Dilma assina indulto de Natal que livra o mensaleiro petista Zé Genoíno.

Decreto assinado nesta quarta-feira 24 pela presidente Dilma Rousseff concede indulto de natal para brasileiros e estrangeiros condenados a pena privativa de liberdade não superior a oito anos e que tenham cumprido um terço da pena, no caso de presos não reincidentes; medida pode beneficiar também reincidentes, desde que já tenham cumprido metade da pena; diferentemente do saidão, que beneficia detentos para passar feriados com familiares, o indulto significa o perdão da pena, com sua consequente extinção; ex-deputado José Genoino se enquadra no perfil exigido

Tarso nomeia juiz do Tribunal Militar o promotor que invadiu o Palácio Piratini no governo Yeda Crusius

Amilcar é finalmente nomeado.



Num dos seus últimos atos de governo, o governador Tarso Genro resolveu nomear para juiz do Tribunal de Justiça Militar o promotor Amilcar Fagundes Freitas, notabilizado durante o governo anterior pela insólita tentativa de invasão do Palácio Piratini para investigar supostas espionagens da Casa Militar.

. A vaga era do Ministério Público. A lista tríplice foi integrada por Marcos Centeno, Amilcar e Lisiane da Fonseca. Tarso ficou com seu velho conhecido, o segundo colocado, Amilcar.

. O promotor do MPE produziu grave crise política e institucional em 2010, ano de eleição, logo depois de vários ataques da Polícia Federal e do MPF contra o governo tucano do RS, causando graves prejuízos eleitorais para a governadora Yeda Crusius e beneficiando o candidato oposicionista Tarso Genro. É que ele levantou suspeita de uso político (espionagem contra adversários) e uso de caixa 2 (arrecadação de dinheiro sujo), tudo devidamente reverberado de modo espalhafatoso pela mídia, com ênfase para a RBS. Na denúncia feita em 2011 emjuízo, o promotor descartou completamente as revelações que fez durante a campanha eleitoral, mas fez isto muito tarde, porque Yeda acabou perdendo as eleições – mas Tarso Genro venceu.

. Tarso Genro já tinha demonstrado antes sua gratidão.

. O governador do PT nomeou em 2011 o advogado petista Jorge Garcia, ao cargo de Juiz do Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul em vaga aberta pela aposentadoria do promotor Otávio de Souza.  O ato foi atacado pela Justiça, com decisão final do presidente do STF, ministro Lewandowsky. Nesta vaga entrou, agora, Amilcar. O advogado Jorge Garcia ficou famoso ao protagonizar a libertação de Marcos Trindade, o "mula" usado pelo Valerioduto, preso em São Paulo com R$ 150 mil na cueca, que trazia para o PT gaúcho. Era dinheiro sujo, parte de R$ 1 milhão que o mensaleiro Marcos Valério mandou para pagar as contas da campanha eleitoral do Partido no Rio Grande do Sul. Em 2002, Tarso Genro perdeu para Germano Rigotto. Em 2006, em Porto Alegre, como consequência das malfeitorias do Mensalão, foram punidos na Justiça o presidente do PT, David Stival, mais o tesoureiro, Marcelino Pies, e o "mula", Trindade. Foram as primeiras condenações ocorridas no âmbito do Mensalão. David Stival, que tinha prometido cortar o próprio pescoço, caso fosse comprovado o uso do dinheiro sujo, continua com suas vértebras intactas.

Sindilojas quer que Feltes e Sartori mantenham coerência e liquidem com o Imposto de Fronteira

Sob o título "Mais um golpe no comércio", o presidente do Sindiloja de Porto Alegre, Remi Scheffler, cobra coerência do novo secretário da Fazenda, Giovani Feltes, como também do governador eleito José Sartori, porque ambos produzem declarações assustadoras sobre o fim do Imposto da Fronteira, uma excrecência tributária imposta com selvageria sobre o varejo do RS. O Difa foi extinto por lei da Assembléia e o Judiciário manteve a posição do Palácio Farroupilha, mas Tarso negou-se a cumprir a ordem. 

