OAB levará Lindemeyer ao Tribunal de Ética. PPS reclamará na Assembléia.

O presidente da seção gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil, Cláudio Lamachia, resolveu determinar  de ofício, a abertura de processo ético-disciplinar contra Lindenmeyer Advocacia & Associados e seus sócios, para averiguar se a sociedade violou o artigo 34 do Estatuto da Advocacia, que proíbe a captação de clientes. O nome que constará no processo será o do escritório, por ser quem subscreve a carta, e afirmou que o tribunal ético da OAB buscará todos os elementos relativos ao caso antes de se posicionar, garantindo aos profissionais investigados o direito de ampla defesa. 

. Também nesta sexta-feira, o ex-deputado Mário Bernd avisou ao editor que neste sábado representará na reunião do diretório estadual do PPS, que a bancada do Partido reclame à Comissão de Ética contra o deputado Alexandre Lindenmeyer, do PT. 

Bernd pedirá ao PPS que enquadre o petista Lindenmeyer no Conselho de Ética da AL

O ex-Deputado Estadual Mário Bernd vai solicitar ao seu Partido, o PPS, que ingresse com um requerimento na Comissão de Ética da Assembleia Legislativa contra o Deputado Estadual Alexandre Lindenmeyer (PT).

. A recomendação será feita durante reunião da Executiva do PPS, que acontece neste sábado.

. Bernd entende que o houve quebra do decoro parlamentar pelo petista por ter assentido que seu escritório de advocacia pleiteie junto ao Cpers o ingresso de ação judicial contra o governo do Estado, reivindicando o pagamento do piso salarial nacional.

. O ex-Deputado disse a esta página que a situação criada é uma falta grave. “Ele votar contra o piso e depois tentar auferir lucro do uma ação judicial requerendo a implantação do piso é inadmissível”.

Saiba o que está por trás do cabo de guerra que opõe Dilma e o Congresso

Na análise que o editor fez no Twitcam que disponibiliza diariamente na capa do site www.polibiobraga.com.br, sai uma comparação azeda entre as atuações de Mao e Lula de um lado e Zhou Enlai e Dilma Rousseff do outro. É que o editor acaba de ler os livros Zhou Enlai, de Gad Wendian, e O que sei de Lula, de José Nêumanne Pinto, ambos à venda na Livraria Cultura, Bourbon Shopping, em Porto Alegre. Depois de ler as duas biografias, é impossível não comparar as ações traiçoeiras, aéticas e sem escrúpulos dos líderes Mao e Lula, com ênfase nas relações de Mao com seu premier Zhou Enlai e de Lula com sua pupila, a presidente Dilma Rousseff.

. O caso é emergente porque esta semana a presidente parece ter escolhido o caminho do endurecimento político com seus aliados do PMDB, PR, PDT e PTB no Senado e na Câmara. O resultado foram derrotas sucessivas do governo na Câmara, o que já tinha acontecido há duas semanas no Senado.

. É claro que Lula está por trás do recrudescimento de Dilma Rousseff.

. Vale a pena saber o que quer Lula e não o que quer Dilma, porque o poder real é do presidente de honra do Partido, no caso Lula, como na República Popular da China foi de Mao. Zhou, como Dilma, são protagonistas importantíssimos, gerentões de primeira linha, mas fazem o jogo de quem manda no Partido.

. O que quer Lula?

1) Dar asas à pupila, cuja síndrome do escorpião é endurecer, visando amansar a base aliada, mas desgastar-se a ponto de não ser páreo na sucessão.

2) Voltar como o salvador da pátria dentro de dois anos, acertando alianças mais “baratas” com PMDB, PR, PDT e PTB.

. Resta saber se a jogada dará certo.

. O ex-presidente Fernando Collor, do alto da experiência que teve na presidência, avisou no Senado:
- Errei quando confrontei o Congresso. O resultado é que tomei um impeachment. Dilma vai no mesmo caminho.

. Antes de Fernando Collor, que tomou impeachment, outros dois presidentes também confrontaram o Congresso: Getúlio Vargas, 1954, que meteu uma bala na cabeça; e Jânio Quadros, 1961, que renunciou.

Segunda-feira haverá passeata contra a desindustrialização do Brasil, em Porto Alegre

Nesta segunda, o movimento “Grito de Alerta em Defesa da Produção e do Emprego Brasileiros” marcará presença no centro de Porto Alegre, a partir das 13 horas, com expectativa de reunir 10 mil pessoas.

