Quatro verdades sobre o embargo americano a Cuba

Leandro Norlach, neste artigo que trata dos quatro mitos sobre o embargo americano sobre Cuba, diz que a excelente notícia do provável fim do embargo a Cuba está fazendo muita gente repetir equívocos graúdos sobre o assunto.

. A seguir, quatro tópicos esclarecedores:

1. A causa da miséria em Cuba é o comunismo, não tanto o embargo
Uma reportagem da BBC Brasil, publicada no UOL, diz que “o bloqueio econômico empobreceu o país” e “também ampliou o mercado negro e fez com que muitos cubanos tentassem escapar do país rumo aos Estados Unidos”. Ou seja: tudo de ruim que há na ilha é culpa dos americanos. Peraí. Não é novidade que, em qualquer país comunista, a causa do desabastecimento e do mercado negro é a falta de segurança de propriedade e a proibição do lucro. Isso fica evidente na criação de gado em Cuba. Como mostra o Duda Teixeira nesta ótima reportagem, quem tem cabeças de gado na ilha é proibido de abater os animais, pois todas as vacas são usadas para aliviar o racionamento de leite. O governo controla a quantidade de gado que cada produtor possui. Quando um animal morre, é preciso chamar um funcionário do estado para avaliar se foi abatido ou morreu de causa natural.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Sartori anuncia secretários de Cultura, Planejamento e Administração. Agora só falta um nome para Turismo.

O governador José Ivo Sartori acaba de anunciar três novos secretásrios, o que significa que falta apenas a indicação do titular da pasta de Turismo para completar a lista de 19:

Cultura, Victor Hugo, PMDB
Planejamento, Christiano Tatsch, PMDB
Administração, Eduardo Oliveira, vice-prefeito de Livramento, PSD

. O caso de Turismo exigiu atenção especial do novo governador, porque a área vem sendo maltratada por secretários inapetentes e incompetentes. O RS já possuiu secretários de altíssimo nível e que ofereceram resultados extraordinários, como Eduardo Xavier (Porto Alegre) e Mário Ramos (Caxias do Sul). No Estado, apenas uma cidade trabalha profissionalmente e com grande espírito empreendedor a área de turismo, no caso Gramado.

A bomba do Petrolão acaba de pousar no colo da presidente Dilma Roussef.

A grande notícia deste final de semana é a publicação da lista dos políticos corruptos, conforme delação do ex-diretor da Petrobrás, Paulo Fernando Costa. Entre os nomes apresentados está o do ex-ministro Antonio Palocci,.

. E é aí que reside a importância da informação.

. Acontece que Paulo Costa denunciou Palocci no âmbito de malfeitorias que ele praticou, ao ser procurado pelo ex-ministro para buscar dinheiro para a campanha de Dilma, 2010. Paulinho, como o trata Lula, mandou Youssef entregar R$ 2 milhões paras Palocci. Youssef confirmou tudo.

. Como Youssef e Paulinho foram beneficiados pelo instituto da delação premiada pelo STF, presume-se que o Supremo tenha se convencido da veracidade de todas as delações.

. O caso chega, portanto, ao colo da presidente Dilma Roussef, que responderá pelo malfeito.

Clique abaixo para ver o comentário do editor, intitulado A bomba do Petrolão acaba de pousar no colo da presidente Dilma Roussef. 

Camil anuncia investimento de R$ 30 milhões em empacotadora de produtos da sua grife de alimentos

A Camil Alimentos investirá R$ 30 milhões em uma unidade fabril para produção e empacotamento de produtos prontos, em Camaquã. A operação deve iniciar em fevereiro de 2015 e abrir 40 vagas de trabalho. Na unidade, serão produzidos e empacotados produtos prontos para consumo (grãos cozidos), como feijão, lentilha, grão de bico e soja. A fábrica também industrializará arroz pré-pronto e pronto, biscoito de arroz e arroz especial.
A assinatura do protocolo de intenções ocorreu hoje pela manhã, pelo secretário de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (SDPI), Mauro Knijnik, e pelos diretores da Camil, André Ziglia e Cláudio Giglio da Silva.  
Parte da fábrica será transferida de São Paulo para Camaquã, mas as linhas de biscoito de arroz, arroz pré-pronto e culinárias italiana e japonesa são novas na empresa.

PP do RS reage à inclusão de Zé Otávio na lista do Lava-Jato: "O PP do RS não tem compromisso com o erro".

