Saiba quem são os candidatos impugnados pela Procuradoria Regional Eleitoral do RS

Valdeci Oliveira, líder do governo Tarso, é um dos impugnados.



Sete candidatos gaúchos tiveram candidaturas impugnadas pela Procuradoria Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (PRE-RS). Eles foram atingidos pela Lei da Ficha Limpa (LC 135/10).

São eles: Sérgio Camps de Morais (que concorre ao Senado como 2º suplente), Antonio Valdeci Oliveira de Oliveira (deputado federal), Fabio Josue Leote Rocha (deputado federal), Flavio Percio Zacher (deputado federal), Élio Melvin Jones do Amaral (deputado estadual), Ségio Luís Stasinski (deputado estadual) e Valdir Severo Borin (deputado estadual).

. O nome mais importante é o de Valdeci Oliveira, deputado estadual do PT e líder do governo Tarso.

No Rio Grande do Sul, 1.055 nomes da lista divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em 10 de julho foram analisados por procuradores e servidores da instituição.

CLIQUE AQUI para ler a lista completa



Plenário caminha para revogar sovietes bolivarianos de Dilmas

O Plenário aprovou esta noite, por 294 votos a 54 e 3 abstenções, o requerimento de urgência para o Projeto de Decreto Legislativo 1491/14, do deputado Mendonça Filho (DEM-PE), que suspende o decreto federal 8.243/14 sobre a Política Nacional de Participação Social, um sistema de participação popular associado ao Executivo.

. É possível que a votação saia ainda esta noite.

Fortunati anuncia novos secretários para Comunicação, Orçamento e Fazenda

O prefeito José Fortunati confirmou no final da tarde desta terça-feira três mudanças em sua equipe. Além da licença da secretária de Planejamento Estratégico e Orçamento, Izabel Matte, que será substituída interinamente pelo adjunto Antonio Cleber de Paula, mais dois secretários deixam os cargos. No Gabinete de Comunicação Social, o jornalista Flávio Dutra pediu afastamento e será substituído por Carlos Bastos, que já foi secretário estadual de Comunicação e três vezes superintendente da área na Assembleia Legislativa. Atualmente, Bastos atuava na Secretaria Extraordinária para a Copa do Mundo (Secopa). Na secretaria da Fazenda, Jorge Tonetto, de origem e atuação como fazendário, assume a pasta  em substituição a Roberto Bertoncini, que também pediu exoneração. Os novos titulares já começaram o processo de transição e devem assumir efetivamente no início de agosto.

. Outras mudanças são guardadas. 

Justiça solta 13 dos 19 terroristas do black blocs. A gaúcha Sininho continua no Prersídio do Bangu.

O Tribunal de Justiça do Rio mandou soltar, nesta terça, 13 das 19 delinquentes presos no último sábado sob a acusação de formação de quadrilha, por articular a prática de atos violentos para a final da Copa, inclusive com a posse de armas e munições.

. A decisão foi emitida pelo desembargador Siro Darlan.

. Pelo menos seis dos criminosos continuam presos, entre elas a gaúcha Elisa Quadros Sanzi, a Sininho, que tinha fugido para Porto Alegre e onde foi apanhada para ser recambiada ao Rio. Ela está com presas comuns no Presídio do Bangu. 

. Todos são considerados de altíssimas periculosidade. 

. Outros nove terroristas estão foragidos

PMDB tenta impugnar candidadura do petista Daniel Bordignon

O Diretório Estadual do PMDB do Rio Grande do Sul protocolou, nesta terça-feira, o pedido de impugnação do registro de candidatura do deputado estadual Daniel Bordignon (PT), no Tribunal Regional Eleitoral, com base na lei da Ficha Limpa. 

. O candidato petista já foi condenado em duas ocasiões por colegiado doTribunal de Justiça, por improbidade administrativa. Em ambas, teve suspenso seus direitos políticos, tornando-se inelegível por oito anos.


. Segundo o advogado do PMDB, Paulo Renato Gomes Moraes, que move a ação, a Lei da Ficha Limpa torna inelegíveis os candidatos que tiveram suas contas de exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que seja enquadrada como improbidade administrativa. 

Nem Deus salvará o Pólo Naval do Jacuí, RS

Nem Deus parece capaz de salvar o contrato de US$ 800 milhões que a Iesa fechou com a Petrobrás para entregar-lhe estruturas que comporão a montagem de seis plataformas oceânicas de exploração de petróleo do pré-sal.

