Sartori garante que programa de concessão de rodovias sai ainda este ano

O governador José Ivo Sartori afirmou hoje que, se dependesse apenas do Poder Executivo, os primeiros editais para conceder estradas estaduais à iniciativa privada seriam lançados em fevereiro ou março.

Como será preciso aguardar a aprovação, pela Assembleia Legislativa, do projeto que diminui os entraves burocráticos para que as concessões sejam realizadas, os editais devem sair antes do final do ano. “Muito antes”, assegurou Sartori, que não adiantou quais rodovias farão parte do projeto.

Artigo, Rogério Gentile, Folha - O pote de mel do PT

Uma velha sentença, injusta com tantos que certamente levam a vida honestamente, mesmo em Brasília, dá conta de que há apenas dois tipos de políticos no país: o que rouba para fazer política e o que faz política para roubar.

Sempre que tentam justificar os injustificáveis escândalos do mensalão e da Lava Jato, petistas se colocam, subliminarmente, na primeira categoria, alegando que, no sistema político em vigor no Brasil, não há como se eleger sem gastar muito dinheiro nas campanhas.

Nesse sentido, como afirmou o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, à Folha, o grande erro do PT foi não ter feito a reforma política no primeiro ano do governo Lula.

Segundo seu raciocínio, se tivesse lá atrás acabado com o financiamento privado das campanhas, se houvesse mudado "os métodos do exercício da política", não teria sido necessário se "lambuzar".


Em outras palavras, o partido, ou melhor, integrantes do partido não teriam favorecido empresas a fim de obter dinheiro para as suas campanhas eleitorais.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Oposicionistas se encontram na Bahia para discutir o processo de impeachment de Dilma

Não deve ser coincidência que vários líderes oposicionistas estejam em Salvador, neste momento. Segundo a colunista Vera Magalhãoes, da revista Veja, os deputados federais Antônio Imbassahy (PSDB-BA), Carlos Sampaio (PSDB-SP), Bruno Araújo (PSDB-PE) e Paulinho da Força (SD-SP) estão discutindo a estratégia para a tramitação do processo de impeachment de Dilma Rousseff, cujo debate arrefeceu depois do rito estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal.

Japonês da Federal vai ganhar as ruas no Carnaval brasileiro

Sempre presente nas prisões e apreensões da Operação Lava-Jato, o agente Newton Ishii, que a imprensa apelidou de “o japonês da Federal”, vai virar máscara de carnaval. O protótipo ficou pronto ontem e agora compõe o catálogo da empresa carioca Condal, ao lado de políticos como o senador Delcídio Amaral (PT-MS), preso pela Polícia Federal.

A máscara de Ishii, que sempre aparece de óculos escuros, tem espaço para que o acessório seja pendurado. E, como ele não é figura pública, a fábrica teve o cuidado de recorrer a um “japonês genérico" para evitar processos.

O agente da PF já havia virado marchinha de carnaval no Rio. CLIQUE AQUI para escutar.

Venda de carros novos no Brasil despencou 23,9% no ano passado

Em 2012, no dia em que o então ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou IPI zero para carros com motor de mil cilindradas como forma de estimular o consumo e a economia, o ex-presidente Lula fez uma brincadeira ao dizer que, em São Paulo, muita gente deve culpá-lo pelos problemas no trânsito, já que "foi esse Lula que deu carro para pobre".

Três anos depois, o mercado de carros de passeio caiu quase 25%. Ou seja: de cada quatro brasileiros que comprava um carro 1.0, um não pode mais comprar. E muitos outros tiveram que vender ou entregaram seus veículos para as concessionárias por não terem conseguido arcar com as parcelas do financiamento.

As vendas de veículos (entre carros, utilitários leves, caminhões e ônibus) encerraram o ano passado com queda de 23,9%, maior retração percentual do mercado brasileiro desde 1987. Com o recuo de 2015, o setor automotivo acumula três anos consecutivos de queda nas vendas, somando perda de 32,5%, depois de um ciclo de nove anos de alta.

Dólar fecha em alta, acima dos R$ 4,00

O dólar comercial subiu 0,88%, fechando a R$ 4,0518. 

