Ibsen, ao contrário de seus colegas, não usa as redes sociais para a divulgação de seu trabalho

Diferentemente de todos os seus colegas de partido – e, de resto, da quase totalidade dos parlamentares gaúchos -, o deputado estadual Ibsen Pinheiro não se vale da rede social Twitter para comunicar à mídia e aos eleitores sobre seu trabalho no Parlamento.

Ele até mantém uma conta no Twitter, que foi bastante utilizada durante a campanha eleitoral do ano passado, mas a última postagem foi feita em 3 de outubro, antevéspera da eleição, desprezando seus mais de  600 seguidores.

Na mesma situação se encontra sua rede social Instagram. Já o site www.ibsenpinheiro.com.br foi tirado do ar.

Como se fosse um turista no Brasil, Wagner diz que investigação de políticos envolvidos no Petrolão vai causar turbulência

O ministro da Defesa Jaques Wagner (PT) disse nesta segunda-feira que o pedido de investigação de políticos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras causará "turbulência" no momento em que o país precisa de "calma e tranquilidade".

Como se houvesse vivido na lua nos últimos meses e desconhecesse a imensa instabilidade que a Operação Lava Jato está causando no governo, o ministro disse ainda que "qualquer fato novo com esse tipo de característica de denúncia, de inquérito, tira a tranquilidade momentaneamente de qualquer instituição."

Professores de Pelotas ganham o direito de receber o piso nacional do magistério

Quatro professores municipais de Pelotas obtiveram na Justiça o direito de receber o piso nacional da categoria. Não foi a primeira decisão favorável aos docentes, mas o Município recorrera, alegando que, somados os subsídios e os adicionais, o salário pago alcançava valor maior que o do piso.

A justificativa foi insuficiente para a 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, que manteve decisão anterior a favor dos servidores. Além de receber o piso, os professores também terão direito às parcelas atrasadas

Embora ainda caiba recurso, a decisão abre precedente para pedidos semelhantes.

Marcha sobre Brasília dá sinais no entorno da Capital. Caminhões aglomeram-se para manifestações de terça na Esplanada dos Ministérios.

Ao lado, uma das entradas de Brasília, esta tarde. Só a partir das 18h os líderes do movimento começaram a ordenar o ingresso na Capital.

Os líderes dos caminhoneiros passaram o dia todo no Congresso e também na sede do governo do Distrito Federal.

A Marcha sobre Brasília não foi desativada.

Nas entradas da cidade e nos postos de gasolina, dezenas de caminhões aglomeram-se para penetrar na Capital.

A idéia é forçar grande manifestação pública nesta terça de manhã.

CLIQUE AQUI para examinar video com apelo para Marcha sobre Brasília.

Governo começa a abrir o jogo sobre as finanças do Estado para a base aliada

O secretário da Fazenda, Giovani Feltes irá se reunir com a bancada do PMDB na Assembleia Legislativa na quarta-feira, para fornecer aos deputados mais detalhes sobre as finanças do governo.

Durante a semana, outras reuniões serão marcadas com as demais bancadas da base para definir estratégias.

Saldo da balança comercial é o pior da história para meses de fevereiro

A balança comercial brasileira, que é o resultado das exportações e importações do país, registrou em fevereiro o pior resultado da história para o mês. O déficit somou 2,84 bilhões de dólares. Na quarta semana do mês passado, a balança teve um déficit de 1,06 bilhão de dólares, com vendas externas de 3,08 bilhões de dólares e importações de 4,147 bilhões de dólares.

O resultado de fevereiro é composto por exportações de 12,09 bilhões de dólares, queda de 15,7% em relação a 2014, e importações de 14,93 bilhões de dólares, o que representa recuo de 8,1% sobre os resultados do mesmo mês do ano passado.


O saldo negativo ficou levemente acima do teto das expectativas de mercado, que apontavam para um déficit comercial de 1,50 bilhão de dólares a 2,80 bilhões de dólares, com mediana negativa de 2,40 bilhões de dólares.

Tropas do governo do PT reprimem pela violência os grevistas que bloqueiam a BR-116 em Camaquã, RS

Liberada no início da tarde desta segunda-feira após mais de 15h de bloqueio, a BR-116, em Camaquã, é palco de uma verdadeira batalha campal neste momento (19h11min), porque as tropas do governo do PT resolveram usar de violência extrema para desalojar os caminhoneiros que voltaram a ocupar a estrada.

A foto ao lado, do jornal Zero Hora desta terça-feira, mostra a força repressora federal usando arma de fogo para atirar nos grevistas. Seis deles foram feridos. No Estado, 20 grevistas forfam presos ontem por ação das tropas repressoras do governo federal do PT.

