental à educação, o que não existe com relação ao emprego público.

“Não fosse assim, teria o Estado a obrigação [ou pelo menos o compromisso] de disponibilizar cargos e empregos públicos para todos os cidadãos, o que não é verdade, tanto que presenciamos nos últimos anos um verdadeiro enxugamento [e racionalização] da máquina pública. Na verdade, o provimento de cargos e empregos públicos mediante concurso não representa política pública para promoção da igualdade, inclusão social ou mesmo distribuição de renda. Além disso, a reserva de cotas para suprir eventual dificuldade dos negros na aprovação em concurso público é medida inadequada, já que a origem do problema é a educação”, escreveu o magistrado.

Juliana Brizola quer disputar a prefeitura de Porto Alegre

A deputada estadual Juliana Brizola (PDT) decidiu ignorar o convite do PMDB para que seu partido indique candidato a vice na chapa de Sebastião Melo à prefeitura de Porto Alegre

Nesta sexta-feira, ela protocolará ofício junto às presidências estadual e municipal do partido requerendo o registro de sua pré-candidatura. Como cabeça de chapa.

Isto fará com que o secretário estadual da Educação, Vieira da Cunha, nome que até então vinha sendo ventilado pelo PDT, caso a sigla opte por lançar candidatura própria, dispute a indicação com a neta de Leonel Brizola.

Na pesquisa de intenção de voto realizada pelo Instituto Paraná, em dezembro, Vieira da Cunha apareceu em quinto lugar, com 8,7%. O nome de Juliana não foi sondado.

Está valendo a pena pagar o IPVA até o dia 29 de janeiro, tantos são os descontos

Os proprietários de veículos automotores gaúchos têm até o dia 29 para parcelar em até três vezes o IPVA deste ano e receber, ainda, desconto de 3% sobre o valor inicial, assim como obter outras deduções nos pagamentos seguintes, de 2% até 29 de fevereiro (2016 é ano bissexto) e 1% até 31 de março. Passado este período, o pagamento do tributo apenas poderá ser realizado de maneira integral.

Ainda há outras possibilidades de desconto: os motoristas que não receberam multas nos últimos três anos terão uma dedução de mais 15%. Para quem não foi multado em um período de dois anos, o índice é de 10%. E quem passou o último ano sem cometer infrações terá abatimento de 5%.

Proprietários inscritos no programa Nota Fiscal Gaúcha que acumularam pelo menos 100 notas fiscais têm direito a mais 5% de desconto no IPVA.

Artigo, Percival Puggina - A pedofilia vai à escola

Você já parou para pensar sobre o motivo dessa farta produção de literatura voltada à educação sexual nas escolas? Não vou nominar obras para não fazer publicidade de lixo pedagógico, mas há de tudo. O famoso kit gay não foi o primeiro nem o último material pernicioso. O Ministério Público chegou a intervir, em alguns casos, para impedir a distribuição. Há publicações que, explicitamente, estimulam experiências auto-eróticas, heterossexuais e homossexuais. Um desses livrinhos vem com a recomendação, aos pequenos leitores, de que devem conservar o referido "material escolar" fora do alcance dos pais...

A questão que me interessa aqui é a existência de uma pedagogia da educação sexual que anda a braços com a pedofilia. É estarrecedor. Todo esse material que de um modo ou de outro chegou a alunos ou a bibliotecas de escolas tem rótulo de coisa pedagógica. Quando suscita escândalo, é defendido com a afirmação de estar destinado a professores ou a adolescentes. 

Falem sério! Professores e adolescentes precisam de livro sobre sexualidade, com figurinhas para público infantil?

Estamos, portanto, diante de algo sistemático, reincidente e renitente, que passa por cima, atropelando ("problematizando", para usar palavra da pedagogia marxista) a orientação dos pais.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

GM cresce e Onix foi o mais vendido na América Latina

Ao divulgar crescimento pelo terceiro ano consecutivo, a General Motors fez uma compilação do mercado pelo mundo. A empresa mostrou que vendeu 9,8 milhões de veículos em 2015, aumento de 0,2% em relação ao ano anterior. "A GM continuou a crescer em 2015 como resultado do nosso foco no cliente e sucesso no lançamento de novos veículos que mais do que equilibraram as condições desafiadoras na América do Sul e as limitações da nossa presença em mercados como o da Rússia”, disse Dan Ammann, presidente da GM.