A nota a seguir acaba de ser expedida pelo PP do RS e é assinada pelo presidente Celso Bernardi:

Apesar de não existir denúncia legal, o fato por si já causa uma série de questionamentos. Por essa razão, o PP/RS quer deixar claro que não tem compromisso com o erro, nem pactua com possíveis desvios de dinheiro público ou de captações ilícitas de recursos para campanhas eleitorais.
O Diretório Estadual fica na expectativa de que os progressistas citados esclareçam a existência ou não de qualquer ligação com a Operação Lava-Jato.
Reitero que o Partido Progressista Gaúcho tem compromisso com a ética, com a transparência e com a coisa pública.

MST continua ocupando e destruindo pesquisas da Fepagro no Vale do Taquari. Tarso deixa a invasão como herança maldita para Sartori.

Segue a invasão do MST na área da Fepagro Vale do Taquari, que perdura por mais de um mês. Grande parte das atividades de plantio já estão inviabilizadas. A Fepagro é a Fundação de Pesquisas Agropecuárias pertencente ao governo do RS.

. Há ordem judicial de desocupação e reintegração de posse, mas o governador Tarso Genro resolveu deixar o caso como mais uma das heranças malditas para Sartori.

. Uma grande parte dos invasores possuem emprego, terras, casas, veículos e até comércio na região, segundo depoimentos que estão em poder do editor. 

CLIQUE AQUI para examinar reportagem da RBS TV, com imagens. São 200 invasores, acostumados a invadir propriedades privadas e estatais. 

Leandro Rushel entrevista Olavo de Carvalho

Em novembro de 2014 o gaúcho Leandro Rushel, que até há pouco tempo apresentou com o editor o programa semanal de TV na Internet, Cenários,  fuioi até Richmond, EUA, para entrevistar o professor e escritor Olavo de Carvalho. A conversa tratou da situação política do país, os seus desdobramentos na economia e o cenário geopolítico global. Há conteúdo nessa conversa para anos de estudos.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir em primeira mão. 

Campanha de Dilma em 2010 recebeu dinheiro sujo do esquema do Petrolão

DINHEIRO SUJO PARA A CAMPANHA DE DILMA - Paulo Roberto Costa contou às autoridades que, em 2010, foi procurado por Antonio Palocci, então coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff. Ele mandou o doleiro Alberto Youssef entregar  R$ 2 milhões para a campanha, antes do final do primeiro turno. No seu depoimento, Youssef confirmou tudo. A notícia sumiu da mídia, mas terá que ser investigada, o que significa que o caso chegará ao gabinete de Dilma e novamente ao cofre forte do PT. 

O que existe de mais grave na revelação da lista completa dos políticos corruptos, publicada hoje pelo jornal "O Estado de S. Paulo", é a confirmação do nome do ex-ministro de Lula e de Dilma no rol. Ele serviu os governos Lula e Dilma.  
Paulo Roberto Costa, no processo de delação premiada, diz às autoridades que, no fim do governo Lula, o ex-ministro Antonio Palocci o procurou para pedir 2 milhões para a nova disputa à Presidência

. A revista Veja já tinha revelado que o ex-diretor da Petrobras havia dado às autoridades o nome de mais de trinta políticos beneficiários do esquema de corrupção. A lista, àquela altura, já incluía algumas das mais altas autoridades do país e integrantes dos partidos da base de apoio do governo do PT. Ficou delineada a existência de um propinoduto cujo objetivo, ao fim e ao cabo, era manter firme a adesão dos partidos de sustentação ao governo. O esquema foi logo apelidado de “petrolão”, o irmão mais robusto mas menos conhecido do mensalão, dessa vez financiado por propinas cobradas de empresas com negócios com a Petrobras. À medida que avançava nos depoimentos, Paulo Roberto ia dando mais detalhes sobre o funcionamento do esquema e as utilidades diversas do dinheiro que dele jorrava. Era tudo tão bizarro, audacioso, inescrupuloso e surpreendente mesmo para os padrões da corrupção no mundo oficial brasileiro, que alguém comparou o esquema a um “elefante-voador” — algo pesadamente inacreditável, mas cuja silhueta estava lá bem visível nos céus de Brasília.

A reportagem de Veja, estampada na capa da edição de 10 de setembro, revelou a mais nítida imagem do bicho. Ninguém contestou as informações.