A PRF e a Força Nacional de Segurança estão com efetivos até da Brigada do RS, usam armas de fogo, escudos e bombas de gás contra os grevistas.

As tropas são enfrentadas com paus, pedras e foguetes.

A categoria protesta por melhores condições de trabalho, como redução do preço do óleo diesel e dos pedágios.

Um leitor que mora em Camaquã e precisa viajar com urgência para Porto Alegre acaba de informar ao editor que é impossível sair da cidade, neste momento.

Nelson Jobim está fazendo seu pé de meia com a Operação Lava jato

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Nelson Jobim, que já defendia a empreiteira Odebrecht na Operação Lava Jato, foi contratado também pela Camargo Corrêa. Ambas estão envolvidas até o telhado na mega fraude da Petrobras.

Análise do editor - A medíocre aluna de economia da Ufrgs, aplica pitos públicos nos seus respeitados ministros do Planejamento e da Fazenda

Este material foi ostado por Polibio Braga on 1/03/2015 06:29:00 PM. Ele é republicado, porque Dilma repetiu o agravo, desta vez com um dos maiores expoentes brasileiros da Escola de Chicago, o seu próprio ministro da Fazenda, Joaquim Lewvy. Leia tudo - 

 O pito que Dilma Roussef passou publicamente no seu ministro do Planejamento, obrigando-o a recuar no discurso sobre reajustes futuros do salário mínimo, comprova apenas que a presidente não apenas dispensa gestos de cordialidade, mas além disto não sabe nada de economia.

Pior:

Dilma não sabe que não sabe.

Se alguém se detiver a investigar as atividades relacionadas com o modo como ela foi gestora de assuntos relacionados com a economia, sobretudo finanças, nas passagens por cargos públicos no RS, compreenderá melhor o sentido deste comentário.

O editor substituiu Dilma na secretaria da Fazenda e encontrou ali um cenário de devastação, resultado de gestão incompetente, indisciplinada e aventureira. Ela quebrou a prefeitura de Porto Alegre.

O pito a Nelson Barbosa é vexatório, poque foi aplicado a um doutor respeitado, justamente por uma aluna medíocre de economia pela Ufrgs. O ministro é doutor pela New School of Social Research, o famoso reduto de neo-marxistas americanos. Teoricamente, ele estaria blindado contra a ignorância da sua atual chefe.

Já passou a hora da Associação Brasileira dos Economistas preparar um abaixo assinado para expor claramente o festival de besteiras produzido pela presidente, expressando sua inconformidade com a ignorância econômica de Dilma, que presume possuir mestrado e doutorado, qualificações que durante algum tempo freqüentaram falsamente seus currículos.

Há bastante tempo Dilma perdeu a modéstia e por isto comporta-se como idiota.

A próxima vítima dos ataques psíco-neuróticos será com certeza o ministro Joaquim Levy, detentor de um currículo profissional e acadêmico fantástico para qualquer padrão nacional e internacional. 

 Fica claríssimo que a totalidade dos erros da política econômica do primeiro governo dilmista deve-se a Dilma e não a Mantega. Este ministro de boa paz, em que pese não primar pelo brilhantismo intelectual, pode se considerado Prêmio Nobel frente a Dilma.

Obras da ponte Laguna estão lentas porque governo Dilma deu calote na empreiteira

Nem a tão sonhada ponte estaiada Anita Garibaldi, que está sendo construída em Laguna, escapou do atraso generalizado de pagamentos das obras do PAC pelo governo federal. A ponte deveria ficar pronta em maio, liberando gaúchos e catarinenses de sofrimento sem fim, sempre que procuram as praias do Norte de SC. O consórcio Ponte de Laguna, que faz os trabalhos, não recebe desde o final do ano passado. Quinta-feira, o diretor nacional do Dnit, Adailton Cardoso Dias, informou ao deputado federal Ronaldo Benedet, SC, que até o final da semana passada seria depositada uma parcela de R$ 16 milhões, mas até ontem o parlamentar não tinha conseguido confirmar se o depósito foi efetuado. Espera ter a resposta hoje.

As informações são da jornalista Estela Benetti, Diário Catarinense de hoje, de quem é também o texto completo.

A preocupação é que a obra também tenha sido atingida pelos cortes feitos a empresas envolvidas na operação Lava-Jato da Petrobras, porque uma das que integram o consórcio é a Camargo Corrêa, cujos diretores podem acertar delação premiada nos próximos dias. Mas o diretor do Dnit negou essa vinculação a Benedet.

A estrutura da ponte está finalizada e o asfalto da rodovia começou a ser feito. O temor é de atraso por falta de recursos. 