. Petrobrás e governo gaúcho batalham desesperadamente paras enfiar a Iesa goela abaixo da Andrade Gutierrez, que até topa o negócio, mas desde que a Iesa caia totalmente fora.

. A Iesa, claro, com um contrato de US$ 800 milhões nas mãos, quer cobrar caro seu passe.

. Há mais sobre isto logo abaixo.

. O que existe de verdade é que o Pólo Naval do Jacuí, lançado há um ano por Tarso Genro, está completamente bichado.

. Acontece que dentro de dois meses teremos eleições para presidente e governador, o que quer dizer que tudo será empurrado com a barriga até outubro, porque depois disso, todo mundo sabe de verdade o que acontecerá.

Clique na imagem abaixo para examinar o comentário do editor sobre o assunto, intitulado Nem Deus salvará o Pólo Naval do Jacuí, RS.

Entrevista, Luisão, Sindicato dos Metalúrgicos - Ninguém diz coisa com coisa sobre a saúde do Pólo Naval do Jacuí

ENTREVISTA
Jorge Luís Silveira de Carvalho, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos da Regiãso Carbonífeira do RS

A presidente da Petrobrás esteve ontem com o governador para tentar salvar o Pólo Naval do Jacuí, Charqueadas, comprometido pela situação falimentar da Iesa, principal empresa da área.
Eu estive no Palácio para ouvi-la, mas só conversei com secretários do Tarso (governador Tarso Genro). Eles não me disseram nada que já não fosse do nosso conhecimento há cinco meses.

Que informação é esta ?
Que a Iesa não tem mais gás e precisa ser vendida ou receber um sócio pesado para honrar o contrato de US$ 800 milhões que tem com a Petrobrás.

Graça Foster falou na Andrade Gutierrez
Pode ser, mas a AG quer tudo e não dividir com quem não tem o que dividir.

Como estão as operações da Iesa em Charqueadas ?
São 800 empregados. A Iesa não entregou o que combinou. A Petrobrás sabe disto e mandou uma fornecedora dela, a Metasa, parar com os fornecimentos. A Metasa já procura diversificar clientes e não quer sair daqui.

Você acredita em solução ?
Ninguém diz coisa com coisa, que seria dizer quem fica com o contrato, de que forma fica, quando operará e como honrará os contratos. Isto não é feito.

Até quando ?
Você mesmo já disse que cozinharão tudo até as eleições.

Base aliada do prefeito Fortunati promete votar Lei das Antenas nesta quarta-feira

A oposição e a Agapan vivem em idílio permanente, sempre à bordo de carroças tecnológicas ou de verdade. 



O vereador Idenir Cechim, líder do PMDB, disse esta tarde ao editor que está convencido de que a base aliada terá nesta quarta-feira os 19 votos de que precisa para votar a chamada Lei das Antenas.

. A discussão final do projeto enviado por Fortunati ocorreu na segunda-feira, mas desde o início da tarde todo mundo sabia que não haveria tempo para votar.

. A saída de 11 vereadores da base antes do final da sessão foi considerada aceitável por Cechim, poque todos sabiam que a reunião para valer seria nesta quarta:

- Tenho certeza de que os vereadores da base estarão aqui para aprovar o uso de celulares modernos em Porto Alegre, derrotando a oposição que não quer saber desse tipo de telefone e nem de transmissão veloz de voz e dados na Capital do RS, coisa que já existe nas principais cidades do Brasil e do mundo. Porto Alegre não pode basear seu crescimento em cima das carroças tecnológicas. São os mesmos que não queriam mais saúde e ficaram contra a ampliação do Hospital das Clínicas.

. Na sessão de segunda, estes vereadores da base afastaram-se do plenário antes do término das discussões:

Lourdes Sprenger e Valter Nagelstein, PMDB; Thiago Duarte e Márcio Bins Ely, PDT; João Carlos Nedel, PP; Séfora Mota e Waldir Canal, PRB; Tarcísio Flecha Negra, PSD; Brasinha, Paulo Brum e Elisandro Sabino, PTB. 

