Novo delator da Petrobrás envolve Dilma, Lula e Gabrielli na compra suja da Refinaria Pasadena. "Rolou propina de US$ 100 milhões", disse Agosthilde Mônaco.

A negociata com a Refinaria Pasadena voltou ao primeiro plano das inquietações políticas nesta segunda-feira, atingindo diretamente a presidente Dilma Roussef, na época presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, e o próprio Lula, que era o presidente do Brasil. Ambos estão na linha de tiro, junto com o então presidente da Petrobrás, José Gabrielli. 

Em depoimento ao Ministério Público Federal, o funcionário da área internacional da Petrobras Agosthilde Mônaco de Carvalho, novo delator da operação Lava Jato, afirmou que para resolver o litígio sobre a compra da parte da Astra Oil na refinaria de Pasadena pela Petrobras, houve pagamento de propinas entre US$ 80 milhões e US$ 100 milhões. Carvalho diz que a compra da totalidade de Pasadena foi fechada diretamente pelo então presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, com o presidente da Astra, Gilles Samyn, numa reunião em Copenhagen, e aprovada em prazo fora do comum


Engenheiro Agosthilde Mônaco de Carvalho, novo delator da Lava Jato e homem de confiança do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, afirmou que antes do fechamento do contrato de compra da refinaria de Pasadena, o então presidente da estatal José Sérgio Gabrielli "já havia indicado a Construtora Norberto Odebrecht para realizar o Revamp (Renovação do Parque de Refino)". Segundo ele, Cerveró lhe disse que a compra de Pasadena poderia "honrar compromissos políticos" de Gabrielli

60% da safra de soja já estão plantados no RS

60% da safra de soja, verão, já estão plantados no RS. O diretor da Brasoja Agro, Antonio Sartori, disse esta tarde ao editor que El Niño dificilmente afetará o resultado da safra, a não ser que chova muito, o que afetaria plantios das regiões baixas, 14% do plantio.

Publicidade - Hoje, no Bier Markt da Castro, Abadessa Export a R$ 6,00 até as 21h

CLIQUE AQUI para ler esta reportagem do Jornal do Comércio sobre o Biermarkt.

Hoje, no Biermarkt da Rua Castro Alves, das 18h as 21h, Abadessa Export, 300 ml, a R$ 6,00.

Programe happy hour com seus colegas de escritório, amigos ou parentes. Faça isto ainda hoje, segunda-feira.  Primeiros lugares de Veja em várias edições, com melhores cartas de cervejas ou de chopes artesanais. São mais de cem rótulos de diversos Países. 

Biermarkt
Rua Castro Alves, 442
Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS

Biermarkt Vom Fass
Rua Barão de Santo Ângelo, 497
Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS


- Segurança, ar condicionado, também petiscos e pratos inspirados na gastronomia alemã. 

MPF pode pedir anulação da venda suja da Refinaria Pasadena para a Petrobrás

Os policiais e procuradores federais da Lava Jato encontraram provas que indicam o recebimento de propina por parte de ex-funcionários da Petrobras em relação à compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Além disto, já existem provas de que o negócio sujo foi combinado com o ex-presidente Lula e que correu propina solta.

Isto tudo pode resultar no cancelamento do negócio, disse o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, do Ministério Público Federal, nesta segunda-feira:

- É importante este caso porque, quem sabe, com estas provas, nós consigamos, talvez, ou anular a compra, ou quem sabe talvez ressarcir o patrimônio público brasileiro.

Dilma confronta Lula e avisa que ninguém tira Levy do ministério da Fazenda

A presidente Dilma Roussef disse esta tarde na Turquia que o ministro Joaquim Levy permanecerá no governo:

- Não concordo com Lula. Respeito muito o ex-presidente e sou sua amiga, mas não sou obrigada a concordar com tudo o que ele pensa.

Ela foi mais longe na sua fala, surpreendendo os jornalistas:

- Este tipo de conversa não ajuda o Brasil.