. A manifestação está sendo organizada pela Força Sindical, com o apoio da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e diversos sindicatos dos setores metal-mecânico e eletro-eletrônico.

. Do Largo Glênio Perez, onde iniciará a concentração, a passeata segue até o Palácio Piratini para encontrar-se com governador. O mesmo manifesto contra a desindustrialização do país que Tarso Genro receberá, será entregue também à vice-presidente da Assembleia Legislativa, Zilá Breitenbach.

MERCHANDISING
O editor disponibiliza campanha publicitária da Foxter, que faz campanha de vendas antecipadas das três torres da Maiojama na Nova Carlos Gomes, Porto Alegre, o conjunto Trend. São dos edifícios corporativos e um residencial. Se você quiser saber mais, para esta fase da campanha os preços são menores, até o lançamento, e um profissional, Jefferson Alan, atenderá os leitores pelo seu celular 9548.7541. Se você preferir, fale por e-mail:jeffersonalan.foxter@gmail.com    

Entrevista - Chegou a hora de protestar na rua contra a desindustrialização

Hernane Cauduro, vice-presidente da Abimaq RS (máquinas e equipamentos)

Vocês vão para a rua, segunda-feira, protestar contra a desindustrialização do Brasil?
Junto com os empresários, irão trabalhadores e estudantes. Força Sindical e UNE estarão junto com 30 entidades empresariais. O ato público sairá as 13h no Largo Glênio Peres.

O que há?
Somos tomados por produtos estrangeiros. A produção industrial morre. Em 1985, a indústria representava 27% do PIB e agora caiu para 16%, estando em queda. Só no ano passado, a balança comercial de manufaturados foi deficitária em US$ 93 bilhões.

O produto estrangeiro chega aqui mais barato?

Aqui e lá fora, porque o Custo Brasil acaba com a gente. Indústrias fecham e ajudamos a pagar mão de obra no exterior. Este ano, deixamos de gerar 146 mil empregos, 10.200 dos quais no RS. Estamos sendo mortos. A indústria vai acabar no Brasil.

Qual é a pedida?
Não queremos proteção, mas não admitimos proteção ao produto estrangeiro. Temos 22 propostas para uma política econômica. Ela não existe.

Idosos estão na mira das franquias

O setor de franquias começa a apostar no poder econômico dos idosos para diversificar suas ações. O RS lidera o ranking com 9,3% da população com 65 anos ou mais, a maior proporção de idosos no Brasil.

. Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas, mostram que cerca de 19,2 milhões de brasileiros têm 60 anos ou mais, representando 9,9% da população do País. 

. Em 2020, este número subirá para 13,6% e, até 2050, serão 64 milhões de pessoas, totalizando 29,7% da população nacional.

Ana Amélia critica baixa qualidade do saneamento no Estado

A Senadora Ana Amélia (PP) apontou, nesta sexta-feira, que a falta de saneamento básico é responsável por 75% dos atendimentos de crianças com até cinco anos em ambulatórios.

. Segundo ela, dos 496 municípios do Rio Grande do Sul, 387 tem desempenho abaixo da média na avaliação dos serviços de saneamento básico.

. Para Ana Amélia, é uma realidade inaceitável para um estado politicamente avançado, socialmente evoluído e com uma renda per capta elevada.

FIMEC 2012 é considerada uma das melhores de todos os tempos

A Fimec (Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes), que se encerra na noite desta sexta-feira nos pavilhões da FENAC, está sendo considerada uma das melhores edições dos últimos tempos pelos seus organizadores.

. A Fábrica de Conceitos, iniciativa conjunta do IBTeC, Fimec e Coelho Consultoria, foi um dos grandes destaques do evento, pois, ao longo dos quatro dias, simulou todas as etapas de produção em três linhas de calçados.

. A  Feira contou com a presença de representantes de corporações de 22 países, entre eles a Itália, a França e a Índia e reuniu cerca de 600 expositores que apresentam aproximadamente 1.200 marcas.

Terra critica governo Dilma e reclama da posição subalterna do PMDB

O Deputado Federal Osmar Terra (PMDB) está indignado com a forma como seu partido vem sendo tratado pela presidente Dilma Rousseff.

. Em seu Twitter, o parlamentar criticou o tratamento dispensado aos deputados da sigla pelo governo Federal, no seu entendimento, arrogante. Reclama que não são ouvidos na discussão de nenhuma política pública.

