Lula, o mais corrupto de todos, leva o Troféu Algema de Ouro 2013

Lula, o chefe do Mensalão, é o político mais corrupto do ano. Na foto com seu poste, que ficou fora da lista. 


O jornal O Estado de S. Paulo deste domingo informou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu neste domingo, 20, o Troféu Algemas de Ouro, prêmio criado para eleger o político mais corrupto de 2012. Leia tudo:

A enquete promovida pelo Movimento 31 de Julho, grupo anticorrupção que atua na internet, foi realizada no Facebook e conseguiu mobilizar mais de 14 mil pessoas.Lula foi acusado pelo publicitário Marcos Valério de ter usado o dinheiro do mensalão para quitar despesas pessoais. Ele venceu o prêmio com 65,69%, o equivalente a 14.547 votos.

. O ex-senador Demóstenes Torres ficou com o segundo lugar, com 21,82% dos votos. Ele foi cassado devido a estreita relação com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso na Operação Monte Carlo. 

. O terceiro ficou o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), com 4,55% dos votos, que no ano passado apareceu em fotos, em Paris, ao lado do dono da empresa Delta, construtora investigada na CPI do Cachoeira.

Veja a lista completa dos candidatos que concorreram para o Algemas de Ouro 2012:
Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) 
Eduardo Azeredo (PSDB-MG)
Erenice Guerra (PT)
Fernando Pimentel (PT)
Fernando Cavendish (Delta)
Jader Barbalho (PMDB-PA)
José Roberto Arruda (ex-DEM-DF)
Lula (PT)
Paulo Maluf (PP-SP)
Sérgio Cabral (PMDB-RJ) 

Ministra italiana negra diz que está cansada de insultos e ofensas racistas

A ministra da Integração italiana, Cecile Kyenge, atingida por bananas na última sexta-feira (26/7), disse que, às vezes, se sente “cansada” dos insultos e ofensas de que tem sido alvo por ser negra, mas assegurou que os ataques não a farão desistir de sua missão. Na sexta-feira, durante um comício do Partido Democrático, Cecile Kyenge foi alvo de bananas arremessadas em sua direção, o que provocou uma nova onda de indignação na Itália.

. De origem congolesa, a primeira negra nomeada ministra na Itália, Cecile Kyenge reconheceu, em entrevista ao jornal italiano La República, sentir preocupação pelas duas filhas, de 20 e 17 anos. A ministra disse pensar também em outras minorias e nos imigrantes que, ao contrário dela, não têm garantias de segurança, e sofrem ataques em Itália.

. “Não posso esconder que às vezes me sinto cansada da repetição de insultos tão graves. Não os esperava tão fortes, mas não me detenho, nem me concentro” a pensar neles, disse Cecile. “Tento olhar para frente, pensar sobre as dificuldades que temos de suportar nesses eventos e sobre as melhores respostas que os políticos e a sociedade podem dar”, acrescentou.


. A ministra defende que a Itália comece “um processo de reflexão” sobre o racismo. “Em outros países europeus, como a Suécia, há ministros negros, mas não acontece com eles o que está acontecendo comigo na Itália. Não podia imaginar reações tão violentas”, lamentou.

Vendas em farmácias somam R$ 13,5 bilhões no 1º semestre

As vendas em farmácias alcançaram R$ 13,5 bilhões no primeiro semestre de 2013 de acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). O número representa crescimento de 12,04% ante o mesmo período do ano passado.

. O resultado mostra desaceleração do ritmo de crescimento. Em 2012, as vendas no primeiro semestre haviam crescido 18,38% ante os mesmos meses do ano anterior.

. Entre as diferentes categorias de produtos vendidas, o crescimento mais expressivo foi o da categoria de não medicamentos, a qual inclui itens de higiene, perfumaria e cosmética. Segundo a Abrafarma, as redes de farmácias alcançaram R$ 4,3 bilhões em vendas destes itens no primeiro semestre, um aumento de 16,82% na comparação com 2012.

