Financial Times pede a cabeça do ministro Mantega

O jornal londrino Financial Times lembrou hoje que o Brasil cresceu a um ritmo de 4% durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, mas agora, o país está "à beira de uma recessão técnica e ninguém sabe de onde o crescimento pode vir". 

. O jornal pediu a cabeça do ministro Guido Mantega. Ele já tinha feito isto duas vezes. 

.  Entre os problemas da economia brasileira, o texto cita a desaceleração do consumo, baixo investimento, gargalos na infraestrutura e o aumento do déficit externo gerado pela desaceleração dos preços das commodities.


21 comentários:

Anônimo disse...

Se fosse FHC demitia na hora, mesmo porque o elemento era subserviente aos yanques. Não só ele, os militares também, teve um que chegou ao cumulo de beijar as mãos de um presidente americano.

CARLOS SGARBI disse...

O interessante nao e jornalao Ingles pedir a cabeca do Min do Brasil, mas jornaleiros engajados, que torcem contra o pais, como vc, reproduzir este amontoado de m... Porque este jornalao, e seus ÇABIOS, em 2008, nao realizaram as mesmas consideracoes a respeito do Min da Fazenda (ou coisa que valia...) do seu pais? Por aqui, pelas terras tapuias, jornaleiros especialistas em qualquer coisa, como o editor, adoram reproduzir aquilo que jornaloes editados em paises COLONIZADOR publicam. E como macaco, ne? Eu acho inclusive que nossos ÇABIOS E INTELECTUAIS (seja la o que isto signifa...) estariam bem melhor num Zoologico junto aos seus irmaos. O que vc acha editor?

Anônimo disse...

Sua Majestade não manda a armada, manda uma revista debochada

Autor: Fernando Brito

Alguém pode imaginar a revista Veja, mesmo pretensiosa como é, pedir a demissão do Ministro das Finanças da Inglaterra?

Pois o pasquim (com minúscula) de economia britânico, o Financial Times (aqui, no UOL, em português) com um deboche intolerável, diz hoje que “faria maravilhas” ao Brasil trocar o ministro da Fazenda, Guido Mantega, “por alguém que seja simpático ao mercado”.

Os súditos de Sua Majestade deveriam, antes, olhar o próprio rabo.

O PIB brasileiro é, hoje, o dobro – em dólares – do que era quando Guido Mantega assumiu, há oito anos.

No mesmo período, o PIB do Reino Unido cresceu zero, isso mesmo:ZERO, desde aquela data.

E está a um passo de ser ultrapassado pelo brasileiro.Visualizar

E nós não construímos as bases de nossa economia assaltando nações pelo mundo, não.

Inclusive o Brasil, pois o saque colonial feito por Portugal ia terminar no nascente parque industrial inglês e na paga por proteção britânica, no ocaso do império português.

Se o Finacial Times quiser, a gente explica como foi o Tratado de Methuen, pelo qual Portugal dava aos ingleses o monopólio da indústria têxtil em troca da liberdade alfandegária para seus vinhos. Claro que Portugal comprava infinitamente mais do que vendia e quem pagou a dívida foi o ouro de Minas Gerais.

E boa parte da simpatia dos republicanos brasileiros pelos Estados Unidos vinha do fato de aquele país ter se livrado do jugo tributário imposto pelos ingleses.

Uma ex-potência arrogante, o Reino Unido deveria se preocupar mais com seus problemas e deixar em paz a autodeterminação brasileira.

Mas, infelizmente, vai ter muita gente aqui feliz com o deboche da City.

Sabem como é, Joaquim Silvério dos Reis deixou descendentes.

Anônimo disse...

A culpa da situação não é de Dilma, mas sim de Lula. Nos oito anos em que esteve como presidente nada fez para fortalecer os fundamentos da economia, apenas queimou a riqueza acumulada por conta do plano real. Com Dilma a política de Lula continuou, e agora chegou a vez de pagar a conta. Vão quebrar, primeiro com o real depois como Brasil.

Anônimo disse...

Sgarbi mestre!!!
Pensei que o editor ia sugerir a Yeda, afinal ela implantou o déficit Zero, combateu o eixo do mal, o Papai Noel, o coelhinho da Páscoa, etc.

Ricardo disse...

KKKKKKKKKk, o chefe mandou a vassalagem vir defender o manteiga derretida... Como fiéis sabujos, aí estão, com as 4 patas no chão e vociferando as maiores bobagens já vistas... Salve sgarbi et caterva, vocês são hilários, aproveitem bem a tubaina e o sanduba de mortadela, não vai durar muito...

