MPE divulga seus salários no RS. Procurador-Geral, este mês, faturou r$ 40.005,90 brutos.

Finalmente o Ministério Público Estadual do RS publicou a sua lista de salários. Tudo está no site. CLIQUE AQUI para examinar.

De acordo com o portal, o procurador-geral de Justiça, Eduardo de Lima Veiga, recebeu, em maio, R$ 28.337,19 líquidos (o bruto foi de R$ 40.005,90). O valor está acima do teto do funcionalismo público, de R$ 28.059,29. A assessoria de imprensa do MPE informou que a diferença é de benefícios (férias, por exemplo) não computadas para efeito de teto.

Outras informações pinçadas ao acaso sobre a lista:
- Um datilógrafo do MP ganha R$ 4.906,96 líquidos
- Um motorista recebe R$ 4.771,37 líquidos
- Um engenheiro eletricista ganha R$ 7.351,69 líquidos

Cristiano diz que fica e que vai reconstruir a Smurb

Cristiano Tatsch, secretário da Smurb (secretaria municipal de Urbanismo), Porto Alegre

O senhor afirma que não está demissionário?
Em momento nenhum. Estou empenhado em reconstruir a Smurb.

A invasão da Smurb por policiais armados, acompanhando promotores e procuradores, traumatizou muita gente e teria constrangido o senhor de modo invencível.
Isto é traumático, sim, mas aparentemente foi necessário.

O senhor afirma que as razões que levaram aos atos de força foram removidas?
Foram.

Quando o senhor fala em reconstruir, o que quer dizer com isto?
A Smurb é a antiga secretaria, mais áreas que eram da Smov. Vamos retomar a iniciativa, procurar prédio novo, adquirir parque renovado de computadores. O próprio prefeito em exercício,  Sebastião Melo, esteve aqui na quarta-feira para incentivar o trabalho. 

A cidade vai parar as obras, porque os servidores não querem assinar nada e nem tocar coisa alguma adiante. Isto ocorre ainda com mais força na Smam e Smov, também devassadas, sem contar a Smic, onde os problemas são menores. E tudo tem a ver com licenciamentos ambientais, licenças de obras e de instalação, alvarás. Está tudo travado em Porto Alegre. 
O prefeito Fortunati, quando me convidou, avisou que queria destravar tudo. É minha missão.

Dilma perdoou dívida de países africanos para ajudar empreiteiuras amigas, tudo de olho em 2014

A foto é oficial. Dilma na Etiópia, cercada por ditadores cruéis, presidentes emasculados e chefes tribais sem importância. Mademe reina como imperatriz vermelha no meio da rafuagem. 



Reportagem de VEJA desta semana mostra que, por trás de presente de US$ 840 milhões, está a necessidade de ajudar empreiteiras amigas do governo, Odebrecht à frente de todos. A Odebrecht é dona do Pólo Petroquímico de Triunfo e está metida em vários outros projetos, inclusive a Rodovia do Progresso.

. A reportagem é de Otávio Cabral. Eis os trechos mais relevangtes.

Na comemoração dos cinquenta anos da fudação da União Africana, realizada na semana passada na Etiópia, a presidente Dilma Rousseff deu aos anfitriões um presentão de 840 milhões de dólares. O valor equivale ao total da dívida que doze países do continente haviam contraído com o Brasil e que a partir de agora não terão mais de se preocupar em pagar. O governo  brasileiro os perdoou.


. Foi o pragmatismo eleitoral, mais do que a solidariedade aos povos sofredores, que orientou a decisão da presidente Dilma de perdoar a dívida dos países africanos. A questão é que empreiteiras, mineradoras e produtoras agrícolas que querem atuar nesses países com financiamento do BNDES (o órgão acaba de aprovar a criação de um escritório de representação na África do Sul). Ocorre que a legislação impede a concessão de benefícios a nações com dívidas atrasadas junto ao Brasil. Ao abrir mão da cobrança dos débitos, medida que ainda precisa ser aprovada pelo Senado, o governo pretende remover essa barreira – e deixar o caminho livre para as empresas amigas.