Relator acelera parecer e pede cassação imediata de Eduardo Cunha

Três dias antes do prazo final, o deputado Fausto Pinato (PRB-SP), que relata o processo contra o presidente da Câmara, entregou seu parecer ao Conselho de Ética nesta manhã. O que ele disse na ocasião:

- O Brasil quer, todos queremos, uma resposta. Quanto mais celeridade dermos a esse processo, mais rápido vamos dar uma resposta ao país

Ele opina pela continuidade da ação que pede a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por quebra de decoro parlamentar. O colegiado pode agora discutir o mérito da representação já nesta terça-feira 17, dando menos tempo para Cunha convencer pelo menos 11 dos 21 membros do Conselho de que não mentiu na CPI da Petrobras quando disse não ter contas no exterior; aliados do presidente da Câmara.

É preciso criar um, dois, mil focos para mudar o governo.

O que espera o PDT para passar cartão vermelho a Fortunati ?

É inédito o caso de um prefeito de Porto Alegre que sustente durante tanto tempo uma licença partidária quanto a que pratica José Fortunati.

E além disto esnobando sua agremiação com declarações continadas sobre namoro com outros Partidos.

É só ler a entrevista abaixo, concedida pelo alcaide a uma repórter do Jornal do Comércio.

Em outros tempos, com mais espinha no lugar, o PDT já teria passado cartão vermelho ao seu inamistoso filiado.

O fato é que Fortunati saiu do PT antes de entrar no PDT, mas o PT nunca saiu dele.

Prefeitura de Porto Alegre investirá 40% menos em mobilidade urbana ao longo de 2015

A prefeitura de Porto Alegre terminará o ano com investimentos de R$ 200 milhões em mobilidade urbana e iluminação.

O valor ficará mjuito abaixo dos R$ 323 milhões investidos no ano passado.

Os dados são da secretaria Municipal da Fazenda.

SindiBancários avisa: "O Banrisul é nosso e ninguém tasca"

O Sindicato dos Bancários anunciou hoje que fará forte campanha para que a Banrisul Cartões e a Banrisul Seguradora, caso a criação de ambas seja aprovada pela Assembléia, permaneçam em "mãos dos gaúchos".

Ou seja, nas "mãos dos bancários gaúchos".

O governo criará as duas subsidiárias para reforçar os músculos do banco e engordar o caixa do Tesouro do Estado.

Os bancários só topam a primeira parte do negócio.

Veja conta que da mesma forma que o PT, também a Odebrecht abastece uma caixinha da mamãe

O artigo a seguir é de Daniel Pereira e o título é "A caixinha da mamãe" 

Em junho deste ano, a Operação Lava-Jato atingiu o coração da maior empreiteira do país. Por decisão do juiz Sergio Moro, a Polícia Federal prendeu executivos da Odebrecht - entre eles, o próprio Marcelo Odebrecht, presidente e dono da construtora. A empresa foi parceira preferencial do governo Lula, quando fechou contratos bilionários com a Petrobras. Ela também manteve a parceria com Lula mesmo depois de ele deixar o cargo. 0 ex-presidente recebeu 4 milhões de reais da empresa, oficialmente como pagamento por palestras. As entranhas da relação entre Lula e a Odebrecht são um dos mais bem guardados segredos do Brasil. Marcelo Odebrecht e seus subordinados presos recusaram-se até agora a admitir, perante os procuradores, terem sido autores de qualquer ato irregular. A negação completa das acusações, mesmo perante evidências altamente reveladoras, faz parte da estratégia da Odebrecht de não comprometer o nome da empresa no exterior - de onde ela aufere cerca de 50% de sua receita anual.

Os advogados da empreiteira atuam com o objetivo de demonstrar aos executivos encarcerados que para eles não seria vantajoso colaborar com o Ministério Público e a Polícia Federal. Eles são constantemente lembrados por Marcelo de que a empresa trabalha para livrá-los das acusações e não mede despesas na ajuda direta a seus parentes.

Uma demonstração de apoio em troca do silêncio foi batizada de "caixinha da mamãe". Parentes dos executivos da Odebrecht presos foram convidados a depositar em uma caixa de papelão as contas relativas às despesas da família -escola dos filhos, academia de ginástica, supermercado, cartões de crédito. A empresa prometeu saldar os débitos. Três executivos da construtora continuam presos e calados sobre os eventos que culminaram no prejuízo de 7,1 bilhões de reais que, segundo a Lava-Jato, a empreiteira deu aos cofres da Petrobras. Perto desse valor, a "caixinha da mamãe" é um preço muito baixo a pagar pela conivência dos executivos presos.

