Beto Albuquerque reage: "Alguém é o pai dessas quatro criaturas presas espionando pela Abin o governador Eduardo Campos".

O deputado socialista gaúcho acha que os quatro espiões presos, todos agentes do governo federal, da Abin, devem ter algum "pai" em Brasília. Acontece que eles podem ter mais propriamente uma "mãe", no caso a presidente Dilma.

Após a descoberta da mais nova investida eleitoral do PT, revelada por VEJA desta semana, sobre a espionagem perpetrada por agentes do estado no Porto de Suape, em Pernambuco, o líder do PSB no Senado, Rodrigo Rollemberg (DF), afirmou que o governo lança mão de todas as armas para sufocar as movimentações que poderiam atrapalhar a reeleição de Dilma Rousseff em 2014. A reportagem mostra que quatro funcionários da Agência Brasileira de Inteligência, a Abin, se disfarçaram de agentes portuários para colher informações que poderiam ser utilizadas contra o governador Eduardo Campos, considerado pelos petistas uma ameaça para Dilma nas eleições de 2014.

Na Câmara, o líder do PSB, Beto Albuquerque (RS), afirmou esperar que o governo não precise ser intimado para dar explicações sobre a espionagem no Porto de Suape. O deputado disse que vai conversar, no início desta semana, com o governador Eduardo Campos e com deputados da legenda para decidir quais serão as providências tomadas. Ele espera, porém, que o governo se antecipe nas explicações. “Temos uma denúncia grave e é preciso que haja uma explicação formal antes de uma possível convocação”, disse o parlamentar gaúcho. Ele foi além:

- Alguém tem de ser o pai dessas quatro criaturas. Elas não estavam lá para fazer estágio ou para aprender sobre portos. E é essa explicação que tem de ser dada

. O líder do PSB reforçou que não se contentará com um posicionamento de representantes da Abin. Para ele, a resposta deverá partir do gabinete da Presidência da República.

Serviço secreto da PM de SP diz que PSOL 'recruta' punks para protestos. Em Porto Alegre, o PSOL põe a própria cara na rua.

Esta foto da Folha mostra alguns dos ativistas arrebanhados pelo PSOL em SP. Três dos cinco zangados da linha de frente, são arruaceiros covardes que se escondem atrás de máscaras ou capuzes.

Nesta sexta-feira o editor publicou registro do IP de página da Internet de um movimento intitulado Juntos, uma espécie de ONG do PSOL, por onde saem as orientações para as ações de rua em São Paulo e outras capitais. O endereço é juntos.org.br, registrado em nome de Luciana Genro, que usa SP como base operacional para sua campanha presidencial. Em Porto Alegre, para outra ONG que ela representa e ensina gratuitamente estudantes que querem fazer o vestibular, Luciana aprendeu a pegar dinheiro grosso de empresários para suas "ações beneméritas", inclusive a Icatu Seguros, que monopoliza os serviços de seguros do Banrisul, o banco dirigido pelo governo do seu pai, Tarso Genro. Tudo isto sai caro.  A reportagem da Folha de S. Paulo, a seguir, comprova o que já saiu aqui. Leia a reportagem a seguir de Mário Cesar Carvalho:

O serviço secreto da Polícia Militar afirma em relatórios sobre as manifestações contra o aumento das tarifas de transporte em São Paulo que os grupos mais violentos nem sempre agem de maneira espontânea.
Punks que partem para o quebra-quebra são arregimentados por militantes do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) com o objetivo de desgastar o PT do prefeito Fernando Haddad e o PSDB do governador Geraldo Alckmin, de acordo com documentos sigilosos aos quais a Folha teve acesso.
Serviço secreto da PM diz que PSOL 'recruta' punks para protestos
Análise: Polícia insuflou protestos em SP e Istambul.

. No Movimento Passe Livre 'não pode ter cara de playboy', diz estudante.