Dólar fecha em alta de 1,37%, cotado a R$ 2,14 nesta sexta

O Banco Central (BC) uma vez no mercado à vista, mas o dólar seguiu pressionado à tarde, encerrando a R$ 2,141 na compra e a R$ 2,143 na venda, com alta de 1,37% no dia. A instituição promoveu um leilão de swap tradicional, equivalente a venda de dólares no mercado futuro, quando a cotação tocou em R$ 2,145 na venda. Foi a primeira atuação do BC desde 27 de março. O novo patamar da moeda dos Estados Unidos é o mais elevado desde 5 de maio de 2009. A alta foi de quase 7% no mês.

. Esse comportamento reflete uma tendência de apreciação da moeda dos EUA no mundo por conta da perspectiva de corte pelo Federal Reserve — Fed, o banco central norte-americano — do programa de compra de títulos do Tesouro daquele país

Faça como Nestor: encoimenda agora mesmo o livro "O dia em que Olívio mandou a Ford embora"

O PT, agora, quer reescrever a história, mesmo sabendo que a história só se reescreve como farsa. O cartaz ao lado é da época do primeiro domínio da vanguarda do atraso.

O editor começou no final do ano passado as pesquisas e entrevistas finais para a edição do livro "O dia em que Olívio mandou a Ford embora", 320 páginas, R$ 50,00. Isto ocorreu logo em seguida ao lançamento do livro "Cabo de Guerra", lançado em novembro em Santa Maria, RS.

. O livro vem sendo gestado desde que Olívio mandou a Ford embora do RS. Na ocasião, o editor foi até Camaçari para cobrir a inauguração do complexo que os baianos receberam de presente do governo do PT do RS.

. Encomendas do livro já estão sendo aceitas. A primeira delas é do leitor Nestor Ferraz, Porto Alegre, que acabou de enviar este e-mail:

- Por favor, reserve um exemplar do livro citado.  Parabéns por mais essa iniciativa.

. Outro leitor, Ivan Carlos, mandou este informe:

- Dois livros Olivio mandou a FORD embora. Vou dar um de presente para atingires a quota logo.

-  As encomendas ajudarão a financiar as pesquisas, entrevistas e viagens do editor, inclusive aos Estados Unidos, sede da Ford. Apenas coim as 5.500 cópias do processo ajuizado pela PGE, por motivação política do governo Olívio, o editor desembolsou grossa quantia em dinheiro. As encomendas  podem ser feitas através do e-mail polibio.braga@uol.com.br São também aceitas encomendas de maior porte. Dependendo do sucesso delas é que será possível abreviar o serviço. 

Banco Central intervém para conter disparada do dólar, que acaba de bater em R$ 2,14

O dólar atingiu o  patamar de R$ 2,14, maior nível intradia em mais de quatro anos, com o Banco Central voltando a intervir no mercado pela primeira vez desde o final de março.

NESTA SEXTA FEIRA A NOITE: O MELHOR DE VEJA EM CHOPE E CERVEJA. PORTO ALEGRE. 
Bier Markt e Bier Markt Vom Fass - 1° lugar de Veja
As trinta torneiras do Vom Fass e também as do Bier Markt, servem chopes de várias partes do mundo, todos à base exclusiva de lúpulo, cevada, malte e água. Nada de serpentinas. Barris são refrigerados na câmara fria que fica por trás do painel. De lá, vão para copos harmonizados, através de injeção de oxigênio e nitrogênio. Também cervejas artesanais de várias partes do mundo. Não há nada igual no Brasil.
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452, Porto Alegre
WWW.BIERMARKT.COM.BR

A conta da inflação sobrou para a classe média

A classe média é a principal vítima do atual surto inflacionário, que apresentado no seu resultado ponderado por ítens de pesos diferentes, não demonstra o tamanho do erstrago para ela. Este é o assunto de capa da revista Época deste final de semana. Leia um trecho relevante, copidescado pelo editor:

Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a classe média tradicional, também chamada classe A/B, é uma massa formada por 21,5 milhões de pessoas, o equivalente a 11,2% da população brasileira. Embora sua importância econômica esteja diminuindo nos últimos anos, com a ascensão das faixas de menor renda, a classe média tradicional ainda representa cerca de um quarto do consumo nacional, de acordo com a Nielsen, uma empresa de pesquisa e análise de mercado – uma fatia estimada em cerca de R$ 800 bilhões por ano, equivalente a 35 vezes o custo do Bolsa Família para o governo em 2013.A classe A/B responde por 86% das matrículas em escolas particulares, 78% das viagens e 74% dos gastos com lazer e cultura do país. “O desenvolvimento nos últimos dez anos não contemplou a classe média tradicional”, diz o economista Waldir Quadros, professor da Universidade de Campinas (Unicamp). Estudioso da classe média brasileira, ele defendeu, no final dos anos 1970, sua tese de mestrado. “A classe média está espremida, nervosa.”

. Ao contrário do que ocorre com as faixas de renda mais baixa, o responsável pela alta no custo de vida dessa faixa da população não é a inflação do tomate ou de outros alimentos. A alta dos alimentos afeta todo mundo, mas pesa mais para os mais pobres. O que mexe com o bolso da classe A/B é um fenômeno chamado pelos economistas de “inflação de serviços”. Ela inclui itens como escolas, planos de saúde, empregadas domésticas, restaurantes e viagens, com maior peso no orçamento de quem ganha mais. Essa inflação dos serviços não se reflete plenamente nos principais indicadores de inflação do país.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Memória - Lula para Olívio: "Saúdo-te, Olívio, por ter mandado a Ford embora"

- O editor escreve neste momento o livro "O dia em que Olívio mandou a Ford embora", 320 páginas, R$ 50,00. Utilize o e-mail polibio.braga@uol.com.br para reservar desde já seus exemplares. 

- Foi com muito orgulho, que num certo dia da manhã, li que você, governador Olívio Dutra, tinha mandado a Ford embora.

. Quem está falando é o ex-presidente Lula, na época candidato a presidente. Ele fez a declaração na primeira reunião-almoço a que compareceu na Federasul, na época presidida por Paulo Feijó, que mais tarde seria vice-governador de Yeda.

. O recorte acima, do Correio do Povo, materializa o momento histórico.

. Quem examinar o texto, verificará que ao ato também compareceu Tarso Genro.

. Pois agora, passados todos esses anos, Olívio e Tarso comemoraram uma vitória da PGE em primeira instância, portanto com recursos fartos pela frente, fazendo a leitura de que Olívio não mandou a Ford embora, quando até as pedras das calçadas de Camaçari, Bahia, sabem que foi para lá que o governo do PT mandou a montadora de presente, benefício pela qual até hoje os baianos agradecem.

. Aliás, a sentença da juíza que decidiu o caso, absolve totalmente o ex-governador Britto e seus secretários, na acusação de terem agido com improbidade administrativa ao atraírem a montadora para o RS. Britto e seus auxiliares, que já tinham atraído a GM, a International e a TVR, ao buscarem a Ford, estavam determinados a montar um cluster automotivo de primeiro mundo no RS, mudando o paradigma atrasado da economia gaúcha, coisa que não aconteceu depois do governo do PT e suas propostas atrasadas, as mesmas que são agora perseguidas por Tarso, que a todos os avanços destrói e nada de novo e promissor constrói.

CLIQUE AQUI, também, para ler o relatório da CPI da Ford. O relatório manda a Ford devolver valores sobre os quais não tinha direito, mas responsabilizou Olívio e o PT por terem mandado a montadora americana embora.

Magoado, Cristiano Tatsch não quer mais ficar na administração de Fortunati

O secretário Municipal de Urbanismo, Cristiano Tatsch, está muito magoado com as tropelias cometidas por policiais, agentes do MPE e da PGM, que de armas em punho invadiram a Smurb, intimidaram servidores, causaram pânico e confiscaram documentos e computadores que encontraram pela frente. Tatsch acabou de chegar na Smurb, estava tomando pé do cenário que encontrou e não foi convidado a colaborar com a operação. Tatsch, ex-presidente da CRT e ex-secretário da Fazenda, a muito custo concordou em assumir a nova secretaria de Fortunati. Ele já avisou ao PMDB que quer ir embora, mas o Partido segura o secretário. O PMDB, que circunscreveu a crise na Smam, cujo secretário foi demitido, também enfrenta problemas na secretaria da Fazenda, porque seu secretário está desconfortável diante das contas públicas prejudicadas por desembolsos que é obrigado a fazer, simplesmente porque a Caixa não libera o dinheiro prometido para as obras da Copa.