.  Paulo Roberto Costa contou às autoridades que, em 2010, foi procurado por Antonio Palocci, então coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff. O ex-diretor relatou ter recebido o pedido de pelo 2 milhões de reais para a campanha presidencial do PT. A conversa, segundo o ele, se deu antes do primeiro turno das eleições. Antonio Palocci conhecia bem os meandros da estatal. Como ministro da Fazenda, havia integrado seu conselho de administração. Era de casa, portanto, e como tal tinha acesso aos principais dirigentes da companhia. Aos investigadores, Paulo Roberto Costa contou que a contribuição que o ex-ministro pediu para a campanha de Dilma sairia da “cota do PP” na Petrobras.


. Quando as autoridades quiseram saber se o dinheiro chegou ao caixa de campanha de Dilma em 2010, Paulo Roberto limitou-se a dizer que acionou o doleiro Youssef para providenciar a “ajuda”. Pelo trecho da delação a que VEJA teve acesso, Paulo Roberto Costa diz não poder ter certeza de que Youssef deu o dinheiro pedido pela campanha de Dilma, mas que “aparentemente” isso ocorreu, pois Antônio Palocci não voltou a procurá-lo.

Veja diz que o mais novo amigo de Fidel é o presidente americano Barak Obama

A capa veste Obama com a imagem do Che.



A revista Veja desta semana deixou o Petrolão um pouco de lado e examina os efeitos da retomada das relações diplomáticas entre os Estados Unidos e Cuba, rompidas há mais de 50 anos. A publicação já circula em São Paulo.

. Ao anúncio de Obama, segundo Veja,  pode-se seguir o fim do embargo americano, e em breve os irmãos Castro não terão mais em que botar a culpa por seus fracassos. Mas é cedo para comemorar: a repressão contra os dissidentes continuará vigorando, e o ingresso de dólares pode fortalecer ainda mais militares que já dominam a economia cubana.

Incluído na lista de corruptos do Petrolão, Zé Otávio reage: "Não devo e não temo"

Nas Operações Rodin (Detran) e Solidária, Zé Otávio já tinha enfrentado denúncias, mas nos dois processos abertos pela Justiça Federal nada foi adiante contra ele. 
O deputado do PP do RS, Zé Otávio Germano negaou esta tarde qualquer envolvimento com o esquema de corrupção do Petrol]ão. O deputado admite que esteve duas vezes com Paulo Roberto na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, para tratar de assuntos institucionais. Nas oportunidades, o delator ocupava a diretoria de Abastecimento da estatal e o deputado presidia a Comissão de Minas e Energia da Câmara.

. O deputado reagiu através de nota:

— Afirmo categoricamente que nada sei sobre os fatos denunciados pela Operação Lava-Jato, e que por isso mesmo nada devo e nada temo.

Eis a nota que o deputado mandou ao editor:
É com muita tristeza e indignação que vejo meu nome ser citado por alguém que se vale do instrumento da delação premiada para tentar implicar-me numa caso onde não tenho absolutamente nenhum envolvimento.  Afirmo categoricamente que nada sei sobre os fatos denunciados pela Operação Lava-Jato, e que por isso mesmo nada devo e nada temo. Tive apenas dois contatos com Paulo Roberto Costa, na época em que ele foi diretor da Petrobrás, todos eles na sede da empresa, e para tratar de assuntos institucionais de interesse da Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, presidida por mim na época. Aliás, coincidentemente, verifico que todos os ex-presidentes do PP que estiveram à frente da referida Comissão constam da relação dos políticos citados na matéria publicada pelo jornal O Estado de São Paulo.

PSDB não existe mais em Uruguaiana. Comissão provisória recriará diretório.

Embora com um deputado estadual, Elizabeth Felice, e o próprio prefeito, Luiz Augusto Schneider, acaba de ser extinto o PSDB em Uruguaiana. Tudo começará de novo. Uma Comissão Provisória foi nomeada para a refundação.

. Os Felice e os Schneider não conseguem conviver sob o mesmo teto.

. Uruguaiana tem 92 mil eleitores.

Frontdesk ouve 35 lideranças do trade turístico para checar preferência de nome para secretaria do Turismo. Maioria preferiu Tomazelli.

A publicação eletrônica Frontdesk acaba de fazer a seguinte pergunta para 35 lideranças do trade turístico do Estado:

Qual seria o modelo ideal para a Secretaria de Turismo do Estado?


. A maioria respondeu que  basta copiar o modelo de Gramado e acabou indicando o nome do ex-secretário da Sedai, ex-presidente da CRT, ex-secretário de turismo de Gramado, industrial, agende de viagens e organizador de eventos, Caio Tomazelli.

