21h16min: serviços da GVT voltam a garantir os serviços desta página

Depois de um colapso três dias, tudo em consequência do verdadeiro furacão que se abateu sobre Porto Alegre na sexta-feira, os serviços de telefonia e de web da GVT voltaram a suprir as necessidades desta página.

As 21h16min cravados.

Em consequência, o editor abandona os serviços wireless da Claro, que garantiram a atualização de tudo nos últimos três dias.

O wireless, o celular, além do WhatsApp e Web da Claro, continuarão a postos.

Veja, aqui, os videos com os depoimentos de Zé Dirceu

O juiz Sérgio Moro liberou esta tarde o video com o interrogatório completo de Zé Dirceu, registrado sexta-feira em Curitiba.

Numa das falas mais importantes, o ex-ministro tenta envolver o PSDB no escândalo da Lava Jato. O Partido já reagiu.

CLIQUE AQUI para examinar os videos, todos postados pelo site UOL. Eles são mais esclarecedores pelo que Zé Dirceu conta do que pelas mentiras que tenta passar adiante.

Ora, senhor prefeito, nós não queremos mais paciência, mas mais eficiência.

Revista Época desmascara mentiras de Lula sobre o sítio. Ele foi 111 vezes a Atibaia.

O segurança Rogério Carlos, de jaqueta, recebeu 120 diárias para ficar em Atibaia.


Nesta reportagem exclusiva assinada por Filipe Coutinho, intitulada  "Documentos revelam que Lula e família viajaram 111 vezes a sítio de Atibaia", a revista Época revela que só os seguranças que atendem o ex-prfesidente receberam quase mil diárias do Planalto para ficar 283 dias em imóvel que ex-presidente afirma ser de "amigos" - embora a Odebrecht, empreiteira do petrolão próxima do petista, tenha custeado R$ 700 mil em reformas no local

A competente reportagem escrutina todas as mentiras de Lula e mostra documentos e evidências irretorquíveis sobre o escândalo.

Leia tudo:
Relatórios de viagem produzidos pelo Palácio do Planalto revelam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contou com sua segurança pessoal por 111 vezes em Atibaia, entre 2012 e 11 de janeiro deste ano. É nas matas de Atibaia, no interior de São Paulo, que fica o sítio Santa Bárbara, no qual a Odebrecht gastou R$ 700 mil em reformas. No papel, o sítio está em nome de um amigo de Lula e do sócio de um dos filhos dele - Fábio Luís, aquele que enriqueceu graças à parceria empresarial com a telefônica Oi. Lula nega ser dono do sítio e disse, por meio de assessoria, frequentar o local somente em “dias de descanso”. As evidências obtidas por ÉPOCA, porém, confrontam fortemente a versão do ex-presidente. A cada cinco dias, um segurança de Lula era deslocado para Atibaia. Quem visita sítio de amigos com tamanha frequência?

ÉPOCA mapeou os dados a partir das diárias dos sete servidores que fizeram parte da equipe de segurança do ex-presidente. No total, eles receberam 968 diárias da presidência, custando R$ 189 mil. Os dados mostram que, em muitos casos, os seguranças tiveram de alternar turnos em Atibaia, como forma de garantir que assim sempre estivesse alguém na cidade num determinado período. Se, por exemplo, um segurança ficou de segunda-feira a quinta-feira, e outro chegou na quarta-feira e ficou até sábado, ÉPOCA contabilizou apenas uma viagem, de segunda a sábado. O itinerário é quase sempre o mesmo: São Bernardo do Campo (onde Lula mora), Atibaia e retorno para a mesma cidade.
A versão de Lula para o caso do sítio é clara. Segundo a assessoria de imprensa de Lula, "o ex-presidente Lula e também Dona Marisa, frequentam em dias de descanso um sítio de propriedade de amigos da família na cidade de Atibaia". ÉPOCA questionou o Instituto Lula sobre as viagens dos seguranças a Atibaia, mas a assessoria não fez comentários. Disse que "tentativa de associá-lo a supostos atos ilícitos tem o objetivo mal disfarçado de macular a imagem do ex-presidente".
Para fazer essas 111 viagens, os seguranças de Lula pernoitaram um total de 283 vezes em Atibaia. O período total dos documentos é de cerca de 1400 dias _ as datas na cidade representam cerca de 20%.  Em junho e julho de 2014, por exemplo, os seguranças de Lula passaram seis finais de semanas seguidos na cidade do sítio. há casos em que as idas a Atibaia representam quase a metade de todas as viagens feitas por um segurança de Lula.
Fora do país

Como todo ex-presidente, Lula tem por direito contar com segurança e assessores. A lei, contudo, não estende esse benefício a familiares. ÉPOCA cruzou as viagens dos segurança a Atibaia com dados produzidos pela Polícia Federal sobre entradas e saídas do país por Lula, material que integra a investigação do Ministério Público Federal sobre tráfico de influência internacional.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Nota do editor - O comentário diário, o ventilador e o zumbido das máquinas

Sem serviços de telefonia fixa e de internet, todos contratados com a GVT e tudo como resultado do verdadeiro furacão que se abateu sexta-feira sobre Porto Alegre, o editor passou a usar como opção o seu notebook LG e o serviço wirelles da Claro.