 . Na Smurb, o secretário assinou compromisso de gestão da Smurb. São cinco metas: Revisar fluxos de licenciamento; Lançar edital Mobiliário Urbano; Elaborar cadastro áreas irregulares; Fortalecer fiscalização e Criar sistema de informações geográficas.  

. Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em escritórios de engenharia e arquitetura, no setor de protocolos da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov), e na casa de um bombeiro. Cerca de 10 funcionários públicos estariam sendo investigados.Apoiados por policiais de metralhadora em punho, caras fechadas e com pouca delicadeza na ação, promotores do MPE e procuradores da PGM invadiram repartições de duas secretarias da prefeitura de Porto Alegre no dia 16 de maio, no caso Smov e Smurb, tudo para recolher documentos, computadores e depoimentos que comprometessem servidores e  donos de empreendimentos teriam contratado escritórios de arquitetura para facilitar a concessão de alvarás e licenciamentos. 

. Foi a Operação CUB.

. A investigação da Promotoria de Justiça Especializada Criminal é decorrente de notícia-crime encaminhada pela PGM em novembro ao MP. As provas produzidas foram compartilhadas, a fim de que o município apure as condutas administrativas dos servidores envolvidos. As investigações administrativas começaram em novembro.Sete funcionários da Prefeitura de Porto Alegre são afastados por suspeita de envolvimento no esquema que cobrava propina para agilizar a liberação de alvarás para casas noturnas e outras obras na capital. De acordo com o procurador-geral da capital, João Batista Linck Figueira, também serão abertos 13 processos administrativos para investigar servidores.

— Paralelo a isso, já abrimos procedimentos administrativos disciplinares contra 13 servidores, sendo sete com previsão de afastamento de 90 dias — explicou o procurador-geral do município, João Batista Linck Figueira.

Simon dixed. Saiba por que ele resolveu atacar Tarso e Dilma.

Simon, ao lado, tem grande sentido de timing. Ele é candidatíssimno em 2014. Seus adversários internos e externos calaram depois que ele falou.

Só depois que se reuniu com seus melhores amigos, conselheiros e companheiros do PMDB é que o senador Pedro Simon resolveu abrir as baterias contra a presidente Dilma Roussef, o governador Tarso Genro e o PT.

. Simon percebeu que por trás da aproximação com Dilma está a tentativa de acerto local com Tarso, o que resultaria na sua incineração como candidato do PMDB ao Senado.

. O PMDB ficou calado quando ouviu Simon.

Insatisfação do PMDB contra Dilma cresce. Temer irá ao Planalto, segunda, para avisar perigo de rebelião.

O jornalista Ilmar Franco, O Globo, trouxe nesta sextas-feira novos dados sobre a rebelião que ocorre dentro do PMDB contra o PT e o governo Dilma. Vale a pena saber:

A cúpula do PMDB diagnosticou, em reunião na noite de quinta-feira com o vice, Michel Temer, que a crise entre Planalto e Congresso não é só por falta de articulação.

Mas também porque Dilma não reconhece o problema, já que sai vitoriosa na maioria das votações.

Temer se reunirá com a presidente segunda-feira para avisar que a situação é gravíssima e que há iminência de rebelião.

Agora, advogado já pode copiar autos de qualquer processo, mesmo sem procuração

A OAB do RS saudou nesta sexta a decisão do CNJ que ratifica que o advogado pode tirar cópia dos autos mesmo sem procuração. Para o presidente da entidade, o entendimento vem por acabar com o descumprimento do artigo 7º, inciso XIII, do Estatuto da Advocacia, indo ao encontro do trabalho já realizado pela Ordem gaúcha, por meio de sua Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas.