Abaixo, os dados de comercialização da GM (comparativo com 2014):

A Chevrolet cresceu no mercado de varejo nos Estados Unidos mais rápido do que outros fabricantes. Aumento de 5% e mais de 2.1 milhões de carros, utilitários e crossovers. Os emplacamentos da Chevrolet subiram 3% no Canadá e 18% no México. As vendas totais da marca na América do Norte cresceram 6%.

A Buick reportou pelo terceiro ano consecutivo recorde de vendas, alavancadas pelo desempenho na China e pelas vendas de crossovers nos Estados Unidos. No total, as vendas superaram 1,2 milhões de veículos.

A Cadillac cresceu 8% globalmente, alavancada pelas vendas recordes na China e o forte crescimento dos modelos SRX e Escalade nos Estados Unidos.

GMC continuou seu crescimento e teve aumento nas vendas pelo sexto ano consecutivo. Com novos modelos, as vendas subiram 11% para 680 mil veículos.

A Opel/Vauxhall alcançou a melhor marca em quatro anos com 1.1 milhões de veículos vendidos apesar da decisão estratégica de sair do mercado russo. A participação de mercado na Europa cresceu pelo terceiro ano consecutivo para 6%.

Nos Estados Unidos, as vendas totais da GM cresceram 5% apoiadas pela performance de veículos como Chevrolet Silverado e Colorado, GMC Sierra e pelo recorde nas vendas de crossovers. As vendas no varejo cresceram 8%.

Em 2015, a GM foi líder de vendas na América do Sul pelo 15° ano consecutivo (desde 2001). O carro número um no ranking da região foi o Onix, com mais de 138 mil unidades.

Os patifes, Luiz Fernando, estão todos debaixo da cama.

Guia na internet pode ajudar quem está endividado

O Brasil começa o ano com o maior número já registrado de brasileiros inadimplentes: 59 milhões. Conforme a Serasa Experian, o total de dívidas chega a R$ 255 bilhões. Em parceira com o Centro de Apoio ao Trabalho e empreendedorismo da prefeitura de São Paulo, o Sebrae, a Aliança Empreendedora e com apoio de psicólogos do Hospital de Clínicas de São Paulo, foi criado um guia para auxiliar quem está desempregado a recomeçar a vida, seja ela financeira ou a profissional.

Clique aqui para acessar o guia.

Brasil tem 600 mil aposentados trabalhando formalmente, diz mestre em Educação Financeira

O mestre em Educação Financeira, Reinaldo Domingos, apresenta o dado  de que hoje o país tem 20 milhões de aposentados pelo INSS e que, destes, somente uma pequena porcentagem é independente financeiramente. Ele afirma que 600 mil aposentados seguem trabalhando no país e contribuindo para o INSS. “Se adicionarmos os aposentados que trabalham de maneira informal, o salto será exponencial”, complementa.

Domingos alerta que o problema está na redução drástica dos proventos quando o trabalhador se aposenta só pelo INSS, sem uma complementação .  E para auxiliar os aposentados, ele dá dicas de como evitar endividamentos ou como iniciar o processo de saída desta situação.

Dois fatores levam ao endividamento: o crédito fácil conjugado com a competente propaganda. Cuidado para não comprar o que não sonhava, com o dinheiro que você não tem, para impressionar, muitas vezes, até mesmo quem não conhece;

As facilidades de créditos, como limite de cheque especial, cartão de crédito e crediários têm sido verdadeiros vilões nesta ciranda do endividamento e inadimplência. Fique atento!;

Não empreste seu nome para que parentes e amigos façam dívidas. Se eles não podem usar o próprio nome, é porque provavelmente já estão com problemas de endividamento;

Antes de sair negociando, é preciso ter pleno domínio do seu dinheiro, fazer um diagnóstico financeiro, registrando o que se ganha, o que se gasta e conhecer seu verdadeiro perfil financeiro;

Faça um apontamento de despesas para ter ciência de toda a situação. Nunca se deve procurar um credor (pessoa para quem você deve) antes de ter domínio completo de sua situação e condições;

Estar endividado nem sempre é ruim, o problema é quando não se consegue pagar este compromisso. Portanto, não é motivo para desespero, mas sim para cautela e planejamento;

Procure guardar dinheiro para comprar à vista e com algum desconto. O sonho da independência financeira passa por entender que o dinheiro é meio e não fim;

A portabilidade é uma das ferramentas para reduzir o endividamento, procure por linhas de créditos mais baixas. Mas é importante frisar que isso não resolve a causa do problema;