CPI do Incra vai devassar as contas do MST

O presidente da CPI da Funai e do Incra, prometeu hoje que fará uma devassa nas contas do MST. O presidente é o deputado gaúcho do PMDB, Alceu Moreira, conhecido por sua coragem e competência.

Alceu Moreira avisou que o ministro Patrus Ananias será chamado a falar na CPI.

Caminhoneiros e movimentos anti-corrupção implementam foco de protesto na BR-040

Brasília, via WhatsApp. A foto é de iPhone.

Lideranças dos caminhoneiros e dos movimentos sociais anti-corrupção uniram-se esta manhã nas imediações de Brasília para bloquear a BR-040 e com isto conseguiram paralisar a passagem de 300 caminhões, 30 dos quais caminhões-tanques destinados a abastecer o Aeroporto Internacional. O bloqueio ocorreu em Cristalina, Goiás.

O aeroporto chegou a permanecer com níveis críticos de combustível para reabastecer seus aviões.

O editor conversou com Carla Zambelli, uma das coordenadoras dos movimentos sociais, que estava acompanhada por Ivar Schmidt, líder dos caminhoneiros.

Ivar Schmidt fez um apelo pela paralisação:

- Não queremos resolver apenas os problemas dos caminhoneiros, porque primeiro precisamos resolver esta horrível situação econômica do País. 

O bloqueio só foi liberado ao meio dia, depois de intervenção da Polícia Rodoviária Federal, que ameaçou multar todos os caminhões envolvidos no bloqueio.

Carla Zambelli disse ao editor que novas ações foquistas sairão em outros pontos do País.

Trata-se de um novo estágio da luta contra a corrupção e pela mudança imediata de governo.

Fortunati diz ao Jornal do Comércio que é candidato ao Senado em 2018

Em 2018, os senadores Paulo Paim, PT, e Ana Amélia, PP, disputarão a reeleição, mas desde já enfrentam um candidato fortíssimo, no caso o prefeito José Fortunati. Foi o que ele revelou para a jornalista Lívia Araújo, para quem concedeu a esclarecedora entrevista a seguir.

Leia tudo:

Em meio a diversas incógnitas sobre o futuro do prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (licenciado do PDT) - se continuará no partido ao qual se filiou em 2002 e o que fará depois de concluído seu mandato -, o chefe do Executivo da Capital anunciou que já tem ao menos uma definição. "Sou candidato ao Senado Federal", revelou. A escolha vem do desejo de contribuir em âmbito nacional para a qualificação da política, que, segundo Fortunati, está contaminda por "interesses mesquinhos". "Considero uma excrescência a obrigatoriedade da emenda impositiva. E o Congresso tem se importado muito mais em discutir esses temas", ponderou.
Outros desfechos, porém, permanecem em aberto para o prefeito. Um deles é se permanece no PDT ou troca de partido. "Eu não tenho pressa em mudar essa situação", adianta. No entanto, Fortunati afirma que o licenciamento promoveu a melhoria de sua relação com a Câmara de Porto Alegre como um todo, dando mais coesão à base. A outra é o que fará no período entre sua saída da prefeitura e as eleições de 2018. "A única coisa neste momento é minha gestão até 31 de dezembro de 2016." Nesta entrevista ao Jornal do Comércio, Fortunati também fez um balanço de seu governo em Porto Alegre e falou sobre polêmicas como a vinda do serviço Uber e a relação com o Estado na questão da segurança pública.
Jornal do Comércio - O senhor se despede do Paço Municipal no final de 2016. Tem planos para a eleição de 2018? É mais provável uma candidatura ao Senado ou ao governo do Estado?

José Fortunati - Eu já tenho uma definição. Eu sou candidato ao Senado Federal. Em primeiro lugar, acho que, ao longo da minha vida pública, eu consegui realme.....

CLIQUE AQUI para ler mais. São duas páginas de entrevista. 

Bernardo Toro é imperdível, quarta ao meio dia na Federasul

Bernardo Toro, o filósofo e educador colombiano que falará na qurta-feira no Tá na Mesa da Federasul, é o entrevistado desta semana das páginas amarelas da revista Veja. Ele é também físico e matemático.

A entrevista das amarelinhas tem um título oportuníssimo, porque avisa que "a sociedade precisa exigir", o que só é possível quando a popula~~ao se organiza e as pessoas deixam de acreditar que o Estado é o salvador da pátria.