Queda de barreira tornou perigosa viagem de Porto Alegre para Gramado

Nesta quinta, 30, uma queda de barreira interditou, durante a noite para sexta-feira, meia pista no Km 29/30 na RS 115, sentido Portro Alegre-Gramado, rodovia que desde o início do feriadão tem sido demandada em grande quantidade. A Brita Rodovias fez os reparos necessários e monitoramento e liberou, hoje pela manhã, o trânsito na estrada nos dois sentidos de tráfego.


. O deslizamento ocasionou uma pequena quantidade de material na pista, mas por se tratar de uma encosta, a equipe da Brita Rodovias permanece monitorando o trecho. No momento não há riscos de outros deslizamentos.

Rodrigo Constantino falará na quarta na Federasul. Reserve seu lugar.

O Tá na Mesa vai receber o economista e escritor, Rodrigo Constantino, que falará sobre “Como a privatização pode melhorar nosso país”, na quarta-feira. O evento inicia-se às 12h, no Palácio do Comércio, no Largo Visconde de Cairu, 17, no Centro de Porto Alegre

Crise na Procempa ameaça contaminar o governo Fortunati

O prefeito José Fortunati encontrará um cenário bastante conturbado dentro da administração municipal, quando retomar os trabalhos no início da semana, depois de dez dias de viagem aos Estados Unidos, porque não terá como adiar uma solução cirúrgica para o caso da Procermpa. É insustentável a posição do presidente André Imar Kulczynski, PTB, e sua substituição por outro quadro trabalhista menos afinado com Claudio Manfrói. .

. O presidente da Procempa resiste no cargo, mas somente sua renúncia poderá esvaziar a crise, impedindo que ela contamine a própria administração municipal.

. Os problemas na Procempa viraram uma dor de cabeça para José Fortunati no final do ano passado, quando foi expurgada do cargo a ex-mulher do líder trabalhista, Georgia Santos, diretora de Finanças da Procempa Ela saiu atirando. As informações que circulam nos meios políticos são de que Ivone já teria acertado delação premiada para Geraldo da Camino. As investigações encontraram contratos malfeitos, despesas glosadas, inclusão de beneficiários indevidos em planos de saúde e denúncias de descontrole no caixa. 

 Claudio Manfrói, ex-suplente do então senador Sérgio Zambiasi. O caso tornou-se mais grave, agora, com o expurgo da própria irmã. Manfrói exerce forte influência sobre a Procempa.  Manfroi tem uma irmã e uma sobrinha como CCs na Procempa. Sua mulher ocupa um cargo no Demhab e o filho é assessor de gabinete de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado. Logo no início das primeiras investigações do procurador Geral junto ao TCE, Geraldo da Camino, ano passado, o prefeito deu verdadeiro “poder de polícia” ao Procurador Geral do Município, Os procuradores e o MPC passaram a trabalhar em conjunto, produzindo verdadeira devassa na estatal municipal de TI. As principais denúncias apuradas passaram a ser vazadas diariamente para os jornais, rádios e TVs da RBS pela PGM. 

- A crise na Procempa é fartamente repercutida na Câmara de Vereadores e só não resultou em CPI porque a oposição possui apenas 11 dos 12 votos necessários, mas as denúncias ali são diárias. 

Sozinho no programa tucano de TV, Aécio ataca Pibinho e fustiga Dilma com risco de inflação alta

Praticamente sozinho, o senador mineiro Aécio Neves, provável candidato do PSDB nas eleições presidenciais do próximo ano, usou ontem a propaganda de seu partido na televisão para exaltar suas realizações como governador de Minas Gerais e apontar o risco de perda de controle da inflação.

. No final, foram apresentados trechos breves de discursos feitos pelo governador paulista, Geraldo Alckmin, pelo ex-governador José Serra e pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na convenção partidária em que Aécio foi eleito presidente do PSDB, há duas semanas.