É como esta página sai hoje.

Os conteúdos não foram prejudicados em absolutamente nada.

Acontece que o primeiro comentário postado sobre o verdadeiro furacão e a inépcia das autoridades públicas para prevenir e contingenciar suas consequências, foi para o You Tube com sons de ventania e do zumbido das máquinas de rua.

Os sons não foram de ventilador.

O editor gravou tudo novamente e disponibilizou o novo vídeo para visualização.

Veja acima e ao lado, bem ao alto, à direita.

Jornal Valor revela contradições entre Luis Claudio Lula da Silva e lobista.

Em reportagem bem construída para o jornal Valor de hoje, os repórteres Letícia Casado, Murillo Camarotto e André Guilherme Vieira, informam em primeira mão que os depoimentos prestados por Luís Cláudio Lula da Silva e pelo lobista Mauro Marcondes sobre os contratos de consultoria firmados entre os dois apresentam uma série de contradições. Documentos da Operação Zelotes obtidos pelo Valorrevelam diferenças tanto em relação ao objeto dos contratos quanto à forma pela qual eles começaram a fazer negócios.Também chama a atenção a baixa qualidade de um dos trabalhos prestados pelo filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Datado de dezembro de 2014 e orçado em R$ 600 mil, o relatório "Análise do esporte como fator de motivação e integração nas empresas" apresenta erros básicos de português, como na repetição, em 25 páginas seguidas, da grafia da palavra "fases" com a letra "z": "fazes".

Leia mais:

A Marcondes & Mautoni, consultoria especializada em "diplomacia corporativa", realizou nove pagamentos à LFT Marketing Esportivo, empresa de Luís Cláudio Lula da Silva. Entre junho de 2014 e março de 2015, o filho do ex-presidente recebeu pouco mais de R$ 2,55 milhões. No depoimento à Polícia Federal, ele mencionou quatro contratos que, segundo atestam os documentos apreendidos na investigação, somam R$ 2,4 milhões.

Quando foi preso, em 26 de outubro de 2015, Mauro Marcondes disse à PF que conhece Luís Cláudio e que contratou a LFT para um projeto de construção de um centro de exposições no interior de São Paulo. Marcondes disse que não poderia dar mais detalhes, já que o projeto estava "em andamento".

No dia 4 de novembro, Luís Cláudio disse à PF que prestou consultoria a quatro projetos: a análise dos resultados das marcas na Copa do Mundo de 2014; o esporte dentro das empresas; o uso das arenas para exposição de marcas; e análise de risco de investimento para patrocínio dos Jogos Olímpicos de 2016. Luís Cláudio afirmou que não se lembrava dos valores dos contratos.

As minutas desses contratos diferem de todas as outras apreendidas pela Zelotes e juntadas ao inquérito policial. O contrato de maior valor - R$ 1 milhão - tinha como objeto "elaboração de análise de marketing esportivo para a indústria automobilística nacional visando a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016". A data do documento é de 2 de junho, dez dias antes de a Copa do Mundo começar.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Ouro, mais 4,80%, foi o melhor investimento de fevereiro

Renda fixa
CDI e CDB, 1,05%
Poupança, 0,63%

Renda variável
Bolsa SP, -6,79%
Dólar comercial, 3,53%
Euro, 3,11%
Ouro, 4,80%

A inflação do período, IGP-M, foi de 1,14%

Vivo diz que serviços somente serão normalizados depois de resolvido o fornecimento de energia elétrica

A operadora Vivo mandou a nota a seguir ao editor. Foi há pouco. Todas as teles enfrentam problemas, quase todos em função da falta de energia elétrica.

O editor encontra-se particularmente prejudicado, já que seus serviços de telefonia fixa e de internet são da GVT, empresa controlada pela Vivo.

Este site só continua atualizado porque suas postagens ocorrem via wirelles da Claro. 

Nota à imprensa
A Telefônica Vivo informa que a falta de energia elétrica causada pelos fortes temporais que atingiram o Rio Grande do Sul na noite desta sexta-feira (29.01), comprometeu o funcionamento de sua rede, afetando o sinal da operadora no estado. A maior parte das regiões afetadas, cerca de 70%, está na capital Porto Alegre. 
A empresa informa, ainda, que destacou equipes técnicas e geradores reserva assim que identificou o problema, além de intensificar o monitoramento para amenizar o impacto nos clientes. O total restabelecimento dos serviços depende da volta da energia elétrica. 

