Garotinho quer CPI para investigar marmeladas nos sorteios da loteria da Caixa Federal

A instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as loterias da Caixa Econômica Federal – CEF, mais que uma demanda necessária, evidencia-se como urgente.

Encontro no dia 7 de maio com o Senhor Gilson César Pereira Braga, Superintendente Nacional de Loterias da Caixa Econômica Federal, revelou que minha intuição estava correta. Na conversa, mostrei-lhe números que pareciam surreais: um apostador que ganhou 550 vezes na loteria, outro que ganhou 327 vezes, ou – o mais incrível de todos – um cidadão agraciado com 107 prêmios da loteria, em sete modalidades diferentes, em vários estados da Federação e no mesmo dia! Diante desses absurdos, ouvi do superintendente uma resposta que, francamente, jamais poderia imaginar receber: Ou eles têm muita sorte, ou fazem muitos jogos.
Ainda insisti, com perplexidade, em confirmar se esses dados seriam verdadeiros. Sim, são verdadeiros, as suas informações estão corretas, respondeu o Senhor Gilson Braga. Cabe notar, fato que deixei claro na conversa, que o cálculo matemático encomendado por mim aponta que a probabilidade de uma pessoa ganhar na loteria, jogando três cartões toda semana, é de uma vez em 400 anos. Não é, portanto, razoável acreditar que pessoas tivessem vencido prêmios mais de 500 vezes!

. Apesar de demonstrar segurança e de afirmar que as Loterias da CEF são submetidas a rigorosos critérios de controle, o Superintende de Loterias não me convenceu. Acho que nem a mim, nem a milhões de brasileiros que fazem todos os dias suas apostas nas Loterias da Caixa. De acordo com dados da própria instituição, retirados da publicação A Sorte em Números 2012, só no ano passado o volume de vendas das Loterias Federais – considerando todas as dez modalidades – totalizou R$ 10,49 bilhões, os quais representaram a possibilidade de realização dos sonhos de milhares de apostadores.

. Por essa razão, além de enviar requerimentos de informação ao COAF – Conselho de Controle de Atividades Financeiras e à própria Caixa Econômica Federal, vamos mobilizar o maior número de assinaturas para instalar, com urgência, na Câmara Federal, a CPI das Loterias da Caixa.
É melhor investigar que acreditar em tanta sorte! 

Artigo - O modelo brasileiro de agricultura de alta escala

* Clippint Estadão, 7 de maio, by Marcos Jank e André Pessôa 

O Brasil tem dificuldade para reconhecer empreendedores e modelos empresariais que deram certo. Temos dificuldade para listar dez nomes de empresários que foram revolucionários no seu tempo. Temos ainda maior dificuldade para valorizar arranjos produtivos que funcionam bem e podem servir de modelo para dezenas de países. Um dos exemplos mais notáveis desse tipo de dificuldade ocorre no caso do modelo brasileiro de agricultura tropical que desenvolvemos nas últimas décadas. Um dos pilares desse modelo é razoavelmente conhecido - o desenvolvimento de tecnologias adaptadas às condições tropicais: novas variedades aptas a latitudes mais setentrionais, plantio direto (que teve extraordinário impacto conservacionista ao eliminar a aração dos solos), introdução da segunda safra no mesmo ano agrícola sem irrigação, integração lavoura-pecuária-floresta e outros.

. O segundo pilar, bem menos conhecido, foi a corajosa migração de produtores com aptidão e conhecimento agrícola em busca de ganhos de escala para enfrentar as difíceis condições de produção nos cerrados. Pequenos agricultores do Sul e do Sudeste do País construíram cidades e estradas a milhares de quilômetros de sua terra natal. Inicialmente o desenvolvimento se deu em cima do binômio soja-boi.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Indústria gaúcha identifica seus três principais problemas: impostos, competição e mão de obra

Os três principais problemas enfrentados pela indústria gaúcha nos três primeiros meses de 2013 foram a elevada carga tributária (57,5%), a competição acirrada de mercado (45,9%) e a falta de trabalhador qualificado(34,2%).

. O resultado da Sondagem Industrial da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) foi divulgado, nesta segunda-feira em Porto Alegre.

