Lula aparece noutra tramóia suja, desta vez no Caso Berlusconi

Lula aparece como personagem de outra tramóia de roubalheira, desta vez com parceiros do controvertido Berlusconi. 



Em reportagem intitulada "Nome de Lula aparece no caso Berlusconi", a revista IstoÉ desta semana revela que em carta encaminhada ao premiê Silvio Berlusconi, em dezembro de 2011, Valter Lavitola afirma que recorreu a Lula para negociar área de manejo florestal na Amazônia:
- Ele conseguiu que a direção da empresa compradora fizesse um acordo comigo.

A carta escrita por Lavitola foi encontrada no computador do ítalo-argentino Carmelo Pintabona, amigo e um dos homens de confiança do jornalista condenado. 

. Leia a reportagem da revista (abaixo, mais nota sobre o caso):

Em carta em que extorquia o ex-premiê italiano, o jornalista Valter Lavitola, hoje preso, diz que Lula o ajudou num polêmico negócio de madeiras na Amazônia. Justiça da Itália já ouviu Pizzolato
Janaina Cesar, de Nápoles e Claudio Dantas Sequeira (claudiodantas@istoe.com.br), de Brasília
No fim de abril, o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado no processo do mensalão, recebeu em sua cela na penitenciária de Sant’Anna, em Modena, a visita do procurador italiano Vicenzo Piscitelli. O integrante do MP italiano estava acompanhado de três policiais. O encontro alimentou especulações de que Pizzolato estaria envolvido na investigação conduzida por Piscitelli sobre o rumoroso caso do jornalista Valter Lavitola, ex-diretor do diário “Avanti” preso por extorsão contra o ex-premiê Silvio Berlusconi e que responde a processo também por lavagem de dinheiro e corrupção internacional. Pizzolato, porém, não foi interrogado na condição de suspeito ou de testemunha, mas como colaborador. O procurador queria sua ajuda para esclarecer um trecho até hoje misterioso da carta em que Lavitola cobra de Berlusconi ajuda financeira. Em três das 25 páginas do documento, obtido por ISTOÉ, o jornalista italiano fala que recorreu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para conseguir vender uma área de manejo florestal que tinha na Amazônia. Nas palavras de Lavitola, Lula “provou ser um verdadeiro amigo”.

CLIQUE AQUI para saber mais. 

PIB da Colômbia passará o PIB da Argentina ainda neste ano de 2014. Aqui, todos os dados.

Na Folha de hoje, Daniel Sciole, de Buenos Aires, conta que enquanto os argentinos sofrem diante do software da Afip (Receita Federal) para tentar comprar dólares ou reais que os permitam vir à Copa do Mundo, os colombianos não economizam e disputam os caros pacotes à venda nas agências de Bogotá. Leia toda a reportagem:

Segundo dados da Fifa, o país andino será o segundo a trazer mais fãs ao Brasil –ao passo que os argentinos, mesmo fanáticos pelo esporte e tendo o craque Lionel Messi em campo, estarão apenas em quarto lugar.
Mais do que termômetro de uma rivalidade futebolística regional, o dado serve para ilustrar um exemplo do otimismo gerado pelo bom desempenho da economia colombiana, de um lado, e da crise argentina, de outro. Os argentinos têm hoje a perspectiva de fechar o ano com uma inflação de 37%.
Estimativas do FMI mostram que o jogo deve mudar ainda mais a favor dos colombianos. Em 2015, é provável que o PIB nominal colombiano (hoje de US$ 387,7 bilhões, segundo estimativa do FMI) passe o da Argentina (atualmente em US$ 404,5 bilhões).
Isso faria do país andino a segunda economia da América do Sul, atrás apenas do Brasil –e a terceira da América Latina, perdendo para brasileiros e mexicanos.
"A Colômbia hoje colhe bons frutos de medidas de longo prazo, investimento em infraestrutura e política fiscal responsável. Isso ficou evidente para o exterior, refletindo em boa propaganda para investidores estrangeiros, que chegam em cada vez maior número, porque veem estabilidade aqui", diz à Folha o economista colombiano Carlos Andrés Gallo, da Universidad de Los Andes.