Anônimo disse...

O cara não é ruim, problema é que a pressão é grande, assim como a do Governador Tarso Genro, sedento e faminto de mais financiamentos do governo federal para o rio grande do sul.
O cara segura, mas os abutres hajem em bando e estão sempre a volta vorazes e famintos pelo dinheiro público.

Anônimo disse...

sgarbi, o dirceu mandou perguntar se tu já lavou as cuecas dele, ele tá precisando, deu uma freiadinha na atual...

Anônimo disse...

Não há dinheiro que chegue para essa gente!!!

O Brasil saiu duma situação superavitária para um rombo astronômico.

A dívida federal, somada a dos Estados e Municípios é um buraco sem fundo.

Já somos uma economia arruinada e estamos numa situação insustentável, segurada apenas pela força do trabalho do brasileiro, que não se cansa de pagar pesados impostos, com arrecadação recorde, que pouco ou nada faz para tapar o buraco, pois tudo que entra saí junto com mais outro tanto.

Tudo que se arrecada se gasta, e não sendo o suficiente, ainda endividam cada vez mais a nação.

Haja dinheiro para essa gente gastar.

Retorno que é bom ....???????!!!!!

Anônimo disse...

A quadrilha do mensalão, já quebrou o plano real. O mesmo plano real que elles tanto atacaram.

Cap Caverna disse...

Sgarbi energúmeno, tu és pago para atacar o editor? Quem são voces PaTifes vermelhos para falar sobre países "colonizadores" se voces estão indo pela cartilha do fascista assassino comunista do Fidel! Eu achava que voces tinham ao menos dois neurônios, mas agora vejo que se tiverem um é muito, pois voces agem por instinto, como animais ou como débeis mentais.Também vou acreditar que estás escrevendo SABIO com Ç de gozação, e não por ignorancia, falta de cultura.Quanto ao irmos morar com nossos irmãos no zoo, tu ficarias ou junto com as antas ou com os jumentos, e coitados dos bichos!

Anônimo disse...

Desculpem o texto longo. É sobre a posição do pt contra o plano real. Transcrevo...:

Guerra de propaganda
Os vinte anos do Plano Real estão a merecer, certamente, um trabalho de fôlego. É impressionante que os tucanos tenham perdido a guerra de propaganda para o PT nos últimos, vá lá, 14 anos — já que o governo FHC ficou sob intenso bombardeio nos dois anos finais.

Lembre-se de que, um ano antes do Real, o então ministro da Fazenda FHC adotou um conjunto de 58 medidas para criar as precondições da estabilização da economia — de pronto combatidas por Lula (vejam abaixo frase de janeiro de 1994).

Como todo mundo sabe, o partido não ficou só na retórica: votou contra a MP do Real no dia 29 de junho de 1995. Foi além. Recorreu ao Supremo com uma ADI (Ação Direita de Inconstitucionalidade) contra o plano. E voltou ao tribunal para tentar derrubar a Lei de Responsabilidade Fiscal. Abaixo, um pouco do que disseram alguns patriotas.
*
Lula
“Esse plano de estabilização não tem nenhuma novidade em relação aos anteriores. Suas medidas refletem as orientações do FMI (…) O fato é que os trabalhadores terão perdas salariais de no mínimo 30%. Ainda não há clima, hoje, para uma greve geral, mas, quando os trabalhadores perceberem que estão perdendo com o plano, aí sim haverá condições” (O Estado de S. Paulo, 15.1.1994).

“O Plano Real tem cheiro de estelionato eleitoral” (O Estado de S. Paulo, 6.7.1994).

Guido Mantega
“Existem alternativas mais eficientes de combate à inflação (…) É fácil perceber por que essa estratégia neoliberal de controle da inflação, além de ser burra e ineficiente, é socialmente perversa” (Folha de S. Paulo, 16. 8.1994).

Marco Aurélio Garcia
“O Plano Real é como um “relógio Rolex, destes que se compra no Paraguai e têm corda para um dia só (…) a corda poderá durar até o dia 3 de outubro, data do primeiro turno das eleições, ou talvez, se houver segundo turno, até novembro” (O Estado de S. Paulo, 7.7.1994).

Gilberto Carvalho
“Não é possível que os brasileiros se deixem enganar por esse golpe viciado que as elites aplicam, na forma de um novo plano econômico” (“O Milagre do Real”, de Neuto Fausto de Conto).