Retorno da Serra causa lentidão na BR-116

A volta da Serra voltou a ser complicada neste domingo. O fluxo de carros de cidades como Gramado, Canela e Nova Petrópolis começou a se intensificar neste final de tarde e o fluxo começou a apresentar trechos lentos entre Dois Irmãos e São Leopoldo. No momento há congestionamento intenso na sinaleira do bairro Roselândia, em Novo Hamburgo, e na ponte sobre o Rio dos Sinos, em São Leopoldo.

. Na sinaleira do bairro Roselândia, sentido interior-Capital, desde a cidade de Dois Irmãos, o tráfego fica interrompido em alguns momentos por causa da intensidade do fluxo. Segundo a PRF, não há registro de ocorrências.

Folha diz que o Rei do Sul investe meio bilhão em Gravataí

O jornal Folha de S. Paulo deste domingo infoerma que a organização criada por empresário de São Carlos , Lorival Rodrigues, planeja investimentos em Estados do Sul do Brasil, entre eles um de R$ 500 milhões. Lia tudo:

O "M" é de múltiplo e, junto com a palavra "grupo", forma o nome de uma empresa que tem em seu DNA a vocação para os negócios e que em poucos anos se transformou numa potência no Rio Grande do Sul: o M.Grupo. Fundada por Lorival Rodrigues, natural de São Carlos, a organização quer agora expandir seus negócios para Paraná e Santa Catarina. Formada pela M.Invest e GlobalMalls (shopping centers), M.Inc (empreendimentos residenciais e comerciais), M.Hotéis, M.Com (comunicação) e a Star Air (táxi aéreo), o grupo se prepara para ampliar sua área de atuação.

. Diretor-presidente, Rodrigues diz que arquiteta a entrada nos outros dois Estados do Sul por meio da GlobalMalls, a caçula do grupo, criada para desenvolver e administrar shopping centers. Ele afirma que a intenção é comprar empreendimentos prontos, mas não descarta a possibilidade de construir imóveis em parceria com instituições financeiras.

. Enquanto prepara a invasão em terras paranaenses e catarinenses, o M.Grupo segue investindo em solo gaúcho. A cerca de 25 km de Porto Alegre, em Gravataí, a empresa está investindo R$ 500 milhões num complexo que engloba shopping, hotel, torres comerciais e residenciais, incluindo o maior prédio do Rio Grande do Sul --o Majestic (leia texto nesta página).

CLIQUE AQUI para saber muito mais, inclusive a história de Lorival Rodrigues em São Carlos.

Opinião do leitor - Editora da RBS, imperial, ameaça: "Shirmer: melhora ou renuncie".

Usando e abusando da força midiática dos jornais, rádios e TVs da RBS, a editora de Política do grupo do RS, Rosane Oliveira, em Zero Hora desta sexta, em plena pesquisa dos nefastos resultados de Tarso no Estado, mandou o prefeito Cesar Shirmer, de Santa Maria, melhorar,ou renunciar, enquanto na mesma edição, levantamento feito por repórteres demonstrou que Cesar Shirmer foi excluído de todas as denúncias e processos cíveis e criminais nos quais os delegados do Piratini tentaram indiciá-lo. E isto tudo antes mesmo do início dois processos, o que é bastante incomum e só ocorre quando direitos individuais são ameaçados frontalmente., A voz rouca das ruas deve ser ouvida, sim, mas num estado democrático de direito, falam mais alto as instituições que velam e fiscalizam em nome das ruas, no caso o Ministério Público e o Poder Judiciário. É mole ? Ela simplesmente ignorou a CPI da Câmara, a decisão do Ministério Público e as decisões da Justiça Federal e da Justiça Estadual, e  mandou o prefeito renunciar,depois do tremendo abalo da boate Kiss.

E o Tarso? Em plena campanha eleitoral,e ela não diz nada.

Francisco Telles, Porto Alegre. 

Peregrinos injetaram R$ 1,8 bi na economia carioca

Os peregrinos que vieram para a jornada Mundial da Juventude injetaram R$ 1,8 bi na economia do Rio,revela pesquisa da Faculdade de Turismo da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Secretaria estadual de Turismo. O impacto é 17 vezes maior que o da Copa das Confederações. Mulheres paulistas de 21 a 24 anos são maioria entre os peregrinos.