. Para Terra, o governo, hoje, é de partido único. Toda a estrutura federal trabalha para fortalecer o PT e trata a base como sublegenda subalterna.

Deputados pedem redução de ICMS para o setor coureiro-calçadista

Os Deputados Estaduais Adolfo Brito e João Fischer (PP) cobraram do governo, nesta quinta-feira, a redução do ICMS do setor coureiro-calçadista, de 12% para 3%.

. Em reunião com o secretário do Desenvolvimento, Mauro Knijnik, os parlamentares lembraram as dificuldades que as empresas dos setores vêm enfrentando, com o câmbio desfavorável, a guerra fiscal e a concorrência desleal imposta pela China.

. A proposta de redução do ICMS prevê a implantação de um regime especial com a concessão de crédito para o varejo, que também teria diminuição do imposto.

. Os deputados destacaram que o RS produz mais de 30% dos calçados brasileiros, mas consome apenas 8% do total, e que muitas empresas, sobretudo as que trabalham com valor agregado, estão migrando para outros estados, que oferecem maiores benefícios.

Lucro da rede Magazine Luiza cai 83% em 2011

A rede de lojas Magazine Luiza fechou 2011 com uma queda no lucro de 83,1% em relação a 2010. No Rio Grande do Sul a rede possui 55 lojas em 38 municípios gaúchos.

. Atribuiu-se o resultado a despesas extraordinárias e créditos fiscais não aproveitados. A empresa planeja investir R$ 140 milhões este ano, com a abertura de 20 a 30 lojas no País.

MERCHANDISING
O editor disponibiliza campanha publicitária da Foxter, que faz campanha de vendas antecipadas das três torres da Maiojama na Nova Carlos Gomes, Porto Alegre, o conjunto Trend. São dos edifícios corporativos e um residencial. Se você quiser saber mais, para esta fase da campanha os preços são menores, até o lançamento, e um profissional, Jefferson Alan, atenderá os leitores pelo seu celular 9548.7541. Se você preferir, fale por e-mail:jeffersonalan.foxter@gmail.com    

Campanha virtual pelo retorno de Yeda Crusius ganha rápida adesão no Facebook

Começa a ganhar corpo no Facebook a página criada por simpatizantes da ex-governadora Yeda Crusius que pede seu retorno, chamada “Campanha Volta, Yeda Crusius!”

. No espaço, são comparadas as conquistas da tucana com as ações que vêm sendo implementadas pelo governo Tarso Genro.

. A página pode ser acessada no endereço https://www.facebook.com/pages/Campanha-Volta-Yeda-Crusius/284609134914596  (é preciso estar conectado à rede para visualizá-la).

Artigo - É o município que paga a conta

Mariovane Weis, presidente da Famurs e prefeito de São Borja

A vida política e institucional incorporou à sua rotina o discurso de exaltação ao município, mas que na prática vem servindo para encobrir desigualdades e injustiças em relação à distribuição dos recursos arrecadados pela União. Decerto, a maioria daqueles que fazem do município peça de sua retórica não está empenhada em selar compromissos ou retirar obstáculos que afetam drasticamente a vida das cidades. A rotina de nossas municipalidades tem sido marcada pelo acúmulo de encargos e responsabilidades sem a devida contrapartida em recursos, especialmente quando o tema é saúde, edu- cação, saneamento básico ou assistência social.

Neste ano eleitoral, no entanto, o Senado, pressionado pela tensão entre os entes federados e o governo central, por uma distribuição mais igualitária de recursos públicos, acaba de criar uma comissão para formular um novo pacto federativo. Em 60 dias, cientistas políticos, economistas e experts na matéria entregarão à Casa um diagnóstico sobre as relações tributárias e políticas entre União, Estados e municípios. Novamente, o exame dos problemas que explodem no âmbito municipal exclui os prefeitos numa recorrente desvalorização do poder local.

Embora com orçamentos insuficientes (do bolo arrecadado, a União fica com 59%, os Estados com 27% e os municípios com 14%), as prefeituras têm sido submetidas a intensa fiscalização dos órgãos públicos de controle, respondido a ações judiciais para atender demandas da saúde e enfrentado toda sorte de dificuldades para não ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas é no município que se verificam a situação de abandono dos hospitais, a falta de estrutura das escolas, o atraso no saneamento básico, a deficiência no transporte escolar, o crescente índice de criminalidade, problemas relacionados a essa relação de dependência financeira crônica.