. Remi Scheffler fala em nome de todo o comércio gaúcho quando exige que Feltes mantenha a palavra e Sartori honre o que o seu Partido fez.

. O novo governo veio também para reintroduzir a moralidade na administração pública, o que significa honrar o fio do bigode e cumprir a lei.

Leia o que ele escreve hoje no Jornal do Comércio:

Foi com apreensão e expectativa que acompanhamos, meses atrás, a votação na Assembleia Legislativa do projeto que acabou com a Diferença de Alíquota, a Dinfa, popularmente conhecida por Imposto de Fronteira. Como líderes empresariais do comércio varejista, estivemos ao lado dos deputados naquele importante momento. Vibramos, como a oposição no Parlamento gaúcho, com o fim deste tributo, tão nocivo aos cofres das empresas, especialmente as de pequeno e médio porte. Só que agora, às vésperas da troca de governo; às vésperas desta mesma oposição tomar acento no Palácio Piratini e suas secretarias, uma declaração do futuro secretário da Fazenda nos deixa apreensivos: de que o Imposto de Fronteira pode permanecer.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Varejo gaúcho tem o pior Natal desde 2009

O pior volume de vendas desde o ano de 2009. Este é o sentimento de lojistas gaúchos com a proximidade do final do horário de funcionamento das lojas nesta quarta-feira. Conforme a estimativa da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV), os negócios devem registrar 1,2% inferior ao verificado no ano passado. 

. “Apesar do movimento nas lojas de rua (70%) e shopping centers, as vendas de presentes ficaram mais concentradas em produtos com tíquete médio pequeno, de R$ 80,00 em média, embora em maior quantidade. O varejo gaúcho vai encerrar o ano com vendas negativas e antecipar as promoções pós-Natal”, comenta o presidente da entidade, Vilson Noer, ao lembrar que o consumidor vai ganhar com as promoções que devem acontecer a partir de sexta-feira, 26, nas redes de empresas do setor. A previsão inicial da entidade era de um crescimento de 6,8% a 7,2% sobre as  vendas do ano passado.“Percebe-se uma mudança de perfil de compras de Natal nos últimos anos. Cada vez mais os consumidores têm adquirido produtos de maior valor em promoções ao longo do ano e, assim, se endividando  e comprometendo o 13º salário com pagamentos de dívidas e  para compras de valores mais baixos. Além disso, há também uma ampla campanha de pagamento de impostos e taxas de forma antecipada, o que retira valores das compras”, diz o dirigente. Ao todo, o varejo regional previa absorver R$ 6 bilhões dos R$ 10,1 bilhões previstos para serem injetados na economia do Rio Grande do Sul com o pagamento do 13º salário. 

. Os destaques nas vendas para a data ficaram com confecções em geral, aparelhos celulares e cosméticos. Noer acredita que o ano de 2014 vai encerrar com queda de vendas, em percentual ainda não apurado totalmente, em comparação com 2013. “Foi um Natal complicado. Consumidores da classe média buscam preço, e especialmente as cidades da Região Metropolitana puxaram os dados para baixo. O Natal mudou, virando um grande evento de presentinhos e não mais de bens duráveis”, diz o presidente da AGV. 

Dólar comercial cai e fecha abaixo de R$ 2,70

Em sessão mais curta na véspera de Natal, moeda americana recua 0,71% a R$ R$ 2,684

Estas são as opções de Sartori para a secretaria do Turismo

O governador José Ivo Sartori está em Caxias do Sul, onde passará com a família o Natal. Ele voltará a Porto Alegre na segunda-feira.

. Aguarda-o uma solução para a secretaria do Turismo, cujo titular ainda não foi indicado, o que tem provocado enorme mal estar junto ao trade da área no RS, que acha que está sendo desconsiderado.

. As informações do entorno do governador indicam que ele examina três hipóteses diferentes para a área, embora a preferida seja a primeira:

1) Indicação de um deputado estadual do PMDB, abrindo vaga para a posse do terceiro suplente, Ibsen Pinheiro, porque Sartori quer porque quer Ibsen ajudando-o na Assembléia.
2) Nomeação de alguém do trade, ficando entre Caio Tomaseli, profissional da área em Gramado, e Abdon Barreto, diretor do Plaza.
3) Espera por um acordo com o PTB, o que faria com que o governo tomasse posse com uma secretaria vaga.

