Porto Alegre, 21h07min, 24 graus

24 graus em Porto Alegre, 21h07min, depois de um curto temporal e chuvas.

CEEE impõe novo apagão na Grande Porto Alegre. 50 mil casas estão sem luz desde as 17h.

É de 50 mil o número de residências sem energia elétrica neste momento,  após um temporal de cerca de 30 minutos acompanhado de fortes rajadas de vento. Sinaleiras de vários bairros de Porto Alegre foram desligadas, prejudicando o trânsito.  De acordo com a CEEE, as interrupções ocorrem principalmente pelo impacto de vegetais na rede. 

. Podem ser enviados torpedos para 27307 contendo a palavra luz e o número da instalação. Para urgências ou informar sobre fios caídos, ligue para o número 0800 721 2333.


. Um número indeterminado de moradores do Estado também sofre com falta de água neste sábado, grande parte por causa dos cortes na energia. 

Mulher que fugiu com o bandido Pizzolato não abandona o típico atrevimento petista

Atrevida, incapaz de revelar humildade diante da sua situação vergonhosa, ao ser abordada por jornalistas neste sábado, quando tentava visitar seu companheiro Henrique Pizzolato, Andrea Haas disparou críticas pesadas às Organizações Globo. Leia a nota do site www.brasil247.com.br:

Disse Andrea Haas que os recursos da Visanet, uma "empresa privada", foram aplicados em diversos veículos de comunicação. Andrea afirmou ainda que a Globo foi a maior beneficiada, recebendo R$ 5 milhões.

. Com a voz embargada, Andrea se dirigiu a uma repórter da Globo e a lembrou da acusação de sonegação fiscal que pesa contra a emissora dos Marinho. "Ele está preso e vocês da Globo estão devendo dinheiro público, isso é uma vergonha, mais de R$ 700 milhões", diz ela.

. Recentemente, a Globo foi autuada em R$ 713 milhões pela Receita Federal, em razão de uma suposta fraude tributária na compra dos direitos de transmissão da Copa de 2002.

. Sobre a Visanet, embora tenha ficado demonstrado em diversas auditorias que os recursos foram efetivamente pagos aos veículos de comunicação, o Supremo Tribunal Federal entendeu que tais verbas foram desviadas para abastecer o chamado "mensalão".. "Vocês da Globo estão devendo dinheiro público e o outro está ali preso, mesmo tendo aplicado tudo corretamente".

Josias Souza descreve a semana infernal de Dima

Nesta análise, Josias Souza começa a analisar a semana de Dilma a partir da imagem captada pelo cinegrafista Edson Cordeiro na noite de terça-feira, 4. Indiscreta, a lente de sua câmera atravessou a vidraça do Alvorada para flagrar, na intimidade do palácio, Dilma Rousseff num desses momentos em que, fora de si, ela é 100% Dilma Rousseff. A presidente andava de um lado para o outro. Com uma mão, segurava o telefone. Com a outra, dava socos no ar. Leia mais:

. Não se sabe com quem Dilma conversava nem o que dizia. Mas a eloquência muda das imagens faz supor que seu interlocutor teve dificuldades para passar o ouvido a limpo. Pouco antes de a presidente entrar em erupção, autoridades do Ministério de Minas e Energia haviam concedido uma concorrida entrevista coletiva. Convocaram os repórteres para informar que o sistema elétrico brasileiro funciona muito bem.
A mensagem tranquilizadora veio nas pegadas de um apagão que deixara às escuras localidades de 13 Estados e do Distrito Federal. Foram desligados da tomada 4,9 milhões de lares e estabelecimentos comerciais. Pelas contas do Operador Nacional do Sistema foi o 13º corte de energia dos primeiros 35 dias de 2014. No mesmo período do ano passado, houve apenas três.

. O breu que levou Dilma a ter um surto de Dilma era apenas o prenúncio de uma semana em que, sacudida pelas negociações da reforma ministerial, Brasília ganharia a aparência de uma batalha no escuro entre aliados mal ensaiados e uma comandante desajeitada.

CLIQUE AQUI para saber como foi a má semana de Dilma

Tarso manda Brigada priorizar o Grenal e deixa a população que precisa de ônibus em suspense

O prefeito José Fortunati deixou de tentar emparedar o governador Tarso Genro no caso das garantias constitucionais que ele é obrigado a conceder ao direito de ir e vir e ao trabalho nas garagens, deixando o imbroglio nas mãos do próprio governo estadual, das empresas, dos sindicalistas e do judiciário, já que é visível o desgaste do Piratini por se negar a cumprir as leis e a decisão judicial. 

