Prefeito Schneider ciceroneia Yeda em ato para 100 tucanos na CDL de Uruguaiana

 O primeiro ato político de maior vulto na atual campanha eleitoral em Uruguaiana ocorreu esta noite e foi marcada pelo jantar reunido pelo CDL para ouvir a ex-governadora Yeda Crusius, candidata a deputado Federal pelo PSDB.

. Ela foi acompanhada pelo prefeito tucano Luiz Alberto Schneider.

. Na CDL, esperavam por Yeda pelo menos 100 convidados, todos do PSDB.


. A ex-governadora cumpre desde ontem um roteiro pela Fronteira Oeste, iniciado por Rosário do Sul. 

Ibope, SP: Alckmin, 50%; Skaf, PMDB, 11%; Padilha, PT, 8%

Resolução já no primeiro turno
Geraldo Alckmin, PSDB – 50%
Paulo Skaf, PMDB – 11%
Alexandre Padilha, PT – 8%
Os demais candidatos apuraram 1% ou menos de votos.

Rejeição
Em relação ao índice de rejeição, o candidato petista aparece com o maior percentual, com 19%. O governador tem 18% e Skaf, 13%.
Aprovação
A pesquisa também avaliou o atual governo estadual. De acordo com o Ibope, 40% dos entrevistados consideram a administração "ótima" ou "boa". Já para 38%, o governo é regular. 

Hamm participa da apresentação do projeto da usina térmica de R$ 1,8 bilhão da Tractebel

O deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), que preside a Frente Parlamentar do Carvão Mineral no Congresso Nacional, participou na terça-feira da apresentação do projeto UTE Pampa Sul, com potência de 680 MW, que será instalado em Candiota. O evento foi realizado no Obino Hotel, em Bagé.

. Leia nota sobre o empreendimento, logo abaixo, nesta página. 

. O projeto, que terá investimento entre R$ 1,5 a R$ 1,8 bilhão, foi apresentado pelos representantes da Tractbel Energia, José Luís Laydner e Hugo Stamm. Apresentaram alguns benefícios importantes com o projeto, que terá um tempo estimado de construção de 48 meses. A estimativa é que nesse período sejam gerados média de dois mil diretos e oito mil indiretos. Já, na fase de operação (25 anos), de 300 empregos diretos e 1.350 indiretos. Eles apontaram que a usina termelétrica trabalhará com nova tecnologia de queima e controle ambiental. Na oportunidade, Afonso Hamm destacou sobre o potencial de Candiota, no que se refere ao carvão mineral e ainda apontou que o novo investimento irá incrementar a economia regional, aumentar a oferta de energia, oportunizar a geração de mais empregos, incremento na geração de tributos. Ainda salientou como primordial que esses novos investimentos também resultará na oferta de mais cursos profissionalizantes.

- A região será palco no mês de agosto de audiências públicas de apresentação e discussão do relatório de impacto ambiental (RIMA) da Usina Termelétrica Pampa Sul. O evento será no dia 11, às 18h30min, no ginásio municipal Dario Lassance; no dia 12, em Hulha Negra, às 18h30min, no ginásio de Hulha Negra e dia 13 de agosto, no museu Dom Diogo de Souza, em Bagé, às 18h30min. O evento é promovido junto com o IBAMA.

Ex-presidente da Câmara, Giovani Colorio, é inocentado em ação ruidosa tomada pelo juiz de Gramado

Vereador teve sua reputação jogada na lama em função de ação cível pública repelida agora pelo Tribunal de Justiça do RS. 

A 22ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio Grande do Sul inocentou o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Gramado, Giovani Colorio, PP, acusado injustamente pelo Ministério Público Estadual pela inexistente prática de improbidade administrativa em uma esdrúxula ação em que foi  denunciado por acumular o cargo com o de assessor político na Assembleia Legislatva. 

. A informação é do blog do jornalista Miron Neto.

. Na época a denúncia do MPE obteve ruidosa cobertura de imprensa, o vereador teve sua reputação assassinada injustamente e registrou graves prejuízos financeiros e políticos em consequência. Ele poderá, agora, denunciar no Conselho Nacional do MP os promotores que o denunciaram, além de interpor pedido de indenização pelos danos morais e materiais sofridos.

