Dono da UTC chama Chinaglia e ministros de Dilma como testemunhas. Ele avisa que o escândalo é político.

Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, arrolou como testemunhas líderes do petismo, deste governo e do governo Lula.  Estão na sua lista o atual ministro da Defesa, Jaques Wagner, ex-governador da Bahia; Arlindo Chinaglia, candidato do PT e do governo à presidência da Câmara, e Paulo Bernardo, ex-ministro das Comunicações. Ele foi além: resolveu  chamar também Paulinho da Força (SD-SP), Arnaldo Jardim (PPS-SP), Jorge Tadeu Mudalen (DEM-SP) e Jutahy Magalhães (PSDB-BA).
Pessoa está preso desde novembro. Ele é apontado como coordenador do que foi chamado “Clube das Empreiteiras”. Em um manuscrito de sua autoria, revelado pela revista VEJA, o empresário deixa claro que o escândalo que veio à luz é de natureza política. Não se trata apenas de um conluio de empresas assaltando o erário. Nas entrelinhas, fica claro que o coordenador da festa é o PT. Tanto é assim que o autor afirma que o Edinho Silva, tesoureiro da campanha de Dilma, está “preocupadíssimo”. Um réu só chama como testemunha de defesa pessoas que ele acredita possam fazer depoimentos que lhe são favoráveis. Pessoa deixa claro que o esquema de corrupção é muito maior do que se investiga até agora. UTC, uma empreiteira baiana, chamou Jaques Wagner, ex-governador da Bahia!

O dono da UTC parece isposto a ir fundo, 

Deputado gaúcho devolve todo o salário de R$ 25 mil porque não acha justo receber tudo isto por um mês de mandato

Julgo inadequado aceitar o valor, diante do quadro de dilaceramento dos cofres públicos, que será depositado na minha conta corrente, com os descontos previstos em lei, nesta sexta-feira(30) último dia de meu relâmpago mandato no Parlamento", disse o deputado na nota que entregou ao presidente da Assembléia. O deputado, que foi prefeito de Esteio, alegou, também, que os r$ 25.322,25 que recebeu ajudarão o governo estadual a pagar as contas, "diante do quadro de dilaceramento dos cofres públicos". Leia a nota completa: Venho informar que devolverei o valor referente à AJUDA DE CUSTO (Resolução 3.104/2013 DOAL), garantida aos deputados estaduais no valor bruto de R$ 25.322,25.

O deputado socialista Vanderlan Vasconcelos disse há pouco ao editor que resolveu devolver todo o salário que recebeu do mês de janeiro, único mês em que exerceu o mandato por ter assumido como suplente. "

Julgo inadequado aceitar o valor, diante do quadro de dilaceramento dos cofres públicos, que será depositado na minha conta corrente, com os descontos previstos em lei, nesta sexta-feira(30) último dia de meu relâmpago mandato no Parlamento.

Quem conhece a minha trajetória politica não poderia esperar outra posição. Portanto, irei repassar o valor, integralmente, na conta corrente da ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RS.

Finalmente, informou que estou oficiando o Presidente da Assembleia, informando a decisão e solicitando que faça os encaminhamentos necessários para que o recurso retorne aos cofres públicos do Poder Executivo. Assim, fará frente às reais necessidades de nossa sofrida sociedade gaúcha que espera melhorias nas áreas prioritárias da saúde, educação e segurança.

Vale lembrar as palavras de Mandela: “O que vale na vida não é o simples fato de que termos vivido. É o que temos feito diferença na vida de outras pessoas que irão determinar o significado da vida que levamos”.

Deputado Estadual Vanderlan Vasconselos - PSB

Petrobras avisa que poderá não pagar dividendos, cai de novo e acumula perdas de 14% em 2 dias

Nas redes sociais, o trio envolvido nos escândalos são apresentados como pilantras. A crise não consegue se afastar da Petrobrás, cuja direção poderá cair a qualquer momento, caso o governo não caia junto. Isto tudo se refletiu de novo na Bolsa. Após operar em queda durante a maior parte desta quinta-feira (29), o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, se recuperou nas últimas horas de negociação e fechou em leve alta de 0,14%, a 47.762,24 pontos. A Petrobras caiu de novo e acumula perdas de quase 14% em dois dias.

