Doleiro e ex-diretor da Petrobrás tentaram comprar empresa fornecedora de serviços milionários para a estatal

O Jornal Nacional desta noite explicou melhor as razões por trás da busca e apreensão feita por um delegado e três agentes, hoje,na Petrobrás. O governo demonstrou que sentiu o golpe, porque não é todo dia que delegados peitam a presidente da Petrobrás e exigem documentos confidenciais dentro da própria sede da estatal. O próprio ministro da Justiça, esta noite, no JN, constrangidíssimo, tentou explicar o que não dá para explicar. O juiz federal do caso, estranhou muito que o doleiro e o ex-diretor da Petrobrás tenham feito oferta de compra de 75% da Ecoglobal, por R$ 18 milhões, logo depois que ela fechou contrato de R$ 443 milhões com a Petrobrás. . A notícia a seguir, do site www.veja.com.br, analisa com criterioso caráter didático o que está por trás de tudo:
Interrogado na manhã desta sexta-feira pela Polícia Federal, o empresário Vladimir Silveira revelou um novo filão de investigação para a operação Lava-Jato. Segundo ele, o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa se associaram para tentar comprar o controle da Ecoglobal – da qual é sócio-diretor – e, assim, lucrar com a obtenção de contratos milionários com a estatal. A Polícia Federal investiga se, além disso, eles também facilitaram e receberam comissões por um contrato de 443 milhões de reais que a Ecoglobal assinou. Em entrevista ao site de VEJA, Silveira afirmou que foi procurado por emissários do doleiro e do ex-diretor, que fizeram uma oferta de 18 milhões de reais por 75% da empresa. O negócio, segundo afirmou, não foi concretizado.
(...)
. A Polícia Federal suspeita que Costa tenha intermediado o último contrato firmado pela Ecoglobal com a Petrobras, pelo qual a fornecedora receberia 443 milhões de reais para realizar testes de poços de petróleo. Silveira diz que participou de licitação, por meio de convite, durante oito meses.
. Os testes em poços de petróleo seriam uma atividade nova para a Ecoglobal, que tinha experiência, até então, em serviços de recuperação de efluentes e tratamento e descarte de água oleosa. Segundo apurou o site de VEJA, causou estranheza no mercado o fato de a Ecoglobal vencer a concorrência, superando as propostas de companhias reconhecidas pela capacidade na área de testes, como Schlumberger, Tetra e Expro.
CLIQUE AQUI para entender tudo. 

Oposição acha que bandalheiras na Petrobrás viraram caso de polícia. CPI fica mais forte com busca e apreensão da PF.

Graça Foster. Ela foi abordada por delegados da Polícia Federal no seu próprio gabinete. O governo se desmoraliza a olhos vistos e se desmancha no ar. 


 própria presidente da Petrobrás, Graça Foster, passou pelo constrangimento de ser abordada pelos delegados da Polícia Federal, para os quais teve que entregar documentos e arquivos eletrônicos.

A segunda etapa da Operação Lava-Jato da Polícia Federal atingiu em cheio a estratégia do governo de barrar as investigações sobre a Petrobras, segundo escreveu neste final de tarde a revista Veja no seu site. Enquanto o Palácio do Planalto tenta impedir a abertura de uma CPI no Congresso, os agentes realizaram nesta sexta-feira buscas na presidência da estatal

. Para parlamentares de oposição, a operação reforça a necessidade de que a companhia passe por um pente-fino.


A PF procura contratos firmados pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso em março. A suspeita é que ele tenha recebido propina para favorecer fornecedores e prestadores de serviço. “A impressão clara é que a Petrobras foi sucateada por operações financeiras para bancar eleições, partidos e políticos. Eles precisavam de um operador, acharam, e as fraudes estão cada vez mais evidentes”, disse o vice-líder do PSDB na Câmara, deputado Nilson Leitão (MT)

. Não tenho dúvidas de que o caso da Petrobras não é um debate político. Ela é, de fato, um caso de polícia."

Assessor a soldo de deputada do PT hostiliza Joaquim Barbosa

Ao lado de duas amigas petistas, Rodrigo Grassi (foto ao lado) perseguiu o presidente do STF, filmou e publicou nas redes sociais para insuflar militantes. Nas redes sociais, ele infiltrou notas mentirosas, informando que "clientes de restaurante vaiaram a expulsaram Joaquim Barbosa". Leia toda a escabrosa história. O texto é de Gabriel Castro, de Veja de Brasília.