O consórcio tem ainda mais de R$ 90 milhões para receber. Quando os pagamentos estavam dentro do cronograma, a previsão era de que a Ponte Anita Garibaldi seria concluída antecipadamente, dia 15 deste mês, o que seria daqui a duas semanas. Mas com a falta de recursos, a construtora reduziu o ritmo e pretende finalizar em maio, prazo previsto no contrato. É lamentável porque este é, hoje, o principal gargalo rodoviário do Estado e sua liberação é muito esperada por Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

PMDB deve definir hoje se terá candidatos à presidência ou haverá consenso em torno de Ibsen

O PMDB deve decidir nesta segunda-feira os nomes que irão concorrer à presidência estadual da sigla. Não está descartada a possibilidade de lançar chapa única, como desejam os apoiadores do deputado Ibsen Pinheiro, mas algumas frentes já estão com apoios consolidados.

Uma delas é representada pelo deputado Edson Brum, atual presidente da sigla e também da Assembleia Legislativa. Diversas lideranças já manifestaram o desejo de que Brum permaneça no cargo.

Em outra frente aparece o deputado federal Alceu Moreira, que busca apoio para sua candidatura, que já foi manifestado por colegas da bancada federal, do Parlamento gaúcho e no Interior.


Acostumado à fartura de recursos, cofres do PT gaúcho estão zerados

O PT gaúcho está se vendo em apuros para manter as contas em dia. Desde dezembro de 2014, a sigla não recebe recursos relativos ao fundo partidário, obrigando o presidente Ary Vanazzi a raspar as moedas do cofrinho.

A suspensão dos repasses, por um ano, deve-se a uma decisão da Justiça Eleitoral porque o partido não identificou, por meio dos CPFs, as doações de pessoas físicas para o processo de eleições internas do partido, em 2013. O PT gaúcho recebia, mensalmente, R$ 80 mil do fundo partidário.

Enquanto recorre da decisão, o partido terá de buscar outras alternativas financeiras devido à negativa do comando nacional em dar auxílio financeiro até que o imbróglio seja resolvido.

TSE mantém cassação do prefeito e do vice de São José do Norte

O Tribunal Superior Eleitoral manteve nesta segunda-feira a cassação do prefeito de São José do Norte, Zeny de Oliveira, e de seu vice, Francisco Xavier, ambos do PSDB. Os dois foram acusados de prática de captação e gastos ilícitos na campanha eleitoral de 2012, que culminou com sua vitória.

No processo, movido pela coligação Frente Popular, formada pelo PT, PDT, PSB, PTB, PV e PPS, foi alegado que os então candidatos usaram ônibus do Município para levar eleitores e simpatizantes da coligação para comícios e atos políticos.

Estado registra novos bloqueios de rodovias, ignorando decisões judiciais em contrário

Apesar de duas decisões judiciais, de âmbito estadual e federal, terem determinado aos caminhoneiros liberarem as rodovias no final de semana, esta segunda-feira começou com 46 pontos de bloqueio no Rio Grande do Sul.

Nas rodovias federais, são 20 pontos com manifestações. Nas estaduais, 26 bloqueios parciais. Na ERS-330, em Miraguaí, porém, o trânsito está totalmente interrompido.



PRF prende caminhoneiros que tentaram bloquear estradas

Pelo menos 10 caminhoneiros foram presos nesta segunda-feira em operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que busca desbloquear as rodovias do Estado.

Os manifestantes desrespeitaram a ordem judicial de não abordar caminhões. Cinco prisões ocorreram na BR 392, em Pelotas, e outras cinco na BR 386, em Tio Hugo.

Inflação já bate nos 7,47% na pesquisa do BC

Na semana de decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre o rumo da Selic, o Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 2, pelo Banco Central, revela que a mediana das previsões para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2015 passou de uma alta de 7,33% para 7,47%.

Há um mês, a mediana das estimativas para o indicador estava em 7,01%. Esta é a nona semana consecutiva em que há alta das previsões para o IPCA deste ano.

Balança comercial tem pior resultado para meses de fevereiro em 21 anos

A balança comercial brasileira registrou em fevereiro o pior resultado da história para o mês. O déficit somou US$ 2,842 bilhões, resultado de exportações de US$ 12,092 bilhões e importações de US$ 14,934 bilhões.

Na quarta semana do mês passado, a balança teve um déficit de US$ 1,063 bilhão, com vendas externas de US$ 3,084 bilhões e importações de US$ 4,147 bilhões.