A estatal fez, nesta quinta, teleconferência sobre o balanço não auditado no terceiro trimestre de 2014, que foi divulgado na madrugada de quarta-feira . O balanço decepcionou analistas e investidores por não conter uma orientação clara sobre o valor justo dos ativos da estatal.
Na teleconferência, o diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, disse a analistas e investidores que há possibilidade de não haver pagamento de dividendos a acionistas, "alternativa que pode ser avaliada dependendo da situação da companhia". 

Trensurb elabora plano de ações para reduzir subsídio federal

O Conselho Fiscal da Trensurb, o trem meropolitano de Porto Alegre (metrô federal)  está exigindo de seus gestores um plano de ações para reduzir o subsidio do governo federal, que gira em torno de 80 milhões anuais. Estas ações devem ser apresentadas com especificação de prazos e impactos até o fim de fevereiro.

Cade aprova compartilhamento de redes 2G e 3G por Oi e TIM

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou o acordo de compartilhamento de infraestrutura de redes firmado entre as operadoras de telefonia celular TIM e Oi, informa despacho publicado pela superintendência-geral da autarquia no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira.

O objetivo da parceria é obter maior eficiência na cobertura e no atendimento a pequenas localidades do interior do país, com população abaixo de 30 mil habitantes.

O compartilhamento aprovado hoje pelo Cade já tinha sido aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Procuradora Paula Roussef, filha de Dilma e Araújo, aciona RBS por prática selvagem de contratações. Caso será investigado pelo Ministério Público do Trabalho.

O Grupo RBS passou a usar uma fórmula cruel e ilegal de contratação de funcionários, obrigando-os a assumir a condição de pessoa jurídica. A prática é comum em todos os jornais de Porto Alegre e visa escapar do pagamento de encargos sociais. Na Justiça do Trabalho, as empresas são invariavelmente punidas, mas elas apostam no temor dos trabalhadores, que não querem sofrer vetos futurois. Esta prática da RBS vai render um tremendo dissabor para a direção do grupo, porque foi aberto um inquérito no Ministério Público Federal do Trabalho pela procuradora Paula Rousseff Araujo, filha da presidente petista Dilma Rousseff. A medida foi tomada nesta terça-feira. Leia a decisão do Ministério Público Federal do Trabalho a seguir:
MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO
Procuradoria Regional do Trabalho da 4ª Região
PORTARIA COORD-1 Nº 78/2015, de 27 de janeiro de 2015.
A Procuradora do Trabalho subscrita no uso das atribuições legais e institucionais que lhe são conferidas pelos artigos. 129, inciso III, da Constituição da República de 1988, 6º, inciso VII, e 84, inciso II, da Lei Complementar nº 75/93 e 8º, parágrafo 1º da Lei nº 7.347/85; considerando os termos do acórdão proferido pela 7ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região no processo nº 0000177-85.2011.5.04.0019, movido contra a RBS - ZERO HORA EDITORA JORNALÍSTICA S.A., indicando que foi
verificado o desvirtuamento da relação de emprego pela determinação de criação de pessoa jurídica por trabalhadora cujas atividades eram prestadas de forma habitual e com subordinação, estando vinculadas às necessidades essenciais da tomadora do serviços; considerando que a Constituição da República atribui ao Ministério Público a defesa da
ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis, estabelecendo que, dentre outras, é sua função institucional promover o inquérito civil e a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e
de outros interesses difusos e coletivos (arts. 127, caput, e 129, inciso III, da Constituição da República de 1988); considerando que ao Ministério Público do Trabalho compete instaurar inquérito civil e outros procedimentos administrativos, sempre que cabíveis, para assegurar a observância dos direitos sociais dos trabalhadores (art. 84, inciso II, da Lei Complementar nº 75/93), promovendo a ação civil pública no âmbito da Justiça do Trabalho, para a defesa de interesses coletivos, quando desrespeitados os direitos sociais constitucionalmente garantidos (art. 83, inciso III, da Lei Complementar nº 75/93); considerando a necessidade de aprofundar a investigação, com o objetivo de apurar os fatos denunciados;
RESOLVE:
I - Instaurar INQUÉRITO CIVIL contra RBS - ZERO HORA EDITORA JORNALÍSTICA S.A.,
com endereço na Av. Ipiranga, nº 1075, Azenha, Porto Alegre, RS, tendo por objeto a
apuração dos fatos denunciados e a busca de soluções administrativas ou de elementos
para a propositura das medidas judiciais que se fizerem necessárias, visando à defesa da
ordem jurídica e à proteção dos interesses que ao Ministério Público do Trabalho incumbe
resguardar, fixando, como objeto do inquérito, os item 03.01.06 - Desvirtuamento de
Pessoa Jurídica, do temário unificado do MPT.
II - Determinar a formação dos autos de INQUÉRITO CIVIL, com a juntada desta Portaria e
das peças que compõem a Notícia de Fato nº 000191.2015.04.000/6.
III – Determinar a afixação dessa Portaria no local de costume dessa Procuradoria Regional do Trabalho da 4ª Região pelo prazo de 30 (trinta) dias, bem como sua publicação eletrônica na página desta PRT.
IV – Nomear como Secretario para atuar no presente Inquérito Civil o Servidor Fernando Hampel.
PAULA ROUSSEFF ARAUJO - Procuradora do Trabalho
O inquérito civil promovido pela procuradora Paula Rousseff Araujo se baseia em decisão tomada em processo julgado no Tribunal Regional do Trabalho, em Porto Alegre, que tem as seguintes informações:
Processo no TRT 0000177-85.2011.5.04.0019 (RO)
Procedência 19ª Vara do Trabalho de Porto Alegre
Na autuação 8 Volume(s) / 1511 Folha(s)
Juiz DENISE PACHECO
Órgão julgador 7a. Turma
RECTE RBS - ZERO HORA EDITORA JORNALÍSTICA S.A.
Procurador Cláudio Dias de Castro
RECTE SONYARA THIELE
Procurador André Luís Soares Abreu
RECDO OS MESMOS
Vara do Trabalho 19ª VARA DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE
Reclamante Principal Sonyara Thiele

