Veja, aqui, os videos com a confissão da assassina do menino Bernardo

O site do jornal Zero Hora deste domingo disponibiliza um amplo furo de reportagem, porque o diário da RBS teve acesso à gravação em vídeo do depoimento que desvendou a morte de Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos, ocorrida em 4 de abril, em Frederico Westphalen.

. Na noite de 14 de abril, por cerca de 58 minutos, a assistente social Edelvânia Wirganovicz repetiu para a polícia, desta vez formalizando o depoimento, os detalhes que horas antes haviam levado os policiais até a cova em que o corpo nu do menino estava enterrado.

. No depoimento, Edelvânia conta tudo, inocente o pai do menino e revela que fez tudo por dinheiro.

CLIQUE AQUI para examinar o primeiro vídeo, o que trata da motivação para matar.
CLIQUE AQUI para ver o segundo vídeo, que revela o roteiro da execução

Bate-boca no Paraná: "Requião: Richa se depila"; Richa: "Requião fugiu do divã"

Alto nível no início da campanha eleitoral no Paraná:

Senador Roberto Requião, PMDB
O governador Beto Richa (PSDB/PR) só acorda cedo quando faz depilação e reserva as tardes para bronzeamento artificial.

Governador Beto Richa, PSDB
Maria Louca (Requião) precisa voltar rapidinho ao divã de onde fugiu.

. Richa lidera as intenções de votos no Paraná, mas Requião,que ingressou por último na disputa, ultrapassou Gleise Hoffman, PT, e ameaça a liderança do atual governador tucano.

A insegurança pública não permite mais desfrutar Porto Alegre

Nesta micro-entrevista ao jornalista Túlio Milman, Zero Hora de domingo, a mulher do ex-prefeito José Fogaça, agora candidato a deputado Federal pelo PMDB, expõe com crueza o drama que vivem os porto-alegrenses encurralados na sua casa, sem chance de continuar desfrutando a cidade:

Porto Alegre é demais ?
Sim e não. Sim porque é a cidade que eu escolhi para viver. A gente de saber ser feliz. E o lugar também tem de te aceitar. Essa sintonia eu sempre tive. Não: falta de segurança para se andar nas ruas.

. Porto Alegre virou cidade aberta, como a maior parte das grandes cidades brasileiras. Ninguém mais consegue sair de casa com a segurança de que voltará com vida ou com todo seu patrimônio.

. A insegurança pública é a marca registrada do atual governo estadual do PT.

Campanha na TV começará dia 19 de agosto

A partir de 19 de agosto a campanha eleitoral começará para valer em todo o Brasil, o que inclui o RS. É quando terão início os horários eleitorais gratuitos no rádio e na TV.

Percival Puggina avisa que nós, os brasileiros, viramos caça diária dos predadores

Neste artigo disponibilizado neste domingo no seu blog, Percival Puggina denuncia que os brasileiros viraram caça dos predadores que estão soltos, bem ao contrário do que acontece no chamado mundo civilizado.

. Leia:

Somos caça. Diariamente, ao colocarmos o pé na calçada, ao sairmos de nossa humilde toca ou de nosso bunker familiar, viramos caça. Se tudo correr bem, retornamos sãos e salvos por não termos sido alvo dos predadores. Nem por isso teremos deixado de ser caça. Tão caça quanto qualquer lebre corredeira. Saiba: no mundo civilizado não é assim.


O notório agravamento da insegurança socialmente percebida tem profundas raízes ideológicas. Aliás, no Brasil (e no RS mais do que em qualquer outra parte), tudo é desgraçadamente ideologizado.

CLIQUE no blog para ler tudo.

Análise - É muito cedo para cantar a vitória de qualquer candidato

Nesta análise na Folha de hoje, domingo, intitulada "Fantasmas de eleições passadas", Vinicius Torres Freire diz que a disputa difícil vai depender ainda mais de 'novidades' mostradas no horário eleitoral gratuito.

. Leia tudo:

O QUE ENSINAM pesquisas de voto para presidente em eleições passadas? Praticamente nada. Obviedades. Alguns contrastes. De mais importante, aprende-se que é muito cedo para dizer grande coisa, ainda mais quando se observa o estado paradoxal da disputa. Dilma Rousseff (PT) está tanto à beira da vitória no primeiro turno como da derrota caso tenha de enfrentar um segundo turno. Obviedade esquecida em cada eleição: convém esperar o que acontece entre o início da campanha e o começo da propaganda em TV e rádio, a reação do eleitorado entre o final de julho e meados de agosto. Parece ser o momento em que o grosso do eleitorado acorda para a eleição. O voto dos eleitores de renda mais baixa costuma mudar mais do que o do eleitorado "mais rico", de renda familiar superior a dez salários mínimos, de resto muito minoritário. Não raro, algum acidente, escândalo ou derrapada feia de candidato importante acaba dando uma balançada temporária nos números das pesquisas.