"Filho" gaúcho de Dilma é exonerado e deixa o governo

Tratado como filho pela presidente Dilma, o assessor especial da presidência da República Anderson Braga Dorneles foi exonerado do cargo a pedido nesta segunda-feira (1.º). O ato foi publicado no Diário Oficial da União.

Ele será substituído por Bruno Gomes Monteiro. Oficialmente, a explicação no governo é que ele irá se casar e, por isso, que voltar a morar em Porto Alegre (RS), sua cidade natal.

Em setembro de 2015, e-mails interceptados pela força-tarefa da Polícia Federal na Operação Lava Jato mostraram que o empresário Marcelo Odebrechet, preso acusado de pagar propina em troca de contratos da Odebrechet com a Petrobras, teria entrado em contato com Dorneles e Giles Azevedo, que também é assessor da petista, na véspera de Dilma se encontrar com o presidente dominicano eleito Danilo Medina, em 9 de julho de 2012.

- Chamado de “bebê” e “menino” pela presidente, Dorneles, hoje com 36 anos, tinha 13 quando conheceu Dilma. Ele era office-boy e ela, presidente da Fundação de Economia e Estatística, do Rio Grande do Sul.

Dólar cai e fica abaixo de R$ 4; Bovespa segue em queda

O dólar comercial e a Bovespa operavam em queda nesta segunda-feira. Por volta das 13h50, a moeda norte-americana caía 0,85%, a R$ 3,99 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, recuava 0,35%, a 40.264,82 pontos.

Brasil: Faturamento real da indústria cai 8,8%

O faturamento da indústria teve queda real de 0,6% em dezembro na comparação com novembro e recuou 13,6% em relação a dezembro de 2014. No acumulado do ano passado, o faturamento real da indústria caiu 8,8%. Os dados fazem parte do indicadores industriais divulgados nesta segunda-feira, 1, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Conforme a pesquisa, o emprego recuou pelo décimo mês consecutivo, ao cair 0,2% em dezembro ante novembro, na série dessazonalizada. Na comparação com dezembro de 2014, a queda foi de 8,8%. Já no acumulado do ano, o recuo do emprego foi de 6,1%.

A diminuição do mercado de trabalho atingiu a massa salarial e o rendimento dos trabalhadores. Segundo a pesquisa, a massa salarial real teve redução de 0,2% em dezembro ante novembro, na série dessazonalizada, e caiu 7,9% ante dezembro de 2014. No acumulado do ano, a massa salarial real teve queda de 6,2%.

Porto Alegre decreta situação de emergência devido ao temporal

O prefeito em exercício de Porto Alegre, Sebastião Melo, decretou, na manhã desta segunda-feira, situação de emergência na Capital devido ao temporal que castigou a cidade na última sexta-feira (29). 

A decisão foi tomada durante reunião do Comitê Gestor de Primeira Instância, e o documento foi redigido pela Procuradoria-Geral do Município. A medida permite agilizar as providências necessárias à reconstrução da cidade.

Publicidade - "Cabo de Guerra" e "Herança Maldita". Dê de presente aos familiares e amigos. Eles precisam saber. Entrega grátis.

Peça seus exemplares pelo e-mail polibioadolfobraga@gmail.com  Entrega é grátis em qualquer lugar do Brasil. Em Porto Alegre, entrega via motoboy, grátis.

CABO DE GUERRA,
2a. edição lançada agora.
A saga que conta tudo sobre o confronto entre Yeda e o Eixo do Mal.
499 páginas, 39 capítulos, 70 fotos, R$ 75,00 o exemplar.
CLIQUE AQUI para ler o capítulo 17. É apenas uma demo do livro. O capítulo conta o enfrentamento de Yeda com o governo petista de Lula.

HERANÇA MALDITA - Os 16 anos do PT em Porto Alegre.

345 páginas, 19 capítulos (os governos Olívio, Tarso, Pont e Verle). R$

Sindilojas diz nesta segunda que vendas do varejo de Porto Alegre já perderam entre 3,5% a 5% do faturamento do mês

Balanço do Sindilojas de Porto Alegre sobre as consequências do temporal de sexta-feira:

- Falta de energia elétrica, água, telefones e rede de internet, perdas de mercadoria e danos materiais, como destelhamentos, alagamentos e vidros quebrados.

Foi o que o presidente Paulo Kruse (foto ao lado) mandou dizer ao editor.