Reclamada Principal RBS Zero Hora Editora Jornalística S.A

UOL acha que é iminente a queda de Graça Foster

O site UOL, Folha de S. Paulo e O Glob, informa esta tarde que só a presidente Dilma Roussef ainda garante Graça Foster na Petrobrás. Os ministros e assessores mais próximos de Dilma já estão todos convencidos de que a troca precisa ser feita de uma vez por todas. O grande problema do governo é encontrar alguém que queira o cargo, já que todos temem envolvimento no caso e comparecimento ordinário aos bancos de oitiva da PF, do MPF e da Justiça Federal. O site acha que a queda de Graça Foster é iminente.

Colnaghi aconselha redução de 10% a 15% nos preços dos imóveis semi-novos gaúchos para garantir vendas no RS

O diretor da gaúcha Colnaghi, Paulo Colnaghi, disse esta tarde ao editor que a crise de liquidez atual, com poucos clientes circulando no mercado imobiliário, está refletindo nas estratégias das empresas do setor. O que ele informou: “ Neste ano, a Colnaghi Imóveis já reuniu os seus clientes para atualizá-los em relação às perspectivas de compra e venda. A conseqüência vem sendo os ajustes nos preços dos semi-novos, com reduções que variam de 10% a 15% em relação a 2014”.

., De acordo com os consultores imobiliários da Colnaghi, proprietários que não baixaram os preços neste período de janeiro, tendem a fazê-lo no decorrer do ano pela necessidade natural de reduzir o tempo de venda de seus imóveis. Da carteira de clientes da empresa, 30% já aceitaram o atual cenário e readequaram os seus valores, considerando o grande volume de oferta disponível para poucos compradores

CGU bate recorde de punições a servidores públicos em 2014

A CGU bateu recorde de punição de servidores públicos em 2014, afastando 550 servidores, por demissão, destituição do cargo ou cassação de aposentadorias. Em 2013, foram 528. Dos punidos em 2014, 365 foram por corrupção.

O Ministério da Previdência concentra a maioria dos demitidos: 160 casos, seguido da Educação, com 99, e da Justiça, com 67.