O saldo negativo foi maior que o piso das expectativas de mercado que apontavam para um déficit comercial de US$ 1,500 bilhão a US$ 2,800 bilhões, com mediana negativa de US$ 2,400 bilhões.

Fernando Ritter é o novo secretário municipal da Saúde

O coordenador do programa de saúde básica do Município, Fernando Ritter, acaba de ser anunciado pelo prefeito José Fortunati como o novo titular da Secretaria da Saúde, em substituição a Carlos Casartelli, exonerado há uma semana. A secretária substituta será Fátima Ali, também técnica da pasta.

O secretário adjunto segue sendo Jorge Cuty, que já exercia o cargo na gestão de Casartelli. Alcindo Pavan, igualmente funcionário de carreira da prefeitura, foi indicado como gestor do Fundo Municipal de Saúde.

O nome de Ritter surgiu apenas no último minuto, em razão de sucessivos impasses entre Fortunati e o PTB, que reivindicava a manutenção da vaga. O próprio prefeito já havia autorizado a seus assessores comunicarem à diretora do Hospital de Clínicas, Elisabeth Collares, de que, caso a situação perdurasse, ela seria a nova secretária.

Lava Jato emperra concessões de aeroportos

A Operação Lava Jato teve como efeito colateral travar a terceira fase do programa de concessões de aeroportos brasileiros, prevista para este ano. Nem o mais otimista no governo prevê leilões de terminais tão cedo.

A iniciativa de segurar o andamento do programa se deve ao descrédito nas maiores construtoras do país, envolvidas com propina na Petrobras.

Com sorte, o programa será viabilizado na virada de 2015 para 2016. É nesta situação em que se encontra o Aeroporto Salgado Filho, de Porto Alegre.

Artigo, Vinicius Torres Freire, Folha de S. Paulo - A alma penada de Dilma Roussef

O que deve sentir ou pensar a presidente ao ver o enterro de indigente de seus planos econômicos?

"UM NEGÓCIO QUE era muito grosseiro;" "brincadeira que nos custa R$ 25 bilhões por ano". Foi com esse discurso de réquiem que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, enterrou o defunto que fora um dos planos mais estimados da primeira encarnação da presidente Dilma Rousseff: a redução de impostos que empresas pagam ao INSS.

O que a presidente sente ou pensa quando assiste à morte ingló- ria e ao enterro infame do seu programa econômico? O que diz a seus botões, durante a noite escura da alma, na solidão esplêndida do Alvorada?

Ela acredita nas fantasias mal escritas de seus discursos, que atribui a ruína que provocou a conjurações dos azares da economia do mundo?

Acredita, tal como algumas seitas de seus adeptos restantes, que foi vítima de conjurações de elites, "mídia" ou outro demônio? Vítima dessas elites a quem o governo paga e pagará juros aberrantes pela dívida que fez a fim de financiar uma fantasia caricata e transitória de progresso social, em vez de ao menos tentar cobrar-lhes mais impostos?

As elites, que tanto amaram o dinheiro de seu governo enquanto durou, que recebiam grana grossa para financiar a criação de oligopólios, ainda engolem meio trilhão de reais a juro quase zero, o "nacional-empresismo", outro programa que morre pelas mãos de tesoura de Levy.

Parece agora claro que Dilma não compreendia as consequências das encrencas enormes que criava, tal como endividar demais e levar à pindaíba o Tesouro Nacional e a Petrobras, para ficar nas mais rudimentares e estarrecedoras. Parecia mesmo convicta da eficácia de aplicar ao país uma versão decrépita, colegial e amadora do que imagina ter sido o desenvolvimentismo original, em si mesmo um "equívoco bem-sucedido", responsável por vários dos nossos horrores, como desigualdade, cidades monstruosas, ignorância de massa e elitismo disfarçado de "nacional e popular".

A presidente teria agora dúvidas? Ou balança a cabeça e tenta afastar a lembrança da lambança, tal como fazemos quando mentimos para nós mesmos a respeito dos nossos pecados? A julgar por biografias, histórias e exemplos vivos de poderosos vistos mais de perto, é provável que as perguntas sejam tão ingênuas quanto as ideias de Dilma.

Um político que chegou ao ápice do poder é quase tão oco quanto o tronco comido por cupins das árvores que desabam nas ventanias de São Paulo. Nesse quase vácuo há menos resistência para torcer seja lá o que tenha restado de ideias ou convicção. Até líderes maiores e melhores foram assim. Roosevelt tomou posse com um programa, começou a governar com outro e ainda mudou de ideia, com o que fez fama e história.