. O objetivo do tucano é de se tornar conhecido fora de Minas e, ao mesmo tempo, desgastar a imagem da presidente Dilma Rousseff, que ameaça vencer as eleições de 2014 no primeiro turno.

. O programa do PSDB teve duração de dez minutos e foi exibido em horário nobre. Aécio apareceu descontraído no programa, conversando com eleitores principalmente sobre a alta dos preços de produtos como o tomate. O senador disse que os tucanos garantiram a estabilidade da economia, que estaria "ameaçada" pela atuação da administração petista. A peça de propaganda foi produzida pelos marqueteiros Renato Pereira e Chico Mendez.

* Clipping www.brasil247.com.br

Luiz Fernando Veríssimo volta a ser internado. "São exames de rotina", diz hospital.

O escritor Luis Fernando Verissimo está internado desde terça-feira no Hospital Moinhos de Vento. Ele faz  exames de rotina sem ligações com a gripe que evoluiu para uma infeccção generalizada e manteve o autor no hospital por 24 dias no ano passado. 

. Luiz FernandoVerissimo tem um histórico de problemas cardíacos. Em 9 de março deste ano, ele foi internado no mesmo hospital com sintomas de angina (dor no peito) e recebeu alta quatro dias depois

Fiergs diz que em abril desempenho fabrtil gaúcho registrou crescimento "lento e gradual", mas não "seguro"

A produção industrial gaúcha avançou em abril (57,3 pontos), se comparada a março, sendo o valor mais alto para o mês desde 2010. Parte da expansão foi para recomposição de estoques, que acabaram ficando acima do previsto. O emprego também repercutiu a maior atividade e somou 52,8 pontos.

. A utilização da capacidade instalada da indústria do RSvoltou a operar nos padrões usuais (50 pontos) pela primeira vez em dois anos e atingiu o grau médio de 76%. O resultado está na Sondagem Industrial de abril da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). “O desempenho do setor fabril segue em ritmo de crescimento lento e gradual, com possibilidade de recuperação um pouco mais intensa nos próximos meses”, disse o presidente da entidade, Heitor José Müller. Muller usou a linguagem dos ditadores militares à época da abertura política, quando avisaram que ela seria "lenta, gradual e segura". 

Imobilizado no Piratini, Tarso promete "A Grande Virada"

Dilma foi buscar inspiração em Mao para o seu "Grande Salto", que acabou resultando no Pibinho de 0,6% do primeiro trimestre. Mais moderno, Tarso foi buscar o modelo em Ben Aflick (foto ao lado), mas sua "Grande Virada" também resultará em fraude. É que como Dilma, Tarso apenas faz retórica e produz facóides. Ambos administram de forma incompetente os seus governos.



Sem nada para oferecer aos eleitores gaúchos em dois anos e meio de governo, Tarso Genro prepara-se para o que a jornalista Taline Oppitz, Correio do Povo, chama, hoje, de A Grande Virada. Não será nada semelhante ao Grande Salto anunciado por Dilma Roussef, porque para fazer isto seria preciso que algum salto anterior estivesse em execução. O governador está obcecado com as eleições do ano que vem - Piratini ou Senado - e busca conseguir embaralhar o jogo eleitoral com mais retórica e mais factóides. A Grande Virada de Tarso é apenas mais discurso, porque seu governo é um governo que não faz - e não sabe fazer.Tarso Genro "inviabilizou" (economista Darcy Carvalho) e "travou" (Duda Melzer, RBS) o Estado. Leia a nota de Taline:

Na véspera do ato de levantamento das cancelas da praça de pedágio de Farroupilha, hoje, às 9h, Tarso Genro reuniu integrantes do núcleo de gestão e coordenação para uma espécie de seminário de governo, no Palácio das Hortênsias, em Canela. O grupo é formado por secretários de áreas estratégicas. No encontro, que durou cerca de cinco horas, foi feita a avaliação das ações dos dois primeiros anos da gestão e uma preparação para os próximos meses, decisivos para os planos de sucessão em 2014. “Os movimentos que fizemos até agora começam a ter coerência e integração, e a perspectiva concreta é de uma grande virada”, disse Tarso, em entrevista à coluna. Na reunião, foi enfatizado que o segundo semestre deve ser marcado pela concretização de obras e de investimentos e que as ações visando ao desenvolvimento econômico, social e industrial e os frutos de recursos do governo federal aplicados no Estado devem ser “entrelaçados” com o objetivo de formar um conjunto de símbolos da administração. As orientações técnicas e políticas, resultado da reunião, serão repassadas aos demais integrantes do primeiro escalão e a setores estratégicos da administração indireta, na próxima semana, em documento assinado por Tarso. Será a “Nota Diretriz número 30”, fórmula utilizada por ele para repassar orientações desde o início do governo.