CLIQUE AQUI para ler algumas respostas.

Serasa: criação de novas empresas cai 9,2% em novembro

A criação de novos empreendimentos apresentou queda de 9,2% em novembro em relação a outubro, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas, que registrou a criação de 145.048 companhias no décimo primeiro mês do ano, ante 159.700 criadas em outubro.

. Com o resultado, já foram abertos 1.762.704 novos empreendimentos no acumulado de 2014, alta de 1,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

Apesar de menos lidos, jornais têm mais confiança do leitor

Apenas 7% dos brasileiros leem jornais todos os dias, mas o veículo de comunicação continua sendo o mais confiável na avaliação dos leitores. A conclusão está na Pesquisa Brasileira de Mídia 2015, divulgada nesta sexta-feira pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom).

. De acordo com o levantamento, 76% dos brasileiros afirmam não ter o hábito de ler jornais, 21% leem pelo menos um dia por semana e somente 7% são leitores diários desse tipo de mídia.

. Na avaliação do nível de confiança, os jornais lideram a pesquisa com 58% de leitores que confiam sempre ou muitas vezes nas informações veiculadas. O percentual é maior que o da TV (54%), o do rádio (52%), o das revistas (44%) e o das notícias de sites (30%).

Susepe decide liquidar a Confiança, seguradora do Gboex

A Superintendência de Seguros Privados (Susep), decretou hoje a liquidação Extrajudicial da Confiança Cia de Seguros. A seguradora vinha enfrentando dificuldades e buscando soluções desde o início de 2014. A GBOEX, controlador da companhia, chegou a injetar capital, contratar uma nova equipe de gestores e a vender imóveis para pagar indenizações e comissões de corretores que estavam em atraso, bem como impostos e fornecedores. Tentou até a entrada de um novo sócio. Mas não conseguiu. Em outubro, a Susep decretou a direção fiscal na seguradora e praticamente dois meses depois decidiu pela liquidação. Segundo fontes informaram ao blog Sonho Seguro, a origem da crise foi má gestão ao longo dos últimos anos, principalmente com a subscrição de riscos negados pelos concorrentes, com prática de preço comercial e não técnica. A Confiança Companhia de Seguros, com sede em Porto Alegre, é uma das mais antigas seguradoras do país, criada em 11 de janeiro de 1872. Em 24 de maio do ano de 1974, o controle acionário da Companhia passou a ser do GBOEX – Previdência Privada. Desde então, a Confiança vinha assumido uma posição de destaque no ranking das empresas de seguros do Rio Grande do Sul, na comercialização de seguros de automóveis, vida e acidentes pessoais.

Juiz manda Twitter revelar usuários que atacaram Aécio

A Justiça de São Paulo determinou a quebra dos sigilos cadastrais e eletrônicos de 20 usuários do Twitter que vincularam o senador Aécio Neves (PSDB-MG) a práticas criminosas e consumo de drogas. Os advogados do tucano agora terão acesso aos dados desses usuários, o que possibilitaria a identificação e pedido de punição individual.

. A decisão, do último dia 12, atende a pedido feito pelo tucano durante a eleição. Na ação, Aécio requisitava acesso a dados de 66 usuários da rede social. O próprio tucano retirou, depois, 11 nomes do processo. Dos mencionados como "caluniadores" e "detratores", 35 foram isentados de culpa pelo juiz Helmer Augusto Toqueton Amaral.

. O jornal Folha de São Paulo noticiou a ação em setembro e apontou que jornalistas, cineastas e professores universitários eram donos de perfis denunciados pelos advogados de Aécio. Após ser procurada pela reportagem, a equipe jurídica da campanha do então presidenciável disse ter havido uma falha e fez um pente fino na lista, deixando 55 nomes.

. Na época, o juiz determinou que o Twitter repassasse os dados para o tribunal, ressalvando que nenhuma informação fosse repassada aos advogados de Aécio até a análise do conteúdo veiculado feito pelos perfis listados. No dia 12, o magistrado decidiu que 20 dos perfis de fato produziram conteúdo que vinculou Aécio ao consumo ou tráfico de drogas.

Prévia da inflação vai a 0,79% em dezembro

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) registrou alta de 0,79% em dezembro, após subir 0,38% em novembro, informou nesta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

. O resultado na leitura mensal ficou dentro do intervalo de estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo AE-Projeções, que esperavam inflação entre 0,60% e 0,85%, com mediana de 0,75%. Com o resultado anunciado hoje, o índice acumulou alta de 6,46% em 2014.