A alma de Dilma decerto não explica este quadriênio de perversões brasileiras, embora a presidente tenha se valido das oportunidades do governo imperial do país como poucos, encarnando a caricatura da Rainha de Copas. Mas o que explica ao menos o movimento dos seus humores? Dilma ora parece se debater furiosa dentro de uma bolha isolada mesmo das versões da realidade menos antipáticas a sua figura e a seu governo. Seria a fúria de alguém inquieta e ansiosa para voltar a sua vida passada, Dilma 1? Ou de uma alma penada sem rumo?

Sem problemas na cabeça, Dilma sai para compras em supermercados bem abastecidos do Uruguai

CLIQUE AQUI para ler, também, 'O isolamento de Dilma", Estadão deste domingo -

Livre, leve e solta, despreocupada em relação ao circo que pega fogo no Brasil, apresidente Dilma Rousseff resolveu fazer mais de suas escapadas neste sábado, durante passagem pelo Uruguai. Depois de participar da inauguração do parque eólico Artilleros, ao lado de José Pepe Mujica, Dilma fez compras em um supermercado em Montevidéu, perto do luxuoso hotel Sofitel, onde ficou hospedada.

Segundo o jornal uruguaio "El País", Dilma foi vista comprando artigos básicos, como leite, prevsenindo-se dfe possível crise de desabastecimento no Brasil. Clientes do supermercado e empregados a reconheceram e pediram para tirar fotos. A passagem pelo local foi rápida.

"Dilma em supermercado no Uruguai", postou uma usuária identificada como Denise Mota no Twitter, com a imagem da presidente no caixa do supermercado para pagar a conta. Em outra imagem, Dilma aparece posando para foto ao lado de funcionários do estabelecimento.

Em 2013, ficou conhecida a história das "fugas" da presidente por andar de moto pelas ruas de Brasília.

Depois da fuga ao supermercado, a presidente não acompanhou os ministros de Minas e Energia, Eduardo Braga, e das Relações Exteriores, Mauro Vieira, que saíram do Sofitel para jantar em um restaurante.


Dilma acompanhou neste domingo (1º) a solenidade de compromisso de honra e declaração de fidelidade constitucional do novo presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, mas não prestigiou a cerimônia de transmissão de mandato presidencial devido a duas agendas programadas para o Rio de Janeiro, por ocasião dos 450 anos da cidade.

Saiba quais são os 40 pontos de rodovias federais e estaduais bloqueadas no RS

Mal conseguiram comemorar a liberação das estradas federais e estaduais, ontem a noite, e os governos federal e estadual do RS tiveram que reconhecer que falharam na festa, porque neste momento os bloqueios ocorrem em 40 pontos diferentes do RS.

Acompanhe atualização das 13h10min:

Rodovias federais:
1) Camaquã (Posto Sim) BR-116 km 397
2) Cachoeira do Sul BR-153 km 372
3) Cachoeira do Sul BR-153 km 386
4) Júlio de Castilhos BR-158 km 265
5) Ciríaco (Cruzaltinha) BR-285 km 248
6) Bagé BR-293 km 182
7) Frederico Westphalen (Posto Lagoa) BR-386 km 36
8) Tio Hugo BR-386 km 213,5
9) Fontoura Xavier BR-386 km 268
10) Pelotas BR-392 km 66
11) São Sepé BR-392 km 297
12) Guarani das Missões (trevo de acesso) BR-392 km 638,9
13) Cerro Largo (trevo de acesso) BR-392 km 658
14) Palmeira das Missões (trevo com BR158 e RS569) BR-468 km 0
15) Bom Progresso (acesso Humaitá) BR-468 km 84,9
16) Três Passos (trevo de acesso) BR-468 km 99,7
17) Três de Maio BR-472 km 132,4
18) Santa Rosa (Fenasoja) BR-472 km 155
19) Santa Rosa (Guia Lopes) BR-472 km 167
Rodovias estaduais:
01) RS-126 km 107 Sananduva;
02) RS-135 km 038 Sertão;
03) RS-153 km 002 Passo Fundo;
04) RS-153 Barros Cassal;
05) RS-155 km 065 Santo Augusto;
06) RS-210 km 051 Boa Vista do Buricá;
07) RS-210 km 063 São Martinho;
08) RS-287 km 138 Candelária - com bloqueio para caminhões;
09) RS-317 km 030 Coronel Bicaco;
10) RS-324 km 030 Paraí;
11) RS-324 km 051 em Casca;
13) RS-324 km 083 Marau;
14) RS-324 km 102 Ronda Alta;
15) RS-330 km 038 Miraguaí;
16) RS-332 km 139 Espumoso;
17) RS-342 entroncamento com a BR-285 em Ijuí;
18) RS-406 entroncamento com a RS-324; em Nonoai;
19) RS-463 km 002 Tapejara;
20) RSC-467 km 020 Ibiaça;
21) RSC-470 km 182 Veranópolis;
22) RSC-472 km 013 Palmitinho;
23) RSC-472 km 041 Tenente Portela;
24) RS-480 km 035 São Vaneltim;

25) RS-514 km 070, Ajuricaba.

