Fiergs diz que em abril desempenho fabrtil gaúcho registrou crescimento "lento e gradual", mas não "seguro"

A produção industrial gaúcha avançou em abril (57,3 pontos), se comparada a março, sendo o valor mais alto para o mês desde 2010. Parte da expansão foi para recomposição de estoques, que acabaram ficando acima do previsto. O emprego também repercutiu a maior atividade e somou 52,8 pontos.

. A utilização da capacidade instalada da indústria do RSvoltou a operar nos padrões usuais (50 pontos) pela primeira vez em dois anos e atingiu o grau médio de 76%. O resultado está na Sondagem Industrial de abril da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). “O desempenho do setor fabril segue em ritmo de crescimento lento e gradual, com possibilidade de recuperação um pouco mais intensa nos próximos meses”, disse o presidente da entidade, Heitor José Müller. Muller usou a linguagem dos ditadores militares à época da abertura política, quando avisaram que ela seria "lenta, gradual e segura". 

Um comentário:

Luiz Vargas disse...

FIERGS?
Esta entidade capachilda dos PeTralha$ ainda respira?