15 mil soldados russos já ocupam a Criméia, república autônoma da Ucrânica.

O embaixador ucraniano na ONU, Yuriy Sergeyev, afirmou que mais de 15.000 soldados russos já estão na Crimeia. Ele fez um apelo aos países-membros do Conselho de Segurança para que tomem uma posição contra o que chamou de “claro ato de agressão da Rússia”. “As tropas já estão lá, e o número está aumentando a cada hora”, disse, pedindo o envio urgente de observadores internacionais ao país.

. Esta tarde, Barack Obama telefonou para Putin. Eles falaram durante 90 minutos. Obama exigiu que Putin retire suas tropas e cesse as hostilidades militares. Na ONU, o Conselho de Segurança tenta reunião de emergência. 

Roberto Rachewsky ensina que na Venezuela e na América Latina falta fazer a revolução capitalista

No artigo que assinou hoje no jornal Zero Hora, Roberto Rachewsky, Porto Alegre, conselheiro do Instituto de Estudos Empresariais, analisa o caso de Caracas para relembrar o caráter tirânico de El Libertador, Simón Bolívar, para lembrar que seus sucessores de hoje são da mesma estirpe. Leia o trecho a seguir, pinçado pelo editor, e ao pé da nota clique no link para examinar todo o artigo:

Desde os primórdios, a Humanidade segue por caminhos diversos, que se chocam sistematicamente. Um mantém o homem como um ser sinistro, místico, afeito à violência, avesso ao entendimento, à cooperação, ao uso da razão. Outro, que ilumina a mente através do reconhecimento da realidade, da eleição de princípios éticos que enobrecem e fazem com que todos prosperem. O primeiro caminho é trilhado por bandos. O segundo, por indivíduos.
Sob o triplo jugo da ignorância, da tirania e do vício, chegamos até aqui, convivendo com a violência e a miséria, resultados de uma cultura retrógrada, eivada de coletivismo, focada na luta política deletéria e cega ao caos social institucionalizado.
Construir nosso futuro em direção do desenvolvimento é possível e necessário.
John F. Kennedy dizia: “Aqueles que tornam impossível uma revolução pacífica tornam inevitável uma revolução violenta”.
A revolução pacífica, que ainda não passou por aqui, chama-se capitalismo. Sistema social que transforma a sociedade naturalmente, criando o novo e o melhor, destruindo o obsoleto e o ruim, sem violência.
Entender que o indivíduo é um fim em si mesmo, que tem o seu próprio propósito de vida. Que as relações sociais devem ser livres, espontâneas e voluntárias, em regime de cooperação para benefício mútuo, criando valor para todos, são as condições básicas para uma revolução pacífica perene que gere paz e prosperidade.

Temos insistido no outro caminho, do uso da força e da opressão. Enquanto assim for, veremos o que sempre se viu, a violência como padrão de revolução.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Padilha diz que não usa a máquina do PMDB nacional para apoiar Ziukolski

O deputado Eliseu Padilha jura que não usa a estrutura milionária da Fundação Ulysses Guimarães, da qual é presidente nacional, para catapultar a candidatura de Paulo Ziukolski na disputa interna dentro do PMDB.

. Nas últimas semanas, o deputado tomou a liderança do movimento, liderando toda a ofensiva a partir do seu bem montado escritório de Porto Alegre. 

Parlamento autoriza invasão russa da Ucrânia

A Globo diz que os soldados da foto são russos e ocupam posições estratégicas na capital da Criméia, província da Ucrânia que se rebelou contra o novo governo de Kiev. 



A Câmara Alta do Parlamento russo aprovou por unanimidade o pedido do presidente russo, Vladimir Putin, de usar as forças armadas na defesa dos interesses dos cidadãos russos em qualquer parte do território da Ucrânia. A aprovação veio após o presidente do Conselho de Ministros da região ucraniana da Crimeia, Sergiy Aksyono, fazer um apelo a Moscou para ajudar a “manter a paz e a tranquilidade” do território cuja população é majoritariamente russa.

. A província da Criméia, na fronteira com a Rússia, região de maioria de descendentes russos, foi dominada por aliados de Moscou e soldados estrangeiros já estão lá. Obama, nos EUA, avisou que não ficará inerte diante da agressão. 

. O caso se agrava porque o presidente da Ucrânia foi deposto, exilou-se na Rússia, enquanto setores políticos hostis aos russos ocuparam o poder em Kiev. 

