Tarso, Boff e seus aliados escolheram o lado perverso da força

O ex-governador Tarso Genro não se atreveu a ir tão longe quanto foi o renegado frei Leonardo Boff, conterrâneo do mensaleiro foragido Henrique Pizzolato, mas assim mesmo produziu esta onanista peça sofismática e mistificadora no seu Twitter de hoje:

Ser ou não ser" Charlie é questão de opção, o essencial é sermos contra "respostas" de barbárie e nos unirmos pela democratização da mídia.

O auto-intiulado  Leonardo Boff foi mais explícito e explica por que também 'não é Charlie':

-  Na religião muçulmana, há um princípio que diz que o Profeta Maomé não pode ser retratado, de forma alguma. Esse é um preceito central da crença Islâmica, e desrespeitar isso desrespeita todos os muçulmanos. Fazendo um paralelo, é como se um pastor evangélico chutasse a imagem de Nossa Senhora para atacar os católicos… Qual é o objetivo disso? O próprio Charb falou: 'É preciso que o Islã esteja tão banalizado quanto o catolicismo'. 'É preciso' porque? Para que?

. Tarso, Boff e revisionistas como eles. não entendem que ninguém está discutindo o conteúdo das mensagens da revista atacada selvagemente, mas o ataque direto à liberdade de expressão e portanto aos princípios mesmos do estado democrático de direito que fundamentam a república - aos valores da civilização judaido-cristã ocidental, pilar de todo o nosso modo de existir. 

. Ambos querem sufocar a liberdade de expressão por outros meios, mas perseguem os mesmos objetivos dos irmãos franco-argelinos. 

. Ao proclamar que não são Charlie, Tarso e Boff insultam a inteligência, perfilam-se do lado negro da força e revelam o caráter perverso das teses que defendem. 

Simon em entrevista para as amarelinhas de Veja: "Lula morre abraçado aos mensaleiros e aos ladrões da Petrobrás"

Excertos da entrevista deste final de semana do senador Pedro Simon, conforme transcrição do jornalista Adriano Geolin:

Sobre Lula, o chefe da quadrilha do Mensalão e do Petrolão
O Lula foi a maior decepção de toda a minha carreira. Ele tinha uma bandeira, tinha uma história, e agora está morrendo abraçado ao José Dirceu, aos mensaleiros e aos ladrões da Petrobrás.

Sobre o Congresso
É um ajuntamento de corporações - sindicatos, empreiteiras, multinacionais. Ninguém ali fala pelo povo. 

Sobre a crise política
Nunca vi um momento tão dramático. Estamos diante de um dos emaiores escândalos de corrupção do mundo.

Sobre o governo Dilma
Vimos o fim de um governo melancólico e agora assistimos o começo de outro governo igualmente melancólico. 

Natal Luz termina neste final de semana. Evento levou 1 milhão de turistas para Gramado.

Esta é a última semana do Natal Luz, que terá forte programação em Gramado. Trata-se do maior evento do gênero no País.

. A prefeitura da cidade de 40 mil habitantes estima que 1 milhão de turistas terão passado por Gramado durante o Natal Luz.

. As estimativas são de que pelo menos 4 milhões de pessoas visitaram a cidade no ano passado.

CLIQUE AQUI para examinar programação, preços, ingressos.

PT e Dilma querem cadeia contra quem critica homossexualismo e assemelhados dp Brasil. Vem aí a Lei Maria do Rosário.

Cobrada por movimentos sociais, a presidente Dilma Rousseff pretende priorizar em seu segundo mandato duas mudanças de lei: a criminalização da homofobia e a investigação obrigatória para mortes decorrentes de ações com policiais. Ministros disseram ao jrornal Folha de S. Paulo que ela quer uma lei específica para homofobia, assim como existe a Maria da Penha para a violência contra a mulher.

. Um projeto sobre o tema está em debate no Senado há oito anos, mas será arquivado por tramitar há mais de duas legislaturas, como prevê o regimento. Líderes religiosos são contra a proposta.

. Entidades como a ABGLT e o Grupo Gay da Bahia consideraram o arquivamento "um desastre". O movimento pleiteia que a homofobia seja equiparada ao crime de racismo.


