PDT chama Lupi para botar água fria na crise provocada pela saída de Fortunati

O anúncio público de “licença” do PDT transformou o prefeito José Fortunati no protagonista de uma crise política de grandes proporções no Partido.

O presidente nacional do Partido, Carlos Lupi, virá nesta quinta a Porto Alegre para falar com o prefeito, que está irritadíssimo com boa parte da sua bancada na Câmara de Vereadores. Na segunda-feira, vereadores da oposição e do PDT comemoraram juntos a derrubada de vetos apostos pelo prefeito.

Na sexta-feira, Lupi  e as direções estadual e metropolitana discutirão o que fazer.
Aparentemente o PDT não parece levar muito a sério a decisão de JoséFortunati. O Partido acha que ele e sua mulher, Regina Becker, deputada estadual, têm mais a perder do que a ganhar com o caso, alegando que José Fortunati tem dialogado pouco com sua base parlamentar e partidária.

2 comentários:

Anônimo disse...

O Lupi conhece bem Fortunati para não levar a sério a que ele disse. Ou talvez não levar a sério o próprio Fortunati. Na verdade quem está por dentro dos bastidores sabe que a pessoa difícil é o prefeito que dá ouvido somente as pessoas que não são do PDT. Culpa a bancada quando deveria culpar a si mesmo.

Anônimo disse...

Mais cedo ou mais tarde isto aconteceria. Muito rumores já ecoavam sobre a verdadeira natureza partidária do Prefeito. Se aproveitou para estreitar laços com pessoas de partidos fora do PDT visando fortalecimento politico individual. Aos colegas do PdT sempre escutou com educação, mas sempre fazia o que já havia decidido. Ficava evidente o DNA petista.