Um vídeo publicado na internet mostra um assessor parlamentar da deputada Érika Kokay (PT-DF) hostilizando o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, na última sexta-feira, em Brasília. Ao lado dele, outras duas militantes petistas ressentidas com as condenações do mensalão insultam o ministro. "Autoritário", "projeto de ditador" e "tucano" são alguma das palavras utilizadas pelo pequeno grupo, em meio a loas ao ex-ministro-presidiário José Dirceu.
As imagens foram feitas pelos próprios petistas quando o ministro saída de um bar. O vídeo foi gravado e protagonizado pelo conhecido baderneiro Rodrigo Grassi Cademartori, autointitulado "Rodrigo Pilha". Uma espécie de petista-playboy, ele se ocupa principalmente de duas tarefas: uma é repetir chavões para intimidar, inclusive fisicamente, qualquer um que avalie ser adversário do PT. A outra é divulgar suas fotos em momentos de lazer – pilotando uma lancha, por exemplo.
Defensor da ditadura cubana, Grassi comandou a tropa que hostilizou a blogueira Yoani Sánchez quando ela visitou o Congresso Nacional, iniciou uma confusão após provocar o ex-deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG) e ajudou a organizar "protestos" contra o deputado Marco Feliciano (PSC-SP). Também fez questão de passar o dia na porta da Superintendência da Polícia Federal quando os mensaleiros se entregaram no ano passado.
Uma de suas estratégias é insuflar manifestantes em protestos, sem que fique evidente a ligação dos atos com o PT e o gabinete de Érika Kokay. As duas mulheres que também hostilizam Barbosa no vídeo são Andreza Xavier e Maria Luiza Rodrigues, amigas do assessor parlamentar.
Na descrição do vídeo que publicou com a perseguição a Barbosa, Grassi define o presidente do STF como "fascista" e, orgulhosamente, anuncia que o colocou "para correr". No vídeo, em português sofrível, ataca: "Ele precisa (sic) de andar com muitos seguranças".


. Grassi recebe da Câmara dos Deputados cerca de 4.800 reais por mês. Por que o militante-profissional continua sendo bancado pelo dinheiro público é uma pergunta que a deputada Érika Kokay deveria responder.

Dilma em Porto Alegre: "Inflação é assim: os preços sobem; os preços caem"

A frase lapidar a seguir foi da presidente Dilma Roussef, esta manhã, na inauguração do Pisa, falando sobre o recrudescimento da inflação:

- Inflação é assím, porque enquanto alguns produtos sobem, outros descem. 

. Depois dessa descoberta lapidar, dificilmente a Sociedade de Economia do RS deixará de indicar sua filiada ao Prêmio Nobel de Economia deste ano. 

Lula volta a defender arrocho sobre a imprensa. Esquizofrênico, ele também nega o Mensalão e Malfeitos na Petrobrás.

Ele nega porque tapa o nariz para toda a sujeira do PT e do governo Dilma.

Neste artigo que escreveu para o jornal Valor, a jornalista Claudia Safatle revela informações preciosas sobre a conversa de Lula com blogueiros, São Paulo, esta semana, quando defendeu claramente o controle da imprensa e negou malfeitos na Petrobrás e no Mensalão. Claudia diz que muitos empresários e donos de jornais ficaram temerosos, porque sabem que Lula é o líder inconteste do governo e do PT. O título do artigo é "Defesa do controle da mídia fere imagem de Lula". O título é até exagerado, porque tudo fere a imagem de Lula, porque não existe na história brasileira outro ex-presidente e líder político da sua importância, que esteja com imagem mais suja do que a de Lula. Leia tudo:

 O que mais impactou empresários que nutrem simpatia pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e compartilham do coro "Volta Lula", na entrevista que ele deu para um grupo de blogueiros que apoiam o governo, na terça feira, foi a forma dura e insistente com que o ex-presidente defendeu o controle da imprensa. "Perdemos um tempo precioso e não fizemos o marco regulatório da comunicação nesse país", disse Lula. "Temos que retomar com muita força essa questão da regulação dos meios de comunicação do país. O tratamento à Dilma é de falta de respeito e de compromisso com a verdade", completou, deixando claro que advoga a censura de conteúdo. A perplexidade pode ser conferida em uma reunião habitual na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), no dia seguinte à entrevista. Segundo relato de um dos presentes, "a entrevista causou mal-estar". Até então se imaginava que a discussão sobre instrumentos de controle da mídia fosse somente uma proposta de um ou dois assessores do ex-presidente. "Mas não, é do Lula!", disse. No Congresso, o divulgador da ideia que agora passou a ser vista como uma medida de força que conta com o apoio do ex-presidente, era o deputado André Vargas (PT-PR) que, por força de denúncia de corrupção, renunciou ao cargo de vice-presidente da Câmara. Não foi só pelo ataque frontal que o ex-presidente fez à mídia que a entrevista "assustou" mas, também, pelo fato de que Lula "mostrou que fechou os olhos: não há Petrobras e não houve o mensalão", comentou a fonte.

. Na tentativa de compreender os reais motivos que o estimularam a subir o tom da defesa do controle do que é divulgado pela meios de comunicação, concluiu-se que pode ter sido um "erro grosseiro" do ex-presidente que, no entanto, é capaz de criar uma resistência não desprezível "junto a pessoas que estão com ele".

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Estadão diz que presidente do Poder Legislativo fraudou voto de Brossard para impugnar CPI da Petrobrás

Renan Calheiros fraudou voto do ex-ministro do STF para impugnar CPI da Petrobrás e ajudar o governo na sua fuga desenfreada da verdade. O crime do Presidente do Poder Legislativo continua impune. 