. O imbroglio está sem solução no momento. 

Artigo, Carlos Brickmann - O mau e o péssimo na Petrobrás

CLIQUE AQUI para ler, também, reportagem da Folha: "PF descobre R$ 800 mil da JBS em conta do doleiro Youssef".



O Petrolão é uma história trágica: mostra como uma empresa de renome mundial pode ser capturada por dentro (lembra do filme Aliens?) e sugada até desidratar-se, sob o olhar benevolente de quem deveria estar tomando conta dela.

Mas pior que o Petrolão, pior que a corrupção, é a incompetência. E a incompetência que prejudicou pesadamente a Petrobras foi gerada fora da empresa. Quem obrigou a Petrobras a comprar petróleo caro no Exterior, e vendê-lo aqui mais barato, não foi nenhum diretor da empresa: foi o Governo. Foi o Governo que, por conta do pré-sal, sufocou uma área em que o Brasil era líder mundial, a do álcool e biocombustíveis renováveis, menos poluentes e produzidos aqui mesmo, gerando empregos aqui, aqui gerando investimentos. Segurar o preço da gasolina, para fingir que andar de carro era barato e ajudar as multinacionais automobilísticas, quebrou as usinas, paralisou as pesquisas e incentivou a poluição.

E há um caso emblemático, a Refinaria Abreu e Lima. O Governo brasileiro mandou construí-la a pedido de Hugo Chávez, para refinar petróleo venezuelano, mais pesado.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Foi no alvo a escolha dos novos Chefe de Polícia e comandante da Brigada

Foi na mosca as escolhas dos novos Chefe de Polícia e Comandante da Brigada. Irão para os cargos o delegado Guilherme Wondracek e o coronel Alfeu Freitas Moreira.

. O coronel foi comandante do 9o. BPM, o principal da Capital.

. Sartori terá que agir rápido e com força na área da segurança pública, porque o atual governo desprezou a área e conduziu a área estadual a uma situação de descontrole.

Saiba quanto ganha cada diretor da Petrobrás. Graça Foster fatura R$ 158,3 mil por mês.

A reclamação trabalhista protocolada pela ex-gerente Venina da Fonsêca (leia detalhes em nota abaixo), permite abrir ligeiramente a caixa preta da Folha de Pessoal da Petrobrás. São valores altíssimos. Os altos salários contemplam os empregados. Isto ajuda a explicar o silêncio obsequioso de todos eles diante das roubalheiras reveladas diariamente pelo Petrolão.

. Aí vão quatro salários dos níveis mais altos de mando da Petrobrás, conforme consta na petição inicial protocolada por Venina da Fonsêca, revelada hoje (leia nota abaixo):

Presidente Graça Foster
R$ 158,3 mil mensais

Diretores
R$ 145,7 mil mensais

Gerentes
R$ 69,1 mil mensais

CEOs da Petrobrás no exterior
R$ 167,3 mil mensais

. E ainda precisam roubar ?

. A Petrobrás definitivamente é deles. 

Esta é a constelação de estrelas que disputarão a sucessão de Fortunati

Na bolsa de apostas para a sucessão do prefeito José Fortunati despontam os nomes de Maria do Rosário (PT), Luciana Genro (Psol), Manuela D’Ávila (PCdoB), Sebastião Mello (PMDB), Marchezan Júnior (PSDB) e Beto Albuquerque (PSB).

. Surpreendentemente, o PDT, Partido do prefeito, não tem nomes na lista.


. O PP namora a ideia de lançar a senadora Ana Amélia, enquanto que o PTB trabalha com a hipótese de lançar Sérgio Zambiasi. 

Cairolli fica mais forte com Kassab no ministério das Cidades

A ida do ex-prefeito Gilberto Kassab para o ministério das Cidades, fortalecerá a posição do vice-governador José Cairolli dentro do governo do Estado. O PSD poderá resultar muito encorpado com a atuação dos dois políticos.