. O vereador Giovani Colorio havia sido condenado em Primeiro Grau a devolver os salários recebidos pela Assembleia Legislativa e as diárias relativas a viagens a Porto Alegre, no período entre 9 de abril de 2010 e 30 de outubro de 2011.

. Na sentença do Primeiro Grau, agora julgada absurda pelo TJE, o juiz Gérson Martins determinou a cassação dos direitos políticos por 10 anos, o que também foi revertido agora, através da decisão do Tribunal de Justiça.

Vá esta noite. O melhor de Porto Alegre.
Confira cardápio, carta de cervejas e chopes artesanais, endereços, serviços:
www.biermarkt.com.br

Conheça o exemplo de Uruguaiana para tratar 100% do esgoto.

ENTREVISTA: Luiz Alberto Schneider, prefeito de Uruguaiana, RS.

A prefeitura mandou a Corsan embora e entregou seus serviços de saneamento para a Odebrecht Ambiental há três anos. Valeu a pena ?

Durante todas as dezenas de anos dos serviços da Corsan, a cobertura de tratamento de esgotos da nossa cidade, 130 mil habitantes, chegou apenas a 8%. Em três anos de investimentos da nova concessionária, já atingimos 60% e chegaremos a 100% dentro de dois anos e meio.

A Corsan teria investido o que investe a Odebrecht ?

Serão R$ 200 milhões a curto prazo. A Corsan jamais teria este dinheiro, até porque os outros municípios exigiriam o mesmo.

E as tarifas ?

Claro que a população paga mais, porque conta com um serviço de que não dispunha. O que adianta pagar taxa de água e esgoto irrisória, se não é fornecido o serviço ? Mas isto tem impacto, sim.

Muita gente se queixa de obras por tudo que é canto, danificando asfalto, calçadas, bueiros.
São 15 e até mais canteiros de obras de uma só vez. Ninguém estava acostumado com isto. A prefeitura também se queixa. Talvez devêssemos ter acertado um cronograma menos apertado, de mais de 5 anos, para compatibilizar os impactos financeiros e de mobilidade urbana com a necessidade de universalizar o saneamento para todos, meta que município algum do RS atingiu até hoje. Os ganhos ambientais e de saúde pública que decorrerão, serão coisa de primeiro mundo.

Vá esta noite. O melhor de Porto Alegre.
Confira cardápio, carta de cervejas e chopes artesanais, endereços, serviços:
www.biermarkt.com.br

Rotta Ely lança seu case de práticas sustentáveis na construção civil.

ENTREVISTA: Tiago Rotta Ely, diretor da Rotta Ely, Porto Alegre.

O senhor tem apresentado o case de práticas sustentável no caso do Sy, seu mais novo empreendimento. Do que se trata ?

É o Sy – Condomínio Praça. Para iniciar a construção, realizamos um estudo socioambiental para causar o mínimo impacto possível na região.

O que melhorou ?

Taxa de ocupação, permeabilidade fluvial do terreno, menor remoção de vegetação e escavações, maior insolação, mais luz, melhor ventilação e melhoria da infraestrutura pluvial da região.

Como reagiram os órgãos públicos ?

O Estudo de Viabilidade Urbanística obteve aprovação com distinção. Nós fizemos tudo com diálogo com a comunidade do local, que aprovaram e opinaram nas diferentes fases do projeto.

Isto sai caro ?


E mais demorado. Demoramos um ano adicional. Acontece que as empresas de construção civil precisam adotar ações que minimizaRem os impactos que uma obra causa junto à natureza. 

Não viaje para a Argentina.

É a pior ideia viajar neste momento para a Argentina, porque a declaração de default (calote) levará o País novamente ao caos econômico, social e político. 

No blue (black no Brasil) argentino, dólar já é vendido a um por 13 pesos

Leitores gaúchos que foram ao encerramento da monumental Feira Agropecuária de Palermo, Argentina, no domingo, passaram ao editor os atuais valores do peso argentino frente ao dólar:

- Terça-feira:

Cotação oficial – 8 por 1
Paralelo e nas lojas – 13 por 1

. Os argentinos chamam o mercado paralelo de blue e não de black, nome usado pelos brasileiros.


. O dólar disparou na Argentina às vésperas do calote iminente. 