. Para a polícia, a forma de ação desses supostos punk é "semelhante a atos de guerrilha". Seria também uma forma que integrantes do PSOL teriam encontrado de constranger os dois governantes sem aparecer numa situação que poderia desgastar a imagem do partido, de acordo com esses relatórios.

. Um dos relatórios do P2, sigla pela qual é conhecido o serviço reservado da PM, frisa que não há envolvimento do PSOL como partido, mas de militantes avulsos. A avaliação foi feita por policiais militares infiltrados.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Começarão amanhã as obras do Pier Porto Alegre, o verdadeiro "Puerto Madero" do RS

Após dois anos e meio de negociações do Executivo gaúcho com a União, um dos cartões postais de Porto Alegre será finalmente revitalizado e entregue à população pelo governo do Estado. Amanhã, o prefeito José Fortunati autoriza oficialmente a empresa Porto Cais Mauá, vencedora da licitação, a iniciar as obras de restauro dos nove armazéns do Cais Mauá. 

. A cerimônia será às 14h3Omin, na entrada principal do pórtico.

Auditoria reprova contas do PT do ano do mensalão

Muitas supresas ainda virão, como o da revelação pública de que Lula foi o verdadeiro chefe do Mensalão. Veja charge ao lado, disponibilizada nos arquivos do Google.



Ao analisar o que ocorre no TSE, o jornalista Chico de Gois, revela no jornal O Glodo deste domingo que o documento alerta que TSE fechou os olhos para irregularidades e desprezou caixa dois petista. Leia:

Depois da condenação de ex-dirigentes do PT, no fim do ano passado, o fantasma do mensalão pode voltar a assombrar o partido. Desta vez, o palco é o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o motivo é um relatório produzido pela auditoria interna da Corte e até hoje não revelado. O documento, ao qual o GLOBO teve acesso, põe em xeque pareceres técnicos do próprio TSE que, em 2010, foram usados para embasar decisão da ministra Cármen Lúcia que aprovou com ressalvas as contas de 2003 do PT. A contabilidade daquele ano do partido é, justamente, a que contém os registros dos notórios empréstimos bancários contraídos junto aos bancos Rural e BMG, e que foram utilizados para esconder o esquema do mensalão.

O relatório da auditoria deixa claro que o TSE não poderia ter chancelado a contabilidade petista de 2003. Isso porque os pareceres não levaram em consideração o que então já era conhecido: que, em 2003, a agremiação se valeu de empréstimos fictícios para justificar suas receitas; e que o próprio Delúbio Soares, ex-tesoureiro da legenda, admitiu que fez uso de caixa dois — o que é proibido por lei.

Além disso, o documento destaca que o PT misturou recursos do Fundo Partidário, que devem ter contabilidade à parte, com receitas de outra ordem, confundindo e dificultando a fiscalização.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Direitos e deveres, por Merval Pereira

Chico Caruso, também de O Globo, demonstra como foi dura a semana para todo mundo, mas sobretudo para Dilma.



O jornalista Merval Pereira escreve em O Globo de hoje que o país vive nos últimos dias situações de tensão de diversas origens que, misturadas à percepção crescente de pessimismo em relação ao futuro captada por pesquisas de opinião, podem levar a uma crise institucional de grave repercussão. Leia tudo:

Não há ainda uma ligação direta entre os problemas econômicos que se avolumam e as manifestações nas ruas das principais cidades do país, como apressadamente alguns analistas estrangeiros registram.

Mas a insatisfação difusa que se revela pelas redes sociais e desemboca nas manifestações a pretexto de protestar contra o aumento das tarifas de ônibus, sem dúvida, serve à manipulação de atividades políticas de grupos radicais e anárquicos que não se sentem representados pelos partidos políticos do mainstream.

Existem diversos grupos de ativistas em ação pelas ruas, alguns ligados a partidos políticos, que escolhem temas variados para protestar “contra tudo isso que está aí”.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Artigo - A vaia para Dilma Rousseff – Desmanche do lulismo social

CLIQUE AQUI para ver e ouvir as vaias, em video.