O artigo a seguir é do Estadão de hoje, página 3. Ele mostra como o presidente do Poder Legislativo mentiu e falsificou para ajudar a enterrar a CPI da Petrobrás. Uma fraude sustenta a posição do senador em plenário para não acolher o pedido e ampara a posição do governo no STF. É algo mais grave do que a Carta Brandy. O mais inacreditável é que diante das provas materiais, a mídia trate com tão pouca importância o novo crime do senador. A imprensa do RS sequer toca no assunto e nunca foi ouvir Paulo Brossard, que teve falsificado seu voto em Acórdão do STF. Pior: nem um só parlamentar leva o fraudador ao Conselho de Ética do Senado. Leia o texto:

A próxima terça-feira pode ser decisiva para a batalha que governo e oposição travam no Senado em torno da amplitude da CPI da Petrobrás. Nesse dia, o mais tardar, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), se pronunciará sobre os dois mandados de segurança impetrados com 24 horas de diferença pelas partes em conflito. Rosa é relatora de ambos os recursos.

. O da oposição, apresentado na terça-feira passada, visa a garantir o que entende ser o seu direito de não ter a sua proposta de CPI desfigurada com a inclusão de temas alheios a negócios suspeitos da estatal a contar de 2005. No ano seguinte, o seu Conselho de Administração, presidido pela então ministra Dilma Rousseff, autorizou a compra da Refinaria de Pasadena, cujos obscuros meandros motivaram a iniciativa oposicionista.

. Os acréscimos contrabandeados pela base aliada tratam, de um lado, das denúncias de formação de cartel no setor metroferroviário em São Paulo e no Distrito Federal, em governos da oposição; de outro, das alegadas irregularidades em obras no Porto de Suape, em Pernambuco. No primeiro caso, a intenção é contaminar a campanha ao Planalto do senador Aécio Neves. No segundo, o alvo é o ex-governador Eduardo Campos, também pré-candidato à sucessão da presidente.

(...)

Mas nem o duo petista (Lula e Dilma) foi tão longe - e tão baixo - como Renan. Na ânsia de fazer a sua parte na sabotagem do inquérito da Petrobrás, ele disse

- Nos anos 1990, um parecer do então ministro Paulo Brossard, o STF "pacificou" o entendimento segundo o qual "novos fatos determinados podem ser incorporados ao rol inicial" de uma CPI.

. É mentira, apuraram os repórteres Andreza Matais e Ricardo Brito, deste jornal. 

. Eles verificaram que a versão do senador deturpa a posição do ministro e altera o contexto em que foi tomada.

. O que Brossard sustentou e a Corte aprovou por unanimidade foi que não se pode adicionar fatos novos ao pedido de uma CPI, mas apenas no seu decorrer - e se tiverem relação com o objeto inicial. "A investigação deve recair sobre um fato certo", disse Brossard ao Estado. "Não sobre dois, três temas. De forma alguma!" Portanto, temas distintos, como os dos trens paulistas e do porto pernambucano, teriam de gerar, cada um, a sua própria investigação. Nessa linha, o ex-presidente do STF Carlos Velloso, que participou daquele julgamento, aconselhou os governistas a requerer a sua própria CPI "e não se aboletar ao pedido alheio para fraudá-lo".

. Já de Renan só se podia esperar que se aboletasse em manifestação alheia para fraudá-la.

CLIQUE AQUI para ler o texto completo. 

84% dos leitores acham que Simon deve ceder o passo a outro candidato dentro do PMDB

84% dos leitores acham que o senador Pedro Simon não deve mais buscar a reeleição, porque está na hora de renovar dentro do próprio PMDB. A fatia dos que acham que é preciso mudar é de 12%.

. Os demais 4% são de leitores que não sabem o que querem.

. A convenção do PMDB que escolherá os candidatos do Partido ao governo e ao Senado será em junho. 

. Alguns setores do PMDB poderão apresentar algum tipo de opção para os convencionais. 


. Uma nova enquete já está na capa desta página. Ela trata da percepção do leitor sobre os preços. Vá ali ao lado e vote. 

Crise política muda de patamar, porque Polícia Federal faz buscas e apreensões no coração da sede da Petrobrás

Alguns sites e blogs chegaram a informar no início desta tarde que policiais federais penetraram nas instalações da própria Petrobrás, no Rio, mas a informação foi desmentida mais tarde por pelo menos um deles, o site www.brasil247.com.br. CLIQUE AQUI para ler esta nota do Correio Braziliense, 14h15mi, confirmando tudo.

A revista Veja e o site UOL reforçaram as informações sobre a Petrobrás. É que a nova rodada de apreensões da Polícia Federal na Operação Lava-Jatotem como alvo contratos supostamente intermediados pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Policiais recolheram na manhã desta sexta-feira documentos na sede da estatal, no Centro do Rio, e em uma unidade da empresa em Macaé (RJ). Os agentes estiveram no gabinete da presidência, mas não há informações sobre o recolhimento de material. Ao todo, estão sendo cumpridos 23 mandados – dois de prisão, seis de condução coercitiva e quinze de busca e apreensão.

. Além dos desdobramentos criminais da investigação, a entrada da Polícia Federal no coração da estatal petrolífera é simbólica em um momento que a empresa enfrenta a pior crise em décadas.
 

