Operação Kilowatt: A RBS toma partido na disputa do governo contra o governo

Ao lado, a editora Rosane Oliveira. 



Perguntas inquietantes não são feitas pela RBS, afobada em defender o governo dos ataques feitos por um membro do próprio governo, o secretário Luiz Carlos Busatto, que vai desmoralizando uma a uma todas as acusações feitas contra os serviços da sua secretaria. 

A editora de Política da RBS, Rosane Oliveira, disponibilizou no meio da tarde a análise que fez da entrevista que o secretário de Obras, Luiz Carlos Busatto, fez aos apresentadores do Gaúcha Repórter, o principal programa da grade de apresentações da Rádio Gaúcha.

. O editor também ouviu a entrevista.

. O secretário de Obras, presidente do PTB, assumiu peremtoriamente a defesa da cúpula da sua secretaria, demitida esta tarde por ele mesmo e que por pouco não parou na cadeia nesta quinta-feira, no âmbito da Operação Kilowatt, iniciada por ordem do próprio governo ao qual pertence Busatto.

. Ele confronta o que dizem os policiais que investigam o caso, fazem as prisões e interrogam todo mundo.

. Isto é incomum.

. Valeria a pena fazer uma acareação entre os delegados da Operação Kilowatt e o secretário Luiz Carlos Busatto, para saber quem fala a verdade.

. O que escandaliza Rosane Oliveira, que tomou claramente, mais uma vez, as dores do governo Tarso Genro:

_ É normal que o Estado contrate uma obra no caso a troca do telhado da Escola Estadual Oscar Pereira,  e só na hora da execução se descubra que ela era desnecessária, como alega o secretário, mas contesta a Polícia
_ Se continua chovendo dentro da escola, conforme constatou a repórter Adriane Irion, que teria visto a própria diretora Ana Jardim de guarda chuva aberto no seu próprio gabinete, a troca do telhado não era mesmo necessária?

. Aliás, Irion, na mesma linha de Rosane, nem estranhou que a diretora Jardim tivesse confirmado que deu anuência por escrito às obras que recebeu - e que depois foram objeto das suas denúncias. Mais ainda: a repórter também não se escandalizou quando a diretora concordou que obras não previstas inicialmente foram de fato realizadas. 

. A editora de Política poderia ter disparado muitas outras perguntas, inclusive para saber por que razão o governador Tarso Genro está sempre fora do País quando explodem grandes operações policiais contra políticos, mas na afobação de defender o Piratini, chegou ao ponto de fazer perguntas que provavelmente o motoboy da secretaria de Obras poderia ter respondido, como estas duas:

_ É rotina nas obras públicas que se contrate uma reforma e que a empreiteira troque o objeto da licitação no meio do caminho ?
_ Como se dá a tomada de decisão para a execução de uma obra de reforma de escola ?


. Caso não quisesse fazer as perguntas diretamente ao motoboy, a jornalista Rosane Oliveira poderia simplesmente ler a Lei de Licitações ou o Edital que licitiou as obras. 

Marco Aurélio quer quebrar sigilo da ação Siemens+Alstom+governo de SP

Após anunciar intenção de desmembrar o processo sobre suspeita de formação de cartel entre as multinacionais Siemens e Alstom e o governo de São Paulo, o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, sustenta a derrubada do segredo de Justiça; antes mesmo de receber oficialmente os autos da Procuradoria Geral da República. eEe divetiu-se a respeito da eventual contundência do processo contra os réus:

- Muitos ficam a imaginar chifre em cabeça de cavalo, pensam que há coisas piores do que as que realmente estão ali.

. O site www.brasil247.com.br, geralmente alinhado com o governo do PT e com o PT, disse que o ministro fez as declarações em atenção aos acusados e que na prática, o desmembramento suaviza força de processo que envolve políticos do PSDB.