Saiba de que forma Padilha cresce de importância para os governos Sartori e Dilma

“Este é o cara”, disse ainda há pouco ao editor o prefeito de Gravataí, Marco Alba. Gravataí, sede da GM, é o município mais importante administrado pelo PMDB em toda a Grande Porto Alegre. Marco Alba referia-se ao novo ministro da Aviação, deputado Eliseu Padilha.

. O deputado, presidente nacional da Fundação Ulysses Guimarães, estava sendo preparado pelo vice Michel Temer para a presidência nacional do PMDB, quando foi chamado para o ministério. Dilma convidou-o porque também precisa alguém com a experiência que tem Padilha nas articulações dentro do Congresso, sua principal qualidade. Em 2015, Dilma precisará de mais fidelidade para aprovar medidas fiscais muito duras, enfrentar nova CPI da Petrobrás e até a possibilidade de um pedido de impeachment. O PT não tem ninguém com o cacife de Padilha para ajudá-la dentro do Congresso. 

. Isto irá fortalecê-lo politicamente dentro e fora do Partido no RS.

. O novo ministro gaúcho fez aniversário ontem, acaba de embalar uma menina recém nascida e termina seu mandato como deputado dentro de uma semana. Ele não disputou a reeleição.

. O prefeito Marco Alba acha que todas as principais demandas do governo gaúcho passarão a partir de agora por Eliseu Padilha, conhecido por ser experiente tocador de obras. Isto poderá ser feito pelo seu maior aliado dentro do governo, o deputado Márcio Biolchi, chefe da Casa Civil, que com o novo ministro integrou a linha de frente do apoio à reeleição de Dilma no RS

Sartori ainda não abriu todo o jogo, mas entrevista para Zero Hora mostrou que ele sabe o que quer fazer no Piratini

O governador José Ivo Sartori concedeu nova entrevista para a RBS, desta vez para o jornal Zero Hora, mas desta vez conversou sozinho com a editora de Política, Rosane Oliveira. O material foi publicado hoje. Na segunda-feira à noite, o governador foi entrevistado na TV Com por 10 jornalistas da casa.

. Apesar de manter a cautela ao abordar a maior parte das questões colocadas por Rosane Oliveira, deu para resumir desta forma o libreto da ópera, sem tocar jamais em números:

Escolha do segundo escalão - Um grupo de trabalho indicará onde ficarão os órgãos sobre os quais ainda não houve definição. Dirigentes de estatais, fundações, autarquias, institutos, serão escolhidos pelos secretários, mas o governador fará isto diretamente quando achar que é o caso. Não há prazo para as escolhas.
Aumento de impostos - Não haverá qualquer aumento de imposto.
Crise fiscal - É maior do que se pensava. O cenário encontrado será levado ao conhecimento da opinião pública, mas sem revanchismo.
Contenção de gastos - CCs e outras despesas possíveis terão cortes superiores a 20%.
Imposto da Fronteira - Apesar da lei que extingue o imposto, tentará manter o que for possível.
Piso do magistério - Não vai pagar.
Brigadianos fora dos presídios - Não sairão tão cedo.
Situação da EGR - Será mantida a estatal.
PPPs e concessões - Serão adotados em larga escala.

. A repórter não perguntou nada sobre preeenchimento do cargo de secretário de Turismo, aliança com o PTB, funções do vice, queixas do PMDB e extinção de estatais deficitárias como Ceasa, ou as questões ficaram fora das duas páginas da entrevista

CLIQUE AQUI para ler toda a entrevista.

Saiba por que devemos manter o otimismo em 2015.

O editor deseja um bom Natal para todos os leitores. É a mensagem principal do comentário disponibilizado na manhã deste dia 24 de dezembro no You Tube. E ela vai acompanhada de uma manifestação de otimismo em relação ao que acontece neste momento e sobre o que vai acontecer em 2015.

. Este foi um ano em que os mensaleiros do PT cumpriram pena na cadeia da Papuda, mas também
foi o ano do início das investigações, denúncias e início de processos no âmbito do Mensalão.