Dólar sobe mais de 1% e é vendido a R$ 2,61; Bovespa cai 0,17%

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, voltava a operar em queda, com perda de 0,17%, a 47.614,37 pontos, por volta das 14h15 desta quinta-feira.

No mesmo momento, o dólar comercial avançava 1,19%, a R$ 2,608 na venda. Investidores avaliavam que o comunicado do Federal Reserve (Fed), divulgado na véspera, sinalizou que o banco central americano deve elevar os juros ainda neste ano.

Nesta manhã, o Banco Central brasileiro deu continuidade às intervenções diária no mercado de câmbio, vendendo 2.000 contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda futura de dólares), e também realizou mais um leilão para rolar os swaps que vencem de 2 de fevereiro.

Porto Alegre não é Havana ?

Na entrevista postada hoje pelo site PB com Gustavo Grisa, diretor da Agência Futuro, um dos principais profissionais, no Brasil, que mais tratam da regeneração urbana e da economia de grandes centros urbanos ele fala sobre o processo de revitalização econômica da região portuária do Rio de Janeiro, que muda positivamente "a cada dia". O profissional diz que Porto Alegre está com "ares de Detroit", em especial regiões como parte do Bairro Floresta, a avenida Farrapos, e parte do  centro da cidade "que, hoje, já não é uma centralidade para a cidade.

No vídeo a seguir, gravado na manhã desta quinta-feira (29/01/2015), no viaduto Otávio Rocha, na avenida Borges de Medeiros, em Porto Alegre, você poderá observar a "favelização" que se encontra o centro da capital gaúcha, que cada vez mais se parece com a pobre Havana (Cuba) do que com a americana Detroit. E o governo Dilma continua utilizando o bordão: "Brasil, um país sem miséria". Se em Porto Alegre, que tem um dos melhores IDHs do Brasil, a situação é essa, imaginem o norte e o nordeste.

CLIQUE aqui para ver o vídeo da degradação social que se encontra o centro de Porto Alegre.

Número de homicídios no último ano do governo Tarso supera os últimos 12 anos

O número de homicídios no Rio Grande do Sul em 2014 supera os últimos 12 anos (quadro ao lado). Os dados estatísticos são da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Em 2014, foram registrados 2.346 homicídios no estado e é o maior índice desde 2002. No ano passado, a média é de seis assassinatos por dia, um aumento de 22% em relação a 2013, quando foram registrados 1.914 casos. Em Porto Alegre, o aumento dos homicídios foi ainda maior, 24% em relação a 2013.
 
Também no ano passado, o número de furtos e roubos de veículos no RS aumentou em relação a 2013, 12%. No ano passado, por hora, pelo menos três veículos foram levados pelos ladrões no estado. Os furtos e roubos de veículos em 2014 são os maiores desde 2006. (As informações acima são do blog Caso de Policia).

Marfrig propõe manter frigorifico com menos empregados

Em reunião realizada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 4ª Região (RS) nesta quinta-feira, em Porto Alegre, o frigorífico Marfrig apresentou a proposta de manter suas atividades em Alegrete por no mínimo um ano, com a manutenção parcial do número de postos de trabalho.

A empresa prometeu manter 250 trabalhadores no município e realocar até 120 em outras unidades do Estado. A proposta será analisada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Alimentação de Alegrete, que dará uma resposta na próxima reunião de mediação, marcada para a próxima quinta no Tribunal Regional do Trabalho.

A Marfrig havia anunciado a demissão de 600 empregados em Alegrete para o dia 4 de fevereiro, porque pretendia encerrar as atividades no local.

Índice de Vendas do Comércio gaúcho caiu 4,7% em novembro de 2014

O comércio gaúcho encerrou novembro de 2014 com uma queda real de 4,7% nas vendas na comparação com o mesmo período do ano anterior. Os dados são do Índice de Vendas do Comércio (IVC), calculado pela Fecomércio-RS e Fundação de Economia e Estatística (FEE)a partir de dados fornecidos pela Secretaria da Fazenda (Sefaz).

Em nota, a Fecomércio-RS aponta que o resultado negativo foi determinado pela redução de 5,5% no desempenho do comércio atacadista (IVA) e de 4% do comércio varejista (IVV). O índice é divulgado considerando as sete mesorregiões do Rio Grande do Sul e 30 municípios.