Prefeito de Cachoeira gasta um dinheiro que não tem para competir com quem tem

Dois dias depois do Natal, uma das cabeceiras da ponte na BR 153 que dá acesso ao município de Cachoeira do Sul, na região central do Estado, desmoronou com a cheia do rio Jacuí, deixando a cidade parcialmente ilhada. O superintendente do DNIT vistoriou o local e foi embora sem dar qualquer esperança de solução aos quase 100 mil habitantes.

Passados alguns dias, um fazendeiro que tem terras à margem esquerda da ponte decidiu bancar, do próprio bolso, uma estrada alternativa em sua propriedade. Começadas as obras, o prefeito Neiron Viegas, do PT, resolveu, também ele, construir uma passagem provisória, no lado oposto.

Cachoeira, que já foi a maior produtora de arroz do País por várias décadas, agora assiste, entre perplexa e indignada, minguarem ainda mais os recursos que faltam a toda espécie de serviços públicos, com uma guerra de beleza de um petista, que não tolera a iniciativa privada, contra um capitalista, que não deve satisfações a ninguém do uso que faz de seu dinheiro.

Em poucos dias, os cachoeirenses terão duas opções para escolher como chegar à BR 290 e escoar sua parca produção industrial, graças à soberba de um político que, segundo várias fontes que este editor ouviu, ainda não disse a que veio. E, pelo pouco tempo que falta para encerrar seu mandato, nem dirá.

Dilma vem a Porto Alegre para conhecer o neto Guilherme

A presidente Dilma Roussef esteve hoje no Hospital Moinhos de Vento, o mais luxuoso de Porto Alegre, para visitar a filha Paula Araújo, que deu para a vovó, foto ao lado, seu segundo neto, Guilherme.

O boeing presidencial chegou ao Salgado Filho no início da tarde

Dilma foi para o hospital em dois carros pretos. Lá, foi recepcionada por três manifestantes. Enrolados em bandeiras do Brasil e com cartazes, o trio pediu o impeachment da presidente.

A foto é da Presidência da República.

A mulher que fala dilmês assombrou novamente os jornalistas

Em café da manhã com jornalistas, hoje, a presidente Rousseff tentou explicar assuntos complexos como o reequilíbrio fiscal e a estabilidade macroeconômica. Suas palavras, ipsis litteris:

"Acho que não tenho um coelho numa cartola porque a questão da estabilidade macroeconômica, ela tem a ver com algum, eu diria assim, dois grandes, duas grandes ações que uma está ligada a outra e que nós temos de encaminhar: a primeira é estabilidade macroeconômica, a estabilidade macroeconômica, ela tem o seguinte componente fundamental: o reequilíbrio fiscal do país”.

E em seguida, trocou de assunto.

Fortunati promete concluir 80% das obras de mobilidade urbana... da Copa

Confiar no que prometem os políticos nunca foi de bom alvitre. Exemplo disso foi a promessa do prefeito José Fortunati de concluir 15 grandes obras para aprimorar a mobilidade urbana de Porto Alegre, com vistas à Copa do Mundo, em 2014, e apenas uma ter sido concluída a tempo da competição. Posteriormente, terminou mais outra.

Das 13 que ainda estão em andamento, Fortunati, agora, está prometendo deixar concluídos até o fim de seu mandato, em 31 de dezembro, dez delas. Como pretende candidatar-se ao Senado, em 2018, certamente suas promessas, cumpridas ou não, serão cobradas pelo eleitor da Capital.

Saques da poupança foram os mais altos da história em 2015

A poupança, um dos melhores negócios da Caixa Federal, ao lado do crédito imobiliário, eram as suas duas maiores fontes de receita. Poupança e crédito imobiliário estão, agora, bichados. O nível de inadimplência de financiamentos para baixa renda é assustador. A Caixa só não está quebrada, ainda, porque é do governo federal. 

Os  saques da poupança em 2015 foram os mais altos da história. Pela primeira vez desde 1995, quando os dados da caderneta começaram a ser divulgados, a aplicação diminuiu de volume entre um ano e outro

Pela primeira vez nos últimos vinte anos, a caderneta de poupança registrou perda de patrimônio ao fim de doze meses. Mesmo contando com os rendimentos de 47,43 bilhões em 2015, o saldo da aplicação ficou em 656,59 bilhões, um valor 0,93% menor do que o total de 662,72 bilhões de reais registrados no acumulado de 2014.