Em termos de crescimento, a Colômbia deve manter os 4% do ano passado, enquanto a Argentina não deve alcançar nem mesmo a metade disso, um tremendo impacto para um país que manteve taxas na faixa dos 8% durante os anos 2000.

CLIQUE AQUI para ler tudo, inclusive gráficos sobre o desempenho da economia da Colômbia, e tabelas. 

Doleiro preso tinha contatos carnais com Camargo Corrêa, OAS e UTC/Constran

Sobre suas relações com a Camargo, a PF 
grampeou esta cobnversa do doleiro:
- Tô com um pepinão aqui na Camargo... 
Cara me deve 12 paus (R$ 12 milhões) e não paga. Pior que diretor é amigo, vice é amigo. 

Referindo-se a encontro recém mantido
com Mateus Coutinho, da UTC/Constran, disse o doleiro:
- Foi do caralho. Uma relação duradoura e séria. 

O jornal Folha de S. Paulo escreve hoje que o doleiro Alberto Youssef, preso há dois meses na Polícia Federal do Paraná, além de subornar e ser subornado por políticos do PT e de Partidos da base aliada de Dilma, como o deputado Vargas,  trocava mensagens com dirigentes da Camargo Corrêa, OAS e UTC/Constran. 

. Os policiais da Operação Lava Jato que analisam as conversas e mensagens interceptadas imaginavam que teriam um grande trabalho para descobrir quem seria “Leitoso”, personagem citado pelo doleiro Alberto Youssef junto com altos valores.

. Estavam errados. Bastou juntar duas ou três referências e o enigma foi desvendado: a Polícia Federal associou o apelido a Eduardo Leite, vice-presidente da empreiteira Camargo Corrêa, um dos focos da investigação da PF. A ligação era tão primária que virou piada entre os policiais. Leia AQUI

Eis como o PT municia seu pessoal para defender o papel do governo Dilma na Copa do Mundo

O texto a seguir acaba de ser enviado para dirigentes e ativistas do PT. O objetivo é municiar seu pessoal com conteúdo capaz de defender as ações dos governos Lula e Dilma, eforçando o discurso partidário diante dos ataques da oposição.

. Vale a pena ler e aprender como se faz:

Dias de Mobilização: Debates sobre a Conjuntura Nacional.
A Secretaria Nacional de Organização e a Escola Nacional de Formação pretendem provocar um amplo processo de debates a respeito de temas da conjuntura para preparar a nossa militância para a disputa eleitoral. Vemos hoje um discurso conservador e preconceituoso ganhando espaço em boa parte da mídia. Além disso, uma indústria de mentiras e boatos instalou-se nas redes sociais com o claro intuito de criar confusão e promover o pessimismo na sociedade e atacar o PT.
Por isso, cabe ao PT enfrentar o debate a respeito de temas como o legado da Copa do Mundo; do controle da inflação; da nossa matriz energética; da gestão da Petrobrás e do papel do Estado na economia; do conjunto de políticas sociais que promoveram a inclusão de milhões de famílias que viviam à margem das riquezas produzidas no pais. Cabe aos nossos dirigentes levar ao conjunto de filiados e filiadas os instrumentos e argumentos para defender nosso projeto que transformou para melhor a realidade do povo Brasileiro e disputar nossas ideias e valores na sociedade.
Para dar início à este debate estamos enviando o primeiro texto (CLIQUE AQUI para ler), a respeito da Copa do Mundo, mostrando que o Mundial traz benefícios sem tirar dinheiro de áreas sociais. Clique aqui para compartilhar o texto nas redes sociais.