. A ideia do governo é apoiar um projeto da deputada Maria do Rosário (PT-RS), mais abrangente que o do Senado: tipifica crimes de ódio e intolerância contra vários grupos.

PT inicia Bolsa Pronatec para treinar travestis e transexuais de SP

Bolsa de salário mínimo mensal (R$ 788), a princípio, vai ajudar cem travestis e transexuais a voltarem a estudar e a se matricularem em cursos do Pronatec na capital paulista.

. A iniciativa do prefeito Fernando Haddad (PT) é inédita na América do Sul, mas ele quer ampliar o programa para atingir maior número de travestis e transexuais, expandindo a ajuda para assemelhados de todos os gêneros.

. O programa não contempla um só heterossexual, mesmo que estes queiram matricular-se no Pronatec. A idéia do prefeito Haddad e do PT é transformá-los em minorias para então propor ajuda. 

Retraçãol industrial empurra o PIB para o precipício. Números de 2014 indicarão ano de recessão.

A permanecer o ritmo atual e com a queda inesperada de novembro, a indústria caminha para fechar 2014 com o pior desempenho desde 2009, quando o Brasil sentia os impactos da crise global.
A produção do setor caiu 0,7% de outubro a novembro, disse o IBGE. Trata-se da perda mais intensa desde junho.
Diante do desempenho, dado o peso da indústria na economia, passaram a considerar a possibilidade de um PIB negativo em 2014.
Com esse cenário, é praticamente certo que a indústria terá o pior desempenho desde a queda de 7,1% de 2009.
O acumulado em 12 meses já supera a perda de 2012 (2,3%) e é improvável que o resultado de dezembro, sozinho, mudará a situação.
Ante novembro de 2013, houve retração de 5,8%. No ano, a produção acumula queda de 3,2%. Em 12 meses, o recuo também é de 3,2%.
Sérgio Vale, da MB Associados, diz que o resultado abaixo do esperado reforça a possibilidade de crescimento nulo do PIB --antes, sua previsão era de alta de só 0,1%.
"Esse resultado faz [da indústria] parte ainda de choque negativo que varreu a economia após a reeleição da presidente. Com o mundo crescendo pouco, o que é mais relevante para a exportação do que o câmbio [dólar em alta], o setor externo também não consegue colaborar."

Divulgado na segunda (5), o mais recente relatório Focus, pesquisa feita pelo Banco Central com economistas, mostra previsão de alta de 0,15% para o PIB de 2014.

Artigo, Guilherme Fiúza, O Globo - Tomara que caia

Quem, em sã consciência, pode apostar que um grupo que se enraizou no Estado brasileiro para saqueá-lo fará tudo diferente agora? Ao ser diplomada no TSE para o novo mandato, Dilma Rousseff propôs um pacto nacional contra a corrupção. Quase na mesma hora, a Controladoria-Geral da União afirmava que a compra da Refinaria de Pasadena não foi um mau negócio, foi má-fé. Dilma presidia o Conselho de Administração da Petrobras, responsável pela aprovação da negociata. A dúvida é se os critérios para a compra da refinaria e para o pacto anticorrupção serão os mesmos. O Brasil precisa saber urgentemente qual será o papel do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, no pacto nacional contra a corrupção. Nas investigações da Polícia Federal, Vaccari é acusado de beneficiário do esquema do petrolão, e de injetar propinas na campanha de Dilma - essa mesma que foi reeleita e diplomada declarando guerra à corrupção. As faxinas da presidente deixariam o FBI de cabelo em pé.
Os EUA, aliás, já foram apresentados às entranhas do governo popular, com a chegada do escândalo da Petrobras à Justiça americana. O problema é que lá não tem um Lewandowski ou um Dias Toffoli para tranquilizar os companheiros na última instância. Também não tem um ministro da Justiça servindo de garoto de recados do marqueteiro petista. Como incluir os americanos, holandeses e suíços lesados pelo petrolão no pacto contra a corrupção? Será que o apoio deles custa mais do que os da UNE e do MST? Uma das ascensões políticas mais impressionantes nos últimos anos foi a do ex-deputado André Vargas. Virou secretário de comunicação do PT e chegou a falar grosso com o STF no julgamento do mensalão - cuja transmissão televisiva ele queria embargar. Depois provocou Joaquim Barbosa publicamente, fazendo a seu lado o gesto do punho cerrado dos mensaleiros. André Vargas chegou à vice-presidência da Câmara dos Deputados, nada menos. Aos inocentes que não entendiam aquela ascensão meteórica, veio, enfim, a explicação: Vargas era comparsa do doleiro Alberto Youssef, o operador do petrolão.