"Assassinato de Reputações", Tuma Júnior, já está à vendas nas livrarias Cameron, Porto Alegre

As livrarias Cameron, Porto Alegre, receberam grande partida dos livros "Assassinato de Reputações". Os exemplares estarão á venda a partir deste sábado.

Até quando o governador Tarso Genro afrontará o Rio Grande ?

No comentário a seguir, o editor lembra que nas duas vezes em que o governo estadual anunciou operações policiais de grande porte para atacar membros do próprio governo, o governador Tarso Genro encontrava-se estrategicamente fora do País.


. Ano passado, na Operação Concutare, que levou a desgraça para dentro do PCdoB, caiu o secretário do Meio Ambiente, que chegou a ser preso.

. Este ano, a bola da vez é o PTB, porque a Operação Kilowat já eletrocutou toda a cúpula da secretaria de Obras, mas ainda não derrubou o secretário Luiz Carlos Busatto.

. N o seu governo, como fez antes no comando da Polícia Federal, no governo Lula, Tarso trata de usar a sua polícia como polícia política, destruindo reputações entre os adversários e enquadrando aliados.
. isto tudo já deu na vista.

. No RS, nunca, antes, um governador, na República, exceção de Júlio de Castilhos, ousou afrontar deste modo adversários e aliados, poupando sempre o seu Partido, no caso atual o PT.

. Até quando.

. É sobre isto que o editor fala no comentário a seguir, intitulado:

Dica de publicação - Anuário Brasileiro do Tabaco 2013

Já circula o Anuário Brasileiro do Tabaco 2013, da gaúcha Editora Gazeta, Santa Cruz do Sul. Trata-se de edição bilíngue, recomendada vivamente pelo editor pela qualidade das informações e também pela edição primorosa. São 160 páginas em papel couchê, coloridas, tamanho standard.

. Este tipo de publicação é inédito no mercado editorial brasileiro.

Exemplares podem ser solicitados pelo e-mail comercial@editoragazeta.com.br

CERVEJAS ARTESANAIS DE TODO O MUNDO
Compre nesta sexta e sábado, em Porto Alegre, e leve para casa.
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Calor de 40 graus eleva em 30% a venda de condicionadores de ar no RS

O calor na borda dos 40 graus no RS ( a sensação térmica tem sido de até 45 graus) deu tremendo impulso às vendas de aparelhos de ar condicionado, splits e ventiladores, que na média registram vendas até 30% maiores, segundo informativo da CDL de Porto Alegre.

. As grandes redes revelam altas de 20% e 40%, dependendo das marcas.

. Nas  grandes liquidações da Manlec e do Magazine Luiza, realizadas nesta sexta-feira, os equipamentos foram disputados a unha.

. Também estão sem agenda as empresas e profissionais que instalam condicionadores de ar e splits. Nunca são marcadas visitas para atendimento no curto prazo.

. Indústrias como Whirpol, dona da Brastemp, ou Carrier, apontam expansão de produção de 15%. Quase todas as fábricas estão em Manaus.

. Este avanço todo tem causado dores de cabeças para as concessionárias dos serviços de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. No ano passado, o consumo de energia cresceu 3,8% na média nacional.


- 13% das 57 milhões de residências brasileiras possuem condicionadores de ar. 

Última palavra sobre opções do PSDB do RS terá que passar Aécio

O PSDB decidiu nesta quinta-feira que a palavra final sobre candidatos e alianças nos Estados dependerão diretamente do senador Aécio Neves. No RS, a direção estadual já seguia esta orientação, mas ela não era oficial.

. Os tucanos dificilmente poderão alinhar-se com algum dos candidatos mais competitivos já listados e por isto terá que pensar num nome próprio.

- Tarso, PT, e Vieira da Cunha, PDT, ficarão com Dilma,enquanto que o PMDB encaminha-se decididamente para fazer o mesmo. Sobraria Ana Amélia, mas ela dá preferência a Eduardo Campos, PSB, que não dispõe de melhor alternativa no RS. 