Vá esta noite com seus amigos. O melhor no gênero em
Porto Alegre, segundo Veja.
Endereços, cardápio, carta de cerveja e chope, preços:
www.biermarkt.com.br

CDL diz que Copa foi desastrosa para as vendas do comércio varejista de Porto Alegre

Balanço nem um pouco edulcorado que fez esta tarde o presidente da CDL de Porto Alegre, Gustavo Schiffino:

O faturamento do comércio no Estado durante os 31 dias de Copa do Mundo foi 14,5% abaixo do mesmo período do ano passado, registrando R$ 275 milhões. A variação inclui os R$ 90 milhões deixados pelos turistas durante os jogos em Porto Alegre. Os segmentos do varejo contabilizados foram tecidos, vestuário, calçados, lojas especializadas (material de escritório, informática, comunicação, eletrônicos, móveis). 

Parte desta venda deve retornar ao varejo durante o segundo semestre. O período foi marcado por acontecimentos que vão ficar como legado para a população. Nossa entidade apostou que o policiamento seria suficiente e eficaz para garantir a segurança e, realmente, percebemos que, com planejamento adequado, isso se tornou possível

A mobilidade urbana também funcionou bem, assim como a conexão de celulares, inclusive no Estádio. Sem falar da queridice do nosso povo, reconhecida e divulgada pelos estrangeiros

SINDILOJAS VÊ QUEDA DE 26%
NAS VENDAS
Levantamento final realizado pelo Sindilojas Porto Alegre, com dados coletados após partidas da seleção brasileira e de jogos realizados na Capital pela Copa do Mundo, mostra que para 84% dos lojistas as vendas diminuíram em relação ao mesmo período do ano passado. Pesquisas parciais feitas ao longo do mundial já apontaram resultados semelhantes. Apesar do saldo positivo nos segmentos de gastronomia e turismo, para o comércio da Capital o torneio representou uma queda média de 26% nas vendas em dias de jogos do Brasil. Nos dias em que foram realizadas partidas do Mundial em Porto Alegre, 73% dos lojistas entrevistados registraram queda nas vendas, em média 20% menores sobre o mesmo período de 2013.
 Uma das razões que levou ao decréscimo nas vendas foi o fechamento das lojas durante os jogos.


Vá esta noite com seus amigos. O melhor no gênero em
Porto Alegre, segundo Veja.
Endereços, cardápio, carta de cerveja e chope, preços:
www.biermarkt.com.br

FHC diz que Lula é cúmplice da corrupção nos governos do PT

Neste livro, Ivan Patarra diz que Lula é o chefe da corrupção no PT.


A menos de três meses das eleições, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez duras críticas a seu sucessor e adversário político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o acusou nesta terça-feira de omissão diante de casos de corrupção na gestão petista. Ao negar desvios em sua administração FHC disse que Lula “jamais se explica, sempre acusa” e afirmou que o petista é incapaz de “autocrítica”.

. As informações são de Cristiane Augustine, jornal Valor, que repercutiu o texto de FHC publicado no site “Observador Político”, do Instituto Fernando Henrique Cardoso.

 . “Acostumado a atirar pedras, Lula é incapaz da autocrítica. Quando deveria, de forma rigorosa, abominar a prática da corrupção, ele tenta distrair a opinião pública jogando culpa nos outros”, afirmou FHC, em text.o.

CLIQUE AQUI para ler toda a análise.

Edivilson Brum, ex-prefeito de Rio Pardo, é o novo superintendente da Famurs

O ex-prefeito de Rio Pardo, Edivilson Brum, irmão do presidente estadual do PMDB, Edson Brum, é o novo superintendente da Famurs. 

Análise, Gustavo Grisa - O Banco de desenvolvimento dos BRICs pode realmente ajudar o desenvolvimento das regiões industriais e competitivas do Brasil?

O banco de desenvolvimento dos países do bloco BRIC, que está sendo um dos principais assuntos do encontro de chefes de Estado em Fortaleza, mais do que um factoide, pode se configurar em um elemento complicador à competitividade brasileira, e não o contrário. O banco, sediado em Xangai, tem obviamente uma âncora chinesa. Dentro dos quatro países do bloco, qual tem uma característica predominantemente industrial? A China.

. Portanto, é um risco que este banco torne-se, principalmente, uma espécie de EXIMBANK ampliado para os produtos chineses, formando mercados cativos e aumentando a esfera de influência da China fora de foros e regras da Organização Mundial de Comércio e outras esferas internacionais.