Ao falar sobre as manifestações que se sucedem no Brasil, sem que as coisas aconteçam, ele avisou:

- A história mostra que as melhores mobilizações são silenciosas, constantes no tempo e não produzem heróis. Elas são fruto de sociedades verdadeiramente organizadas, que se norteiam não por um pleito instantâneo vago, mas por uma idéia maior que domina o imaginário de grupos ou até de uma popula~~ao inteira. E têm metas claras.

O editor recomenda a leitura atenta da entrevista e comparecimento certo ao ato na Federasul.

Há mais o que investigar nas fases seguintes da Lava Jato e do LeiteCompensado

CLIQUE AQUI para ler editorial do Estadão de hoje, "O preço da pilhagem na Petrobrás". 

A Operação Lava Jato entrou na sua 20a. fase e a Operação LeiteCompensado mal chegou na sua 10a. fase.

E o novelo prossegue com muita linha.

Mais funcionários da Petrobrás são presos na 20a. fase da Operação Lava Jato

Os petroleiros que continuam em greve em todo o País, continuam sem dizer uma só palavra sobre a corrupção endêmica na Petrobrás.

A 20a. fase da Lava Jato, baseada em denúncias do lobista Fernando Baiano, mete a mão justamente na corporação.

Já foram feitas prisões e tomados depoimentos de vários empregados da estatal, que virou um ninho de maldade, segundo os julgamentos de Curitiba. Foram arrecadados dinheiro e obras de arte.

 Esta manhã, os policiais da PF deram a entender que as prisões de hoje alcançaram Luis Moreira, ex-gerente executivo da Área Internacional, e Rafael Comino, ex-gerente de Inteligência da Área Internaciona

Abílio Baeta Neves avisa que não há nada de errado nas pesquisas da Fapergs

O editor recebeu e publica na íntegra:

Acompanho seu blog e o respeito pela seriedade, pela independência de suas posições e pela qualidade de seu jornalismo. Por isso mesmo, tomo a iniciativa de comentar notícias recentemente divulgadas e que têm como foco a FAPERGS.

Em abril deste ano assumi a presidência dessa agência disposto a fortalecer seu papel como instrumento de desenvolvimento do nosso estado por meio do fomento à pesquisa e à inovação. Todos sabem que ciência e tecnologia de alto nível e voltadas para a solução de problemas sociais e para o aumento de produtividade na economia são condições fundamentais para o desenvolvimento de qualquer sociedade no cenário de globalização em que vivemos.

A FAPERGS é uma entidade pioneira no fomento da pesquisa e da formação de recursos humanos. Tem contribuído para a qualificação de nossas instituições universitárias e apoiado muitos grupos de pesquisa em todas as áreas de conhecimento. Seu corpo de funcionários é enxuto, qualificado e muito dedicado. Seus procedimentos são transparentes e seguem as melhores práticas no tocante à avaliação de projetos pelo seu mérito e ao acompanhamento dos resultados e da lisura no uso dos recursos concedidos.

Surpreendeu-me, neste contexto, notícia de que haveria na FAPERGS um esquema montado por membros de nossa comunidade científica para malversação de recursos da agência em benefício próprio. 

O sistema de avaliação pelos pares sobre o qual se apoia a FAPERGS para a concessão de recursos é o mesmo de todas as fundações de amparo e órgãos de fomento no nosso país. Ele está em constante aperfeiçoamento, mas tem sido responsável pela alta legitimidade que a Fundação goza entre toda a comunidade científica.

De resto, neste tempo em que estou como presidente da FAPERGS pude observar o rigor com que operam os órgãos de controle e constatar que todos os relatórios técnicos, operacionais e financeiros da fundação foram aprovados.

Abilio A. Baeta Neves

Davi Coimbra diz que o Estado Islâmico é uma reunião de monstros

O editor destaca da fala de hoje do jornalista David Coimbra, Zero Hora:

O Estado Islâmico não é um Estado. É uma reunião de monstros em busca de justificativa para exercer sua monstruosidade. Tanto faz, para o fanático, a razão de seu fanatismo. Pode ser religião, pode ser ideologia, pode ser futebol. Pouco importa. Um radical sempre é um idiota, esteja ele à esquerda ou à direita, leve ele um crucifixo pendurado no peito ou porte uma bandeira com um crescente e uma estrela.