Ao todo, a PF cumpre nesta manhã 21 mandados, expedidos pela Justiça Federal: dois são de prisão temporária, quatro de condução coercitiva e 15 de busca e apreensão, nas cidades de São Paulo, Campinas (SP), Rio de Janeiro, Macaé (RJ) e Niterói (RJ). A operação começou a ser deflagrada no dia 16 de março, quando a PF cumpriu mandados em Curitiba e outras 16 cidades do Paraná, além de outros estados. Na ocasião, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa foi preso, acusado de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef. Calcula-se que o esquema de lavagem de dinheiro tenha movimentado mais de R$ 10 bilhões.

. . Em Macaé, o alvo é uma empresa suspeita de ter assinado contratos milionários e sem licitação com a Petrobras nos últimos anos, a Ecoglobal Ambiental. 

Eis a nota da Polícia Federal
NOVAS AÇÕES DA OPERAÇÃO LAVA-JATO
A Polícia Federal cumpre nesta manhã (11/4) vinte e um mandados, expedidos pela Justiça Federal, no âmbito da Operação Lava-Jato: dois de prisão temporária, quatro de condução coercitiva e quinze de busca e apreensão, nas cidades de São Paulo/SP, Campinas/SP, Rio de Janeiro/RJ, Macaé/RJ e Niterói/RJ.
A PF representou por estes mandados para buscar documentos que auxiliem os trabalhos da investigação.

O material arrecadado hoje contribuirá para os relatórios finais dos inquéritos em andamento.

Novo terminal de passageiros do Aeroporto de Porto Alegre só completou 1,8% das obras. Caso é tabém crítico em outros cinco aeroportos.

Ao lado, Porto Alegre.



Nesta reportagem do Jornal Nacional, foram analisados os casos de 5 aeroportos com obras que não ficarão prontas até a Copa. Um dos casos é o Salgado Filho, Porto Alegre. Para desespero de quem acredita em eficiência e eficácia, respeito com dinheiro público e responsabilidade fiscal, o presidente da Infraero avisou: "Se não ficar prontas, tapeamos". O ministro da Aviação Civil tira o corpo fora e diz que é tudo com a Infraero. Leia trecho editado. No link, toda a reportagem, com video do JN:

A infraestrutura de transportes que o Brasil precisa oferecer durante a Copa do Mundo vai ter lacunas. Seis terminais de passageiros dos aeroportos que passam por reformas só vão ficar prontos depois do mundial.

A situação é crítica em Porto Alegre. Na capital gaúcha, somente 1, 8% da obra no terminal de passageiros ficou pronta até fevereiro.
Todas as obras do aeroporto só serão concluídas em janeiro de 2016. Prometido para este mês, o terminal 3, do Aeroporto de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, teve apenas 41,7% das obras concluídas até fevereiro. Os passageiros dizem que os transtornos estão em todas as áreas.
“Banheiro, lugar de desembarque, embarque. Tudo. Não fez nada ainda. Eu viajo aqui sempre, parece que não mudou nada”, afirma Antônio de Jesus, gerente vendas.
O Jornal Nacional foi ouvir o Governo Federal sobre os atrasos nas obras administradas pela Infraero.
"A Infraero tem autonomia, tem responsabilidade na condução da execução dessas obras. A empresa tem que ser punida, eu não tenho a menor dúvida disso, mas o sistema de punição tem que ser de tal maneira que não cause um dano pior para a população, que não é o atraso da obra, mas é a paralisação com ações na Justiça, com demandas que atrasam e dificultam cada vez mais", destaca Moreira Franco, ministro da Aviação Civil.

CLIQUE AQUI para ler e ver toda a reportagem. Vale a pena examinar o altíssimo nível de cinismo e irresponsabilidade das autoridades federais.

COMPRE EM VERSÕES E-BOOK
Herança Maldita - Os 16 anos do PT em Porto Alegre, R$ 15,00
Cabo de Guerra - R$ 37,50
Você pode comprar pelo próprio site de vendas, pagar com cartão e efetuar o download na mesma hora para ler e copiar os livros. Os preços correspondem à metade dos preços das livrarias.
CLIQUE PARA FAZER A COMPRA
www.albuka.com.br



Proposta de deputado do PR prevê participação acionária da União no capital do BRDE

No RS não repercutiu a proposta do deputado tucano do paraná, Alfredo Kaefer, que inclui o governo federal como acionista do BRDE. Leia com atenção o material a seguir:

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira a Medida Provisória 628/13, que autoriza a União a conceder crédito de R$ 24 bilhões ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiamentos de longo prazo ligados, principalmente, a programas de investimentos governamentais. A matéria deve ser votada ainda pelo Senado.

. Pelo acordo, serão incluídos em outras medidas provisórias temas tratados no relatório da MP 628/13. Entre os projetos que poderão ser beneficiados pela MP 628 com financiamentos do BNDES estão os do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Programa de Investimentos em Logística (PIL), do Programa de Sustentação do Crescimento (PSI) e da cadeia produtiva do pré-sal.
Segundo o governo, a continuidade dos financiamentos a juros menores permitirá a expansão ou modernização da capacidade produtiva nacional, o que ajudaria a aumentar a formação de capital fixo na economia brasileira.

