Veja e ouça a entrevista "alegre" de FHC, o Muso do Carnaval Carioca de 2013



:

CLIQUE AQUI para ver e ouvir a entrevista de FHC, que já parece bem embalado pelo "clima" dos camarotes bem regados a cerveja e uísque da Marquês da Sapucaí. FHC foi escolhido pela Globo como o Muso do Carnaval do Rio. Lula, claro, continua sumido, e Dilma passeia de iate em Salvador. Leia a nota de Ancelmo Gois, O Globo, a seguir: 

FH: muso do carnaval - ANCELMO GOIS
O GLOBO - 12/02
A ida de Fernando Henrique à Marquês de Sapucaí no domingo não foi surpresa para os amigos cariocas. Natural do Rio, embora radicado desde cedo em São Paulo, o ex-presidente, aos 81 anos, comprou um apartamento em São Conrado para ficar mais perto de filhos e netos. Viúvo, FH tem dois filhos que moram no Rio (Paulo e Beatriz) e uma que mora em Brasília (Luciana).
Segue...
No sábado, Fernando Henrique foi ao cinema sozinho, a pé, no Fashion Mall. No meio do caminho, um grupo de curiosos ficou em dúvida se ele era mesmo o ex-presidente.
Até que um deles deduziu:
— Deve ser um turista americano.

Propina de R 1,2 bilhão assombra Nelson Jobim. Escândalo já rendeu prisão de megaempresário na Itália

* Clipping www.brasil247.com.br

Acaba de ser preso, na Itália, o executivo Giuseppe Orsi, presidente da empresa Finmeccanica, uma gigante da área de defesa. O motivo: corrupção internacional na venda de fragatas. Nas investigações, foi também citado o ex-ministro Nelson Jobim, da Defesa, numa negociação de 5 bilhões de euros para renovação de equipamentos de Marinha, que envolveria uma comissão ilegal de 550 milhões de euros; Jobim diz que o negócio não saiu por "razões fiscais"

247 - Um escândalo de proporções gigantescas, que envolve o segundo maior grupo industrial da Itália, a Finmeccanica, da área de Defesa, pode desaguar no Brasil. Foi preso, nesta terça-feira, o executivo Giuseppe Orsi, presidente do grupo, acusado de comandar um esquema de corrupção internacional na venda de fragatas e outras embarcações militares para as marinhas de países em desenvolvimento.

A determinação do juiz Bruno Arsizio ocorreu depois da comprovação do pagamento de propina a oficiais do governo indiano para a venda de 12 navios. No curso das investigações, no entanto, o Brasil também foi citado. Segundo uma testemunha, o projeto ProSuper, da Marinha brasileira, que previa a compra de várias fragatas italianas, envolvia o pagamento de uma propina de 550 milhões de euros (mais de R$ 1,2 bilhão) – e ex-ministro Nelson Jobim, da Defesa, foi citado como um dos beneficiários.

A propina corresponderia a 11% da encomenda total, avaliada em 5 bilhões de euros. A testemunha que envolveu Jobim no caso é Claudio Scajola, um ex-ministro do governo Berlusconi. “É verdade que encontrei o ministro da Defesa, Jobim. Na Itália, havia crise e tentei vender as embarcações. Era meu dever ajudar”, afirmou Scajola. Jobim, no entanto, nega que tenha havido qualquer tipo de negociação ilícita. “Nunca chegamos a falar de um tema como esse”, afirmou ao jornal italiano La Stampa. “Não sei o que fizeram os italianos. Só sei que o projeto ProSuper, que previa a aquisição por parte da Marinha brasileira de fragatas com a transferência de tecnologia, foi cancelado por questões fiscais. Além disso, os italianos tinham de encontrar um parceiro brasileiro e não conseguiram.”
LEIA AQUI, a notícia de hoje do Corriere dela Sera sobre a prisão do presidente da Finmeccanica, e, abaixo, a primeira notícia, do 247, sobre o envolvimento de Jobim no caso

 CLIQUE AQUI para ler mais.

Freeway já tem quarta faixa entre Osório e Santo Antonio


 A charge acima é de Chico Caruso, O Globo desta terça-feira gorda de carnaval.

A partir desta quarta-feira, concluída a permisividade do Carnaval, 180 mil carros começaram a voltar do Litoral Norte - e de SC -, mas desta vez encontrarão melhor sinalização na entrada da freeway para a Grande Poirto Alegre, além de uma quarta faixa (o acostamanento) até Santo Antonio da Patrulha. A partir daí, ninguém sabe o que acontecerá.

.Na ida para o Litoral Norte, no final de semana, a freeway suportou bem o tráfego, mas formaram-se filas de até 25 kms entre Osório e o túnel de Maquiné, na BR-101 duplicada, que corre paralela à Estrada do Mar. 

- Entre Florianópolis e Torres, a BR-101 dificilmente suportará o tráfego, parando tudo na ponte de Laguna.ree

Terrorismo em SC - Fraco governador admite ajuda da Força Nacional de Segurança

- Atacado no coração do próprio governo, no Centro Administrativo, e sem condições de conter a onda de terrorismo que prossegue em Santa Catarina, o fraco e vacilante governador Raimundo Colombo começou a sair do mundo e admitiu pedir tropas da Força Nacional de Segurança, mas acabará tendo que pedir intervenção militar, como fez o governador Sérgio Cabral no Rio. A nota a seguir é do site www.zerohora.com.br desta terça-feira:

Pela primeira vez, o governador Raimundo Colombo (PSD) admitiu que pode mudar de opinião e aceitar a oferta da Força Nacional de Segurança (FNS). Ele justificou que, neste momento, a ajuda não seria eficaz porque o trabalho dos agentes deve ter um objetivo específico. Mas acrescentou que se no futuro houver alguma tarefa que se enquadre neste perfil, a parceria será firmada.O anúncio ocorreu no mesmo dia em que os criminosos fizeram um ataque contra o centro administrativo, prédio que concentra o gabinete do governador, vice-governador e uma série de secretarias de Estado. Um Gol ficou destruído e outro carro foi parcialmente atingido. Ninguém ficou ferido e as chamas foram controladas pelo Corpo de Bombeiros.

Brizola Neto já teria decidido trocar domicílio eleitoral para o RS


São fortes as especulações em Brasília de que o ministro do Trabalho, Brizola Neto, transferirá para o RS o seu domicílio eleitoral, disputando uma cadeira na Câmara dos Deputados em dobradinha com a irmã, a deputada estadual Juliana Brizola. A troca também facilitaria o reingresso no PDT, do ex-marido de Dilma, Carlos Araújo.

. Caso o ministro perca mesmo o cargo naminireforma de abril, Dilma estaria disposta a nomeá-lo secretário nacional da Juventude.