Fortunati anunciará esta tarde o nome do seu novo secretário da Saúde. Elizabeth Collares esta no topo das cogitações.

 O prefeito José Fortunati anuncia em coletiva, nesta segunda-feira, 2, às 15h, o nome do novo secretário de Saúde do município, do secretário substituto e do gestor do Fundo Municipal de Saúde. O anúncio será feito no gabinete do prefeito, no Paço Municipal.


No dia 23  de fevereiro, durante posse de novos secretários municipais, o nome mais cogitado para a pasta da saúde foi a da  médica Elisabeth Collares,C ex integrante da administração do Hospital Fêmina, e funcionária do quadro regular do Grupo Hospitalar Conceição.

MST é usado pelo governo do PT como tropa de choque para impedir acesso dos caminhoneiros a Brasília. Líderes do CNT já estão no Congresso.

Tropas de choque do governo, travestidas de MST, bloquearam ha pouco a BR-060, cercanias de Alexania, Goiás, 80 kms pelo acesso Sul de Brasília, tentando fazer o serviço sujo para o governo do PT e evitar a passagem dos comboios de caminhões para a Capital do Brasil.

É o exército bolivariano de Stédile, treinado e armado pelo governo da Venezuela,  mobilizado conforme pedido feito na semana passada por Lula.

A ação violenta do MST é criminosa.

O governo do PT parece não contar mais com as forças legais da ordem e apela para seus bandidos do MST.

A notícia é da CBN.

A foto é apenas ilustração e foi tomada noutro tipo de ação.

Agora há pouco, lideres dos caminhoneiros entraram no Congresso para negociações com líderes políticos.

Greve dos caminhoneiros atinge 7 Estados neste momento

Atualizado em 02/03/2015 11h52

GO, MS, MT, PR, RS, SC e SP registram bloqueios nesta segunda. Os caminhoneiros convocam colegas para um protesto em Brasília, hoje, esta tarde.

Dilma está incidindo em crime ao defender as empreiteiras, diz jurista Modesto Carvalhosa

O governo articula uma "anistia ampla, geral e irrestrita" para as empreiteiras na Operação Lava Jato, que investiga desvios de recursos em contratos da Petrobras,disse hoje em entrevista à Folha de S. Paulo o jurista Modesto Carvalhosa, 82, advogado especialista em direito econômico e mercado de capitais, que há mais de 20 anos estuda a corrupção sistêmica na administração pública brasileira.

Leia tudo:

Ao se negar a aplicar a Lei Anticorrupção, a presidente Dilma Rousseff comete crime de responsabilidade, com o propósito de proteger as empreiteiras, defende Carvalhosa. "Ela infringiu frontalmente o Estado de Direito ao se negar a aplicar a Lei Anticorrupção porque quer proteger as empreiteiras", afirma.
Com a falta de punição, prevê que as empreiteiras continuarão perdendo ativos, sofrerão multas no exterior e deverão ser declaradas inidôneas pelo Banco Mundial.

Folha - Como inibir a corrupção das empreiteiras?
Modesto Carvalhosa - Com a implantação da "performance bond". É um seguro que garante a execução da obra no preço justo, no prazo e na qualidade contratados. Elimina a interlocução entre as empreiteiras e o governo.
Quem determinaria essa exigência na Petrobras?
O regulamento da Petrobras já prevê essa possibilidade, não há necessidade de mudar a legislação. Isso poderia ter sido feito há muito tempo, ela já faz essa exigência para algumas fornecedoras. Mas não faz com as empreiteiras que corrompem.
O seguro de performance impediria os aditivos que perpetuam os superfaturamentos?
Impediria. Os empreiteiros não entregam a obra nunca, vão "mamando". Os recursos públicos "saem pelo ladrão".
Por que a Lei Anticorrupção não foi aplicada na Lava Jato?
Porque a presidente da República [Dilma Rousseff] já declarou que não vai processar as empresas, só as pessoas. Cabe ao Executivo aplicar a Lei Anticorrupção.
Ela está prevaricando?
Está incidindo em crime de responsabilidade no viés de prevaricação. Ela infringiu frontalmente o Estado de Direito ao se negar a aplicar a Lei Anticorrupção porque quer proteger as empreiteiras.
Quais são as alternativas e as consequências?
A Lei Anticorrupção tem o lado punitivo, mas tem o lado que pode beneficiar as empresas. Se fossem processadas e condenadas a pagar uma multa, estariam livres de outras punições. Pagariam a multa e poderiam voltar a ter crédito. Como bancos que pagaram multas em vários países e continuam operando.