Aloizio Mercadante
“O Plano Real não vai superar a crise do país (…) O PT não aderiu ao plano por profundas discordâncias com a concepção neoliberal que o inspira” (“O Milagre do Real”, de Neuto Fausto de Conto)

Vicentinho, atual líder do PT na Câmara dos Deputados
“O Plano Real só traz mais arrocho salarial e desemprego” (“O Milagre do Real”).

Maria da Conceição Tavares
“O plano real foi feito para os que têm a riqueza do País, especialmente o sistema financeiro” (Jornal da Tarde, 2.3.1994).

Paul Singer
“Haverá inflação em reais, mesmo que o equilíbrio fiscal esteja assegurado, simplesmente porque as disputas distributivas entre setores empresariais, basicamente sobre juros embutidos em preços pagos a prazo, transmitirão pressões inflacionárias da moeda velha à nova” (Jornal do Brasil, 11.3.1994).

“O Plano Real é um arrocho salarial imenso, uma perda sensível do poder aquisitivo de quem vive do próprio trabalho” (Folha de S.Paulo, 24.7.1994).

Gilberto Dimenstein
“O Plano Real não passa de um remendo” (Folha de S.Paulo, 31. 7.1994 ).

Anônimo disse...

Políbio,

O Mantega foi encarregado, pelo PT, para CONTROLAR o Tombini.

O Alexandre Tombini não é PT de carteirinha e necessita de um cão de guarda, na avaliação do PT.

Cai um, cai outro!!

JulioK

Anônimo disse...

Deixar a esquerdalha cuidando da economia de um país deveria configurar crime contra a humanidade.

Anônimo disse...

SGARBI NÃO ADIANTA FICAR NERVOSINHO, TODA VEZ QUE UM PAÍS ESTÁ COM DIFICULDADES FINANCEIRAS A PRIMEIRA CABEÇA A ROLAR É DO MIN. DA ECONOMIA; PRIMEIRO, CORTE DE GASTOS DENTRO DO PRÓPRIO GOVERNO FEDERAL O QUE NÃO É FEITO, SE NÃO FAZ O DEVER DE CASA NÃO SABE NEM PORQUE ESTÁ LÁ, SEGUNDO PARAR DE PERDOAR DIVIDAS EXTERNAS, TERCEIRO PARAR DE INVESTIR EM PAÍSES SEM RETORNO, TIPO CUBA OU ACHA QUE VEREMOS ESTE DINHEIRO DE VOLTA. PRECISA DESENHAR? LARGA ESSE *DIREITO* DE MÃO E VAI FAZER UM CURSO DE ADMINISTRAÇÃO.



EDUARDO MENEZES

Anônimo disse...

CARLOS SGARBinete em 2008 o Brasil não estava pior que hoje porque tinha um Diretor do BC,Henrique Meirelles, que não ouvia o Mantega.Depois que entrou o Tombini que não é político e sim funcionário de carreira fica subserviente ao Mantega,aí ele está fazendo o que estamos vendo.Qual funcionário de carreira que se indispõe com políticos?

Anônimo disse...

Eu acredito que a presidANTA Dilma já deve estar pedindo conselhos ao Ditador Fidel, o qual, irá propor enviar especialistas em economia daquele país, igual como eles resolveram o nosso problema na saúde, com o envio dos curandeiros cubanos!
...KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Anônimo disse...

Não é só o Financial Times que diz isso do Manteiga - The Economist, também há muito tempo vem apontando os erros da política econômica desse fraco ministro.

Anônimo disse...

ORA! ORA! O CARLOS SBARBI quer todos juntos, com ele, conforme bosta texto:

"estariam bem melhor num Zoologico junto aos seus irmaos"

Pior, ele nos quer juntos no zoológico da papuda.

O marvado do carlinhos dá coises pra todo lado!!!



Anônimo disse...

Estão pedindo a cabeça do Mantega para analisar que tipo de merda ela carrega.

Anônimo disse...

PETRALHA TU E TEUS PTISTAS GOSTAM DE BEIJAR O ASSASSINO FIDEL O MADURO EVO CHRISTINA OS DA PAPUDA O INÁCIO O CONE BARROSO PIZZLATTO BATISTTI O PTISMO NÃO TEM MILITANTES TEM CÚMPLICES. VAI CUIDAR DA TUA OCA MINHA VIDA Q É MÁXIMO QUE A ESQUERDA CAVIAR COLABORA COM VOCÊS
ENQUANTO ELES SÓ NO CAVIAR DAS TETAS DO ESTADO COM O IMPOSTOS QUE A DIREITA COM ORGULHO PRODUZ.