Muitas lojas ficaram fechadas no final de semana. O reflexo foi uma queda entre 3,5 e 5% no resultado de janeiro, além de impactar na economia da cidade, que tem o comércio como uma das suas principais fontes. Só no sábado foi uma queda de 20,14%.No caso das lojas localizadas nos shoppings centers que não abriram, o faturamento foi totalmente perdido. O mesmo acontece com lojas de rua que permanecem fechadas nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, por falta de energia elétrica. 

O Sindilojas avisa que a arrecadação do mês será menor e que os trabalhadores comissionados perderão parte da remuneração.

Porto Alegre responde por 20% do faturamento do comércio lojista do Estado. 

Juiz Sérgio Moro condena dois diretores corruptos da Petrobrás

O juiz federal Sergio Moro condenou nesta segunda-feira o ex-diretor internacional da Petrobras Jorge Zelada a 12 anos e 2 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Moro absolveu o réu da acusação de evasão de divisas.

Na mesma ação foram condenados o ex-diretor geral da área internacional da estatal Eduardo Musa (corrupção passiva e lavagem de dinheiro) e os lobistas Hamylton Padilha (corrupção ativa e lavagem de dinheiro) e João Augusto Rezende Henriques (corrupção passiva).

Para a força-tarefa de procuradores, pelo menos 31 milhões de dólares do esquema foram parar nas mãos de Zelada, de Musa e do PMDB, responsável pelo apadrinhamento político do ex-dirigente. 


De acordo com a acusação, em troca da propina, Zelada atuou diretamente no esquema ao praticar diversas irregularidades e manipulações para favorecer a companhia e ao não cumprir regras pré-estabelecidas pela Petrobras na celebração de contrato. A Comissão Interna de Apuração da própria estatal concluiu que o contrato não foi submetido à diretoria executiva da Petrobras, como recomendado, não houve a elaboração de um relatório final para a contratação da companhia, as propostas comerciais foram enviadas por e-mail e a diretoria executiva teve acesso a um relatório incompleto sobre o processo.

Lula e a verdade sobre a mentira

No video que vai no link a seguir, Lula explica de que modo age a "desgraça da mentira". Ele está ali como é.

Na fala, Lula diz:

- A desgraça da mentira é que você vai passar a vida toda mentindo para ocultar a primeira mentira.

O vídeo vai no blog de Fernão Lara Mesquita e tem a ver com as mentiras que Lula conta para justificar a mentira inicial de que não é seu o triplex do Edifício Solaris.

CLIQUE AQUI para ver.





Festa dos Navegantes está confirmada para este feriado do dia 2 em Porto Alegre

Apesar da devastação causada pelo temporal de sexta-feira na cidade e a previsão de tempo instável,  milhares de fiéis que tomarão as ruas de Porto Alegre nesta terça-feira, para participar da 141ª Procissão de Nossa Senhora dos Navegantes. Os festejos se iniciarão às 7h na Igreja do Rosário, no Centro Histórico, onde ocorrerá a primeira missa. Em seguida, às 8h, começará o cortejo da santa até a Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, na Avenida Sertório. O percurso deve levar cerca de duas horas e meia.

Por volta das 11h, com o público reunido à volta do palco montado em frente à igreja, na Praça de Navegantes, o arcebispo dom Jaime Spengler celebrará a missa campal. A imagem será levada de volta para o local de origem, no interior da Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, às 20h. No período da tarde, haverá missas dentro do santuário, às 14h, às 16h e às 18h.


A Festa de Nossa Senhora de Navegantes existe desde 1871, A expectativa de público para este ano é de 200 mil pessoas.

Shopping Total avisa que voltou a funcionar a pleno nesta segunda-feira

O CEO do shopping Total, Eduardo Oltramari, avisou ao editor, via WhatsApp, que todas as operações reabriram a pleno nesta segunda-feira.

O temporal de sexta-feira ficou para trás.

A Rua Gonçalo de Carvalho, "a mais arborizada e bela do mundo", que fica nos fundos do shopping, foi devastada pela tempestade.

6.654 leitores já assinaram lista contra entrega do Mérito Farroupílha ao tirano Evo Morales

6.654 leitores já assinaram a lista de apoio à ação popular protocolada pelo advogado gaúcho Pedro Lagomarcino contra a entrega da Medalha do Mérito Farroupilha ao tiranete boliviano Evo Morales.
Ele quer que a Assembléia do RS não cumpra o pedido feito pelo deputado Edegar Preto, PT.

A meta é 10 mil assinaturas.

CLIQUE AQUI para também assinar.

Lamachia defende posição da OAB contra a CPMF

O novo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Claudio Lamachia, eleito neste domingo, concedeu entrevista ao Sergipe 247, blog do site Brasil1247, defendendo que a Ordem reforce seu papel de defensora dos interesses da sociedade. Ele pontuou que a entidade desempenhará função importante nas eleições deste ano contra o caixa dois e pela conscientização do voto.

