Saiba quem são os políticos que receberam dinheiro do Petrolão. A lista é do delator Paulo Costa.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa do jornal, inclusive a lista com a totalidade dos nomes.

O jornal “O Estado de S. Paulo” desta sexta-feira informou que obteve a lista completa dos políticos citados pelo ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, ao longo dos 80 depoimentos que concedeu no âmbito da Operação Lava Jato. A relação inclui pelo menos um deputado gaúcho, José Otávio Germano, PP, mas também sete senadores, dez deputados federais, ex-ministros de Dilma (Mário Negromonte e Antonio Palocci), ministro atual (Edison Lobão), ex-governadores e até um governador, Tião Viana, PT do Acre. O ex-governador Eduardo Campos, PSB, morto este ano, também está na lista, que inclui até o líder do governo no Senado, Humberto Costa.

. A lista do “Estadão” é apenas de Paulo Costa. Há outra, maior, do doleiro Alberto Youssef, como também lista de outros investigados que fizeram delação premiada.

. O Procurador Gral da República, Rodrigo Janot, disse que só em fevereiro abrirá os nomes.

. Os  parlamentares delatados integram a base aliada do Palácio do Planalto no Congresso como supostos beneficiários do esquema de corrupção e caixa 2 que se instalou na petrolífera entre 2004 e 2012.

. Há nomes que até aqui ainda não haviam sido revelados, como o governador do Acre, Tião Viana (PT), reeleito em 2014, além dos deputados Vander Luiz dos Santos Loubet (PT-MS), Alexandre José dos Santos (PMDB-RJ), Luiz Fernando Faria (PP-MG) e José Otávio Germano (PP-RS). Entre os congressistas, ao todo foram mencionados sete senadores e onze deputados federais.


. O perfil da lista reflete o consórcio partidário que mantinha Costa no cargo e contratos bilionários da estatal sob sua tutela – são 8 políticos do PMDB, 10 do PP, 8 do PT, 1 do PSB e 1 do PSDB. Alguns, segundo o ex-diretor de Abastecimento, recebiam repasses com frequência ou valores que chegaram a superar R$ 1 milhão – dinheiro que teria sido usado em campanhas eleitorais. Outros receberam esporadicamente – caso, segundo ele, do ex-senador Sérgio Guerra, que foi presidente nacional do PSDB e em 2009 teria pedido R$ 10 milhões para arquivar uma CPI da Petrobrás no Senado.

6 comentários:

Anônimo disse...

Se esses receberam essas merrecas, perto dos bilhões desviados, imagine qto a cúpula da quadrilha tirou.. Tipo O Chefe..

Anônimo disse...

Sr Polibio Braga:

Não é de hoje que comento que vivemos em uma CANALHOCRACIA,eis aí os CANALHOCRATAS.
Não vamos esquecer que corruPTo se diz com PT

Saudações

Anônimo disse...

TEM MUITO MAIS. Vai parar o SUPREMO só para julgar todos.

Anônimo disse...

Tem um que se livrou do "rolo do Detran". Será que vai escapar novamente?????

Anônimo disse...

Uns roubam MUITO, outros MENOS e os outros ainda nao tiveram a CHANCE DE ROUBAR.

Somos um povo mediocre, sem moral, sem respeito, sem atitude, levar sempre vantagem, que adora novela, BBB, Zorra Total e para leitura a revista Caras (esperar o que) com raras excecoes, evidente.

Anônimo disse...

Todos bons alunos frequentadores da escola petralha e aprovados com louvor.