Essa singela crônica de sucesso mostra que hoje, no Brasil, não há nada mais claro e seguro do que a lógica de funcionamento do PT. A qualquer tempo e lugar que você queira compreendê-la, o caminho é simples: siga o dinheiro.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Petrobras aponta culpa de ex-diretores em prejuízo no Comperj

Em reportagem assinada hoje por Alexandre Rodrigues, o jornal O Globo informa que finalmente a estatal informou à CVM que responsabilizou Paulo Roberto Costa e Renato Duque, os dois réus do Petrolão que meteram a mão em propinas que separaram para si mesmos e para o PT e seus aliados.

Em um comunicado enviado na sexta-feira à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Petrobras informou que os ex-diretores de Abastecimento Paulo Roberto Costa e de Serviços Renato Duque foram responsabilizados por irregularidades identificadas pela estatal nas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

. Os contratos foram alvo de uma das comissões internas de apuração abertas em 2014 pela Petrobras para investigar suspeitas levantadas pela Operação Lava-Jato.


. Os dois ex-executivos da Petrobras teriam pressionado técnicos da estatal e levado a empresa a comprar equipamentos pesados para o Comperj a partir de abril de 2010, antes da conclusão do desenho final do empreendimento, que está em construção em Itaboraí (RJ).

CLIQUE AQUI para ler mais.

Artigo, Marcelo Blaya Perez, Zero Hora - Velhices boas e más

Acabo de ver Alive Inside _ A story of music and memory, filme de 2014 que mostra a tragédia de 1,6 milhão de pessoas confinadas em 16 mil “lares de idosos” nos Estados Unidos.
Poucas pessoas optam por viver nesses lares. O mais comum são idosas/os que, incapazes de viver com seus recursos, rejeitados pelas famílias, são coagidos a viver nesses lares.
Uma pessoa arrancada de seu mundo e confinada num mundo estranho tem suas funções somáticas e psicológicas agravadas. Dessas, a mais danificada é a memória, desligando a pessoa de seu passado, base de sua personalidade. Umas retraem-se, caladas, olhos fechados, isolam-se. Outras revoltam-se, buscam formas de escapar. Medicadas com drogas, se aquietam.
O filme mostra como a música ressuscita esses “mortos” e pode ajudá-los a voltar a serem velhos normais.
Eu sugiro mais uma razão capaz de explicar o fato. Uma das pessoas está no lar há oito anos sem visitas dos familiares, retraída. Ao ser abordada para receber o iPod com suas músicas preferidas, tem a visita que deve ter sonhado receber nesses oito anos. Além da atenção recebida, pode ouvir músicas que a levam de volta a um passado feliz e esquecido.
Estou a três meses de completar 90 anos e vivo num sítio isolado, entre Belém Novo e Lami, na beira do Guaíba, 27 hectares, a maioria mata nativa. Moram comigo quatro cadelas pastoras alemãs e uma família de caseiros. Não estou confinado, pois foi minha escolha e sempre que preciso pego o Subaru e saio. Mas prefiro ficar com os bichos. Aos domingos filhas e netas vêm almoçar, o que é muito bom.
A morte não me assusta, mas não facilito sua chegada. Três práticas ajudam a envelhecer sem decrepitude. A alimentação é basicamente de cereais, frutas e verduras. Diariamente sauna, exercícios físicos e natação na piscina. E, graças ao celular e à internet, tenho os contatos verbais que as cadelas não podem dar-me. O lazer é com leituras e filmes na Sky ou na Netflix.

“O segredo de uma boa velhice não é outra coisa que um pacto honesto com a solidão.” Gabriel García Márquez: Cem Anos de Solidão.