. As obras inacabadas, falhas de planejamento, caos nos transportes e protestos violentos, que marcaram a Copa das Confederações e a visita do Papa Franciscso, colocaram em xeque a capacidade do Rio em organizar os próximos megaeventos.

. Nos próximos eventos, o prefeito Eduardo Paes quer centralizar as decisões sobre a organização das partidas da Copa do Mundo no Rio, em 2014, e dos Jogos Olímpicos de 2016. Assim, ele espera evitar a repetição das falhas estruturais que aconteceram durante a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude e acabaram pondo em xeque a capacidade da cidade de preparar megaeventos.

Até os bolivarianos Dilma, Kirchner e Morales ajoelham-se diante do Papa. Veja ao vivo.


Até mesmo os presidentes Dilma Rousseff, Christina Kirchner e Evo Morales, compungidos, atentos, ajoelham-se diante do chefe da Igreja Católica, conforme imagens ao vivo, abaixo, da Globo News, que cobre a missa celebrada em Copacabana pelo Papa Francisco. Junto com eles, estão estimados 5 milhões de católicos.

CLIQUE AQUI para acompanhar ao vivo.

As cenas degradantes de intolerância religiosa e ataques aos valores sociais resultam dos desvios dos governos de Lula e Dilma

Nas redes sociais, fotos dos milhões de peregrinos e dos criminosos destruindo e vandalizando crucifixos e imagens religiosas da Igreja católica.



No dia 12 de outubro de 1995, dia de Nossa Senhora Aparecida, durante o programa "Palavra de Vida", transmitido pela TV Record, o pastor Sérgio Von Helder, da Igreja Universal, chutou a imagem da santa. A cena chocante de intolerância religiosa, fez o bispo Edir Macedo mandá-lo para a África, desautorizando-o de modo veemente.

. Apenas 5 anos depois, Lula e o PT assumiram o governo, tentaram de todas as formas violar legalmente princípios éticos e morais inspirados na religião cristã, como proibições do aborto, casamentos gays, adoções por casais do mesmo sexo, liberação das drogas, o direito à propriedade e à liberdade de expressão. Mais do que isto: implementaram a compra as consciências e votos dos eleitores e de parlamentares através do Mensalão.

. E não existe a menor dúvida de que milhares de alpinistas sociais sem instrução, sem talento e ociosos, foram levados aos mais altos postos da República, onde prevaricaram, traíram, emascularam-se e passaram a fornecer maus exemplos para o conjunto da sociedade, demonstrando que no andar de cima, o País passou a ser comandado por pessoas sem escrúpulos que nunca tiveram ou perderam completamente o pudor.

. No RS, são inesquecíveis as cenas do governador recém eleito flertando com jovens maconheiros em pronunciamento na Ufrgs, recebendo em Palácio o terrorista Cesare Battisti ou botando a mão na cabeça dos jovens nudistas despudorados do Grupo dos Pelados. 

. Isto jamais aconteceu antes neste País.

. É neste contexto que se inscreve o que acontece com bandos de arrivistas sociais que agridem a imensa maioria dos brasileiros, promovendo espetáculos degradantes e violentos contra bens públicos e privados, como aconteceu novamente em São Paulo.

. Nem mesmo a visita de personalidade como o Papa Francisco conseguiu conter a fúria da marginália que preferiu viver à margem e afrontando a sociedade, como foi o caso de miséria humana que duas dezenas de prostitutas e homossexuais, incentivados pela esquerdalha carioca, proporcionou na sexta-feira, conforme se vê na foto ao lado. Mulheres de seios fartos e flácidos, homens de nádegas bambolejantes, chutaram crucifixos, quebraram imagens religiosas e promoveram cenas imorais de sexo com os símbolos mais caros à Igreja Católica.

. Espetáculo tão degradante de intolerância religiosa jamais foi visto em qualquer País.