A queda em novembro zerou os ganhos do acumulado do ano das vendas para o comércio como um todo. O comércio atacadista (IVA), contudo, mesmo com os números negativos de outubro e novembro, manteve-se no campo positivo (1,4%).  Já, o comércio varejista (IVV) apura uma queda de 1,5% nessa base de comparação.

Governo Dilma entrega resultado fiscal R$ 100 bi menor que o prometido

Apesar de todas as manobras contábeis, as contas do governo fecharam com um resultado R$ 100 bilhões menor do que o prometido pela equipe econômica em 2014. O governo saiu de uma meta de R$ 80 bilhões para as contas do chamado Governo Central fixada para 2014 para um déficit de R$ 20 bilhões efetivamente registrado.

Os dados divulgados nesta quinta-feira, indicam que o governo conseguiu uma margem de manobra de R$ 161,741 bilhões para administrar o resultado negativo nas contas do governo no passado. Essa é a soma das despesas pagas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) - R$ 57,69 bilhões - e das desonerações tributárias, de R$ 104,04 bilhões em 2014.

BC prevê que energia elétrica custará 27,6% mais em 2015

O Banco Central prevê alta nos preços administrados em 2015, que deverão subir, pela nova estimativa, 9,3%. A projeção anterior era de uma alta de 6%. Para 2016, a previsão é de uma alta menor de 5,1%, quando comparada à estimativa de 5,2% anterior.

Na ata divulgada nesta quinta-feira, a primeira do ano, o Banco Central mudou a forma como costuma construir o parágrafo que detalha os preços administrados e passou a inserir explicações para algumas projeções. Entre as alterações da autoridade monetária, ela voltou a fazer projeções para a gasolina e para o botijão de gás, algo que havia sido retirado de documentos anteriores em função de polêmicas em torno das perspectivas do BC para os combustíveis.

No final do mês passado, o Relatório Trimestral de Inflação (RTI) trouxe a informação de que a projeção de alta dos preços administrados deste ano subiu de 6% para 6,2%, enquanto a para 2016 avançou de 4,9% para 5,2%. Já no Relatório de Mercado Focus da última segunda-feira, a mediana das estimativas para esses preços em 2015 subiu de 8,20% para 8,70%, enquanto a para 2016 caiu de 5,90% para 5,80%.

Aloysio avisa que balanço da Petrobrás é fajuto. E exige demissão de Graça Foster.

“A publicação desse balanço fajuto joga uma pá de cal no último fiapo de credibilidade que teria Graça Foster para dirigir a Petrobras: só Dilma finge não ver”, publicou o líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (SP), em sua página no Facebook.

Correios começou nova greve no RS

Os trabalhadores dos Correios no RS estão em greve desde o início da manhã. A decisão foi do sindicato da categoria. Os servidores querem negociar com a empresa a entrega de cartas e encomendas pela manhã e a contratação através de concurso.

Inflação do aluguel acelera para 0,76% em janeiro

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado para reajustar contratos de aluguel, acelerou para 0,76% em janeiro, acima do resultado de dezembro (alta de 0,62%), informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quinta-feira. O resultado ficou acima da expectativa em pesquisa da Reuters, cuja mediana apontava alta mensal de 0,63%. A alta do índice refletiu o forte avanço dos preços no varejo, pressionados principalmente por alimentação e eletricidade.
O Índice de Preços ao Consumidor, com peso de 30% no IGP-M, avançou 1,35% neste mês, contra 0,76% em dezembro. O destaque ficou para a alta de 1,66% do grupo Alimentação, bem maior do que em dezembro (0,85%). Somente o item hortaliças e legumes registrou avanço nos preços de 13,68% em janeiro, sobre 5,59% no mês anterior.
Já o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, registrou alta de 0,56% em janeiro, após avanço de 0,63% no mês anterior.
A FGV informou ainda que o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), por sua vez, subiu 0,70% em janeiro, contra alta de 0,25% em dezembro.
Leia mais: Inflação do aluguel fecha 2014 em 3,69% - menor taxa em 5 anos 
Mercado vê inflação mais distante da meta em 2015
Diante dos recentes anúncios de medidas fiscais pela nova equipe econômica, a pressão inflacionária não deve dar alívio em breve, com as expectativas já chegando a alta de 7% para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano.

