Cristiano diz que fica e que vai reconstruir a Smurb

Cristiano Tatsch, secretário da Smurb (secretaria municipal de Urbanismo), Porto Alegre

O senhor afirma que não está demissionário?
Em momento nenhum. Estou empenhado em reconstruir a Smurb.

A invasão da Smurb por policiais armados, acompanhando promotores e procuradores, traumatizou muita gente e teria constrangido o senhor de modo invencível.
Isto é traumático, sim, mas aparentemente foi necessário.

O senhor afirma que as razões que levaram aos atos de força foram removidas?
Foram.

Quando o senhor fala em reconstruir, o que quer dizer com isto?
A Smurb é a antiga secretaria, mais áreas que eram da Smov. Vamos retomar a iniciativa, procurar prédio novo, adquirir parque renovado de computadores. O próprio prefeito em exercício,  Sebastião Melo, esteve aqui na quarta-feira para incentivar o trabalho. 

A cidade vai parar as obras, porque os servidores não querem assinar nada e nem tocar coisa alguma adiante. Isto ocorre ainda com mais força na Smam e Smov, também devassadas, sem contar a Smic, onde os problemas são menores. E tudo tem a ver com licenciamentos ambientais, licenças de obras e de instalação, alvarás. Está tudo travado em Porto Alegre. 
O prefeito Fortunati, quando me convidou, avisou que queria destravar tudo. É minha missão.

Um comentário:

Alberto Magno disse...

Cristiano, você é uma pessoa de bem, não da bola, estas bobagens que os amigos do Tarso estão fazendo, é só para atingir o Prefeito. Tu és um grande administrador,coisa que falta muito no governo do Tarso, coragem tudo vai dar certo.