. E 2015 ?

. 2015, com clima de recessão econômica, será impossível ao governo contar com a boa vontade da opinião pública quando os políticos denunciados no Petrolão começarem a ser investigados, denunciados, julgados e enfiados na cadeia, inclusive Lula e Dilma.

. Esta faxina ética devolverá um pouco da moralidade pública e recomporá a autoestima dos brasileiros, criando um cenário favorável às pessoas de bem que querem uma pátria livre, democrática. Desenvolvida e limpa.

Clique a seguir para ver o comentário do editor: Saiba por que devemos manter o otimismo em 2015.

Venina da Fonsêca, ex-gerente da Petrobras que teria denunciado irregularidades pede indenização por assédio moral

A ex-gerente da Petrobras, Venina Fonseca, entrou com uma ação na Justiça trabalhista na qual pede uma indenização da empresa por assédio moral e por supostos cortes ilegais em seu salário. 

. A executiva diz ter informado a presidente da estatal, Graça Foster, sobre irregularidades na refinaria Abreu e Lima e em serviços de comunicação desde 2009 – que, atualmente, são investigadas pela Operação Lava Jato da Polícia Federal. Venina era diretora-executiva da Petrobras em Cingapura até este mês, quando uma comissão interna apontou problemas de “não conformidade” em contratos pelos quais ela seria responsável. Segundo os advogados da ex-gerente, o salário de sua cliente passou de R$ 69,1 mil para R$ 24,2 mil brutos, o que representaria um corte ilegal dos benefícios que ela receberia há mais de dez anos. O pedido de indenização cita, ainda, dois casos que seriam caracterizados como assédio moral. A geóloga afirma ter sido enviada para Cingapura como retaliação pelas acusações que fez e que, ao chegar lá, teria sido impedida de trabalhar. O mesmo teria ocorrido quando, ao voltar para o Brasil, Venina foi supostamente colocada em uma sala da sede da empresa no Rio de Janeiro sem telefone ou computador. 

. De acordo com a Folha de S. Paulo, Graça Foster disse na última segunda (22) que Venina ganhava cerca de R$ 167,3 mil mensais quando estava em Cingapura – enquanto a presidente da estatal recebeu, em média, R$ 158,3 mil mensais em 2013. Além disso, refutou as acusações de assédio moral e disse que a executiva foi trabalhar na Ásia por vontade própria. Em nota, a Petrobras afirmou que não foi intimada pela ação trabalhista.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem da Folha. 

Saiba de que local sai a mordida do leão

O economista gaúcho Igor Morais escreve hone no seu blog que o  governo federal, ao iniciar o processo de ajuste fiscal do próximo período, já afirmou que irá cortar os subsídios e as desonerações tributárias concedidas ao setor produtivo nos últimos anos. À primeira vista, quem não acompanha os dados relacionados ao tema, fica com a impressão de que tais concessões foram as responsáveis pelo desequilíbrio orçamentário atual.

. Eis de que modo Igor Morais vê as coisas:

Mas, muita calma nessa hora! Nada como uma acurada análise dos números públicos para esclarecer essa falácia.Para começar, o que vimos nos últimos anos não foi subsídio, mas sim uma redução de alíquotas aplicadas em várias áreas. Lembre-se, ao promover corte nos tributos o governo está apenas permitindo que a sociedade mantenha consigo uma quantia que outrora teria lhe sido retirada de forma compulsória. Agora, pasme. Você tem ideia de quantas medidas provisórias ou decretos foram implementados de 2011 até 2014? Mais de 250! Repetindo, duzentos e cinquenta! Isso mesmo, uma mudança na legislação tributária a cada quatro dias. Isso somente na esfera federal. Não fica difícil entender o porquê de nenhuma empresa conseguir sobreviver sem um exército de contadores e advogados tributaristas lhe auxiliando. É a confirmação de um sistema tributário distorcido e falido. Ah, como seria boa uma reforma tributária que promovesse a simplificação da nossa vida!