Critérios regionais

. O Plenário incluiu na MP emenda do deputado Mendonça Filho (DEM-PE) para direcionar 35% dos financiamentos a taxas subsidiadas do BNDES a projetos localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

. Também foi aprovada, em Plenário, emenda do deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) que autoriza a União a participar do capital do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) com 1% e permite ao banco atuar como operador de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) até o funcionamento do Banco de Desenvolvimento do Centro-Oeste.

BC aprova aumento de capital do BRDE para R$ 685,3 milhões

O Diário Oficial da União publicou (3 de abril) a aprovação, pelo Banco Central, do requerimento de aumento do capital social do BRDE. Após a integralização o capital passará a ser de R$ 685,3 milhões, conforme resolução do Codesul. 

Stormovski é o novo presidente do Sindicato dos Hospitais do RS

O Sindicato dos Hospitais e Clinicas de Porto Alegre (Sindihospa), elegeu o economista Mauro Stormovski como seu novo presidente para o exercício 2014-2017.

COMPRE EM VERSÕES E-BOOK
Herança Maldita - Os 16 anos do PT em Porto Alegre, R$ 15,00
Cabo de Guerra - R$ 37,50
Você pode comprar pelo próprio site de vendas, pagar com cartão e efetuar o download na mesma hora para ler e copiar os livros. Os preços correspondem à metade dos preços das livrarias.
CLIQUE PARA FAZER A COMPRA
www.albuka.com.br

PMDB une-se ao PT e ao PDT para derrotar discussão sobre má infraestrutura da Fronteira Oeste do RS

O deputado Frederico Antunes propôs a criação de Comissão Especial na Assembleia para abordar o déficit de infraestrutura na Fronteira Oeste, em especial em rodovias, hospitais e educação e o crescente êxodo de fronteiriços para a região serrana. 

. A proposta foi derrotada em plenário por 30 x 15. 

. O que chama a atenção é que a bancada inteira do PMDB votou contra. E mais estranho ainda é que dois deputados que são da região, Raul Pont, de Uruguaiana, e Adão Villaverde, de Alegrete, também votaram contra, assim como Juliana Brizola que a exemplo desses seus dois colegas petistas, em época eleitoral costumam "morrer de amores" pela região, fazendo promessas de amor eterno aos fronteiriços. 

Fortunati convida Dilma e ex-prefeitos, com os quais divide o palanque do Pisa

A entrega da principal obra do Programa Integrado Socioambiental (Pisa), na manhã desta sexta-feira marcou o início das operações oficiais da nova estação de tratamento de esgoto, localizada no bairro Serraria, na Zona Sul, devolverá balnealidade ao Rio Guaíba. "Poderemos voltar a tomar banho em Ipanema no ano que vem", garantiu o prefeito José Fortunati. Atualmente, apenas as praias dos bairros Lami e Belém Novo são próprias para banho.

. Leia mais sobre o Pisa logo abaixo. 

 Estiveram presentes na cerimônia a presidente Dilma Roussef e quatro ex-prefeitos da cidade: Fortunati, José Fogaça, Olívio Dutra e Tarso - todos que se envolveram em algum momento com o projeto. A prefeitura ignorou João Verle, que substituiu Tarso nos dois último anos do seu segundo mandato.


. José Fortunati ainda convidou Dilma a participar da inauguração do Hospital Restinga, também na Zona Sul. A presidente, no entanto, não respondeu sobre o assunto em sua fala. 

Inflação da 3ª idade sobe 2,30% no 1º trimestre, diz FGV

A inflação percebida pelos idosos encerrou o primeiro trimestre de 2014 com alta de 2,30%, acima da taxa de 2,10% apurada no quarto trimestre de 2013. É o que mostrou o Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i) anunciado nesta sexta-feira (11) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Em 12 meses, o IPC-3i subiu 5,96%. O resultado do IPC-3i no primeiro trimestre ficou abaixo, no mesmo período, do Índice de Preços ao Consumidor - Brasil (IPC-BR), que mede a inflação em todas as faixas etárias. O IPC-BR subiu 2,51% entre janeiro e março. Em 12 meses, a inflação da terceira idade também ficou abaixo da média dos consumidores, que avançou 6,09%.

. A principal contribuição para a aceleração do IPC-3i no primeiro trimestre partiu do grupo Habitação, cuja taxa passou de 1,75% para 2,13%, com destaque para empregados domésticos (0,41% para 4,92%)


- Contribuíram também os grupos Alimentação (3,56% para 4,31%), Educação, Leitura e Recreação (2,51% para 3,69%) e Despesas Diversas (1,61% para 3,60%). Para cada uma destas classes de despesa, vale citar o comportamento dos itens hortaliças e legumes (12,77% para 30,42%), cursos formais (0,00% para 8,15%) e cigarros (2,78% para 8,05%), respectivamente.

Dilma deu o discurso para Tarso confirmar sua candidatura ao Piratini.

O grande problema para a governabilidade futura do RS são os desajustes macroeconômicos.  Esse acordo acertado na CCJ, mas ainda não aprovado, é um faca de dois gumes. Reduz pela metade o saldo devedor no final do contrato, em 2028, mas não reduz nada na prestação até lá. A “vantagem” é abrir espaço para novas dívidas. Mas isso tem custo, porque empréstimos se pagam, é mais serviço da dívida. Mas  não é essa  a grande  queixa dos governos do PT, que só conjugam o verbo gastar e jamais o verbo economizar, como se a contabilidade pública não contivesse os dois tipos de conta. 