. Com que bases o novo banco funcionaria? Como seria sua governança, e o recrutamento de seus funcionários? Há muitos pontos nebulosos,e uma nebulosidade ainda maior sobre quais interesses serão principalmente atendidos- e o que o Brasil ganha,ou perde,nesta iniciativa em relação a outras alternativas.Dos países do BRIC, o Brasil é o único com uma democracia razoavelmente consolidada, e um Estado com estrutura menos autoritária.


* Gustavo Grisa, economista, sócio da Agência Futuro,MBA pela Thunderbird School (EUA).

Famurs teme que anúncio da nomeação de 2 mil brigadianos seja apenas jogada eleitorasl

O site do jornal Zero Hiora de hoje (www.zerohora.com.br) disponibiliza consistente reportagem sobre a insegurança pública no RS, examinando tudo a partir da  hipótese de nomeação de 2 mil servidores pára a Brigada Militar – que serão aprovados em concurso neste ano – apenas para Porto Alegre e Região Metropolitana.

. Leia tudo:

A nomeação foi ventada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP) na última segunda-feira, e isto preocupa a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). A entidade aponta que há carência de PMs em diversas cidades do Interior e defende que um policiamento "padrão Fifa" não deve ser exclusividade dos maiores centros urbanos gaúchos.
Tem de se ter cuidado com esse tipo de promessa em ano eleitoral. É importante reforçar o policiamento na Grande Porto Alegre, mas o Interior precisa de novos brigadianos, sobretudo nas cidades que contam com apenas um ou dois. Há municípios abaixo da média de efetivo. Na Copa, tivemos um déficit grande no Interior. A região da Fronteira preocupa muito – afirma o superintendente da Famurs, Edivilson Brum.
Durante o Mundial, 2 mil policiais atuaram nas ruas da Capital e somaram-se aos 2,8 mil atuais. De acordo com o secretário de Segurança, Airton Michels, se os índices de criminalidade tiverem uma redução contundente no período, o governo pode determinar a nomeação dos novos servidores para Porto Alegre e entorno. Os dados ainda não foram analisados pela SSP.
Se optar pela contratação de outros 2 mil PMs, além dos previstos no concurso desse ano, o governo terá de desembolsar cerca de R$ 11,9 milhões mensais, segundo levantamento baseado em informações do Portal Transparência e da SSP. Assim, com 4,8 mil PMs, a Capital repetiria o mesmo efetivo da Copa e estaria dentro dos padrões internacionais da ONU – um policial para cada 300 habitantes. 
A verba corresponde a cerca do orçamento total da Secretaria para cada mês. Apenas com a folha de pagamento, seriam pouco mais de R$ 8 milhões por mês, considerando os valores empenhados em salários e benefícios. No cálculo, feito pela Secretaria da Fazenda, não estão inclusos custos operacionais, como armas, fardamento e treinamento.
 Para o presidente da Associação dos Secretários e Gestores Municipais da Segurança Pública do RS (ASGMUSP), Arno Leonhardt, o índice de violência na Região Metropolitana é preocupante. Ele entende que esta é a região que mais necessita de reforço de efetivo e que diversas cidades do Interior acabam sofrendo com os organizações criminosas que proliferam no entorno da Capital:
– As quadrilhas se organizam aí e partem para cometer os crimes. Isso está diretamente ligado à falta de efetivo. Precisamos aumentar o número de prisões e desarticular os grupos que atuam fortemente, por exemplo, em Alvorada, Viamão e Canoas.

Assembléia do RS votará 16 matérias antes do recesso de 15 dias

Dezesseis matérias devem ser apreciadas na sessão plenária desta tarde, a última deliberativa que ocorre antes do recesso parlamentar, que inicia nesta quinta-feira e segue até o dia 31 de julho. A pauta de votações foi definida em reunião de líderes no fim dessa manhã.

. Mesmo depois do recesso, a Assembléia dificilmente funcionará normalmente até as eleições de outubro, já que a imensa maioria dos deputados buscará a reeleição e agosto e setembro serão meses decisivos para garimpar votos. 

. A votação começa pelos dois projetos do Executivo que foram encaminhados em regime de urgência e trancam a pauta: o Projeto de Lei 138 2014, que promove ajustes no plano de carreira e vencimentos da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, e o Projeto de Lei 140 2014, que autoriza a prorrogação de contratos emergenciais na Secretaria da Saúde.


. Também deve ser votado o projeto da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia que autoriza a realização de consulta plebiscitária para desmembrar os distritos de Cazuza Ferreira e Juá, de São Francisco de Paula, e anexá-los a Caxias do Sul.

