Entrevista - Não se vê obras do PAC no RS

Zilá Breitenbach, deputada, líder do PSDB na Assembléia do RS

A senhora ficou assombrada com o baixo valor dos pagamentos feitos no RS por conta das obras do PAC.
Vou até conferir diretamente com as autoridades federais, porque no Sistema de Administração Financeira, ministério do Planejamento, de R$ m,4 bilhão prometidos para o RS, ocorreram pagamentos de apenas r$ 49 milhões.

Só isto?
Isto corresponde a 3,4% do total.

E no País?
No País, o desembolso ficou em R$ 1,3 bilhão, embora as promessas tenham alcançado R$ 70 bilhões.

A senhora viaja muito pelo Rio Grande. É isto que a senhora vê?
Nas estradas? Com certeza. Não se vê nada feito. É só promessa.  

6 comentários:

Anônimo disse...

COMO QUE NÃO, LEMBRANDO "PAC"
PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DA CORRUPÇÃO, FUNCIONANDO A MIL EM TODO O0 BRASIL.

Anônimo disse...

COMO NÃO, SE O DINHEIRO CONTINUA SAINDO?????

Anônimo disse...

Se não vê obras do PAC no RS e em São Paulo?Neca de pitiritiba.Só tem obras do PAC no Rio,Norte e Nordeste e mesmo assim atrasadas ou paradas,digo emPACadas,

Anônimo disse...

EM MUITAS OBRAS DO PAC É ASSIM, AS EMPREITEIRAS TIRAM SEUS LUCROS NAS PRIMEIRAS ETAPAS DAS OBRAS, POIS AS PRIMEIRAS ETAPAS SÃO SUPERFATURADAS, ENQUANTO AS ETAPAS DO MEIO PARA O FIM, QUE NÃO LHE DARÃO LUCRO, GERALMENTE SÃO ABANDONADAS PELAS EMPREITEIRAS.

POR CONSEGUINTE, TUDO ACORDADO COMO SE "DE PAI PARA FILHO", AS ADMINISTRAÇÕES PÚBLICAS NÃO ACIONAM A EMPREITEIRA PELO ABANDONO DAS OBRAS, E ABRAÇAM O PREJUÍZO PARA SÍ, OU SEJA PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PAGAR O PREJUÍZO.

A OBRA FICA PARADA E ABANDONADA POR MESES, E COMO ALGO ESPERADO, MATERIAIS SÃO ROUBADOS E PARTE DAS EDIFICAÇÕES SÃO DESTRUÍDAS PELOS VÂNDALOS.
DEPOIS DE APURADO E MENSURADO OS PREJUÍZOS, A PLANILHA DE CUSTOS DAS OBRAS SÃO RECALCULADOS, NOVA LICITAÇÃO É FEITA, NOVO CONTRATO COM NOVA EMPREITEIRA PARA TERMINAR A OBRA, E COM NOVO PRAZO E NOVOS PREÇOS RECALCULADOS, TUDO SOMADO AOS PREJUÍZOS DOS MATERIAIS FURTADOS MAIS A PARTE DA DEPREDAÇÃO.

ASSIM O VALOR INICIAL DA OBRA QUE JÁ HAVIA SIDO MAJORADA POR ALGUNS ADENDOS JUSTIFICADOS POR ALGUNS IMPREVISTOS NÃO PREVISTOS AO LONGO DAS PRIMEIRAS ETAPAS, AGORA COM O NOVO CONTRATO SOMADO AOS NOVOS CÁLCULOS PRATICAMENTE OU QUASE QUE DOBRA DO VALOR INICIALMENTE CONTRATADO.

VALOR EXCEDENTE ESSE QUE POLITICAMENTE PODE RECEBER APORTE FEDERAL OU SER CUSTEADO PELO ESTADO OU PELO MUNICÍPIO CONVENENTE PARA A CONCLUSÃO DA OBRA.

AO LONGO DAS OBRAS, QUANTO MAIOR SÃO AS MORDIDAS AO LONGO DO CAMINHO, MAIOR É O NÚMERO DE ADENDOS REAJUSTANDO AS MEDIÇÕES.

BRASIL, UM PAÍS DE TODOS!!!

Anônimo disse...

Com uma oposição como esta no RGS, ou melhor, Que oposição?

Anônimo disse...

Não vê por que não lê Zero Hora.