No planejamento para pagar as dívidas, priorize as que têm os juros mais altos, geralmente as de cartão de crédito e cheque especial;

Não existe uma porcentagem exata de quanto terá que direcionar para pagar as dívidas, isso dependerá do diagnóstico financeiro feito previamente;

Estabeleça uma estratégia para sair do endividamento, conhecendo detalhadamente os credores, valores e taxas de juros;

Quem compra a prazo, paga juros, quem paga juros, paga mais caro e tem dívidas, e quem tem dívidas realiza menos sonhos;

Na hora de negociar, se for parcelar as dívidas, tenha certeza que as mesmas cabem em seu orçamento. Caso contrário, o problema se tornará ainda maior.

RS corta mais de 95 mil empregos em 2015

Já chega a 95.173 o número de postos de trabalho com carteira assinada que foram cortados no Rio Grande do Sul, conforme o Ministério do Trabalho.  O número é referente ao saldo entre demissões e contratações que as empresas realizaram durante 2015. No ano anterior, 2014, chegaram a ser criados 24 mil postos. A pesquisa, dividida em oito entre  os que mais cortaram está a indústria calçadista que fechou 6,6 mil vagas.

Em âmbito nacional, no país registrou a perda de 1.542.371 postos de trabalho em 2015, representando queda de 3,74% em relação ao estoque (número total de empregos formais) do ano anterior. Os setores que mais registraram queda foram a indústria de transformação e a construção civil – 608.878 e 416.959 postos de trabalho, respectivamente.

"Eu levava dinheiro sujo numa malinha com rodinhas", diz Pascowitch sobre propinas pagas para campanha de 2010 de Dilma

CLIQUE AQUI para saber, também, como Zé Dirceu, o "herói do povo brasileiro", segundo o PT, pressionava a Engevix para tomar dinheiro da corrupção na Petrobrás.

Em reportagem de hoje do jornal O Globo, a repórter Cleide Barbosa conta que o delator Milton Pascowitch, dono da Jamp Associados, afirmou ao juiz Sérgio Moro ter entregado R$ 10 milhões em dinheiro a João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, em uma "mala de rodinhas", com remessas em torno de R$ 500 mil levadas no diretório nacional do partido entre o fim de 2009 e meados de 2011 — o delator já havia citado a cifra de R$ 10 milhões em depoimento do ano passado. 

O dinheiro, segundo ele, era destinado às eleições de 2010 e correspondia a propinas de contratos com a Petrobras firmados pelas empresas Engevix, Hope e Personal. Outros R$ 4 milhões foram pagos na forma de doação eleitoral oficial, declarada ao Tribunal Superior Eleitoral. O total chegou a R$ 14 milhões.

— Eu entregava pessoalmente, levava numa malinha com rodinhas. Entregava dentro do diretório nacional do PT, na sala dele (Vaccari) — afirmou Pascowitch, que prestou depoimento nesta quarta-feira a Moro na ação da Operação Pixuleco, que levou à prisão o ex-ministro José Dirceu - “pixuleco” era a forma como o então tesoureiro do PT se referia às propinas recebidas.

Pascovitch afirmou que os pagamentos a Vaccari passaram a ser feitos devido à necessidade de o partido receber o dinheiro para as eleições. Entre 2003 e 2009, afirmou, a propina era repassada ao grupo político do ex-ministro José Dirceu.

Rodoviários em operação tartaruga e usuários pagam o pato

Corredores de ônibus na Capital foram bloqueados esta manhã na primeira etapa da operação tartaruga  anunciada pelos rodoviários. Nas avenidas Farrapos, João Pessoa e Osvaldo Aranha foi preciso muita paciência para quem se deslocava ao centro da cidade.  O motivo do ato foi o pedido de reajuste salarial de 15% para a categoria. A proposta das empresas foi de 8%. O grupo encerrou o protesto na Rodoviária e afirmou que serão realizados mais encontros com os responsáveis pelas empresas de ônibus para seguir as negociações.

Os protestos afetaram diversas linhas de ônibus, ocasionando atrasos nas tabelas horárias. A Brigada Militar acompanhou a movimentações dos rodoviários e agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) orientaram o trânsito nos principais cruzamentos. Não há previsão de novas ações hoje.