Claudio Lamachia preferiu não se posicionar sobre o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff e em relação ao pedido de afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara. 

O novo presidente da Ordem ainda se disse contra o retorno da CPMF.

Tarso Genro, ora, vejam só, diz que a mídia brasileira é nazista e persegue o "judeu" Lula da Silva

Tarso faz figuração para se posicionar como herdeiro de Lula e do PT, cujo destinos aproximam-se rapidamente da lata de lixo da história. 


O ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro (PT), que como Brizola trocou Porto Alegre pelo Rio, atribuiu característica de nazismo ao tratamento dispensado ao ex-presidente Lula pelo que ele chama cartel da mídia, formado por Folha, Globo, Estadão e Veja.

Apesar de buscar o apoio incessante da blogsfera durante seu período de governo, como também dos jornais da RBS, Zero Hora entre eles, o líder petista gaúcho ignorou-os.

E todos seguem o mesmo diapasão do chamado cartel, porque os fatos teimam por afrontar sua retórica delirante e fascista, que pretende reduzir tudo a um confronto entre o líder da organização criminosa e a mídia, quando na verdade o enfrentamento se dá com a Justiça. 

"A mídia faz de Lula o judeu da década, como os nazis fizeram deles e comunas os alvos do seu ódio à democracia social. É só ler. Weimar", escreveu Genro em sua conta no Twitter.

O ex-governador é judeu, mas não sabe do que fala, mistificando todos os registros históricos de perseguição aos judeus, que não têm nada a ver com a história que ele reconta de modo mentiroso. 

Tarso Genro, que disse ter lido Lênin, revisitando-o delirantemente, faz o mesmo com Weimar.

Para o ex-ministro da Justiça, a crise que atinge os jornais e revistas do mundo não é somente em função das mudanças tecnológicas, é também de credibilidade e qualidade; "Suma: Lula é perseguido, não por eventuais ilegalidades que cometeu, mas porque simboliza um cantinho para os "de baixo", na democracia", afirma.

Bolsas da Europa operam em queda, seguindo as pegadas de Xangai e Hong Kong

Londres, via WhatsApp

A Bolsa de Londres, após alta registrada no início do dia, opera agora em pequena baixa de 0,45%. Frankfurt e Paris seguem no mesmo ritmo.

O preço do petróleo crava pequena baixa, 0,9% para o barril do petróleo tipo Brent.

As Bolsas de Xangai (-1,78%) e Hong Kong (-0,45%) fecharam em queda, mas Tóquio encerrou o pregão com alta consistente, 1,98%.

Mercado revisa para cima projeções de inflação para este ano

O mercado revisou novamente para cima as suas projeções de inflação, conforme apontado pelo Relatório Focus, com estimativas coletadas até o dia 29 de janeiro, divulgado hoje pelo Banco Central. 

A mediana das expectativas para o IPCA de 2016 subiu de 7,23% para 7,26% e avançou de 5,65% para 5,80% para 2017. As estimativas para o PIB em 2016 passaram de uma queda de 3,00% para outra de 3,01% e, para o ano que vem, passaram de um crescimento de 0,80% para outro de 0,70%. A mediana das projeções para a taxa Selic caiu de 14,64% para 14,25% no final de 2016 e se manteve estável em 12,75% para 2017. Por fim, as estimativas para a taxa de câmbio subiram de R$/US$ 4,30 para R$/US$ 4,35 no final deste ano e permaneceram em R$/US$ 4,40 ao final do ano que vem.

Bradesco e Santander armam rede de proteção para enfrentar multiplicação de calotes

O jornal O Estado de S. Paulo informa hoje que Bradesco e Santander sinalizaram, com os resultados do quarto trimestre, o quão mais difícil será 2016, com calotes em trajetória ascendente e crédito crescendo muito pouco, podendo, inclusive, retrair-se. Essa já foi a tônica do final do ano passado que prevaleceu até mesmo no período mais aquecido para a economia brasileira, contendo a expansão dos lucros e também da rentabilidade das instituições financeiras.

Leia toda a reportagem e previna-se:

Parte das metas traçadas pelos bancos não foram alcançadas em 2015, o que, na visão do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, configurou-se em um dos períodos mais complexos e desafiadores da história política e econômica brasileira. Como resultado, o banco, que divulgou nesta semana seus números de 2015, traçou métricas mais conservadoras para 2016. Já o espanhol Santander renovou alguns de seus antigos desejos, sobretudo o de ser mais rentável, aproximando-se de players privados e acalmando as críticas do mercado.