Além de cair entre 2014 e 2015, os saques superaram as aplicações em 53,56 bilhões de reais em 2015, segundo o Banco Central informou nesta quinta-feira. É o maior volume de saques já registrado.

Durante 2015, especialistas atribuíram a sangria da poupança à redução da renda dos trabalhadores e à competição com outros tipos de investimento, que foram mais impulsionados pela alta dos juros (a Selic está em 14,25% ao ano) e do câmbio (48,5% no ano passado).

Sartori faz piada com o parcelamento dos salários e irrita os professores, mais uma vez

O Cpers/Sindicato não gostou da brincadeira que o governador José Ivo Sartori fez, durante o programa Frente a Frente, da TVE, ao comparar o parcelamento dos salários dos servidores à goleada histórica de 5 a 0 que o Grêmio impôs sobre o Internacional, no Campeonato Brasileiro. Disse que “Se o Sartori não tivesse parcelado, teria sido 10 a 0”.

Em nota, a entidade, indignada, afirmou que “É lamentável que o nosso RS esteja nas mãos desse senhor (...) que em quase um ano de mandato não fez absolutamente nada a não ser aumentar os salários da sua cúpula, precarizar os serviços públicos, cortar investimentos na saúde, educação e segurança, atacar e retirar os direitos dos servidores, além de aumentar os impostos. Estamos à mercê de um gestor que brinca com o sofrimento dos servidores e não demonstra nem um pouco de sensibilidade com a população gaúcha que sofrerá (...) devido à sua incompetência e política de estado mínimo”.

Durante a campanha eleitoral, Sartori já havia dito que, "se os professores querem o piso, que vão buscar na Tumelero", uma conhecida loja de materiais de construção.

PT irá mesmo com Raul Pont, se Manuela não quiser disputar a prefeitura de Porto Alegre

Pode ser que a deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB) esteja apenas fazendo “charme” ao não definir até agora se vai ou não disputar a prefeitura de Porto Alegre. Apesar disso, o PT, que em um primeiro momento, declarou que abriria mão da cabeça de chapa para apoiar a comunista, já começa a trabalhar fortemente o nome do ex-prefeito Raul Pont como seu candidato ao Paço Municipal.

Os deputados federais Henrique Fontana e Maria do Rosário, que também vinham sendo sondados, já disseram que não aceitam a incumbência.

Primeiro efeito positivo do Uber em Porto Alegre: taxistas terão que melhorar o serviço

A chegada do Uber a Porto Alegre e sua visível intenção de não mais sair, mesmo que siga na clandestinidade, obrigou a prefeitura a tomar outra medida drástica, além de multar os carros que trabalhem para o aplicativo. Depois de ouvir as reclamações dos usuários de táxis convencionais, a EPTC criou novas regras para melhorar o serviço. A minuta já está com o prefeito José Fortunati, que deverá encaminhá-la à Câmara Municipal, para votação.

Entre as alterações está a redução da idade da frota, que cairá de dez para cinco anos. Também será obrigatório o uso do ar condicionado, se exigido pelo usuário. Com o rádio, a mesma coisa. Se o passageiro quiser uma determinada emissora, o taxista terá de atender. Ou desligar, se assim for solicitado.

Um ponto, porém, o Sintáxi, que representa a categoria, já avisou que não será atendido, nem que, para isso, tenha que recorrer à Justiça: o uso de camisa padronizada na cor azul. O sindicato alega que os motoristas parecerão funcionários da EPTC, coisa que não são.

Azul é a cor do uniforme dos fiscais de trânsito, chamados, por isso, de “azuizinhos”.

Governadores melhor avaliados são os de Alagoas, SC, Bahia, Ceará e Minas

A seguir, a lista dos governadores mais bem aprovados pela população, segundo pesquisa que acaba de ser divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas, cuja cópia está com o editor.  Os cinco governadores melhor avaliados são os de Alagoas, Santa Catarina, Bahia, Ceará e Minas.  Osdois governadores pior avaliados são os do Paraná, 24,4%, e Rio, 27,9%. Sartori é o terceiro pior avaliado, 35,9%.