Os rodoviários que não respeitaram as tabelas de horário e dirigiram em velocidade incompatível com a sinalizada na pista não vão ser multados. Um acordo entre o sindicato e a EPTC definiu por não penalizar o trabalhador que estava em manifestação. Penalizado foi apenas o usuário que perdeu horário de seus compromissos e ficou preso no trânsito.

Brasil faz papelão em Davos. Presença do ministro Barbosa é ridicularizada.

Londres, via WhatsApp

O Brasil faz um papelão em Davos, no Fórum Econômico Mundial, tudo por conta de participação medíocre do novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. O descrédito é total em relação ao que se entende aqui como péssimo gerenciamento da gravíssima crise econômica brasileira. É um cenário horrível para o Brasil junto à comunidade internacional. A Bloomberg chegou a dizer que a presidente colocou na pasta da Fazenda o elemento que ajudou a articular a fraude das pedaladas fiscais.

Bolsas de Xangai e de Tóquio fecharam em forte queda esta manhã

Londres, via WhatsApp

As Bolsas da Europa, nos primeiros momentos do pregão desta quinta-feira, mnostram leve tendência de alta. Londres, agora, com mais 0,5%. Paris, 0,50%, e Frankfurt, mais 0,64%, também operam em alta neste momento.
A Bolsa de Tóquio fechou o dia com nova queda, desta vez de 2,43%, movimento também verificado na Bolsa de Xangai, com redução forte de 3,23%.
As autoridades do governo chinês, responsáveis pela regulamentação dos mercados, disseram ontem a noite ao repórter Richard Quest, CNN, direto de Davos, que a transição de mercado na China deverá levar entre três a cinco anos. O País deverá passar de exportador líquido de produtos para um perfil maior de consumo interno, o que ocorre depois de décadas de investimentos massivos em infraestrutura.

Fundos Petrobrás caem 30,09%

A consultoria Economática realizou um levantamento quanto a rentabilidade dos FGTS e dos fundos FGTS da Petrobrás. Conforma a pesquisa, a rentabilidade média anula do FGTS é acima de 4,78% contra 4,32% dos fundos Petrobrás. Consultores disseram que  “se considerarmos a inflação, o FGTS no período perde 23,08% do seu poder aquisitivo, já os fundos Petrobras têm queda de 30,09% (no cálculo foi utilizado o IPCA como indexador).

Ao longo dos anos, as ações da Petrobras tiveram forte oscilação. Os fundos da estatal atingiram seu melhor momento no dia 21 de maio de 2008, quando o poupador teve rentabilidade de 1.677,6%. Mas agora o preço dos papéis da empresa está sendo corroído por diversos fatores, mas principalmente pela Operação Lava Jato.

A rentabilidade dos Fundos Mútuos de Privatização – FMP-FGTS acumulam rentabilidade de 91,48% desde 17 de agosto de 2000 até o dia 20 de janeiro de 2016. Já o retorno do FGTS, que é remunerado pela TR + 3% ao ano, tem rentabilidade de 110,68%.

Dólar chega a R$ 4,17

Preço do dólar chegou a R$ 4,1725 esta manhã. É a maior marca intradey desde setembro, quando chegou a R$ 4,2490. A decisão do Copom em manter as taxas de juros é a razão para a elevação da moeda norte-americana, dizem os especialistas. Eles também criticam a falha na comunicação do Banco Central, que nas últimas semanas sinalizou um cenário diferente.

Cai arrecadação federal

O governo federal arrecadou menos em 2015 do que em 2014. Os índices mostram que no ano passado, a arrecadação chegou a R$ 1,274 trilhão, menor valor desde 2010. A queda real foi de 5,6%.

Monitor indica que PIB encolheu 5,2% ano passado

A Fundação Getúlio Vargas anunciou nesta manhã que o PIB brasileiro encolheu 5,2% até novembro do ano passado. Os dados referentes à economia brasileira foram estimados pelo Instituto Brasileiro de Economia da FGV e são originados do Monitor do PIB , um indicador que pretende antecipar a tendência do principal indicador da economia, calculado oficialmente pelo IBGE.

Desenvolvido ao longo de três anos, o  projeto do Monitor é coordenado pelo pesquisador associado do Ibre/FGV Claudio Considera, que chefiou a equipe de Contas Nacionais do IBGE entre 1986 e 1992. A equipe técnica ainda é formada pelas economistas Maria Alice Veloso, também oriunda da equipe de Contas Nacionais do IBGE, e Juliana Carvalho da Cunha.

Agora, os resultados do Monitor sempre serão revelados na segunda quinzena de cada mês, às 8h do dia determinado.