. Foi nessa versão tupiniquim e reduzidíssima de pversão que os governos do PT reduziram suas mais claras expressões recentes de desprezo aos valores morais e éticos, portanto religiosos e legais, inscritos na Constituição de 1'988, que no capítulo dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos, estabelece no artigo 5°:
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
(...)
VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

. A Polícia não reprimiu e nem meteu na cadeia os criminosos, a OAB não destacou 500 advogados para defender o respeito à liberdade religiosa e o Ministério Público até o momento não disse o que fará diante da ação criminosa do bando de arrivistas sociais.

. Mas foi contra tudo isto que milhões de brasileiros foram ás ruas durante as mais impressionantes manifestações de massa já ocorridas neste País.

. Governos e arrivistas políticos e sociais teimam em não ouvir a voz das ruas, mas poderão pagar caro pelo autismo em que mergulharam.

- Em Porto Alegre, há três semanas, duas dezenas de ativistas do Bloco de Lutas pelo Transporte Gratuito, também conhecido como Bloco dos Pelados, já tinha violado sem reação alguma o símbolo maior da cristandade, o crucifixo de Cristo. 

CLIQUE AQUI para ver a cara de Aparecida Silva, a vadia que tirou a roupa e vestiu a cabeça, como a turma do Bloco de Luta pelo Transporte Público de Porto Alegre, o Bloco dos Pelados, e promoveu exercícios de simulação de orgia sexual com a imagem de Nossa Senhora. Diante da reprovação nacional, a vadia retirou até sua página no Facebook, mas antes disto as fotos do twitter foram arquivadas para exposição pública. 

Dilma na Folha: "Lula não vai voltar porque nunca saiu"

Em entrevista exclusiva ao jornal Folha de São Paulo deste domingo, Dilma nega saída de Mantega, corte de ministérios e descontrole da inflação. Muito tensa na entrevista realizada na última sexta, com febre e faringite, medicada com antibiótico, corticóide e Tylenol, e com “o estômago lascado”, ela estava também rouca. Em pouco tempo, relaxou. E passou quase três horas falando sobre manifestações, inflação, PIB e a possibilidade de Lula ser candidato a presidente. Leia abaixo os principais trechos da entrevista:

Folha – As manifestações deixaram jornalistas, sociólogos e governantes perplexos. E a senhora, ficou espantada?
Dilma Rousseff – No discurso que fiz na comemoração dos dez anos do PT, em SP [em maio], eu já dizia que ninguém, ninguém, quando conquista direitos, quer voltar para trás. Democracia gera desejo de mais democracia. Inclusão social exige mais inclusão. Quando a gente, nesses dez anos [de governo do PT], cria condições para milhões de brasileiros ascenderem, eles vão exigir mais. Tivemos uma inclusão quantitativa. Esta aceleração não se deu na qualidade dos serviços públicos. Agora temos de responder também aceleradamente a essas questões.

Mas a senhora não ficou assustada com os protestos?
Não. Como as coisas aconteceram de forma muito rápida, eu acho que todo mundo teve inicialmente uma reação emocional muito forte com a violência [policial], principalmente com a imagem daquela jornalista da Folha [Giuliana Vallone] com o olho furado [por uma bala de borracha]. Foi chocante. Eu tenho neurose com olho. Já aguentei várias coisas na vida, não sei se aguentaria a cegueira...

A senhora teve uma queda grande nas pesquisas.
Não comento pesquisa. Nem quando sobe nem quando desce [puxa a pálpebra inferior com o dedo]. Eu presto atenção. E sei perfeitamente que tudo o que sobe desce, e tudo o que desce sobe.

Mas isso fez ressurgir o movimento “Volta, Lula” em 2014.
Querida, olha, vou te falar uma coisa: eu e o Lula somos indissociáveis. Então esse tipo de coisa, entre nós, não gruda, não cola. Agora, falar volta Lula e tal… Eu acho que o Lula não vai voltar porque ele não foi. Ele não saiu. Ele disse outro dia: “Vou morrer fazendo política. Podem fazer o que quiser. Vou estar velhinho e fazendo política".

CLIQUE AQUI para ler a entrevista completa a jornalista Monica Bergamo.