União Europeia prega clareza em licitações no Brasil

A União Europeia alerta que os escândalos de corrupção envolvendo estatais e empresas no Brasil afetam a “confiança” dos mercados no país e indica que vai propor ao Mercosul um acordo de transparência sobre licitações públicas, abrindo mercados e colocando regras de participação de empresas em compras governamentais. O alerta é da nova comissária de Comércio da UE, Cecilia Malmstrom, que assumiu em novembro o cargo de chefe do bloco europeu para temas comerciais.

. Escândalos de corrupção não são bons para a confiança”, declarou, ao ser questionada pelo Estado sobre o impacto dos casos no Brasil no cenário internacional. “A corrupção não é ruim apenas para a economia. Mas ela também causa dano para a confiança, legitimidade ou relação dos cidadãos e de outros sobre o país”, alertou, indicando que essa realidade não vale apenas para o Brasil.

Juiz determina quebra inconstitucional de sigilo telefônico de repórter e jornal

Na reportagem a seguir, o jornalista Chico Siqueira, conta em detalhes o que ocorre com a decisão inconstitucional tomada pelo juizde Rio Preto. CLIQUE AQUI para examinar, também, extensa reportagem do Jornal nacional de ontem a noite. Leia:

O jornalista Allan de Abreu e o jornal Diário da Região, de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, tiveram seus sigilos telefônicos quebrados por determinação do juiz Dressler Lettiere, da 4ª Vara Federal em Rio Preto. O objetivo é identificar as fontes que o jornalista consultou para fazer uma reportagem, em 2011, sobre operação da Polícia Federal (PF) para desarticular esquema de corrupção na Delegacia Regional do Trabalho.

A determinação atendeu a uma solicitação da PF, feita a pedido do Ministério Público Federal (MPF). Após a reportagem, o procurador federal Álvaro Stipp contatou Abreu para que apontasse suas fontes. Diante da negativa, o indiciou por quebra de sigilo judicial.

Sem identificar as fontes do repórter, a PF pediu encerramento do inquérito no início deste ano, mas o procurador Svamer Adriano Cordeiro, que assumiu o caso, pediu a quebra do sigilo atendida por Lettiere. O juiz dá prazo de 30 dias para que as operadoras forneçam os números em nome de Allan de Abreu e do jornal, além da relação de ligações feitas pelos aparelhos. “Observo nos autos indícios de fatos graves a serem apurados”, diz o juiz em despacho.

O Diário da Região vai recorrer da decisão, afirma o editor chefe, Fabrício Carareto. 

CLIQUE AQUI para ler mais "Estadão". 

Fortunati prevê aumentos de passagens de ônibus para o início do ano. Altas iriam de 6% a 7%. Prefeito teme reação popular.

O prefeito de Porto Alegre e presidente da Frente Nacional de Prefeitos, José Fortunati (PDT), afirma, em entrevista ao Portal Uol, que a maioria das capitais e cidades de regiões metropolitanas deve adotar reajustes de tarifas de ônibus no início de 2015. O valor do aumento deve acompanhar a inflação, em torno de 6% a 7%.

. Os reajustes de tarifas de ônibus no início de 2015 tornam o cenário político ainda mais negativo do que foi em 2013, quando o aumento culminou com os manifestos de junho. Para Fortunati, as descobertas de corrupção na Petrobras alimentam o sentimento difuso de insatisfação das pessoas.

Análise, Darcy F.C. dos Santos - Governo Tarso admite que concedeu aumentos salariais sem ter como pagá-los

No artigo que escreve hoje no seu blog, o economista Darcy Francisco Carvalho dos Santos lembra que há muito tempo adverte que o atual governo estadual concedeu reajustes salariais incompatíveis com a capacidade das finanças estaduais até 2014, estendendo-se em alguns casos até 2018. Na análise, o economista avisa que Tarso só conseguiu pagar a sua parte porque meteu a mão no caixa único e nos depósitos judiciais, sacando deles vários bilhões de reais, esgualepando-os. Sartori não poderá fazer o mesmo e além disto pagarão aumentos que foram concedidos pelo atual governo. Leia o texto, que foi copidescado pelo editor. Ao final, link para ler a íntegra de tudo.