MPF do Rio denuncia esquema de propina no governo FHC

O governo de Fernando Henrique Cardoso entra na pauta da Justiça com a denúncia do Ministério Público Federal que envolve fraude na Petrobrás. Conforme o apresentado pelo MPF, houve um esquema de pagamento de US$ 42 milhões em propinas entre 1997 e 2012. A fraude se dava por meio de contratos de aluguel de navios-plataforma e envolvia representantes da empresa holandesa SBM Offshore e funcionários da Petrobras.

Com a aceitação da denúncia por parte da Justiça Federal  no Rio de Janeiro,  tornam-se réus os ex-diretores da petroleira Jorge Luiz Zelada (Internacional) e Renato Duque (Serviços), o ex-gerente executivo de Engenharia Pedro Barusco e o ex-funcionário Paulo Roberto Buarque Carneiro. Também são alvos da ação Julio Faerman e Luís Eduardo Campos Barbosa da Silva, que representaram a SBM Offshore no Brasil. Faerman e Barusco firmaram acordos de delação premiada com a Justiça do Rio e colaboram nas investigações.

Artigo, Marcelo Aiquel - O ordinário não me conhece

O ex presidente Lula declarou, do alto do pedestal em que pensa viver, “que não existe neste país uma viva alma mais honesta do que eu”...

Ele só pode estar de brincadeira! Ou não?

Existem milhares, não só vivas como mortas, de almas mais honestas do que ele.

Milhares (ou mesmo milhões) de pessoas que jamais repetiriam as mentiras grandiosas como as que ele está acostumado a falar, sem ao menos se envergonharem. Bravateador inveterado, dono de uma soberba única e inigualável, o tipo se porta e age como o grande “malandro do morro”. Se acha o ser insubstituível que a humanidade depende para viver com justiça e igualdade.

Ele também disse que é, ao lado do Bill Clinton, o “maior conferencista” do planeta.

Coitado, ele só pode estar brincando! Ou não?

Para ser um conferencista renomado (não um animador de auditório comprado)é necessário, primeiro, ser respeitado. Ah, e falar bem.

O “falso malandro” não é respeitado nem pela sua claque paga. Além de falar um dialeto que se assemelha à língua portuguesa, mas com erros que nem em mesa de bar são tolerados.

Chamei-o de ordinário? Chamei sim, porque ordinário nenhum pode“cantar de galo” impunemente.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Bolsas asiáticas fecham com expressivas quedas

Ainda refletindo a insegurança quanto ao péssimo desempenho da economia chinesa e a redução do preço do barril de petróleo, as bolsas asiáticas fecharam com queda expressiva. Tóquio teve queda de 2,43%. Em Xangai, a retração foi de 3,22%. Já Hong Kong caiu 1,39%, sendo que pela primeira vez, desde 1998, a queda foi abaixo do valor do patrimônio líquido.

Previsão do tempo: calor perde força no RS

A quinta-feira tem sol e calor, mas tem predominância de nuvens. Precipitação isolada e passageira pode ocorrer e o tempo fica aberto no Oeste e Noroeste.  Diferente de demais dias da semana, o calor não é escaldante, pois perdeu a força. Exceto no Noroeste.  Em Porto Alegre, a máxima fica em 33°C.

Veja, aqui, ao vivo e a cores, cinco delações contra Dilma, Vaccari, Aécio, Edinho e o PT

CLIQUE AQUI para ver e ouvir.

No link acima, o leitor poderá acompanhar ao vivo e a cores trechos importantes de cinco depoimentos de três delatores da Lava Jato, todos revelando casos escabrosos da corrupção bilionária ocorrida na Petrobrás.

Veja ao vivo e a cores cinco videos apresentados pelo site UOL, hoje:

- Fernando Baiano delata Eduardo Cunha no caso do navio-sonda.
- O mesmo Fernando Baiano conta como Bumlai, o amigo de Lula, meteu a mão em R$ 2 milhões para o PT pagar empréstimo junto ao Banco Shain.
- Ricardo Pessoa, UTC, conta como foram os achaques de Edinho Silva, tesoureiro da última campanha de Dilma e seu ministro da Comunicação.
- Fernando Baiano revela dados sobre participação de Dilma na compra de Pasadena, 2014
- Ceará conta como Aécio tomava dinheiro da UTC. "Ele era o mais chato dos achacadores", diz Ceará na ação.