Ninguém é responsável pelo fato de o idiota ser um idiota, a não ser ele mesmo. Essa história de que o Ocidente tem culpa pela existência do Estado Islâmico é uma simplificação obtusa com aparência de análise histórica. Nenhum fanático precisa de ajuda para ser fanático. 

Basta trocar "islamismo" por "petismo" e a análise não muda de conteúdo. 

O editor recomenda a leitura integral da coluna. 

Joaquim Levy está com pouca munição e bate em retirada

Cozinhado em fogo brando por Lula e pelo PT, o ministro da Fazenda disse neste domingo em Ancara, na Turquia, na reunião do G20:

- Estamos navegando.

No RS, Levy diria o seguinte:

- Estou batendo em retirada e com pouca munição.

Henrique Meirelles já fala como ministro. Em São Paulo, depois de fugir seguidas vezes de respostas, ele disse a um jornalista da Folha, que quis saber se ele teria condições de garantir a aprovação do ajuste fiscal e endireitar a economia:

- Se eu não tivesse essas condições, não assumiria. 

Boletim Focus do BC já prevê inflação de dois dígitos, 10.04%, para este ano

Pela primeira vez em seis rodadas consecutivas de projeções cada vez piores, o mercado aposta em inflação de dois dígitos para este ano.

2015
Inflação, 10,04%
PIB, menos 3,1%

Os números vão confirmando cenário de estagflação, que é a mistura diabólica de inflação em alta e PIB em queda.

Para 2016, as previsões são de recessão menor, mas ainda muito grave: 2%.

Artigo, Marcelo Aiquel - Mariana, o Chernobyl brasileiro

O Brasil se horrorizou – com razão – com o ataque terrorista em Paris.

A presidente Dilma, patética como de costume, mudando radicalmente seu discurso, enviou condolências ao governo francês, criticando a “brutalidade desumana” dos fanáticos islâmicos.

Os mesmos que – recorde-se – que há poucos meses mereceram o comentário feito com a expertise de quem sabe como funciona o terror fora da lei, da mesma Dilma, que propunha “diálogo” com os selvagens.

Mas, não assistimos o mesmo pesar com relação ao catastrófico desastre ecológico em Mariana, MG.
Tanto que a nossa zelosa presidente demorou quase uma semana para embarcar em um  helicóptero para – bem distante da lama – analisar o desastre e “resolver” o gravíssimo problema aplicando pesadas multas na companhia responsável pela barragem que se rompeu. 

CLIQUE AQUI para ler mais.

Opinião do editor - A aula de cinismo da RBS.

CLIQUE AQUI para ler, também, "Aula de cinismo", editorial da Folha, no qual o jornal analisa o que a RBS nega-se a analisar, ou seja, a falsa cartilha do PT. 

CLIQUE AQUI para ler "O PT secou", que a jornalista não leu. 

A editora de Política do jornal Zero Hora de hoje, classifica de "fracassos retumbantes" as manifestações de ontem no País, ao comentar  a decisão de ir às ruas tomada por patriotas de várias cidades, entre as quais Brasília, Porto Alegre e Santa Maria. 
É uma aula de cinismo.

Por trás da celebração do "fracasso", que estima por números e não pela importância do processo e pela repercussão nacional dos fatos, está a sua vontade de continuar fazendo genuflexões aos poderosos do momento. 

A jornalista Rosane Oliveira prossegue alinhada com colegas seus que ainda não conseguiram livrar-se da tresloucada veneração à organização criminosa que há 14 anos engana o Brasil, que por duas vezes quebrou o Rio Grande e por quatro vezes jogou no lixo as finanças públicas de Porto Alegre. 

A Editoria de Política de Zero Hora há muito tempo perdeu credibilidade, sobretudo pela  sua recusa em revelar qual o comprometimento da sua empresa na chamada Operação Zelotes.

Dono da Schain delata que aval de Lula garantiu contrato de US$ 1,6 bilhão com a Petrobrás

Lula foi novamente incluído nas malfeitorias da Lava Jato, desta vez por conta da delação premiada acertada entre representante do grupo Shahin, PF, MPF e Justiça Federal do Paraná. No acordo, são apesentados detalhes de roubalheiras de dinheiro público nas quais estão incluídos Lula e o empresário José Carlos Bumlai. 