Começará as 14h o debate dos candidatos a governador. A promoção é da Famurs. Acompanhe, aqui.

Começará daqui a pouco, as 14h, o debate entre os candidatos a governador do RS no âmbito do 34º Congresso dos Municípios. O evento abriu esta manhã com a presença de 900 representantes de todo o Estado.

.Acompanhe tudo pelo Twitter:
www.twitter.com/famurs

Roubalheira com precatórios no Estado podem chegar a R$ 100 milhões

A repórter Marina Schmidt, Jornal do Comércio de hoje, levanta a ponta do iceberg que envolve o pagamento de precatórios do RS, ao revelar que a Promotoria de Justiça Especializada Criminal de Porto Alegre identificou fraudes de mais de R$ 35 milhões envolvendo precatórios no Rio Grande do Sul. A prática, que, segundo o promotor Ricardo Herbstrith, é antiga, podendo elevar a quantia desviada a R$ 100 milhões, foi denunciada para o Ministério Público em abril de 2013, e a investigação se desenrola desde então. 

. Existem outras denúncias muito mais graves em apuração.

. Leia tudo:

. Em março deste ano, foram realizadas buscas e apreensões e, na sexta-feira, a denúncia foi formalmente apresentada pelo órgão contra 12 pessoas – uma delas era funcionária do Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça, mas já está exonerada do cargo. Os envolvidos são acusados de formação de quadrilha, estelionato, corrupção passiva, corrupção ativa, uso de documento falso, violação de sigilo funcional e falsidade ideológica. 

. As investigações identificaram a ação de dois núcleos no desvio de precatórios no Estado.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Vá esta noite. O melhor de Porto Alegre.
Confira cardápio, carta de cervejas e chopes artesanais, endereços, serviços:
www.biermarkt.com.br


Corajoso rompimento com a Corsan e privatização da área de saneamento já elevou de 8% para 60% o tratamento de esgoto em Uruguaiana

Quase todos os municípios gaúchos continuam reféns da inoperante Corsan. Uruguaiana rompeu com a estatal há três anos. Ao lado, o prefeito Schneider.

Vai a plena carga o grosso investimento de R$ 200 milhões que a Odebrecht Ambiental realiza há três anos no município gaúcho de Uruguaiana, tudo para elevar de 8% para 100% o tratamento de esgotos das residências dos 130 mil habitantes.

. O prazo acertado é de 5 anos.

. Neste momento, 60% dos esgotos já são tratados, índice que pouquíssimos municípios possuem no RS.

. Água e esgoto eram concessão da estatal estadual Corsan, mas a prefeitura rompeu o contrato, privatizou o serviço e entregou tudo para a Odebrecht Ambiental.

. Foi uma decisão corajosa da prefeitura, que enfrentou fortíssima oposição do governo estadual, do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas e do próprio TCE.

. O prefeito Luiz Augusto Schneider, com quem o editor conversou esta manhã, explicou o que aconteceria caso água e esgoto ainda estivessem sob controle da Corsan:

- Ela jamais teria os R$ 200 milhões que a Odebrecht Ambiental investe aqui a curtíssimo prazo. Durante toda a sua história de dezenas de anos, a Corsan só conseguiu tratar 8% do esgoto da cidade. Agora já temos 60% e iremos a 100% dentro de dois anos. 

Maior fundição de ferro do RS consegue recuperação judicial (concordata) em Caxias do Sul

Fundada em 1960, a Tomé S/A Indústria de Autopeças é a maior fundição de ferro do Rio Grande do Sul e uma das maiores fabricantes de tambores de freios no mundo, exportando regularmente para vários países e fornecendo o produto para diversas empresas no Brasil. A empresa conta atualmente com 250 funcionários e teve seu pedido de recuperação judicial deferido dia 04 de julho junto à 1ª Vara Cível de Caxias do Sul. O advogado responsável pelo pedido, João Pedro Scalzilli - sócio do escritório João Carlos e Fernando Scalzilli Advogados & Associados - destaca a importância da empresa na comunidade e sua necessidade de preservação. “O objetivo único é preservar a empresa como uma entidade produtiva que cria empregos, gera impostos e que retorna para o próprio mercado”, afirma Scalzilli.
       