Na voz do próprio Fortunati, as "Trapalhadas de Fortunati no Pacote de Obras da Copa"

Nesta entrevista ao Correio do Povo, o prefeito José Fortunati elenca explicações e mais explicações sobre os fracassos do seu governo e dos governos estadual e federal na implementação de obras públicas de envergadura, todas anunciadas inicialmente como partes integrantes do pacote de mobilidade urbana.

. Os maiores fracassos incluem a ampliação do aeroporto, o metrô e as linhas dos futuros BRTs, sem falar na nova Avenida Tronco ou da nova Voluntários.

CLIQUE AQUI para examinar com detalhes a entrevista de Fortunati, porque ela permite medir o tamanho das trapalhadas em que se meteu a administração municipal. Uma das poucas obras públicas que estão na iminência de conclusão, os novos contornos do Beira Rio e o viaduto, correm contra o tempo para a fase de conclusão.

Livro "A Casa Civil" já etá em versão digital para venda no site e-book Albuka

Pelo menos três títulos de livros publicados pelo editor já estão em versão digital para venda pela metade do preço no site www.albuka.com.br

O últmo deles é "A Casa Civil", um relato detalhado do desastroso governo de Alceu Collares, do PDT, inclusive as intrigas, traições e perfídias que caracterizaram o dia a dia no Palácio Piratini, que é apresentado do modo como jamais foi apresentado antes aos leitores do RS.

. Também estão á venda "Cabo de Guerras", contando bastidores jamais revelados do enfrentamento engtre o governo Yeda Crusius e o Eixo do Mal, e "Herança Maldita", uma história escabrosa sobre os 16 anos dos prefeitos do PT em Porto Alegre, inclusive toda a história jamais contada da rendição de todos eles à ATP.

Pesquisa mostra que a renda da nova classe média muda todos os meses

Nesta reportagem assinada por Alexa Salomão, O Estado de S. Paulo deste domingo demonstra que a renda dessas famílias podem mudar em questão de dias. Leia tudo:

Um estudo detalhado sobre os ganhos e os gastos das classes C, D e E trouxe um dado novo sobre a classe C, considerada a nova classe média do País: a renda dessa parcela da população não é tão estável quanto se pensa. Na verdade, tanto o valor quanto as fontes de rendimento tendem a mudar, às vezes drasticamente, mês a mês. "Podemos dizer que a classe C é classe média quando dá", diz Luciana Aguiar, sócia diretora da Plano CDE, consultoria especializada em baixa renda, responsável pelo estudo.

. A pesquisa foi feita com 120 famílias, de 64 comunidades de centro urbanos em quatro capitais – Salvador, na Bahia, Recife, em Pernambuco, São Paulo e Rio Janeiro. O estudo foi encomendado e pago pelo CGAP (sigla em inglês de Consultative Group to Assist the Poor), um organismo internacional, baseado no Banco Mundial. Como a Plano CDE realizou todo o levantamento, pode divulgar parte dos dados financeiros, aos quais o Estado teve acesso.

. Diários financeiros. Por causa do número reduzido de entrevistados, a pesquisa não tem valor estatístico. O seu grande diferencial é a profundidade. Os pesquisadores tiveram acesso irrestrito à contabilidade das famílias por seis meses, o que faz com que os resultados tracem uma radiografia fidedigna dos padrões de comportamento dessa parcela da população.


. "A pesquisa é baseada no que se chama de Diários Financeiros, que acompanham as fontes de receita e os gastos", diz Luciana.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem copleta.

Tarso não correu risco no incêndio do Hospital de Osório

- O governador saiu pouco antes da visita que fez ao hospital. O incêndio foi provocado porque estourou um transformador sucateado da CEEE.


Um incêndio ocorrido pouco depois de uma visita do governador Tarso Genro (PT), forçou o Hospital Beneficente São Vicente de Paulo, de Osório, no litoral do Estado, a suspender suas atividades, no sábado. Ninguém ficou ferido. 