Delator Pedro Barusco, Petrobrás, detalha como Vaccari tomou dinheiro sujo para o PT

Cada Pixuleco, que é como Vaccari chamava a propina dos empreiteiros, valia R$ 100,00.


No depoimento que o delator Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobrás, voltou a prestar ontem perante o juiz Sérgio Moro, ele reafirmou que  percentuais de propinas pagas pelas empreiteiras contratadas pela estatal eram destinados a ele, ao chefe, Renato Duque a ao PT, com intermediação do tesoureiro do partido João Vaccari Neto.

É o que revela a Folha de S. Paulo desta manhã.

Como eram distribuídas as propinas:

- Segundo ele, 2% de cada contrato com as grandes empresas envolvidas no cartel era destinados para propina
- 1% alocados na diretoria de serviços 
- 1% na diretoria de abastecimento, comandada pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, que também fechou acordo de delação premiada. Destes 1%:
1) 0,5% era destinado para o PT 
2) 0,5% ao que era chamado de casa, que era o valor repartido internamente entre Duque e Barusco.

O delator também afirmou que o ex-tesoureiro João Vaccari Neto era o responsável por gerenciar a propina pelo partido.

O ex-tesoureiro nacional do PT, a exemplo do que fez outro tesoureiro nacional, Delúbio Soares, não fala e mantém a lei mafiosa do silêncio. 

No depoimento, o ex-gerente da estatal reafirmou que participou de jantares com o ex-ministro José Dirceu, um deles inclusive na casa do petista. Nos encontros eram discutidos projetos da estatal –se o assunto propina era abordado, respondeu Barusco ao juiz federal, ele não foi feito na frente de todos, mas possivelmente em outras salas, separadamente.

Copom usa de cautela e mantém juros básicos em 14,25%

Ao contrário do que esperava o mercado, o Copom manteve os juros básicos em 14,25% ao ano. O presidente do BC disse que o cenário volátil da economia mundial recomenda cautela.

Os principais analistas acham que houve clara interferência política, já que o cenário da economia mundial não tem nada de volátil, sendo que o FMI prevê crescimento médio global de 3,4% para este ano.

Avaliação da equipe de economistas do Bradesco, esta manhã:

A piora das expectativas dos agentes foi acentuada nas últimas semanas, tomando como referência o comportamento dos preços dos principais ativos globais. Respondendo, portanto, a essas dúvidas em relação ao cenário doméstico e mundial, o Banco Central optou pela manutenção da taxa de juros em 14,25%, em decisão anunciada ontem. Assim, o Copom levou em conta não só o “cenário macroeconômico, as perspectivas para a inflação e o atual balanço de riscos”, como também “a elevação das incertezas domésticas e, principalmente, externas”. De fato, como temos defendido, atualmente, qualquer aumento de juros se mostra desnecessário diante da gravidade da recessão econômica em curso no País e que tende a se manter ao longo deste ano, levando a uma retração significativa da demanda por crédito. Entendemos que não há ancoragem das expectativas de inflação mais efetiva do que a brutalidade da crise econômica atual. Tampouco consideramos que haja qualquer risco de dominância fiscal sobre a política monetária. Não vemos qualquer benefício relevante do aumento dos juros sobre as expectativas e sobre a própria trajetória da inflação no Brasil na fase atual. Vale ainda chamar atenção para a dissidência da decisão, uma vez que dois membros votaram pela elevação de 0,50 ponto percentual. Dessa forma, aguardamos a divulgação da Ata do Copom, na próxima quinta-feira, quando teremos os fundamentos dessa decisão, que acabou contrariando a expectativa de parte importante do mercado. De todo modo, mantemos nossa visão de que a taxa Selic – à luz das condições enfraquecidas da demanda interna e da falta de locomotivas na economia mundial – seguirá estável em 14,25% neste ano

Governadores de MG, Rio e Alagoas reúnem-se para pedir renegociação da dívida federal

De férias no exterior, o governador Sartori não participou da reunião. 

Depois do encontro com os governadores do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e de Alagoas, Renan Filho (PMDB) no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, ontem, Fernando Pimentel (PT), disse que os Estados podem pedir uma revisão ao governo federal: 

- Não é bem uma renegociação de dívida. Nesse momento para o Brasil a ideia de renegociação de dívida pode não soar muito bem para os analistas financeiros. É um exame dos contratos de maneira que possam ser adequados à realidade atual.

Os governadores querem uma renegociação que não se chame renegociação.