. No pedido de recuperação judicial, a empresa caxiense elencou o aumento exagerado do custo energético como um dos fatores principais, já que a compra é feita no chamado mercado livre. Outro motivo apresentado foi o investimento em uma unidade de peças de aço, que não se mostrou tão rentável como a Tomé projetava.
       
. Com o deferimento do pedido, a empresa poderá ter um prazo entre 5 e 15 anos para o pagamento de suas dívidas, dependendo da decisão da assembleia de credores. Pela decisão da 1ª Vara Cível de Caxias do Sul, a empresa não poderá sofrer ações de execução ou protestos no prazo de 180 dias. As comercializadoras e distribuidoras de energia também não poderão cortar o fornecimento para a Tomé S/A.
       
- A Lei 11.101/05, que regula a recuperação judicial, proporciona a melhora de prazos para negociação, pagamentos e abatimento de valores da dívida, além de retomar a atuação no mercado. João Pedro Scalzilli destaca que a recuperação judicial “é a solução que as empresas podem encontrar para a crise”, ressaltando a importância desta decisão antes que seja tarde demais. Poucos escritórios no Brasil são especializados em Recuperação Judicial e Caxias do Sul conta com a exclusividade e expertise da equipe da Scalzilli. No caso da Tomé S/A, uma equipe de oito pessoas está diretamente envolvida no processo multidisciplinar que envolve gestão de crise e reestruturação.

Vá esta noite. O melhor de Porto Alegre.
Confira cardápio, carta de cervejas e chopes artesanais, endereços, serviços:
www.biermarkt.com.br

Santander e Telefónica lançam plataforma de e-learning

O jornalista Marcos Graciani, da revista Amanhã, foi ao Rio e apurou que a PUCRS e Unisinos, universidades da região sul, serão as primeiras do Brasil a disponibilizar cursos online utilizando a MiríadaX. Leia a reportagem completa:

Às vésperas da abertura do 3º Encontro Internacional de Reitores Universia no Rio de Janeiro, o banco Santander e o grupo Telefónica lançaram mundialmente a plataforma de e-learning gratuita MiríadaX. O projeto é uma iniciativa da Telefónica Learning Services (TLS), primeira empresa de e-learning da Espanha e uma das primeiras do mundo, e do banco espanhol, através da Universia, a maior rede de universidades de língua espanhola e portuguesa.

. A MiríadaX é a segunda plataforma conhecida como Mooc (Massive Open Online Courses) do mundo. O projeto pioneiro pertence à universidade norte-americana Stanford.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Fortunati promulgará na semana que vem a nova Lei das Antenas

Emboras aprovado pela Câmara de Vereadores em 16 de julho, o projeto que regula a instalação de torres e antenas de celular em Porto Alegre somente será encaminhado para sanção do prefeito José Fortunati na próxima semana. 

. A informação é do presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Professor Garcia. Conforme o vereador, o projeto ainda não foi repassado à prefeitura por ainda estar em fase de redação.

Sai Foz do Brasil e entra Odebrecht Ambiental

A Odebrechet resolveu mudar o nome da sua empresa de águas e saneamentos para Odebrecht Ambiental. Foi para o arquivo a Foz do Brasil, que usava variantes locais com nomes próprios, como Foz Uruguaiana, Uruguaiana, RS. 

Calote argentino poderá ser decretado antes da meia noite de hoje

A presidente argentina, ontem, em Caracas, aconselhando-se com o presidente Maduro. 

O quadro de incertezas na Argentina voltou a provocar volatilidade no mercado financeiro local e foi um dos principais assuntos da  reunião dos presidentes do Mercosul, ontem, em Caracas, na Venezuela, onde a Argentina assumiu a presidência temporária de seis meses do bloco. O problema ocorre em um momento recessivo da economia argentina. Para uns essa incerteza pioraria a saúde da economia argentina. O calote afetará gravemente o cenário político local e poderá significar a queda do governo. As relações comerciais com o Brasil será afetadas gravemente. No RS, os exportadores que trabalham com a Argentina serão muito prejudicados.  

Nesta quarta-feira, 30 de julho, à meia-noite, vence o prazo de carência de 30 dias para que o governo argentino da presidente Cristina Kirchner pague os juros dos títulos públicos que venceram no dia 30 de junho e assim evitar cair no segundo calote em treze anos. 