O governador Tarso Genro vai anunciar neste sábado que será candidato à reeleição. Ele se sente livre, leve e solto, depois que a CCJ do Senado aprovou a mudança do indexador da dívida com a União, apresentando a votação como a solução final, quando na verdade tudo não passou de um acordo para que governadores como Tarso tenham discurso nos seus Estados, já que falta a decisão final do plenário e esta só sairá depois das eleições.

. Mas funciona como discurso.

. Menos mal que a mídia impressa do RS não comprou a versão mentirosa e deixa claro o que de fato aconteceu em Brasília, apesar dos discursos grandiloquentes de Tarso Genro, que agora tem uma boa desculpa para violar outra promessa de campanha, a de que não seria candidato sem a mudança do indexador.

. Isto – mudar de palavra – nem é problema tão grave para quem assinou a lei do piso nacional do magistério e depois negou-se a cumpri-la.

CLIQUE na imagem a seguir para examinar o comentário do editor, intitulado Dilma deu o discurso para Tarso confirmar sua candidatura ao Piratini.

Energia: redução do consumo da indústria já é uma possibilidade

O governo já avalia a possibilidade de redução do consumo de energia na indústria. Ontem, em reunião com autoridades do setor elétrico, foi avaliada a possibilidade de convidar algumas empresas, principalmente as eletrointensivas, a reduzirem, voluntariamente, o consumo de energia. Entraram em contato, inclusive, com duas dessas companhias que usam muita energia. A informação é da jornalista Miriam Leitão e foi feita na rádio CBN. leia tudo:

A partir de abril, elas fariam essa redução voluntária.

Tudo isso é para evitar qualquer racionamento ou restrição de consumo ao consumidor. Só que, ao focar no setor industrial, diminuiria ainda mais o ritmo da indústria, que vem tentando se recuperar. O que motivou essa reunião de ontem foi o seguinte: o ONS tinha previsto que os reservatórios do Sudeste estariam em 43% no fim de abril, evitando a necessidade de racionamento. Esse patamar passou a ser visto como o limite de segurança. Mas agora já se sabe que abril terminará com 36,5%. Há muitos dados assustadores nessa área. O ONS está pedindo às hidrelétricas para desligarem algumas máquinas à noite e, assim, pouparem água. A CEMIG disse que não pode fazer isso, porque há risco de queima das turbinas. O desligamento é feito de vez em quando por várias razões, mas fazer isso toda noite tem impacto na manutenção das máquinas e efeito ambiental - os peixes se aproximam de uma área que não se aproximariam se as turbinas estivessem permanentemente ligadas. A CEMIG está com um caso complicado: o nível de água na hidrelétrica de Três Marias pode chegar em setembro a 3,5% do volume útil. Em 2001, na pior crise que tivemos, chegou-se a 8,5%.

.Outro ponto importante: a geração de caixa das distribuidoras em um ano (R$ 10 bi) não cobre o rombo da energia das termelétricas. O empréstimo que a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica tomará será de R$ 11 bi. 


. Cada dia aparece uma notícia complicada no setor elétrico.

Paulo Brossard comenta adulteração praticada por Renan Calheiros: “É uma desonestidade mental”

O Portal Vox conversou com o ex-ministro do STF, que disse nunca ter vivido uma situação parecida. O mais surpreendente é que aparentemente a mídia brasileira e os meios políticos não entenderam a gravidade da fraude praticada pelo presidente do Senado, passível por si só de um processo por grave infração legasl e ética - um ato criminoso - tudo destinado a enganar os congressistas e os próprios ministros do STF, justificando a injustificável manobra governista para impedir a CPI da Petrobrás. Todo o texto a seguir é do portal.

Paulo Brossard, ex-ministro do STF que teve um parecer alterado por Renan Calheiros, afirmou, em entrevista ao Portal Vox, não se recordar de um precedente como esse em sua carreira: ”É uma desonestidade mental”.

Para justificar os vetos às CPIs sugeridas por Gleisi Hoffmann e Aloysio Nunes, decisão que favoreceu o governo federal, o presidente do Senado citou um entendimento do jurista, extraído de um julgamento de 1994. O conteúdo, porém, não era idêntico ao da referência apresentada (veja a imagem ao lado).

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Análise, Dagoberto Godoy - Brasil exporta muita matéria-prima e importa muitos industrializados da China

CLIQUE AQUI para acessar dados que mostram a distorção das trocas comerciais entre Brasil e China. Continuamos exportando matérias primas e importando industrializados, que nem são de tecnologia de ponta. O material a seguir é do ex-presidente da Fiergs, Dagoberto Godoy, que o editor publica com exclusividade.Diz Godoy: "Para quem dedicou boa parte da vida para promover a  indústria do RS e do Brasil, é muito triste". Leia tudo:

Destaques:
 
• De acordo com dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a corrente de comércio Brasil-China totalizou US$ 19,33 bilhões, no primeiro trimestre de 2014, o que reflete um aumento de 17% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

• A balança comercial do Brasil com a China fechou o primeiro trimestre do ano com um saldo negativo de US$ 166 milhões.