Nesta semana o governo do Estado acaba de colocar um encarte publicitário nos jornais sob o título “RIO GRANDE DO SUL – GOVERNO DO ESTADO – PRESTAÇÃO DE CONTAS 2011-2014”, onde traz inúmeras informações, mas que vamos nos ater somente ao objeto desta análise, que são os reajustes salariais a algumas categorias de servidores. Isso está na página 2, à direita, em baixo, meio acanhado, parece que com  medo de alguma crítica, sobe o título Reajustes do funcionalismo 2011-2014, cujos dados estão transcritos na tabela em baixo, nas colunas 1 e 2, tarjadas. Tomamos o ganho real da Tabela e calculamos o ganho real anual (taxa geométrica de quadro anos). Ato  contínuo, multiplicamos o ganho real das categorias envolvidas pela participação dos órgãos envolvidos na folha da Administração Direta. A folha da Administração Direta  corresponde a mais de 95% da folha do total do Estado, porque uma parcela significativa da administração indireta corresponde às pensões, que pelo critério da paridade sofrem os mesmos reajustes das categorias que lhe deram origem. Então, para categorias que representam mais de 62% da folha foram concedidos reajustes reais médios anuais que variam de 10,2% a 20,9%, quando a receita cresceu 2,4%. Essa conta não fecha! Considerando a representatividade dessas categorias na folha estadual, calculamos um reflexo médio na folha estadual de 11,6%, o que corresponde a 4,9 vezes o crescimento médio da RCL, que foi de 2,4% do período 2011-2014, estimando–se  em 3% o ano de  2014. E mesmo que a RCL tivesse crescido 4,6%, que foi o desempenho médio da era de ouro que foi 1999-2010, os reajustes ainda seriam 2,5 vezes o crescimento da RCL. O atual governo só conseguiu conceder esses reajustes porque usou todos os recursos dos depósitos judiciais R$ 5,665 bilhões, mais uma soma considerável no caixa único resultante de outras fontes e uma parte de recursos de operações de crédito. E ainda concedeu o maior percentual para o magistério,  a maior folha, para vigorar a partir de novembro/2014, com incidência integral no ano seguinte. O problema disso é que o próximo governo terá a folha aumentada nessas proporções (e ainda crescente, porque os reajustes vão até 2018 para algumas categorias) e sem a receita para seu pagamento. E o mais grave ainda é que certas categorias receberão reajustes até novembro de 2018. Resumindo: o Estado não suporta esses reajustes com a receita ordinária e mesmo com receitas extraordinárias, terá que fazer engenharias financeiras que não as divisamos.  

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo. 

Advogado reúne acionistas lesados para ajuizar ação contra a Petrobrás no Brasil

O advogado André Almeida informou hoje ao editor que dezenas de acionistas já aderiram à ação “Class Action” contra a Petrobras nos Estados Unidos. A repercussão no Brasil e a demanda de Fundos de Investimento e Bancos são enormes. Por isso, o escritório Almeida Advogados estuda entrar com uma ação coletiva de indenização contra a Petrobras em território nacional.

. O advogado Andre de Almeida avisou que será formado um consórcio para viabilizar a aça:

- Infelizmente não temos a modalidade de “Class Action” no Brasil, ou seja, uma ‘ação de classe’ que favorece qualquer investidor lesado pelas perdas dos dividendos. Pela legislação brasileira, cada investidor da Petrobras deve entrar – individualmente – com ação de indenização. Para agilizar o processo e tornar economicamente viável ingressar na justiça brasileira, vamos montar um consórcio de Fundos de Investimentos ou de Pensão, Instituições bancárias e Sindicatos que queiram – em conjunto – pedir ressarcimento de perdas por má gestão da estatal. Para aderir nos Estados Unidos, o investidor precisa ter papeis ADR´s – monitorizada em dólares americanos; mas, aqui no Brasil, uma demanda judicial vai avaliar as perdas das PETR3 e PETR4. Participarão centenas de milhares de pessoas com cotas em Fundos e trabalhadores que compraram ações com FGTS.


. O Almeida Advogados estrutura essa ação coletiva para o início de 2015. 

CLIQUE AQUI para conhecer o escritório e falar com ele.

MP de Minas pede cassação de diploma de Fernando Pimentel (PT)

A Procuradoria Regional Eleitoral de Minas Gerais (PRE-MG) pediu nesta quinta-feira  a cassação do diploma e a decretação de inelegibilidade do governador e vice-governador eleitos de Minas Gerais, Fernando Pimentel e Antônio Andrade. A procuradoria também solicita a realização de ação de investigação judicial eleitoral dos eleitos.

