Oposição vai desfalcada de nove deputados para o embate com os governistas de Tarso

As 14h30min os deputados estaduais gaúchos começarão o período de sessões extraordinárias a que foram convocados pelo governo, visando discutir e votar oito projetos, todos enviados em regime de urgência pelo Piratini.

. O presidente Pedro Westphalen abrirá a sessão com o exame da proposta de inversão de pauta assinada pelos Partidos de oposição, o que jogaria para o final o projeto mais polêmico, o da tunga de R$ 1,3 bilhão dos cofres da CEEE para o arrombado caixa único do Estado.

. Esta votação inicial será um teste para medir forças.

. O governo, com seus 20 deputados, já garantiu o apoio dos 7 independentes do PDT.

. O Piratini agiu com força para garantir quórum máximo em plenário.

. O problema é que a oposição, somada aos três deputados do PSB, um do Solidariedade e um dissidente do PTB, não terá força para colocar todas as suas forças no plenário, porque 9 deputados seus viajaram e não estão na Assembléia.


- O editor vai disponibilizar os nomes de todos os deputados da oposição e independentes que votarão com o governo ou que se ausentaram, o que dará no mesmo, já que falta é voto para Tarso. 

Um comentário:

Anônimo disse...

É isso ai, Políbio.
A malandragem de alguns políticos atingiu um grau insuportável, então, tem mesmo que disponibilizar os nomes e denunciar esses irresponsáveis.