. O desgaste do governador é visível até mesmo nas redes sociais, onde o Avaaz já recolheu centenas de assinaturas com o pedido de impeachment de Tarso.

. Neste sábado, o site do jornal Correio do Povo informou que a Brigada Militar está mais preocupada em garantir o Grenal do que em garantir o transporte para a população e o trabalho aos rodoviários. O Gre-Nal sairá neste domingo, às 19h30min, na Arena do Grêmio. A Brigada avisou que deixará para avaliar um eventual reforço de policiamento nas garagens dos ônibus de Porto Alegre apenas após o clássico. Nessa sexta, uma decisão liminar do juiz Elson Rodrigues da Silva Junior, da 10 Vara do Trabalho, da Justiça do Trabalho de Porto Alegre, impede que piquetes e outros movimentos bloqueiem a saída dos veículos partir da próxima segunda-feira. Leia mais:

. A solicitação foi feita pelo Sindicato das Empresas de Ônibus de Porto Alegre (Seopa). A medida judicial autoriza, inclusive, a utilização de força policial, caso haja necessidade.


. O comandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel João Diniz Godoy, disse que ainda não recebeu nenhuma solicitação para segunda-feira. “Os rodoviários têm 48 horas para sair das garagens. Vencido esse prazo, se necessário for, será solicitado o apoio. Não fomos solicitados ainda. Se eu tiver alguma coisa, vou começar a fazer depois que terminar o Gre-Na”, afirmou.

SBT demite Carlos Chagas e Nêumanne Pinto, mas mantém Sherezade

O SBT anunciou formalmente a decisão de demitir os comentaristas Carlos Chagas, Denise Campos de Toledo e José Nêumanne Pinto. A ideia para saída dos três vinha amadurecendo desde o final do ano passado, quando houve a decisão da emissora de abrir mais espaço para informação nos diversos telejornais da casa.

. Silvio Santos mandou dizer que não existe, no corte desses profissionais, qualquer relação com os acontecimentos da última semana, que colocaram a apresentadora Rachel Sheherazade no olho do furacão, ao analisar o espancamento de um adolescente no Rio de Janeiro, mas aparentemente o dono do SBT entregou os anéis ao PT para não ter que entregar os dedos.

ONS prevê racionamento de energia para fevereiro

 O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou neste sábado que as previsões para o mês de fevereiro agravam as preocupações em relação ao abastecimento do país já que os reservatórios, principalmente no Sudeste, estão em níveis baixos críticos e continuam a cair. ONS trabalha com a hipótese de racionamento de energia para fevereiro.

. Todas as térmicas do país disponíveis para a operação estão acionadas, conforme indica o custo marginal de operação, que já está superior ao custo de geração da térmica mais cara do país, indicando a necessidade de racionamento.

. Na terça-feira, curto-circuitos em linhas de transmissão que trazem energia do Norte para Sudeste do país ainda resultaram em apagão que atingiu diversos estados e cerca de 6 milhões de consumidores.

Entrevista, Ronaldo Caiado, DEM - Trabalhadores-escravos do "Mais Médicos" têm direito a US$ 20 mil de salários mensais

ENTREVISTA
Ronaldo Caiado, deputado Federal do DEM

O que vai acontecer com a Dra. Ramona, a médica cubana que denunciou o programa “Mais Médicos” ?
O pedido de refúgio está no Conselho Nacional para Refugiados, no qual o governo tem ampla maioria, inclusive com assento de um representante do ministério da Saúde. É fácil perceber o resultado, embora existam 1.500 pedidos na frente do dela.

Mas ela também pediu asilo aos EUA.
Que também demora.

Enquanto isto ?
Ela terá nossa proteção.

E o que vocês podem fazer para mexer com as cláusulas criminosas contidas no contrato entre a Dra. Ramona e a S/A de Cuba ?
A divulgação do contrato desmascarou o caráter criminoso da ação do governo no “Mais Médicos” e deixa claro que é uma transação que envolve trabalho-escravo. Até agora, o governo dizia mentirosamente que paga 10% do valor do convênio intermediado entre a Opas e o governo de Cuba, mas se vê que isto não é verdade, já que existe a relação de trabalho entre a empresa cubana e os médicos.

E?
E que pelo artigo 5º da Constituição Federal e de acordo com os acordos assinados pelo Brasil com a OMS, órgão cuja jurisdição é superior a da Opas e à cujas diretrizes ela deve obediência, prevalecem as leis do País.