Tonollier, quinta, na Assembléia, explica confisco de R$ 4,2 bi dos depósitos judiciais

A oposição promete fazer carga cerrada sobre o secretário gaúcho da Fazenda, Odir Tonollier, que falará nesta quinta-feira em audiência pública na Comissão de Finanças da Assembleia.

. Ele foi convidado a se explicar sobre os R$ 4,2 bilhões que sacou da conta dos depósitos judiciais no Banrisul, para engordar o caixa único e dali sacar como bem entender o governo.

- O governo sacou o dinheiro, não disse se garfeará mais ainda, e avisou que não devolverá nem um tostão.

Intenções de novos investimentos industriais no RS vão ao chão

A intenção de investimentos no RS foi ao chão depois da Operação Concutare.

Randon abre produção da Suspensys em Rezende, Rio

O grupo Randon, Caxias do Sul, inaugurou nesta terça-feira em Rezende, Rio,  a nova fábrica da sua controlada Suspensys. Ela fabricará para os caminhões da MAM e da Volks. A produção de Caxias, voltada para as duas montadoras,  resultou descontinuada, mas a fábrica continuará operando no RS.

. A Suspensys fabrica suspensões, vigas e eixos para veículos comerciais.

Marcopolo desmente fabricação de vagões para passageiros no RS

Já está com o editor a nota da Marcopolo, desmentindo que pense na implantação de fábrica própria para produzir vagões de passageiros.


ESTA NOITE: O MELHOR DE VEJA EM CHOPE E CERVEJA. PORTO ALEGRE. 
Bier Markt e Bier Markt Vom Fass - 1° lugar de Veja
As trinta torneiras do Vom Fass e também as do Bier Markt, servem chopes de várias partes do mundo, todos à base exclusiva de lúpulo, cevada, malte e água. Nada de serpentinas. Barris são refrigerados na câmara fria que fica por trás do painel. De lá, vão para copos harmonizados, através de injeção de oxigênio e nitrogênio. Também cervejas artesanais de várias partes do mundo. Não há nada igual no Brasil.
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452.
WWW.BIERMARKT.COM.BR 

Bom Gosto enfrenta novo problema de mercado, mas fraude do seu leite partiu de fornecedores

Embora não esteja ligada diretamente na fraude, a Bom Gosto enfrentou nesta quarta-feira uma nova dor de cabeça, que se acrescenta aos problemas que já enfrenta no seu atual processo de recuperação judicial (concordata).

. É que partidas enormes de leite que costumava receber no Noroeste do RS, foram batizadas com ureia e até formol.

. O caso foi revelado nesta quarta-feira pela Polícia Civil e MPE, que descobriram a fraude,envolvendo também outras marcas conhecidas, como Mumu.

- As marcas com problemas:  Líder/Bom Gosto, Italac, Mumu e Latvida.

Aliança PMDB x PT no RS será costurada em seguida

Depois de completada a tarefa de apoio à reeleição de Dilma, o deputado Eliseu Padilha, que é presidente nacional da Fundação Ulysses Guimarães,  poderá iniciar articulações para a formação de uma aliança também no RS. . Setores do próprio PT, como o secretário da Agricultura, Mainardi, já tornaram pública sua vontade de firmar a aliança.

. Uma das alternativas admitidas para negociações é uma chapa que emplaque José Ivo Sartori ou Germano Rigotto, PMDB, para governador, e Tarso Genro para senador.

Semana que vem, Temer receberá bancada estadual do PMDB

Na semana que vem, o vice-presidente Michel Temer receberá em Brasília os oito deputados estaduais do PMDB do RS.

Prefeito Marco Alba quer que fique em Gravataí o Hospital Regional

Foi como novo aliado do governo federal do PT que o prefeito de Gravataí, Marco Alba, PMDB, viajou nesta quarta-feira a Brasília para garantir para seu município o novo hospital regional.

. Tarso quer tirar o hospital regional de Gravataí e levá-lo para Alvorada, cujo prefeito é do PT.

“Cabo de Guerra” na Feira do Livro de Santa Maria. Leia, aqui, o capítulo do assassinato de Marcelo Cavalcante.