Nobel da Paz, Oscar Arias: "A Venezuela é o inferno das perseguições"

Nem o carnaval antecipado e nem o calor do forte verão foram capazes de superlotar as belas praias da Venezuela, porque o povo está nas ruas protestando. A foto de Dolar Today, ao lado, mostra que nas praias só estão as cruzes dos patriotas e democratas assassinados pela opressora ditadura chavista. 



Manifesto

Quiero sumar mi voz a un coro de preocupación que recorre buena parte de nuestra América.
Miles de estudiantes y opositores al gobierno del Presidente Nicolás Maduro en Venezuela fueron brutalmente atacados con armas de fuego por los cuerpos de seguridad.
En ningún país verdaderamente democrático uno va a prisión o es asesinado por pensar distinto o por querer manifestar su oposición a las políticas del gobierno. Venezuela puede hacer todos los esfuerzos de oratoria que desee para vender la idea de que es una verdadera democracia, pero con cada violación a los derechos humanos que comete niega en la práctica esa afirmación, porque reprime la crítica y la disidencia.
Todo gobierno que respete los derechos humanos debe respetar el derecho de su pueblo a manifestarse pacíficamente. El uso de la violencia es inaceptable. Recordemos la advertencia de Gandhi: “Ojo por ojo y todo el mundo acabará ciego”.
Siempre he luchado por la democracia y estoy convencido de que en una democracia, si uno no tiene oposición debe crearla, no reprimirla y condenarla a un infierno de persecución, que es lo que parece hacer el gobierno del Presidente Maduro.
Venezuela debe respetar los derechos humanos, sobre todo los derechos de sus opositores, porque no tiene ningún mérito respetar sólo los derechos de sus partidarios.
En algún momento de su vida dijo Martin Luther King Jr. que “…los lugares más calientes del infierno están reservados para aquellos que en un período de crisis moral mantuvieron su neutralidad. Llega el momento en que el silencio se convierte en traición”.
Por ello estoy consciente de que al hacer estas afirmaciones me expongo a todo tipo de críticas de parte del Gobierno venezolano. Me acusarán de inmiscuirme en asuntos internos, de irrespetar su soberanía y, casi con certeza, de ser un lacayo del imperio.
Sin duda, soy un lacayo del imperio: del imperio de la razón, de la cordura, de la compasión y de la libertad. No voy a callarme cuando se vulneran los derechos humanos.
No voy a callarme cuando la sola existencia de un gobierno como el de Venezuela es una afrenta a la democracia. No voy a callarme cuando se pone en jaque la vida de seres humanos, por defender sus derechos ciudadanos. He vivido lo suficiente para saber que no hay nada peor que tener miedo a decir la verdad.
________________________________________
Óscar Arias fue presidente de Costa Rica y obtuvo en 1987 el Premio Nobel de la Paz.

CLIQUE em dolartoday.com para ver mais fotos e notícias deste momento.


Governador do PT afronta STF e visita Zé Dirceu na cadeia da Papuda

Alvo de questionamento do Ministério Público pelas supostas regalias concedidas por seu governo aos condenados do mensalão nas cadeias do Distrito Federal, o governador Agnelo Queiroz (PT) fez uma visita secreta ao ex-ministro José Dirceu (PT-SP) na Penitenciária da Papuda, revelou reportagem publicada nesta sexta-feira, 28, na revista "Veja" que já está circulando. 

. A visita ocorreu no último dia 20 e não foi divulgada na agenda oficial do governador. O Governo do Distrito Federal (GDF) admite o encontro, mas alega que ele foi "casual". Em nota, explicou que Agnelo "aproveitou" uma inauguração em local próximo para, em seguida, fazer uma "inspeção" na Papuda.

O velho patriarca da dinastia ditatorial comunista recebe Lula em Cuba

Lula e Fidel. O outono do patriarca cubano aparece na foto em todo o esplendor da sua decrepitude física, moral e ética. 


O ex-presidente Lula, chefe do PT, entregou nesta sexta-feira uma camisa da seleção brasileira ao ex-presidente cubano Fidel Castro.

. O velho patriarca da dinastia comunista que governa Cuba, aparece na foto com todo o esplendor da sua decrepitude física, que não é maior do que a decadência moral e ética em que se envolveu ao longo de 50 anos da sua ditadura familiar.