Carlos Bastos substituirá Flávio Dutra na secretaria de Comunicação do prefeito Fortunati

O jornalista Carlos Bastos será o novo secretário de Comunicação do prefeito de Porto Alegre, José Fortunati. Ele substituirá Flávio Dutra, que pediu para ir embora. 

Aod Cunha vai para uma das diretorias do BTG Pactual

O ex-secretário gaúcho da Fazenda, Aod Cunha, que há três anos mudou-se para SP com o objetivo de responder por uma das diretorias do JP Morgan, está de malas prontas para o BTG Pactual, de André Esteves.

. O editor procurou Aod para confirmar a informação, mas não conseguiu contato.

. Familiares do ex-secretário disseram que ele viajou para a Ásia.


. A informação sai aqui porque a fonte usada é da mais absoluta confiança. É a mesma que adiantou para o editor os termos da compra do suiço BSI pelo BTG, a mais importante compra de um banco estrangeiro por um banco brasileiro. O BTG possui, agora, ativos globais de US$ 200 bilhões. 

Artigo, Mário Vargas Llosa - A máscara do gigante

O artigo a seguir, "A máscara do gigante", é de Mario Vargas Llosa. Foi publicado no jornal El País, Espanha. Llosa diz que o mito da seleção Canarinho nos fazia sonhar formosos sonhos. Mas no futebol, assim como na política, é mau viver sonhando e sempre preferível se ater à verdade, por mais dolorosa que seja.

. Leia:

Fiquei muito envergonhado com a cataclísmica derrota do Brasil frente à Alemanha na semifinal da Copa do Mundo, mas confesso que não me surpreendeu tanto. De um tempo para cá, a famosa seleção Canarinho se parecia cada vez menos com o que havia sido a mítica esquadra brasileira que deslumbrou a minha juventude, e essa impressão se confirmou para mim em suas primeiras apresentações neste campeonato mundial, onde a equipe brasileira ofereceu uma pobre figura, com esforços desesperados para não ser o que foi no passado, mas para jogar um futebol de fria eficiência, à maneira europeia.
Nada funcionava bem; havia algo forçado, artificial e antinatural nesse esforço, que se traduzia em um rendimento sem graça de toda a equipe, incluído o de sua estrela máxima, Neymar. Todos os jogadores pareciam sob rédeas. O velho estilo – o de um Pelé, Sócrates, Garrincha, Tostão, Zico – seduzia porque estimulava o brilho e a criatividade de cada um, e disso resultava que a equipe brasileira, além de fazer gols, brindava um espetáculo soberbo, no qual o futebol transcendia a si mesmo e se transformava em arte: coreografia, dança, circo, balé.

CLIQUE AQUI  para ler tudo.

Ao meio dia, almoço expresso a R$ 27,50. Também a la carte. À noite, jantar a la carte.
Nos túneis da antiga Brahma, shopping Total, local único em Porto Alegre.
www.famigliafacin.com.br


Fortunati lançará novo edital de licitação de transporte coletivo até o dia 8 de setembro

A prefeitura de Porto Alegre lançará um novo edital de licitação do transporte coletivo da Capital até o dia 8 de setembro.

Ao meio dia, almoço expresso a R$ 27,50. Também a la carte. À noite, jantar a la carte.
Nos túneis da antiga Brahma, shopping Total, local único em Porto Alegre.
www.famigliafacin.com.br

Câmara derrubará, hoje, decreto bolivariano de Dilma Roussef que instala sovietes no Brasil

A Câmara dos Deputado votará nesta terça-feira um Decreto Legislativo que torna sem efeito o decreto presidencial 8.243, baixado pela presidente Dilma Rousseff. que submete, ainda que de forma oblíqua, as decisões do governo federal a conselhos populares. Os conselhos, na forma como quer o decreto de Dilma, simplesmente substituem a democracia representativa pela democracia direta.

. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou nesta segunda que o Decreto Legislativo não é mais uma bandeira da oposição, mas da Câmara: “Não é a oposição, a Casa quer votar. É a Casa que quer se manifestar sobre o decreto e o fará”.

. Henrique Alves já deixou claro que considera que o decreto de Dilma está em desarmonia com o princípio da separação dos Poderes. 

Estadão adverte para a crescente dependência do agronegócio

A desindustrialização acelerada torna o País dependente dos produtos da terra, como aconteceu em 1500 com o Ciclo do Pau Brasil e depois com o Ciclo da Cana-de-Açúcar e o Ciclo do Café. 