A partir desta quinta-feira a livraria Athena disporá de novos exemplares do livro “Cabo de Guerra” no seu estande da Feira do Livro de Santa Maria, que começou domingo a tarde. O livro, 499 páginas, 39 capítulos, 70 fotos, lançado pelo editor exatamente em Santa Maria, cumprindo depois um roteiro de sessões de autógrafos em outras dez cidades, sempre com a presença, também, da ex-governadora Yeda Crusius.

. A livraria Athena foi a que mais vendeu o título e tinha esgotado seu estoque.

. “Cabo de Guerra” descreve com detalhes inéditos todos os enfrentamentos feitos pela governadora Yeda Crusius contra as forças que o editor chama de “Eixo do Mal”. O livro também descreve minuciosamente os êxitos do governo tucano, como o Déficit Zero, o IPO do Banrisul, o empréstimo do Banco Mundial e os Programas Estruturantes, realizados com transversalidade, portanto com a participação simultânea de várias secretarias, sob comando único.

. Pelo menos 5 capítulos são dedicados ao desmonte da farsa da Operação Rodin, implementada pela Polícia Federal sob o comando do então ministro da Justiça, Tarso Genro.

. No link a seguir, você poderá ler um capítulo inteiro do livro, o Capítulo 20, que descreve com pormenores inéditos todas as circunstâncias do assassinato do ex-secretário do governo Yeda em Brasilia, Marcelo Cavalcante. Marcelo foi encontrado morto, boiando nas águas do Lago Paranoá, Brasilia. No dia seguinte ao da morte, a oposição do RS, liderada pelo PSOL e pela filha do atual governador, Luciana Genro, convocou coletiva para denunciar o governo Yeda pela morte de Marcelo, que teria sido executado para não contar à Polícia Federal e ao MPF o que sabia sobre as denúncias feitas contra Yeda. O editor conseguiu o inquérito policial e as peças da movimentação jurídica, leu tudo, entrevistou protagonistas e familiares do ex-secretário, não encontrou uma só acusação contra o governo tucano, mas identificou denúncias do pai, do irmão e da filha de Marcelo, acusando formalmente aliados da oposição no RS. Os familiares registraram no inquérito que seu parente foi assassinado para evitar que denunciasse o cerco oposicionista gaúcho a ele mesmo, visando comprometer os tucanos do RS. A polícia chegou a ouvir dois acusados, mas resolveu não levar o caso adiante. O PSOL, Luciana Genro e o PT jamais se desculparam pelas denúncias falsas. 

CLIQUE AQUI para ler o capítulo e verificar as fotos do assassinato de Marcelo Cavalcante.

ENTREVISTA - Precisamos abrir a caixa preta do Grupo Hospitalar Conceição

Maria Helena Sartori, líder do PMDB na Assembleia do RS

Por que a senhora pediu audiência pública para discutir os problemas de gestão do Grupo Hospitalar Conceição?
Porque são graves e preocupantes os problemas apontados. Os funcionários estão insatisfeitos com as nomeações clientelistas. Isto provoca problemas sérios, como falta de higienização.

Quem virá?
Queremos que venha o diretor Carlos Nery Paes, mas falará também o presidente da associação dos servidores, Arlindo Ritter.

Problema de higienização acontece em tudo que é hospital. No Conceição não é diferente.
Como não? Hoje, 130 pacientes estão internados com infecção hospitalar, isolados, sem contar 28 casos de KPC. É quase uma epidemia.

Qual é o orçamento do grupo federal?
R$ 1,2 bilhão por ano. O atendimento teria que ser de Primeiro Mundo.

Quem perde?
A população, que é mal atendida pelo sistema de saúde do governo estadual e que agora enfrenta este descaso do governo federal.

Veja denuncia golpe do patrocínio realizado pelo criador da Rede PT13

O dedão da esquerda é de André Guimarães. Ao seu lado, Vargas.



* Clipping Veja desta semana.