COMPRE O LIVRO "Cabo de Guerra"
Tudo sobre o enfrentamento do governo Yeda Crusius e o Eixo do Mal
499 páginas, versão em e-book, R$ 39,00
Vá ao site de compras www.albuka.com.br, pague e faça download do livro na mesma hora
- Livro físico: R$ 75. Entrega em 48h, qualquer parte do País. encomende via polibio.braga@uol.com.br

Juan Ventura Victória falará dia 23 no Sheraton. Vem a convite da Pugblivar e Instituto Eckart.

Será dia 23 a apresentação do professor Juan Ventura VVictória, um dos maiores pensadores estratégicos contemporâneos da Europa. Ele virá para falar no Sheraton, a convite da Publivar On e Instituto Eckart.

. A pauta da palestra inclui conceitos amplos sobre escolas de planejamento estratégico, tipologias estratégicas, competências centrais e como se preparar para obter vantagem competitiva.

. É só para convidados.
jessica@publivar.com.br

Cai a cúpula da secretaria de Obras, mas Busatto ainda resiste.

Zambiasi não fala nada sobre os infortúnios por que passa o Partido que ele criou e embalou no Estado. 



Caiu esta manhã a trinca que foi nomeada diretamente pelo  secretário de Obras, Luiz Carlos Busatto, Germano Dalla Valentina, secretário-adjunto, Eli Pegoraro, diretor-geral, ambos filiado ao PTB, e Odir Baccarin, diretor de Obras Públicas. Todos são suspeito de participação no esquema de desvios de verba de obras públicas que somam R$ 12 milhões, tiveram suas casas e escritórios vasculhados pela Polícia Civil do RS e só não foram presos porque o juiz do caso não aceitou o pedido.

. Dalla Valentina, ex-prefeito de Lagoa Vermelha, seria o substituto de Busato a partir de março.

. O PTB - dirigentes e deputados - está calado diante do infortúnio do secretário de Obras, que está numa posição insustentável e poderá cair ainda hoje. O presidente de honra do Partido, o ex-senador Sérgio Zambiasi, objeto de escutas na Operação Solidária, fechou-se em copas. Zambiasi, comensal regular dos almoços com o governador, parece não ter sido avisado antecipadamente sobre a ação policial.

. A ordem para que a Polícia entrasse em ação foi do próprio governador Tarso Genro, que preferiu isto a conversar pessoalmente com Busatto e abrir sindicâncias e corrigir os problemas com ações do próprio governo, como fizeram todos os governadores do RS desde a República. Tarso tem preferido usar a Polícia para esses casos, como aconteceu no ano passado na secretaria do Meio Ambiente e na Fepam, mandando prender todo mundo que não seja do PT. 

Sud Metal caloteia 1.200 empregados. Greve já começou em Gravataí.

300 trabalhadores da Süd Metal, Gravataí, RS, realizou nesta sexta de manhã um protesto em frente ao prédio da Delegacia Regional do Trabalho, na avenida Mauá, em Porto Alegre. 1.200 trabalhadores estão com salários atrasados desde o dia 5 de janeiro e sem a garantia de pagamento. A Sud Metal enfrenta problemas desde que adquiriu uma das unidades do grupo Taurus, que também não consegue receber seu dinheiro e já enfrenta delicados problemas com seus auditores e no mercado. 

. Eis a denúncia  do diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí, Valcir Ascari, o Quebra-Molas:

- Nossa luta é para que os trabalhadores recebam os salários atrasados. Queremos também acertar o Fundo de Garantia que está sem pagamento há muito tempo e férias que estão vencidas sem o devido pagamento. Só serão retomadas as atividades quando os salários forem pagos.