. Esta terça, 29 de julho foi marcada por frenéticos encontros em Nova York, entre representantes da Argentina e o mediador do juiz de Nova York que colocou o país entre a cruz e a espada. Ou como disse o ministro da Economia, Axel Kicillof, entre "o default e o default" (calote ou calote).

. Foi um dia marcado ainda por rumores em Buenos Ares de que poderá haver um acordo de último momento entre o governo e os chamados fundos 'abutres' - especuladores - que representam cerca de 1% da dívida argentina de 2001, que entrou em moratória e que foi reestruturada em 2005 e em 2010. O problema é que, argumenta-se no govenro e entre economistas argentinos, se a Argentina pagar a estes fundos o que eles pedem os demais também vão pedir os mesmos direitos. E aí a bolada saltaria para pelo menos US$ 100 bilhões, segundo os mais otimistas, ou US$ 500 bilhões, segundo os mais pessimistas, incluindo o governo. 

Ana Amélia falará sobre seus planos de governo, 12h, no "Tá na Mesa" da Federasul

A senadora Ana Amélia falará ao meio dia na Federasul, no "Tá na Mesa". A entidade abriu espaço para ouvir os quatro principais candidatos: Vieira da Cunha, Ana Amélia, Sartori e Tarso Genro. Um por semana. 

Saiba por que Dilma não virá ao debate de amanhã na Famurs

A presidente Dilma Roussef não virá ao Congresso da Famurs, que começou esta manhã no Plaza, embora tenha confirmado a presença na sabatina de amanhã, quando foi convidada pessoalmente pelo presidente da Famurs, Seger Menegaz.

. A presidente participará de sabatina, sim, mas na CNI, hoje.

. Amanhã, ela irá a SP para participar do primeiro grande ato da campanha ao lado de sindicalistas, no encontro da CUT, aparelho sindical do PT. 

Conheça as agendas de Campos e Aécio no Estado. O ato mais importante será o de Aécio, sábado, com Ana Amélia.

Aécio e Ana Amélia querem fazer o maior ato público do Brasil. 

Neste final de semana pelo menos cinco candidatos a presidente virão ao RS. O roteiro começou esta manhã com a panfletagem feita por Zé Maria, PSTU, que esteve em canoas as 5h30min, em portas de fábricas.

. Amanhã virão Pastor Everaldo (PSC), Eduardo Campos (PSB), Luciana Genro (PSOL) e Aécio Neves (PSDB). Eles aceitaram o convite da Famurs e falarão para prefeitos reunidos em Porto Alegre. No centro do debate, as políticas de fortalecimento da federação.

. Campos e Aécio permanecerão mais tempo no Estado.

. O socialista, durante dois dias, se dividirá entre Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande, acompanhado dos candidatos ao Piratini, José Ivo Sartori, e ao Senado, Beto Albuquerque.

. Aécio Neves, além do debate de quinta-feira na Famurs, participará da caminhada organizada pelo PP no sábado, do Anfiteatro Pôr do Sol até o Gigantinho, inspirada no Caminho do Gol. Ao lado das candidatas Ana Amélia Lemos e Simone Leite, do PP, Aécio participará de um comício que está sendo tratado como o maior ato da campanha no Brasil até o momento. O presidente do PP, Celso Bernardi, espera reunir pelo menos 10 mil pessoas no ginásio.

Canoas quer operar primeiro trecho do Aeromóvel em 2016

O município de Canoas, na região Metropolitana, terceiro mais populoso do RS, poderá ser o primeiro do País a implantar o serviço de aeromóvel como alternativa para o transporte coletivo já em 2016. A licitação para a obra, através de Regime Diferenciado de Contratações (RDC), deve ser aberta até o fim de setembro. As obras da primeira etapa devem levar cerca de 18 meses.

. O trecho 1 consiste em seis quilômetros de trajeto. No total, o investimento para os 15 quilômetros de extensão do aeromóvel e das 25 estações deve girar em torno de R$ 800 milhões.

. Hoje, a demanda da cidade gira em torno de 13,5 mil passageiros no período e trecho a ser atendido pelo aeromóvel

Sindicato Médico insiste: "RS perdeu 11 mil leitos hospitalares em 20 anos"

O fato de os números anteriores a 2003 não serem considerados pelo ministério é parte de uma "maquiagem pré-eleitoral".