Assessor e amigo do deputado André Vargas, ex-secretário de comunicação do PT e vice-presidente da Câmara dos Deputados, o petista André Guimarães é um especialista em difamar adversários do partido na internet. Ele é o criador da Rede PT13, uma organização virtual formada por blogs apócrifos e perfis falsos que se dedica a atacar — com informações mentirosas e montagens fotográficas — aqueles que ousam defender teses contrárias às do petismo. A blogueira Yoani Sánchez. por exemplo, foi alvo desse ciberguerrilheiro quando visitou o Brasil, no início do ano, para discorrer sobre as agruras da população cubana sob a ditadura dos irmãos Castro. Esse trabalho sujo, tão admirado pelos radicais, abriu os cofres oficiais a André Guimarães. Como VEJA revelou em março, ele negociava seu know-how difamatório com prefeitos petistas, em contratos de até 30000 reais. Os valores são apenas uma parte das rentáveis atividades realizadas pelo assessor. O cupincha do deputado André Vargas também aposta alto e, no último Carnaval, tentou aplicar um golpe de 180000 reais na Caixa e na Petrobras, estatais comandadas pelo PT.

. A tentativa de ataque ao bolso dos contribuintes foi feita no Carnaval organizado pela prefeitura de Londrina, município que é o berço político do deputado André Vargas. Guimarães organizou um esquema de captação de recursos, que, em teoria, teriam como destinatários as escolas de samba locais. Para intermediar o recebimento do dinheiro, ele recorreu a duas entidades — uma com sede em Londrina, chamada Adecesc, e a outra com sede em Brasília, batizada de Instituto Nijmeh. No plano do assessor petista, a primeira ficaria com o dinheiro transferido pela prefeitura. Já a segunda receberia a verba enviada por Caixa e Petrobras.

. Os recursos, em ambos os casos, seriam aplicados na organização e divulgação da festa — ou embolsados por terceiros caso a falcatrua não fosse descoberta a tempo. A prefeitura de Londrina até destinou 140 000 reais à Adecesc, presidida por Stanley Garcia, amigo de Guimarães. Faltava a grana das estatais. Seguindo a orientação de André Guimarães, o Instituto Nijmeh manteve contato com a Caixa e a Petrobras-Biocombustível para receber 80000 e 100 000 reais, respectivamente. A verba custearia a distribuição de folders, cartazes, camisetas e bonés das estatais durante a festa. Depois do Carnaval, já com o serviço de divulgação realizado, o dinheiro chegaria ao instituto.

Mas o dinheiro não chegou.

CLIQUE AQUI para ler tudo.


ESTA NOITE: O MELHOR DE VEJA EM CHOPE E CERVEJA. PORTO ALEGRE. 
Bier Markt e Bier Markt Vom Fass - 1° lugar de Veja
As trinta torneiras do Vom Fass e também as do Bier Markt, servem chopes de várias partes do mundo, todos à base exclusiva de lúpulo, cevada, malte e água. Nada de serpentinas. Barris são refrigerados na câmara fria que fica por trás do painel. De lá, vão para copos harmonizados, através de injeção de oxigênio e nitrogênio. Também cervejas artesanais de várias partes do mundo. Não há nada igual no Brasil.
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452.
WWW.BIERMARKT.COM.BR 


Falências aumentaram 25,7% em abril sobre março

Vale a pena prestar atenção a estes dados que passou ao editor a Boa Vista Serviços, ao medir o número de falências no País:

Ano – 6,7%
Abril – 10,7%

. Os números são comparativos ao mesmo período do ano anterior.

. Sobre março, os números de abril foram 25,7% maiores.

Atividade industrial gaúcha despencou 2,2% em março

Despencou 2,2% o índice (IDI) que mediu a atividade industrial gaúcha no mês na passagem de fevereiro para março.

. O número não assustou a Fiergs porque a atividade cresceu nos três meses anteriores. No primeiro trimestre, ocorreu expansão de 1,9% na atividade da indústria do Estado, em comparação com o mesmo período do ano passado A entidade disse que o cenário continua de recuperação, mas os componentes do Índice de Desempenho Industrial do Rio Grande do Sul (IDI/RS), realizado pela FIERGS, mostraram sinais ambíguos.

- Compras de matérias-primas (-11,2%), pelo faturamento (-3%) e pela utilização da capacidade instalada (-0,5%).
- Massa salarial (1,1%), do emprego (0,5%) e das horas trabalhadas na produção (0,3%).