CLIQUE AQUI para ler tudo.


Mercado prevê mais estagflação em 2015

CLIQUE AQUI para ler "Dilma beija a cruz", análise de Celso Ming para O Estado de S. Paulo -

Projeções do Boletim Focus, Banco Central, de hoje, 2015 (entre parênteses, números da semana passada)

PIB - Menos 0,58% (menos 0,50%)
Inflação do IPCA - 7,47% (7,33%)
Taxa básica de juros - 13% (12,75%)

Dilma sancionará, hoje, nova Lei dos Caminhoneiros

Dilma sancionará, hoje, sem vetos, a nova Lei dos Caminhoneiros. O autor da lei, deputado Jerônimo Goergen, não foi convidado para a cerimônia.

A sanção visa agradar os caminhoneiros em greve.

Rosseto continua fazendo contrainformação contra os caminhoneiros. Veja o resultado da sua colaboração com a Globo.

Ao lado, o bruxo comunista que repete Beria, desta vez em Brasília - O programa Fantástico de ontem a noite, que você poderá ver no link a seguir, em imagens e áudio, deixam claro que a Rede Globo foi pautada na reportagem pela secretaria Geral da Presidência. O programa não diz quem é o ministro, mas o titular é o gaúcho Miguel Rosseto, que na semana passada foi um dos coordenadores da reunião que resultou em acordo com líderes pelegos dos caminhoneiros. O ministro faz de tudo, mas parece perdido e isolado. Neste domingo ele chegou a fazer videoconferência com caminhoneiros de Chapoecó, SC, mas repetiu seu velho discurso surrado de quarta-feira da semana passada.  Rosseto é o bruxo comunista que acha que repete Beria, o açougueiro preferido de Stalin.

O governo federal liberou imagens para a Rede Globo, que ninguém mais divulgou e nem noticiou, com a prisão truculenta de 10 caminhoneiros do RS.

. As imagens cedidas pela Secretaria Geral da Presidência da República ainda mostram cenas de violência nas estradas. Em um vídeo gravado pela Polícia Militar de Santa Catarina no sábado (28), em Videira, manifestantes tentam virar um carro da PM. Miguel Rosseto divulgou as imagens para demonstrar que os caminhoneiros usam da violência. 

A reportagem também mostra como os bloqueios já afetam as economias do RS, SC e Paraná, sobretudo a de alimentos, mas a paralisação de indústrias e desabastecimento de combustíveis e supermercados começam a preocupar para valer.

Rosseto, comunista da linha mais xiita do PT, a DS, tenta fazer contrainformação, mas só tem produzido trapalhadas desde que assumiu a secretaria Geral de Dilma. 

CLIQUE AQUI para examinar tudo com muita atenção, mas preste atenção no nível de desinformação que Fantástico tenta passar, beneficiando as posições do governo federal. 

Volume de vendas no varejo do RS foi maior que a média brasileira em 2014

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS destaca aumento de 2,33% nas vendas do estado, enquanto a média brasileira não ultrapassou 2,23%, em comparação com todo ano de 2013. Os números finais do varejo do ano de 2014 apresentaram aumento do volume de vendas de 2,33% no Rio Grande do Sul, em comparação com o mesmo período do ano anterior. De acordo com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS, os dados do IBGE mostram que este crescimento foi maior que a média nacional, que não ultrapassou 2,23%.

Apesar do momento de desaceleração da economia, a expectativa era que o ano fechasse com percentuais de expansão um pouco maiores. O momento não é de comemoração. No entanto, os dados no Rio Grande do Sul foram positivos, em comparação com o restante do país. Os números dão um ânimo para este começo de 2015.

Nos dados que incluem as vendas de automóveis e materiais de construção, os números gaúchos também foram melhores que a média do país. No Rio Grande do Sul houve aumento de 0,28% nas vendas, em comparação com 2013, enquanto o restante do país apresentou resultado negativo de 1,66%.


Os dados do IBGE também mostram que houve aumento em diversos setores da economia, como consumo de combustíveis (+5,5%), supermercados (+1,56%), móveis e eletrodomésticos (+1,13%), produtos farmacêuticos (+6,57%), artigos de uso pessoal (+7,82%) e materiais de construção (+4,24%). Os gêneros do varejo que recuaram as vendas em 2014 foram de vestuário e calçados (-3,05%), publicações e artigos de papelaria (-4,25%) e materiais de escritório e informática (- 15,87%).