O cálculo da Receita Federal sinaliza uma desoneração de R$ 233 bilhões nesses últimos quatro anos. Achou muito? Nesse mesmo período, o governo federal sacou de toda a sociedade R$ 4,4 trilhões em tributos. Portanto, estamos falando de uma ação fiscal concessória de apenas 5% da arrecadação total. É claro que não veio daqui a origem da redução do superavit primário! Além disso, sabe-se que essas desonerações não foram feitas exclusivamente ao setor produtivo, também atingindo consumidores. Para complementar, foram usados taxas, contribuições e impostos. Não se esqueça de que parte dos impostos é dividida com os estados e municípios. Ou seja, uma parte da arrecadação de impostos de qualquer forma não ficaria com o Governo Federal.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

PT do RS curte mico do ano com nomeação de Padilha e desnomeação de Pepe Vargas

O PT do RS começa a amargar o mico do ano ao calar diante da nomeação do deputado Eliseu Padilha e da desnomeação de Pepe Vargas para o ministério de Dilma Roussef.

. A gauchada do PT, agora na iminência de desemprego em massa no governo estadual, contava com nova fornada de ministros no Planalto.

Exportações do RS despencam US$ 6,6 bilhão no ano. É o pior resultado da história no Estado.

Embora o Brasil importe a metade de todo o trigo que consome (11 milhões de t), o RS, autosuficiente na produção, incluiu este ano o cereal na sua pauta de exportações. Há denúncia de que boa parte do trigo exportado é contaminado (clique aqui para ler a denúncia da Folha de S. Paulo). 



Esta reportagem de Adriana Lampert, intitulada "Exportação gaúcha recua US$ 6,6 bilhões no ano", publicada no Jornal do Comércio de hoje, demonstra que em novembro houve redução de US$ 1,6 bilhão nas vendas ao exterior, em comparação ao mesmo período de 2013. O resultado do ano é o pior da história.Ele ajuda a explicar o péssimo desempenho da indústria (queda de 2,5% no ano) e os números pífios previstos pasra a economia gaúcha em 2014 (+0,1% na hipótese otimista). 

Leia tudo:

O Rio Grande do Sul apresentou redução significativa no valor exportado, de US$ 6,6 bilhões, no acumulado de janeiro a dezembro de 2014, de acordo com a Fundação de Economia e Estatística (FEE). Uma das razões apontadas pelo economista Guilherme Risco foi a não repetição da exportação de plataformas, como ocorreu no ano passado. “Isso gerou uma queda de 27,5% no desempenho do Estado.” As exportações caíram também US$ 1,6 bilhão em novembro, resultando em variação negativa de 59,9% em valor (-42,7% em volume), quando comparado ao mesmo período do ano passado. Na indústria, todos os segmentos venderam menos para o exterior. Houve redução no desempenho dos setores de veículos automotores – por conta de barreiras na Argentina –, e também nas exportações de máquinas e equipamentos, produtos alimentícios, químicos e fumo. Já o setor de carnes apresentou recuperação, com a retomada de vendas para a Rússia (que embargou a entrada do produto vindo dos Estados Unidos e da União Europeia, migrando para Brasil), e também nas exportações de curtimento de couro, que tiveram um aumento significativo durante o ano.

. “O trigo obteve novamente um bom desempenho nas exportações e talvez em 2015 apareçam novas oportunidades para este produto no mercado internacional”, ressalta Risco. Na agropecuária, a soja em grão apresentou queda de US$ 10,6 milhões no mês de novembro, uma vez que a maior parte do produto destinado ao exterior foi vendido ao longo do ano.

. De acordo com o também economista da FEE, Adalberto Alves Maia Neto, o Rio Grande do Sul acompanhou a tendência registrada em todo o País. “Houve queda generalizada das exportações. Este foi um ano negativo para vendas externas em todo o território brasileiro, inclusive em relação aos principais destinos.”

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

PIB não fechará o ano sequer com os 0,2% de crescimento previstos pelo Banco Central

O Banco Central é otimista ao prever crescimento de 0,2% para o PIB do Brasil em 2014. Faltam poucos dias para que o governo admita que administrou o País sob cenário de recessão no decorrer deste ano, porque o PIB registrará algo menos do que zero.