. Dos 17 setores industriais, 11 tiveram atuação positiva. Os que mais aceleraram no acumulado do ano foram Máquinas e Equipamentos (5,5%), Veículos Automotores (5,3%) e Produtos de Metal (3,8%). No sentido contrário estiveram Têxteis (-8,3%), Couro e Calçados (-2,5%), Químicos e Derivados de Petróleo e Biocombustíveis (-1,2%) e Alimentos (-0,9%).

PCdoB humilha-se para manter posição no governo do PT

É humilhante e vexatória a via cruccis que faz o PCdoB em direção ao gabinete de Tarso Genro para manter sua posição no governo, depois de ter seu secretário da Sema preso e demitido junto com a presidente da Fepam.

. A fotografia oficial da reunião dos comunistas com Tarso é emblemática.

. O constrangimento só não é maior porque os dirigentes do PCdoB fazem de conta que Tarso nunca soube que a PF investigava sua gente.

- Sobre o assunto, veja e ouça a análise do editor no Twitcam, na capa do site www.polibiobraga.com.br 

O alvo por trás dos ataques ao PCdoB e ao PSB é Ana Amélia

PSB e PCdoB entraram na linha de tiro do PT e de Tarso Genro desde que Ana Amélia apoiou publicamente a candidatura de Manuela D’Ávila.

. Só quem não raciocina politicamente é que na época não entendeu a aliança que se formava ali para 2014.

. É o que está por trás da Operação Concutare.

PMDB não teme problemas em Porto Alegre e por isto dará quórum para a criação da CPI do Tarso

- Na reunião do Conselho Político do governo Tarso, ontem, o presidente do PDT, Romildo Bolzan, avisou que se o PT insistir em patrocinar a CPI contra Fortunati, os deputados do Partido assinarão o pedido de CPI contra Tarso. Ontem mesmo, a bancada municipal do Partido dos Trabalhadores recuou, não retirou, ainda, as assinaturas, mas avisou que a CPI não sairá. 

O PMDB dará as suas oito assinaturas para a CPI do Tarso, porque sabe que nada tem a temer na área ambiental de Porto Alegre.

. Com as seis assinaturas do PSDB, uma do DEM e duas do PTB, as oito assinaturas do PMDB completarão 17 nomes.

. O PP garantiu ao editor que se faltarem apenas duas assinaturas para a CPI (o Regimento Interno exige 19 nomes), elas sairão do Partido, mas nada será decidido antes de sexta-feira, quando voltará do exterior o presidente da Assembléia, Pedro Westphalen, que é do PP.

Inflação ficial (IPCA) foi de 0,55% em abril

CLIQUE AQUI para ler a reportagem do Valor desta terça, intitulada "Inflação torna-se principal preocupação de empresários". 

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial, registrou taxa de 0,55% em abril deste ano.O dado foi divulgado nesta quarta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado é superior ao 0,47% de fevereiro. Em abril do ano passado, a taxa havia sido 0,64%.

. Em 12 meses, a inflação acumula taxa de 6,49%. Depois de registrar um índice de 6,59% em março, o IPCA acumulado em 12 meses voltou a ficar dentro da meta de governo, que varia de 2,5% a 6,5%. No ano, a inflação acumulada chega a 2,5%.

Aécio acusa: "Como no caso dos royalties, também no caso do ICMS Dilma deixa Estados brigarem entre si"

O governador do RS, Tarso Genro, mais interessado no satélite gaúcho do que nos assuntos de governo, omite-se totalmente do debate que prejudica o Rio Grande. 

* Clipping www.brasil247.com.br

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) criticou nesta terça-feira (7) o governo Dilma Rousseff por não conduzir o pacto federativo e permitir que os Estados briguem entre si. A bronca do tucano se refere à aprovação, nesta terça-feira, na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado, da ampliação das alíquotas do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para operações interestaduais.

. "Lamentavelmente, o governo tem permitido essa conflagração federativa por não assumir a condução para valer dessas questões. Aconteceu com os royalties, está acontecendo agora [com o projeto do ICMS] e vai acontecer com outras matérias que estão ainda no caminho",disse.