. Lula está desde o começo da semana em Havana, publicamente para discutir o momento da esquerda na América Latina, como a crise política na Venezuela, econômica na Argentina e eleições no Brasil. Lula e Fidel estariam preocupados com o fim da hegemonia esquerdista nos três Países. 

PSDB pedirá ajuda à ONU, OIT e OMS para libertar médicos-escravos cubanos no Brasil

O líder do PSDB na Câmara, Antônio Imbassahy), anunciou mais uma série de ações sobre o programa Mais Médicos "em virtude das informações reveladas pela imprensa de que o modelo de contratação dos médicos de Cuba não é igual ao adotado por outros países, como afirma o Ministério da Saúde, e também pela falta de transparência sobre as condições de admissão dos profissionais cubanos".

. O líder tucano apresentará pedido junto à OIT para que seja investigada a "provável" condição de escravidão a que estão submetidos os médicos cubanos e encaminhará também carta de alegações à ONU e à OMS 25

Pozzobom quer CPI do Kilowatt para saber quem é "leviano" no governo Tarso

Os deputados Jorge Pozzobom, PSDB, e Marcelo Moraes, acham que chegou a hora de pedir a CPI do Kilowatt.

. A operação policial desvendeou malfeitorias na secretaria de Obras, mas o secretário Luiz Carlos Busatto repete para quem quer ouvir que as denúncias são "levianas".

. É o governo atacando o governo.

. O presidente da Assembléia, Gilmar Sossela, recebeu requeruimento formal de Pozzobom e Moraes para que convoque os secretários de Obras (investigado) e de Educação (denunciante), mais o Chefe de Polícia (investigador) para que diga quem é leviano no caso.

Críticos de Tarso criticam o que chamam de Territórios da Paz Eterna.

Entre a oficialidade e delegados mais críticos do governo do PT, eis como passou a ser conhecido o fracassado projeto de Territórios da Paz, obra imortal do criativo governo Tarso Genro:

- São Territórios da Paz Eterna.

. É que neles os bandidos morrem mais em confrontos com a polícia ou em lutas internas.

. Dilma Roussef, quando assumiu, percebeu o equíovo e acabou com o programa implementado por Tarso no governo Lula, que ele recrudesceu ao chegar ao Piratini.

Coronel Riccardi reage aos ataques de Kopittke: "Logo quem !"

O tenente-coronel Riccardi Guimarães, presidente da Associação dos Oficiais da B rigada Militar, não gostou dos postos que contra ele foram colocados nas redes sociais pelo vereador Alberto Kopittke Winogron, do PT. Ele ditou ao editor esta curta resposta aos ataques:

- Logo quem !


. O coronel disse ao editor que seu DNA prova quem ele é de verdade. 

Neste sábado, nova jornada de protestos volta a emparedar o governo bolivariano da Venezuela

CLIQUE AQUI para ver fotos e ler notícias do blog Dolar Today deste sábado, demonstrando que a guarda pretoriana bolivariana usou novas táticas de emboscada para prender manifestantes.,


Num sábado de novas jornadas de protestos contra o governo de Nicolás Maduro, 41 pessoas foram presas pelas autoridades venezuelanas neste sábado por armar barricadas e bloquear estradas no município de Chacao, na região metropolitana de Caracas. Entre os manifestantes detidos estão oito estrangeiros, "procurados por terrorismo internacional", segundo declarou Teresa Maniglia, chefe de imprensa do governo, no Twitter.

. Um dos principais focos dos protestos contra Maduro, Chacao voltou a registrar enfrentamentos entre manifestantes e forças de segurança na noite de sexta-feira. Policiais dispararam várias bombas de gás lacrimogêneo para dispersar a multidão. Confrontos também ocorreram em El Rosal, no leste da capital, onde centenas de pessoas bloquearam ruas e jogaram pedras na polícia. Bombas de gás foram lançadas contra os manifestantes. Serviços de saúde locais informaram pelo menos vinte feridos no protesto, entre eles pessoas intoxicadas pelo gás.. 

.  As barricadas também forçaram dezenas de pessoas a andar vários quilômetros para chegar às suas casas e a algumas lojas que abriram na sexta.


. A Venezuela vive uma onda de protestos desde o dia 12 de fevereiro que levaram a confrontos entre as forças de segurança e grupos violentos que protestam contra as políticas do governo. Os enfrentamentos tiveram como consequência, até o momento, 17 mortes e mais de 200 pessoas feridas.