O Bradesco anunciou lucro líquido contábil de R$ 4,353 bilhões no quarto trimestre de 2015, alta de 9% em um ano. Em todo o exercício, o resultado cresceu quase 14%. Um dia antes, o Santander reportou lucro líquido gerencial, que não exclui o ágio da compra do Real, de R$ 1,607 bilhão no quarto trimestre, cifra 5,65% maior ante igual período de 2014. No ano passado todo, o ganho avançou 13,2% ante 2014.

"Foi necessário esforço redobrado para responder de forma eficiente e rápida às transformações da economia em 2015. Foi um período atípico. Focamos na prudência com o objetivo de proteger os fundamentos da organização e ainda uma dosagem extra de agressividade para procurar maiores eficiências em custo", avaliou Trabuco, em conversa com jornalistas.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

Artigo, Marcelo Aiquel - Bolo de fel

Todos os que são adversários da ideologia comunista sabem bem o que esta “doença” ensina.
      
Um dos maiores pregadores do comunismo em todo o mundo foi Vladimir Illitch Lenin. Influenciado pelas teorias criadas por Karl Marx e Friederich Engels (os “pais” do marxismo), o revolucionário soviético Lenin – também conhecido como Lenine –é autor de frases como:

“Precisamos odiar. O ódio é a base do comunismo. As crianças devem ser ensinadas a odiar seus pais se eles não são comunistas.”

“Xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz.”

 Com estes sutis exemplos, podemos avaliar como pensam seus seguidores. E o que são capazes de fazer.
      
Não é difícil reconhecer e identificar as pessoas que admiram e compartilham destes ideais. Se bem que, entre tantos, conhecemos várias figurinhas carimbadas que se dizem favoráveis às ideias do russo, mas, ao contrário dele, adoram os prazeres do capitalismo.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Depois de 250 anos, Porto Alegre ganha finalmente uma Estratégia de Resiliência

A Estratégia de Resiliência é um programa que saiu agora em Porto Alegre, sob a coordenação do secretário Cesar Busatto (camisa branca, na foto), que trabalhou dois anos com equipes acadêmicas e de outras extrações sociais. 

É preciso ser justo: 
Porto Alegre nunca se preocupou de verdade com a prevenção e com planos de contingência para o enfrentamento de desastres como os que foram provocados pelo temporal de sexta-feira.
E nem o RS como um todo.

Embora no seu último ano de gestão, a prefeitura finalmente lançou a sua primeira Estratégia de Resiliência de Porto Alegre, sendo que um dos pontos fundamentais engloba uma ação sistêmica capaz de tornar a cidade mais articulada e preparada para uma vida social, política e economicamente mais organizada. 

Foi dia 27 de janeiro.

No evento, a prefeitura da Capital firmou a intenção de destinar 10% do seu orçamento anual, cerca de R$ 645 milhões, para ações voltadas ao fortalecimento da resiliência. A medida garantirá o aporte de US$ 5 milhões para os próximos cinco anos pela Fundação Rockefeller, articuladora do Desafio 100 Cidades Resilientes no mundo, com o propósito de apoiar os esforços para a construção da resiliência em Porto Alegre. Como acontece desde o início da relação da cidade com a fundação, o valor não irá para o caixa da prefeitura e será destinado na forma de prestação de serviços e consultorias, essenciais para o desenvolvimento do projeto.

O lançamento da Estratégia de Resiliência teve dois momentos: a entrega dos Planos Regionais de Resiliência e a apresentação da estratégia. O documento, que conta com uma série de recomendações e ações práticas para tornar a cidade mais preparada para enfrentamento de adversidades, foi entregue pelo secretário municipal de Governança Local e coordenador de Resiliência, Cezar Busatto, ao prefeito, ao diretor mundial do Projeto 100 Cidades Resilientes, Michael Berkowitz, ao coordenador de Resiliência de Medellín, na Colômbia, Santiago Uribe

Esta é a primeira estratégia de resiliência da cidade na América Latina e é um passo importante para o processo de adaptação das cidades

Áreas de ação - Na estratégia apresentada estão elencadas 35 iniciativas para aprimorar a resiliência da cidade nas áreas de Diversificação da Economia, Bem Viver, Mobilidade Humana, Riscos e Regularização Fundiária e Resiliência da Resiliência (Gestão e Orçamento Participativo). Para todas as ações, algumas já em andamento, foram identificadas metas, parceiros responsáveis e marcos para sua realização.

Smam engaveta 20 mil pedidos de avaliação de árvores de Porto Alegre

20 mil pedidos de verificação das condições de árvores de rua foram protocolados na sercretaria do Meio Ambiente de Porto Alegre, mas nenhum desses casos resultou no abate ou poda.

Isto potencializou os estragos causados pelo temporal de sexta-feira.