Saiba qual o tamanho do novo aumento selvagem das tarifas da CEEE, RGE e AES Sul

Mesmo depois do tarifaço de janeiro, os consumidores gaúchos não conseguiram livrar-se de novo pacote de maldades aplicado pelas três principais distribuidoras.

A partir de hoje, AES Sul, CEEE e RGE revisaram suas tarifas, tudo por conta da desonesta política energética do governo Dilma:

AES Sul, 118 municípios, 39,5%
CEEE, 71 mujnicípios, 21,9%

RGE, 264 municípios, 35,5%

Procon estadual e Procons municipais ignoram os tarifaços e não protegem os consumidores, preferindo autuar postos de gasolina e lojas de 1,99.

Alunos da rede de Porto Alegre voltaram as aulas nesta manhã

Mais de 50 mil alunos da rede pública municipal de ensino fundamental da Porto Alegre retornaram hoje às aulas em Porto Alegre. Para esse ano 860 novos alunos ingressam nas escolas municipais em vagas na Educação Infantil.

Assembléia ouvirá daqui a pouco os caminhoneiros do RS

A Comissão de Agricultura da Assembléia Legislativa do RS ouvirá hoje, 10h, representantes de caminhoneiros e produtores rurais para tentar encontrar uma solução aos problemas causados pela paralisação do transporte de cargas na estradas. 

A iniciativa édo deputado Adolfo Britto, presidente da comissão, não se sabe se algum representante do Governo federal estará presente.

A Assembléia do RS só agora passou a prestar atenção à greve dos caminhoneiros. 

Onyx antecipa ida a Brasília para ajudar a reabertura do diálogo com o Palácio dfo Planalto.

O deputado gaúcho Onyx Lorenzoni, DEM do RS, resolveu antecipar para hoje seu retorno a Brasília, movido pela urgência de ajudar nas negociações que farão esta tarde os caminhoneiros que foram em comboio para a Esplanada dos Ministérios.

A grande Marcha a Brasília chega hoje.

Os caminhoneiros querem reabertura do diálogo e o atendimento de suas demandas, com ênfase para redução do preço do diesel e aumento da tarifa de frete.

Ontem a noite, movido por informações desta página sobre batidas policiais nos caminhoneiros que edstavam em Luziânia, Goiás, o senador Ronaldo Caiado pássou a acompanhar tudo de perto e ajudar a resolver o imjpasse. Caiado é do DEM de Goiás.

CLIQUE AQUI para ver video sobre a Marcha sobre Brasília. Caminhoneiros são ovacionados por onde passam.

Zero Hora diz que servidores e fornecedores poderão receber com atraso em março

A cada mês menos R$ 400 milhões faltam ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul para saldar seus compromissos e pagar a herança de dívidas da antiga administração. Janeiro e fevereiro foram pagos em dia, mas março pode ter parcelamento de salários  e atrasos nos pagamentos de fornecedores, caso o governo Federal não repassar valores em atraso como o Fundo de Exportação, que é de R$ 120 milhões. Caso o recurso não chegue já é anunciada a possibilidade de atrasos no pagametno do funcionalismo e fornecedores.


O levantamento foi feito pelo jornal Zero Hora de hoje.

Bloqueios recomeçam fortes nas rodovias federais do RS

Não durou muito a comemoração do Palácio do Planalto, ontem a noite, porque depois de apenas duas horas desafogo, recomeçaram  os bloqueios nas estradas federais do RS. No começo da manhã desta segunda-feira, há cinco pontos com bloqueios no Estado, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os protestos já duram 13 dias no País e 7 no RS. Ontem a noite, a PRF chegou a festejar o total desbloqueio das rodovias no Estado. Saiba quais são os bloqueios:

Camaquã: BR-116, km 407
Camaquã: BR-116, km 397
Camaquã: BR-116, km 405
Soledade: BR-386, km 243
Fontoura Xavier: BR-386, km 268

Manifestantes voltaram a bloquear a BR-116, em Camaquã, no Sul, às 21h30min deste domingo. Segundo a PRF, além de dois pontos com bloqueios, houve queima de pneus e um carro foi incendiado. Além disso, há informações de que veículos foram apedrejados também na região.


Na madrugada desta segunda-feira, a RSC-470, em Garibaldi, houve um bloqueio por de pelo menos uma hora, pouco depois da 0h30min. Conforme o Grupo Rodoviário da Brigada Militar de Bento Gonçalves, os manifestantes atearam fogo em pneus na altura do quilômetro 22, no trevo da Telasul.