Nas eleições de 2006 e 2010, a vantagem que Lula e Dilma tiveram no Nordeste foi decisiva para o resultado final. Em agosto, logo depois do início da propaganda na TV, a votação nordestina era maciçamente pró-PT (mais de 60%). Não vem muito ao caso lembrar as eleições de 1994, 1998 ou 2002. Trata-se de disputas muito antigas, entre personagens de lastro histórico e político maior; uma delas foi travada em situação de quase colapso econômico (2002). Não é o caso.

Nesta eleição, a vantagem de Dilma no Nordeste ainda é grande, mas a presidente domina menos votos. Por ora empata com Aécio Neves (PSDB) no Sudeste.


A presidente quase não tem mais vantagem em regiões mais ricas e em cidades maiores do país (com mais de 500 mil habitantes), muitas delas mais afetadas pelo esfriamento da economia e, em geral, menos dependentes de dinheiro público e mais do setor privado.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

A terrorista gaúcha Sininho inicitou os black blocs a incendiar a Câmara do Rio, diz Ministério Público

A denúncia a que o site de VEJA teve acesso acusa a ativista Elisa Quadros de participar do comando e da incitação a atos violentos durante protestos. Leia tudo:

Na denúncia apresentada ao juiz Flávio Itabaiana em que foi obtida a prisão preventiva e a abertura de um processo penal por associação criminosa armada contra 23 ativistas e black blocs, o promotor Luís Otávio Figueira Lopes descreveu que Elisa Quadros, a Sininho, incitou manifestantes a incendiar o prédio da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, durante a ocupação do local por baderneiros no ano passado - o ato foi impedido por outros participantes do protesto, de acordo com o documento a que o site de VEJA teve acesso.

"Elisa foi vista comandando manifestantes no sentido de carregarem três galões de gasolina para a Câmara Municipal", diz a denúncia assinada por Lopes. A promotoria também afirma que Sininho foi uma das responsáveis, com outros seis líderes processados neste caso, por comandar e levar manifestantes a queimar um ônibus durante o Ocupa Câmara. Esses episódios foram destacados com o objetivo de explicar como funcionou a "associação criminosa" dos 23 ativistas denunciados com a conclusão do inquérito da operação Fire Wall.

Do grupo de 23 pessoas formalmente acusadas neste processo, apenas cinco estavam presas na noite de sexta-feira: três desde o último sábado (Elisa Quadros, Camila Jourdan e Igor D'Icarahy) e dois desde fevereiro (Fábio Raposo e Caio Silva). 

CLIQUE AQUI para saber mais. 

Morreu Norberto Odebrecht, 93 anos

Ele era o dono do Pólo Petroquímico de Triunfo, RS, mas também do grupo Odebrecht, cujos interesses no RS são tentaculares. Considerado individualmente, nem mesmo dr. Jorge Gerdau era mais poderoso do que ele no Estado. O grupo, no entanto, possui polêmicas relações de interesses com os governos federal e estaduais. Seu sucessor é o filho, Marcelo.

Com problemas cardíacos, o fundador da Organização Odebrecht estava internado havia dois dias, em O enterro será realizado no domingo

. Norberto Odebrecht é o fundador da Organização Odebrecht, conglomerado de empresas que atua em mais de 60 países. Nasceu em Recife (PE) em 1920, filho de Emílio e Hertha Odebrecht. Foi levado a Salvador aos cinco anos, e com 15 começou a trabalhar na empresa do pai. Em 1944, aos 24 anos, fundou Construtora Odebrecht.


. Há 23 anos, passou a presidência do grupo ao filho Emílio Odebrecht.

Rádio Guaíba abre debate entre senadores nesta segunda

Nesta segunda, às 13 horas, a rádio Guaíba promove um debate entre os candidatos ao Senado pelo RS. Na quarta, no mesmo horário e também na rádio Guaíba, será a vez dos candidatos ao governo do Estado

Segundo o Ibope, em dois meses nada mudou na disputa eleitoral do RS

Não houve mudança alguma entre a pesquisa anterior e a atual do Ibope do ponto de vista técnica, mas apenas uma variação absolutamente dentro da margem de erro.

. O Ibope está sendo cauteloso ao extremo, porque trabalha com uma margem de erro amplíssima de 3 pontos, o que soa estranho para a maior parte dos institutos que fazem intenção de votos, que preferem mais rigor técnico, trabalhando com 1,5%.

. Veja os números entre uma pesquisa e outra (entre parênteses, os números da pesquisa de dois meses atrás):

Ana Amélia, 37% (38%)
Tarso, 31% (32%)
José Ivo Sartori, 4% (5%)
Vieira da Cunha, 2% (3%)

. Todos teriam perdido um ponto, menos Tarso, que não teria saído do lugar.

Brasil, EUA, Alemanha, Rússia e China foram os que mais visualizaram este site na semana passada

Na semana passada, segundo o administrador deste site, o Google, estas foram as fatias dos leitores que visualizaram as informações disponibilizadas aqui, por País:

Brasil - 85%
Estados Unidos - 7%
Alemanha - 3%
Rússia - 2%
China - 1%
Índia -0,7%
Ucrânia - 0,5%
Canadá - 0,3%
Reino Unido - 0,3%

França - 0,2%