A Capital gaúcha tem 1 árvore de rua por habitante: 1,3 milhão.ela

Uma de suas ruas, a Gonçalo de Carvalho, que fica na parte de trás do shopping Total, considerada a mais bela do mundo, a mais arborizada da cidade, foi devastada (foto ao lado, antes da devastação).

O telefone 156 funciona, mas apenas para atender ligações.

Caxiense "Pioneiro" foi o primeiro jornal da RBS a publicar edição conjunta nos finais de semana

Ao contrário do que informou o editor na edição de sábado desta página, o Diário Catarinense não foi o primeiro jornal da RBS a acabar com a sua edição de domingo, unificando-a com a edição de sábado.

Zero Hora, Porto Alegre, fará o mesmo a partir de março.

O primeiro jornal do grupo RBS a ter edição conjunta sábado/domingo, foi o jornal Pioneiro, de Caxias do Sul, em 1994. A idéia, foi do Geraldo Corrêa e Luiz Fernando Zanini, então, gerente do jornal.

Opinião do editor - Governo e prefeitura reagem com lentidão e incompetência ao desastre de sexta-feira

Aviso de hoje do prefeito em exercício, Sebastião Mello: "Vamos levar duas semanas para arrumar tudo. Mandei comprar 30 motosserras, hoje, para ajudar".
Aviso de hoje do governador Ivo Sartori: "Paciência, muita paciência". 

Governo estadual e prefeitura de Porto Alegre parecem não se dar conta da gravidade do que acontece na Capital e sequer fazem mea culpa pela inépcia que demonstram. A reação para o colapso de ítens vitais da infraestrutura local não inclui apenas a revisão do que existe nas áreas de energia, água, limpeza urbana, saúde e segurança, mas também a oitiva decisiva das empresas que fornecem serviços de internet, telefonia fixa e telefonia celular. É que todos entraram em colapso ou estiveram perto disto.
Ninguém sabe em que escaninhos esconderam os planos de prevenção e de contingência do governo estadual e da prefeitura, para dar respostas imediatas a desastres climáticos como os de sexta-feira em Porto Alegre.
Ambos respondem com extraordinária lentidão e incompetência ao que aconteceu.
O prefeito José Fortunati até dá-se ao luxo de permanecer em viagem aos EUA.Ele tem postado mensagens desde a Big Apple.
Os prejuízos são econômicos, financeiros e sociais, atingindo diretamente a população e as empresas, mas também passam a percepção de que este não é mais um bom lugar para viver e empreender.
Os portoalegrenses que não conseguiram fugir para as praias ou para a serra, acabaram com os estoques de lanternas, velas e água mineral dos supermercados.
Refugiados dentro de casa por causa da bandidagem desbragada, não conseguem agora sequer manter-se dentro delas e sair às ruas em função da falta de luz e água.

Comentário do editor sobre triplex de Lula já tem 6.671 visualizações

O mais recente comentário diário do editor já cravou 6.671 visualizações de leitores. Ele foi postado sexta-feira.

O tema tratado é o mesmo destacado nas manchetes dos principais jornais (leia abaixo): o triplex de Lula.

O caso rende comentários, videos e fotos-montagens no Facebook.

CLIQUE AQUI para também examinar o conteúdo do comentário do editor.

Nova diretoria não é do ramo e não sabe o que faz na CEEE

Paulo de Tarso, na posse. 


Sem ter conseguido tomar pé das atividades, mesmo depois de um ano da posse do governador Ivo Sartori; envolvida numa disputa sem tréguas por planejadas demissões em massa; envolvida em disputas internas de diretoria, a nova diretoria da CEEE ainda não mostrou ao que veio.

Os dois diretores que mais diretamente estão ligados às ações da distribuidora nos eventos deste final de semana em Porto Alegre, não são do ramo.

O presidente, Paulo de Tarso, é economista, e seu diretor de Distribuição, Júlio Hofer, é advogado.

A CEEE move-se paquidermicamente na solução dos problemas causados pela tempestade de sexta-feira em Porto Alegre (leia nota abaixo).

O que produz prejuízos econômicos, financeiros e sociais de grande porte, gerando insegurança para quem pensa em morar, trabalhar e empreender na Capital e no RS.

100 mil continuam sem luz em Porto Alegre. Lentidão da CEEE é inaceitável.

A reação da CEEE está criminosamente lenta e decorre de visível má gestão. Sua lentidão afeta diretamente o suprimento de energia para pessoas e empresas, produzindo graves prejuízos econômicos, financeiros e sociais, mas também impediu até ontem a normalização dos serviços de fornecimento de água. 

Mesmo chegando ao terceiro dia depois da tempestade de sexta-feira em Porto Alegre, a CEEE não conseguiu restabelecer o suprimento de energia para 100 mil habitantes, o correspondente a quarenta e um mil pontos sem luz.