É por estas razões que os prefeitos passam grande parte de sua gestão correndo em busca de recursos, gastando o tempo que poderiam dedicar às demandas comunitárias. Assim, o reexame destas relações pelo Senado ainda poderá proporcionar o debate que conclua por uma nova concepção de estrutura federativa, considerando as competências e os recursos financeiros necessários aos municípios. É a mudança que esperamos do Congresso Nacional em relação à forma como se decide hoje, em que se atende em primeiríssimo lugar prioridades orçamentárias e políticas do poder central.

* Artigo publicado no jornal Zero Hora desta sexta-feira.

Hingel troca BTG Pactual por negócio solo de consultoria

Ex-diretor do Banrisul durante todo o governo Yeda Crusius, Ricardo Hingel foi depois para a direção local do BT Pactual, de onde acaba de sair, depois de dois anos no cargo.

. Hingel resolveu tocar um negócio solo de consultoria financeira.

JBS já teria assinado carta de intenções pra comprar a Doux em Montenegro

Falta muito pouco para que o grupo JBS assuma o controle de todas as operações dos frigoríficos de aves que a Doux possui no Brasil.

. Carta de intenções já foi assinada em Montenegro.

. A Doux também está vendendo suas plantas frigoríficas de carne suína. 

- O grupo francês está saindo do Brasil. 

Fortunati falará sobre Porto Alegre, dia 28, na Federasul

O Tá na Mesa, Federasul, da próxima quarta-feira, dia 28, vai receber o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, que falará sobre “A preparação de Porto Alegre para o futuro”. O evento inicia-se às 12h, no Palácio do Comércio, no Largo Visconde de Cairu, 17, no Centro de Porto Alegre.

DICA DE LIVRO

Zhou Enlai - O último revolucionário perfeito
Gad Wendian, Record, 399 páginas, Record, R$ 59,90 na Livraria Cultura, Porto Alegre, que entrega em casa.

O editor acaba de ler esta biografia bastante independente do ex-primeiro-ministro da China, braço direito, amigo e inimigo íntimo de Mao Zedong desde que os comunistas estabeleceram feroz ditadura em 1949, até a morte dos dois em 1976, a partir de quando Deng Xiaoping mudou a história, acabou com a criminosa Revolução Cultural e introduziu o capitalismo na maior parte do País, embora intitulando-o “socialismo de mercado” – mas sem restabelecer a democracia, tal como a defendia o dr. Sun Yat –sen, depois de derrubar a corrupta monarquia. O autor, Gad Wendian, foi biógrafo oficial de Zhou Enlai no Escritório Central de Pesquisa para Documentação do Partico Comunista, mas em 1993 fugiu para os Estados Unidos, onde trabalha para a Human Rights in China. Ali escreveu esta biografia final.

PMDB promove evento para marcar 46º aniversário da sigla

Militantes e simpatizantes do PMDB se reunião neste sábado para comemorar os 46 anos da sigla.

. A atividade está sendo organizada pelo Movimento Negro da legenda.

. Um almoço no restaurante Gourmet, na Redenção, marcará a data. É esperada a presença de lideranças do Partido, entre elas o presidente Ibsen Pinheiro.

MERCHANDISING
O editor disponibiliza campanha publicitária da Foxter, que faz campanha de vendas antecipadas das três torres da Maiojama na Nova Carlos Gomes, Porto Alegre, o conjunto Trend. São dos edifícios corporativos e um residencial. Se você quiser saber mais, para esta fase da campanha os preços são menores, até o lançamento, e um profissional, Jefferson Alan, atenderá os leitores pelo seu celular 9548.7541. Se você preferir, fale por e-mail:jeffersonalan.foxter@gmail.com    

Cpers adota pesos e medidas diferenciados para Yeda e Tarso, ainda que a bandeira seja a mesma

Os ataques que o Cpers fez durante a gestão de Yeda Crusius incluíram uma virulenta manifestação defronte à casa da governadora, mantendo-a e a sua família em cárcere privado por várias horas.

. No governo Tarso, ainda que as palavras de ordem tenham um tom forte, o modus protestandi do Cpers é bem diferente. Quase amigável. Ao postarem-se na frente do Piratini, os professores levam cadeiras plásticas e ficam bem comportados.