. No pedido, ajuizado no Tribunal Regional Eleitoral de Minas (TRE-MG), o procurador regional eleitoral Patrick Salgado destaca problemas na prestação de contas da campanha ao governo do estado. De acordo com a ação, “a campanha de Fernando Pimentel e Antônio Andrade foi ilicitamente impulsionada por inaceitável abuso de poder econômico”, evidenciado “pela superação do limite de gastos e por adoção de um método dúbio de realização de despesas”.

. A prestação de contas da coligação Minas pra Você (PT/PMDB/PCdoB/PROS/PRB) foi desaprovada pelo TRE-MG, na última quinta-feira. Dentre as irregularidades apontadas pelo tribunal estão a extrapolação em mais de R$ 10,1 milhões do teto de R$ 42 milhões da campanha, estabelecido no registro da candidatura, bem como a ausência de registro das despesas feitas por outros candidatos, partidos ou comitês em favor do então candidato ao governo.

83% dos leitores elegem Sartori como Personalidade do Ano no RS

O governador José Ivo Sartori foi escolhido por 83% dos leitores como a Personalidade do Ano no RS.

. Foi uma votação maciça.

. Os demais nomes listados conseguiram poucos votos, mas o editor considera que todos eles foram personalidades importantes, inovadoras, exitosas e de grande influência na modernização do Estado: Beto Albuquerque, Eduardo Melzer (RBS), José Galló (Lojas Renner) e os empreendedores do Snowland (Gramado).

. Na enquete para a escolha da Personalidade do Ano no Brasil, o juiz federal Sérgio Moro conseguiu 53% dos votos.

Rui Falcão faz piada às vésperas do Natal e diz que PT não é uma organização de santos.

Brincalhão, o presidente do PT, Rui Falcão, diz que o seu Partido não é uma organização criminosa, embora também não seja uma organização de santos.

. Na enquete ao lado desta página, o editor pergunta ao leitor justamente do que se trata o PT. Vá lá e responda.

. Ontem a tarde, Rui Falcão, medíocre jornalista e mais medíocre deputado estadual de São Paulo, avisou que  não se "pode punir um partido inteiro pelo erro de alguns:

- Nós nunca dissemos que éramos uma organização de santos, um convento, mas há um processo de criminalização do conjunto do PT. Tentam implicar Lula e Dilma no processo da Petrobras.

. O dirigente petista se diz preocupado com o patrimônio da estatal, diante da crise, a ressalta a integridade da presidente Graça Foster, mas pondera: 

- Agora há momentos em que você precisa dar respostas para a situação mais geral (...). É preciso deixar claro que, se alguma substituição tiver que ocorrer, será exclusivamente por razões de cunho administrativo.

. Há mais do que desfaçatez nas declarações de Rui Falcão. 

Landim e Secches cotados para lugar de Graça Foster na Petrobrás

Dois executivos de renome, Rodolfo Landim, ex-presidente da BR Distribuidora e ex-OGX, e Nildemar Secches, ex-presidente da Perdigão (hoje Brasil Foods), passaram a ser citados como possíveis futuros presidentes da Petrobras.

. Graça Foster vai sair. 

Medicina da Ufrgs na lista das piores federais do MEC

Entre os cinco cursos federais de medicina considerados os piores do País pelo MEC, estão os da Ufrgs e da Universidade de Pelotas. Deles pegaram nota 2 no conceito preliminar de curso, quando a nota máxima é 5.


. Foram avaliados 154 cursos, a partir dos resultados do Enade. A Ufrgs alega que grupos de alunos boicotaram o Enade de 2013, ano da avaliação de agora.

Eliseu Padilha está fora dos processos da Operação Solidária.

O deputado Eliseu Padilha está fora da Operação Solidária. A decisão foi do STF, que mandou tudo para o arquivo.

. Em relação aos demais réus, inclusive empreiteiros que se organizavam em cartel, tal como o caso da Lava Jato, prosseguem os processos abertos na Justiça Federal.

Lula mente com a mesma desfaçatez do lobo diante do cordeiro

A desfaçatez com que Lula critica vazamentos seletivos é a mesma do lobo que criticou o cordeiro por sujar-lhe a água.

. Ambos mentem para se dar bem.

. Resta saber se Lula terá a mesma sorte do lobo.

. Lula fez as declarações durante a cerimônia de diplomação de Dilma pelo STF. Ele circula livremente pelo Brasil, mas segundo informações que o editor recebeu de advogados de São Paulo e Brasília, ele não faria o mesmo na Europa, devido a investigações que a União Européia faz em relação á quebra do Banco Espírito Santo, Portugal. 