A CEEE disse esta manhã que dos 41 mil pontos em colapso, mais de 48 horas depois dos eventos, 38 mil são da capital. 

Conforme a CEEE, a maioria dos clientes afetados vive nos bairros Bom Fim, Bom Jesus, Centro, Menino Deus e Petrópolis. Em muitos edifícios funciona apenas uma das fases. A falta de suprimento completo, afeta o suprimento de águas dos apartamentos, imobiliza os elevadores e produz queima de lâmpadas e aparelhos eletrodomésticos. 

Tempestade de sexta-feira produziu ventos de até 150 km/h Hoje será dia de sol no RS.

A rajada máxima dos ventos da tempestade de sexta-feira em Porto Alegre foi de 120 km/h, no Jardim Botânico, mas no Menino Deus e Praia de Belas,análise de danos sugere rajadas acima de 150 km/h. A foto ao lado é de ontem, domingo, obtida via iPhone do editor.

Esta segunda-feira será dia de sol, embora com nuvens esparsas, no RS. O dia será de temperaturas amenas, 21 graus em Porto Alegre e 17 graus em Gramado, neste momento.

Porto Alegre teve tempestade severa isolada, gerada pelo calor que na sexta foi a 39,3ºC na Capital e 40,2ºC nos vales. Áreas de instabilidade se formaram nos vales do Rio Pardo e Taquari. Ao alcançarem a Região Carbonífera explodiram e formaram uma supercélula de tempestade que, ao atingir a Capital, se intensificou e gerou um “downburst”. 



Esta “explosão atmosférica” é uma corrente de vento descendente violenta que ao alcançar a superfície se expande de forma radial com vento destrutivo e com força até de tornado.

Brigada reage e reduz criminalidade no RS. Porto Alegre melhora seus índices.

As operações desencadeadas pelas forças policiais gaúchas em janeiro apontam resultados que não são surpreendentes, porque mostram que houve reação forte da Brigada e da Polícia Civil.

O levantamento a seguir da Secretaria da Segurança Pública leva em consideração os primeiros 24 dias do ano.

As informações foram passadas esta manhã pelo governo.

Em comparação com o mesmo período em 2015:
Homicídio doloso: queda de  11,57%. 
Furtos: queda de 31,23%
Furtos de veículos: menos 1,55%
Roubos: menos 3,55%

Na capital, Porto Alegre, o levantamento revela queda de 39,29% nos homicídios dolosos, 38,26% nos crimes de furto e 20,86% nos crimes de furto de veículos. Mesmo assim, a BM programa ações de visibilidade, saturação de áreas e barreiras policiais. A intenção é o enfrentamento direto contra o tráfico de drogas em locais de grande incidência e zonas consideradas de maior vulnerabilidade social. A Polícia Civil aposta em ações de inteligência policial e no desmantelamento de quadrilhas especializadas em tráfico de entorpecentes, roubo e receptação de veículos roubados.

Claudio Lamachia assumirá presidência nacional da OAB daqui a pouco

O advogado gaúcho Claudio Lamachia assumirá hoje a presidência nacional da OAB. Ele é o primeiro advogado militante no RS que assume o cargo nos 85 anos da entidade. Outro gaúcho, Raymundo Faoro, também presidiu a OAB, mas ele advogava no Rio, onde escreveu uma obra consagrada, "Os donos do Poder".

Fábula., Mary Zaidan, O Globo - Marisa Letícia

Protagonista de absurdos ─ dos canteiros em formato de estrela que mandou plantar nos jardins do Palácio da Alvorada e da Granja do Torto à requisição e obtenção de cidadania italiana para ela e a prole no segundo ano do primeiro mandato presidencial de seu marido ─, Marisa Letícia Lula da Silva volta à cena. E em grande estilo. Seria dela a opção de compra do tríplex frente ao mar no Guarujá, alvo de investigações do Ministério Público de São Paulo e da Lava Jato. O mesmo imóvel que já foi, era e nunca foi de Lula.

Idealizado pela Bancoop, cooperativa criada em 1996 pelos petistas ilustres Ricardo Berzoini, hoje ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, e João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, condenado a 15 anos e quatro meses pelo juiz Sérgio Moro, o tríplex apareceu na declaração do candidato Lula, em 2006, com um valor irrisório de R$ 47,6 mil. Referia-se a uma parcela do financiamento do Edifício Solaris, então na planta, em que outros petistas, incluindo Vaccari, tinham comprado apartamentos.

Até aí, o anormal era apenas o fato de a Bancoop lançar um empreendimento de alto luxo depois de já ter dado cano na praça, usurpando a poupança e os sonhos de mais de três mil cooperados. Algo que Lula, como sempre, alegará que não sabia.

A estapafúrdia história do tríplex não para aí.

CLIQUE AQUI para ler tudo.