Os funcionários não estão trabalhando desde o dia 5 de janeiro. Foram organizados acampamentos em frente a unidade de Gravataí e também nas plantas de São Leopoldo e Estância Velha, que também estão com salários atrasados. Ao todo o problema afeta 1.200 trabalhadores.

Couromoda começará segunda com lançamento de 2 mil coleções

A Couromoda começará segunda, São Paulo, Anhembi, com o lançamento de 2 mil coleções de calçados, couros e afins. 

E a Operação Cartola ? Morreu na casca e nem a RBS viu ou não quis ver as trapalhadas da polícia do governo Tarso Genro.

Acabou melancolicamente a Operação Cartola, desfechada logo no primeiro ano por ordem do governador Tarso Genro, que queria enquadrar os prefeitos aliados do PTB e PDT, assustando também os prefeitos do PMDB e PP.

. O processo foi extinto porque nem deveria ter começado, já que o caso investigado irregularmente era de caráter federal. 

. A ordem de acabar com toda as ilegalidades cometidas pela Polícia Civil durante as investigações, indiciamentos e pronúncias, saiu pelas mãos da duríssima 4a. Câmara Criminal Tribunal de Justiça do RS.


- A Operação Cartola foi a primeira das operações de grande porte, envolvendo políticos, no atual primeiro período de mandato de Tarso Genro no governo do Estado. As outras foram as operações Cosa Nostra, Concutare e Kilowatt. 

Acuado, intimidado, o governo Dilma não sabe o que fazer com o Maranhão dos Sarney

Esta foto aí ao lado, publicada na página 4, Correio do Povo  de hoje, mostra bem a verdadeira face do deputado  José Eduardo Cardoso, que no momento está ocupando o cargo de ministro da Justiça.

. Ao lado do ministro está a governadora Roseana Sarney.

. O Maranhã já deveria estar sob intervenção federal, mas o caso é que o governo do PT não pode abrir mão do apoio da família Sarney. 

. Ele parece acuado e apavorado, bem diferente da expressão de um mês atrás, quando surgiu como senhor do raio e do trovão no caso que denominou de Máfia do Metrô de São Paulo, cujas provas foram forjadas e falsificadas.

CLIQUE AQUI para ouvir comentário sobre o assunto.

Obras do Cais Mauá já começaram. 14 armazéns iniciais serão entregues até a Copa.

Uma cortina perene de água "esconderá" o trombolho que é o muro da Mauá. 



Em entrevista ao programa semanal Cenários, transmitido por IP TV por Leandro & Stormer, Porto Alegre, o CEO do projeto Cais Mauá, confirmou que as obras no cais do porto de Porto Alegre já começaram, atacando num primeiro momento 14 armazéns. “Isto tudo ficará pronto para a Copa e contemplará operações na área de gastronomia e afins”, avisou André Albuquerque durante a entrevista, que teve uma hora de duração e foi conduzida pelo editor e pelo analista financeiro Leandro Rushel.

. O projeto é muito maior, já que as intervenções no porto cobrirão extensão de 3,8 kms, indo da usina do Gasômetro até a Rodoviária. Na área serão erguidos um shopping center, ao lado do Gasômetro, além de torres comerciais, hotéis e centros de convenções.

. O atual muro da Mauá, como é conhecido em Porto Alegre, considerado um empecilho para qualquer solução arquitetônica da área, a mais central de Porto Alegre, terá uma cortina de água, que escorrerá de modo perene, o que fará “sumir” o trombolho, criado para evitar cheias na zona mais central.

. André Albuquerque disse ao editor que o projeto arquitetônico ainda não está totalmente fechado.

. Os empreendedores querem visitar outras soluções de revitalização, como é o caso de Baltimore.

. O projeto Cais Mauá envolverá investimentos diretos de R$ 750 milhões, sendo que R$ 70 milhões já estão em caixa para o início das obras, que serão concluídas em 4 anos.

Inflação de 2013 do IPCA foi de 5,91%, repetindo 2012.