Ao lado - Depois das três vaias, Dilma surgiu nas redes sociais como a Rainha das Copas. Trata-se de uma colagem em cima do desenho da Rainha de Copas, em Alice no País das Maravilhas.

O artigo a seguir é de Luiz Claudio Ferreira Barbosa (link abaixo). Ele diz que a presidente Dilma Rousseff  não esperava uma manifestação negativa na abertura da Copa das Confederações. Leia mais:

As vaias não soaram somente nos limites do Estádio Mané Garricha (Brasília), pois o seu maior eco ocorreu na classe média dos grandes centros urbanos: Rio de Janeiro; Brasília, Porto Alegre; São Paulo. Os distúrbios sociais que estão acontecendo nas grandes cidades brasileiras, como a vaia de Brasília, não são fatos desconexos da insatisfação crescente da sociedade civil, com os modelos nada transparentes dos preparativos das obras da Copa do Mundo de 2014.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

O IGP-10 dá maus sinais sobre a marcha da inflação, que continua em alta.

Hélio Mazzoli, nesta manhã de domingo, analisa para esta página:
A inflação continua em alta em direção ao consumidor final.
Parece-me que faltam conhecimentos clássicos para as autoridades.
Não adianta “achar” e nem inventar a roda.


* Clipping Estadão, domingo.

O IGP-10, primeira prévia do Índice Geral de Preços de junho, calculado pela Fundação Getúlio Vargas, subiu 0,63%, marcando a volta da inflação de alimentos. É uma notícia desanimadora para o governo, que contava com deflação para amoldar o índice oficial (IPCA), e para o consumidor, que pagará a conta na feira ou no supermercado.

. Na composição do IGP os preços no atacado - industriais e agropecuários - têm peso maior (60%). Os agropecuários haviam caído 2,8%, no IGP-10 de maio, contribuindo para a deflação de 0,09%. Agora, com aumento de 0,57%, os agropecuários são o principal fator da retomada inflacionária, secundados pelo Índice Nacional da Construção Civil (INCC), com alta de 2,48% contra 0,79%, em maio.

. Soja em grão (+9,61%), farelo de soja (+14,12%), batata inglesa (+16,16%), leite in natura (+3,71%) e minério de ferro (+1,33%) lideraram as altas do Índice de Preços ao Produtor Amplo, segundo a FGV. Para o consumidor, os itens que mais subiram foram mamão papaia (+28,36%) e leite longa vida (+3,40%). Os aumentos tiveram mais impacto no índice do que as quedas dos preços no atacado de tomate, laranja e aves, e, para o consumidor, de laranja, pera, alface e cebola. No INCC, a pressão veio do reajuste de salários de ajudantes especializados, serventes, carpinteiros, pedreiros e bombeiros. A inflação no atacado antecipa o que ocorrerá nas semanas ou meses seguintes com a inflação ao consumidor: os comerciantes repassam os preços aos compradores finais. Por isso, a inflação no atacado que vinha sendo comemorada enquanto dava sinais de queda, até maio, agora causa dor de cabeça.

. Nos últimos 12 meses, o IGP-10 atingiu 6,17%. É ligeiramente inferior ao IGP-10 de maio por um fator sazonal: em junho de 2012, o índice subiu 0,73%, acima do indicador divulgado na sexta-feira.O governo já gastou bastante munição para aplacar os preços, nos últimos meses. Reduziu tributos e mudou as regras de renovação das concessões elétricas, além de adiar os reajustes das passagens de ônibus, que já não haviam sido reajustadas pelo ex-prefeito Kassab, em São Paulo, no ano eleitoral de 2012.

. O estoque de "bondades" (à custa dos contribuintes) tenderá a ser menor, pois o juro básico teve de ser ajustado, a cotação do dólar subiu e os preços dos derivados de petróleo continuam baixos. Conter a inflação é tarefa cada vez mais árdua.