Dnit deve R$ 2 bi para empreiteiras

O Dnit deve e não paga R$ 2 bilhões que deve para as empreiteiras.

Prefeitura de Guaíba pagará normalmente o piso salarial nacional do magistério a partir deste mês

A prefeitura de Guaíba, RS, não se assustou com o aumento de 13,01% no piso salarial nacional dos professores. A partir deste mês, pagará os R$ 2.545,50 mensais exigidos pela lei (para os que possuem graduação universitária).

Dono da UTC liga Dilma diretamente ao Petrolão

Manuscrito do empreiteiro Ricardo Pessoa obtido pela revista Veja diz que o esquema de corrupção instalado na Petrobras era na essência político, e não o mero resultado do conluio de alguns empresários e diretores venais da estatal. Ele também diz que o tesoureiro do comitê de reeleição da presidente está “preocupadíssimo”. O PT e seus aliados no governo Lula já sabiam da reportagem de Veja e passaram a semana tentando envolver adversários no jogo sujo do Petrolão, tudo com o objetivo de desviar a atenção e embaralhar o jogo. 

. Leia as novas revelações, que envolvem Dilma diretamente com o Petrolão.

Um bom resumo do que vai pela cabeça dos empreiteiros presos pela Operação Lava-Jato está em um manuscrito de seis folhas de caderno obtido por VEJA. Ele foi escrito pelo engenheiro baiano Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia. VEJA confirmou a autoria do documento por meio de um exame grafotécnico feito pelo perito Ricardo Molina, da Unicamp. É a primeira manifestação de um integrante do clube do bilhão desde a prisão. O documento contém queixas contra os antigos parceiros de negócios e ameaças veladas a políticos. Em um dos trechos, o empreiteiro liga os contratos sob suspeita assinados entre as empreiteiras e a Petrobras ao caixa de campanha eleitoral da presidente Dilma Rousseff.

. Nas entrelinhas do manuscrito fica evidente o desconforto dos empreiteiros de estarem sendo, pelo menos até agora, os bodes expiatórios da complexa rede de corrupção armada na Petrobras. Eles têm razão. Nas denúncias oferecidas pelo Ministério Público Federal e aceitas pelo juiz Sergio Moro, o esquema de corrupção na Petrobras parece ser apenas o conluio de empreiteiros gananciosos com meia dúzia de diretores venais da Petrobras. Nada mais longe da verdade. Como Paulo Roberto Costa revelou com toda a clareza, tratava-se de um esquema de desvio de dinheiro para partidos e campanhas políticas organizado pelo partido no poder, o PT. Entende-se, portanto, a insistência de Ricardo Pessoa em lembrar que em sua concepção e funcionamento o esquema na Petrobras era político. As empreiteiras entraram como a solução para o problema de como entregar o dinheiro aos parlamentares e candidatos da base aliada do governo do PT.


. Pessoa cita nominalmente o tesoureiro do comitê de Dilma Rousseff, o deputado petista Edinho Silva (SP): “Edinho Silva está preocupadíssimo. Todas as empreiteiras acusadas de esquema criminoso da Operação Lava-Jato doaram para a campanha de Dilma”.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Fernando Baiano, operador do PMDB no Petrolão, fará delação premiada. Espera-se efeito pior do que o de Paulo Costa.

Uma nota publicada neste sábado pelo colunista Jorge Bastos Moreno revela que o lobista Fernando Baiano, preso na Operação Lava Jato e tido como operador do PMDB, além de muito próximo à empreiteira Andrade Gutierrez, que até agora passou incólume pela Lava Jato, estaria prestes a fazer delação premiada. Eis o texto:

Nitroglicerina

Fernando Baiano, operador da Lava Jato, fraquejou.

Recentemente, chamou um advogado especialista em delação premiada.

O movimento criou forte expectativa entre os investigadores da operação. Uma eventual delação de Baiano poderia ter resultado ainda mais explosivo do que a do ex-diretor Paulo Roberto Costa.

Otaviano Fonseca comandará representação do RS em Brasília

O advogado Otaviano Fonseca comandará a representação do RS em Brasília.