Eis a lista dos melhor avaliados:

Renan Filho, PMDB, Alagoas
67,5%
Raimundo Colombo, PSD, Santa Catarina
64,4%
Rui Costa, PT, Bahia
59,5%
Camilo Santana, PDT, Ceará
58%
Minas, Fernando Pimentel, PT
54,4%

CLIQUE AQUI para examinar a lista divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas, que possui outros números, como os de “piores avaliados”. 

Lava Jato apanha outro ministro de Dilma na rede da corrupção do Petrolão. Jaques Wagner reage e critica vazamentos.

O ministro da Casa Civil foi apanhado em conversas "inapropriadas" com empreiteiro corrupto da OAS.

CLIQUE AQUI para conhecer detalhes das relações suspeitas de Wagner com a OAS, tudo envolvendo altíssima corrupção - e recente. O prefeito de SP, Haddad, está no rolo.  

Em nota à imprensa na tarde desta quinta-feira, o ministro Jaques Wagner acusou o golpe e afirmou que está à disposição das autoridades e do Ministério Público para prestar esclarecimentos sobre a troca de mensagens interceptadas pela Operação Lava Jato que apontam sua relação com a empreiteira OAS.

O ministro criticou a política de vazamentos seletivos dos investigadores da Lava Jato, coisa que nunca fez contra elas trabalhavam a seu favor:

- Manifesto meu repúdio à reiterada prática de vazamentos de informações preliminares e inconsistentes, que não contribuem para andamento das apurações e do devido processo legal.

CLIQUE AQUI para ler, também, de Augusto Nunes, Veja: "Os sete ministros da Casa Civil dos governos do PT". 

Delegados Federais do RS aprofundam crise entre PF e ministro da Justiça

O Sindicato dos Delegados da Polícia Federal do RS tirou nota de apoio ao superintendente da PF do Paraná, Rosalvo Ferreira Franco, atacado pelo ministro da Justiça por ter aceito ajuda da Justiça Federal para pagar as contas de luz do ano passado.

O ministro disse que a Superintendência do Paraná devolveu R$ 3 milhões e não teria que ter pedido nada ao juiz Sérgio Moro.

Os delegados federais do Paraná tiraram nota chamando o ministro de mentiroso.

A nota dos delegados gaúchos é assinada pelo presidente do sindicato local, Nicio Brasil Lacorte.

Marina defende impugnação de Dilma no TSE ou o impeachment de Dilma no Congresso

Falando para a Rádio Gaúcha, RBS, a presidente nacional da Rede, Marina Silva, deixou claro que mudou de posição em relação ao futuro do governo Dilma.

Ela acha que é melhor cassar Dilma e Temer, convocando novas eleições:

- No meu entendimento, o melhor caminho para o Brasil é o processo que está no TSE, porque teria a cassação da chapa com a comprovação de que o dinheiro da corrupção foi usado para a campanha do vice e da presidente.

Mas, se não der, ela aceita o impeachment de Dilma, que já não acha um golpe:


- Impeachment não é golpe. Está previsto na Constituição, foi feito contra o Collor, foi pedido pelo PT várias vezes e eles achavam que não era golpe.

O editor pensa a mesma coisa.

O importante é que Dilma se vá.

E o quanto antes. 

Senado vai gastar mais de R$ 35 mil para construir o primeiro banheiro feminino no plenário

Após 55 anos, o Senado Federal constrói um banheiro dedicado às mulheres no plenário. Até agora, as 12 senadoras com mandato em vigor precisavam buscar um sanitário feminino no chamado “cafezinho” da casa parlamentar. A obra, orçada em quase R$ 36 mil, é adaptação do banheiro masculino para que seja criado o ambiente para as senhoras no Senado.

Para quem não sabe, ou não recorda, a primeira senadora eleita no Brasil foi Eunice Michilis, que representava o Amazonas, em  1979. Desde então, mais 32 mulheres ocuparam o posto.

420 brigadianos e policiais servem ao TJ, TCE, Assembléia, Prefeituras e até a governos de outros Estados

E a população gaúcha continua desprotegida, sendo morta como gado no matadouro. 