. A CAE aprovou uma emenda que exclui da unificação gradual das alíquotas interestaduais do ICMS as operações de comércio e serviços originadas no Espírito Santo e nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e destinadas aos mercados consumidores do Sul e Sudeste. Nessas operações, a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) seria de 7 por cento.
No relatório aprovado em abril, a alíquota de 7 por cento se aplicava apenas a produtos industrializados e agropecuários, e não às operações de serviço e comércio. No sentido oposto, ou seja, dos Estados do Sul e Sudeste para as demais regiões, a alíquota cairia gradualmente para 4 por cento.Além disso, a CAE manteve a alíquota do ICMS em 12 por cento para a Zona Franca de Manaus, rejeitando uma emenda que propunha reduzi-la para 7 por cento. Com isso, na prática, passariam a existir três alíquotas do ICMS nas transações interestaduais --12, 7 e 4 por cento-- e não mais duas, de 12 e 7 por cento, como é hoje.
Diante da mudança, o governo federal ameaça abandonar o projeto e não contribuir para os fundos que serão criados para compensar os Estados por eventuais perdas de arrecadação.

. Para Aécio, o governo Dilma Rousseff deveria tratar a pauta federativa "conjuntamente", de forma a compensar Estados em uma matéria caso tenham perdido em outra.

Delfim diz que a política industrial do governo do PT é uma tragédia

- A tragédia a que se refere o artigo do ex-ministro Delfim Neto é a tresloucada "política econômica" do governo do PT, de Dilma Roussef. Czar da economia durante quase toda a ditadura militar e, agora, oráculo dos governantes do PT, Delfim Neto não se atreve a erguer o dedo acusatório em direção a Dilma e seus rapazes do PT. Vale a pena ler. O ex-ministro faz uma análise arguta sobre a desindustrialização brasileira. Ele é desfibrado e oportunista politicamente, mas não é burro. Leia o resumo feito pelo economista 

1. A recente redução das perspectivas de crescimento do PIB de 2013 (que começou em torno de 4% e já anda em torno de 3%, com viés de baixa) deve-se, essencialmente, à pequena resposta da demanda da produção industrial nacional aos enormes estímulos fiscais, monetários, creditícios e subsídios que lhe têm sido concedidos.  Em outras palavras, o estímulo à demanda nacional "vaza" para a indústria estrangeira em lugar de ser suprida pela indústria nacional. Esse é um fenômeno geral, como prova o crescente saldo negativo do nosso balanço de transações correntes. E é fenômeno relativamente recente.
                     
2. Entre 2004-2006 (com referência a 2003-2005) as vendas do varejo cresceram praticamente à mesma taxa da produção industrial, 12,0% e 11,5%, respectivamente. No período 2010-2012 (com referência a 2007-2009), o varejo cresceu 27,2% e a indústria nacional 5,1%, revelando o "vazamento" da demanda interna para a oferta externa.

3. Notemos que a diferença entre os dois períodos é de apenas seis anos. Neles, de exportadores de produtos de linha branca, de vestuário, de bicicletas, de automóveis etc. transformamo-nos em importadores. Hoje nossas fábricas pedem recuperação industrial porque não têm como enfrentar a desleal concorrência externa (China, Índia, Taiwan, Coreia, México, Bangladesh e outros).

4. Há muitas explicações e múltiplas causas para isso. As mais importantes, entretanto, são duas: 1ª) destruímos o nosso sistema de tarifas efetivas protegendo os setores de insumos básicos e 2ª) produzimos uma violenta valorização do câmbio pelo aumento do salário nominal muito acima da taxa de câmbio nominal.

135 prefeitos gaúchos do PMDB vão hoje a Temer para apoiar Dilma em 2014. Próximo passo poderá ser aliança com Tarso em 2014.

Depois de ter recebido para jantar a bancada de deputados federais, o vice-presidente Michel Temer recepcionará esta noite 135 prefeitos do PMDB do RS. Dilma estará presente ao convescote, além dos presidentes da Câmara e do Senado, deputados federais e os 5 ministros do PMDB. O ex-deputado Eliseu Padilha, presidente nacional da Fundação Ulisses Guimarães, disse ao editor que os prefeitos gaúchos precisam que o Partido esteja alinhado com o PMDB nacional e com isto sintam-se confortáveis como membros da base aliada, beneficiando-se do governo ao qual pertencem.

. A reunião de Temer com os deputados estaduais será na semana que vem.

