Corajoso rompimento com a Corsan e privatização da área de saneamento já elevou de 8% para 60% o tratamento de esgoto em Uruguaiana

Quase todos os municípios gaúchos continuam reféns da inoperante Corsan. Uruguaiana rompeu com a estatal há três anos. Ao lado, o prefeito Schneider.

Vai a plena carga o grosso investimento de R$ 200 milhões que a Odebrecht Ambiental realiza há três anos no município gaúcho de Uruguaiana, tudo para elevar de 8% para 100% o tratamento de esgotos das residências dos 130 mil habitantes.

. O prazo acertado é de 5 anos.

. Neste momento, 60% dos esgotos já são tratados, índice que pouquíssimos municípios possuem no RS.

. Água e esgoto eram concessão da estatal estadual Corsan, mas a prefeitura rompeu o contrato, privatizou o serviço e entregou tudo para a Odebrecht Ambiental.

. Foi uma decisão corajosa da prefeitura, que enfrentou fortíssima oposição do governo estadual, do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas e do próprio TCE.

. O prefeito Luiz Augusto Schneider, com quem o editor conversou esta manhã, explicou o que aconteceria caso água e esgoto ainda estivessem sob controle da Corsan:

- Ela jamais teria os R$ 200 milhões que a Odebrecht Ambiental investe aqui a curtíssimo prazo. Durante toda a sua história de dezenas de anos, a Corsan só conseguiu tratar 8% do esgoto da cidade. Agora já temos 60% e iremos a 100% dentro de dois anos. 

12 comentários:

FAÇANHA, o vaticinador disse...

A partir de 2015, com Ana Amélia governadora, a CORSAN reencontrará o seu melhor desempenho.

Marcos Flach disse...

Cabe saudar a coragem do Prefeito Sanchotene Felice que enfrentou o "monipólio" e estas "Instituições" para tirar Uruguaiana do atraso. PARABÉNS SANCHOTENE FELICE!!!

airton disse...

Quantos debates travei com colegas de trabalho que insistiam naquele velho slogan a CORSAN é nossa e eu dizendo nossa como??? cobram a água quase o dobro do DAMAE, estatais que só servem de cabide de emprego para apadrinhados do governo que está no poder. Parabéns ao prefeito de Uruguaiana, administrador com visão de futuro, são estes os políticos que o povo deveria colocar no poder.

Anônimo disse...

O artigo acima Precatórios....
Falar de estatais é falar de serviços e automaticamente de servidores que prestam um serviço de péssima qualidade. A unica coisa que é de primeira são os salários os penduricalhos as pensões e aposentadorias, ai os expertos e malandros inventam isonomias, equiparações, etc.. ai vem a justiça e decreta, é tem direito (corporativismo) como não tem grana paga em precatórios, sabe quanto R$ 4 bi somente para servidores ativos e inativos...

Bem feito para o cidadão contribuinte da iniciativa privada...

Antonio-Caxias do Sul

Anônimo disse...

Em resposta ao comentário de Airton que disse: "..., estatais que só servem de cabide de emprego para apadrinhados do governo que está no poder. Parabéns ao prefeito de Uruguaiana, administrador com visão de futuro, são estes os políticos que o povo deveria colocar no poder."

Realmente, todos sabemos que os governos, em geral, mantêm instituições com o único objetivo de dar cargos aos puxa-sacos políticos em estatais que só dão prejuízos.

Se os eleitores pesquisarem na Internet os governos anteriores, vai descobrir que o atual governo do PT dividiu várias secretarias ao meio só para fazer o cabide de empregos ficar bem graaaaaande.

Vou citar apenas uma: Secretaria da Agricultura, Pecuária e do Agronegócio e criou uma outra chamada Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e do Cooperativismo.

Por que há a necessidade de ter dois secretários fazendo a mesma coisa?

Isso é só um exemplo do inchaço promovido por Tarso Genro. E o povão pagando a conta, como sempre.

Adriano Vargas

Anônimo disse...

FAÇANHA, depois de Ana Amélia virá quem irá esculhambar a CORSAN novamente.

ESTATAL nunca será bem administrada, não foi na Inglaterra, Russia e na China vez que outra tem alguém na guilhotina.



Anônimo disse...

Prefeito Schneider,assumiu há um ano e meio e deu um "empurrão" decisivo para a realização e concretização no prazo;assim como sua gestão tem sido pautada pela responsabilidade com o bem publico,transparência e seriedade,sem duvida esta recuperando os estragos da gestão anterior.

Anônimo disse...

Espero que Ana Amélia torne a CORSAN um Sabesp,ou seja,empresa bem administrada.Exemplo tem é só seguir as melhores práticas de gestão.A Presidente da Sabesp é Dilma Pena, competentíssima.

Anônimo disse...

A Corsan está investindo 4 bilhões de reais, só que no estado inteiro. Informem-se sobre subsídio cruzado. Pergunte à Odebrecht se têm intenção de prestar serviço em cidades pequenas e horizontalizadas...

Unknown disse...

Os empresários jamais estarão interessados em assumir o saneamento em mais de 200 municípios atendidos pela corsan que graças ao subsídio cruzado consegue levar água a todos ou alguém aí pensa que empresário vai querer ter prejuízo em municípios que não arrecadam o suficiente para ter lucro com venda de água? A água deve ser pública sempre para que todos possam ter acesso a ela.

Anônimo disse...

Políbio:

Pergunte ao Prefeito quem construiu a Estação de Tratamento de Esgotos de Uruguaiana e a rede implantada esgota para onde, para o Rio, já que a ETE não tem capacidade nominal de atender esta vazão?

Anônimo disse...

Essa história de subsídio cruzado e que cidade pequena dá prejuízo para a CORSAN é uma balela corporativa, para justificar as altíssimas tarifas cobradas. Diversas cidades pequenas tem seus próprios sistemas de abastecimento baseados em poços artesianos, fornecendo água de muito melhor qualidade e a preços muito menores, sem dar prejuízo para os respectivos municípios. Aliás, é amplamente sabido que a água da CORSAN é uma das mais caras que existe porque o dinheiro some antes de completar o tal cruzamento. Não há jeito mesmo. Essas empresas gigantescas nas mãos do Estado não funcionam como a iniciativa privada. São um fim em si mesmas. Acabam sendo valhacouto de quadrilheiros, gatunos de toda a espécie se locupletando e arrecadando para o partido, para se manterem no poder. Vejam a Petrobrás. Seria a CORSAN uma ilha de probidade num oceano de corrupção, quando se sabe que nem sequer um paralelepípedo é colocado em via pública sem propina ? Nos últimos tempos a CORSAN prometeu mundos e fundos para os municípios que estavam ameaçando romper as concessões. Agora, vamos ver ela cumprir o que prometeu. Tem municípios com a necessidade de quatrocentos quilômetros de esgotos e os trabalhos andando a cem metros por mês. Isso daria vários séculos de trabalho, no atual ritmo.