O editor pode informar com garantia que no RS, 131 policiais e brigadianos trabalham em secretarias do governo, 109 na Casa Militar, 48 estão no Ministério Público (MP), dando apoio a investigações, 23 na Assembleia Legislativa e 22 no Tribunal de Justiça. A lista ainda revela que existem policiais cedidos para 12 prefeituras, Comando Militar do Sul, Câmara de Porto Alegre, Incra e até para os Estados de Rondônia e Espírito Santo.

Quando é cedido, um policial recebe uma gratificação, que pode até dobrar o salário.Um  tenente-coronel que está há mais de 20 anos no Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul ele recebe R$ 16.237,82 pela corte, e R$ 17.525.18 pela Brigada Militar, um total de R$ 33.763, o máximo que um servidor público pode receber, por lei. O valor é equivalente ao salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

O diretor-geral do TCE, Valtuir Pereira Nunes, justifica a necessidade do agente no local. “O tribunal necessita da atuação desses profissionais da segurança porque é um órgão institucional, a exemplo do Poder Judiciário, da Defensoria Pública, do parlamento e do próprio Executivo. Então é uma atividade necessária junto ao Tribunal de Contas.”


Um outro exemplo é de um soldado cedido para trabalhar no gabinete de um deputado. Ele recebe da BM um salário de R$ 3.804,30 e mais R$ 3.195,23 da Assembleia Legislativa, um total de R$ 6.999,53.

Más notícias da China, Coréia do Norte e Irã não afetam cotação do petróleo, que continua em queda nesta manhã

Londres, via WhatsApp

A Bolsa de Londres, ainda há pouco, operava em queda de 2,7%, aguardando abrir o índice Dow Jones, Bolsa de Nova Iorque. Há diferença de 5 horas no fuso horário entre Londres e Nova Iorque. O setor que mais despenca é o de mineração, tudo em função da crise no mercado de ações da China. A Anglo American registrava queda de 9,6% ainda há pouco.

O mais curioso é a queda do preço do barril de petróleo, que despencou 3% esta manhã, com o barril cotado a US$ 33,20.

O caso do petróleo demonstra que o mercado não considera desastrosa a situação da China, mas sobretudo não acredita nas informações de que a Coréia do Norte já possua bomba de hidrogênio. China e Irã também não afetam os mercados de petróleo.

O que existe é uma demanda de petróleo bem inferior à demanda. O consumo de gás na Europa ainda está baixo neste inverno, com pouco uso no aquecimento de casas e escritórios. A temperatura nesta época do ano costuma estar em 3 graus, mas a média de dezembro foi de 13 graus. Neve e frio somente ocorrerão na semana que vem.

Sartori manda voltar todos os brigadianos e policiais cedidos ao TJ, MPE, prefeituras e Assembléia

Cobrado por fazer ouvidos de mercador às reclamações recorrentes e diárias sobre a inação do governo na área da segurança pública, o governador Ivo Sartori resolveu sair da poltrona e anunciar ele mesmo algumas ações na área.

Ontem, ao receber um grupo de jornalistas no Palácio Piratini, o governador foi duramente questionado sobre a insegurança pública e cobrado a agir por ele mesmo.

Esta manhã, Sartori avisou que editará tantos atos quantos forem necessários para que retornem todos os brigadianos e policiais cedidos para outros órgãos públicos, inclusive Tribunal de Justiça, Ministério Público e Assembléia.

Ele quer todos os brigadianos e policiais na rua.

"Temos que proteger a população atacada todos os dias", avisou o governador.

Delegados Federais do Paraná dizem que o Ministro da Justiça é mentiroso. Tudo tem a ver com ajuda do juiz Sérgio Moro à PF.

Os delegados federais do Paraná tiraram nota, esta manhã, e tudo para chamar de mentiroso o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. A nota assinada pelos presidentes do Sindicato dos Delegados e pelo diretor Regional da ADPF, não usa expressões tão duras, mas deixa claro que o ministro mentiu quando disse para a imprensa brasileira, ontem, que seu superintendente no Paraná, Rosalvo Ferreira Franco, jamais poderia ter recebido R$ 172 mil do juiz Sérgio Moro para pagar as contas de luz da PF no Estado.