. Os 70 pacientes que estavam internados foram levados para hospitais de Tramandaí, Capão da Canoa e Santo Antônio da Patrulha. 

. A perícia vai esclarecer a causa do incêndio, mas é provável que esteja relacionada à explosão de um transformador de energia elétrica da sucateada estatal CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica). As chamas se alastraram por uma sala de atendimento e alguns quartos até serem controladas pelos bombeiros.

Ministério Público da Itália interroga Pizzolato sobre indícios de corrupção de Lula

O Ministério Público da Itália interrogou no fim de março o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato para tentar colher informações que auxiliem uma investigação de indícios de corrupção envolvendo Valter Lavitola – que está preso no país europeu sob a acusação de extorsão – e o ex-premiê Silvio Berlusconi em negócios com empresas italianas no Brasil. A notícia é do site www.brasil247.com.br Leia mais:

O que levou os italianos a buscar Pizzolato foi uma carta datada de 13 dezembro de 2011 e endereçada a Berlusconi. Nela, Lavitola cita o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O italiano é apontado como o "operador" do ex-premiê. Ele fala de uma concessão para a exploração de madeira na Amazônia que teria adquirido e sugere que Lula o teria ajudado a chegar a um acordo com uma empresa. Essa empresa, não identificada, teria comprado parte da concessão. Lavitola lamenta, porém, que, naquele momento, o ex-presidente brasileiro não estaria mais ajudando. "O calor do processo judiciário está determinando um compreensível, mas odioso, ostracismo em minha relação. Ninguém quer assinar nada que tenha a ver comigo e infelizmente o presidente Lula (que se confirmou como um verdadeiro amigo) já não conta quase nada", escreveu na carta endereçada a Berlusconi.

. O italiano morou no Brasil e, em 2008, obteve um visto de residência. Documentos do Banco Central obtidos pelo Estado revelam, por exemplo, que Lavitola estava registrado no órgão, chegou a ter importações financiadas e até mesmo um CPF.


. A correspondência de 13 de dezembro de 2013 foi usada como base do processo que condenou Lavitola à prisão por tentar extorquir Berlusconi em 5 milhões de euros. O Ministério Público italiano está convencido de que Lavitola guarda "importante segredos" em relação ao ex-primeiro-ministro.

Elio Gaspari diz que o governo da gerentona está tonto

No artigo que escreve em vários jornais, inclusive Correio do Povo, Porto Alegre, o jornalista Elio Gaspari conta que a doutora Dilma deveria chamar os ministros Aloizio Mercadante e Guido Mantega para saber se é verdade que seu governo está represando tarifas e preços de combustíveis. Leia tudo:

Um diz que está, para o "bem da sociedade". O outro diz que não. Essa pode ser uma discussão interminável, sobretudo se depender da retórica de sábios como Mercadante e Mantega. Ambos patrocinam mais uma versão do Refis (pode me chamar de Bolsa Sonegador). Na sua oitava temporada, ele ressurgiu no entulho da medida provisória 627. Trata-se de um mecanismo pelo qual quem deve à Receita Federal inscreve-se no programa, livra-se de multas e parcela o débito a perder de vista. O Congresso aprovou um absurdo, esquecendo-se até mesmo de estabelecer um prazo para a quitação. A doutora Dilma vetou a maracutaia, mas sua essência tramita numa nova MP, a 638. Os beneficiários desse mimo serão, sobretudo, grandes empresas. Nas versões anteriores, bancos e multinacionais safaram-se de autuações que chegavam a R$ 680 bilhões. A Vale ganhou um desconto de R$ 45 bilhões. A Companhia Siderúrgica Nacional livrou-se de um espeto de R$ 5 bilhões, e a petroquímica Braskem limpou uma conta de R$ 1,9 bilhão.