Os jornais Zero Hora e Correio do Povo de hoje tentaram tirar a limpo a discrepância entre os números de leitos existentes no Estado, porque Sindicato Médico, Simers, e governos federal e estadual trabalham com informações totalmente diferentes.

. "O RS perdeu 11 mil leitos nos últimos 20 anos", anuncia o Simers em propaganda nas rádios.

. "O número de leitos cresceu nos últimos três anos", diz o governo estadual.

. Também os dois jornais divergem:

Zero hora, em título: " Quantidade de leitos do SUS se estabilizou desde 2005 no Rio Grande do Sul".

Correio do Povo, também em título: "RS é campeão em leitos hospitalares".

. A questão central que governos federal e estadual, ZH e CP não atacam, é o vetor da propaganda do Simers, que não é contestada e quando isto ocorre, a defesa é feita de maneira apenas esperta, já que o governo estadual monta equações com períodos e números já refugados pelo próprio ministério da Saúde. 

. ZH ouviu todos os lados, mas CP só registrou a versão do governo estadual. 

. O presidente do Simers, Paulo Argollo Mendes, avisa ao distinto público o que está por trás do discurso oficial do governo do Esado:

- O fato de os números anteriores a 2003 não serem considerados pelo ministério é parte de uma "maquiagem pré-eleitoral".

. Leia a reportagem de Zero Hora, que é mais completa e mais perto da verdade:

 Uma campanha recém-lançada pelo Sindicato Médico do Estado (Simers) suscitou debate sobre a gestão da saúde. Nos últimos 20 anos, segundo a entidade, o SUS teria perdido 11 mil vagas no Rio Grande do Sul. O número total de leitos é baseado em dados do Ministério da Saúde e inclui os complementares – de UTI, de isolamento e cuidados intermediários. O problema é que, segundo a assessoria de imprensa do ministério, os dados anteriores a 2004 computam leitos que sequer existiam ou que eram contabilizados duas vezes. Embora sem grande discrepância, os dados referentes ao período de 2005 a 2014 fornecidos a ZH pelo ministério, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) e pelo Simers também divergem. A SES destaca que o número de leitos do SUS cresceu nos últimos três anos, mas a secretária Sandra Fagundes admite que, entre 1993 e 2003, havia leitos só no papel no Estado. Presidente do Simers, Paulo de Argollo Mendes diz que o fato de os números anteriores a 2003 não serem considerados pelo ministério é parte de uma "maquiagem pré-eleitoral".

O ministério divulgou isso durante 20 anos e, neste período, eram informações corretas. Nunca ninguém disse que não eram. Agora, vem essa maquiagem. O ministério tenta se desdizer. Como vamos acreditar se mesmo diz que a versão anterior era equivocada? — questiona.

. Argollo observa que, para um atendimento satisfatório, seria necessário "dobrar o número de leitos". O presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado (Cremers), Fernando Weber Matos, diz haver déficit de 10 a 12 mil leitos no Rio Grande do Sul:

— Por isso, estamos com hospitais superlotados e pacientes nos corredores esperando tratamento.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem de Zero Hora, inclusive tabelas explicativas.

Ponto alto do Congresso da Famurs será sabatina com Aécio, Campos e pastor Everaldo

Abrirá daqui a pouco o 34o Congresso dos Municípios do RS, iniciativa da Famurs. As atividades ocorrerão nestas quinta e sexta-feiras no Salão São José, Plaza.

Eis a rogramação resumida do evento:

30 de julho, hoje
9h30 – Abertura oficial
10h30 – Apresentação da Pauta Municipalista
- Paulo Ziulkoski – Presidente da CNM
- Seger Luiz Menegaz – Presidente da Famurs

14h – Sabatina com os candidatos ao Governo do Estado (35 minutos para cada um; sendo 5 minutos de apresentação; 5 perguntas com 5 minutos para cada resposta; e 5 minutos de considerações finais)
Seguindo a ordem abaixo...
- José Ivo Sartori
- Tarso Genro
- Ana Amélia Lemos
- Vieira da Cunha

31 de julho
9h – Sabatina com os candidatos à Presidência da República (45 minutos para cada um; sendo 5 minutos de apresentação; 3 perguntas com 10 minutos para cada resposta; e 10 minutos de considerações finais)
- Eduardo Campos
- Pastor Everaldo
- Luciana Genro
- Aécio Neves

Artigo sobre Santander x PT, Alexandre Schwartzman, Folha - ¡Que venga el toro!