O IGP-M é usado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

Serra diz que Dilma cairá como caíram Jango, Jânio, Getúlio e Collor

O novo senador tucano aposta que presidente Dilma Rousseff não vai concluir o mandato, tal como aconteceu com Collor. O que não se sabe é quando a revista Veja poderá repetir uma capa igual a que vai aí ao lado, referindo-se à queda do ex-presidente Fernando Collor, que não conseguiu se manter no poder. Segundo José Serra, há um completo desgoverno, agravado pela crise econômica e pelas denúncias de corrupção. Ele compara ambiente atual aos vividos por Jânio Quadros (PTN) e João Goulart (PTB), eleitos presidente e vice no pleito de 1960. Serra não erra em relação a Jânio, que renunciou para dar um golpe, mas que não enfrentava crise econômica alguma e nem crise política, mas acerta quanto a Jango, envolvido em crises política e conômica gravíssimas. É curioso que o senador tucano tenha esquecido de Getúlio Vargas e Fernando Collor, que caíram em cenários semelhantes aos que derrubaram Jango. 

Entrevista, Gustavo Grisa - A degradação de Porto Alegre lembra a velha Detroit

ENTREVISTA
Gustavo Grisa, diretor da Agência Futuro


O senhor é um dos principais profissionais, no Brasil, que mais tratam da regeneração urbana e da economia de grandes centros urbanos. Pode citar um projeto no qual trabalha ? 
Atualmente, entre outros projetos, trabalho no processo de revitalização econômica da região portuária do Rio de Janeiro, que muda "a cada dia", alterando positivamente o perfil do tipo de negócios e ocupação em regiões até então degradadas como Praça Mauá e Gamboa

/ Mas a sua base operacional é Porto Alegre ?
Eu resido em Porto Alegre.

/ E como enxerga a degradação da cidade neste momento ? 
Porto Alegre está com"ares de Detroit", em especial regiões como parte do Bairro Floresta, a avenida Farrapos, e parte do  centro da cidade "que, hoje, já não é uma centralidade para a cidade. O movimento nas ruas é até mesmo inferior a outros bairros

/ Como resolver isto ?
Faltam soluções sistêmicas que viabilizem investimentos e um movimento econômico que leve à substituição do padrão de ocupação do Centro e outras regiões degradadas da cidade. Essa á a única solução conhecida no mundo, a regeneração, através de diversos movimentos de âncoras e incentivos econômicos, e não apenas obras pontuais e boa vontade

/ Há 30 anos a prefeitura faz planos de revitalização da área central e isto deu que resultados ?
Esforços e investimentos feitos na região central até hoje têm sido "melhoramentos e obras públicas urbanas, obras civis", mas que não mudam o padrão de ocupação por não criar atratividade e mobilizar os agentes econômicos.