Em rede nacional, ontem, disse o ministro:

Por que pedir R$ 172 mil para pagar contas de luz e devolver R$ 3 milhões do orçamento de 2015 ? Isto é má gestão.

As duas entidades disseram que José Eduardo Cardozo mentiu e dão apoio total ao delegado Rosalvo:

- Contrariamente ao que foi divulgado pelo ministro da Justiça, não ocorreu a devolução de tal montante e aa aceitação dos valores repassados pela Justiça Federal deu-se em face de real necessidade, vez que os pagamentos das despesas vencidas poderia acrretar prejuízos irrepaaráveis, sobretudo para a Operação Lava Jato.

Os delegados federais dizem que o governo Dilma quer desmontar e garrotear a PF.

O editor recebeu a nota completa por WhatsApp.

Juiz Sérgio Moro vai abrir o ano antes do final das férias de verão

Políticos e empresários com dívidas na Lava Jato já se assanham diante da disposião do juiz Sérgio Moro, MPF e Polícia Federal, que preparam nova fornada de denúncias, prisões e desdobramentos imprevisíveis.

Para já.

O cenário é de guerra, sobretudo depois que a Polícia Federal entrou em guerra aberta contra o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, conforme o editor tem revelado.

O MPF reforçou a equipe do Paraná com mais cinco subprocuradores na Lava Jato.

Cresce recuperação de créditos tributários no Estado

Com um crescimento de 30,49%, o governo do Estado comemora a recuperação de créditos de ICMS e outros impostos. A marca nominal chegou a R$ 1,6 bilhão. Este é o melhor desempenho em cinco anos, anunciou a Secretaria Estadual da Fazenda.

Conforme o secretário Giovani Feltes, o avanço na recuperação dos créditos tributários ocorreu tanto na esfera administrativa quanto na judicial.  Os números são altamente positivos levando em conta o momento de recessão da economia brasileira, afirmou Feltes. 

De um volume total de R$ 37 bilhões de dívida, a maioria já judicializada, a Fazenda considera que R$ 7 bilhões são recuperáveis.

Cai venda de automóveis no país

A venda de automóveis, caminhões e ônibus registrou queda em 2015 ante o ano anterior. O dado é da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfvea). O índice foi de 26,6% menos vendas no ano passado do que em 2014. Em dezembro, 227.760 unidades foram comercializadas, representando uma alta se comparar com novembro de 16,7%, mas a queda na comparação com o mesmo mês do ano anterior foi de 38,4%.

Fortunati não procurou Rede para seguir esposa em filiação

Prefeito da Capital não deve acompanhar primeira-dama em filiação à Rede. Ao menos foi o que afirmou a ex-senadora Marina Silva nesta manhã. Ela garantiu que a deputada estadual Regina Becker, que deixou o PDT, acertou com o partido, mas que seu esposo não a procurou para tratar de um ingresso à sigla.
Marina também disse que o senador Paulo Paim, hoje no PT, está com a migração para o Rede bem encaminhada.  “Está 90% fechado com a Rede Sustentabilidade”, afirmou Marina Silva.

Dólar sobe pelo segundo dia consecutivo

Às 10h17, o dólar comercial subia 1,05%, cotado a R$ 4,0585. Na máxima, saiu a R$ 4,0675. O dólar para fevereiro tinha alta de 0,43%, a R$ 4,0800. Com estas marcas, e subindo pelo segundo dia consecutivo em relação ao Real, a moeda norte-americana  se reaproxima das máximas desde setembro.

2015 fechou com inflação de 11,07%

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na cidade de São Paulo, encerrou 2015 com alta de 11,07% no acumulado desde janeiro. A taxa ultrapassou em mais que o dobro a variação de 2014 (5,2%). Dos sete grupos pesquisados, o que mais pressionou o orçamento doméstico foi habitação com 13,38%, seguido por alimentação (11,43%).