Então, em vez dos US$ 20 mil pagos pelo governo Dilma para os Castro, deduzidos 10% para os médicos, o governo brasileiro terá que pagar os US$ 20 mil para a Dra. Ramona ?
E para todos os médicos do “Mais Médicos”, sem contar os encargos sociais. Se isto não mudar, qualquer empresário brasileiro poderá buscar trabalhadores-escravos em Cuba. 

Como isto será feito …?

Ajuizando ações na Justiça do Trabalho. Estamos também denunciando tudo ao Ministério Público do Trabalho, PGR e TCU. No Congresso, somos ampla minoria, o que quer dizer que na prática não teríamos êxito na convocação do ministro da Saúde ou numa CPI, mas vamos tentar isto também. Os médicos estrangeiros do “Mais Médico” que estiverem dispostos a defender seus direitos, terão o apoio da nossa assessoria jurídica no Congresso.

Removida delegada que apura ligação de Lula com mensalão

Nesta reportagem, Andreza Matais, da agência Estado, conta que a responsável pelo inquérito que investiga a  participação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva no esquema do mensalão, a delegada Andrea Pinho foi removida do cargo nesta sexta-feira, 7. O inquérito que tem Lula como alvo será tocado por outro delegado, ainda não designado que pode pedir novas diligências ou o arquivamento do caso. Leia tudo:


Pinho, que era delegada substituta da delegacia de crimes financeiros, foi transferida para a divisão de desvio de recursos públicos.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

200 RÓTULOS DE CERVEJAS DO MUNDO TODO 
INCLUSIVE SÁBADO
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo, Porto Alegre
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h.
Telefone ou vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300. USE O TELEFONE E VÁ LÁ.
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.b

Grupos na Argentina pedem boicote de 24 horas a supermercados e postos de combustíveis

Página da campanha, criada no dia 1º de fevereiro, acumula mais de 30 mil seguidores Reprodução da internet


O jornal O Globo de hoje conta que o movimento espalha cartazes por Buenos Aires com rostos de empresários de grandes redes acusados de promover reajustes abusivos Assim como a Shell, YPF também desrespeita acordo com governo e aumenta preços de gasolina e diesel em até 6,9%. Leia:

 BUENOS AIRES - “Você os conhece? Estes são os que roubam teu salário.” A frase, escrita acima de fotos dos empresários de supermercados foram coladas nesta sexta-feira nas ruas de Buenos Aires por um grupo kirchnerista intitulado Unidos e Organizados. Os cartazes trazem os rostos de Juan Arangueren, presidente da Shell Argentina, Daniel Fernández, (Carrefour), Alfredo Coto (grupo Coto), Liliana Frávega (grupo Frávega) e Matías Sola (grupo Jumbo), entre outros.

. Aos cartazes se soma ainda uma grande campanha veiculada nas redes sociais, pedindo aos argentinos que boicotem, por 24 horas, todas as compras nos grandes supermercados por desrespeito ao acordo de preços firmados com o governo e pelo desabastecimento de vários produtos, assim como nos postos de gasolina do país. A medida, que recebeu o apoio da União de Consumidores da Argentina, traz slogans como "Sexta-feira, 7, apagão de consumo em defesa do teu bolso", "24 horas sem comprar combustíveis e produtos nos supermercados" e "Estas empresas não vão me explorar".

. A campanha de boicote e denúncia se soma aos esforços do governo em tentar frear os reajustes no país. Esta semana, o ministro da Economia, Axel Kicillof, pediu às empresas que limitem os aumentos de preços em 6% e aos supermercados, em especial, que obedeçam ao acordo de Preços Cuidados, firmado em janeiro, que mantém sem remarcações uma cesta de 195 produtos de alimentos e artigos de higiene. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Mulher de Pizzolato diz que ele foi abandonado pelo PT

Os jornalistas Paulo Moreira Leite e Janaína César, da revista Istoé, conseguiram entrevistar Andrea Haas, esposa de Henrique Pizzolato, ex-diretor de marketing do Banco do Brasil. Na entrevista, Andrea defendeu a fuga, como última saída que restava ao casal. Leia a entrevista:

ISTOÉ – Vocês imaginavam que essa prisão pudesse ocorrer agora? 
Andrea Haas – Não. Não estávamos esperando por isso.
 ISTOÉ – Por que vocês decidiram fugir do Brasil? 
Andrea – Isso aconteceu quando ficou claro que não havia mais saída jurídica para nós. É claro que, se fosse possível escolher, não queríamos sair do Brasil. Ninguém queria deixar o País. Mas era preciso achar uma saída. Temos um monte de sobrinhos e queríamos ver o crescimento de todos eles. Também gostamos de morar no Brasil, de encontrar os amigos. Nossa vida está lá. Mas eu aprendi com meu pai que não podemos nos submeter. Nós não podemos nos submeter aos erros da justiça brasileira. Podemos até morrer, mas não podemos deixar de procurar uma saída, porque sempre existe uma saída na vida. Por isso decidimos sair do Brasil. Querem roubar nossa dignidade. Queremos uma saída. Queremos sobreviver. Temos esse direito.
(...)
ISTOÉ – Como a senhora avalia o comportamento do PT em relação ao Henrique Pizzolato durante julgamento do mensalão?
Andrea – Eu acho que ao longo do julgamento muitas pessoas fingiam não ver o que estava acontecendo. Elas achavam que não seriam atingidas e não queiram se envolver. Eu também ajudei a formar esse partido. Mas eu acho que o PT nunca soube enfrentar esse processo de frente. Deixou-se carimbar.
(..)
ISTOÉ – O que mais incomodou no julgamento? 
Andrea – O Henrique sempre foi um C. D. F. Sempre fez tudo direitinho e certinho. É um sujeito organizado. Você pode ver a história dele. De repente ele está preso, acusado de ter desviado R$ 73 milhões do Banco do Brasil.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Apesar da proibição judicial, piquetes garantem 13o dia de greve em Porto Alegre

A foto de Ronaldo Bernardi, agência RBS, publicada no site www.zerohora.com.br desta manhã, mostra madrugadores "rodoviários" no piquete. 



Piquetes estão postados diante de algumas garagens das empresas que servem o transporte coletivo de Porto Alegre, garantindo o 13º dia seguido de paralisação. Só a partir de segunda valerá a ordem judicial (leia abaixo) que proíbe os piquetes e autoriza as forças da ordem a intervir para liberar o tráfego.

. As 10h, o comando de greve, que não obedece às ordens do Sindicato dos Rodoviários, dará coletiva à imprensa.

. O comando de greve é dirigido por oposicionistas da Força Sindical, que domina o sindicato. São ativistas do PT, PSOL e PSTU, além de dirigentes de movimentos como o Bloco dos Pelados.

. A direção do Sindicato já deu mostras de que recomendará o retorno imediato ao trabalho. 


200 RÓTULOS DE CERVEJAS DO MUNDO TODO 
INCLUSIVE SÁBADO
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo, Porto Alegre
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h.
Telefone ou vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300. USE O TELEFONE E VÁ LÁ.
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.b

Mensaleiro fugitivo é preso na Itália. No Brasil seus companheiros adotam a estratégia do escárnio à Justiça, com demonstrações de deselegância, grosseria e poder econômico.

Condenado a doze anos e sete meses de prisão, Henrique Pizzolato começou a planejar a fuga cinco anos antes do julgamento, fraudando documentos e usando a identidade de seu irmão, Celso, morto há mais de trinta anos. Preso na Itália, ele aposta que conseguirá escapar da Justiça brasileira por ter dupla cidadania — e seguir livre, leve e solto(A foto é de Sergio Lima/Folhapress)

O título original da reportagem de hoje da revista Veja é "Mensaleiros: a tática do deboche". Conta a revista que o mensaleiro Pizzolato, fugitivo do Brasil, é preso na Itália com passaporte de um morto (veja ao lado), enquanto  seus companheiros adotam a estratégia do escárnio à Justiça, com demonstrações de deselegância, grosseria e poder econômico, A reportagem é de Mario Sabino, enviado até La Spezia (Itália), e Rodrigo Rangel. Leia tudo:

O bancário Henrique Pizzolato sempre foi um militante exemplar para os padrões do PT. Quando o partido era oposição, ele fazia parte de um grupo cuja especialidade era cavar na surdina denúncias de malfeitos contra o governo, trabalho que exercia com competência. No poder, Pizzolato foi indicado para a diretoria de marketing do Banco do Brasil, posto estratégico para executar uma missão muito mais delicada: alimentar com dinheiro público o esquema montado pelo PT para subornar congressistas e comprar apoio político. Apesar da aparente contradição, Pizzolato também cumpriu a tarefa com sucesso, desviando 77 milhões de reais do banco para as contas do partido e, como qualquer ladrão, reservando uma parte do dinheiro para melhorar o próprio padrão de vida — comprando apartamentos luxuosos, casas, carros, lotes... Em 2005, o crime foi descoberto. Assim como seus colegas de partido, ele foi condenado à prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e peculato, mas fugiu do Brasil assim que o veredito foi confirmado.

CLIQUE AQUI para ler mais.