. A costura administrada pelo ex-deputado gaúcho Eliseu Padilha, visa afivelar o apoio do PMDB à candidatura de Dilma Roussef nas eleições presidenciais do ano que vem. O apoio ao governo já transitou em julgado, mas ainda não foi oficializado. Eliseu Padilha avisou: "Quanto ao RS, trabalho por candidatura própria do PMDB em 2014, mas para 2018 é preciso pensar em abrir o leque de alianças".

- Depois de completada a tarefa de apoio à reeleição de Dilma, o deputado Eliseu Padilha poderá iniciar articulações para a formação de uma aliança também no RS. Setores do próprio PT, como o secretário da Agricultura, Mainardi, já tornaram pública sua vontade da aliança. Uma das alternativas admitidas para negociações é uma chapa que emplaque José Ivo Sartori ou Germano Rigotto, PMDB, para governador, e Tarso Genro para senador. 

Tarso admite continuar com os comunistas no governo, mas expurgou o PCdoB da Fepam

O PCdoB do RS não se constrangeu nem um pouco com o expurgo que o governador Tarso Genro promoveu na secretaria estadual do Meio Ambiente, Sema, e na Fepam, e procurou-o no Palácio Piratini para mendigar sua continuação no governo do PT.

. Tarso Genro avisou aos comunistas que eles não se comportaram bem na Sema e no Fepam, admitiu que se o PCdoB tiver um nome preparado poderá manter o Partido na Sema, mas avisou que não continuará leiloando entre os Partidos da base aliada a presidência da Fepam.

- Na semana passada, ainda em Israel, o governador admitiu ao repórter André Machado que sabia do desenrolar da Operação Concutare antes mesmo dos anúncios de prisões. A declaração de Tarso foi publicada por Zero Hora na sexta-feira. Apesar de saber de tudo, o governador nada falou ao PCdoB e até admitiu nomear Fernando Niebersberg para a Sema, sabendo que ele era o objeto principal das investigações da Polícia Federal. 

Veja e ouça Lobão falando sobre seu novo livro politicamente correto

Na entrevista que concedeu a Danilo Gentili, da Band TV, Lobão enfrenta as críticas feitas à sua recente (e polêmica) entrevista dada à Folha e as discussões em torno de suas visões políticas

. Eis o que disse o ex-cantor Lobão : "Eu não aguento mais o Brasil do jeito que está, esta palermice,
este pseudo-consenso. Eu sinto vontade de falar. Mas não que eu seja dono da verdade absoluta.
Tudo o que recebi até agora foram ameaças de morte. Estou me cagando de medo de levar um tiro
na boca. Estou muito aberto para falar com todos."

. Os comentários do ex-cantor ocorreram em sessão de autógrafos de seu livro "Manifesto do Nada na Terra do Nunca". Ele se diz ameaçado por partidários do Governo Federal que o chamaram de "reacionário"(?).  

CLIQUE AQUI para ver.

MPE e Polícia descobrem fraudes em leite vendido no Noroeste do RS


Marcas como Bom Leite e Mu Mu estão entre as cinco denunciadas pelas fraudes. 

Pelo menos 10 mandados de prisão e oito de busca e apreensão foram realizados nas cidades de Ibirubá, Guaporé e Horizontina, RS, para amealhar provas no âmbito da investigação iniciada pelo MPE e que compreende fraudes no envasamento e fornecimento de leite para indústrias do Estado. A investigação é comandada pela Promotoria de Justiça Especializada Criminal, em conjunto com a de Direito do Consumidor e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Cinco empresas de transporte de leite são suspeitas de adulterarem o material antes de entregá-lo às indústrias.

. Depois de pegar o leite com os produtores, os atravessadores adicionariam ureia no leite, a fim de mascararem a adição de água de poço no alimento. Análises de leite cru identificaram a presença de formol, substância cancerígena da ureia, no material.

. As fraudes visavam lucros de  10% além dos 7% já pagos sobre o leite cru, algo como R$ 0,95 no litro. As empresas colocavam, na proporção: um quilo de ureia para 90 litros de água em mil litros de leite. A estimativa é de que o esquema tenha fraudado mais de 100 milhões de litros de leite no período de um ano.