O candidato do PSDB ao à Presidência, Aécio Neves, ironizou a resposta do Planalto a um informe publicado pelo banco Santander a seus clientes:"Se forem demitir todos que fizeram avaliação negativa do governo, vão ter que demitir muita gente. Ninguém contestou a avaliação, se contentaram em pedir a punição? O  presidente mundial da instituição espanhola, Emilio Botín, justificou a demissão dizendo que "a pessoa fez coisa errada"

No artigo a seguir do ex-economista chefe do Banco Santander, intitulado "¡Que venga el toro!", Alexandre Schwartzman defende o direito e a obrigação do banco - de qualquer banco - de prevenir seus investidores, acionistas e correntistas sobre o estado da economia brasileira, porque é assim que são obtidos melhores negócios e eliminam-se perdas. O artigo foi publicado pela Folha, hoje. Leia tudo:

Antes de tudo, um alerta: para quem não sabe, fui economista-chefe do Santander entre 2008 e 2011, demitido após discussão pública com o então presidente da Petrobras. Digo isso porque quero hoje tratar do imbróglio que envolveu o banco na semana passada, quando foi publicada análise relacionando o desempenho da presidente nas pesquisas eleitorais ao comportamento da Bolsa, do dólar e de outros ativos.
A análise nada trouxe de controverso. Aqui mesmo na Folha, no dia 19, lia-se na página B3: "Bolsa chega ao maior nível em 16 meses", notando que "as ações de empresas estatais dispararam na BM&FBovespa e impulsionaram o principal índice da Bolsa brasileira nesta sexta-feira (18), após pesquisa Datafolha ter apresentado empate técnico entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB)". Acrescentou ainda que, "desde que começaram a ser divulgadas pesquisas apontando perda de espaço da presidente (...), o mercado de ações nacional, que caí.

CLIQUE AQUI para ler mais.
CLIQUE AQUI para ler, também, artigo de Fernando Rodrigues, que aponta reação quase medieval do governo e do PT, exigindo desculpas e demissões por causa de um estudo técnico divulgado internamente. pelo Banco Santander.

Tractebel retoma projeto Pampa, R$ 1,8 bi, Candiota, RS

A Tractebel,pertencente ao mesmo grupo belga que vendeu Pasadena para a Petrobrás,num rumoroso caso que será examinado novamente hoje, quarta, na CPI instalada no Congresso, desistiu provisoriamente da sua ideia de construir uma usina a gás e resolveu retomar em regime de urgência seu projeto Pampa Sul, Candiota, RS.

. Em Candiota já operam as usinas Presidente Médici, da estatal federal CGTEE.

. A região concentra as maiores reservas de carvão a céu aberto do Brasil.

. A Pampa Sul será uma usina térmica a carvão de 350 MW, mas será dimensionada para produzir 600 MW.

. Os investimentos previstos pela Tractebel para o negócio somam R$ 1,8 bilhão.

. Se a empresa conseguir leiloar a energia da Pampa Sul, dia 30 de setembro, o empreendimento irá adiante.  

LBR começou a examinar 16 propostas para venda dos ativos que pôs à venda

Foi adiada para segunda-feira a assembleia de credores da LBR – Lácteos Brasil, que inclui a antiga Bom Gosto, RS, com o objetivo de examinar as propostas de compra de 14 unidades produtivas isoladas do grupo brasileiro.

. O plano de recuperação judicial prevê levantar dinheiro para quitar a dívida de R$ 1 bilhão.

. Foram apresentadas 16 propostas. Participam empresas como a venezuelana Unaquita, a francesa Lactalis e as brasileiras Vigor e Cooperativa Central dos Produtores Urais de Minas.

. A melhor proposta conhecida é da Unaquita (R$ 535 milhões).

. Também para levantar dinheiro, a LBR acaba de arrendar por dez anos três dos seus negócios, no caso Líder, Poços de Caldas e Boas Nata. O valor do negócio é de R$ 94 milhões.