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), usado como padrão para as metas do governo – e por isso conhecido como inflação oficial –, fechou 2013 em 5,91%. O teto estipulado pelo governo é de 6,5%.
O resultado supera o índice fechado de 2012, que alcançou 5,84%.


. O IPCA veio acima do previsto pelo mercado financeiro, que apostava em 5,74%, e do ministro da Fazenda, Guido Mantega, cuja projeção era de5,84%.

Financial Times: saída de dólares do Brasil marca ‘fim de uma era’

O material a seguir é do Financial Times, Londres, conforme Estadão de hoje:

O blog sobre mercados emergentes do jornal britânico Financial Times, o Beyond Brics, publicou texto sobre a saída de US$ 12,2 bilhões do Brasil em 2013. Ao lembrar que o fluxo negativo anunciado ontem pelo Banco Central foi o primeiro desde 2008, o texto afirma que o número representa a maior saída de recursos em dez anos e representa “o fim de uma era”.

. O texto observa que “seria fácil” culpar o governo brasileiro pela fuga de estrangeiros. Mas o blog diz que a razão da fuga são os Estados Unidos. “Seria fácil culpar o governo do Brasil para o êxodo em massa. A deterioração das finanças públicas, a intromissão do Estado no setor empresarial e políticas pouco favoráveis ao mercado deram aos investidores motivos de sobra para levar dólares para fora do Brasil. No entanto, um olhar mais atento ao relatório do BC sugere que o verdadeiro culpado é o Federal Reserve dos EUA”, diz o texto.

. O blog observa que os números do BC mostram que entre março e abril de 2013 o Brasil recebeu US$ 14,6 bilhões. “Não muito longe do total registrado em 2012″, diz o texto. “No entanto, tudo parece ter mudado depois de 21 de maio, quando o Fed mencionou pela primeira vez a ideia de iniciar a retirada do programa de estímulos.”

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Justiça Federal mantém bloqueio de todos os bens do secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi

O desembargador federal Luís Alberto d’Azevedo Aurvalle, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), manteve em vigor nesta semana a liminar da Justiça Federal de Bagé (RS) que determinou a indisponibilidade de todos os bens do prefeito de Bagé, Luís Eduardo Dudu Colombo dos Santos, do ex-prefeito, Luiz Fernando Mainardi, deputado estadual e atual secretário da Agricultura do Rio Grande do Sul. Ambos são do PT.

. O governo não se manifestou sobre o caso do secretário Mainardi, que não parece muito preocupado, já que passou as festas de final de ano em Punta del Este.

. A decisão foi tomada em dois recursos (agravos de instrumento) interpostos por Mainardi.  Diante de indícios de enriquecimento ilícito, suficientes para justificar o ajuizamento da ação civil pública, “está autorizada a indisponibilização dos bens dos autores do ato tido como ímprobo”, considerou Aurvalle. 

. O desembargador Aurvalle apenas determinou a exclusão da ordem de remoção a um depósito público dos bens móveis de valor superior a R$ 3 mil. Assim, esses bens poderão ser utilizados por Mainardi

- O jornalista Vitor Vieira, que passou a informação no seu site Vide Versus, disse que em dezembro de 2013, a 1ª Vara Federal de Bagé declarou a indisponibilidade de todos os bens de Mainardi, Dudu Colombo, Cunha e também do ex-reitor da Urcamp, Morvan Meirelles Ferrugem, dos ex-provedores da Santa Casa de Caridade de Bagé, Mário Mena Kalil e Luiz Alberto Corrêa Vargas, e dos ex-secretários municipais Manif Curi Jorge e Luíza Valéria Soares Rodrigues. Eles foram denunciados pelo Ministério Público Federal sob a acusação de terem firmado convênios irregulares relativos aos programas governamentais Saúde da Família, Hemocentro e Primeira Infância Melhor. Os convênios, assinados pela Prefeitura com a Santa Casa de Caridade e com a Urcamp teriam problemas na terceirização da mão-de-obra especializada. Conforme o Ministério Público Federal houve fraude fiscal e trabalhista. Os processos são AI 5029942-86.2013.404.0000 e AI 5029988-75.2013.404.0000.