. Em 12 anos de governo, com sucessivas versões do Refis, o comissariado criou uma segunda porta nas relações com o fisco. Numa, quem deve paga. Nessa modalidade estão pequenos empresários apanhados num pulo de gato ou num erro. Grandes empresas, com serviços financeiros (e advogados) de primeira, aprenderam que o governo se assusta quando fica sem caixa e, para raspar o tacho, reduz suas cobranças a preços camaradas. Assim, o melhor negócio é não pagar o que a Receita cobra, à espera.


CLIQUE AQUI para ler. 

Nem blogueiros pagos conseguem evitar a derrota do PT na guerra cibernética

O evento patrocinado com dinheiro público (só o prefeito de SP entrou com R$ 50 mil), o encontro nacional de blogueiros progressistas (petistas), abriu espaços exclusivos para a fala de dignitários do PT. O de maior calibre foi Lula, que aproveitou a ocasião para conclamar a mídia diária tradicional a se comportar como os blogueiros amestrados.

. Lula, o governo e o PT, fazem o que podem para alcançar hegemonia na Internet, mas não conseguem avanços significativos porque dinheiro público aos borbotões desse tipo de gente não consegue mistificar a verdade, buscar adesões voluntárias que pensam com cabeça própria, comprar talentos verdadeiros e nem leitores culturalmente significativos.

. Nem um só dos blogueiros reunidos em SP, por exemplo, consegue alcançar índices de visualização parecidos com o que captura o editor desta página.

. O comentário "O PT perdeu a guerra cibernética e não adianta espernear", já voi examinado por 21.411 leitores.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir.

No dia 20, Agenda 2020 discutirá o que fazer para salvar o RS

Será dia 20, Fiergs, o evento "Desafios do RS", promovido pela Agenda 2020. Fora da Agenda 2020, não existe nem um só outro conjunto de propostas completas para reformatar a economia gaúcha e colocá-la em desenvolvimento sustentável.

CLIQUE AQUI para entender o que é a Agenda 2020 e quais são suas principais propostas. É enrevista de Ronald Krummenauer, CEO da entidade. 

Artigo, Percival Puggina - Quem pariu a Copa que a embale

De vez em quando me vem à lembrança a figura do Lula oferecendo o Brasil para sediar a Copa de 2014, com aquele ar de Moisés malandro levando o povo à terra prometida. Entre os anos de 2003 e 2007, o governo brasileiro suou o topete para alcançar o espetacular objetivo. Sempre fui contra.

Antes da Copa da África do Sul, a propósito do "Let it be! (Pois que seja!)" com que o bispo Desmond Tutu respondeu aos jornalistas que lhe perguntaram se os estádios sul-africanos não se transformariam em elefantes brancos, eu escrevi: "A FIFA impõe aos países eleitos para acolher seu empreendimento exigências que só se cumprem despejando bilhões de dólares nos seus cofres, nas betoneiras das construtoras e nos altos fornos das siderúrgicas. Se fosse bom negócio, não faltariam empreendedores interessados em bancar a festa porque sobra no mundo dinheiro com tesão para o crescei e multiplicai-vos".

Contudo, os delírios de grandeza e a notória imprudência do líder máximo do petismo nacional mobilizaram a opinião pública que aceitou a Copa como um dos símbolos do Brasil potência emergente. 

CLIQUE AQUI para ler todo  artigo.

Aécio assedia Henrique Meirelles para vice

De olho no tempo de TV do PSD, Aécio Neves passou a assediar Henrique Meirelles para vice. Meirelles foi presidente do Banco Central e czar da economia durante os oito anos do governo Lula, mas antes disto foi deputado federal pelo PSDB de Goiás.

. O ex-presidente do BC, que foi presidente mundial do Banco de Boston, goza de enorme credibilidade no mercado (bancos e empresas).

Rede oficializa Campos e Marina

A Rede oficializou a candidatura de Eduardo Campos e Marina Silva neste sábado.