Clique na imagem ao lado para comparar as duas formas peculiares de protestar do Cpers.

Piratini tenta iludir espectadores do Jornal Nacional com números volumosos

Nesta quinta-feira, o governo do Estado tentou amenizar o tom grave que o Jornal Nacional, da Rede Globo, impôs à notícia sobre o reajuste do Magistério gaúcho.

. Emitiu nota salientando que 85% dos professores recebem acima do piso nacional (informação que o Cpers contesta), insinuando que os 23,8 mil professores restantes (15% de 159 mil) são quase nada.

. Mais adiante, a nota informou que até 2014, o governo concederá reajustes salariais que somarão 76,6%, fazendo parecer, aos leigos e a quem não mora no Estado, que se trata de um valor substancial.

. Faltou dizer, entretanto, que, mesmo com esse percentual aparentemente generoso, o piso do Magistério continuará abaixo do valor nacional em vigência este ano.

. Em 2014, já com mais dois reajustes baseados no Fundeb, como manda a lei, o piso nacional estará ainda mais acima que os R$ 1.260,59 projetados pelo Piratini, uma vez que o indexador escolhido, o INPC, historicamente resulta em menor índice.

Artigo - Lanterna à proa no novo cenário econômico internacional

Professor Antonio Carlos C. Fraquelli 

A economia internacional vivenciou um período de intenso crescimento no período 2004-07 quando a economia mundial cresceu em média 5,0% ao ano.  Depois, veio a crise.  Nos Estados Unidos houve a eclosão da crise dassubprimes, na Europa tomou corpo a crise da dívida e no Japão ocorreu o terremoto, seguido de um tsunami, que produziu o desastre nuclear de Fukushima.  Barack Obama sabe que a normalização das condições do emprego nos Estados Unidos pode estar distante, Angela Merkel sabe que a fragmentação da Zona Euro pode estar próxima e Yoshihiko Noda sabe que a reconstrução de parte do País é tarefa para uma década.

Se a crise atual mantém as economias desenvolvidas nesse status-quo é preciso voltar os olhos às economias emergentes.  Elas ganharam status à medida que reduziram o impacto da recessão mundial de 2009 e evitaram que o efeito se repetisse nos anos seguintes.  Todavia, elas também fazem frente a profundas transformações.  O governo de Beijin sinalizou a desaceleração da sua economia e o abandono da idéia de valorizar o Yuan, a Índia apostou exclusivamente nos serviços e, agora, deverá priorizar a indústria e o Brasil enfrenta o tsunami monetário que fortalece o real e se depara com a nova realidade que poderá advir com a redução dos juros na ponta do consumidor.

Isso posto, o que muda à frente?

Politicamente podem ocorrer mudanças nos Estados Unidos, na China, na Alemanha e no Japão.   A última pesquisa da CNN mostrava Obama no patamar mais baixo de popularidade desde o início da sua gestão.  No caminho para Illinois e no acumulado até Porto Rico, Mitt Romney batia Rick Santorum por 518 a 239 delegados.  Hu Jintao e Wen Jiabao poderão ser substituídos, respectivamente, por Xi Jinping e Li Keqiang caso esses últimos ocupem duas das nove vagas em disputa no Comitê Permanente do Politburo.  Angela Merkel vem de duas derrotas em eleições regionais e constrangida pela forma como Christian Wulff anunciou a sua renúncia à presidência.    No Japão, onde os primeiros-ministros se mantêm, em média, por um curto período de tempo no cargo – exceção a Junishiro Koizumi -, Yoshihiko Noda recebeu de Kan Naoto uma sociedade envelhecida para administrar.

CLIQUE AQUI para ler o artigo completo.

Jorge Gerdau é chamado por Tarso para debater Modernização do Estado e Divida com a União

O Presidente do conselho de administração do grupo Gerdau, Jorge Gerdau Johannpeter será o convidado especial do Governo do Estado para debater a Modernização do Estado: Inovação e Eficiência de Gestão, na próxima segunda-feira, às 14h, no Salão Alberto Pasqualini, no Palácio Piratini.

. Inovação dos processos de trabalho, reestruturação administrativa, qualificação e transparência dos processos de gestão, introdução de novas tecnologias, melhoria das relações e condições de trabalho dos servidores e a dívida do Estado com a União estarão na pauta do encontro.