Taline diz que ordem para investigar secretaria de Luiz Busatto partiu do próprio Tarso

A nota a seguir da editora de Política do Correio do Povo, Taline Oppitz, geralmente bem informada sobre o que acontece no PT e no governo Tarso Genro, confirma a percepção de que Tarso não pediu explicações e nem providências ao seu secretário de Obras, mas resolveu empreender ação policial contra ele, sabendo muito bem que isto produziria grosso escândalo político no Estado. leia:

Deflagrada a pedido do Palácio Piratini, a operação que investiga suspeitas de irregularidades em obras no Estado poderá ter aberto uma Caixa de Pandora, aquela que quando liberada não se sabe o que sairá de dentro. A área de obras públicas, ao lado do setor de licitações, é a mais propensa, em qualquer administração, a gerar problemas para os governos, por colocar numa mesma mesa o Estado e as empresas contratadas para executar serviços. Há fortes indícios de que mais coisas virão à tona nos próximos dias. E o Piratini, que encaminhou as denúncias para investigação policial, já sabe o que tem dentro.

- As 17h, o secretário da Casa Civil, Pestana, dará coletiva sobre isto no Palácio Piratini.

COMPRE O LIVRO "Cabo de Guerra"
Tudo sobre o enfrentamento do governo Yeda Crusius e o Eixo do Mal
499 páginas, versão em e-book, R$ 39,00
Vá ao site de compras www.albuka.com.br, pague e faça download do livro na mesma hora
- Livro físico: R$ 75. Entrega em 48h, qualquer parte do País. encomende via polibio.braga@uol.com.br

Copa: Em Porto Alegre, apenas 2% das obras de ampliação do Aeroporto Salgado Filho estão concluídas

Em Porto Alegre, apenas 2% das obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros estão concluídos e além disto a prometida ampliação da pista de pouso foi excluída do projeto que previa a entrega de tudo até o início da Copa.

. Estas são apenas algumas das denúncias sobre o atraso das obras nos aeroportos localizados nas cidades-sede dos jogos.

. Em 50% delas não estão nem com a metade das obras completadas.

. As previsões de gastos em todos os aeroportos já está 21% acima do que tratavam os orçamentos.

. Estas e outras informações muito mais poderosas constam da reportagem central apresentada pelo Jornal Nacional de ontem a noite. São imagens e depoimentos impressionantes sobre a incompetência com que o governo administra as obras em todo o País.

CLIQUE AQUI para examinar a reportagem completa, texto e vídeo.

CERVEJAS ARTESANAIS DE TODO O MUNDO
Compre hoje, sexta-feira, em Porto Alegre, e leve para casa.
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Tarso repete ações policiais contra adversários e aliados políticos no RS. O PT sempre fica de fora.

O que mais surpreende na nova operação policial levada a efeito pelo governador Tarso Genro é que as prisões só acontecem com aliados do PT no Estado e não com o PT.

. Foi assim nas operações Concutare, Cosa Nostra, Cartola e Kilowat.

. No governo Yeda, o mesmo Tarso Genro, na época no comando da Polícia Federal, também desfechou quatro operações de monta no Estado, mas todas elas pouparam o PT, atingindo basicamente PP, PMDB, PTB e PSDB. Foram as operações Macalão, Rodin, Solidária e Mercari.

- É por isto que soa até cínica a declaração de hoje do chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, que no caso do PTB avisou o seguinte:

- Não é fogo amigo.