Mino Pedrosa denuncia que ministra do STF comprou mansão de doleiro da Lava Jato

O jornalista Mino Pedrosa conta no seu blog que a Ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia Antunes Rocha, adquiriu uma mansão no Lago Sul, bairro nobre de Brasília e pode ter caído em armadilha montada pelo doleiro Fayed Traboulsi, envolvido na operação Lava Jato da Polícia Federal.Mino informa que no dia 19 de setembro de 2013 o principal doleiro da capital da federal foi surpreendido as 6 hs da manhã pela Polícia Federal com mandato de prisão e busca e apreensão em suas propriedades, era a operação Miqueias que investigava fundos de previdência e pensão, deflagrada naquele dia. O material a seguir é todo do jornalista. A delegada Andréia Pinho conduziu o preso Fayed na viatura da PF até o endereço de outra propriedade na QI 17 conjunto 12 casa 11 Lago Sul, bairro nobre de Brasília. Escutas telefônicas autorizadas pela Justiça na operação Miqueias identificou várias propriedades do doleiro Fayed Traboulsi em nome de terceiros, usados como laranjas. A propriedade adquirida pela ministra do STF foi no valor de R$ 1.7 milhão, mas no mercado imobiliário a casa é avaliada por pouco mais de R$ 3 milhões. Seria um bom negócio para a ministra se não fosse o nome da proprietária, Andréa Felipe Ramos, casada com Alexandre Chaves Ribeiro, sócio do bicheiro Carlos de Almeida Ramos, conhecido como Carlos Cachoeira. Alexandre Chaves em parceria com Carlos Cachoeira e outro comparsa estavam envolvidos no escândalo dos Correios que deu início ao mensalão e a cassação do deputado federal do PMDB do Rio de Janeiro, André Luiz, na CPI dos Bingos. A mansão adquirida pela ministra do Supremo, Carmen Lúcia, estava em nome de Andréa Felipe Ramos e era usada como endereço de várias pessoas, entre elas o deputado federal peemedebista do Ceará, Mário Feitoza de Carvalho Freitas, investigado por suspeita de crime financeiro no caso do Banco Mercantil em 1996.Em depoimento a Polícia Federal o doleiro Fayed Traboulsi confessou ser o proprietário da casa, dizendo ter recebido em pagamento de dívida. Coincidência ou não, o casal laranja de Fayed e proprietário da casa, recebeu informações da operação e fugiu na madrugada fazendo toda a mudança do imóvel. A delegada que pensava surpreender Alexandre e Andréa ficou na viatura aguardando a chegada do chaveiro. Ao entrar na mansão constatou a mudança repentina do casal. O doleiro Fayed Traboulsi é sócio de Carlos Habib Chater, preso na operação Lava Jato acusado de tráfico de drogas e lavagem do dinheiro da corrupção da Petrobras e empreiteiras envolvidas no caso.Fayed e Carlos Habib Chater usaram CPFs de várias pessoas e empresas para lavar dinheiro oriundo de corrupção e tráfico de drogas. Fayed montou empresas no nome da esposa e dos filhos para enviar dinheiro sujo para paraísos fiscais no exterior e também trabalhava em dupla com Carlos Habib nos pagamentos de propinas oriundos de corrupção, atuando como um braço do doleiro Alberto Youssef, também preso na operação Lava Jato e fazendo pagamentos aos políticos em Brasília. Curioso é Fayed apesar da participação comprovada na operação Lava Jato, não ter tido sua prisão decretada. Agora, Fayed montou uma luxuosa casa de jogos clandestino em Brasília e esta sendo investigado pela Polícia Civil do DF apontado como chefe de um esquema de lavagem de dinheiro através de jogos ilícitos. A Polícia Civil do DF montou uma operação com agentes infiltrados que documentaram o esquema de lavagem de dinheiro. O nome de operação Lava Jato foi criado pela Polícia Federal com base no posto de gasolina em Brasília dos sócios, Fayed Traboulsi e Carlos Habib Chater. A mansão adquirida pela ministra Carmen Lúcia é de propriedade real do doleiro Fayed Traboulsi e nos registros no cartório figura, Andréa Filipe Ramos, que tem no seu CPF juntado a uma ficha corrida com vários estelionatos. Recentemente Andréa Ramos estava lotada no gabinete do Ex.mo Sr.Ministro José Roberto Freire Pimenta, do Superior Tribunal do Trabalho.

CLIQUE AQUI para examinar mais documentos. 

Cesar Benjamin prevê colapso humano, social e econômico sem precedentes se parar São Paulo

Aviso postado hoje no seu blog por Cesar Benjamin, cientista político, jornalista, um dos fundadores do PT e hoje crítico feroz do Partido: Se a Grande São Paulo (20 milhões de habitantes concentrados numa gigantesca conurbação) chegar ao ponto de ter cinco dias sem água e apenas dois com água, como o governo paulista começou a admitir, haverá um colapso humano, social e econômico como nunca vimos e que ainda não conseguimos imaginar. Grande parte do setor de serviços, que é a principal rede de empregos, terá de suspender suas atividades. A indústria também não poderá funcionar. Está mais do que na hora de pararmos com guerrinhas partidárias. Não só pela crise da água, mas pelas demais (inclusive a da política), podemos estar assistindo o início da maior crise da história da República. Tudo isso me lembra o "Ensaio sobre a cegueira", do Saramago. Torço para que esse cenário não se confirme, mas estou sinceramente temeroso. César Benjamin.