A dependência do agronegócio é o vetor deste editorial do jornal O Estado de S. Paulo desta terça-feira, ao informar que com um rombo em torno de US$ 100 bilhões anuais no comércio de manufaturados, o Brasil depende cada vez mais da exportação de produtos do agronegócio para evitar um desastre nas contas externas.

. Leia tudo:

Por isso é especialmente preocupante a perspectiva de preços agrícolas em queda nos próximos dois anos, apontada por um relatório conjunto de duas importantes entidades multilaterais, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A divulgação do relatório coincidiu com o anúncio, na sexta-feira, das novas estimativas de oferta e demanda de grãos e oleaginosas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos para a safra 2014-2015, ainda em fim de plantio no país.

. Cotações caíram imediatamente, na primeira reação dos mercados às novas informações. Mesmo com a correção de algum exagero, observada já na segunda-feira, as perspectivas continuam desfavoráveis aos produtores, como têm sido na maior parte deste ano.


. Segundo as projeções da FAO e da OCDE, os preços dos produtos vegetais devem cair ainda por dois anos e em seguida se estabilizarão em níveis superiores aos de antes da crise de 2008. Já há algum tempo os mercados vêm-se acomodando, depois de alguns anos de cotações excepcionalmente altas. No caso das carnes, os preços devem continuar sustentados por uma demanda crescente.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Benjamin Steinbruch, CSN, avisa que o País está à beira da recessão econômica

Neste artigo publicado hoje em vários jornais, intitulado "Enquanto rolava a bola...", o presidente da Companhia Siderúrgica Nacional e vice da Fiesp, Benjamin Steinbruch, diz que as derrotas do Brasil e da Argentina para a Alemanha, poderosa no futebol e na economia, fizeram-no lembrar de uma brasileira, dessas senhoras que só veem futebol durante a Copa. Leia tudo:

Com os olhos cheios de lágrimas, em 1998, quando a França derrotou o Brasil por 3 a 0, ela lamentou: “Isso é injusto, os franceses já são tão ricos, poderiam deixar pelo menos essa alegria do futebol para o povo brasileiro”.

. A frase se adapta agora melhor ainda à Alemanha, país riquíssimo e talvez o único da Europa que atravessa a atual crise sem grande impacto para a população.


. É difícil, mas necessário, escrever sobre economia em um dia como este, ainda marcado pelas repercussões da final da Copa. Mas o fato é que a bola parou e é hora de encarar uma realidade nada agradável, a de que o País caminha para uma recessão.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Petrobrás passa abacaxi do Pólo Naval de Jacuí para Tarso

Petrobrás e governo estadual tentarão cozinhar o caso até as eleições, quando o Pólo Naval de Jacuí poderá realizar seus funerais sem luxo. 

A notícia que o editor passou no final de semana sobre a visita da presidente da Petrobrás, Graça Foster, segunda, ao governador Tarso Genro, acabou confirmada, porque ambos encontraram-se ontem a tarde no Palácio Piratini.

. A pauta única foi o exame do moribundo estado de saúde do Pólo Naval do Jacuí, no qual a Iesa, motor do empreendimento, não consegue levar adiante os produtos que ficou de entregar para a Petrobrás no pacote fechado de R$ 800 milhões.

. A Iesa está sem dinheiro.

. Petrobrás e governo do RS tentam convencer a Andrade Gutierrez a uma associação com a Iesa para salvar o Pólo.

. Graça Foster passou o abacaxi para Tarso e lavou as mãos, avisando claramente que o negócio só não será desfeito se a AG assumir o contrato, via associação dom a Iesa. Tarso passou os contatos para seu secretário do Desenvolvimento, Mauro Knijnik. 


- A gaúcha Metasa, que entrou de anjinho no negócio, fornecendo peças para a Iesa, foi aconselhada pela Petrobrás a parar as entregas. 

Yeda lançará autobiografia nesta sexta-feira em Gramado

A ex-governadora Yeda Crusius lançará sua autobiografia nesta sexta-feira em Gramado. Será na Livraria Sucellus, do livreiro Lua Barbacovi, atual vice-prefeito da cidade. Será as 17h. 

Aécio reage a ataques com video "em família"

Nesta terça-feira, o senador Aécio Neves lançará no site da sua campanha um video no qual apresenta sua família. 