• As exportações brasileiras para a China apresentaram um crescimento de 24%, enquanto as importações advindas do país asiático se expandiram em 10%, em relação ao primeiro trimestre de 2013. 

• No primeiro trimestre de 2014, as exportações do Brasil para o país asiático se concentraram em três produtos, sendo a soja, o minério de ferro e os óleos brutos de petróleo responsáveis por 82% do total da pauta.

• As importações no primeiro trimestre de 2014, comparadas ao mesmo período de 2013, mantiveram-se concentradas nos setores de máquinas e aparelhos elétricos e mecânicos e suas partes que, somados,

corresponderam a 48% do total da pauta.

Clica aqui para acessar dados que mostram a distorção das trocas comerciais entre Brasil e China. Continuamos exportando matérias primas e importando industrializados, que nem são de tecnologia de ponta. Para quem dedicou boa parte da vida para promover a  indústria do RS e do Brasil, é muito triste.

COMPRE EM VERSÕES E-BOOK
Herança Maldita - Os 16 anos do PT em Porto Alegre, R$ 15,00
Cabo de Guerra - R$ 37,50
Você pode comprar pelo próprio site de vendas, pagar com cartão e efetuar o download na mesma hora para ler e copiar os livros. Os preços correspondem à metade dos preços das livrarias.
CLIQUE PARA FAZER A COMPRA
www.albuka.com.br

Zé Dirceu imita Zé Genoíno e agora também se queixa de "saúde débil" e "maus tratos na prisão"

Apesar do seu "débil" estado de saúde, Zé Dirceu continua ativo. Nesta sexta, ele anunciou que processará a revista Veja, que sistematicamente revela seus malfeitos. 

Preocupados com a situação do pai, filhos dos diversos casamentos do ex-ministro pediram que o deputado Nilmário Miranda (PT-MG) apresente requerimento na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados para que um grupo de deputados visitem o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, tudo porque o pai dos meninos e meninas, um dos quais é deputado federal, queixa-se de maus tratos.

. É a mais nova vítima petista do cruel sistema carcerário brasileiro.

. O objetivo do pedido  é checar se o condenado no julgamento do Mensalão tem regalias no presídio, argumento que baseia tese do Supremo Tribunal Federal (STF) para retardar sua transferência para o regime semiaberto. O pedido também visa checar as "débeis" condições de saúde do mensaleiro. 

Metasa leva R$ 35 milhões do Badesul para montar indústria em Charqueadas

Apesar das constantes crises produzidas pela Iesa no Polo Naval do Jacuí, a Metasa levou do Badesul,  ontem, R$ 35 milhões,  para também instalar a sua indústria em Charqueadas. 

Fortunati e Dilma entregaram esta manhã a maior obra de saneamento de toda a história de Porto Alegre, o Pisa

Dilma acertou a agenda apenas na terça-feira.

Esta manhã, as 9h, na Serraria, Dilma foi para a  cerimônia de entrega do novo sistema de tratamento de esgoto da Capital, o Programa Integrado Socioambiental (Pisa), que já funciona em período de testes desde o mês passado. Ao custo de R$ 672,8 milhões, o Pisa pretende, até o próximo ano, elevar de 30% para 80% o tratamento do esgoto coletado na Capital.

. Com o incremento, a prefeitura espera devolver até 2030 a balneabilidade do Guaíba em áreas como Praia de Belas e Vila Assunção.

. Após a solenidade do Pisa, ainda pela manhã, Dilma participa da formatura de cerca de mil alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

. Existe a expectativa de que a presidente faça novos anúncios de obras, como mobilidade urbana e barragens, o que depende de acertos entre técnicos do governo do Estado e federal.


. A última vez que Dilma esteve no Estado foi na abertura da Festa da Uva, em fevereiro.

Deputada, vítima de Gilberto Carvalho e do PT, denuncia frente a frente: "O senhor sabia que éramos achacados para as campanhas do PT"

O delegado Romeu Tuma Júnior, no seu livro "Assassinato de Reputações", já tinha deixado muito mal o ministro, denunciando-o como investigador (Tuma foi quem começou as investigações sobre o assassinato de Celso Daniel, SP), mas agora foi uma vítima quem falou. O pai da deputada Mara Gabrilli, homem do transporte coletivo do ABC, era achacado em R$ 20 mil por mês pela organização criminosa do PT, que tomava dinheiro dos empresários para as campanhas do Partido, e estrilou quando o valor aumentou para R$ 50 mil. Ele reclamou diretamente para Gilberto Carvalho, que na época levava o dinheiro, de fuquinha, para Zé Dirceu. O editor falou esta manhã com Tuma Júnior para conferir tudo. As denúncias do pai de Gabrilli estão nos autos dos primeiros inquéritos sobre o caso. 

Em apenas seis minutos, a deputada federal Mara Gabrilli (PSDB/SP) lavou a alma de muitos brasileiros ao confrontar o  ministro Gilberto Carvalho durante audiência realizada esta semana na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados do Brasil.