Lava Jato: nomes ligados ao governo Dilma Rousseff aparecem em mensagens interceptadas

A proximidade entre o empreiteiro Léo Pinheiro, da construtora OAS e importantes nomes que estão ligados de forma direta ou indireta ao PT e ao governo Dilma Rousseff, foi tornada pública pelo vazamento de interceptações telefônicas realizadas na Operação Lava Jato. Jaques Wagner, ministro da Casa Civil, Fernando Haddad, prefeito de São Paulo, e Aldemir Bendine, presidente da Petrobras são os nomes que aparecem nas conversas.

As mensagens de texto interceptadas mostram que o executivo da OAS, que já está condenado a 16 anos de prisão, teria atuado em diferentes situações, mas por  interesses dos petistas. No caso de Wagner, haveria negociação de apoio financeiro ao candidato petista à prefeitura de Salvador em 2012, Nelson Pellegrino, como também pedidos de intermediação do então governador da Bahia com o governo federal a favor de empreiteiros.

Com relação a Haddad, ele  é citado em uma conversa de Pinheiro com o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em 2013. Pinheiro cita Haddad para pedir a Cunha, então relator do projeto da rolagem da dívida de Estados e de municípios com a União, que aprove a medida.

A Procuradoria-Geral da República vê indícios de que Bendine teria participado de suposto esquema ilícito de compra de debêntures (títulos da dívida) da OAS quando comandava o Banco do Brasil, em 2011 e 2014. Pinheiro é conhecido por ter mantido relação de proximidade com o ex-presidente Lula, a quem se referia como "Brahma".

Pesquisa do IBGE apresenta queda na produção industrial

CLIQUE AQUI para ler análise de Ricardo Bergamini sobre a queda da produção industrial, ramo por ramo. 


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje que a produção industrial brasileira registrou queda de 2,4% de outubro a novembro de 2015. Este é o sexto resultado consecutivo frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, fechando os primeiros onze meses do ano com retração acumulada de 8,3%.

Os dados divulgados nesta manhã indicam que a queda registrada em novembro foi a mais intensa desde dezembro de 2013 (-2,8%) e fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal  -  Produção Física Brasil (PIM-Brasil).

A pesquisa aponta ainda que quando comparada com novembro do ano passado, a série sem ajuste sazonal, a produção industrial chegou a cair 12,4% - neste caso a 21ª taxa negativa consecutiva nesse tipo de comparação e a mais acentuada desde abril de 2009 (-14,1%). Já a taxa anualizada, o indicador acumulado nos últimos 12 meses, é negativa em 7,7%, assinalando a perda mais intensa desde novembro de 2009 (-9,4%) e mantendo a trajetória descendente iniciada em março de 2014 (2,1%).

Nasce neto de Dilma

Depois de passar as festas de fim de ano aguardando a chegada do segundo neto em Porto Alegre, a presidente Dilma Rousseff não esteve presente ao parto de Guilherme. O bebê nasceu nesta manhã, no Hospital Moinhos de Vento.  Fontes do Planalto afirmam que Dilma deve vir à Capital visitar a filha, Paula.

Previsão do Tempo: calor, sol entre nuvens e chuva

A quinta-feira será mais um dia de sol entre nuvens no Estado. A chuva será passageira, mas mais concentrada nas metades Norte e Leste.  As mínimas de 17 graus serão registradas em São José dos Ausentes e de 18 graus em Vacaria. Já em Santa Rosa as máximas chegarão a 32 graus. Na Capital, a variação será de 22 graus a 30 graus.

Opinião do editor - Gerdau está desafiado a entregar a Sartori a sua receita de omelete sem ovos

O industrial Jorge Gerdau ajudaria muito o governo Sartori, caso levasse a ele a receita de omelete sem ovos que enxergou na ação do novo ministro da Fazenda de Dilma, Nelson Barbosa. Gerdau esteve com o ministro ontem (leia nota abaixo) e resolveu apoiar a política petista de conciliar ajuste fiscal e crescimento, o que já é uma concessão de dimensões épicas, porque o PT prefere apenas políticas de crescimento, "duela a quem duela", já que segundo o Partido, o dinheiro nasce em árvores. No RS, o governador Sartori insiste em fazer apenas o ajuste fiscal, contando com o apoio do PGQP e da Agenda 2020, movimentos que Gerdau criou ou incentivou, mas para os quais também não passou a receita do omelete sem ovos quebrados. O  líder industrial gaúcho saiu do governo do PT, mas sem dúvida o governo do PT não saiu dele. Gerdau não parece ter aprendido nada com sua fracassada passagem pela Câmara de Política de Gestão, da qual saiu menor do que quando entrou.