. A atividade contará também com a participação da secretária estadual de Administração e Recursos Humanos, Stela Farias, que realizará uma exposição sobre o conjunto de ações que estão sendo executadas pelo governo gaúcho relacionadas à modernização da gestão.

. O evento terá, além da presença do Governador Tarso Genro, conselheiros, autoridades, gestores, entidades, representantes de movimentos sociais, empreendedores, especialistas e estudiosos.

. O convite feito a Jorge Gerdau foi uma iniciativa do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES/RS).

. O empresário Jorge Gerdau também coordena a Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade (CGDC), vinculada ao Conselho de Governo da Presidência da República, instalada pela Presidente Dilma Rousseff,  o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República (CDES Nacional) e preside o Movimento Brasil Competitivo (MBC), uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público que implementa consultorias para administrações públicas.


CLIQUE na foto acima para ver melhor. Nela estão Jorge Gerdau, o ex-presidente Lula e seu homem forte no Instituto Lula, Paulo Okamoto, o homem que pagava as despesas pessoais do ex-presidente quando ele ainda não tinha chegado ao Planalto. A senhora da foto não é ninguém que possa interessar dr. Jorge, o mais novo amigo íntimo do PT do RS. 

Construção Naval no Estado é destaque nacional

O ciclo econômico da construção naval iniciou um processo de desenvolvimento que extrapola os limites do Estado e a diversidade da indústria gaúcha é o grande trunfo para aproveitar ao máximo as oportunidades geradas. A afirmação foi feita pelo Presidente da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI), Marcus Coester,  durante o "Congresso Navegar", na 1ª Feira do Polo Naval do RS, que  se encerra nesta sexta-feira (23).

. Ele falou ainda que os dois maiores parques tecnológicos do país estão em terras gaúchas  (TecnoPuc e o TecnoSinos) e há projeto de outro em Rio Grande, o que qualifica mais o Estado.

Sicredi registra crescimento no Rio Grande do Sul em 2011

A empresa Sicredi, em 2011, no Rio Grande do Sul, teve aumento de 23,5% e atingiu o patrimônio líquido de R$ 1,9 bilhão, representando um crescimento de 24%. O mesmo crescimento também foi registrado no Estado de Santa Catarina. A meta para 2012 é chegar a 1,3 milhão de associados e inaugurar mais 26 pontos de atendimento.

. No Rio Grande do Sul a cobertura chega a 88% dos municípios, sendo a instituição financeira com a maior rede de atendimento em solo gaúcho com 539 pontos.

MERCHANDISING
O editor disponibiliza campanha publicitária da Foxter, que faz campanha de vendas antecipadas das três torres da Maiojama na Nova Carlos Gomes, Porto Alegre, o conjunto Trend. São dos edifícios corporativos e um residencial. Se você quiser saber mais, para esta fase da campanha os preços são menores, até o lançamento, e um profissional, Jefferson Alan, atenderá os leitores pelo seu celular 9548.7541. Se você preferir, fale por e-mail:jeffersonalan.foxter@gmail.com    

Opinião do leitor - O Rio Grande do Sul não é para amadores

O RS não é para amadores. 


O vernáculo jurídico e a verborragia politica para alguns pseudo lideres, fazem parte do currículo profissional, como também  falar muito e não dizer nada, ficar horas e horas em um escritório ou gabinete e não produzir absolutamente nada, a não ser resíduos sólidos e líquidos. Omitir a verdade, iludir os incautos,fazer conchavos, se encostar em quem tem poder, viver nas tetas do Estado ...  esta rotina tem transformado o amado RS nesta piada de mau gosto que nos assombra diariamente. Lembro nos anos 80, quando nós, gaúchos,  desdenhávamos da situação do povo nordestino:  o mundo deu sua volta e  agora são eles que fazem piada conosco. O RS vai a  galope rumo a Alagoas e Grécia. Tá ruim mas tá bom.
Antonio Lima e Silva, Porto Alegre, RS. 

Walmart investirá R$ 30,7 milhões na cidade de Bagé

A cidade de Bagé, na Região da Campanha, receberá em 2012 um investimento de R$ 30,7 milhões da companhia varejista Walmart Brasil. Conforme a empresa, com esses recursos serão gerados mais 200 novos postos de trabalho.