Mega-fábrica de R$ 5 bilhões da CMPC, em Guaíba, será inaugurada em maio

Será em maio a inauguração da nova Celulose Riograndense, em Guaíba (RS), com capacidade extra de 1,3 milhão de toneladas, fruto de investimentos de R$ 5 bilhões. A unidade pertencia à Fibria e foi adquirida pela chilena CMPC em 2012.

Lupatech reequaciona dívidas, vende ativos, procura sócio, mas enfrenta retração da Petrobrás

A Lupatech, Caxias do Sul, que há pelo menos 5 anos enfrenta delicada situação financeira e esteve à beira da falência, conseguiu reequacionar via negociações o seu calcanhar de Aquiles, as dívidas impagáveis, mas agora enfrenta forte retração da área de óleo e gás, onde concentra 80% dos produtos e serviços que coloca no mercado. A Lupatech continua se desfazendo de ativos e na semana passada vendeu a Jefferson Sudamericana por US$ 5,7 milhões. A dívida de R$ 1,6 bilhões de dois anos atrás, o pior momento, está agora em administráveis R$ 300 milhões. A empresa procura, agora, um novo sócio. O problema maior da empresa é o setor de óleo e gás, que  está virtualmente paralisado por força da Operação Lava Jato, que atingiu em cheio o grande contratante, a Petrobrás. O caso da Lupatech não é único e causa problemas para todos os fornecedores da estatal no RS e no Brasil. Os novos investimentos da Petrobrás encontram-se virtualmente paralisados, embora o fluxo de desembolsos pelas obras, serviços e produtos adquiridos ocorra normalmente, a não ser pelas contingências que não são novas.

Salgado Filho é o nono aeroporto mais movimentado do País. Foram 8,8 milhões de passageiros em 2014.

O aeroporto Salgado Filho, Porto Alegre, fechou 2014 como o nono de maior movimento de passageiros no Brasil, emplacando 8,8 milhões de passageiros, crescimento de 5,68%. Examine o ranking dos 10 mais, em milhões de passageiros, segundo a Infraero: Guarulhos, 39,5; Brasília, 18,1; Congonhas, 18,1; Galeão, 17,8; Confins (Minas), 10,8; Viracopos, 9,8; Santos Dumont, 9,7; Salvador, 8,9; Porto Alegre, 8,4; Curitiba, 7,4.

EPTC não consegue resolver apagão dos parquímetros de Porto Alegre

A EPTC não consegue resolver a apagão nos parquímetros de Porto Alegre. Quatro de cada cinco equipamentos não aceitam moedas.

Ana Amélia e Lasier ficam com Luiz Henrique, mas Paulo Paim apóia Renan Calheiros

Dois dos três senadores gaúchos decidiram ficar com Luiz Henrique, PMDB, na disputa com Renan Calheiros, o favorito, também do PMDB.

. Paulo Paim, PT, ficará com o atual presidente do Senado.

DEM garante apoio a Eduardo Cunha contra o PT

O DEM mandou dizer ao editor que não vai aderir à candidatura de Eduardo Cunha à presidência da Câmara dos deputados porque já fez isto.

Pactum está agora também em Brasília

A gaúcha Pactum  está agora emBrasília. Trata-se da maior empresa local de consultoria tributária, que já opera em Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo, Curitiba e Belo Horizonte.

Marcel Van Hatten será empossado deputado estadual no dia 3

A posse de Marcel Van Hatten como deputado estadual do PP, está agendada para terça-feira, 14h, com a desincompatibilização do deputdo Ernane Polo, que é o novo secretário da Agricultura. Marcel é o primeiro suplente da bancada. 

Desemprego na Grande Porto Alegre é o menor desde 1993

Apesar do quadro praticamente recessivo das economias do Brasil e do RS no ano passado, a taxa média anual de desemprego caiu de 6,4% para 5,9% da população economicamente ativa na Grande Porto Alegre. É o menor patamar desde 1993.Foram 109 mil desempregados. Os números são da Fundação de Economia e Estatística