Só na segunda terminará temporada de altos reajustes das cúpulas dos Poderes Executivo, Legislativo e Judicial do RS

A temporada de reajustes salariais para as cúpulas dos Poderes Executivo, Legislativo e Judicial do RS ainda não terminou.

. É que na segunda-feira os deputados estaduais aprovarão aumentos para desembargadores, juízes do Tribunal de Justiça Militar e conselheiros do Tribunal de Contas.

. No total, os reajustes implicarão em despesas adicionais de R$ 82 milhões por ano.

. Os aumentos ficarão entre 26,34% e 64,22% (vice-governador e secretários).

. Os reajustes para as cúpulas dos três Poderes não ocorrem todos os anos, o que acaba gerando forte impacto político e midiático. O último aumento salarial do governador, por exemplo, foi concedido em 2008, há 6 anos. O valor atual é de R$ 17,3 mil por mês. Com o aumento de 45,97% (a inflação do período foi de 47,67%) foi para R$ 25,3 mil.

. Se as regras atuais permanecerem, todos terão reajustes dentro de quatro anos. Nos níveis da inflação do momento, isto provocará novas distorções e ainda maiores surpresas.

Falta pouco para fechar a lista completa do secretariado de Sartori

 O governador José Ivo Sartori confirmará a qualquer momento os nomes dos novos secretários do Planejamento, Cultura, Turismo e Administração.

. É o que falta para completar a lsita de 19.

. O editor possui informações de que o deputado Gabriel Souza irá para o Planejamento e o ex-vice-governador Antonio Hohfeldt ou Victor Hugo irá para a Cultura.

. Nada vaza sobre Administração.

. O caso da secretaria do Turismo, que agora agrega também Esporte e Lazer, envolve interesses diferentes de PSD, PPS e PMDB, como também um instigante jogo de pressões dos trades turísticos das diversas regiões do Estado. Nas suas escolhas, Sartori sempre tem privilegiado escolhas políticas compatibilizadas com conhecimento e experiência na área.


Saiba quem são os políticos que receberam dinheiro do Petrolão. A lista é do delator Paulo Costa.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa do jornal, inclusive a lista com a totalidade dos nomes.

O jornal “O Estado de S. Paulo” desta sexta-feira informou que obteve a lista completa dos políticos citados pelo ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, ao longo dos 80 depoimentos que concedeu no âmbito da Operação Lava Jato. A relação inclui pelo menos um deputado gaúcho, José Otávio Germano, PP, mas também sete senadores, dez deputados federais, ex-ministros de Dilma (Mário Negromonte e Antonio Palocci), ministro atual (Edison Lobão), ex-governadores e até um governador, Tião Viana, PT do Acre. O ex-governador Eduardo Campos, PSB, morto este ano, também está na lista, que inclui até o líder do governo no Senado, Humberto Costa.

. A lista do “Estadão” é apenas de Paulo Costa. Há outra, maior, do doleiro Alberto Youssef, como também lista de outros investigados que fizeram delação premiada.

. O Procurador Gral da República, Rodrigo Janot, disse que só em fevereiro abrirá os nomes.

. Os  parlamentares delatados integram a base aliada do Palácio do Planalto no Congresso como supostos beneficiários do esquema de corrupção e caixa 2 que se instalou na petrolífera entre 2004 e 2012.

. Há nomes que até aqui ainda não haviam sido revelados, como o governador do Acre, Tião Viana (PT), reeleito em 2014, além dos deputados Vander Luiz dos Santos Loubet (PT-MS), Alexandre José dos Santos (PMDB-RJ), Luiz Fernando Faria (PP-MG) e José Otávio Germano (PP-RS). Entre os congressistas, ao todo foram mencionados sete senadores e onze deputados federais.


. O perfil da lista reflete o consórcio partidário que mantinha Costa no cargo e contratos bilionários da estatal sob sua tutela – são 8 políticos do PMDB, 10 do PP, 8 do PT, 1 do PSB e 1 do PSDB. Alguns, segundo o ex-diretor de Abastecimento, recebiam repasses com frequência ou valores que chegaram a superar R$ 1 milhão – dinheiro que teria sido usado em campanhas eleitorais. Outros receberam esporadicamente – caso, segundo ele, do ex-senador Sérgio Guerra, que foi presidente nacional do PSDB e em 2009 teria pedido R$ 10 milhões para arquivar uma CPI da Petrobrás no Senado.