. O investimento ainda inclui a construção do 20° Hipermercado BIG no Estado, a segunda loja da varejista em Bagé, com  7,5 m². Em  2011, foram investidos R$ 150 milhões e gerados 700 novos empregos em sete novas lojas no Rio Grande do Sul. Hoje são 119 lojas em 50 municípios.

Lideranças empresariais entregam ao Governador Fundopem para o comércio e pleitos ligados à gestão tributária

Lideranças empresariais do Estado apresentaram ao Governador Tarso Genro, nesta quinta-feira, a proposta de criação de medidas de estímulo ao desenvolvimento econômico do varejo, uma espécie de “Fundopem do Comércio”, nos moldes das concessões oferecidas atualmente para a indústria.

. O Presidente da Fecomércio, Zildo de Marchi, afirmou que o programa não significa uma desoneração, e sim um rebatimento capaz de promover uma folga no capital de giro para a geração de novas arrecadações de ICMS.

. Na oportunidade, representantes da Fecomércio, Fiergs, Federasul, FCDL e Sebrae/RS também entregaram ao Governador estudos relacionados à readequação das alíquotas dos pequenos e microempresários inseridos no regime tributário do Simples Nacional, com seis demandas prioritárias sobre a tributação no setor terciário.

Santa Cruz do Sul tem melhor índice de desenvolvimento econômico desde 2005

O município de Santa Cruz do Sul ficou na 43ª posição, no ranking do Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese), elaborado pela Fundação de Economia e Estatística (FEE) do Rio Grande do Sul, atingindo a melhor marca desde 2005.

Tesouro Nacional deve trocar mais 40 bilhões de reais em títulos públicos.

O Tesouro Nacional pretende trocar  reais por títulos públicos nos próximos meses. A operação envolveria cerca de 40 bilhões de reais em títulos públicos.

. A negociação envolve a Caixa Econômica Federal no sentido de redução por parte do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) da quantidade de papéis vinculados à Selic (a taxa básica de juros) em seu poder.

Europa continuará este ano em recessão

* Clipping Folha de São Paulo desta sexta-feira.


China, Alemanha e França, três das cinco maiores economias do mundo, apresentaram preocupante contração no resultado de suas indústrias no mês de março e derrubaram as Bolsas. De acordo com resultados do PMI (Índice Gerente de Compras), taxa em que valores abaixo de 50 mostram contração, os três países apresentaram os piores resultados dos últimos quatro meses. A China, segunda maior economia, e a Alemanha, quarta força mundial, ficaram com PMI de 48,1; a França, quinta potência econômica, ficou com 47,6. Com esses resultados, fica afastada a hipótese de retomada do crescimento no continente no curto prazo e aumenta o risco de contágio a partir da crise grega.

Artigo - Velhos podem trabalhar?

*Clipping jornal Zero Hora desta sexta-feira

Flávio José Kanter, médico, Porto Alegre

Li a história do senhor Ron Akana, que tem 83 anos de idade. Parece ser o comissário de bordo em atividade há mais tempo nos Estados Unidos, 63 anos na United. Há um outro com 87 trabalhando na Delta, mas começou dois anos depois de Akana. E sua antecessora na mesma companhia deixou de trabalhar há cinco anos, aos 85.

Ele já voou uns 20 milhões de milhas, algo como fazer 800 voltas à Terra ou ir e voltar à Lua 40 vezes. Quer saber se ele está cansado? Diz que não. O fato de ser o mais antigo lhe permite escolher antes a escala de trabalho.

O que escolhe? Rotas longas, como seus pares mais antigos nas companhias aéreas, para atingir rapidamente a quota de horas requeridas no mês.

CLIQUE AQUI para ler todo o artigo.

Mesmo com os efeitos da estiagem, fumicultores gaúchos investem em maquinários e tecnologia

O Rio Grande do Sul produz atualmente 51% da safra nacional de fumo. Embora a estiagem tenha causado uma queda na produção no estado, o aumento do preço do produto animou os fumicultores, que participam da Expoagro Afubra 2012, a  investir em maquinários e tecnologias que durante o ano garantirão a retomada dos volumes de produção para a safra 2012/2013.

. De acordo com a Afubra (Associação dos Fumicultores do Brasil), houve quebra na produção dos países concorrentes brasileiros, o que diminuiu a oferta no mercado internacional e ajudou a alavancar os preços.