Tarso comemora resultados que não existem

O governador Tarso Genro prossegue fazendo declarações otimistas sobre as contas públicas estaduais do governo do RS que ele imagina governar.

Fortunati aposta em superavit este ano. O prefeito já acumula dois anos de déficits seguidos.

Depois de dois anos acumulando déficits, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, comemora por antecipação a iminência de superávit nass contas públicas municipais.

. Ele não falou em números.

. Há controvérsia sobre suas declarações.


Começam as denúncias de corrupção na Eletrobrás. Vem aí o Eletrobrão do PT. Governo afunda num mar de lama.

O diretor da Toyo Setal, Augusto Mendonça Neto, o mesmo que delatou meio mundo no Petrolão e que foi beneficiado com delação premiada,  prometeu entregar à PF documentos que comprovem acordo que teria definido vencedores de licitação e preços para a construção da usina de Belo Monte, no Pará.

. Uma das beneficiadas teria sido a própria Toyo Setal.

. Com a acusação, feita pelo mesmo personagem que denunciou o suposto cartel de empreiteiras, crise pode chegar ao setor elétrico

Prefeito Fortunati já tinha reclamado dos sucatões da American Airlines

CLIQUE AQUI para perceber que Belo Horizonte direto para EUA também é maltratada pela American.

Depois das declarações polêmicas do prefeito José Fortunati, que chamou o avião da American Airlines da linha Porto Alegre-Miami de "sucata" e criticou o tratamento que a empresa americana dá à Capital, outros passageiros da linha aérea aproveitaram para reclamar.

. O próprio prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, reclamou publicamente do mau estado dos aviões usados pela American Airlines para suas viagens aos Estados Unidos. No dia 15 de janeiro, ele foi duro na avaliação do aparelho em que acabara de chegar de Miami:

- É uma sucata.

. A companhia aérea americana não dá explicações convicentes e coloca em risco a vida dos seus passageiros gaúchos.

. Um dos problemas é que Porto Alegre não faz parte das principais rotas do mundo e, por isso, não é a primeira a receber aviões mais modernos e confortáveis. A segunda são as limitações impostas pelo tamanho pista do Salgado Filho, que espera por ampliação há anos e impede a operação de aeronaves maiores e mais bem equipadas utilizadas em voos de longa distância, como o Boeing 777.

. No voo diário entre Porto Alegre e Miami, a American Airlines utiliza o Boeing 767-300ER. Na frota, há 58 aeronaves desse tipo, que realizam também voos para Milão e Paris, conforme comunicado da companhia. A empresa informa ainda que começará neste trimestre a modernização das aeronaves, "que passarão a contar com telas individuais de entretenimento de bordo na classe econômica, além de poltronas que reclinam como uma cama na classe executiva".

Avião da American Airlines fez rasantes na madrugada desta quarta-feira em Porto Alegre

O avião do voo 203 da American Airlines que assustou Porto Alegre com vôos rasantes nesta madrugada vinha de Miami, fez escala em Curitiba e pousou no Aeroporto Salgado Filho às 1h56min. Foi possível ver de todas as partes da Capital o avião fazendo rodízio em torno de Porto Alegre. Suas luzes estavam todas acesas na linha do horizonte. Foi possível ver o avião voando baixo nos bairros Petrópolis, Cidade Baixa, Menino Deus e Centro. O editor foi um dos que acompanhou a agonia.A baixa altitude ocorreu porque durante a madrugada a circulação de aviões é mínima, fazendo com que o piloto não se afastasse do raio do aeroporto para uma nova tentativa de pouso.

. O piloto arremeteu porque não teria conseguido alinhar o avião na pista para o pouso. Aos passageiros, o piloto teria dito que arremeteu por causa do vento. 

- Nesta terça-feira, o voo de Porto Alegre para Miami também apresentou problemas. Durante 15 horas, os passageiros ficaram aguardando pela decolagem — marcada para as 9h45min de segunda-feira —, em meio a trocas de tripulantes da aeronave.