.  Em quase três minutos, mãe, tio, primos, além da filha Gabriela, da mulher Letícia e da irmã Andréa aparecem no vídeo com pequenos depoimentos.

. O candidato tucano tem sofrido forte ataque nas redes sociais.

. O video foi obtido em primeira mão pelo jornalista Gerson Camarotti.

CLIQUE AQUI para visitar o blog do jornalista e examinar o video. 

Tensões da Copa e disputa ao Piratini já derrubaram três secretários de Fortunati. Mais gente poderá sair.

Além dos secretários de Comunicação e de Planejamento Estratégico e Orçamento, Flávio Dutra e Isabel Mattos, o prefeito José Fortunati também perdeu o seu secretário da Fazenda, Roberto Bertoncini.

. Os três pediram para sair.

. As baixas não ficarão por aí.

. O próprio José Fortunati tem demonstrado irritação com o desempenho de alguns secretários, considerado  personalista ou abaixo do que ele esperava

. Isabel é do PP e Bertoncini é do PMDB, o que significa que seus substitutos devem ser dos mesmos Partidos.

. O governo José Fortunati passou por dois anos tempestuosos por causa das obras da Copa, registrou dois déficits seguidos e somente na undécima hora conseguiu liberar a conta gotas dinheiro emprestado à Caixa Econômica Federal para o programa de mobilidade urbana inicialmente incluído no PAC 2 e na chamada Matriz da Copa. Dilma foi quem levou Fortunati ao conjunto enorme de obras, prometendo R$ 888  milhões da CEF, dinheiro emprestado que reteve até que a prefeitura estivesse esgoelada, tendo adiantado recursos orçamentários que não tinha e com isto quase quebrando a prefeitura, paralisando além disto a enorme maioria das obras iniciadas, o que se percebe em qualquer das regiões da cidade que for visitada.

. A prefeitura teve que sacar dos próprios recursos os R$ 86,9 milhões que investiu nas avenidas Beira-Rio e Padre Cacique, inclusive no viaduto Pinheiro Borda, mais os R$ 19,8 milhões no Eixo da Rodoviária (Viaduto Júlio de Castilhos.

. No total, foram R$ 106,7 milhões de dinheiro próprio.

. Só quando já estava no vermelhíssimo é que a CEF começou a liberar. Até agora, foram R$ 146,7 milhões, 16,5% dos empréstimos. O dinheiro todo já deveria ter sido liberado há muito tempo, porque os contratos foram assinados em 2010.

. As demais obras estão paralisadas há vários meses ou seguem em ritmo muito lento.

. As empreiteiras abandonaram os canteiros de obras, sendo que a prefeitura manteve apenas as vitais para a Copa, no caso as do entorno do Beira Rio e do Eixo da Rodoviária.

Desafio de Fortunati será concluir no seu mandato todas as 14 obras da Copa

Além dos três conjuntos de obras já concluídos, inclusive dois viadutos, o prefeito José Fortunati mantém quatro obras em ritmo muito lento e outras seis paralisadas.

. O mais ambicioso de todos os empreendimentos é a duplicação da avenida Tronco, R$ 122,6 milhões.

. Caso o prefeito José Fortunati consiga concluir pelo menos a metade do que programou - 14 obras no total, que podem chegar a 20 -  nenhum outro prefeito num único mandato terá deixado um conjunto tão formidável de obras em Porto Alegre.

. Com este capital em mãos, que será também político, o prefeito será candidato natural às eleições de 2018 para o governo do RS.

Obras concluídas
Duplicação da avenida Beira-Rio
Ampliação da Padre Cacique e Viaduto Pinheiro Borda
Obras viárias do entorno do Beira Rio
Eixo da Rodoviária, com Viaduto Júlio de Castilhos

Obras em andamento lento
Viaduto da Bento
Trincheira da Anita
BRT da Bento
BRT da Protásio

Obras iniciadas e paralisadas
BRT da João Pessoa
Duplicação da Voluntários
Prolongamento da Severo Dullius
Trincheira da Avenida Ceará
Duplicação da Tronco
Obras da Plínio Brasil Milano

PDT do RS assume posição de neutralidade na sucessão presidencial

O PDT do RS decidiu ontem a noite que manterá posição de neutralidade em relação à sucessão presidencial. Isto significa que cada trabalhista poderá escolher, fazer campanha e votar no candidato que quiser.