Gerdau apóia o omelete (ajuste com crescimento) sem ovos quebrados, receita do mais novo chef de Dilma, Nelson Barbosa

Barbosa tem condições de fazer as duas coisas: o ajuste e levar o país ao crescimento, diz Gerdau. É a primeira vez que Gerdau acha que dá par fazer omeletes sem quebrar os ovos. Posição do gaúcho causa espanto e contrariedade no RS. 

 O repórter Daniel Lima, da Agência Brasil, serviço do governo federal, informou ontem que o  presidente do Conselho Consultivo do Grupo Gerdau e fundador do Movimento Brasil Competitivo (MBC), Jorge Gerdau Johannpeter, disse aos jornalistas que não há como o governo deixar de lado o ajuste fiscal, mesmo estando preocupado com a retomada do crescimento da economia. Ele esteve reunido como o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, em Brasília.

“Não há condições de deixar o ajuste fiscal de lado". Para ele, a medida é uma realidade numérica que tem que ser feita. "Sem o ajuste fiscal não se resolve nenhum problema. De outro lado, esse posicionamento de crescimento talvez receba um pouco mais de prioridade com o ministro Nelson Barbosa”, destacou.

Segundo Gerdau, Barbosa tem condições de fazer as duas coisas: o ajuste e levar o país ao crescimento. “O ministro, pela experiência de trabalho, tem condições de fazer essa conjugação do balanceamento do ajuste fiscal com o crescimento econômico. Ele poderá dar uma contribuição importante”.

Gerdau não quis comentar se a visita dele indicava uma posição de apoio dos empresários ao ministro após a saída de Joaquim Levy do Ministério da Fazenda. 

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Crise econômica agudiza com situação do principal parceiro comercial do Brasil, a China

Londres, via WhatsApp

As sucessivas quedas da Bolsa de Xangai já se refletem nos movimentos das Bolsas em todo o mundo e poderão determinar uma nova crise financeira e econômica global de grande expressão.

A crise econômica brasileira, que já é aguda - forte recessão, inflação de dois dígitos e crises política e ética - agudiza com o cenário corrosivo da situação do seu principal parceiro comercial, a China.

CLIQUE AQUI para examinar reportagem do Estadão de ontem, na qual o ministro da Casa Civil de Dilma, Jaques Wagner, admite o estado calamitoso da economia brasileira. 

Bolsa da China desaba de novo. Ao bater em 7%, pregão foi novamente suspenso. Queda já reflete na Bolsa de Londres.

Londres, esta manhã, via WhatsApp

A Bolsa de Xangai acionou de novo, esta manhã, o seu circuit-breaker, após queda de 7% no seu índice de ações. Os negócios foram suspensos pelo terceiro dia. Foi o menor dia de pegão na China desde que começou a operar a Bolsa de Xangai. Nos 15 minutos iniciais, já desabava 5%, chegando depois a ultrapassar a barreira dos 7%.

Desta vez o susto surgiu a partir da notícia de que o goevrno chinês desvalorizou mais o Yuan frente ao dólar, visando tornar mais competitivos os produtos chineses. Os mercados, contudo, viam a medida como sinal de enfraquecimento adicional da economia chinesa.

Aqui em Londres, a Bolsa opera e baixa neste momento, 7h58min, hora do Brasil, com queda de 2,83%

Movimento Parlamentar lança site oficial pró-impeachment de Dilma. 1,4 milhão de brasileiros já assinaram.

É só procurar pelo endereço www.proimpeachment.com.br

Já está ativo o site oficial para o impeachment da presidente Dilma Roussef. Ele acaba de ser lançado pelo Movimento Parlamentar Pró-Impeachment.

Os eleitores podem votar e com isto fazer a sua parte,

A idéia é reunir 5 milhões de assinaturas até a reabertura dos trabalhos do Congresso.

Neste momento, 7h29min,  a lista já conta com 1,4 milhão de assinaturas.

O site também apresenta o texto completo do pedido e informações completas sobre o caso.