Ineficiente, o governo Dilma derruba o Brasil do 38o para o 51o lugar entre os mais Países mais competitivos

O jornal O Estado de S. Paulo desta sexta-feira, abriu o dia replicando a informação de que com a economia mais fechada entre os principais mercados do mundo, com uma infraestrutura defasada e com um dos três governos mais ineficientes, o Brasil despenca no ranking mundial de competitividade durante os anos da presidente Dilma. O País é um dos “maiores perdedores” em termos de competitividade dos últimos 15 anos. Os dados são do instituto IMD, uma das principais escolas de negócios no mundo e com sede na Suíça.
           
. Entre 2010 e 2013, o Brasil caiu da 38.ª posição no ranking para o 51.º posto, entre 60 países avaliados. Em apenas um ano, a queda foi de cinco posições diante de países asiáticos que ganham terreno e deixam o Brasil em uma situação incômoda. Peru, Colômbia ou Ucrânia são, hoje, economias mais competitivas que o Brasil. No continente americano, o Brasil é apenas a sétima economia mais competitiva.
           
.  O ranking é liderado pelos EUA, Suíça, Hong Kong e Suécia. “A América Latina tem sido decepcionante, com grandes economias como Chile, Brasil, Argentina e Venezuela perdendo terreno e sendo desafiadas pela competitividade emergente da Ásia”, alertou o IMD.

Tarso vai a Farroupilha para anunciar retomada das praças de pedágio de dois Pólos Rodoviários

Depois de ter afundado o Estado em dívidas em apenas três anos, saindo de uma situação de ajuste fiscal para um cenário de desordem financeira, e também asfixiado por paralisia enervante ("O Estado está travado", disse esta semana o novo CEO da RBS, Duda Melzer) Tarso foi para Farroupilha em busca do seu cavalo de batalha para 2014: a destruição do modelo de concessões privadas de rodovia, o mesmo que o governo Dilma usa para viabilizar a manutenção das BRs, a prestação de serviços aos motoristgas e  novos investimentos em estradas.

Decidido a tirar o máximo proveito da extinção da praça de pedágio da ERS-122 em Farroupilha e do levantamento provisório das cancelas das demais praças da rodovia estadual, o governador Tarso Genro foi com comitiva para a região as 9h desta sexta-feira.

. Univias e Sulvias informaram que saíram de quatro praças do pólo de c}axias e cinco de Lajeado.
. As comemorações do governo e do PT ignoram que os pedágios voltartão a ser cobrados, embora com redução, e também não contam para a população que os serviços não serão mais oferecidos aos motoristas e nenhum novo investimento será feito, à exceção da manutenção. As quatro praças em rodovias estaduais que serão repassadas à Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) deverão retomar a cobrança de pedágio na quarta-feira. Até lá, o Daer terá de fazer um inventário do patrimônio rodoviário. E a EGR terá de assinar um contrato emergencial para contratar empresas de recolhimento, guarda e transporte de valores.

. Os atos de hoje resultam de decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), proferida na quarta-feira, que no entanto não estipulou data de encerramento do contrato, limitando-se a negar um pedido das empresas de extensão da concessão enquanto não fosse paga pelo Estado uma suposta dívida. O ato acabou derrubando liminares que as autorizavam a permanecer até dezembro. O fato levou o Piratini a anunciar a retomada. As concessionárias devem ingressar nas primeiras horas da manhã com recursos no TRF4 ou no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A Justiça Federal de Porto Alegre já foi acionada.