Rio Grande do Sul ocupa o último lugar no ranking nacional de investimentos em educação

O site www.zerohora.com.br,em reportagem assinada por Carlos Etchjichjury e Marcelo Gonzatto,  informa que relatório do MEC aponta que a proporção das receitas do Estado destinadas à área está abaixo do determinado em lei. O RS está em último lugar no Brasil. É o Estado na pior situação. As revelações comprometem os discursos otimistas do governo estadual, que revela completo fracasso na área. Leia tudo:

O Rio Grande do Sul é o Estado brasileiro que menos investe em educação no país em comparação ao que arrecada, conforme indica um levantamento do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).
Os gaúchos aplicaram, na média de 2005 a 2010, o menor índice de receitas próprias no sistema de ensino. Enquanto o governo federal determina a aplicação de pelo menos 25% desses recursos para educar a população, descontados gastos com inativos, os rio-grandenses investiram um percentual médio de 18,79% no período.

. O relatório comparativo, elaborado pelo Sistema de Informações Sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope) do FNDE, mostra que a proporção das receitas do Rio Grande do Sul destinadas à educação foi a menor do Brasil em 2007, 2008, 2009 e 2010 – ano em que apenas o Estado e o Rio Grande do Norte ficaram abaixo do patamar de 25%. Em 2005 e 2006, os gaúchos ficaram na penúltima posição, à frente apenas do Distrito Federal, que, posteriormente, quase dobrou o seu índice.

- Outra má notícia da área petista surgiu nesta quarta em Lajeado. A foto ao lado é de Rodrigo Martini. Leia:
A demolição de um dos prédios da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Pedro I, a maior de Lajeado, no Vale do Taquari, provocou uma série de improvisações, como a utilização de banheiros para a sala de recursos e de orientação. A medida foi aprovada pelos representantes dos pais dos 600 alunos, em fevereiro de 2013

12 comentários:

Anônimo disse...

Perdão Sr.Políbio, gosto muito de acompanhar este blog, mas os anos citados não correspondem ao governo petista.

Anônimo disse...

Votaram no pt, agora aguentem.

Anônimo disse...

ZERO HORA:

Nomeação de jornalista gera constrangimento na Assembleia
Contratada pelo presidente do Legislativo, Gilmar Sossella (PDT), profissional é namorada do pré-candidato do partido ao Senado, Lasier Martins

A contratação da jornalista Janice Santos para um cargo de confiança na presidência da Assembleia Legislativa provoca constrangimentos ao presidente da Casa, Gilmar Sossella, e ao pré-candidato ao Senado Lasier Martins, ambos do PDT.

Janice é namorada de Lasier e, diante da repercussão do caso nas redes sociais, será exonerada até o final da semana.

A nomeação da jornalista ocorreu no dia 1º de fevereiro, logo após Sossella ter assumido o comando do Legislativo. Janice foi acomodada no cargo de diretora de jornalismo, com salário mensal de R$ 12 mil, e apresentada à imprensa como assessora do presidente. Ela e Lasier começaram a namorar em agosto de 2012 e assumiram a relação publicamente em março do ano passado. À época, ambos trabalhavam na RBS TV, ela em Passo Fundo e ele na Capital.

Em outubro passado, Lasier deixou a emissora para lançar-se pré-candidato ao Senado. Em dezembro, Janice foi desligada da empresa. Embora não exista impedimento legal à contratação da jornalista pelo Legislativo, o caso gerou controvérsia por conta da relação dela com Lasier.

Ontem, o superintendente-geral da Assembleia, Artur Alexandre Souto, afirmou que Janice assumiu o cargo prevendo trabalhar apenas um mês. No início de fevereiro, Janice se apresentou a jornalistas como assessora de imprensa de Sossella. Nem ela nem o deputado fizeram qualquer menção de que o trabalho seria temporário.

A jornalista, de acordo com Souto, foi chamada por Sossella apenas para dar a largada na política de comunicação da presidência e ajudar na formação da equipe. Souto diz que a jornalista foi escolhida por conta de sua experiência na TV, em marketing político e em campanhas eleitorais.

— Há quatro anos, já havíamos convidado a Janice para trabalhar no gabinete do deputado. Agora conseguimos fechar um acordo de trabalho de 30 dias. A nossa vontade era de mantê-la conosco por todo o mandato, mas ela só aceitou trabalhar por um mês, pois irá atuar na campanha do Lasier.

Lasier lamentou o episódio e negou ter influenciado na nomeação da namorada:

— Janice já havia sido convidada por Sossella há quatro anos. Ela foi contratada para atuar por um mês na Assembleia, porque já havíamos acertado que agora ela vai trabalhar na minha campanha. Janice ajudou a estruturar o gabinete do presidente, que queria uma comunicação mais ágil, mais moderna.

PS: Lazier Martins o elemento que dava pau em tudo que era CC, quando apresentava o Programa Pelurinho, digo Conversar Cruzadas, ou seje, moral de cueca.

Anônimo disse...

bom, ao menos devem estar deturpando menos a cabeça das pobres e inocentes crianças.

Anônimo disse...

em pensar que isso aí que desgoverna o RS já foi ministro da educação. competência e mérito nunca foi critério pros PeTralhas.

Anônimo disse...

Continuem votando no PT que a posição será certamente garantida por muiito tempo.

Anônimo disse...

E aí, companheiro Cesar Miola? Como fica o governo Tarso na avaliação do TCE com relação a gastos com a Educação? Se fosse um Prefeito de cidadezinha pequena, estaria todo enrolado.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

Anônimo disse...

ESPERAVAM O QUE DO ESTADO SOCIALISTA DESDE O TEMPO DE BRIZOLA, O SOCIALISMO QUANDO INVESTE NA EDUCAÇÃO É PARA VENDER MÃO DE OBRA E ESCRAVIZAR TIPO CUBA.



EDUARDO MENEZES

Anônimo disse...

E viva o Atraso... Genro !

NEWTON disse...

Políbio, que judiaria estão fazendo com o Tarsinho. Por que não mostram a pesquisa dos estados que mais investem em propaganda na mídia, para dizer que a educação "vai muito bem, melhor do que nunca"? Com certeza neste caso, ele leva medalha.

Anônimo disse...

Cadê os processos de impeachman?????

Luiz Reffatti disse...

fala no PT mas mostra dados dos governos do PMDB e PSDB ... é um falcatrua esse Polibio Braga