Acordos de delação premiada só são aceitos quando o delator é capaz de provar o que diz, porque em caso contrário terá confirmada sua pena, que será agravada. 

As revelações são do jornal Folha de S. Paulo desta segunda-feira. 

Segundo relatos de Salim Schahin, um dos acionistas, o contrato de US$ 1,6 bilhão para operar o navio-sonda Vitória 10.000, obtido pelo grupo com a Petrobras em 2007, foi uma compensação em troca do perdão de uma dívida milionária que o PT tinha com o banco Schahin.

Isto já tinha sido citado pelo lobista Fernando Baiano.

De acordo com Salim Schahin, foi o empresário José Carlos Bumlai que mencionou o apoio de Lula a executivos do grupo durante as negociações, que teriam ocorrido no fim de 2006, após a reeleição de Lula. Os representantes do grupo Schahin que participam das negociações disseram, no entanto, que os acionistas não tiveram contato direto com o ex-presidente Lula, mas sabiam que ele estava por trás do negócio.


A assessoria do Instituto Lula diz que não comenta supostas delações.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem. 

Lava Jato faz nova investida contra funcionários da Petrobrás e políticos corruptos do Petrolão

A Polícia Federal desfechou esta manhã nova operação de prisões, buscas e apreensões, além de conduções coercitivas no Rio, Rio Bonito, Salvador, Petrópolis e Niterói, tudo no âmbito da Lava Jato.

É a Operação Corrosão.

Foi identificado um novo operador das roubalheiras da Petrobrás (mediador do dinheiro tomado com a conivência de funcionários da estatal e entregue a políticos) e por isto a PF buscou ex-empregados e empregados atuais.

Esta fase tem a ver com negócios de corrupção verificados entre empreiteiros, funcionários e políticos, tudo relacionado com as refinarias Pasadena e Abreu Lima.


Domingo foi de protesto contra Dilma e o PT em Porto Alegre e Santa Maria

A foto é de Ricardo Giusti, Correio do Povo.


Os protestos contra o PT e o governo Dilma no RS não se resumiram apenas a Porto Alegre, porque também foram realizados em Santa Maria.

Na Capital, a manifestação, que não foi organizada por movimentos sociais e partidários, ocorreu depois de corrente espontânea pelas redes sociais. Ela começou as 14h no Parcão e por ela passaram 600 pessoas durante a tarde, segundo avaliação do próprio editor. Brigada e EPTC garantiram a segurança e o trânsito. Os manifestantes expuseram faixas pedindo buzinaços, o que aconteceu durante toda a tarde.

Em Santa Maria, duas centenas de gaúchos também pediram o impeachment de Dilma Roussef.

Base aliada de Sartori continua volátil nos casos de projetos polêmicos de ajuste

O governo Sartori ainda não bateu o martelo sobre o envio ou não do novo pacote de ajuste fiscal e reforma do Estado, como também não tomou decisão definitiva sobre a votação de projetos polêmicos que continuam na Assembléia do RS.

Os Partidos que apresentaram dissidências nos casos dos novos ICMS e RPVs - PP, PDT, PSB e PSDB - opõem restrições a aspectos de pelo menos um projeto considerado vital, o da nova Lei de Responsabilidade Fiscal. Nesta segunda-feira, por exemplo, o PP pretende ouvir sobre esta proposta o economista Paulo Rabello de Castro.

Sol, céu azul e temperatura amena marcarão o dia no RS

Esta segunda-feira começou com sol,céu azul e temperatura amena em Porto Alegre, semelhante ao que ocorre em todo o RS neste momento, 7h44min, mas os institutos de mteorologia projetam áreas de instabilidade e chuva para o Oeste e o Noroeste.  No decorrer do dia, a instabilidade avança com aumento de nebulosidade e deve chover na maioria das regiões até o final do dia. 

Existe previsão de chuva forte em pontos isolados com trovoadas. Em cidades mais ao Sul e o Leste da instabilidade a chuva devem chegar apenas na terça-feira. 


Porto Alegre terá dia de sol e nuvens com aumento de nebulosidade e a chuva chega só no fim do dia ou na próxima madrugada. Na Capital, as marcas ficarão entre 16°C e 29°C.