MERCHANDISING
O editor disponibiliza campanha publicitária da Foxter, que faz campanha de vendas antecipadas das três torres da Maiojama na Nova Carlos Gomes, Porto Alegre, o conjunto Trend. São dos edifícios corporativos e um residencial. Se você quiser saber mais, para esta fase da campanha os preços são menores, até o lançamento, e um profissional, Jefferson Alan, atenderá os leitores pelo seu celular 9548.7541. Se você preferir, fale por e-mail: jeffersonalan.foxter@gmail.com    

PGE consegue manutenção da licitação para a rodoviária de Porto Alegre

A Procuradoria-Geral do Estado obteve vitória junto ao Tribunal de Justiça garantindo a realização da licitação para a concessão da Estação Rodoviária de Porto Alegre.

. Por unanimidade, a 2ª Câmara Cível acatou o argumento da PGE de que a licitação independe da constituição do Sistema Estadual de Transporte Público Intermunicipal de Passageiros (SETPI).

. A partir da decisão, o Estado está autorizado a publicar imediatamente o edital de licitação.

. O processo estava parado desde que a atual concessionária ingressou na Justiça pedindo que a licitação somente ocorresse após a criação, pelo Daer, do SETPI.

Onyx aciona o CNJ para reverter remoção de símbolos religiosos do Judiciário gaúcho

O Deputado Federal Onyx Lorenzoni (DEM) protocolou nesta quinta-feira no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) um pedido de providências contra a decisão do Conselho de Magistratura gaúcho.

. O parlamentar pede que seja revogada a decisão que determinou a remoção de símbolos religiosos dos prédios do Judiciário do estado, que ele considera equivocada.

. Para Onyx, a medida fere a liberdade, discrimina convicções da imensa maioria da população, em benefício de uma minoria.

. No pedido, argumenta que é errôneo o pressuposto de que a laicacidade do Estado deva exigir a extirpação de símbolos religiosos de locais públicos, que estão arraigados na identidade cultural da nação, qualificando a decisão de “cristofobia”.

Este advogado e deputado do PT ataca a lei do piso e no mesmo dia pede para ser contratado pelos professores para defender a lei do piso

- Este caso do deputado petista Alexandre Lindenmeyer constrange a OAB e a própria Assembléia, cujos Conselhos de Ética terão que se pronunciar. Há evidente conflito de interesses e também um conflito ético insuperável. Afinal, a mesma pessoa, o advogado e deputado Lindenmeyer, pode eticamente apoiar com votos o governo que se nega a cumprir a lei do piso e ao mesmo tempo manter o escritório que atacará judicialmente esta decisão do governo? Alexandre é candidato a prefeito de Rio Grande, onde contruiu sólida carreira política, vociferando sempre contra a falta de ética dos adversários, que agora passaram a dar o troco.

O Presidente da OAB, Claudio Lamacchia disse nesta quinta-feira que encaminhará para o Tribunal de Ética a carta que enviou aos professores gasúchos o escritório Lindenmeyer Adocacia & Associados, propondo a interposição de ações judiciais para compelir o governo Tarso Genro a pagar o piso nacional do magistério. Ao ajuizar cada ação, o escritório se remunera de acordo com a tabela de honorários da OAB.

. O caso ganhou as redes sociais nesta quinta-feira, porque o líder do escritório é o deputado Alexandre Lindenmeyer, do PT, que nesta terça-feira votou com o governo do PT na Assembléia, justamente contra todas as tentativas da oposição de compelir o governo Tarso Genro a pagar o piso nacional do magistério. O deputado votou asté contra a emenda apresentada pelo deputado Frederico Antunes, PP, que dava a Tarso o prazo de 60 dias para apresentar um plano real de regularização dos pagamentos atrasados, prsente e futros do piso.

. Diz a carta do escritório liderado pelo deputado Alexandre Lindenmeuyer: "O desrespeito à lei do piso nacional dá o direito de ingressar na justiça para buscar os valores que lhe são devidos e não são pagos". O escritório anunciou que já ajuiza ações nesse sentido.

. O advogado e também deputado do PT, avisou que o exercício do mandato de deputado o impede de advogar contra o Estado, mas não impede que seu escritório o faça.

NOTA DO EDITOR - O editor comunica aos leitores que não acatará opiniões ofensivas à reputação do deputado do PT, mas apenas avaliações sobre seu comportamento ético como advogado e parlamentar.


CLIQUE AQUI  para examinar fac simile da carta, conforme Zero Hora desta sexta-feira.