. É só fogo amigo. No caso da Operação Solidária, ao envolver o senador Sérgio Zambiasi, Tarso tornou-o refém do PT. A história repete-se, agora, como farsa, no caso de Luiz Carlos Busatto. Tarso quer o tempo de TV do PTB e tentará circunscrever tudo por onde se encontra. É uma jogada de mestre - mas com crueldade. 

. O governador Tarso Genro está esnucado no canto do ringue, praticamente sem aliados para disputar a reeleição. Sobram-lhe o PCdoB, enquadrado pela Operação Concutare, e o PTB, agora atacado pela Operação Kilowatt. Se perder os dois aliados, será villaverdizado, sem aliados, porque PDT e PSB resolveram abandonar seu fracassado governo. 

- Sobre o assunto, o editor recomenda a leitura dos livros "Cabo de Guerra", do editor, e "Assassinato de Reputações", de Romeu Tuma Júnior.

CLIQUE AQUI para examinar reportagem de Zero Hora. Nela, o secretário de Obras justifica as denúncias publicadas pelo próprio jornal, tentando demonstrar que o"o que parece não é". A Polícia de Tarso não quis saber e denunciou tudo "como é". 

José Vellinho, ex-prefeito de Canela, PDT, não foi preso, mas teve até a casa vasculhada pela Polícia

O presidente da Fundação Estadual de produção e Pesquisas em Saúde, Fepps, José Vellinho Pinto, PDT, só não foi preso ontem porque o juiz do caso não aceitou o pedido de prisão protocolado pela Polícia Civil do RS.

. Ele está de férias. Por decisão do Partido, o PDT, já deveria ter saído do governo.

. José Vellinho Pinto é ex-prefeito de Canela.

. Como ele, também o secretário Adjunto da secretaria de Obras, Germano Della Valentina, escaparam da prisão, mas passaram pela humilhação de terem seus escritórios e residência vasculhados pela Polícia.

Governo denuncia grosso escândalo de corrupção na secretaria de Obras. Crise chega ao gabinete de Luiz Carlos Busatto.

Ao lado, o presidente estadual do PTB, deputado Busatto, secretário de Obras e possível vice na chapa à reeleição de Tarso. Por muito pouco seus três principais auxiliares não foram parar na cadeia. O escândalo chegou ao seu gabinete e ele poderá sair.



Se não fosse pela decisão do juiz do caso, as prisões ocorridas ontem no âmbito da Operação Killovat, desfechada pela Polícia Civil do RS, teria produzido um escândalo político das proporções da chamada Operação Concutare, que resultou no desmonte de uma quadrilha de malfeitores do PCdoB que operavam na secretaria estadual do Meio Ambiente e da Fepam. Leia nota abaixo sobre o caso.

. Esta é a segunda operação policial de envergadura envolvendo aliados do PT no governo, desta vez atingindo em cheio o PTB. O presidente do PTB, o deputado Luiz Carlos Busatto, cotado para vice na chapa à reeleição de Tarso, surpreendido com as notícias, avisou sobre os investigados mais próximos a ele na secretaria de Obras:

- São pessoas da minha inteira confiança. Eu os indiquei. Eu sou o responsável.

. Entre os investigados, Della Vechia, seu secretário Adjunto, iria substituí-lo a partir de março. Luiz Busatto referia-se a ele e também ao diretor geral, Pegoraro, e ao diretor de Obras, Baccarin.

. São todos do PTB e os mais implicados nas denúncias sobre corrupção em obras realizadas sobretudo em Novo Hamburgo, cujo prefeito é do PT.

. Os delegados que dirigem o inquérito pediram as prisões de Della Vechia, Pegoraro e Baccarin, mas o juiz não concordou. Outros oito investigados de menor coturno foram presos.

- O governador Tarso Genro e o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, sabiam de tudo, mas não avisaram o secretário Luís Carlos Busatto, que poderá pedir para sair ainda hoje. Não é a primeira vez que aliados do PT dentro do governo são atingidos por escândalos de corrupção denunciados pelo próprio governo.