. A deputada relembrou o que disse em vida seu pai, Luiz Alberto Gabrilli Filho — influente empresário de Transportes do interior de São Paulo —, sobre a corrupção do PT e o #assassinato do prefeito Celso Daniel, um assunto 'muito delicado' para o ministro-chefe de Dilma Rousseff.

Faz muitos anos que queria olhar nos olhos do senhor e fazer essas perguntas. Eu lembro o dia... Não vou esquecer a cara de animação do meu pai... achando que o senhor resolveria a situação [da corrupção, extorsão e roubalheira na Prefeitura De Santo André] — disse a deputada, concluindo: — E a resolução da situação foi o #AssassinatoDoPrefeito #CelsoDaniel. Isso está impune até hoje.

. Ela desconcertou Gilberto Carvalho. 

. Desconcertado, Carvalho reprisou o palavrório que recita há mais de dez anos. Alegou que 'foi a Polícia Civil do Estado de São Paulo (Página Oficial) comandada pelo PSDB' que reduziu a crime comum uma execução encomendada. Como fez há três meses, prometeu acionar judicialmente Romeu Tuma Junior. E jurou que ninguém sofreu tanto quanto ele com a morte do 'amigo e mestre' Celso Daniel. Caprichando na pose de quem acabou de chegar ao velório, declamou mais de uma vez o mantra predileto: 'Isso dói'.", escreveu o colunista Augusto Nunes em sua coluna na VEJA.

COMPRE EM VERSÕES E-BOOK
Herança Maldita - Os 16 anos do PT em Porto Alegre, R$ 15,00
Cabo de Guerra - R$ 37,50
Você pode comprar pelo próprio site de vendas, pagar com cartão e efetuar o download na mesma hora para ler e copiar os livros. Os preços correspondem à metade dos preços das livrarias.
CLIQUE PARA FAZER A COMPRA

www.albuka.com.br

Entrevista, deputado Alceu Moreira - Faixa de Fronteira: projeto exclui restrições para financiamentos rurais

ENTREVISTA
Alceu Moreira, deputado Federal PMDB do RS

O senhor propõe uma solução para os financiamentos rurais nos municípios da Faixa de Fronteira, que têm dificuldade em oferecer garantias aos bancos privados de capital estrangeiro. Qual é o problema ?
É o que propõe o projeto de lei apresentado na última semana, o projeto 7361/2014. A legislação vigente, 6634/1979, tem penalizado esses municípios fronteiriços que não conseguem homologar os financiamentos junto aos bancos de capital estrangeiro nos cartórios locais. O entendimento é que esses bancos não podem tomar posse das terras em caso de inadimplência sem a prévia autorização do Conselho de Defesa Nacional, órgão vinculado à presidência da República.

Oque é Faixa de Fronteira ?
A Faixa de Fronteira compreende 150 quilômetros de largura da fronteira terrestre do país, sendo 197 municípios nessa condição no RS.

Já tivemos algum problema grave, do gênero, no RS ?
AS fuga de investimentos como da Stora Enzo são reflexo dessa legislação defasada. "Algumas instituições de capital estrangeiro oferecem linhas de crédito mais abrangentes e com melhores juros. Como não permitir que os produtores possam optar entre qual financiamento contrair?

O que o senhor propõe ?

 O texto apresentado exclui a restrição às garantias e aponta que as intuições não podem promover a exploração das terras diretamente ou por meio de terceiros, sendo a utilização somente para os fins de garantias bancárias e cobertura de eventuais inadimplências 

As 9h, prefeitos gaúchos farão ato de protesto diante do Piratini

Daqui a pouco, as 9h, os prefeitos do RS farão manifestação diante do Palácio Piratini. As prefeituras pararam, hoje, em todo o Estado.

Rede, Partido de Marina, fará neste sábado sua convenção estadual no RS

Será neste sábado, 8h30min, na Assembléia do RS, a convenção que escolherá o diretório estadual do Partido de Marina, a Rede Sustentabilidade. Da reunião também sairão os nomes dos delegados à convenção nacional de maio.

Manuela pede ajuda da Polícia Federal para encontrar criminosos que a ameaçam

O PCdoB formalizou pedido para que a Polícia Federal investigue as ameaças de morte e de estupro que passou a sofrer a deputada Manuela D’Ávila. A comunista já tinha se queixado pelo seu Facebook, o assunto foi abordado aqui, mas nem ela e nem o Partido tinham procurado a PF.

. As ameaças são feitas por e-mail e pelas redes sociais.

. É muito fácil identificar os IPs de onde partem os atos criminosos.

COMPRE EM VERSÕES E-BOOK
Herança Maldita - Os 16 anos do PT em Porto Alegre, R$ 15,00
Cabo de Guerra - R$ 37,50
Você pode comprar pelo próprio site de vendas, pagar com cartão e efetuar o download na mesma hora para ler e copiar os livros. Os preços correspondem à metade dos preços das livrarias.
CLIQUE PARA FAZER A COMPRA

www.albuka.com.br

Nova disputa interna poderá definir candidato do PMDB ao Senado

As forças que se organizaram dentro do PMDB em torno da candidatura de Paulo Ziukolski para a vaga pelo Piratini, passaram a movimentar as bases para nova disputa interna, desta vez para o Senado.