Black Blocs metem fogo no Rio. Cenário é de caos urbano. 325 ônibus foram queimados.

Pelo Facebook, páginas convocam manifestantes profissionais para atuar em garagens de ônibus e em protestos nesta quinta-feira. Uma cobradora foi ferida a pedrada. Sindicato das empresas de ônibus relata 325 veículos depredados. 

. Estas informações são do site www.veja.com.br, de quem é também a foto ao lado e o texto a seguir:

. A paralisação dos rodoviários iniciada à meia-noite desta quinta-feira no Rio de Janeiro tem tudo para extrapolar o direito de greve e de manifestação e avançar em direção às ações abusivas, que invariavelmente põem a população contra uma categoria. A contagem do sindicato Rio Ônibus indicava, até as 10h20 desta quinta, 325 ônibus depredados – 50 deles completamente destruídos –, uma cobradora ferida e um número incontável de trabalhadores sem chegar ao trabalho. No fim da manhã, houve tiros e bombas lançadas na Lapa, no Centro, um ponto de conexão de várias linhas que ligam a Zona Norte ao Centro. Como fizeram na greve dos professores, na ocupação do terreno da Oi e em todos os movimentos recentes, os manifestantes profissionais estão de carona na greve. A página do grupo Anonymous informou, pouco depois da meia-noite, locais de garagens de empresas onde deveriam ocorrer protestos – e lugares onde, efetivamente, ônibus foram destruídos. Os mascarados do Black Bloc convocaram “a população” para apoiar a greve e programam uma manifestação no Centro, nesta quinta ou sexta-feira.

. De acordo com a Rio Ônibus, cerca de 30% dos ônibus estão circulando. Só da Viação Jabour foram quebrados 60 coletivos. 

. Black blocs - Além de se infiltrarem na greve dos rodoviários, integrantes dos grupos Black Bloc e Anonymous devem participar ainda da paralisação dos professores, marcada para começar na próxima segunda-feira. Quando a categoria cruzou os braços por mais de 70 dias, no ano passado, a união não só foi bem recebida como os manifestantes aprovaram até os atos de vandalismo e violência. Na tarde desta quinta, os mascarados devem se reunir também com o movimento Não Vai ter Copa.

10 comentários:

Anônimo disse...

Por muitíssimo menos do que isto tem um vereador do PSDB preso em Salvador por crime contra a segurança nacional. Queremos ver a aplicação da lei de segurança nacional da mesma forma neste pessoal dos black blocs aliados a sindicalistas . O problema é que são todos de esquerda e a esquerda no Brasil é tal qual os índios, inimputável, apesar de seu líder maior 9Dedos garantir de antemão que não sabe de nada!

Anônimo disse...

Na Venezuela são chamados de defensores da liberdade. No Brasil são chamados de baderneiros Black Blocks.

Anônimo disse...

Ninguém responde por nada, é o caos instalado.

Anônimo disse...

MARAVILHA, QUE SEJA PIOR AINDA NA COPA.

Anônimo disse...


É um país sem autoridade!
Gaudêncio

Anônimo disse...

É a mesma esquerdália radical ligada a sindicatos, que não deixou sair os rodoviários que queriam trabalhar aqui na capital!
As polícias estão cada vez de mãos mais amarradas e quem sofre é a população!
Temos o dever de mudar um pouco esse tipo de coisa nas próximas eleições, tanto para governo estadual como para federal, não votando na esquerda que quer o caos no país!

Anônimo disse...

Polibio, o correto e o Governador Pezão ser homem e mandar prender todos esses vagabundos, inclusive quem incita a desordem, sei que ele e gente boa, mas que dessa o cacete nesses safados, quem trabalha não tem tempo de destruir um bem que serve a toda a população, chega de vagabundos o Brasil de merda.

Luiz Vargas disse...

Dá para sentir de longe o cheiro do dedo podre do Barba nestes acontecimentos e o objetivo mirado é mais na frente: eleições em outubro.
Para o candidato dos PeTralha$ (ex-carapintada, atualmente um grande mutreteiro) e do Barba ter alguma chance em outubro o caos deve vigorar no RJ, mesmo que isto prejudique a imagem do país com a tal de Copa de Mundo (outra falcatrua do Barba).
O Barba é cria do submundo sindicaleiro criminoso e sabe utilizar estes canais com maestria. Em 2006, ano eleitoral, durante um período entre maio e junho, São Paulo sentiu bem como isto funciona. Por que será que PCC rima com petê?

Unknown disse...

Na Venezuela o povo está nas ruas pedindo mais segurança,estabilidade econômica, liberdade de imprensa e o fim de perseguições políticas. Salvo um ou outro fato isolado não são observados atos de vandalismo.
Já por aqui estes jeques de cabeça oca trabalham contra a democracia.Em tempo,detesto o comunismo, bolivarianismo, black blocs etc.

Anônimo disse...

Não compactuo com a violência nem libertinagem, mas o POVO CANSOU.
Mensalão, Escândalo da Petrobrás, Doleiro Youssef, Frescuras de José Dirceu na "cadeia", Dilma aumentando escandalosamente seu salário. O povo CANSOU. Não dá mais para aguentar tanta roubalheira!!!!!
Não é só a Dilma que tem direito de ser guerrilheira. Afinal, atentados e bombas não é o que a Dilma sempre defendeu?